Google+

18 de junho de 2009

CITROËN AX GTi - POR NILO MELLO

Acima, o AX do Nilo Mello, "calçado" para pista.


O texto a seguir foi escrito pelo nosso amigo Nilo Mello, do Rio de Janeiro, que possui um dos carros que estão na minha lista de desejos (wish list em inglês, que costumamos chamar de "vixe list").
Apreciem a descrição divertida e apaixonada que ele faz desse brinquedo.
JJ
==========================================================

O AX é um daqueles superminis gostosos de guiar. É meu caixote preferido. Projeto da década de 80, que vingou muito na Inglaterra, França (como não podia deixar de ser) e Alemanha. Bem pequenino mesmo. Pra se ter uma ideia, de vez em quando paro o Twingo e ele, lado a lado, meu Renaultzinho parece uma van do lado dele.
Mas vamos ao que importa mesmo. O bom do carro não é ser pequeno, mas leve. Meu carro, que é o GTi, a versão mais completa - e pesada - que saiu, pesa 790 kg. Tem um 1,4-litro ardido, com cabeça de 8 válvulas, mas comando brabíssimo. A lenta é a mais de mil rpm, mesmo com injeção e motor quente. São 95 chevaux a 6.600 rpm, pra se ter ideia de como o comando é brabo. Corte eletrônico a 7.200 rpm e olha que vai com vontade até lá. Uma delícia. Pela relação peso-potência, já dá pra você ter uma ideia de como anda. É um carrinho bem espertinho e responde prontamente ao acelerador, apesar de seu sweet spot ser após as 4.500 rpm. Ainda assim, na baixa ele vem bem por conta do baixo peso. Mas, na verdade, onde o carro brilha é no comportamento dinâmico.
Não sei se vocês já tiveram a oportunidade de guiar esses Citroëns da década de 90 como ZX ou Xsara VTS, com aquele eixo traseiro que esterça levemente por meio de rolamentos. Se não tiveram, estão perdendo. São carros de rua com comportamento dinâmico que lembra carro de corrida de tração dianteira onde a traseira vem sempre pendurada nas entradas de curva. Daí pra frente é pé trancado, frente agarrando no chão e a traseira sendo puxada. Aliviou um pouquinho, a traseira adota um ângulo maior de yaw (guinada em inglês). Voltou a pisar, o carro agarra a frente e a vem puxando. Muito bom mesmo. O melhor de tudo é que isso acontece de maneira extremamente progressiva e dócil, genial. Claro, considerando que o carro está "calçando" Michelins e que os rolamentos e buchas do eixo não estão ressecados.
Uma coisa que pude perceber após guiar diversos desses carros, em diferentes estados de conservação, é que o menor desgaste nesse sistema faz o comportamento do carro ficar muito arisco, daqueles que ameaçam matá-lo se você não pegar o slide. Mas por que estou falando aqui de ZX e VTS se o papo é AX? Porque o AX é um míni-ZX de comportamento dinâmico. Embora o menor não possua o eixo traseiro direcional, o comportamento em curva é exatamente esse que descrevi. Com um pouco mais de progressividade pro AX, apesar do entre-eixos menor. A quantidade de grip disponível nas rodas dianteiras é impressionante, assim como a facilidade pra mudar de direção e contra-esterçar quando em situação que peça isso. Ao começar a guiar o carro, uma coisa que chama a atenção é a sensação de se estar em um kart. Não pelo tamanho dele, mas pela pequena altura. Pela maneira como você fica situado próximo ao solo. Sabe quando você consegue ver os detalhes do asfalto, quase identificando os pequenos pedaços de quartzo na manta? É assim nele. Como em um kart. Experiência única isso.
Outra coisa que gosto muito no AX é que é um carro com pouquíssima eletrônica, limitando-se à ignição e injeção, praticamente. Costumo dizer que é o carro mais "mecânico" que já guiei. Acelerador com cabo, caixa de direção sem servo, pesadinha até, embreagem e freios com pegada. Você sente o disco acoplando. O mesmo digo da caixa de marchas. Ao levar a alavanca até a marcha, você sente o caminho entre as engrenagens. A mesma coisa no freio, que aliás, é excelente pra um carro tão leve. Melhor, quase não gasta pastilha.
Há, obviamente, os contras. Até agora eu disse o que a máquina é como carro. Ele tem um grande senão (não digo problema porque eu gosto da ideia), vem com a representação das duas helicoidais na frente. Ter um Citroën é uma experiência única. E ter Citroën velho é somente para iniciados. Comprei meu carro com 21.000 km. Nunca deu nada sério, mas já tive problemas de aquecimento por conta da bomba d'água que se desmantelou, uma magueira velha que abriu, um radiador que não aguentou a pressão depois que eu pus de volta a tampa original e buchas de balança que ressecaram. Tenho um problema de embuchamento de caixa de direção, que vai ser sanado brevemente e já tive algumas outras pequenas dores de cabeça que são regra em todo bom Citroën. O bom é que nunca é nada sério (nos franceses, digo; jamais compre um uruguaio ou sua caixa vai quebrar com 20.000 km). Pequenas besterinhas que às vezes irritam, mas que são, como disse, pequenas besteirinhas. Afirmo com a propriedade de quem já fez três trackdays acelerando tudo no carro, bem como idas a Três Rios a 7.000 rpm direto por mais de 15 minutos. Não quebra! No final, o carro é excelente. Tanto que rasguei o recibo. O que esse carro me proporciona de bons momentos dinheiro algum paga.
Minha mulher costuma dizer que eu fico exatamente igual uma criança que pega seu brinquedo novo pra usar. Pego a chave do meu Citroënzinho e já saio rindo, não importa o dia que eu esteja tendo. Adoro aquele carro por isso e por tantas outras coisas. Chamem-me ridículo, palhaço, o que quiserem. Mas eu amo meu Citroënzinho.

