15 de julho de 2009

"ESSE PODE"


Um sobrinho teve o carro apreendido por estar com vidros "filmados". Só que o filme dele era meio reflexivo. Quando foi retirar o carro do pátio da polícia rodoviária estadual, lá pelo quilômetro 40 da Castello Branco, disseram-lhe que o carro só saía se tirasse as películas.

Ele estava com a mãe (dona do carro) e quando retirava os filmes, ambos viram um carro com vidros bem escurecidos indo embora.

Indignados, perguntaram ao policial mililtar que estava por ali como era possível aquele carro ser liberado. A resposta: "Esse pode, é regulamentar".

Esse é o Brasil. E o carro da foto é um Seat.

Obs: A foto foi escolhida na internet para fins ilustrativos apenas. (Bob Sharp, 16/7/09)

BS

25 comentários:

  1. Bom só posso dizer "parabéns a ética das nossas autoridades"
    digo isso para não dizer "que vergonha"...

    ResponderExcluir
  2. muito bonito esse Seat da foto!

    ResponderExcluir
  3. Brüner,
    Vergonhoso, não? Fecham os olhos para o óbvio.

    ResponderExcluir
  4. Thaide,
    Muito mesmo, até a cor. Pena que o tenham manchado com essa escuridão nos vidros.

    ResponderExcluir
  5. neste país, infelizmente ainda a lei é mais legal para uns que para outros. também passei por situação semelhante , só que na rodovia dos imigrantes. A escolha dos policiais rodoviários é na base do " minha mãe mandou escolher este daqui....."

    ResponderExcluir
  6. Lei no Brasil só funciona pra quem não é amigo de "otoridade" e/ou não tem dinheiro...

    Tem outro detalhe que me desagrada nesse Leon, o parachoque dianteiro, pra mim destoa do desenho do carro.

    ResponderExcluir
  7. Mister Fórmula Finesse16/07/09 10:46

    É uma bela vergonha...mas em um país em que o governante atual tece elogios ao antigo concorrente - em uma história que conhecemos muito bem - e ainda dá respaldo a um criminoso no senado, não dava para esperar outra coisa a refletir em parte da polícia rodoviária. Em parte, pois a maioria é honesta e criteriosa. O seat da foto é bonito nessa cor amarela, lembra um WRC, mas não gostei do paráchoques,vidro "filmado" e provavelmente do aerofólio se visto de outro ângulo (se for na onda do paráchoque...)

    ResponderExcluir
  8. Basta ver o vídeo daquele playboy que bateu uma Ferrari e depois agrediu o cinegrafista, o PM defendeu o playboy e depois se fingiu de morto. E os PMs do batalhão de trânsito que tem em SP, ficam nas esquinas preenchendo caça-palavras e os motoboys barbarizando, andando pela contra-mão, pelas calçadas, arrancando retrovisores, estourando escapamento e os PM lá, como estátuas...

    ResponderExcluir
  9. Marlos Dantas16/07/09 11:08

    Após terem me contado um caso semelhante, presenciei um homem ser obrigado a, ao menos, arrancar parte das películas "à unha" durante uma blitz. O paradoxo era que os carros de uns amigos do patrulheiro estavam próximos e com películas ainda mais escuras...

    Agora, ao andar no Ka com vidros verdes sem películas e com plena visibilidade, estou mais incentivado a retirar as películas da Elba, porém, temo pelos filetes do desembaçador traseiro.

    ResponderExcluir
  10. Não fosse que o Seat Leon sequer foi vendido no Brasil, bem que o mais desavisado poderia pensar que a foto foi feita em algum estacionamento daqui de tão acostumados que estamos a ver essas películas.

    ResponderExcluir
  11. A coisa já é tão comum que já faz até parte da "cultura" do brasileiro, dando a impressão de que é legal perante a lei....
    O mal do Brasil é o brasileiro.

    ResponderExcluir
  12. Marlos,

    Vi uma loja de acessórios retirando a película usando uma técnica que me impressionou. Eles borrifam aquele mesmo sabão que usam para aplicar a pelicula e depois cobrem com um pedaço de plástico, o mesmo que retiran da parte adesiva do filme antes de aplicar. Fazem isso pelo lado de dentro e de fora do vidro e depois colocam o carro no sol alguns minutos. Pronto, a película sai sem nenhum esforço e não deixa marca de cola, tão pouco danifica os filestes da resistência elétrica do vidro.

