Google+

20 de abril de 2011

SOLTA AÍ UM MERCEDES SLK 55 AMG PRO BAM-BAM!

Fotos: autor


Não estou brincando. Acho mesmo que todos os fabricantes de carros médios e grandes deveriam copiar a modulação dos comandos dos modelos da Mercedes. Muitos se restringem a copiar suas linhas, enquanto que, para mim, o que os modelos da marca têm de melhor é a sensação de prazer que temos ao dirigi-los.

A direção tem o peso e a resposta corretos. O pedal do freio tem peso e progressividade corretos. O pedal do acelerador tem a progressividade correta. Não posso falar sobre o pedal de embreagem nem sobre o trambulador de câmbio dos Mercedes modernos, pois todos os modernos que guiei eram automáticos, porém os antigos os tinham dentre os melhores de suas respectivas épocas. Os caras são mestres nisso.

Comandos perfeitos, leves e precisos
Isso significa que logo na primeira saída com o carro sentimos que ele responderá sem surpresas desagradáveis aos nossos comandos. Não temos que ir gravando pequenos alarmes em nosso subconsciente, do tipo “fique alerta com os freios, eles são muito repentinos, pise maciozinho senão ele estanca”, “fique alerta com a resposta do volante, ela é muito lenta”, ou “ela é muito rápida”, “muito leve”etc. Com os Mercedes tudo acontece como naturalmente esperamos. Então, esse acerto perfeito imediatamente nos deixa à vontade para guiarmos sem incômodos, sem pedrinhas no sapato.

Não é por mero acaso, não. É inteligência, tradição. É resultado de experiência acumulada e não experiência jogada fora. Jogada no lixo, como muitas vezes vemos em outras marcas que já tiveram carros bons e parece que esqueceram e os pioraram. A Mercedes tem boa memória e só melhora.

Outro item perfeito nos Mercedes é a ergonomia. Os bancos gostosamente envolventes e almofadados na dose certa – e essa dose depende do propósito a que o carro se destina; se é um esportivo eles são mais duros e justos, para passar mais informações ao motorista –, o alcance aos comandos, a posição dos pedais, a posição do volante. Tudo está colocado no lugar certo e feito do jeito certo.

Os bancos são o que há de melhor

Esses itens já evidenciam que quem fez o carro sabia fazer carro, e não só sabia fazer uma boa máquina. Tem diferença nisso, sim. Carro bom é mais que uma máquina de locomoção, é uma máquina que se destina a dar prazer a quem sabe saborear.

E é nessas que entra o Bam-Bam na história.

O anigo Bam-Bam todo contente
 O Bam-Bam é meu amigo desde criança e grande velejador. Foi ele quem me ensinou a velejar e foi ele quem me ensinou que devemos pilotar barcos com muita suavidade. O leitor pode crer que se o barco estiver batendo e a viagem estiver sendo sofrida, tipo o barco volta e meia fugindo dos seus pés, que esteja certo que o piloto é bração e é bom ir vestindo o colete salva-vidas.

Então o Bam-Bam, cujo apelido provém de sua força natural tipo urso branco, está solteiro, tem um jipe Tucson pra detonar no dia a dia e está a fim de comprar um carrinho esporte pra de vez em quando viajar gostoso do jeito que todos aqui gostamos.

Por sorte ele veio dizendo que queria um SLK usado. Ótimo, porque pra começar os Mercedes são uns tanques de guerra. Estão entre os mais duráveis e resistentes. Se acharmos um bem cuidado, será muito provável que o Bam-Bam não tenha problemas com o carro. Outra, o SLK é conversível; sua capota rígida se dobra pra lá e pra cá e se amarfanha e entra pra dentro do porta-malas com um apertar de botão. Temos aí dois bons mundos, o silêncio dos cupês e a sensação de liberdade dos conversíveis. Fora o que é bonito, bem estruturado e compacto. SLK vem de Sportlich, Leicht und Kurz, ou seja, Esportivo, Leve e Curto.

Aa capota rígida fica guardada e bem arrumada no porta-malas
Bom, então o Bam-Bam tinha que andar num SLK antes de ficar sonhando e procurando um. Vai que ele guia um SLK e não gosta? Isso é raro, mas pode acontecer.