NM

40 comentários:

  1. Se alguém quiser ter uma noção do real tamanho do AX é só dar uma olhada nesta foto

    http://felipebitu.wordpress.com/2009/04/04/o-tamanho-da-agilidade/

    FB

    ResponderExcluir
  2. Perfeito o Citröen AX GTi, o "meu número"! Baixa altura, eletrônica na medida e lugares certos, suspensão que telegrafa o piso... E um comportamento dinâmico que empolga, mesmo tendo a tração na frente.

    ResponderExcluir
  3. Jonas Torres19/06/09 04:37

    Daria para a PSA melhorar seu 1,4 e bater esses números, sem prejudicar em nada em qualquer giro, e ajudado por uma taxa maior, C3 e 207 iriam ficar fantásticos. Até agora o único motor da moda atual de 1,4 litro a fazer valer sua cilindrada é o da GM, 105 cv.

    ResponderExcluir
  4. Mister Fórmula Finesse19/06/09 09:59

    Deve ser um brinquedinho e tanto, seus 790 kg só são superados pelos 730 kg (carro vazio) do uno fire 2 portas que têm bem menos motor. Parabêns pelo carrinho, deve ser mesmo muito divertido, aliás...essa tendência de sair ou avisar o eixo traseiro me parece meio que normal nos pequenos franceses que andei, os peugeots 206 de uns anos atrás me pareciam bem "vivos" em relação a traseira, aliviando o acelerador ou sendo um pouco mais bruto com o volante, o C3 de 2007 também manifestou o mesmo escorregar no asfalto úmido, a traseira começava e o carro passava a derrapar com as quatro rodas, talvez seja impressão minha (má condução) ou parte do DNA francês.

    ResponderExcluir
  5. Belo carrinho. São essas pequenas maravilhas que me fazem um entusiasta por carros. O relato me lembrou o Peugeot 106 Rallye dos anos 90, motor 1,3L com 100cv a 7200rpm. Um foguete.

    ResponderExcluir
  6. Tive um desses "foguetes de bolso" uns anos atrás.

    Era um Peugeot 1.4 xsi, que tinha exatamente esse comportamento, de desgarrar de leve a traseira.