    ResponderExcluir
  13. Este indo enbora deve ser o carro de algum policial,ou ele teve a famosa CONVERSA.

    ResponderExcluir
  14. Sim mas.... vocês ainda não perceberam que quanto maior o escalão da "otoridade" mais escuros são os vidro? já viram como são os vidros dos carros que levam o presidente, os governadores e etc?
    "puliça" civil também adora vidros escurecidos.
    para quem está "acima" da lei, tudo está conforme a lei

    ResponderExcluir
  15. Marlos Dantas16/07/09 22:18

    Giovanni,
    Realmente esse método deve ser bem eficiente, contornando os maiores problemas da retirada das películas: os resíduos de cola e os danos à resistência do desembaçador traseiro. Infelizmente, por aqui, ainda não soube de nenhum lugar que o pratica, só mesmo a retirada "na marra", senão, já o teria feito.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  16. A foto estrangeira cria um viés de opinião;

    Vidro espelhado é proibido, com razão. Você se incomoda com o insul-film pq ele impede sua visão ATRAVÉS do carro.

    As 6h, sol tangencial e um carro com filme espelhado na sua frente... Ofuscamento, cegueira momentânea, risco de acidente.

    ResponderExcluir
  17. Caguetinha17/07/09 02:04

    São por estas e outras que ando de olhos bem atentos e não faço cerimônia em denunciar a mínima irregulariedade cometida por policiais, seja de forma anônima ou declarada.

    Aqui na região onde resido acabei com o "este pode, este não pode" da proibição de estacionar. Vez vista grossa para um "amiguinho"? Dá-lhe corregedoria.

    Em compensação há policiais de bom senso, certa vez estava a 185 km/h na Carvalho Pinto, pista vazia, de dia, sem alugar a faixa da esquerda (muito importante) e ultrapassei uma viatura rodoviária (dona da esquerda). De duas uma, ou seria parado logo a frente, ou levaria uma muita por velocidade. Nenhuma das duas. Outro exemplo, um colega tomou uma muita numa via local, por dirigir de forma a gerar risco. Outra atitude muito bem acertada.

    Nem tudo está perdido.

    ResponderExcluir
  18. Então ultrapassar uma viatura pela direita a 200% da velocidade recomendada da via não é "dirigir de forma a gerar risco" e quer dizer que "nem tudo está perdido"? Não é possível, qual parte que eu não entendi..?

    Quanto á pelicula demasiado escura.. infelizmente reflexo dos tempos atuais.

    Ainda prefiro que minha mãe e irmã andem em carros "fechados" nas ruas do Rio de Janeiro, a ficarem expostas a todo tipo de malandro num carro sem a película.

    []'s

    ResponderExcluir
  19. Sobre o reflexo, me lembro dos gol e voyage quadrados. Como davam reflexos, andar atrás de um desses em determinadas horas do dia é horrível.

    ResponderExcluir
  20. Qualquer cirstão sabe que a polícia não tem como identificar a transparência de uma película. Por isso, muito gente coloca filme escuro e o classifica como mais claro, fazem isso com aquele carimbo. Agora, colocar película espelhada, é pedir para ser parado mesmo, filme espelhado é desmascarado a olho nú. Se o rapaz que sofreu essa apreensão estivesse com um filme escuro, porém, sem esse efeito de espelhamento, não teria essa dor de cabeça. O que achei errado em alguns comentários feitos é que não houve um favorecimento para o outro veículo, o rapaz do carro dos vidros espelhados é que vacilou.

    Aliás, qual é o benefício de ter vidros espelhados???? Cegar os outros na rua???

    ResponderExcluir
  21. Vou contar o causo que me aconteceu alguns anos atrás. 2007 para ser mais exato.

    Estava indo para o encontro do Clube (sou Administrador do Clube do Uno Brasil - www.clubedounobrasil.com.br) em Sp, e como morador de São Bernardo do Campo, peguei uma via de acesso a Anchieta sentido SP, que ficava a 500mts de casa (Avenida Lions).

    Ao entrar na via de acesso, um comando me parou. Encostei o 1.6R, e fiquei esperando uns bons 5 minutos até o soldado vir até mim. Era um rapaz de uns 20 anos, não mais do que isso, era bem mais novo que eu.

    Antes de me dar bom dia, pedir meus docs ou coisa assim, já chegou falando que apreenderia meu carro por causa do film. Eu nunca fui muito fã de film, tanto que usava um clarinho (se não me engano era 65%), e nem utilizava no párabrisa.

