28 de junho de 2009

CAYENNE? NÃO, VARIANT II !!!


Quando estava fazendo o post sobre a relação entre o Pontiac Tempest e o Porsche 924, me lembrei do carro acima.

Lançada em 1978, e com desenho de carroceria desenvolvido totalmente no Brasil e exclusivo para ela, a Variant II incorporava importantes melhorias realizadas nos VW refrigerados a ar europeus, que até ali (e mesmo depois dela) permaneciam inéditos no Brasil: suspensão traseira independente por meio de braços semi-arrastados e suspensão dianteira McPherson, muito superiores aos sistemas adotados nos Fuscas e seus derivados por aqui.

O carro foi um fracasso comercial, e selou o futuro refrigerado a água da VW também em terra brasilis. Mas tenho carinhosas memórias dela, visto que meu sogro, ao redor de 1988, tinha uma muito útil Variant II branca como segundo carro.

Me lembro do espaço interno generoso; dos dois generosos porta-malas; da estabilidade e controlabilidade bem divertida, e do motor valente, apesar de fraquíssimo para o carro.
Era uma perua divertidíssima enfim, muito mais segura e melhor no comportamento dinâmico que a infinitamente mais popular Brasilia.

E não era por menos: seu esquema básico de suspensão é o mesmo do Porsche 911. E como vimos no post mencionado no início, praticamente idêntica a o Porsche 924/944, apesar deste ter distribuição de massas diferente.

O que sempre me levou a pensar o seguinte: a Variant II é praticamente, se se esquecer a potencia demasiadamente pequena debitada pelo motor, uma perua do 911. Basta colocar um seis cilindros contraposto da casa de Zuffenhausen lá atrás.

Acho até que bastaria dar uma melhorada no motor dela mesmo (alto deslocamento com "kit" importado? Turbo? Injeção?) , visto que o motor Porsche seria exótico e caro demais. Seria uma perua Porsche infinitamente mais cool do que a irrelevante Cayenne. Sempre tive vontade de fazer uma coisa assim, apenas para provar uma teoria que toda vez que exponho, é recebida com os olhares reservados aos mais dementes esquizofrênicos.

AG, tem medicação sobrando por aí? A minha acabou...

MAO

34 comentários:

  1. ...mas que seria legal uma variant dessas, prata, berrando com um certo 6 cilindros de 2,7 ou 3 litros; calçando um jogo de minilites ou fuchs... ah!!!

    ResponderExcluir
  2. Dos VW's "a ar", sou mais chegado a outros, que à Variant II. Mas, de fato, seria uma brincadeira interessantíssima.

    E imaginar que são comercializadas por preços bastante baixos... Dá vontade!

    Sds,

    Der Wolff

    ResponderExcluir
  3. Cayenne não é irrelevante, irrelevante é o presidente da república.
    Só não tenho um Cayenne porque sou um pobre de me(piiiiiii) !

    ResponderExcluir
  4. Gosto muito desse carro, mas gostaria muito de ter visto a VW Passat Variant Typ 32 no lugar dela.

    FB

    ResponderExcluir
  5. Uma boa injeção e um turbo fariam miséria numa Variant dessas. E não falo em potências estratosféricas.

    ResponderExcluir
  6. Prezado MAO,

    A minha medicação aqui está no final, vou comprar mais. Mas pense no seguinte, em função de tudo o que vc expos: motores boxer Porsche ou VW tipo 4 são raros, caros e complicados de manter. Já motores Subaru (4 cilindros, o 6 são bem raros) cabem bem nela e seriam um upgrade não agressivo. Por mais que eu desteste crossbreeding, me parece muito limpo e sensato. Dificil só vai ser conseguir uma variant 2 boa o suficiente para se comprar e começar a brincar.

    ResponderExcluir
  7. AG,

    Subaru é de se pensar, ainda mais porque eu não tenho problema algum com crossbreeding, quando esta é a melhor opção, como vc bem sabe.

    Uma hora dessas eu aindo compro uma.Já me apareceram umas 2 ótimas e baratas, tá dificil não.

    Mas acho que quero ficar com a refrigeração a ar...