    Infelizmente, fiquei menos de 15 dias com ele antes de dar perda total por conta de uma tampa de bueiro rebaixada (fizeram o asfalto novo e não alinharam a tampa do bueiro, tornando-o um belo buraco).

    Mas, carro muito rápido, muito completo e muito econômico.

    ResponderExcluir
  7. Ah, complementando, a tampa estava localizada no meio duma curva, ou seja, não tinha como desviar, o carro deu um "bump" e me deixou vendido.

    ResponderExcluir
  8. Nilo,
    Tenho uma grata lembrança do AX GTi. Em 1992 estava indo com um, de teste, para o trecho que usávamos na revista Oficina Mecânica, próximo a Bertioga, no litoral norte paulista, para medições de desempenho e fotos. Estava comigo o fotógrafo Mário Villaescusa. De repente cruzo com o novo Escort, ainda por ser lançao com placa azul de fabricante. Não pensei duas vezes: dei um cavalo de pau e saí atrás, enquanto o Mário preparava a câmera. Rapidamente cheguei nele, o motorista percebeu o "ataque" e começou a acelerar. Tentou, fez o que pode para fugir, mas o Escort não era páreo para aquele AX. Depois de sentir que não tinha jeito, ele resolveu relaxar e gozar. O Mário fez o trabalho dele e a Oficina Mecânica furou todo mundo, com uma bela capa do carro que ninguém havia visto ainda. O AX GTi foi fundamental nessa missão.

    ResponderExcluir
  9. Carlos Galto19/06/09 16:16

    Sempre fui fã dos pequenos invocados franceses, menores que os "pocket rockets". AX GTi e 106 XSi (basicamente os mesmos carros) e Rallye. Aliás, a roda do seu AX é a mesma do 106 Rallye.

    Eu já fiz o Alto da Boa Vista (os cariocas conhecem) com um ZX Dakar, antigo 16v, e meu amigo... Que monstro de curvas!! E o motor de 167cv tá do tamanho dele.
    Sempre imaginei o capeta que seria fazer uma estrada de serra com o AX GTi.

    ResponderExcluir
  10. Tive um zx vulcane francês e a sencação e esta mesma,ele paerece sobre trilhos e o ax,era igual pequeno grande carro.

    ResponderExcluir
  11. Dionisio DNS 1919/06/09 19:21

    Bob Sharp,

    Historias de bastidores lembra bate-papo de barzinho com os amigos.
    Obrigado, só faltou o chopp.

    ResponderExcluir
  12. Juvenal, o Nilo em questão é o q possuí uma Mercedes 450 6.9????

    Outro comentário é sobre o 1.4 da GM, q porcaria é aquilo, viajei no último feriado com um Corsa Sedã com essa porcaria mais fraca de baixa que 700 cm3 e beberrão igual o 1.8 Família I... Muito diferente desse motor leve e plano do Citroen...

    ResponderExcluir
  13. É o mesmo Nilo sim!

    Já tive a chance de dirigir o AX mas infelizmente foi num trecho praticamente só de retas de uns 25km, mesmo assim achei legal pra kct.

    Não teria um pq já tenho outras bicheiras, mas é um pocket digno de respeito.

    Fico imaginando como seria bom esse carro com um 2.0 16v do VTS de 167hp, mas ao mesmo tempo talvez o peso extra mate a dinâmica do carro... Perfect as it is.

    ResponderExcluir
  14. Dionísio,
    Foi só o que faltou mesmo...

    ResponderExcluir
  15. Muito legal a história, Bob! Carlos, essas rodas uso somente em eventos pra montar os slicks. Na falta de outra foto disponível na máquina, acabei botando essa!

    ResponderExcluir
  16. Prezado Bob,
    casos como esse sào sempre bem-vindos!

    Abeaço

    Lucas

    ResponderExcluir
  17. Ainda tenho ambos, o exemplar da "oficina Mecânica" e o Citroba.
    Hoje com quase oitenta mil rodados, o AX tá mais gasto que a revista. teve o radiador trocado pelo do Pug 106, porque quebrou um calço de motor e a mangueira forçou o bocal. Fora isso, um cronico defeito na dianteira, que bate mais que o Olodum e um outro de desgaste prematuro de rolamentos. Mas citroen é como kawasaki, paga-se o preço pela diferença, quem não quiser pagar... compra VW ou Honda.
    abraços.

