23 de abril de 2011

MOTORISTA ESCONDIDO VAI ACABAR

Foto: carrofacil.org
O medidor de transmitância luminosa Translux II: leitura rápida

Em 26 de outubro de 2007 o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) baixou a Resolução 253 estabelecendo os critérios de medição da transmitância luminosa dos conjuntos vidro mais película  (e não só da película) aplicados aos vidros dos veículos. Diz o Art. 3° da resolução: a autoridade executiva de trânsito ou seus agentes somente efetuarão o registro de autuação se a medição constatada pelo instrumento (medidor de transmitância luminosa) for inferior a: 26% no caso de limite 28% (vidros laterais traseiros e vigia); 65% quando o limite permitido for 70% (vidros laterais dianteiros) e 70% quando o limite permitido for 75% (para-brisa).

Na ocasião ocorreu mudança nos mínimos de transmitância, cancelando os valores expressos na Resolução 78 do Contran de 19 de novembro de 1998, que eram 75% para o para-brisa, 70% para os vidros laterais dianteiros e 50% para os demais.

O Art. 4° da Resolução 253 acrescentava que o auto de infração deveria conter :transmitância luminosa em termos percentuais medida pelo instrumento, transmitância luminosa considerada para efeito de aplicação da penalidade e a permitida para a área envidraçada fiscalizada. Mas o Parágrafo 1° dizia que “a transmitância considerada para efeito de aplicação de penalidade é a medida pelo instrumento subtraída de 3 (três) unidades percentuais.

Isso significava que 26% passava a 23%, 65% a 62% e 70%, a 67%. Já havia uma tolerância e foi adicionada outra. Não precisava..

Com a mudança de governo no dia 1° de janeiro, o presidente do Contran e diretor do Denatran, Alfredo Peres da Silva, foi exonerado e Orlando Silva assumiu interinamente os dois órgãos.

No dia 11 último, o Denatran, vendo que o assunto estava confuso, baixou, ad referendum do Contran, a Deliberação n° 109, revogando o  citado Art. 3° da Resolução 253 e modificando a redação do Art. 4° no Parágrafo1°, que diz: “Para obtenção do valor considerado deverá ser acrescido à medição realizada o percentual relativo a 7%.”

Para  restabelecer os mínimos de transmitância do revogado Art. 3° da Resolução 253 pela Deliberação n° 109, ficou valendo a Resolução 254, do mesmo dia da 253. Inclusive, a 254 trouxe a novidade de vidro de para-brisa incolor ser de, no mínimo, 75% e os demais vidros coloridos, 70%. Ou seja, vidro de para-brisa esverdeado passou a poder ser de 70%, embora as fábricas mantenham o de 75%.

O resultado de tudo isso é que, com os 7% da Deliberação 109, na prática 28% passam a 21%, 70% viram 63% e 75%, se incolor, vira 68%; se esverdeado, 63%, transparência insuficiente para um dirigir seguro, especialmente à noite. Por isso, é torcer para que as fábricas mantenham o para-brisa de 75%. Vou procurar convencê-las disso.

Resta agora os departamentos estaduais de trânsito e a Polícia Rodoviária Federal, munidos do medidor de transmitância luminosa Translux II (foto de abertura), fabricado no Paraná pela Eletrônica Ricci. aprovado pelo Inmetro e homologado pelo Denatran, acabar com a farra brasileira - os exageros são gritantes e estão por toda parte - dos vidros  de condução escurecidos. A segurança do trânsito como um todo agradecerá e o trânsito das grandes cidades deverá melhorar um pouco a partir do momento em que os motoristas enxergarem melhor.

É preciso que quem tem película escurecedora nos vidros saiba que a chancela aplicada pelo instaladores do material é falsa e que por isso mesmo não estão  a salvo de uma fiscalização como supõem.  Por exemplo, um vidro lateral dianteiro pode ter transmissão luminosa mínima de 63%, com ou sem película. Como os carros já saem de fábrica com 70%, somente película 100% transparente, a chamada anti-vandalismo, pode ser aplicada.

Escurecer vidros continuará a ser permitido, claro, mas não nos vidros de condução, como é feito nos países onde existe realmente preocupação com a segurança do tráfego.

Não deverá demorar muito mais para passarmos do passado ao futuro.

....futuro

Passado e....











Fotos acima: huffingtonpost.com (esq.) e amjautoservices.co.uk

BS

185 comentários:

  1. Respostas
    1. sou a favor das regularização das Películas das Importadas e proibir as Fumes que são vendidas aqui, mas claro com certas regras, Eu acho que poderia libera para os vidros laterais até 40% de visibilidade. Essas ai do Contran acho muito regidas. Pois eu trabalho a 14 anos de motorista, e todo motorista que vive na estrada todo dia sabe que os acidentes não são causados pelo cara ter uma película escura e tal, mais sim a imprudência de andar bêbado, em alta velocidade, atravessar sinal vermelho e o pior tem muitos que mudam de faixa e nem olham para os retrovisores. Para quem vive na estrada com o carro sabe que a película ajuda em muito a manter uma temperatura mais agradável dentro do carro forçando menos o seu ar condicionado melhorando em muito a sua qualidade de vida. O que eu acho absurdo é que o CONTRAN também proibiu películas semi espelhadas e espelhadas aquelas importadas. As espelhadas tem que se mesmo proibida mas as Semi espelhada já acho exagero. Pois usei por muito tempo essas e elas são excelentes. Tem umas que até ajudam a ver mais o lado externo do carro durante a noite. Agora por causa da nova lei tenho que andar com essas fumes que na verdade são umas Drogas esquentam o interior do carro e realmente não fazem vc enxergar elem de vc colocas e depois de um a dois meses já estão todas desbotadas diferente das importadas que levam até 4 anos para começar a desbotar.

      Pensamento:
      Abaixo os impostos!! Paguei 42 mil no meu carro!! mais ele não me pertence! Fica um ano sem licenciar ou fecha ele na película para ver se o Governo não levam para o pátio e fazem leilão dele. Meu dinheiro no Brasil é igual a ser casado com mulher da vida todo mundo passa a mão.

      Excluir
    2. Anônimo 20/12/12 16:11
      Não se trata de regularizar nada, mas atender à norma do Contran quanto à transparência do conjunto vidro mais película. Ponto final. Ou está dentro do limite ou não está.

      Excluir
  2. Pedro Navalha23/04/11 13:49

    Esses sacos de lixo preto já deveriam ter sido banidos a muito tempo.

    Mas como estamos no Brasil, tenho certeza que nos carros de certas pessoas e "otoridades" eles continuarão a existir, inclusive no pára-brisa...

    ResponderExcluir
  3. Domingo dei uma olhada com atenção no nosso carro de noite e noite como os vidros de trás são escuros. E são originais de fábrica, só "esverdeados". Por mim proibia essa farra de pelicula toda, não precisa nem de pouca nem de muita. OG de fábrica já é o suficiente...

    ResponderExcluir
  4. Depois do post do Ágile, aconselhado pelo Bob Sharp, tirei os do meu carro. Minha suspeita era de gerarem um reflexo incômodo, junto ao interior de superfícies muito planas.

    Após a retirada, a origem do problema se confirmou pelo cessamento, e vi a grande diferença em relação a visibilidade, mesmo sendo as mais clarinhas. Imagino como deve ser andar como alguns com películas escuras inclusive no para-brisa.

    Espero que haja realmente a fiscalização eficiente.

    ResponderExcluir
  5. Tomara que venha logo. As pessoas ficam com a falsa impressão de segurança, usando esses vidros negros. Mas se um bandido estiver dentro do carro, ninguém vai poder ajudar, nem pra chamar a polícia...

    Uma vez dirigi um Gol com vidros ligeiramente escurecidos pela película. À noite, simplesmente não dá para enxergar nada! Notei que o motorista fica sujeito a "fechar" alguém ou esbarrar o carro em alguma manobra.

    Fora isso, tem o problema de comunicação visual. Dois casos ilustram bem isso:

    1. Estava em frente da minha antiga casa, pitando, quando um taxi todo "filmado" parou no portão. Visita? Alguém de casa chegando? Não. O carro ficou uns 5 minutos com o motor ligado, eu observando. De repente, baixa o vidro e o motorista, gesticulando contrariado, me pergunta onde fica um lugar qualquer do bairro... rsrs

    2. Outro dia entrei no meu prédio e um carro "filmado" estava parado na rampa, sem luzes de freio nem de posição acesas. Esperei pacientemente, porque tinha que descer à esquerda para minha vaga. Já ia descer para reclamar pro porteiro, pro síndico etc. Percebi depois que ele acendeu a luz de freio, dei uma buzinadinha e o motorista (havia alguém) baixou o vidro e fez sinal para eu passar. Se aquele motorista não estivesse "escondido", a comunicação teria sido bem melhor.

    Sem falar as inúmeras vezes em que dou passagem ou peço passagem num cruzamento de bairro e fico sem saber se o outro motorista viu meu sinal.

    ResponderExcluir
  6. Para mim, o pior das peliculas é quando vou sair de uma garagem e não tenho visibilidade nenhuma pros lados por causa do filme dos carros estacionados. Também é ruim na estrada quando não se tem visibilidade dos carros a frente.

    ResponderExcluir
  7. Bob, pra acabar com isso a fiscalização que irão fazer não vai ser suficiente.

    A melhor alternativa é passar a chamar:

    Vidro escurecido-> Vidro Baiano
    Farol com lâmpada de xenônio desregulado-> Farol de Baiano
    Farol/Luz de Neblina-> Luz de Baiano
    Engate-> Gancho de Baiano
    Caixas de som exageradas -> Som de Baiano

    Garanto que irá funcionar melhor.