    MAO

    ResponderExcluir
  8. Se é pra ser louco, busca num ferro-velho(nos EUA deve ter) ou encomenda na RUF as suspensões originais do 911, ai aproveita que esta lá e muda toda a tapeçaria e instrumentação para o do 911...

    ResponderExcluir
  9. Bruce Willis28/06/09 11:01

    você é muito doido cara!

    ResponderExcluir
  10. Todos e MAO,
    Havia algum erro na geometria dianteira da Variant II. A direção era muito sensível às irregularidades do piso -- era, digamos, o Citroën C4 bem amplificado nisso --, talvez raio de rolagem exagerado, e foi preciso aplicar um cáster
    "de Mercedes-Benz" em busca da estabilidade direcional: a variação de cambagem com as rodas esterçadas era impressionante.

    ResponderExcluir
  11. Bob,

    Sim, um vzinho meu tinha uma e me lembro bem desse detalhe, ao esterçar as rodas assumiam uma cambagem muito agressiva. Mas qual explicação, ignoro.

    ResponderExcluir
  12. Semprei gostei da Variant II, mas o que atrapalha mesmo é o desempenho modesto do motor a ar. Lembro-me de uma época em que planejava comprar uma e instalar um AP-2000 no lugar do boxer original.

    Complicações à parte, uma Variant II com motor Posche 6-cilindros ficaria um "veneno"...

    ResponderExcluir
  13. AG.
    Dá-se cáster para obter estabilidade direcional. Mas a grande burrada da VW foi lançar a Variant II e não a Passat Variant. O Passat já estava em produção e era só fazer a parte diferente da carroceria, atrás. Mas a VW achou que uma perua Passat seria ruim de barro, nas subidas enlameadas e decidiu pelo tudo atrás da Variant II. Com isso a Ford deitou e rolou com a Belina...

    ResponderExcluir
  14. Marlos Dantas28/06/09 22:29

    Apesar do maior refinamento da suspensão da Varian II, ainda prefiro os primeiros ano/modelo da Variant I.
    Gosto muito do SP2, talvez nele o boxer Porsche "combinaria" mais, devido ao apelo esportivo e belíssimo desenho do carro.

    ResponderExcluir
  15. Puxa vida!

    Outro dia vi uma branca em Bauru em um estado ainda muito bom. Só os parachoques estavam um tanto quanto judiados. Até as lanternas deviam ser originais, pela cor que apresentavam/aparência. 2.200 dinheiros no anúncio.

    Logo lembrei de um amigo, Route66, vulgo Carlão, e de uma idéia que ele certa vez comentou sobre este carro.

    Nada de mais. Kit stroker com taxa mais elevada para uso de álcool, carburadores bem acertados ou injeção. Algo só para atualizar o desempenho do veículo e "assustar" um ou outro "distraído".

    *rs*

    Isso também me recordou uma que eu via aqui na zona oeste de SP frequentemente perambulando, há uns 15 anos. Mas já era rebaixada e, provavelmente, seu proprietário tinha alguma "vocação para competições em rua", com o motor dela...

    ResponderExcluir
  16. tivemos por pouco tempo em nossa família, nos idos de 84-85, uma Variant II bege. ao lembrar desse veículo, me vem à cabeça o que o Bob comentou da cambagem ao esterçar as rodas. O "Variantão" era um veículo instável como qualquer Brasília ou Fusca, tinha desempenho inferior por conta do peso maior e eram raras as oficinas que conseguiam acertar a geometria desse carro.
    tão ruim pra viajar que desistimos de usar o Variantão, que era veículo de empresa, que passamos a usar nosso Passat particular para trabalhar por questões de segurança

    ResponderExcluir
  17. Carlos Galto29/06/09 15:44

    Era um carro complicado mesmo, ainda mais depois de dirigir um Passat e pegar a Variant.
    Tem uma vendendo no Maracanã, verde-oliva. Vou ver o preço.
    "Varibaru 2.5 RS", uma autêntica shooting break!!!!

    ResponderExcluir
  18. Bob,
    acho que o problema maior da suspensão do C4 se deve a medida dos pneus, e a recomendação de calibragem deveras exagerada

    ResponderExcluir
  19. Bob,
    o C3 tambem é problematico no quesito de absorção de irregularidades do piso

    ResponderExcluir
  20. Guto,
    Pneus largos ajudam nesse efeito, mas andei no C4 VTR, de pneus 195/65-14, que também o apresentava. Quanto ao C3, não tenho restrição nesse quesito, especialmente a partir do ano-modelo 2009, em que deram uma considerável melhorada na calibragem geral da suspensão.

