Google+

1 de novembro de 2008

BELO FRANCO-ARGENTINO


Estou rodando com um Citroën C4 Pallas Exclusive (R$ 77,7 mil), já flex e realmente é um belo franco-argentino. Sabem desses carros que não desagradam em nada? Pois é o caso. Rápido, ficou melhor com o ganho de potência sobre a versão a gasolina apenas, mais 9 cv, chegando a 152 cv com álcool no tanque.

Assim é que se faz: com álcool tem que dar mais potência e não ficar tudo igual, como ocorreu com o Civic e Corolla "flexibilizados". E nem mexeram na taxa de compressão de 10,8:1.

Por enquanto, flex (e 152 cv) só com caixa automática de 4 marchas tiptronic. Só imagino ele com câmbio manual, previsto para dentro de três meses. O pessoal daqui do blog sabe da minha preferência incondicional por caixa manual...

Espaço de sobra para ocupantes e bagagem (porta-malas cavernoso de tão grande), visual interno classudo sem ser rebuscado e aquele volante de cubo fixo conferem a identidade Citroën. O conta-giros de escala na linha de visão do motorista, mais o velocímetro digital no centro do painel, envolvem o motorista com informação precisa.
Ah, e saber em que marcha está o câmbio, mesmo no modo automático, é ótimo. Todo carro devia ter isso.

Mantendo a tradição da marca, esse C4 foi feito para fazer curva, com resposta de direção impecável. Quando dirigi com esse tipo de volante pela primeira vez, um C4 VTR há dois anos, estranhei um pouco, mas depois se pega o jeito e tudo fica normal. A Citroën também inovou em volante quando lançou o DS 19, em 1955: só tinha um raio.

Quero ver como será o C4 hatch. De uns tempos para cá passei a apreciar esse tipo de carroceria, contrariando o avanço da idade...

5 comentários:

  1. Oi Bob, você está fazendo falta na Quatro Rodas. Não tenho gostado do rumo que as publicações "especializadas" estão tomando. Será que sou só eu?
    Você já dirigiu o C6? Outro dia o Zé Mahar me deu uma canja num que estava com ele mas não tenho um parametro para julgá-lo. Já ouvi a opinião dele, mas seria bom ouvir a sua. Não que eu seja um potencial comprador, é só curiosidade de apreciador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Galera.. deixa o bob aqui.. QR não tem mais salvação e já estragaram o NA. As únicas publicações boas que temos hj são o Auto Entusiastas e o BCWS... Rezemos para que o Bob não se ''especialize'' também... rsrsrsrs

      Excluir
  2. Welco,
    Você pode me encontrar agora na revista Carro. Leia-a que vai gostar. E mal comecei, foi a minha primeira atuação nesta edição que está nas bancas, a de novembro.
    Andei no C6 e gostei. Teve gente que acho pouca potência (211 cv) no V6 para os 1.834 kg de peso, mas carro que atinge 230 km/h e vai de 0 a 100 km/h em 9,4 s está ótimo para mim. E os Citroëns são mesmo superlativos. Pena que o C6 não esteja mais sendo importado pela Citroën.

    ResponderExcluir
  3. Bob sharp continua com seu trabalho maravilhoso pois estas publicacoes e analises sao bem esclarecedoras. Gostaria de saber bob sharpe se vantajoso adquirir um veiculo usado ano 2010 no caso um c4 1.6 ou 2.0 porque no mesmo valor eu consigo tirar o fox bluemotion e new fiesta s1.5. Se for possivel desde ja agradeco pois estou com uma duvida terrivel.

    ResponderExcluir
  4. Gilclimar

    A melhor marca de carro é zero-quilômetro. Esqueça usado, compre um novo.

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...