    ResponderExcluir
  8. é só uma empresa que fabrica esse medidor? quanto vai custar?

    e fiscalização nas lojas e fornecedores, existe?

    eu acho que uma fiscalização nos níveis de iluminação dos faróis, ainda mais com essa onda de "xenon", seria mais importante no momento

    um teste de visão mais rigoroso seria mais eficiente do que se preocupar com películas, das quais eu tb discordo das irregulares

    ResponderExcluir
  9. Concordo plenamente que a película tira muito da visibilidade. Mas vou continuar a utilizá-la até ser forçado pelas autoridades e retirá-la, pois moro na capital com maior índice de violência do país, Recife.

    Aqui uma autoridade já até afirmou na TV que utilizar película escura inibe um dos crimes com maior frequência por aqui, o assalto a carros entrando em garagens. Disse que os bandidos preferem facilidade, e com a película dificulta a identificação por parte do bandido.

    Moro no bairro com um dos maiores índices de roubo de carros de Recife, e é mais comum por aqui ver carros recém roubados abandonados na noite que acidentes de carro.

    O modus operandi é sempre o mesmo. Um grupo de 2 ou 3 bandidos, geralmente drogados com crack, saem armado e abordam, na grande maioria das vezes mulheres, chegando em casa, esperando o portão da garagem abrir, levam o carro usando violência, e se exitar em reagir, ou eles acharem que vão reagir, atiram para matar. Rodam uns 10 minutos com o carro, tempo suficiente para fazer a "limpa" dentro do carro, abandonam-o e roubam outro.

    Já tive um carro roubado assim. Quando encontrei tive que levá-lo a delegacia de roubos e furtos para dar baixa na notificação de roubo que o dono de uma padaria tinha feito ao achar o carro. Chegando na delegacia tinha outros 14 donos de carros registrando roubo por bandidos com as mesmas características que os que me assaltaram. Foram 15 carros roubados numa noite pelos mesmos bandidos!!!

    Película pode até ser pior no caso de sequestro relâmpago. Mas se vc tiver sofrendo um sequestro relâmpago em Recife e tentar avisar alguém na rua, vc vai morrer com certeza. É melhor rezar e esperar o sequestro terminar.

    Infelizmente.

    ResponderExcluir
  10. Adianta mexer? O que não falta é lei. Fora os impostos... Se impostos não fossem driblados, não haveria novos impostos.
    Sobre leis, há um monte de proibições. O problema é quem deveria coibir infrações usa gol sem motor ou tá mais preocupado em levar um tanto de moto-taxis e restaurantes...

    Aqui no Rio tá uma impestação de carros com registro de outros estados. Só agora estão dizendo que vão pegar esses canalhas. Quero ver pegar os carros de frota, os carros de operadora de tv e telefonia, principalmente.

    Lei, tem.

    ResponderExcluir
  11. Anonimo
    A partir do q. o Sr. sugere, confesso q.fiquei com dúvida sobre como chamar os vidros,farois,engates, luzes auxiliares e o som dos carros aqui de casa, todos eles de acordo com as "posturas normativa oficiais". Seriam vidros de paulista,farois de carioca,engates de paranaense,som de gaúcho,luzes auxiliares de goiano,etc.,etc.?
    Não sou da Boa Terra, mas achei muito difícil achar elegante. Preferiria,ao invés de "baiano", dizer "brasileiro folgado", que tem em todo lugar dêste país triste...

    ResponderExcluir
  12. Será mais uma lei que "não vai pegar"?

    Será que os grandes utilitários de um motorista só irão tirar realmente o filme?

    E os carros oficiais?

    Dá pra bater uma aposta.

    Sabe quem vai se ferrar? O carinha lá da vila que instalou o filme parcelado, só ele, como sempre.

    ResponderExcluir
  13. gaboola

    Eu sou Baiano e nasci em Salvador. Não acho elegante também, mas pode acreditar que isso funciona.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Bob,

    Tenho tremenda dificuldade em dirigir a noite em carros sem pelicula, pois os farois dos carros que vem atras de mim irritam muito a minha visao, acredito que eu tenha sensibilidade acima do normal, você tem alguma sugestão para o meu caso?

    ResponderExcluir
  17. Marcelo Augusto23/04/11 17:06

    "...na prática 28% passam a 21%, 70% viram 63% e 75%, se esverdeado, vira 68%; se incolor, 63%,..."

    Bob, não ficaria mais claro assim:

    na prática 28% passam a 21%, 70% coloridos viram 63% e 75%, pára-brisa incolor, vira 68%;...

    ResponderExcluir
  18. Não sei se vocês concordam,mas a pior situação no fator visibilidade em carros com película é a noite e com chuva.Anos atrás fui há uma festa num sítio,já era noite estava chovendo,chegando na saída de uma estrada de terra para pegar a rodovia,eu que estava no banco traseiro é simplesmente não via nada,é simplesmente do nada apareceu uma luz muito fraca passando bem ao lado do carro que eu estava,desse dia em diante já sabia que quando tivesse um carro nunca usaria película para escurecer os vidros,mesmo que ela ofereça outros benefícios.
    Também trabalhei viajando em carros com película,como não era meu não podia fazer nada,mas era horrível.

    ResponderExcluir
  19. Bob Sharp, já vi artigos seus falando sobre películas nos vidros, sobre faróis que cegam todo mundo, etc... Espero que você aborde também sobre o absurdo dos equipamentos de som automotivo ligados no volume máximo, geralmente com um funk ou um pagodão (que já são uns lixos) em volume ensurdecedor. Nossos ouvidos (assim como os olhos) agradecem.

    ResponderExcluir
  20. "...na prática 28% passam a 21%, 70% viram 63% e 75%, se esverdeado, vira 68%; se incolor, 63%,..."


    Marcelo Augusto, fica melhor assim:

    transmitancia.lateraltraseiroevigia = 0.21;
    transmitancia.lateraldianteiro = 0.63;
    transmitancia.parabrisa = (esverdeado)?(0.68):(0.63);

    ResponderExcluir
  21. Depois da baianagem que foram os Xunnings (Tunning de pobre)

    Agora é a hora do surfilm, ingate, tapete chão de buzão e etc...

    E o brasileiro sempre querendo ser diferente.

    ResponderExcluir
  22. cinicola

    -Lentes degradê
    -Lentes Polaroid
    Sempre tive hiper sensibilidade à luz,já dirigi muuuito, de dia e de noite e penei demais até adotar esses macetes
    Uma vez, um gaiato marrento com uma picapona grudou na minha cola com luzes altas por varios quilometros(eu dirigia um Honda Fit). Esvaziei uma lata inteira de WD-40 no pára-brisa dele. Não recomendo, mas resolveu...

    abs.FELIZ PASCOA

    ResponderExcluir
  23. exemplo prático: nos últimos 10 anos em todas as vezes que fui parado/fiscalizado com meu automóvel por qualquer autoridade, nunca dedicaram 10s da fiscalização pra averiguar meus pneus, mesmo quando estavam no limite indicado pelo fabricante.

    conclusão: vamos começar pelo alicerce, e quem é cegueta que procure um oculista, boa audição tb ajuda

    ResponderExcluir
  24. Nunca usei película em meu carro! aprendi a dirigir observando o fluxo do trânsito bem à frente, através dos vidros dos carros, precavendo-me a qualquer situação surpresa.........hoje isso é impossível devido às películas escuras,tendo que manter uma distância maior do carro da frente pra me sentir seguro, ou seja, ocupando ainda mais espaço nas ruas. Bob, estou esperando seu post sobre suspensões Mcpherson, pra resolver "nossa" pendenga!!!!! abç!

    ResponderExcluir
  25. Por mim deveria ser proibido em todos os vidros do carro a película escurecedora, pois fazem perder a função do break light(mais de dois carros à sua frente, não dá pra enxergar essa luz acendendo).Além de também atrapalhar quando saimos duma garagem, e tem estacionado um carro com vidros escuros e não temos como enxergar se vem algum veículo pela via.Carros com vidros escuros atrapalham a visão como se fossem caminhões!
    Quanto a nos sentirmos seguro, prefiro ser simplesmente assaltado, que ser vítima de sequestro relâmpago dentro de um automóvel que ninguém consegue ver o que está acontecendo dentro.

    ResponderExcluir
  26. bom a mim nao atrapalha em nada , na frente eu acho que atrapalha ,
    mai en pesquisa feita ( nao me lembro onde) foi que comprovado que o pelicola evita mais assaltos por bandidos nao verem quantas e o que o motorista esta fazendo na hora da abordagem.
    eu concordo com os exegeros mais ai deveria o governo fiscalizar as empresas que vende o produto inregular , e nao ficar multando, brasil industria de multas essa e mais uma p/ almentar essa industria por que na hora que o PM abordar e ele nao foi com a tuca cara ele multa e tu tem que provar o comtrario e todos sabem que e quase imposivel desmintir a farsa .

    ResponderExcluir
  27. Johnconnor(old rocker)23/04/11 18:37

    Acho que isso vai criar uma confusão tão grande que nem os agentes fiscalizadores vão se entender,seremos nós que teremos que andar com uma cópia da resolução no carro para provar que estamos dentro da lei e não sermos vitimas de injustiças,abusos e desmandos.Imagine então a industria que já está se criando em torno desses aparelhos,quanto vão custar?quem vai fornecer?quantos serão comprados?quem vai prestar assistencia técnica e treinamento?Tudo isso ainda não se sabe,a unica coisa que se sabe é quem vai pagar por tudo isso...

    ResponderExcluir
  28. Cínico-lá,

    Acho que a sua dificuldade vem da necessidade das pessoas que andam "filmadas" em enxergar o que tem na frente do carro.
    Se o carro do "mano" for a gás pior ainda.

    Nada de errado com a sua visão na minha opinião.

    []'s

    ResponderExcluir
  29. Romero Florio
    Como escrevi ao falar do JAC J3, o carro estava todo "filmado" menos para-brisa. Coisa horrorosa, e olhe que não era dos mais escuros. Acho que vou morrer sem entender como alguém pode gostar de dirigir um carro assim. Isso que você disse de olhar o tráfego à frente é certíssimo. Justamente por isso é que foi criada a 3a. luz de freio nos EUA em 1984, antecipar tráfego parando. Pode me passar seu e-mail para autoentusiastas@gmail.com?