    ResponderExcluir
  21. A Variant II era uma bomba ambulante,dois colegas meus a possuíram, instabilidade e impotência eram gritantes,

    Um dos colegas preferia outros carros da famíla,mas o que só tinha esse e nele tinha que andar teve o dissabor de perder o controle do carro numa curva após descida, conhecidísssima de todos. O carro terminou a vida com um poste amassando seu teto até o encosto do banco trazeiro( o carro voou de lado até atingir o poste)

    Erro incrível da VW.

    ResponderExcluir
  22. Dono duma Jabi01/08/09 21:34

    Pessoal, vocês estão ferrando com um carro show, não dá pra comparar a VII com os modernos, e sim com os de época, o esterçamento é excepcional, vira em qualquer espaço, o conforto excelente, a direção, muito macia, leve e segura, e como em todo carro, se não tiver manutenção ou se o uso for inapropriado, não vai agradar.
    Quanto ao desempenho, quem tem receitas, publique,tenho interesse
    abraço

    ResponderExcluir
  23. carlos coutinho24/01/10 16:35

    Possuo uma Variant II/79 E a acho excelente.Não é uma banheirona, como as outras Peruas. É resistente. Passei a minha para alcool é faz 7,2 Km/L na cidade e 10,0 na Estrada até 105 Km/h. Agora imagino a mesma Variant II, com injeção e turbo e um cambio de 5 marchas.Não adianta colocar motor muito ``bravo`` na traseira por ser mais pesado que o motor a ar; ela não teria estabilidade, salvo se um trabalho nos amortecedores e molas dianteiros.E uma coisa que nunca vi ninguem comentar: É a unica perua de motor traseiro no mundo, ou seja vc não fica atras do barulho do motor, sendo dianteiro e sentindo a vibração no volante, o ruido e a alguma vibração se porventura houver fica lá para tras. Grato

    ResponderExcluir
  24. Carlos,

    Realmente no Variant, Brasilia e Kombi os ocupantes ficam "na frente" o barulho!

    Pena que o habitáculo também serve como cofre do motor...

    ResponderExcluir
  25. Carlos Coutinho15/02/10 11:03

    Carlos Coutinho

    Caro Chiavoni,
    Se permitir um comentario: Os motores a ar, tipo plano (Variant 1 e 2, TL, Karmann Ghia TC) Tem um sistema de refrigeração diferente da: Kombi, Brasilia, Fusca.etc. Estes ultimos possuem uma ``voluta`` que amplia o ruido proveniente da turbina que insufla o ar para as partes a serem refrigeradas no motor a ar VW.Na Variant 2, esse ruido é minimizado devido ao sistema de refrigeração ser mais compacto. (Não tem aquela Voluta, que amplifica o ruido)Com o escapamento original, a 100 Km/h, por hora, não se houve o ruido do motor. Agora, se Vsa, revestir o habitaculo do motor com espuma, e confeccionar uma chapa (revestida com uma fina camada de borracha voltada para baixo) envolvendo toda a extensão da tampa de acesso ao motor; simplesmente o ruido cairá a proximo de zero. Aí Vsa tambem terá que instalar um contagiros para saber se o motor estiver funcionando.

    Referente a inclinação da Roda dianteira da Variant II.

    É uma suspensão dianteira adaptada do VW Passat; porem na Variant 2, as colunas Mc Pherson tiveram que ser ligeiramente inclinadas para tras, porisso tambem, ela ganhou o raio de giro minimo que ela oferece. os Engenheiros Brasileiros, deveria fazer a suspensão traseira ter um amortecimento semelhante da suspensão dianteira; porque na pratica, em situações extremas;em questão de milisegundos, percebe-se que a suspensão dianteira amortece de um jeito e a traseira de outro jeito, causando um comportamento especial na Variant 2Consegui contornar esse problema, colocando amortecedores da Quantuum na dianteira e molas espirais na traseira. É um excelente carro admirado por todos e indestrutivel. Acredito que ela poderia ter sido muito mais vendida e valorizada se a VWB investisse mais em propaganda.Para mim ela ficaria perfeita com o motor Torque (a ar)e injeção p/ quem visa durabilidade e custos de manutenção baixissimos. Ou o Motor com refrigeração liquida, desde que neste ultimo, adapte-se a suspensão e freios para as mais altas velocidades que este carro alcançaria com tal adaptação. Grato.

