Google+

23 de abril de 2010

INCOMPETÊNCIA E/OU PALHAÇADA? II

O meu amigo Milton Belli que me desculpe, mas passei a mão no titulo do post dele de ontem por ser o que melhor se encaixa no que quero comentar com o leitor.
A Ford acabou de soltar informação, via e-mail, sobre o novo Fiesta, apresentado à imprensa ontem e hoje na Argentina.
Dei a costumeira lida rápida em busca de algo realmente novo e ao verificar a ficha técnica notei não haver nada sobre desempenho e consumo. Incompetência? Palhaçada? Ou seriam as duas coisas? Sou mais por essa última hipótese.
Sempre me pergunto o que se passa na cabeça de um alto dirigente de vendas e marketing ou de comunicação, ou mesmo jurídico, para omitir dados tão básicos. Disse Lee Iacocca em sua autobiografia ("Iacocca, uma autobiografia", Livraria Cultura,1985) que a cadeira que mais apreciou na Universidade de Lehigh foi Psicologia, a que lhe foi mais útil por "ajudar a entender os malucos da indústria automobilística".
Como pode um fabricante como a Ford -- e ela não está sozinha nisso -- não informar desempenho básico e consumo normatizado? Se fosse montadora, até que seria compreensível, pois não tem engenharia, só monta  o que chega desmontado.
Lamentável sob todos os aspectos. É evidência também de governo frouxo; basta uma penada do Contran/Denatran/Ministério das Cidades e assunto liquidado. Aposto: somos os únicos a não contar com essa informação.
Coisa de país "abençoado por Deus", como diz o Jorge Ben (Jor)? Não parece.
BS

28 comentários:

  1. Mister Fórmula Finesse23/04/10 17:33

    Eu li em um site de automóveis
    derivativo do Uol que menciona:

    " Segundo a Ford, com etanol ele consegue levar o carro a até 170 km/h, e da imobilidade aos 100 km/h em 12 segundos. O consumo, também com etanol e também de acordo com a montadora, fica na faixa de 7,6 km/litro."

    http://carros.uol.com.br/ultnot/2010/04/23/ford-fiesta-passa-por-reforma-visual-e-parte-de-r-29900.jhtm

    ou seja, números ruins tanto de desempenho quanto de consumo, e não me parece divulgação em caráter oficial mesmo.

    ResponderExcluir
  2. a Ford sempre divulga números pessimistas, na pratica os carros são bem melhores, ao contrario da montadora dos fanáticos.

    ResponderExcluir
  3. Realmente os dados de desempenho da Ford são pessimistas.
    Nosso Old Focus 1.6 Gasolina sempre acelerou junto de modelos maiores e mais potentes, teve velocidade final muito boa e fazia média de 14km/l andando a 140km/h, com três pessoas e ar condicionado ligado.
    Agora as versões flex, que tem um desempenho maior, perderam em dirigibilidade(eu, particularmente, não gostei da curva de torque X potência aplicada nesses modelos) e o consumo aumentou muito.
    Meu Novo Ka 1.6 em rodovia, abastecido com gasolina, faz 13km/l andando em média de 140km/h. É um carro mais leve que o Focus, com o "mesmo motor" que deveria consumir, se não menos, a mesma coisa.
    Em consumo urbano o Ka chega a fazer 6.5km/l e o Focus 7, na cidade de Belo Horizonte, cheia de subidas e descidas, anda e páras e péssimos condutores que atrapalham o fluxo normal. É um absurdo esse mesmo compacto de entrada da Ford fazer 5km/l de álcool em percurso urbano. As vantagens estão no desempenho seguramente superior a muitos modelos de cilindrada até 2.0 litro e no comportamento dinâmico. Ainda em tempo, viajando-se até 90km/h o Ka chega a fazer 18.4km/l como combustível fóssil e 16.6km/l com o vegetal. O Focus, na mesma toada, fazia 16 de gasolina.

    A FORD QUE SE ATENTE, é uma ótima marca, com veículos que atenderiam a quase todos os tipos de consumidor, mas, para a maioria da PEA que vai comprar um automóvel zero km, marketing é 80% do produto, consumo e desempenho 10% e os outros 10% ficam pros espelhinhos e cromados que se coloca "de brinde" nos carros(estes também caminhando paralelos ao marketing).

    ResponderExcluir
  4. Os últimos lançamentos das nossas montadoras demonstram uma total falta de respeito com os consumidores locais,antes não tinhamos opçoes de acabamento/motorização, e até numero de portas,pois alegavam falta de escala na produção ,agora que a industria encaminha-se pra ser a terceira mundial os "lançamentos"não passam de versões descontinuadas ,até na china,para eles o consumidor é só um detalhe...