    ResponderExcluir
  30. Anônimo 23/4 17:32 e Marcelo Augusto
    Pode ser escrito assim também, como não? Apenas eu estava em meio a um texto, não deveria dar os valores assim como vocês sugerem, "duros".

    ResponderExcluir
  31. Alan
    Por enquanto só a Eletrônica Ricci produz o Translux II. Não sei quanto custa. Se seu comentário de cegueta se destina a quem é contra a película, desculpe, nada a ver. Tenho visão perfeita e condeno essa farra brasileira por motivos que não preciso repetir. Mesmo de passageiro acho péssima a escuridão. Até recuso táxi filmado, o motorista fica bravo, mas terá dois trabalhos, ficar e deixar de ficar.

    ResponderExcluir
  32. Há uns dois anos, retirei a película do meu carro para deixá-lo mais original possível. COmo era um carro mais antiguinho (1998), tirei película, deixei todo original e andava com ele sempre limpo. Parecia zero.

    Na primeira semana, me senti pelado. Parecia que todo mundo olhava para mim...haha

    No atual carro, mandei tirar também. Melhor coisa. Enxergo melhor em todas as situações. Atgé mesmo num belo dia de sol, é horrível olhar para os lados e parecer que irá chover por causa da imagem cinza da pelicula.

    Ando somente com vidros fechados. Se calor, ligo o AC e não sinto falta nenhuma de película. E quem não tem AC no carro, debaixo daquele baita sol, por acaso lica a ventilação forçada (que só sai aquele bafo quente) e fecha os vidros para diminuir a incidencia de raios solares? Não, né...Logo a desculpa de que a película ajuda a não esquentar tanto é furada...

    Enxergo bem durante o dia; à noite e com chuva, então, nem se compara. E continuo utilizando meus reloginhos "mais ou menos" e nunca sequer tentaram me roubar.

    Quer privacidade? Fique em casa. Não saia na rua. Simples.


    Cinicola,

    Adquira um daqueles óculos amarelos que te proporcionará uma ótima nitidez e reduzirá reflexos.



    Marco

    ResponderExcluir
  33. Alan
    Não existe película regular quando se trata dos vidros de condução, pois já estão no limite mínimo no caso dos esveradeados, todos os carros hoje. Só cabe película 100% transparente, a anti-vandalismo.

    ResponderExcluir
  34. Johnconnor
    O para-brisa e os vidros laterais dianteiros já estão no limite mínimo, não cabe qualquer película exceto a transparente anti-vandalismo. A rigor nem preisaria o medidor de transmitância, mas para haver autuação tem de haver um número, senão não vale.

    ResponderExcluir
  35. wyll
    A menos que o para-brisa seja escurecido, o bandido consegue ver quantos têm dentro do carro. Eles agem em dupla, um avisa e outro adiante comete o assalto.

    ResponderExcluir
  36. Blog do Eduardo
    A melhor proteção contra assalto é o alerta. Só é assaltado quem está distraído.

    ResponderExcluir
  37. gaboola
    Explique, você borrifou o para-brisa da picape com WD40 depois que pararam para discutir?

    ResponderExcluir
  38. Anônimo 23/4 19:01
    Perfeito o seu comentário. Só acrescento que se for saír a pé, vista capa e chapéu, com óculos grandes bem escuros, para ter a almejada privacidade...

    ResponderExcluir
  39. cinicola
    Nesse caso tudo se resume ao espelho interno. Use o recurso dia/noite (espelho prismático) ou, se não tiver, oriente o espelho para fora da sua linha de visào. Já fiz muito isso no passado, quando os espelhos eram simples, sem o recurso.

    ResponderExcluir
  40. Marcelo Augusto23/04/11 19:20

    "75%, se esverdeado, vira 68%; se incolor, 63%". Na verdade seria o contrário. O pára-brisa, se colorido, vira 63%; se incolor, 68%.

    Não sei se ficou claro agora

    ResponderExcluir
  41. Marcelo Augusto23/04/11 19:29

    "Uma vez, um gaiato marrento com uma picapona grudou na minha cola com luzes altas por varios quilometros(eu dirigia um Honda Fit). Esvaziei uma lata inteira de WD-40 no pára-brisa dele. Não recomendo, mas resolveu..."

    E só ceder passagem que o problema acaba em um segundo.

    ResponderExcluir
  42. Johnconnor(old rocker)23/04/11 19:55

    Bob Sharp
    Bob,acho louvável e respeito muito sua opinião afinal apesar da diferença de idéias entre nós,os dois desejamos a mesma coisa que é um transito melhor e mais pacifico. Como vc, também dirijo na defensiva,estou sempre aguardando que o motorista na minha frente freie de repente,que o carro estacionado entre na minha frente sem sinalizar,o pedestre atravesse a rua sem olhar ou o carro do cruzamento não pare no sinal vermelho, esse tipo de atitude é muito positiva e evita muita coisa.É claro que nem todo mundo dirige assim,tem gente que dirige como kamikaze.Aí sim acho que a pelicula pode ter alguma culpa em caso de acidente se bem que quem dirige assim uma hora ou outra vai acabar causando um acidente com ou sem pelicula,é questão de tempo.
    Em suma,eu seria totalmente favorável a extinção das peliculas assim como sou totalmente a favor da lei seca se acreditasse que isso teria um impacto benéfico sobre o nosso transito como ouve no caso da lei seca.Mas não acredito,acho que nossos problemas de trafego são muito mais profundos, claro que eu posso estar errado,não pretendo vender meu peixe a qualquer custo, mas é bom que haja esse tipo de discussão em elevado nivel entre duas opiniões conflitantes para que todos possam ler,analisar e tirar suas próprias conclusões.Grande Abraço

    ResponderExcluir
  43. Cinicola
    nah, bastou espichar o braço pra fora e a turbulencia do ar fez o resto

    Marcelo Augusto
    O camaradinha não queria ultrapassar; estava ali de marra mesmo. Sair da estrada,não tinha como; parar,nem pensar...
    Nas, sossegue,viu?.Hoje, não dirijo mais; estou quase cego-um bandido a menos na estrada...

    Abs. "Pasqua Felice"

    ResponderExcluir
  44. um carro, utilitário ou caminhão, ou ainda qualquer coisa mais alto que seu carro provocaria a mesma falta de visão que a película, e os vários estacionados muito próximo a esquina, se a lei fosse aplicada como deveria, a "película" seria o último item a ser fiscalizado

    ResponderExcluir
  45. eu vejo a questão da película como a do desarmamento: o sujeito pega a mulher com outro no sofá, então ele mandar queimar o sofá

    ResponderExcluir
  46. nao vou nem falar da péssima iluminação pública e das publicidades irregulares, o problema e o "insulfilm".

    me diga se alguém conhece outro alguém que já levou multa por andar com faróis apagados ou irregulares a noite, um anda com o disco voador aceso outro anda feito camaleão, todo escondido.

    não sou contra a fiscalização dos vidros, mas tem tanta coisa básica antes disso, é reclamar do telhdo com a estrutura caindo

    ResponderExcluir
  47. semelhante a: exigir uma copa do mundo sendo que de são paulo para o rio, de transporte aéreo, vc gasta 5 horas num dia normal com neblina ou chuva.

    ResponderExcluir
  48. Outro dia tive que dirigir (a noite) um veículo com peliculas...foi a coisa mais ridicula pois abaixei o meu vidro e o do passageiro. Para manobrar, cabeça para fora do carro...Nao sei como se dirige com pelicula porque eu não enxergo nada com "vidro fume"

    E antes que alguem me chame de "cegueta": Meu ultimo exame de vista feito em meu Oftalmologista de confiança (não aquele do Detran), e calibrado na máquina não acusou qualquer problema visual.

    PS: Moro numa cidade de 40 mil habitantes e todos aqui meio que "se conhecem". A coisa mais ridicula é buzinarem te cumprimentando, a pessoa abanar a mao de dentro de um carro com pelicula e voce simplesmente nao ver quem te cumprimentou...

    ResponderExcluir
  49. O dia que tirarem o filme dos veículos oficiais (inclusive os presidenciais) eu tiro o meu.

    ResponderExcluir
  50. Marcelo Augusto
    Isso, troquei as bolas, vou acertar. Grato.

    ResponderExcluir
  51. Danniel,
    Se a imprensa cair matando, tiram. No caso dos carros de representação é provável atenderem a determinação por que quem vai no banco traseiro é que se esconde.

    ResponderExcluir
  52. Shimomoto
    Essa de alegar que quem não gosta de vidro com película é porque é cegueta é a mais nova argumentação dos que gostam de se esconder...Não saber quem está dentro fere o mais elementar princípio de convívio social. Mas não tem nada não, daqui a pouco vai estar cheio de "carro funerário" como o vermelho da última foto do post! Aí motoristas voltarão a se comunicar, como deve ser.

    ResponderExcluir
  53. Shimomoto e todos
    Acabei de enviar mensagem para o Ministro Orlando Silva, com o link do post.

    ResponderExcluir
  54. Marcelo Augusto: ceder passagem indo transitar no acostamento (se é que ele existia na situação?

    Um cara deste merece bem mais do que WD40 no parabrisa.

    Película escura é péssima para conduzir à noite.

    ResponderExcluir
  55. Sr. Sharp

    É com prazer q. vejo como suas colocações tão bem alinhavadas conseguem mobilizar de modo tão energico as opiniões dos frequentadores deste blog.O Sr,ao meu ver, já não necessita de louvores à sua argucia ou à sua vasta e variada experiência pessoal e profissional.Portanto eu me dispenso disso
    Entretanto,o q. desejo e espero é q. sempre persista na sua postura, o esforço para incutir no seu público(e elém!), a noção de que, a partir do momento em q. a maioria dos brasileiros desenvolver o mínimo sentido de civilidade ,de respeito ao próximo e de dedicação ao bem coletivo,iremos precisar de menos leis,menos fiscais e nossos estômagos vão doer menos quando virmos a raça dos Gersons na rota da extinção.
    Me perdoe se de algum modo fugi do foco do post-mas eu ainda acho q. cabe
    obrigado e parabens. Feliz Pascoa

    ResponderExcluir
  56. gabbola
    Sério, problema de visão dessa ordem? Que coisa mais desagradável para você. Sinto muito mesmo.