Eu tinha visto que a loja Só Veículos, na Av. Europa, 829, em São Paulo (www.soveiculos.com.br), tinha um SLK. Pedi para darmos umas voltinhas com o carro. Tudo bem, mas só que esse não é um SLK comum, esse é um 55 AMG, o que significa que em vez dele ter um 4-cil ou um 6-cil – como são os SLK normais –, ele tem um V-8 de 5,5 litros preparado pela AMG, a divisão da Mercedes que oficialmente envenena seus modelos. Esse aí produz 360 cv a 5.750 rpm e 38,3 mkgf a 4.000 rpm – um motorzaço, apesar da potência específica não ser nada alta: 65 cv:litro.

V-8. 5,5 litros, 360 cv e 38,3 mkgf

Assista os dois breves vídeos e ouça o V-8 e veja como esse SLK freia (vídeo 1 e vídeo 2).

O câmbio é automático de 6-marchas, com opção de trocá-las tanto nas borboletas que ficam atrás do volante quanto com toques na própria alavanca. Andei, testei algumas vezes, e volto a me certificar de que na prática só servem para descer a serra na marcha escolhida, e olhe lá. Explico.

O motor, claro, é um canhão. V-8 da AMG, não precisa de comentários redundantes. As trocas de marchas quando no modo automático são perfeitas. Rápidas, o giro cai pouco, são 6 marchas, então a mais alta entra ainda dentro da ampla faixa de torque, então é pegada forte o tempo todo: 0 a 100 km/h em 4,7 segundos e segue subindo forte. O galho fica para quando resolvemos trocar as marchas nas borboletas, porque esse câmbio ao passarmos de giro – faixa vermelha a 6.700 rpm – não mete a marcha superior. Tudo bem, gosto disso, já que ele obedece e boa. O galho é que ao passar de giro ele corta e nos pune feio, ficando cortado um tempão, parece que de bronca, mesmo quando à primeira cortadinha logo tocamos a borboleta pedindo marcha superior. Entra a marcha superior e ele continua cortado um tempão; como disse, parece que nos punindo “Olha aí, seu bruto, veja se não faz mais isso! Veja se aprende!”.

O resultado, então, é deixar no modo automático, pois ele sabe tudinho o que deve fazer. As trocas saem perfeitas e não tem essa de cortar motor. E sem essa de “ajudar os freios reduzindo marchas”. Isso já era. Ali tem freios de sobra e a reduzida na prática não ajuda em quase nada. Então, pé no freio, que ele freia uma barbaridade e não se cansa de fazê-lo.

Ele não é levinho como sugere o “Leicht”, mas não chega a ser pesado: 1.500 kg. Está na média dos esportivos atuais, o Porsche 911 Carrera pesa mais ou menos isso. Tem entre-eixos de 2.400 mm e o motor até que é bem recuado. Tem boa distribuição de peso e não sentimos a frente pesada. Traciona barbaridade. É ágil, rápido e... confortável. Ninguém vai reclamar de falta de conforto. Então é um esportivo de alto desempenho que não abre mão de um sofisticado conforto – atende a gregos e troianos, ou melhor, às gregas e troianas, porque o Bam-Bam não abre mão de nada, nunca.

Pena que esse AMG está acima do valor que o Bam-Bam se dispõe a gastar. Se alguém souber de um SLK com pouco uso, V-6, nos trinques, cor prata, a “oficial” dos esportivos alemães, avise aí. Ajude esse meu amigo, tadinho, porque estará me ajudando por tabela, já que carro dele eu pego a hora que eu quiser.


AK

AVISO AOS LEITORES:
Devido aos feriados de Tiradentes e Paixão, só haverá um post por dia de amanhã (21) até o próximo domingo, sempre às 13 horas, voltando a frequência normal de dois posts diários na segunda-feira 25.

18 comentários:

  1. Ô Keller, faltou só dizer se o Bam Bam gostou do carro (como se não soubéssemos a resposta...)

    ResponderExcluir
  2. Arnaldo,
    o que voce escreveu no começo do texto me lembra um slogan que a marca usava há uns anos:
    " Engineered like no other".
    O triste é que tem um monte de gente que diz que hoje Mercedes não tá com nada.
    Estão enganados, certo ?

    ResponderExcluir
  3. Caio Cavalcante20/04/11 09:54

    A Mercedes Benz respeita tanto a sua memória que é possível conseguir na fábrica qualquer peça de qualquer carro já fabricado por eles:

    Arnaldo,
    Pra você, qual fabricante mais se aproxima da Mercedes na precisão dos comandos?

