Google+

29 de abril de 2010

SOBRE O STING RAY 63 CITADO PELO MB

O Milton Belli postou sobre o privilégio que teve de andar em Interlagos de carona num Sting Ray 63, Split Window, pilotado pelo Bob. Bom, o carro é de um amigo, cujo nome não estou autorizado a dizer, mas conheço bem o veículo, pois já o guiei algumas vezes e em diferentes ocasiões. O motor é um 327 com 300 cv. Está em perfeita ordem e a folga na direção foi corrigida. Os freios são a disco nas quatro, um opcional que surgiu posteriormente a 63, mas que poderia ser colocado nesse modelo, o que foi feito.
Em outra ocasião, que não essa da Quatro Rodas Experience, eu o guiei em Interlagos e o freio deu fading no fim da Reta Oposta, na freada para a Curva do Lago. Nessa freada, começou freando bem, mas em seguida empastou. Como sei que não se deve abusar de carros antigos, principalmente se ele não for seu, eu não vinha no talo, e como essa curva é bem largona, tudo bem, sem sustos.
O Sting Ray 63 é um carro fantástico, motor torcudo que mal sente a Subida dos Boxes, suas saídas de curva são de escorrer baba da boca, seu equilíbrio nas curvas é tranquilizador. Os galhos são os freios duvidosos e a direção excessivamente desmultiplicada. Ambos defeitos de fácil correção. Os freios estavam bons, mas originais. Hoje, com um novo sistema, coisa que deve haver nos EUA, ele fica jóia.
Quanto à direção, troca-se a caixa e boa. O galho da direção é que ela é tão desmultiplicada -- por não ter assistência hidráulica ele tem que ser assim para não ficar muito pesada -- que você não tem como corrigir escapadas de traseira, o que é moleza acontecer tal a potência que esse V-8 de uns 50 mkgf.despeja logo em baixa. Então, quando você corrige pra cá já era pra ter consertado de lá. Fica aquela lambança. Quanto à dupla dinâmica Bob/Milton ter passado o Dino, tudo bem, passou, porque eu estava tocando o Dino e os únicos carros que me passaram foram essa dupla aí e um Mustang de 450 cv, e passaram batido na Subida dos Boxes, porque no Miolo não levaram não, porque eu com aquele Dino estava o capeta, mas eu me policiava porque prometi ao dono que não passaria das 5.000 rpm, quando a faixa vermelha do V-6 começava nas 7.000 e alguma coisa.
Se me dessem autorização para usar essas 2 mil rpm aí esses dois iam ver o que era bom pra tosse. Fiz uma matéria para a Car and Driver Brasil que foi um comparativo desse mesmo Sting Ray citado com um Jaguar E-type, em Interlagos. O Jaguar papou. O Corvette tem mais motor, mas o Jaguar tem mais conjunto. Com o Corvette você sua a camisa pra andar forte, já com o Jaguar eu poderia correr uma Mil Milhas pilotando sozinho, tal a docilidade, tal o controle, tal a ergonomia, e é justamente aí nessas horas que a gente sente a diferença de um carro que foi acertado por um excelente piloto, como o Ferrari 308 que foi acertado pelo Lauda, como o Honda NSX que foi acertado pelo Senna.
Depois não sabem por que esses dois carros são tão gostosos de guiar, simplesmente por que a excelência do fator humano é insubstituível e não há computador que saiba fazer isso. É como uma mulher ser projetada por um computador, tudo bem, pode ficar linda, mas gostosa é outra coisa. Tenho algumas fotos desse teste da C and D -- fotos do primo Paulo Keller -- e um filminho que minha filha fez nesse dia, quando saí com ela numa recriação de um Jaguar C-type que apareceu lá de alegre e logo o catei pra guiar. Perdoem por minha filha ter filmado muito a minha cara enrugada, em vez de filmar mais a pista, mas vale a ventania e o som do motor Jaguar de 6-cil, 4,2-litros, com uns 300 cv (o original tem 265 cv, mas esse tá mexidinho).
Reclamem da filmagem com a minha filha, a Guga. O namorado dela, o Rodolfo, é esse italianão azedo aí saindo do E-type comigo, um cara manso, mas bom de pancadaria. o Rodolfo só é ruim de se rumo e nessas estávamos parados na área de escape do Laranja e dei uma bobeira na hora deles irem embora de Uno os vi saindo na contramão da pista, indo pra Curva do Lago, como se ia antigamente, os bonitinhos. Gritei feito uma onça no cio para os avisar. Escutaram, graças a Deus, e fizeram a volta! Haja paciência com essa moçada!




video

20 comentários:

  1. Arnaldo, este Vette foi premiado no Brazil Classics 2004. Só sei de mais 4 split window como ele. Lembro de um "comparativo" feito por vc mesmo na QR entre esta unidade e o 2003 0km comemorativo dos 50 anos do esportivo. Texto primoroso, como sempre!

    ResponderExcluir
  2. Imagino o quanto deve ser bom andar nessas maquininhas! Gostaria muito de participar de um evento assim!

    ResponderExcluir
  3. O que me deu mais gosto foi ver o "tio" Arnaldo dizendo a seguinte frase: Que maravilha de carro! E olha que a Guga é bonita demais e tem uma voz que apaixonar-se. Sem querer incitar brigas, obviamente.