    ResponderExcluir
  57. Tomara que a fiscalizacao realmente seja efetiva, em todo o pais. Outro dia eu vi um carro parado em um posto da PRF, com o motorista tirando a pelicula dos vidros, sera que alguns orgaos de fiscalizacao ja tem o medidor? Costumo viajar de carro para Argentina e Uruguai, e gosto de comparar as caracteristicas desses paises com as do nosso, principalmente no que se refere ao transito e aos carros. Na terra de Maradona tambem e comum ver carros "lacrados" com pelicula, ja no Uruguai sao raros. Desculpem pela falta de assentos, estou escrevendo no celular. Luciano

    ResponderExcluir
  58. Ops, acentos, nao assentos! Luciano

    ResponderExcluir
  59. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  60. johnconnor
    Agradeço suas palavras. Você tocou num ponto que merece consideração, a Lei Seca. Não foi a lei que trouxe benefícios, mas a fiscalização que se seguiu mas que não precisava dessa lei para ter sido feita da maneira que foi. Esse tipo de fiscalização os agentes estavam devendo pelo menos desde janeiro de 1998, quando passou a vigir o Código de Trânsito Brasileiro. Havia um limite de alcoolemia que estava alinhado com o dos países de vanguarda, que era 0,6 g por litro de sangue (ou 0,3 mg por litro de de ar expelido medido pelo etilômetro, ou bafômetro, dá no mesmo). Até essa alcoolemia ninguém é considerado alcoolizado para não poder dirigir. Na Alemanha o limite é ligeiramente menor, 0,5 g/litro de sangue, e o alemão pode pegar seu BMW e pegar uma Autobahn para andar a 250 km/h. Nos Estados Unidos e Inglaterra o limite é ainda mais alto, 0,8 g/litro. O Brasil quis ser mais realista que o rei, como se diz. Quem provoca acidente não é quem está com 0,6 g/litro, mas quem está muito acima disso, pelo menos o dobro, como tem sido constatado nos acidentes graves. Se fosse feita fiscalização para os 0,6 g/litro, dezenas de milhares de vidas teriam sido salvas entre 1998 e 2008. Portanto, é totalmente falso que a Lei Seca tenha produzido os resultados alardeados. Foi apenas uma encenação barata.

    ResponderExcluir
  61. Espero que fiscalizem.
    Porém acredito que será como farol de xenon e lei seca, proibido porém impune.

    ResponderExcluir
  62. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  63. Bob;

    Voce atrapalhou os nomes nas respostas!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  64. bicha pobre24/04/11 00:08

    Agora que o Bob falou, tirei TODO o insulfilm do meu carro... foi uma grana para colocar, mas se o Bob falou!

    Só espero q ele não fale q é para colocar de volta mais tarde, hihihi.

    ResponderExcluir
  65. Bob para Presidente do BRASIL!!!

    ResponderExcluir
  66. Não existe comprovação de que películas tenham eficiência em evitar assaltos. A própria polícia tem revisto as recomendações de se instalar películas para evitar assaltos, recomendações que faziam há alguns anos e agora discutem se realmente há algum sentido em fazer esta recomendação. Atualmente a tendência é acreditar que o insulfilm atraia os bandidos pela dificuldade de reconhecimento pela polícia após o furto.

    É natural do ser humano achar que não ser visto significa ter proteção. O exemplo é um pouco bobo, mas exemplifica muito bem: na infância, quem nunca correu para cama para ficar por debaixo das cobertas quando teve medo do escuro? Se existisse algum perigo real, a cama certamente não serviria de proteção. Mas todos os dias, ela está lá, cumprindo muito bem seu papel de oferecer falso conforto e proteção para a criança amedrontada. É a mesma relação que os motoristas construíram com o "insulfilm".

    No mais, excelente post, Bob!

    Tenho muita inveja dos estadunidenses. Você vai nos EE.UU. e não vê carro com película. O conceito de visibilidade no trânsito, uma das normas básicas de circulação - ver e ser visto - é levado ao extremo.

    ResponderExcluir
  67. Espero que fiscalizem para valer os "sacos de lixo" nos vidros. Peguei tanta bronca dessa porcaria que, daqui para frente, nem carro usado com essa meleca eu compro. Tive que tirar essas películas por duas vezes: na primeira, mandei tirar num "posto especializado em instalação e remoção de insulfilm" (palavras na porta do local...) e riscaram todos os vidros; na segunda, de meu carro atual, para evitar o "mapa do Brasil" nos vidros, retirei eu mesmo. Só faltou eu procurar o dono anterior e dar-lhe uns sopapos, tamanha a bronca que fiquei, dada a dificuldade de remover a cola depois...

    Para quem quer tirar, um tempo atrás alguém aqui mesmo nos comentários do AE deu a dica: encostar um saco preto nos vidros com película, pelo lado de dentro, e deixar o carro fechado alguns minutos no sol. Assim, a película esquenta e sai mais fácil, com toda a cola junto. Não testei, mas vale a tentativa.

    Poderiam aproveitar a fiscalização da transmitância das películas e ver se o carro tem os faróis de Xenônio genéricos, outra praga que atrapalha absurdo à noite. E o babaca (perdão pelo termo um tanto pesado) que usa acha que está iluminando melhor. Só se for caçador de morcegos, pois a copa das árvores pode ser vista perfeitamente... É interessante isso, o sujeito confia mais num farol "xing-ling" do que no original de fábrica...

    ResponderExcluir
  68. Concordo com o Bob, essas películas são um lixo. Comprei um carro usado e veio com essa porcaria, agora tenho que tirar e tentar não riscar os vidros ou destruir o desembaçador traseiro. Não sei se essa dica do plástico preto no sol funciona, sei que conhecido meu tentou algo parecido e não deu muito certo não. Pior que é raríssimo encontrar um carro usado sem esse lixo nos vidros...

    ResponderExcluir
  69. Como muitos já disseram aqui, convencionou-se dizer que as películas são seguras, mas NÃO SÃO. Recentemente, aqui no RJ, houve um caso aonde um Cerato estava passando por uma blitz, com vidros totalmente "filmados" e, ao serem abordados pela PM, os elementos reduziram a velocidade e, de dentro do carro, dispararam contra os policiais, atingindo um Capitão.

    O mesmo é válido em caso de um sequestro relâmpago. Como a polícia vai suspeitar que você está sendo vítima de um crime desse tipo se ela não consegue enxergar nada suspeito dentro do carro?

    E muitos ainda reclamam da abordagem policial em blitz, com armas apontadas na direção de carros "filmados". Como poderia ser diferente? O policial está defendendo a vida dele, visto que é impossível saber se dentro do carro há uma ou mais armas apontadas na direção dele.

    Películas só servem para péssimos motoristas se esconderem após fazer suas barbáries no trânsito, por vergonha de que o outro motorista veja seu rosto.

    Eu tinha um amigo que colocou películas com 5% de transparência no carro INTEIRO (pasmem), apenas para poder "se divertir" com a namorada em qualquer lugar. Reparem que eu disse "tinha", pois em uma noite bem chuvosa, ele não viu a agulha de saída do Elevado do Gasômetro para a Ponte Rio-Niterói e por lá ficou, infelizmente.

    MS

    ResponderExcluir
  70. A película é tão segura que até a polícia instala nas viaturas porque tem medo de ser assaltada. Ah, conta outra. Depois compara o número de mortes por acidentes e o número de sequestros relâmpago.

    Temos o trânsito mais violento do mundo e os caras ainda vem aqui querendo defender nossas aberrações... é isso aí, a gente tá certo, a Dinamarca é que está perdida...

    Porque será que quem tem filme escuro geralmente anda bem mais devagar que o permitido? E outra, quer privacidade, enfie um saco de papel na cabeça cara-pálida. Privacidade se tem em casa.

    E viva o pedestre que agora poderá atravessar a rua sabendo se o motorista está o vendo ou não - 2 pedestres mortos/dia em SP por atropelamento - já é uma boa ajuda.

    Você motorista também é pedestre - nem que seja no estacionamento do shopping - então não se esqueça...

    Pobres Dinarmaqueses... tão manés...

    - Osmar Fipi

    ResponderExcluir
  71. Não sei se é impressão, mas quase sempre quando vejo algo que é considerao "carrão" aqui no Brasil, seja BMW, Mercedes, Ferrari, VW importado, nunca tem película escurecedora.
    Não há por que se esconder.

    ResponderExcluir
  72. "Ganhei" a película da concessionária onde coprei o carro e pedi para colocarem a de 50% pois meu carro anterior era assim e não tinha problemas de visibilidade. Só que, como eles não escutam o cliente, coloram uma bem escura...terrível durante à noite. Hoje, 6 meses após a instalação, retirei dos vidros das portas dianteiras: saíram com uma facilidade impressionante, nem marcas ficaram nos vidros. Mostra que a película tinha muito boa "qualidade".

    ResponderExcluir
  73. Ótima notícia, mas nem precisa de equipamento especial.

    É muito simples, 90% dos carros com farol alto e farois de milha/neblina ligados em vias públicas com iluminação publica; aonde é vedado ligar iluminação extra; têm essas películas ilegais.

    É só fazer valer a lei, multar quem acende farol alto/milha/neblina nos centros urbanos... Que rapidinho vão retirar porque não exergarão nada com elas e o farol baixo apenas a noite.

    Eu canso de proteger os meus olhos do excesso de iluminação utilizado por alguns motoristas... E ainda tem alguns que ainda ficam aborrecidos comigo...

    Teve um taxista uma vez que ficou com o farol alto ligado na minha cara sem nenhum motivo q estava sentado em uma calçada por vários minutos a fio...

    Ainda temos um longo caminho a percorrer rumo a civilização.