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. AK,

    Desde o post sobre a viagem aos alpes suiços do MM, eu não tirei este carro da cabeça. Mercedes é F***, dizaê!!! E o que foi aquela trip? Sonho!
    Puuuts! Agora o Bam-Bam foi testar logo um AMG... Corre o risco de sentir um pontinho de frustração ao dirigir um SLK "manso"... A sensação de poder deste carro deve ser das grandes... Lembro uma vez na Rio-Santos um cara me passou com uma caranga dessa... Pensei que tinha sido ultrapassado por um MiG... hehehe

    Valeu AK, sempre bom ler seus posts logo pela manhã...

    Abs

    ResponderExcluir
  5. Thales SR,

    A foto do figura já diz se ele gostou ou não. A baba do queixo foi tirada antes da foto.

    Juvenal,

    O jeito que eles caminham...
    Carro é que nem cavalo. Logo a gente sente se o bicho é atrapalhado ou se é sério, tem ritmo e sabe onde bota as patas.
    E os cães ladram e a caravana passa.

    ResponderExcluir
  6. Caio,

    Não são só os Mercedes que são bons assim. Os BMW de 90 pra cá ficaram bons também. Os Jaguar também. Isso pra não falar de esportivos puros, que aí a gente cai nos Ferrari e Lotus e tem um xilique de prazer.

    ResponderExcluir
  7. Fala pro bam-bam vender a tucson e comprar a SLK AMG!!! hehehehehe

    Depois ele compra outro tucson numa promoção dessas aí q a Hyundai volta e meia faz....

    ResponderExcluir
  8. Essa "merça" deve empurrar que é uma barbaridade, parece tudo feitinho no ponto para quem gosta de dirigir de verdade.

    Mister Fórmula Finesse

    ResponderExcluir
  9. Em qual email posso passar a dica do carro ? Tem que ser automatico ?
    Abracos!

    ResponderExcluir
  10. Johnconnor(old rocker)20/04/11 13:51

    E se não bastasse toda técnica,eletronica,refinamento,design e excelencia que as Mercedes carregam ainda tem o fato de serem carros que entra ano e sai ano e não desvalorizam.Ao contrario algumas como as AMG até valorizam.É um sonho ou não é??

    ResponderExcluir
  11. O carro é lindo e muito animal !

    Só não entendo porque esse motor é tão amarrado pela AMG, tudo bem que poderia roubar as vendas de outros carros da marca, mas deveria render uns 450cv no minimo !

    No mais tudo beleza!

    ResponderExcluir
  12. Fala Arnaldo , nada a ver com o post mas estou sentindo falta das sua matérias na Hardcore ...comentei até aqui no Rio com o Marreco...
    se não lembra de mim tenho aquela Alfa amarela do Nestor Salerno...

    abraços

    ResponderExcluir
  13. Anônimo que tem a dica do SLK,

    pode passar para o meu email mesmo: arnaldokeller@yahoo.com.br
    O Bam-Bam prefere automático, mas eu prefiro o manual... Talvez eu consiga convencê-lo, se o carro estiver jóia.

    Dinho Amaral,

    cara! Esse seu Alfa sport feito pelo Nestor é uma coisa de louco. Esse é o fino. Legal que ele esteja com você.
    Sobre a Hardcore: cansei um pouco de escrever sobre histórias de surf. Mas dependendo, volto. Obrigado por dizer isso.

    ResponderExcluir
  14. Ronaldo Nazário20/04/11 16:49

    Ai AK que inveja!!!
    Inveja, inveja que inveja!!!
    O mercedes pode até ficar para depois, mas dar uma volta com esse gostoso do lado... ai, ai, ai...
    Ele tem um bração heim!!
    Eu é que queria estar passando as marchas... e não você, um velho feio...
    Eu topava até ficar caçando mercedinhos assim só para ele experimentar juntinho comigo... hum, hum...

    ResponderExcluir
  15. kkkk... olha o Ronalducho aí AK... Quer conhecer o Bam-Bam-Bam do pedaço...

    ResponderExcluir
  16. O torque não sería 51kgfm!!!!!

    ResponderExcluir
  17. João costa de souza21/04/11 11:29

    DESOUZATECH
    Gostaria de ler no AUTOentusiastas
    uma serie especial sobre
    OS ESPORTIVOS NACIONAIS:
    MIURA,PUMA,DARDO,SM,SQUALO,FARUS,
    BIANCO e os novos LOBINI e SANVITO

    ResponderExcluir
  18. Com um motor desses, um câmbio de três marchas já daria conta do recado... com seis, então, deve ficar perfeito.

    E, falando em marcas que já tiveram carros bons e parece que esqueceram e os pioraram, aquela chave no painel é de um Celta?

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...