    ResponderExcluir
  5. Enquanto isso, muitos membros do PEA correm às concessionárias GM em busca do "Novo Classic" financiado em parcelas decrescentes. Sequer fazem idéia que estão comprando "sobras" do mercado chinês. O mesmo eu diria do "Melhor do Mundo".

    ResponderExcluir
  6. As "leis" do marketing exigem que destaquemos as qualidades e omitemos os defeitos. A FORD deve ver seus números assim...

    ResponderExcluir
  7. Isso é um mero detalhe, perto da palhaçada que é dar um tapinha num modelo e transformá-lo em "novo". Não falo só do Fiesta, mas de TODOS os modelos nacionais. Porra, o Fiesta novo tá pronto lá fora e eles ficam inventando face-lift. Claro que seria outro preço, ficaria mal situado no mercado e etc.

    Coisa de país subdesenvolvido. não adianta.

    ResponderExcluir
  8. Palhaçada é a Ford falar que esse é um carro novo quando na verdade é só um mero facelift.Eles levaram 3 gerações para trazer o novo Focus. Quanto tempo será que vamos continuar com o mesmo carro?

    ResponderExcluir
  9. nem precisa comentar né Bob.
    é só assinar do lado. (se vc permitir é claro...)

    ResponderExcluir
  10. Não se preocupem,vai ter um monte de trouxa para levar a " novidade" para casa e fazer inveja pro vizinho.....o país é ótimo,mas o povinho que tem aqui é de lascar...

    ResponderExcluir
  11. Bob,
    quando as fábricas decidem por não divulgar valores de consumo, é apenas por medo de processos. Totalmente injustificável, já que deve ser sempre usado o consumo aferido em alguma norma vigente no país.
    O que acontece é o de sempre: se os advogados da empresa falarem mais alto que a engenharia, ganha a opinião deles. Coisas de povinho besta.

    ResponderExcluir
  12. Estão certíssimos o Frederico, o Pedro Pena e (nas entrelinhas) o Maluhy:
    chamar esse Fiesta aí de "novo" é uma piada. E o Ecosport "novo" de alguns meses trás é outra.

    Corrigindo: o Ecosport é uma piada, ponto. Seja ele "novo"ou não.

    ResponderExcluir
  13. Paulo Levi, não é Ecosport, é MELEcosport. Ahhuhauha, carrim podre do kct, nem 4x4 é, e o que tenta ser não consegue.

    ResponderExcluir
  14. Pessoal, olhem, gentileza, a parte superior do farol deste carro "novo", na junção com o capô. Parece que o projetista que fez o farol estava de mal com o projetista que desenhou o capô e o canto vivo ficou ali para contar a história?
    http://www2.uol.com.br/bestcars/carros/ford/2011/fiesta-sd-4g.jpg

    ResponderExcluir
  15. Jonas Torres24/04/10 01:27

    O Eco não tem nada de SUV, é um Fiesta com mais vão livre do solo. Dá pra rodar rápido com ele, e curva bem, se tivesse pneus de automóvel então, melhor, está mais para um carro de rally do que utilitário. Rodei em um alugado e vi que não tem nada do que a proposta da Ford sugeri (ainda be) e o pessoal acredita. Mas gosto já é outra discussão.

    ResponderExcluir
  16. Quem começou com essa "moda" de não divulgar número nenhum, foram as imaculadas-santíssimas-sagradas-perfeitas Toyota-Honda.

    Era questão de tempo ser seguidas. Ninguém pode reclamar se o carro fizer 4,5km/l (como alguns comentários do New Civic no BestCars) ou se uma Hilux freia mal. Não há números "padrão" pra comparar.

    ResponderExcluir
  17. Eu não ligo muito para números de fábrica, pois na prática o que se consegue é bem diferente. Mas não deixa de ser uma estupidez omitir essas informações, sem dúvida.

    ResponderExcluir
  18. Bob,

    Os números saíram no site de divulgação da Ford. Se quiser mando no mail.

    ResponderExcluir
  19. Antigamente o povo comprava carro pela emoção, pela paixão pela marca ou pelos números, sejam de desempenho ou de economia, claro, cada um com seu segmento específico. Hoje compram pq acharam uma gracinha um comercial ou pq a vizinha tem um, porém "modelo antigo", para fazer média. Bob, o mercado muda, o povo muda e o nosso mudou pra caramba. Até os publicitários mudaram. Antigamente muita gente não aceitaria publicidade da forma que é feita hoje, levando em conta que o público é panaca.

