25 de novembro de 2008

10 melhores livros sobre carros




Parece incrível hoje em dia, mas antes do advento da internet (para nós do Brasil, coisa de 12 anos atrás apenas), os bons livros sobre automóvel eram dificílimos de conseguir. Comprei livros em todas as minhas viagens ao exterior, oportunidades raríssimas e aproveitadas com furor.

Hoje, basta alguns cliques do mouse e um cartão de crédito. Para mim, que sonhava com bons livros sobre o tema que adoro por décadas, é indescritível a felicidade de poder realizar esses sonhos tão facilmente. Nesse último ano, com o dólar em baixa, fiz uma festa. Depois de acumular mais de 3 mil revistas, entendi que a real sabedoria vem mesmo dos livros, e a eles passei a me dedicar.


E onde comprar? Recomendo a Amazon, de longe o menor preço, e que funciona também como um sebo, por ter várias ofertas de livros usados. Vale a pena uma visita na Motorbooks inglesa também, a primeira fonte que usei na net, e a loja da SAE, onde comprei várias coisas interessantíssimas em oferta. Os links abaixo vão levá-los a sítios que na minha opinião explicam o livro melhor, não onde estão mais baratos. Pesquisem os preços, inclusive na editora, antes de fazer a compra.

E são um ótimo investimento: coisas compradas por 20 dólares há algum tempo, hoje esgotados nas editoras, são vendidas por 300, 400 dólares, usados.

Então juntem-se a mim na mais nobre de todas as buscas: a busca pelo saber!

1) Porsche: Excellence was expected - Karl Ludvigsen Originalmente lançado em 1977 com dois volumes, foi recentemente ampliado e atualizado numa nova edição, com 1.668 páginas, divididas em 3 volumes.

Tudo o que vc precisa saber sobre a Porsche. Um enorme tijolo de sabedoria. Esta lista nasceu porque acabei de receber meu exemplar, depois de literalmente décadas querendo comprá-lo.
Se puder, leia-o após “Porsche – Genesis of a Genius”, também de Ludvigsen, que conta a história do velho professor antes da empresa fundada por seu filho.

2) The Golden Age of the American Racing Car – G. Borgeson
Quando foi lançado em 1966, este livro ganhou vários prêmios e foi um grande sucesso de público e crítica. Nas décadas seguintes, se tornou uma cobiçada peça de colecionador, trocada de mão por preços absurdos. Mas ano passado a SAE reeditou-o, e eu e Egan compramos cópias por apenas 5 dólares cada. Os colecionadores devem estar meio chateados...

Uma épica epopéia rica em sangue, suor, lágrimas e metal usinado. Uma história de velocidade e vitória, mas também de corações partidos e vidas despedaçadas. Como a história de Duesenberg, Miller, Chevrolet e todos os outros não virou um filme épico de Holywood, nunca vou saber. Genial.

3) Mercedes-Benz: Quicksilver Century – K. Ludvigsen
Não contente em criar a obra definitiva sobre a Porsche, Ludvigsen fez o mesmo sobre a história da Mercedes. A obra versa apenas sobre a história de competição da Mercedes, mas é uma lição em como se desenvolveu o automóvel.

4) Pegaso & Ricart (1986) / Los automobiles Pegaso y sus protagonistas (2003) – Mosquera & Coma-CrosÚnico da lista que não é em inglês. Mas consegui lê-lo perfeitamente sem nunca ter estudado aquela outra língua ibérica. Como disse o senhor espanhol que me vendeu a minha cópia da primeira edição, usada (e no mesmo dia vendeu ao Egan sua MotoGraziela), num portunhol lascado: “és la misma língua! Sotaque!”

História de Wifredo Ricart e seus “Pegasines” é única e lendária. E o livro é tão completo que chega a listar a história e o destino de todos os 86 chassis construídos.

Eduardo Coma-Cros é o maior conhecedor da marca, e é dono do único Pegaso Z102 que ainda pertence ao seu comprador original.

5) Drive On! A social history of the motorcar – L.J.K. Setright
Se você quer realmente entender a história do automóvel, este livro basta. Colocando o automóvel como o grande libertador, Setright, o maior escritor que já se debruçou sobre o automóvel, coloca em contexto toda evolução e involução desta máquina que tanto adoramos.

6) The Dust & the Glory – Leo Levine Um pouco longo demais, mas uma história interessantíssima e, como diz o título, cheia de glória e poeira. Do recorde mundial de velocidade batido por Henry Ford em um lago congelado até a gloriosa campanha dos GT40 em Le Mans nos anos 60, a melhor parte da história da Ford (competições) contada com inspiração. Outro livro clássico dos anos 60 reeditado recentemente, e com um segundo volume que nos leva até os dias atuais.

7) Bugatti Magnum - Hugh Conway
A obra prima do maior especialista da marca tinha a capa de metal virolado como o painel de intrumentos de um tipo 35. Tudo que se pode querer saber sobre os carros da Alsácia. Na minha wish-list.

8) A Private Car: An Account of the Bristol – L.J.K. Setright
Leonard John Kensell Setright aproveitou a chance de escrever a história definitiva de sua marca preferida para realizar um livro que é um retrato de suas crenças. Assim, todas as fotografias foram banidas para um livro, e o texto ficou em outro, por exemplo. Outro que, pelo preço salgado, ainda não li. Ainda.

9) Zora Arkus-Duntov: The Legend Behind Corvette – Jerry Burton
A parte que acompanha o desenvolvimento do Corvette é ótima, mas o que é genial aqui, o que prende a gente mesmo, é a saga da vida desse russo amalucado, passando por dois continentes e seis países, sempre envolvido com o automóvel.

10) Iso Rivolta: The Men, the Machines – Winston Scott Goodfellow
Este comprei em Maranello, em frente à Ferrari, em 1995. De novo, é a história humana que prende; a saga de uma família para se manter fabricando veículos.

Goodfellow, um especialista nas marcas italianas, aproveita o livro para contar toda a evolução dos GT’s durante os anos 50, 60 e 70, sua época de ouro, quando limites de velocidade ou não existiam ou eram largamente ignorados.


MAO

4 comentários:

  1. MAO

    Belos título! A Amazon é uma fonte excelente, essa semana inclusive chegaram alguns livros que comprei por lá.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Vou começar a procurar alguns desses, deu vontade mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Marco,
    você é um sacana, me deixando com vontade de gastar dinheiro.

    ResponderExcluir
  4. Juvenal,

    Gasto? Trocar dinheiro por sabedoria?
    Isto não é gasto, é o melhor investimento que se pode fazer.

    Pense assim: o que vc sabe, ninguém pode tirar de vc. Todo o resto pode sumir num piscar de olhos. A diferença entre SER e TER.

    MAO

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...