    E vamos nós!

    ResponderExcluir
  74. Marcelo Augusto24/04/11 18:37

    Coisas notadas nessa era dos escondidos ao volante:

    1) o número de cagadas ao volante aumentou, o fato de estar escondido ajuda.

    2) o roubo de veículos ficou mais fácil. Aquela percepção que toda pessoa ou policial tinha de quem estava ao volante, acabou. E bandido não gosta de ficar em "aquário" nos raros carros sem peícula.

    3) acabou o contato visual que sempre pode ajudar no trânsito. Aquela sinal com a mão ou olhar nos olhos para orientar travessia de um pedestre indeciso - seja na rua, seja saindo de uma garagem - acabou.

    4) Os "tranca-rua" aumentaram. Sobretudo a noite. Não consequem olhar pelos próprios retrovisores com vidros fechados. Viraram obstáculos móveis.

    5) Idiotice pura: ter que rodar a noite e com chuva com vidros abertos para verem alguma coisa e manobrar.

    ResponderExcluir
  75. Essa eu vou assistir de cadeirinha ehehe... só quero ver se os playboys vão tirar a película do vidro... só quero ver... sério... mas se tirarem, melhor.

    Sobre dirigir e ser ofuscado por um carro atrás, existem duas soluções: mover o espelho (se seu carro não tiver espelho eletrocrômico/automático) ou usar um óculos anti-ofuscamento. Outra boa solução também é sair da frente de quem vem com o farolzão aceso: se o cara não tem educação, você não precisa se rebaixar ao nível dele ficando na frente.

    No trânsito tem muita gente mal educada, muita mesmo, que age como naquele antigo desenho do Pateta "senhor volante", só se rebaixa ao nível desses/dessas trolhas quem quer.

    ResponderExcluir
  76. Por obrigação funcional, tenho que portar diariamente arma, distintivo, algemas e carteira funcional. Qualquer realção que eu tome, pode custar a minha vida e a de outras pessoas. Estar oculto no carro, situação que ficamos mais vulneráveis por estar sentados, amarrados e confinados, pode salvar a minha vida, permitindo que minhas ações dentro do carro fiquem ocultas. Acho que limites devem ser impostos, mas não abro mão de vidros escurecidos por questão de segurança mesmo. O bandido procura uma vítima fácil, então, evita a dúvida. Vidros escurecidos, luzes internas apagadas e ausência de adesivos femininos e outros penduricalhos comumente utilizados por por mulheres diminuem as chances de uma abordagem. Tenho um vw/santana com vidros escurecidos e um vw/voyage antigo sem a película. Os veículos pela idade, não chamam a atenção do amigo do alheio, mas me sinto mais protegido no santana pelas minhas possibilidades de reação e defesa...

    ResponderExcluir
  77. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  78. Rodrigo, como disse lá em cima, bandido é covarde e prefere a facilidade. E não adianta estarmos atento, pois muitas vezes eles fecham rua ou lhe abordam no trânsito, onde não há escapatória. Semana passada Recife parou por causa das enchentes e houve arrastão na principal avenida que liga Olinda a Recife.

    ResponderExcluir
  79. Finalmente estou lendo coisas coerentes sobre esta horrível moda dos vidros escurecidos. Tenho um blog www.ciadecarros.com.br e nele escrevi sobre o assunto, contra é claro. Convido todos a lerem o post "Vidros escurecidos" em meu blog. Aliás, Bob Sharp é, atualmente, um dos mais coerentes comentaristas automobilísticos da imprensa nacional.

    ResponderExcluir
  80. Meu carro é lacrado!

    Graças a Deus moro na roça e aki essas "modernidades" não chegam...rss.

    PS: Vcs tem algo contra a Bahia?

    ResponderExcluir
  81. Acabou a farra do pessoal que usa o carro como motel...

    ResponderExcluir
  82. Visionário24/04/11 22:17

    Por culpa de alguns, muitos saem prejudicados!

    Essa fiscalização contra a película é mais uma forma de roubo do governo e será fogo de palha, assim como a Lei seca e a antifumo aqui em SP.

    Vão arrecadar um monte no começo, vão estrear os novos aparelhinhos comprados a preço de ouro e depois deixarão cair no esquecimento isso e em breve teremos novamente os carros lacrados.

    Sou contra película muito escura, mas sou mais contra ainda a forma como são feitas as coisas neste país.

    ResponderExcluir
  83. Bob, sinto lhe desanimar, mas dificilmente essa medida terá algum efeito. Pelo que li, o tal aparelho (você se preocupou em mover mundos e fundos para que ele fosse homologado e sequer sabe o preço?) custa na faixa de 8 mil reais. Qual Detran irá se interessar em adquirir um equipamento tão caro? Mas o principal motivo pelo qual tudo isso não vai funcionar é porque não é do interesse da pequena parcela que controla a grande parcela que isso funcione. Pergunte a políticos ou policiais como o Rodrigo acima se os benefícios da película não se sobrepoem aos malefícios. Enquanto isso, que tal uma "cruzada" mais útil, como incentivar o governo a baixar impostos para gasolina e carros, ou promover uma melhor educação no trânsito (isso sim, responsável por diminuir acidentes)?

    ResponderExcluir
  84. Kevin de La Nóya24/04/11 22:52

    Anônimo, você está certíssimo!

    Se o Bob Sharp se preocupasse mais em promover a educação de trânsito, teríamos menos motoristas que colocariam esse saco de lixo preto nos vidros...

    Só o brasileiro ignorante gosta de andar de carro "lacrado", com calhinhas nos vidros, faróis de neblina ligados sem neblina e mais um monte de barbaridades que vemos por aí. Isso sim é a mais pura falta de educação.

    ResponderExcluir
  85. Na cidade onde moro a fiscalização de trânsito já tem a primeira versão deste aparelho, antes de ser exigida a homologação. É caro? Realmente é. Mas com meia dúzia de multas ele já vai estar pago...em compensação muitos que gostam de andar escondidos e de tabela sem ver nada vão ter que tirar estas porcarias dos vidros.

    ResponderExcluir
  86. Diego Maciel Debesaitys25/04/11 00:37

    Não gosto de películas, pois atrapalham demais o trânsito. Como disse o Marcelo aí em cima, carro com vidros escuros atrapalham a visão dos outros igual caminhão: sempre que vou sair de casa com o carro, não consigo enxergar o trânsito perfeitamente por causa dos veículos estacionados com películas que não deixam enxergar através dos seus vidros. Mesma coisa na estrada, pois não consegue-se ver o que acontece adiante do veículo filmado que está na nossa frente.
    Quem está dentro do carro "lacrado" tem pouca visibilidade, principalmente denoite, com chuva ou neblina. Daí começam a perder a vida bestamente, como o Bob já falou.

    Meus amigos odeiam carros com vidros claros, porque "todo mundo fica olhando pra dentro". E o que é pior: uma amiga acha engraçado ela ter entrado enganada no carro "lacrado" de um desconhecido pois pensava que era a carona que estava esperando. Isso, para mim, é um absurdo. Assim como meu pai me ligar para confirmar se era eu que estava dirigindo o carro "filmado" dele ou se o tinham roubado.
    O que está passando na cabeça das pessoas? A maioria esmagadora acha que carro é esconderijo, que ver e ser visto pode ficar para segundo plano e que comunicação no trânsito não é importante.

    Bob, essa do "carro funerário" foi muito boa! Que venha a fiscalização!

    ResponderExcluir
  87. Socorro! Pois na minha opinião película=segurança. No para-brisa, ok. Agora tirar todas as películas é pedir pra me assaltarem! Parar no sinal e o marginal ver que só tem uma mulher dentro... fica fácil demais... não acham?

    Abraço
    GiovanniF

    ResponderExcluir
  88. Admito que peliculas muito escuras podem atrapalhar... mas depois que botei a minha primeira, não quero saber de carro sem película...

    Na frente não uso... nos vidros laterais, elas pouco atrapalham, e no dia dia que possam atrapalhar Em um cruzamento menos iluminado-trevo), eu baixo os vidros. Simples assim. O pessoal fala que atrapalha pra ver no retrovisor. Pessoalmente, acho que não atrapalha.

    De resto só percebi vantagens nos vidros levemente filmados: O carro esquenta bem menos, mais descrição, um estética melhor.

    Sobre os aparelhos de medição, vai acontecer o seguinte:

    Os caras vão dar um jeito de fazer esses 8 mil pagos pela aquisição virar uns 20 mil...

    depois vão passar o rodo tocando multas adoidados... e muitos policias vão aproveitar pra engordar a caixinha...

    ... depois de um tempo, essa coisa vai cair no esquecimento, até que um policial resolvar faturar algum...

    ResponderExcluir
  89. Policial "engordando a caixinha"? faz-me rir...É sempre assim: se o polícial/fiscal cobra o cumprimento da lei ele está querendo "engordar a caixinha". Piada.

    Experimenta baixar os vidros em uma chuva torrencial...

    ResponderExcluir
  90. Ouso discordar do caro Bob Sharp, pois há mais uma razão para escurecer os vidros: no trânsito cada vez mais violento, o filme fumê nos deixa mais distantes das provocações de motoristas e motociciclistas psicopatas. É por isso que eu vou usar enquanto o Detran / Polícia permitir.

    ResponderExcluir
  91. Zenóbio S.25/04/11 12:48

    nem tanto ao mar, nem tanto à terra.
    essa cruzada do senhor Sharp já cansou, sugere que aquele acidente do deputado em Ctba poderia ter sido evitado pelas vítimas se não tivesse película e que mesmo com pelicula permitida não se enxerga bem. Eu sugiro que o senhor vá a um oculista tratar dessa catarata que, essa sim, está acabando com a sua visão, caro Bob.

    ResponderExcluir
  92. Quer privacidade? Fique em casa. Não saia na rua. Simples.