    ResponderExcluir
  20. Eu também não ligo para numeros de fabrica, acho muito pior essa coisa de chamar de novo depois de uma maquiada e lançar modelo 2011 no começo de 2010...

    ResponderExcluir
  21. Caro Bob Sharp, o problema é que o "homo brasilianus" (aquele ser que parece muito intelectualmente falando o elo perdido que Darwin tanto procurou) compra carro baseado no logotipo da frente do carro. Alguém duvida que se o Fiesta tivesse o logotipo VW, Honda ou Toyota na frente ele seria líder de vendas na categoria? É assim com o medíocre VW Gol, um carro inferior a todos os seus concorrentes (não cito o 3ª geração, apelidado pela fábrica de G5 ou "novo Gol", cito os anteriores) mas que vende por ter o logotipo VW. O atual Civic tem porta malas de Astra hatch, mas tem muito pai de família que sonha com um treco desses graças à marca e ao painel chamativo para mostra ao vizinho ou colega de trabalho. A vida no Brasil é assim...

    ResponderExcluir
  22. Olá Bob

    O carro praticamente sofreu so alteração na frente. Eu pessoalmente não gostei disso....acho que deveria ter uma mudança mais profunda.

    abraços, Fernando Gennaro

    ResponderExcluir
  23. André Resende24/04/10 18:51

    Nova INCOMPETÊNCIA E/OU PALLHAÇADA II 2010,

    Na verdade meus caros entusiastas, não têm nem incompetência nem palhaçada. Primeiramente o que temos que observar é que de fato o Brasil não tem mercado (de automóveis ou o que quer que seja)! Tem governo. Tudo que compramos aqui vale: pague 2 e leve 1. O seu é mesmo esta carroça, que se examinada com jeitinho pode ser chamada até de uma “excelente porcaria”! O dele (o do governo) com o dinheiro que você pagou pelo que levou, vem com todos os itens de serie (motor maior, design atual etc.) e vai para a garagem de algum empreiteiro, político ou até mesmo para o seu vizinho funcionário publico. Segundo, nós efetivamente não temos uma indústria automobilística brasileira! Sequer temos um empresário genuinamente brasileiro! Alguém com uma veia nacionalista... Mas isso talvez não haja mais em canto algum... Paixão é algo inadmissível em qualquer ramo. Consumimos eletrodomésticos ( e não carros) há muito tempo!!! E por ultimo, quem manda é elas! Sim, são as mulheres! E o que está aí ta muito bom, obrigado! Você (cabra macho entusiasta) só dá palpite se entender muito bem do assunto. Pode decidir pelo carro, mas o resto (cor, acessórios, etc.) é a dona Maria.

    ResponderExcluir
  24. A Ford precisa evoluir em dois pontos:

    - Melhorar a qualidade construtiva dos carros feitos em Camaçari;

    - Evoluir o seu departamento de marketing. Veja o exemplo da FIAT, que consegue vender carros obsoletos como pão quente.

    ResponderExcluir
  25. provavelmente o dados tecnicos de desempenho é o mesmo do antigo! afinal nem a traseira foram capaz de trocar uma simples lanterna! vc ve o carro de traseira e nao sabe se é novo ou o antigo! palhaçada a ford com esse fiesta!

    ResponderExcluir
  26. Beto,
    Montadora dos fanáticos? ahãm!!!
    Além de todas estas palhaçadas que a Ford tem feito... não tenho como não destacar a propaganda do "Novo" Focus... "GOSTOU, NÉÉÉ?"
    Que bela punhalada que a Ford deu em vcs Fordistas heim... que sempre falaram como um grito de guerra... "EU NÃO COMPRO CARRO PARA IMPRESSIONAR VIZINHO!"
    Depois ainda tem gente que tem coragem de criticar os tigrinhos, tão bunitinhos!!!

    Zanetti,
    Não perca seu tempo comparando carros à gasolina com carros flex, o resultado é de dar raiva, os carros flex somente têm um consumo razoável no álcool, detalhe com um desempenho abaixo do que deveria.

    Renato,
    Não esquenta! Os "APzeiros" que são fanáticos!

    André Resende, muito bom seu post! Falou a real... num estilo meio Jabor...kkkk

    InfoCar... vc tem dúvida?

    ResponderExcluir
  27. A omissão dos dados de consumo já está virando moda. Tudo por conta de processos que estão aumentando. Um sujeito compra um carro X e que diz na propaganda q faz 10km/l na cidade. O camarada tenta fazer essa média e não consegue. Insatisfeito, processa a montadora por propaganda enganosa.
    Carlos

    ResponderExcluir
  28. E a VW lançou o Gol Ecomotion sem divulgar os dados de consumo padrão NBR... Piada!

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...