Google+

27 de junho de 2009

ESTRAGANDO A HISTÓRIA



Recebi essas fotos, e as publico aqui para dividir o horror com nossos inteligentes leitores e amigos.
Não é aceitável que esse tipo de crime automotivo seja cometido.
Dodges não são meros carregadores de gente para serem tão mal-tratados.
Não sei onde é que essa "categoria" faz suas corridas, e nem quero saber.
Que acabe logo, que os participantes encontrem atividades mais úteis, e que esse tipo de palhaçada deformadora da história automotiva brasileira não se repita.
JJ

31 comentários:

  1. Juvenal

    Tem até o site na traseira do Dodge:

    http://www.dan75.com.br

    "Sem dúvida, uma das mais importantes categorias do automobilismo nacional."

    FB

    ResponderExcluir
  2. Nao entendi a bronca, Sr. JJ, poderia ser mais claro? Ou foi ironia?
    O automobilismo de terra eh importante do sul do pais, e realmente esta entre as categorias mais importantes do pais, pois ali se formam pilotos ate para o rali.
    Nao lembro de pilotos que competem na Stock Car ou F-Truck irem para Europa para competicoes similares.
    Alias o que vejo dessas duas categorias sao pilotos com aposentadoria certa, e que precisam viver profissionalmente do automobilismo, visto que nao sabem fazer outra coisa.
    Quanto a usarem Dodges, isso nao eh novidade no automobilismo de terra.
    Visto a inferioridade desses carros perante os Opalas, me leva a acreditar que ali, sao realmente apaixonados pela marca.
    E quem garante que eles nao tenham um modelo restaurado e original na garagem de casa?

    ResponderExcluir
  3. Rodrigo Laranjo28/06/09 11:47

    Isso me dói demais também. Pior que isso: Sabiam que, somando o seriado e o filme "Dukes of Hazzard", foram 350 DODGES CHARGER DESTRUÍDOS. 350 CHARGERS AMERICANOS, não o nosso "Dart" disfarçado.

    Quanto a vocês eu não sei, mas se me dissessem que morreram 350 poodles, não me doía tanto quanto os Dodges...

    ResponderExcluir
  4. A categoria Hot Dodge já fez infinitamente mais coisas pelos Dodges e pelo automobilismo nacional do que sonha o senhor JJ.

    É uma das categorias mais legais que ocorrem nas provas de velocidade na terra pelo sul do país.

    Donos de Dodges totalmente apaixonados, correndo com seu modelo favorito numa prova sem firulas, sem badalação. Só o piloto, sua máquina e a pista.

    Post toalmente sem pé nem cabeça. Digno de bronca por parte dos entusiastas.

    Lugar de carro é na pista, andando, ralando, batendo o que for. Mas nunca parado na garagem de casa sob uma capa, saindo para passear apenas nos domingos de sol.

    ResponderExcluir
  5. Eu tinha uns 5 anos quando meu pai me levou num maldito torneio de 'demoliton car'... nunca mais esqueci, o horror de ver aqueles mavericks, darts, opalas e galaxies sendo destruídos... :'(

    ResponderExcluir
  6. Ué, é um carro de corrida, não sofreu nenhuma "tuneragem".

    Com todo o respeito, tu falaste bobagem JJ.

    ResponderExcluir
  7. Também não concordo com o post... O carro, se tiver alma, deve estar mais feliz que o dono, pois está ali, fazendo valer sua "fama" de carro rápido. Está agradando seu dono e não servindo apenas para mera exibição.

    Carro foi feito para andar, correr, servir. Esta foto é tão bonita quanto ver um fusca velinho enfrentando estradas de chão por esse país, com valentia e sem deixar seu dono na mão.

    Desculpem, mas depois que ter carro antigo virou moda nesse país, virou cult, os preços ficaram exorbitantes e os carros sumiram do mercado, ficando nas mãos de poucos que pouco se importam com a história, mas sim, com o lucro em depois revender a raridade.

    Parabéns aos caras do sul, que colocam seus carros para correr bravamente por aquelas carreteiras.

    ResponderExcluir
  8. Aos críticos que não gostaram de meu texto, digo apenas que carro importante e que teve pouca produção no País, deve ser convenientemente preservado e não destruído. E é justamente devido a essas "categorias" que os Dodges que poderiam estar em uso normal, e não parados em garagens, tiveram seus preços indo às alturas. O demolition dos anos 70 / 80 eram uma estupidez, e esses Dodges deformados sendo ralados na terra, são apenas a extensão daquela bobagem.