    Disse que eu tinha duas alternativas: ou teria o carro apreendido, ou arrancava o film na unha e levava apenas a multa. E ainda disse que se eu fosse arrancar, que fosse logo, pq se eu não terminasse até o término da Blitz, levariam meu carro.

    Eu o questionei, dizendo que ele não poderia apreender meu carro, e sim apenas os documentos. Carro só pode ser apreendido caso ofereça risco de rodagem (pneus carecas, falta de equipo obrigatório etc) ou docs vencidos. Nisso ele já ficou meio "azedo" e concordou comigo, dizendo que eu estava "bem informado".

    Sentei no banco traseiro e começei a arrancar o film dos vidros laterais, quando vejo um Tempra passar buzinando no comando e os PMs acenando. O Tempra era o típico carro de vileiro, arrastando no chão e com insulfilm escuríssimo em TODOS os vidros. Já fiquei meio emputecido...quando pararam outro carro no comando, um Uno que parou a minha frente.

    O mesmo soldado que me "atendeu" foi falar com o motorista do Uno, que entregou os docs, o Pm conferiu e liberou o cara, mas antes dele ir, eu percebi que o UNo tinha TODOS os vidros lacrados no G5.

    Dessa vez, fiquei emputecido MESMO, e fui falar com o soldado, (educadamente claro), perguntei qual era o método que ele utilizava para se basear, visto que o Uno tinha vidros muito mais escurecidos que o meu, inclusive no párabrisa, e ele o liberou, e comigo ele encasquetou e exigiu a retirada.

    Nisso ele me vira e diz 'tá bom, vc quer que eu faça meu serviço direito, vou fazer" voltou ao meu carro e me encheu de multas, de insulfilm, de extintor (que não tinha o pó vencido, mas ele achou uma outra data,segundo ele do invólucro, que estaria vencido) , olhou meu estepe e o condenou injustamente, (estava um pouco gasto mas nada absurdo) e assim foi..reteu meus documentos e disse que eu não precisava mais tirar o film na hora, pq meu carro teria que passar por vistoria.

    Nem assinei multa alguma, fui embora PUTÍSSIMO da vida, por tremenda injustiça. Na outra semana, fui na Base da PM Rodoviária na Anchieta, fiz a vistoria e peguei meu doc de volta.

    Ah, o Tempra que acenou no comboio? Era de um PM da Base, e estava sem placas na frente e atrás.

    ResponderExcluir
  22. Anônimo,

    Opiniões estéticas à parte, a maior vantagem de uma película espelhada é impedir a visão do interior do veiculo com uma maior transparência ao se olhar de dentro pra fora.

    Na prática, um filme espelhado tem índice "zero" de transparência (de fora pra dentro), enquanto um convencional bem preto tem seus 5, 20 a 35% de transparência - tanto de fora pra dentro como de dentro pra fora, o que prejudica na condução noturna por exemplo.

    ResponderExcluir
  23. Embora filmes reflexivos sejam melhores para refletir a luz solar (como em arquitetura) do que os escuros, que apenas a absorvem, são mesmo proibidos, não importa a transmissão de luz. Os escuros são permitidos, desde que atendam à transparência mínima.

    Como esta não pode ser verificada (sem o instrumento apropriado) e lei não existe para interpretação pessoal do agente, é claro que o carro de vidros escuros seria liberado, e o de vidros reflexivos, não. O que há de surpreendente nisso?

    Obs.: Está enganado o colega que diz que vidro espelhado não tem transparência. Visite uma loja de filmes para arquitetura e verá como existem alguns bastante suaves, que parecem só deixar nublado um dia de sol forte.

    ResponderExcluir
  24. e tenho dito!17/07/09 20:17

    não entendo como poderia um agente de trânsito reprovar "a olho" uma pelicula espelhada e não reprovar uma pelicula bem escura.
    se a avaliação só pode ser feita com o equipamento apropriado, deveria valer para todos

    e tenho dito!

    ResponderExcluir
  25. Antes de criticarem os atos legítimos das autoridades de trânsito, haja visto vocês gostarem muito de veículos, darem uma lida no CTB, onde diz ser proibido o uso de película refletiva, sendo que na transparência correta pelo Codigo, fica dificil aferir sem o devido aparelho, mas a refletiva qualquer pessoa poderá constatar.
    Vergonha é termos o 2º melhor Código de Transito do mundo, gostarmos tanto de carros mas sermos tão desconhecedores dos direitos e deveres
    ISSO SIM É UMA VERGONHA

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...