    Vou discordar educadamente desse comentário. Afinal, eu ja não posso mais ter uma arma...não "devo" usar película para proteger a mim e minha família dos "amigos do alheio", nem para dificultar abordagens indesejadas...
    se não puder nem sair de casa, pra que que eu vou ter carro?..não posso passear com meus filhos??..com medo??..isso é inadmissível!

    a coisa está rumando para que fiquemos TOTALMENTE vulneráveis e dependentes da "segurança" pública...inexistente, incapaz e inadequada.

    Ou seja, criando gado para massa de manobras...e vendendo proteção...cultivando o MEDO!!..e limitando nossas opções de defesa.

    Lamentável...
    EDUCAÇÃO desde cedo...é mais barato e muito mais eficiente...mas ninguem quer...

    Adriano_SP

    ResponderExcluir
  93. Anônimo 225/04/11 14:17

    A "barreira visual" da película pode ser argumentada como uma defesa? Sim.

    Mas, imagino no máximo uma película com a qual não se veja o interior do carro à noite. E não esses exageros que tem por aí, em que mesmo com o sol a pino não dá para ver se tem gente dentro do carro!!!

    Mas quem pensa que película é só vantagem, tem que colocar na balança que muitas "abordagens" são feitas quando a pessoa está entrando ou saindo do carro, e nesse caso a "barreira visual" só vai servir para proteger o bandido dentro do carro!

    E se um ladrão for roubar ou furtar um carro, vai com certeza preferir um com película bem escura, para que a polícia não o reconheça, e de preferência um carro preto ou prata que facilmente "se perde na multidão".

    ResponderExcluir
  94. Acho que essa questão só vai se resolver quando as seguradoras começarem a fazer estatísticas sérias de acidentes de trânsito e incidentes policiais referentes à presença ou não de película, e a partir desse ponto considerarem que esse acessório vai fazer ou não diferença no valor do seguro do carro.

    ResponderExcluir
  95. Alexandre, a película não é o único parâmetro (e, na minha opinião, sequer um parâmetro plausível) para se avaliar risco de acidentes. Agora se o cara voa em mim a 190 por hora a culpa é da minha película (ou até mesmo da dele)?

    ResponderExcluir
  96. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  97. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  98. ESSE ASSUNTO DE NOVO??

    Maldita mania do Estado interferir nos Direitos do Cidadão. Vc acham que se o Governo se preocupa co nossa segurança? Ingenuidade! Esse monte de leis inúteis só servem à crescente "indústria da multa" que cresce a olhos vistos.

    Inspeção veicular, radares, rodízio, lei seca, agora essa de querer proibir vidros escuros do MEU carro!! Teoricamente minha propriedade...
    Além da proibição de portar de armas (p/ bandidos continua liberado!!)

    Está me dando vontade de sair dessa país podre e com seu povinho acomodado, que diz amém a tudo sem protestar.

    Também concordo q essas "cruzadas" propostas aqui são um porre. Contra etanol, vidro escuro, etc.E acham que vão mudar o mundo...

    ResponderExcluir
  99. Anônimo 225/04/11 15:36

    Nos EUA não pode beber na rua, mas a pessoa pode fazer uma festa regada à bebida na caçamba da caminhonete, já que aí está dentro de sua propriedade perticular... E nem por isso lá é permitido esses sacos de lixo no vidro.

    ResponderExcluir
  100. Me surpreendi com a quantidade de pessoas que postaram aqui dizendo que não utilizam película. Achava eu que a maioria iria defendê-la de alguma maneira.

    Acho que o fui o primeiro a postar aqui defendendo a "minha" utilização da película sem ser como anônimo, pois não tenho vergonha de mostrar minhas opiniões mesmo que elas sejam contra lei.

    Dizer que a película é saco de lixo preto, que é ridículo, que diminui a visibilidade e pode causar acidentes tudo bem. Concordo com tudo isso. Nem acho bonito. Prefiro o carro sem ela, fica mais limpo o visual. E tbm nem utilizo no para brisas pq tenho que enxergar as crateras de Recife.

    Mas ser chamado de ignorante, ou "baiano", que é uma expressão horrenda de tão pejorativa com o povo maravilhoso da Bahia, foi o pior. Pode até me chamar de mau educado, pois estou sendo um em não obedecer uma lei, mas tenho motivos de força maior em desobedecê-la, infelizmente.

    Agora ignorante é quem taxa os outros de ignorante sem ao mesmo colocar-se no lugar desta.

    ResponderExcluir
  101. É melhor sem pelicula mesmo, assim os barbeiros podem ver o tamanho do dedo que dou para eles. Essa e a melhor parte da comunicação visual no trânsito.

    ResponderExcluir
  102. Uma coisa que percebo nos carros com película é que após um dia de sol forte, eles ficam muito mais quentes que um carro sem o item (no caso o meu). Isso já virou algo cultural. Tem gente da minha própria família que me pergunta o por quê eu esqueci de colocar películas no vidro. Já me ofereceram até de presente.

    autoopinioes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  103. Boa anônimo... Penso neste tipo de comunicação também! hahaha
    Concordo com o Bob, mas tenho película no carro, nunca sofri acidente devido à mesma, mas quero mais comunicação visual no trânsito, meu próximo carro não terá película, mas não retirarei a película instalada atualmente, até porque nem pigmentação tem.
    Sds

    ResponderExcluir
  104. hoje em dia, anônimo das 16:05, você dá o dedo e eles um dia vão te dar o cano. a máquina. o berro.

    ResponderExcluir
  105. Bob S. é um dinossauro dos anos 60, logo vai ter que deixar de dirigir devido a sua falta de visão, que já deve estar lhe afetando... (catarata?) vão tomar a carteira dele já já. E vcs são tudo loucos, ficar a vista de qq um na rua, com a violência das grandes cidades, não dá mais!!

    Nos EUA não é proibido escurecer os vidros, lá elas são necessárias no tempo da neve (a brancura ofusca os motoristas) aqui é que tem sempre essa coisa de se querer proibir tudo!!!! sacanagem.....

    ResponderExcluir
  106. Pois é, colega anônimo das 16:35: radar pra controlar excesso de velocidade não pode, pois AUTOentusiasta que é AUTOentusiasta sabe quando acelerar, mas colocar película, por mais clara que seja, é um sacrilégio! Isso tem vários nomes: parcialidade, conveniência, vaidade...

    ResponderExcluir
  107. Uuuuiiii...Ficar a vista de qualquer um na rua!!! Até me deu medo agora, não saio mais de casa. E se sair quando desembarcar do carro coloco um saco preto na cabeça...não posso ficar a vista de qualquer um.
    Hahahaha...É cada argumento mais babaca do que o outro.

    ResponderExcluir
  108. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  109. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  110. Boiola que gosta de pelicula25/04/11 20:26

    Ui!!! Se os ladrões verem a minha cara de bibinha indefesa vão logo querer me assaltar!

    ResponderExcluir
  111. Macho Galanteador25/04/11 20:27

    Gosto dos vidros transparentes para poder azarar as gatinhas no trânsito

    ResponderExcluir
  112. a polidez de alguns comentários me comove... mamãe!

    ResponderExcluir
  113. Anonimo, volte pro SACO DE LIXO PRETO que é seu lugar. Retardado!!

    ResponderExcluir
  114. Não entendo, se o uso da dita película tem mais contras que prós.Por quê a maioria as preferem?

    ResponderExcluir
  115. Marcelo, moda - acredite nisso. Inconsciente coletivo. Se jogar lixo na rua é ruim porque "todo mundo joga?".

    Lembra dos engates... então, cadê? Os parachoques agora estão a salvo? Não era pra se defender dos outros? então...

    ResponderExcluir
  116. Anônimo 226/04/11 00:07

    Não chamaria isso de moda mas sim de "pensamento de boiada".

    Prefiro continuar anônimo porque vi que este tópico já está "descambando", mas adimito que também sou totalmente contra essas películas. No entanto, eu admiro e parabenizo quem as usa realmente de caso pensado, com argumentos e opiniões consistentes, como o rapaz do "Blog do Eduardo". O que acho ridículo, são aquelas pessoas que usam "porque todo mundo usa"... e infelizmente acho que é a maioria no Brasil. No caso das bolas de engate era assim tambem, lembro que as pessoas diziam que o engate era "indispensável" para quem tinha pára-choque pintado... ridículo.

    Não é indireta para ninguem daqui, mas... acho que aquelas pessoas que compram um carro para fazer inveja ao vizinho, precisam lembrar que também fazem inveja aos maus elementos!!! (na verdade acho que percebem inconscientemente e por isso que se sentem inseguras). Por mais que seja fruto do nosso trabalho honesto, no Brasil nem sempre podemos usufruir, infelizmente. Ou seja, dependendo do lugar que circulamos com o carro, é melhor ter algo mais simples, mais antigo, menos chamativo, que não esteja "escrito" na frente do carro "olha só como eu sou rico"...

    Se for para andar com um carro novo e caro, melhor blindar de verdade ou então mudar desta terra... na qual há quase uma guerra civil não-declarada, e na qual os pobres, que não acreditam que seja possível enriquecer honestamente, têm ódio dos ricos e os consideram culpados pela sua pobreza (claro que não todo mundo, mas pelo menos os mal-intencionados costumam pensar assim).

    ResponderExcluir
  117. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  118. Sim mas o que me da raiva é isso: por causa de gente que não sabe usar algo, lança-se o "vamos proibir"

    O cidadão não tem direito a mais nada ultimamente. Só de pagar impostos. É como andar de moto sem capacete: O unico que vai correr riscos é o propria pessoa, não tem por que puni-lo se escolher não andar. Mas leva multa se não quiser.

    Aí vem essas soluções toscas "está proibido usar engate" e danem-se os que necessitam dele de fato. O mesmo vale p/ os vidros. Pq uns e outros acha, "feio" e "bobo" querem se valer de sua suposta "otoridade" e influência na midia proibir o que não gostam.

    Essa tal "era de comunicação visual total no trânsito" "respeito e cordialidade entre todos os motoristas" isso no BraZil é um utopia, e quem insiste nisso vai morrer sonhando...