    ResponderExcluir
  4. SHOWWWW

    gostei do video!

    abraço! Fernando Gennaro

    ResponderExcluir
  5. Boa Arnaldo! Esclareceu um monte de coisa sobre o carro.
    abs

    ResponderExcluir
  6. Mister Fórmula Finesse30/04/10 09:05

    Ótimo post Arnaldo,

    Na verdade eu tinha até pensado em pedir se o considerável braço do Bob não entrasse na jogada, o quanto mais rápido o Vette poderia ser em relação aos outros carros na pista até o final das duas retas.

    Contra o Mustang parece que não teria chances, mas e contra a Dino sem considerar piloto ou curvas? Os dois mil giros restantes seriam o suficiente para despachar na reta o Chevy?

    O genro é esperto, colando no sogro nos testes dos carros mais interessantes...

    ResponderExcluir
  7. Que maravilha de post e ótimo video, deu pra sentir um pouco do gosto de dirigir um carro desses.
    Interessante saber esses detalhes do vette, imagino como deve ter sido divertido esses dias.

    ResponderExcluir
  8. AK!!!

    Ao contrario dos Vetteiros...hehe..., fiquei apaixonado pelo ronco desse Jaguar, uma bela sinfonia!!!
    Desculpe minha pergunta besta, mas esse motor é o original da Jaguar mesmo, tirando a mexidinha..hehe..?
    Vlw!!
    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  9. Quando faço minhas proezas com a filhota do lado, o huh huh, é quase igual. Putz, que tesão de máquina.
    Dá uma senhora diversão.

    ResponderExcluir
  10. Parabenizo pelo talento na direção e pela linda ragazza ao lado!!!
    Abraço
    Alê

    ResponderExcluir
  11. Que baita dia gostoso heim!
    Magina só! Família, Interlagos, carros antigos com pedigree de pista... o que mais um homem pode querer?
    Valeu AK!!! Por mais um belo post!
    Estou no trabalho, depois vou assistir o video em casa (com som).
    abs

    ResponderExcluir
  12. Falar em pedigree, o Dedão perdeu essa? :-)

    ResponderExcluir
  13. Sensacional esse Jag, que som fantástico tem esse motor!!!

    Parabéns AK pelo post, ótimo texto e escolha da "viatura".

    Abs
    AB

    ResponderExcluir
  14. Arnaldo Keller30/04/10 17:23

    Luis Augusto,

    Mas que memória a sua, rapaz!
    Foi esse carro mesmo, mas não era um comparativo, eu só andei nesse carro véio, o novo acho que foi matéria importada.

    Eduardo Zanetti,

    Obrigado. Também a acho linda e entendo perfeitamente que os moços se apaixonem por ela, porque além de linda ela é legal pacas. Um doce de menina.
    Obrigado.

    Mister Fórmula Finesse,

    Acho que dependeria da pista. Como Interlagos tem a Subida dos Boxes, que requer motor forte pra subir acelerando e já entrar na Reta do Boxes embalado, não sei não, talvez o Sting Ray virasse mais rápido, talvez. Mas o Dino no Miolo despacha fácil.

    Gustavo,

    O motor veio de um E-type, que originalmente tem 265 cv.

    Regi Rock

    Legal! Minhas filhas adoram aprontar junto comigo. Isso é bom, porque a gente as ensina a brincar sem se ferrar. Isso é tarefa dos pais, tipo onça ensinando a caçar, etc. Faz parte de uma educação completa e saudável. Além do que é muito gostoso.

    Peço que me desculpem por esse vídeo ter minha cara muito tempo, mas, como sabem, minha filha foi quem filmou e ela acho que estava curtindo me ver feliz fazendo uma das coisas que mais gosto. Eu nem ia postar, mas postei e vejo que os amigos gostaram. A Guga é o máximo.

    ResponderExcluir
  15. Que inveja! Que inveja!

    ResponderExcluir
  16. Ainda bem que a filha não saiu parecida ao pai... hahahahaha

    Brincadeira Arnaldo...

    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Teria sido bacana ver um pega entre o Bob de Stingray e o Arnaldo de Ferrari Dino.

    Sobre o vídeo do Jaguar C-type: pqp, que ronco de motor é esse?!!!

    ResponderExcluir
  18. Arnaldo,
    muito legal o texto e o video. Gostei demais e coloquei o som no talo, até atrapalhei o filme lá na sala !
    Bela educação para a filha, importante ensinar e mostrar coo não fazer besteira.
    Adorei o som desse motor, e das passadas de marcha limpas.
    Fantástico.
    Espero estar no QR Experience para ter suas aulas.

    ResponderExcluir
  19. Arnaldo Keller03/05/10 16:57

    Juvenal,

    Muito obrigado, meu chapa, mas sem essa de aula, ou melhor, tudo bem, desde que vc me dê suas dicas também. Todo mundo tem algo a ensinar e vim ao mundo pra aprender.

    ResponderExcluir
  20. Zé Bonitinho23/05/10 19:27

    eu quero é furar os zóio desse tal de Rodolfo oreia seca ensebado ruim de rumo

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...