    ResponderExcluir
  18. Sobre o motor de 167CV no AX, até que cabe, mas é muito mais fácil colocá-lo no 205, tem mais espaço no cofre e é da fámilia de motores que equipou o 205 em seu projeto inicial. Tenho um 405 Mi16, e te digo, indo de Curitiba para são Paulo, na serra, não tinha para corola, ou outro carro. Ele estava carregado, e, creio que com a distribuição próxima de 50/50, com peneus Michelin, só alegria e prazer. A crônica do meu é caixa de direção. Outro detalhe, o meu queimou a junta do cabeçote, e mesmo assim terminei a viajem com ele. Pena que no Brasil a PSA está meio desacreditada, mas, os franceses originais e menos modernos são carros com alma e temperamentais. Poderiam publicar algo sobre 205 T16 ou 405 Mi16.
    sds, Cristiano.
    PS.: Procurem o video do Ari Vantanen com o 405 T16 em peakes peak no you tube e não se arrependam.

    ResponderExcluir
  19. Nilo,

    bem descrito seu parecer. Faltou falar do Saxo VTS, filho do AX GTi.
    Chegamos a 160cv no dinamômetro e o carro está fenomenal. Abraços do Ogro da Montanha

    ResponderExcluir
  20. Tem um pedindo para ser salvo no webmotors. 6600 reais. Se alguém me contratasse como redator, eu poderia comprar...

    ResponderExcluir
  21. Caro Nilo, Não pude de deixar de ler seu relato, gostaria de repartir com voces a alegria de ter adquirido um AX GTI, impecavel porem, o trapezio da suspensão rachou-se ao meio e não consigo tal peça... Poderia me dar alguma dica para achar tal peça? abraço

    ResponderExcluir
  22. victor curitiba08/10/09 23:38

    gotei da carta ja tive um ax pena que foi por pouco tempo ele tinha problemas com a omocinetica e eu não achava em lugar nenhum
    mas o pouco tempo em que fiquei com ele me sentia nas nuves
    silencioso,muito veloz,agil e completo hoge tenho um suzuki swift 1.3 gti 16 v que é quase a mesma coisa só é mais duro

    ResponderExcluir
  23. Tenho o prazer e previlégio de possuir um AX GTi com o mesmo pretexto do Nilo Mello, porém encontra-se agora, após 2 TrackDays e algumas arrancadas em uma operação de coração, onde está entrando o 1.6 16v junto com o devido kit turbo. Cada palavra que lia no texto me identificava mais ainda com o carro. Parabéns pela belissíma dissertativa. Abraços

    ResponderExcluir
  24. Saudades de todas essas correrias ne Bob? boas lembranças do AX GTi, bom carro de pesiguição rápido e maleavel.ABraços

    ResponderExcluir
  25. Gostei do texto, "Nilo AMG" ,hahahaha, o AX é um diabinho mesmo,temos um no acervo do Ilha Car Club que um dia voltará a vida,depois que eu achar uma solução para o rombo no bloco dele,hehehehehe, qq hora vamos misturar as tintas no Track day, se não passarem a motoniveladora em Jacarepaguá antes....

    ResponderExcluir
  26. Amigos bom dia, desculpa desenterrar um tópico tão antigo, mas como eu sou um admirador de carros pequenos e potentes estou a procura de informações sobre o Swift GTi, trata-se de um excelente carro, porem, no Brasil, pouco se fala sobre este carro, gostaria de ler comentários sobre este carrinho fantástico que o brasileiro dá tão pouco valor.