    Por isso prefiro os EUA, que respeitam muito mais a liberdade individual.

    ResponderExcluir
  119. Aqui os motoristas se auto-intitulam "AUTOentusiastas" como se isso os colocasse assim do bem e da CET no mundo dos carros.

    ResponderExcluir
  120. hipócrita26/04/11 03:54

    As pessoas aqui "ousam" discordar do Bob como se ele fosse um "deus" do automóvel, ao qual todo o dia vc precisa vir aqui rezar para ele.

    "Quer privacidade? Fique em casa. Não saia na rua. Simples."

    Sim, vou deixar de ir trabalhar, de ir estudar, de ir comprar comida, de visitar meus amigos e parentes... Simples.

    ResponderExcluir
  121. Silvio Santos26/04/11 09:30

    iiiihhh já descambou...

    Gosta dos EUA?

    "Vai pra lá! Vai pra lá!"

    ResponderExcluir
  122. CET é local de gênios. Autamente especializados.

    ResponderExcluir
  123. Hey anônimo (fã da CET) vai tomate cru!

    ResponderExcluir
  124. Então, até respeito o Bob, mas não concordo com muita coisa do que ele escreve/fala. Eu por exemplo detesto carro branco, prefiro cores mais vivas, e gosto de vidros escuros pelas 1001 razões colocadas acima. Já li uns posts dele xingando motoristas "q usam luz traseira de neblina na hora errada" bem o tipo de coisa q ele se incomoda, esses detalhinhos.

    Acho que o Sharp procura uma "utopia" de querer que o Brasil vire uma Alemanha em termos de educação p/ o transito. Com esse povinho que temos aqui, não vai rolar....

    ResponderExcluir
  125. Detalhinho? Ahãm!

    oooOOO BOX do Capeta... Pare de falar bobagens se vc não tem um mínimo de argumentos pra defendê-las!

    Vá se lascar! Com seu carro lacrado com neblinas de xenon acesos 100% do tempo, MANÉ! Melhor que nem pegue estrada, HEIM MANO!

    ResponderExcluir
  126. "Até respeito o Bob?"

    Se orienta o Paguazão!

    ResponderExcluir
  127. Klaus Split26/04/11 14:38

    Box numero da Besta, quando você tirar a sua CNH e parar de brincar de carrinho de controle remoto, vai perceber um dia quando estiver voltando para casa, já cansado do trabalho, o quanto encomoda e ofusca os outros motoristas andar com luz de neblina ligado, usar lampadas mais potentes que as originais.
    O dia que alguem for estacionar e bater com o engate no teu parachoque, ou você quebrar o parachoque de outro automovel com seu engate, vai ver que são as pequenas coisas que fazem uma grande diferença no final.

    ResponderExcluir
  128. Pior...luz de neblina traseira é um porre mesmo. Últimamente tenho visto diversos 207 em que os "motoristas" estão usando esta porcaria ligada. E só pra ajudar agora são duas (antes era só uma no meio)

    ResponderExcluir
  129. Só utilizo luz de neblina traseira em dois casos!
    1 - Em caso de neblina
    2 - Quando há um "cidadão" com seus faróis de xenônio ligados logo atrás do meu veículo
    KKKKKkkkkkKKKKKKkkkkkKKKKKKKkkkk

    Ahhh!... E quando resolvo deixá-lo pra trás... Primeiro desligo e depois sumo... Se caso ele aparecer novamente no meu retrovisor, o que eu faço?

    VOLTO A LIGAR O FAROL DE NEBLINA! KKKKKKKkkkkKKKKkkkKKKKKKkkKKKKkk

    TÔ CERTO OU TÔ ERRADO?

    ResponderExcluir
  130. Anônimo 15:47
    Faço a mesma coisa...passo na frente do "querido" e ligo a luz de neblina do meu carro. Mas o que dá vontade de fazer é ter um holofote virado pra trás e ligar nos "cornos" do infeliz.

    ResponderExcluir
  131. Outra mania...

    Se tenho que ultrapassar um "aluga faixa" pela direita... Volto à pista da esquerda com a seta ligada pra direita... Será que estas antas entendem o recado?

    ResponderExcluir
  132. Ahh... não recomendo esta prática... "não façam isso em casa"
    Ops... nas ruas... nem fechadas... não façam isso nas ruas tb

    ResponderExcluir
  133. Bob, sou seu opositor ferrenho, mas reconheço que o nível das discussões aqui anda baixando!

    ResponderExcluir
  134. Essa reclamações de "ai minha vista tá doendo pq o outro ligou a luz forte" é coisa de motorista gerátrico, desses velhos de 80 anos que nem deviam mais estar dirigindo.

    ResponderExcluir
  135. Anônimo 25/4 16:35
    Errou três vezes, dileto leitor. Sou um dinossauro dos anos 40, não 60. Dois, minha visão é perfeita até hoje. Três, nos EUA é proibido vidro de condução abaixo da transparência regulamentar. E para finalizar, quem tem um mínimo de inteligência usa óculos escuros de qualidade sob sol ou na neve. E um aviso: se vier com grosseria excluo seu comentário no ato.

    ResponderExcluir
  136. Xenóbio S.
    Releia o post. O deputado não tinha nada que andar àquela velocidade numa via urbana. A culpa é toda dele. Eu apenas disse que talvez o motorista do Fit pudesse ver a Passat Variant se aproximando, não dei certeza. Em momentos críticos convém dispor plenamente de todos os sentidos e vidros escurecidos impedem o uso total da visão. Simples.

    ResponderExcluir
  137. GiovanniF
    Nunca fui assaltado e costumo andar com carros de teste dos mais variados preços.

    ResponderExcluir
  138. PeTista-LuLista26/04/11 18:47

    É tudo culpa do PSDB!!!!!

    ResponderExcluir
  139. Vá de Ré(troprojetor)26/04/11 18:49

    Bob vc não foi assaltado pois todo mundo sabe que vc é uma divindade jornalística do Brasil.

    Quem iria se meter a besta com vc?

    ResponderExcluir
  140. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  141. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  142. Tenho certeza que esse pessoal aí a favor da película, nunca dirigiram à noite numa estrada sem sinalização horizontal.

    ResponderExcluir
  143. Pelo menos a um consenso todos poderíamos chegar:

    Banir esses poetas/humoristas anônimos...ou praticamente todos os anônimos.

    ResponderExcluir
  144. Silvio Caldas26/04/11 20:29

    Concordo. E também que se respeitassem as opiniões contrárias.

    ResponderExcluir
  145. Pelo menos a um consenso todos poderíamos chegar:

    Esse blog tá perdendo MESMO muito tempo com coisas superficiais.

    E vamos cada um cuidar da própria vida, na falta de algo melhor para fazer.

    ResponderExcluir
  146. Coloquei película no meu carro mas só pra escurecer um pouco (o vendedor até me disse que a que eu escolhi - a com maior visibilidade-era "muito fraquinha"). O fato é que sou branco-escritório e míope. Não consigo usar lentes de contato, por isso não uso óculos escuros, de modo que vidros totalmente transparentes agridem muito a minha visão. Sem dúvida que em estradas mal sinalizadas à noite e em chuva torrencial, mesmo os meus vidros pouco escurecidos atrapalham, mas como não são situações do dia-a-dia me contento em ter esse pequeno inconveniente.

    Ricardo

    ResponderExcluir
  147. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  148. Concordo com o Box666, viva as liberdades individuais!

    Não quero viver em uma Cuba, Irã ou Coréia do Norte.

    "Esse blog tá perdendo muito tempo com coisas superficiais."

    Haha, com certeza. Mas não somos nós quem escrevemos as matérias

    ResponderExcluir
  149. hipócrita26/04/11 23:38

    A verdade é uma só: se as pessoas realmente dessem a SETA quando é preciso, a "comunicação" já melhoraria 150%!!!

    E tenho dito!!!!

    ResponderExcluir
  150. O 666 acredita que nos EUA se pode usar película em todos os vidros?

    Muda de blog, aqui não é pra moleque desinformado.

    ResponderExcluir
  151. Uso a película pois tenho medo que roubem meu som, nunca me atrapalhei por causa dela e mesmo a noite e/ou com chuva eu enxergo bem.

    ResponderExcluir
  152. Gustavo Cristofolini27/04/11 01:23

    Somos o pais da falta de bom senso. Eu tenho carro com pelicula (20% em tudo e 70% no parabrisa), com engate (utilizo uma carretinha eventualmente), com farois de xenon, com luz de neblina traseira, com farois de neblina. Entretanto, atendo a lei do xenon. Farois com regulagem de altura e lavador de farois (que não resolve muita coisa. Já houve um post, se nao me engano do Bob explicando que farol tem que estar regulado e não necessáriamente limpo). Não esta documentado, dane-se, estamos no Brasil e a epidemia de multar quem tem xenon já passou. Procuro manter sempre regulados os farois, pois sei que ofuscam menos quem vem em sentido contrario e eu enxergo melhor a rodovia. Luz de neblina traseira eu NUNCA LIGO. Aquilo é horrível aceso e só atrapalha. Farois de neblina dianteiros eu usava antes do Xenon, hoje nem ligo mais tambem, mesmo sob neblina. São uteis em rodovias mal sinalizadas, pois iluminam bastante para os lados (caracteristica de todo farol de neblina). O vidro ta escuro, é de noite e não exergo para fora? É simples, é só baixar o vidro. Engate? Eu uso para trabalhar. Não tem cabimento eu comprar um veiculo de carga pra usar uma vez por mes, pagar mais ipva, licenciamento, etc. Voce estacionou e bateu? Problema seu, meu carro esta de acordo com a regulamentação, tudo brilhando. Quem sabe da proxima vez olha para onde esta indo, ou tenta regular os farois ou quem sabe um xenon. Uma coisa eu acho interessante. Dinheiro para comprar medidor de transparencia os caras dão jeito de comprar. Consertar, sinalizar rodovias não tem como. Como falei, é o pais da falta de com senso.