    ResponderExcluir
  26. Carlos...

    Não é somente a capela a causadora do ruído dos "a ar".

    Quando a Porsche introduziu os refrigerados a água e deu todo aquele problema com os consumidores, os estudos que eles fizeram apontavam que até as aletas de refrigeração influenciavam muito no volume de ruído causado pelo motor.

    Me perdoe mas, já rodei bastante com uma, carinhosamente chamada "Variola" 2 de um ex-vizinho que tive no interior nos idos da década de 80, nas idas e vindas diárias para a escola e sítio dele. Sinceramente? Não há como não negar que ela é bem mais barulhenta perto de concorrentes como os Belinas que meu pai tinha na época e o Caravan que este vizinho também possuía.

    E naquela época, o carro não tinha 5 anos de uso.

    ResponderExcluir
  27. Acabo de comprar uma ótima, muito bem conservada, mas com o motor fundido, ai, comprei um AP 2.0i, já encomendei a Flange de adaptação e o Suporte do coxim da Kombi Diesel, eu já tenho uma Brasilia para ir pescar no Sertão, mas com ela e com os Pneus especiais, borrachudos, acho que vou mais confortável com a família toda.

    ResponderExcluir
  28. Acabo de comprar uma ótima, muito bem conservada, mas com o motor fundido, ai, comprei um AP 2.0i, já encomendei a Flange de adaptação e o Suporte do coxim da Kombi Diesel, eu já tenho uma Brasilia para ir pescar no Sertão, mas com ela e com os Pneus especiais, borrachudos, acho que vou mais confortável com a família toda.

    ResponderExcluir
  29. Acabo de comprar uma ótima, muito bem conservada, mas com o motor fundido, ai, comprei um AP 2.0i, já encomendei a Flange de adaptação e o Suporte do coxim da Kombi Diesel, eu já tenho uma Brasilia para ir pescar no Sertão, mas com ela e com os Pneus especiais, borrachudos, acho que vou mais confortável com a família toda.

    ResponderExcluir
  30. Acabo de comprar uma ótima, muito bem conservada, mas com o motor fundido, ai, comprei um AP 2.0i, já encomendei a Flange de adaptação e o Suporte do coxim da Kombi Diesel, eu já tenho uma Brasilia para ir pescar no Sertão, mas com ela e com os Pneus especiais, borrachudos, acho que vou mais confortável com a família toda.

    ResponderExcluir
  31. eu tenho duas, sendo uma placa preta e a outra estado de zero.. não existe no mundo um carro parecido de se guiar. é uma magia única para poucos..

    ResponderExcluir
  32. Caro Sr. Antônio.

    Que bom saber que ainda tem desses carros em bom estado, a minha é ótima, só estou necessitando trocar os rolamentos do cubo traseiro, e não estou achando o rolamento de roletes, será que alguem sabe de algum que dê certo ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. carlos coutinho25/09/13 22:32

      Sr Espinosa
      Rolamentos são apeças de prateleira, se o Sr procurar em lojas de rolamentos, em SP, o Sr os acha com certeza. Pode-se adptar o rolamento de esferas porem este tem uma vida util menor

      Excluir
  33. olha tenho uma variante 2 muito boa rido cabou toltalmente com um cano novo com o escape virado para traz, uma chapa em cima da tampa do motor de duratex. em p3imira e segunda se ouve alguma coisa.... depois vc tem q estar bem acostomudo com o veiculo se seu conta giros nao tiver funcionando...pq perdera o temp pq nao se ouve nada a nao ser um zunido q parece descompreçao da cabine de um aviao acaba passando......esta bilidade otima. direçao so com os dedos se dirige....oq falta mesmo e potencia mas se chega facila 120km so no bafo da gazolina na estrada muito economiaca...se alguguem quiser fotos mandem email para, marioantoniolopes@hotmail.com

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...