    Abraços e obrigado pelo espaço

    ResponderExcluir
  27. Meu nome e Eduardo e meu email e francisco.eduardo1962@bol.com.br sou fã do carro e tenho dois no momento ja cheguei e ter 3 na garagem em vim umsa pequena maravilha em breve estara pronto o meu mais novo projeto um ax com ????? cavalos quem viver vera

    ResponderExcluir
  28. Também tenho um AX GTI 8V - 1994.
    Se alguém do Rio ou São Paulo puder entrar em contato comigo ficarei grato.
    Quero saber o que se pode fazer para ele andar mais.
    Chip, taxa, etc.
    Também preciso de algumas peças, lanterna traseira e dianteira, etc.
    Meu carro está em Sp numa oficina fazendo o motor que quebrou no meio da Dutra, a bomba de óleo parou e eu continuei.
    Alguém tem o CHIP d "N" ou sabe onde posso conseguir?
    Respostas para
    moacyrlicursi@yahoo.com.br
    Valeu!
    MLICURSI

    ResponderExcluir
  29. Eu tive um desse no início a longinquas 15 anos atrás, e te digo, não tenho nenhuma saudade, era ótimo qdo funcionava, pena que isso era a excessão.

    Pergunta?
    Como vcs. resolveram o problema do maldito módulo Bosch Motronic 3d, que num se acertava com nossa gasolina e dava pane geral no carro?

    Se alguem souber como,meu email: marco_valadares@hotmail.com

    Pois meu filho tah enchendo o saco que quer um desses pra fazer algumas maldades!

    ResponderExcluir
  30. olá pessoal, ótimo texto esse, parabéns! Acabamos, eu e minha noiva, de "ganhar" um Ax de um casal de padrinhos como presente de casamento, ele esta com uns ipvas pendentes que pretendo regularizar para ficar com o vermelhinho, ele esta todo montadinho, andando beleza, só falta ligar o ar, que farei logo logo pois não aguentarei esse sol do RJ sem ar por muito tempo, mas queria saber se alguém já viu um com GNV, pois usarei o carrinho para trabalhar, e rodo por volta de 120,130km/dia, e com a nossa gasolina a R$3,00 não dá.. meu email thiagotpf@gmail.com.... Abraços

    ResponderExcluir
  31. Boa noite a todos!
    Tenho um Citroen GTI AX que se encontra parado, gostaria de saber aonde encontro peças ou se tem alguem interessado!?
    Moro no Rio de Janeiro...
    romulo.anjos@ig.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SE AINDA NÃO VENDEU O ax ENTRA EM CONTATO COMIGO.
      ABRAÇO,
      MOACYR
      moacyrlicursi@yahoo.com.br

      Excluir
  32. ola...tenho um verde escuro lindinho...mas vou me mudar para outro pais..portanto, nao posso mais ficar! Alguem se interessa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, ainda tem esse carro?? me mande email tcorazolla@hotmail.com

      Excluir
  33. Oi Jessie.
    Qual o seu email?
    Tenho interesse no carro.
    Qualquer coisa me envia um email.
    thiago20ea@gmail.com

    ResponderExcluir
  34. tenho um ax vermelho se interessar a alguém ... leandroosawa@hotmail.com só mandar um email.

    ResponderExcluir
  35. tenho um ax 93 vermelho e to vendendo o carro caso interesse a alguém... so me mandar um email... leandroosawa@hotmail.com

    ResponderExcluir
  36. alguem me sabe dizer qual a diferença do motor do ax gti para o saxo vts 1.4i visto que são iguais. Porque é que o vts só tem 75 cavalos?

    ResponderExcluir
  37. Ontem andei num desses no carona... Que carro FANTÁSTICO! E olha que foi uma voltinha rápida!
    Sobre os 1.4 PSA recentes, tenho um. O meu é um 207 1.4, mas o bloco é o mesmo do AX GTi, é o Tu3! A única modificação que mecânica que meu carro tem é o scap em 2" sem cat, ficou mais solto o carro. Sobre a comparação com os 1.4 da GM, um amigo tem um Cobalt, 1.4 8v. Fica para trás fácil. Mas em 'altas' velocidades é bem parecido (na casa dos 140-150 km/h) com uma leve (bem leve) vantagem para o 207... Se eu for ficar com meu peugeotzinho com certeza irei 'convertê-lo' à AX GTi! hahahahahaha
    Abçs!

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...