    ResponderExcluir
  9. Sr JJ, mas um comentario preconceituoso, desinformado e estupido.
    Convido ao Sr que venha a SC, PR ou RS e venha conferir como sao as provas. Como reune competitivade, publico e apaixonados.
    Provas de velocidade e classicos nao se reunem ao eixo Rio-Sao Paulo.
    Comparar com "demolition car" eh, no minimo, falta de conhecimento da sua parte.

    ResponderExcluir
  10. Adalberto, vejo que nesse assunto, não haverá consenso.
    Minha sugestão é que os Dodges sejam trocados por Gols, Palios ou melhor ainda, Xsara Picasso, que são carros horrorosos e ficariam melhor com uns amassados.
    Não é estupidez nem preconceito, é apenas a apreciação pelo que é belo.

    ResponderExcluir
  11. Carro bom é carro na pista não importa como.

    ResponderExcluir
  12. JJ, o belo sao esses carros andando e sendo aproveitados, e nao limitados a garagens e encontros.

    O que voce diz da Superclassic?

    ResponderExcluir
  13. Ao sr JJ, para os proprietários de Picasso ele é infinitamente + atraente em todos os sentidos do que um Dodge conservado ou ñ, então o seu comentário é preconceituoso p/ dizer o mínimo. Parabens ao que fazem esta categoria q são verdadeiros auto entusiastas.

    ResponderExcluir
  14. "O lugar mais seguro para um barco é no porto, mas barcos não foram feitos pra ficar nos portos".

    É mil vezes preferível ver um Dodge R/T dando tudo o que pode numa prova de velocidade na terra do que ver mil Dodges parados e para sempre intocados.

    Aliás, essa é a melhor forma de preservar os Dodges. Pois por conta dessa categoria, é que existe ainda mecânicos cada vez mais especializados nessa mecânica, cada vez mais carros sendo descobertos pelo interior afora, cada vez mais importação de peças, etc.

    ResponderExcluir
  15. Devem ter um ronco legal os V8 correndo na terra e muita derrapagem!


    abs

    ResponderExcluir
  16. Meu Deus, socorro!
    Toda unanimidade é burra, mas defender a destruição, seja do que for, é demais para mim!!!!

    Lembrei-me logo do
    Demolition Car, aquela aberração!

    É fato que o "antigomobilismo" elevou demias os preços das antiguidades, mas se assim não fosse, não teríamos mais como ver de perto (não tão perto, pois não sabemos ver sem por a mão, sem danificar...) Eu não tenho dinheiro para colecionar, mas adoro ver coleções!

    Tomara que os "sulistas", entusiastas de tal categoria, como está ferrenhamente aquí demonstrado, também sejam entusiastas do Museu da ulbra, para que não feche!

    Realmente, se trocar os carros para os "milzinhos" da vida, seria melhor, pois não vão durar mesmo muito mais e difícilmente irão se tornara "antiguidades" dignas de coleção!!!!

    E, como a Internet "permite" agredir ao próximo sem dó, já que ele não está tão próximo...que venham as críticas!!!!

    ResponderExcluir
  17. Uma categoria que perde alguns Dodges, e cria muitos apaixonados pelos mesmos..

    o saldo é positivo ao meu ver, alem de tornar mais preciosos os bem conservados, sendo que normalmente carro de corrida de terra é comprado barato ou tirado do ferro velho, ou seja, acabadões desde o principio..

    ResponderExcluir
  18. vc realmente acha que esses carros estavam em boas condições quando foram parar aí?

    ResponderExcluir
  19. Concordo com o JJ. Por mais que os Dodges estejam criando apaixonados pelo modelo e sendo exibidos em competição séria, dói na alma ver esses carros ralando desse jeito na terra.

    Justamente por ser um modelo raro é que os Dodge V8 nacionais estão ficando cada vez mais tempo em uso para exibição somente. Mas ainda é possível ver alguns andando normalmente por aí, muitos nem tão impecáveis quanto mereceriam estar.

    Claro que alguns gostam dessa competição na terra, mas prefiro infinitamente mais as que ocorrem em autódromos asfaltados. Gosto é gosto...

    E o que o Dener disse é fato. A maioria desses Dodge deveriam estar bem judiados, o que alivia em parte o nó no coração.

    ResponderExcluir
  20. As categorias de velocidade na terra aqui no sul são incriveis.

    E pra quem pensa que é so Dodge, Maverick, Opala... nao eh nada disso há varias categorias incluido os golzinhos, palios etc e ai tem a top com esses carros da foto que alias sao rarisimos, normalmente oque se ve são muuuitos opalas e omegas.