    ResponderExcluir
  153. o cara estraga um farol original, perfeito,e coloca uma adaptaçao que só existe aqui, e ainda vem falar de bom senso...

    ResponderExcluir
  154. BOX666,

    Usar lanterna traseira de neblina sem necessidade não é detalhezinho.

    Talvez não te incomode, mas incomoda (e muito) quem tem fotofobia. É o meu caso.

    Abs

    ResponderExcluir
  155. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  156. Pedro a história da luz de neblina foi só um exemplo das queixas do Bob, ele implica até com gente que chama dois elevadores em vez de um, acha um absurdo... Dificil de conviver com ele, hehe. Mas é incômodo mesmo, até p/ quem possui vista normal, o engraçado é que esse povo NÃO USA isso quando tem neblina, prefere ligar o pisca-alerta andando) Só aqui mesmo!!

    E não disse que nos EUA se pode usar filme em todos os vidros sem nenhuma regulamentação. Inclusive morei na Califórnia por um tempo.
    Só que lá é outra realidade, aqui se filma vidros por segurança, apesar de vcs "sem noção" confiarem 100% na in-segurança de nossas ruas. Prefiro ser fora-da-lei do que vítima.

    ANONIMO: MOLEQUE É VOCE, SEU INUTIL. NÃO FICO ME ESCONDENDO QUERENDO DAR UMA DE ESPERTINHO COMO VC. VÁ SE CATAR, IDIOTA.NEM DIRIGIR SABE PELO JEITO.INÚTIL.

    ResponderExcluir
  157. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  158. Algém conhece o filme polarizado? Só vi nos Eua. De dentro para fora, parace que não tem polícula, só um vidro verde, e de fora para dentro fica bem escuro.

    ResponderExcluir
  159. polarizado? show heim! reflexo 0!
    Será que chega um dia pros tupiniquins?
    Aqui o melhor que conheço/uso é o PAP.

    ResponderExcluir
  160. Ricardo
    Há muito que não existe mais vidros totalmente transparentes. São todos esverdeados nos limites legais.

    ResponderExcluir
  161. Película G35 não atrapalha para dirigir em hipótese alguma, nem quem está atrás que consegue visualizar o carro da frente e seu break light.

    Atrapalha mesmo é o BOB que fuma no carro, joga bituca na rua e deleta os comentários que tem oponiões contrárias as dele!

    Veja se ele apagou o post do anônimo que chama as pessoas que usam insulfim de Bibinhas...

    BOB NAZISTA!

    ResponderExcluir
  162. Judeu
    Prerrogativa de administrador do blog. Não está satisfeito? Não leia o AE. Fumar dirigindo é proibido desde quando? E quem lhe disse que jogo ponta de cigarro na rua? E você sabe o que é nazista?

    ResponderExcluir
  163. BOx666
    Não é utopia querer que as coisas melhorem. É consciência e responsabilidade. Porco é que curte chiqueiro, não eu.

    ResponderExcluir
  164. Vc tem todo o poder nas mãos Bob, mas acho muito arbitrário vc excluir postagens que não contém ofensas ou palavrões, mas que batem de frente com o que pensa. E deixa outras com teor ofensivo mas que lhe agradam.

    Nazista eu não conheço, mas tive diversos parentes que tiveram o desprazer disso...

    ResponderExcluir
  165. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  166. Voltando ao post: Essa história de proibir vidro filmado vai ser fogo de palha>>>>

    Igualzinho aos bafometros, lei seca, pontos na carteira.... multam 1 mes e depois esquecem (até mesmo por falta de recursos)


    E viva o Insulfilm!!


    BOB - Já perdi o respeito por esse "país de tolos" BraZil. Já começou mal sendo colonizado por Portugal (rima involuntária) Se tivessemos sido colonizados por ingleses como foi a Australia....Estariamos andando de Holden Commodore e não de Celta.(hehe) Good luck man!!

    ResponderExcluir
  167. Sr. Bob apague o comentário deste moleque que lhe chamou de "nazista" uma agressão gratuita e injustificada.


    Totalmente absurdo, não cabe uma declaração infeliz como essa aqui, inclusive isso é CRIME passível de processo por calúnia e difamação. É revoltante a atitude de certas "pessoas" de má indole.

    ResponderExcluir
  168. Vejam bem, já tive diversos carros sem película, com pelicula fraca, média e agora estou utilizando G5 preta em todo o carro (exceto o para-brisas)

    É realmente ruim de dirigir a noite e para manobrar.Quando a visibilidade está muito baixa, em garagens por exemplo, eu abaixo os vidros para poder enxergar. Mas o motivo que coloquei esta pelicula foi justamente por questão de privacidade. É muito bom você ficar no seu mundinho. Os motoqueiros param do seu lado, olham pra dentro do seu carro e não enxergam nada; os mendigos nem param para pedir dinheiro, pois não vêem nada; aquele pessoal que adora entregar panfleto também passa batido; e a melhor parte, posso até mesmo deixar o som no carro ou alguns objetos pessoais que ninguém verá que estão ali. Pelicula estilo saco de lixo pode ser coisa de bandido, mas não devo nada para as autoridades então se quiserem me parar estou com tudo em dia.

    Portanto, acho uma palhaçada eu ter que tirar meu insufilm por causa de mais uma lei idiota que existe por aí.

    ResponderExcluir
  169. Alexandre Freitas16/05/11 01:58

    Quanto a um comentário anônimo aí acima, lembro que tentar ridicularizar um indivíduo referindo-se pejorativamente ao seu local de origem, cor da pele, crença, orientação sexual, características físicas, classe social, etc é totalmente inaceitável por ser um ato preconceituoso e ignorante e que insulta pessoas que não têm nada a ver com o problema.
    Mas o conceito não é ruim e funciona muito bem com algum termo que descreva somente o indivíduo, como exemplo:
    Som de retardado;
    Luz de retardado;
    Escapamento de retardado;
    Manobra de retardado;
    Comportamento de retardado;
    E tantos outros, pois falta de cidadania e respeito ao próximo só pode ser alimentado por retardamento mental.

    ResponderExcluir
  170. Olá!!
    A pelicula foi uma das melhores invencoes já feitas.
    Para quem viaja muito ela se torna uma ótima aliada, pois ajuda no bloqueio do reflexo solar. Protege partes internas do veiculo e inclusive no trincamento dos vidros, principalmente, para-brisas.
    Eu particularmente não vejo problema algum em ter pelicula mais escura que o permitido. Não atrapalha em nada, inclusive à noite.

    ResponderExcluir
  171. Tive 4 carros, em todos utilizei peliculas de 20%, e na frente a mais clara de todas, durante 10 anos e nunca bati ou colidi com qualquer carro.
    A pelicula solar, alem de inibir a entrada dos raios solares, que colabora com nossa pele e conservação do veículo, também contribui a noite, para um melhor conforto visual, ao utilizar o espelho retrovisor, além de melhor o desempenho do ar condicionado, diminuindo a carga de ar quente que vem de fora.
    Também acredito que existe uma inibição de assaltantes ao se deparar com veículos os quais são impossiveis de identificar os condutores e o interior do veículo. Diversas pesquisas ja foram feitas sobre as peliculas, na quesito segurança, e até na proteção do vidro dianteiro melhorando sua resistencia ao impacto de objetos.
    Essa historia de tentar ver através do vidro do veículo da frente, na minha opinião é mito e induz a um ato de imprudencia, pois pode induzir ao erro. Manter sempre a distancia é o mais correto. Ver quem está dirigindo??? Para que? Se ele for dar ré, a luz indica, se for dobrar existe as setas... Acredito que cada condutor tem o direito de usar o que for mais confortavel e conveniente... E aposto que os veículos da PRF irão continuar a utilizar a película.
    Os itens de segurança que devem ser fiscalizados.

    ResponderExcluir
  172. Eu acho o Insulfilm um item de segurança indispensável. Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  173. Joel Juarez11/06/12 11:47

    Insulfilm dá privacidade, conforto, segurança e fica bonito. Quem não gosta não usa, simples assim.

    ResponderExcluir
  174. concordo com o Joel Juarez, quem não gostar, ou não quizer q não coloque!! Afinal vc não está sendo obrigado a por! Mas não vem tirar o direito e vontade de quem quer ter!!! COLOCA QUEM QUIZER, já pagamos impostos e taxas demais pra vir nego falar o que podemos ou não podemos fazer nos nossos carros q pelo q pagamos mais parece ser alugado do governo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 15/06/12 19:28
      Não é assim como você pensa. Existe norma a respeito que tem força de lei.

      Excluir
  175. Tanta coisa mais importante pra se preocupar! Se é assim tinha que proibir andar com óculos escuro tb!

    ResponderExcluir
  176. sIQ
    Por acaso se usa óculos escuros à noite? E isso é importante sim, trata-se de visibilidade do motorista.

    ResponderExcluir
  177. Comentar leis brasileiras, é o mesmo que cuspir para cima e abrir a boca! Porém infelizmente, às vezes, temos que o fazer!!!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  178. Boa noite,

    Películas antivandalismo transparente precisam da chancela? O policial pode multar por não têm-las?

    Grato

    Milton

    ResponderExcluir
  179. Milton
    A chancela não é obrigatória, é apenas esperteza dos vendedores/instaladores de películas para ludibriar a fiscalização. Nada de multa por não tê-las.

    ResponderExcluir
  180. Boa noite Bob

    Acredite tirei um Civic EXR 2014 na 6ª feira e pedi pelicula antivamdalismo transparente e puseram G20. Amanhã vão troca-la e um amigo me mostrou o código do DENATRAN e entendi que os policiais podem multar caso a pelicula não tenha a transparência mínima nos vidros ou se não houver carimbo legível na pelicula

    Então imagino que devo pedir para que carimbem a pelicula transparente?

    Grato

    Milton, do comentário anterior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Milton,
      A película transparente não se deixa notar, portanto o carimbo é desnecessário. E acho que nem existe carimbo "0".

      Excluir
  181. De Milton para Bob

    Muito bons seus artigos, parabéns

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...