    ResponderExcluir
  21. creio que antes de pararem ali esses carros ja eram lixos, sem documentação, incompletos, pouca coisa se aproveitaria... e querendo ou nao esses carros ja estao preservados nas maos de colecionadores brasil afora...
    mesmo sendo "raridade" milhares foram fabricados, milhares destruidos e muitos estao conservados por ai, certamente esses da fotos ja nao eram um destes.... por isso nao sinto nada negativo em relação a isso.

    ResponderExcluir
  22. Que arrogância, Que arrogância. Não é guardado numa garagem como um bibelô que um carro mostra seu valor, caro sr. Juvenal Jorge.

    ResponderExcluir
  23. nada contra o amor aos dodges que vcs tem, mas se daqui a 20 anos tivesse gente fazendo corrida na terra com lotus exige eu ia ficar triste, mas nao faria um post nesse blog sobre isso.

    ResponderExcluir
  24. worst post EVER!

    ResponderExcluir
  25. Rodrigo Laranjo29/06/09 14:19

    Picasso não, JJ, Logan!!! Essas provas de terra deveriam ser feitas com Logans!!! Eu seria o primeiro a torcer!!!

    ResponderExcluir
  26. Muito bem pessoal, muito bom saber que temos opiniões divergentes, assim teremos sempre assunto para todos.
    E quanto a desprezar um carro e idolatrar outro, não considero estupidez, nem arrogância, nem outro adjetivo negativo qualquer. Muito menos preferir que um carro seja conservado em sua condição original. E isso não quer dizer parado em garagens, como alguns acham que eu prefiro. Não mesmo. Carro é feito para andar, e isso não significa ser judiado e levado a limites a toda hora, e muito menos batidos. É apenas questão de gosto e opinião pessoal.
    Obrigado pelos comentários.

    ResponderExcluir
  27. o pessoal acha q pegam-se carros lindos e coloca-se para correr?
    posso te dizer hoje todos os carros q estao correndo, sao carros q foram refugados, desistidos para fazer para rua, pois nao existia condiçao! Ou carros que foram feitos antigamente (qdo era bem mais barato) e sobreviveram as corridas!
    Antigamente era uma coisa, carros q nao tinha preço algum, que de qquer forma iriam para ferro velho como muitos foram, seriam sucateados e nao existiriam a muito tempo!

    agora falar q e crime automotivo!!
    sendo q maioria utiliza peças de fibra (capos, portas, paralamas, parachoques! kkkkk Crime seria colocar um carro sem estrutura, podre ou torto nas ruas! Ou ate mesmo um carro cabrito (isso e´ crime realmente, da cadeia em)
    Se alguem e´ contra tem um dodge de corrida a venda por 12 mil so comprar e tirar ele das pistas! e um sobrevivente de corridas o carro 51!

    Qquer evento como corrida na terra, em pista ou arrancada, seria considerado crime entao? Pois ja vi em todos eles carros sendo tirados da rua e cortados, feito estruturas para isso.

    sei de uma coisa eu nunca colocaria um carro daqueles de terra para rua, quando vc ver um pessoalmente entendera´!

    Uma ultima outra coisa, para ver o real amor pelos carros posso sitar que aqui o dono do dodge 01 que corre na terra, ele reforma e coloca carros para andar na rua novamente como se deve!!!

    !!!MOPAR ON NO CAR!!!

    ResponderExcluir
  28. Cada um com seu cada um. Acho bonito de ver uma bela coleção, assim como uma disputada corrida na terra. Tentar convencer algum "fanático" por uma ou outra coisa a concordar com a outra é igual discutir futebol. Idiotice.

    Sem mais,

    Umberto.

    ResponderExcluir
  29. Infelizmente é o que dá pra fazer em SC sem dinheiro. Sobram somente os autódromos de terra. Inclusive esses "rachoes" sao escolas pra muitos pilotos de rali.

    E não é por nada, mas você chamou de "palhaçada". É só uma opinião, não é falta de respeito?

    ResponderExcluir
  30. Palhaçada, mesmo, seria se fosse um Brasinca Uirapuru.

    Agora, quanto aos Dodges, Opalas e Omegas, pé fundo na terra, mesmo! Poderiam inclusive, por aí, um ou outro Puma AMV .Ô, troço feio!(Puma GTB não, esse não merece) Um Santa Matilde, até mesmo um sabre 4.1, também cairia bem. Ou melhor, um Santana com mecânica de Ford Ranger ou S-10 ficaria da hora.

    ResponderExcluir
  31. Nesses moldes a Classic Cup deveria acabar tb?

    Isso é automobilismo, feito com carros que iriam para o ferro velho ou mesmo para a caldeira.

    Colher de chá para a Hot Dodge! ;)

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...