Google+

28 de maio de 2011

REPÓRTER AÉREO COM DIAS CONTADOS

O Google oferece já há algum tempo em sua ferramenta gratuita Mapas, a possibilidade de consultarmos como anda o trânsito nas principais vias da cidade. Tenho utilizado com frequência o recurso e me surpreendido com a precisão das informações.

Normalmente, ao sair de casa, a primeira coisa a fazer era sintonizar o rádio na estação que periodicamente fornecia informações do trânsito diretamente do repórter aéreo. Mas na maioria das vezes, o repórter está dando informações da zona sul e você está na zona oeste. E vice-versa.

No final das contas, quando ele resolvia passar informações do trânsito de seu bairro, você já estava dentro de um baita engarrafamento. Lá de cima ele tem visão privilegiada, mas tem que passar informações em poucos segundos, sem falar que em dias de tempo ruim o helicóptero nem sobe.

De uns tempos para cá, tenho utilizado o recurso do Google no celular, e tem ajudado bastante. Ontem mesmo fui a Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e na ida o mapa no celular indicava trânsito lento em um trecho da pista sentido Rio. Bingo, quando cheguei no local indicado, pude ver a pista em sentido contrário quase parada.

Resolvi o que tinha que resolver em 15 minutos e antes de voltar consultei de novo o celular, a faixinha vermelha continuava lá. Não conversei, fiz um caminho alternativo usando a Via Light e fugi do trânsito. Horas depois liguei para meu irmão que acabara de chegar ao Rio vindo de SP e ele confirmou o trânsito na Dutra naquele local, por conta de uma obra sendo executada.

Ainda não sei bem como funciona, já li em alguns lugares que ele utiliza a informação de aparelhos com GPS rodando o Google Mapas, e a partir daí consegue calcular a velocidade média de deslocamento naquele trecho. Se for assim, com o aumento de pessoas usando smartphones e, consequentemente o aplicativo, teremos um retrato cada vez mais fiel do trânsito das nossas cidades. Que assim seja.

AC


3 comentários:

  1. Atualmente esses recursos só vem pra somar pontos positivos, tanto para evitar o stress no tânsito quanto chegar mais rápido ao destino

    Meu irmão comprou um GPS recentemete e já fiquei espantado com a variedade de recursos disponíveis. O curioso é que, segundo andei lendo, esses tipos de GPS já estão com os dias contados pois hoje os celulares já o fazem e com mais precisão como já dito no post. Pena que, para muitos, essa tecnologia ainda é um tanto custosa.

    Que venham mais novidades :D

    Abraços
    Kiko Molinari

    ResponderExcluir
  2. AC, concordo plenamente com o post. Se tornou rotina pra mim consultar o Google Maps para verificar a melhor rota sempre que saio do trabalho em direção à minha casa. E sempre dá certo.

    Grande abraço,

    MS

    ResponderExcluir
  3. Alexandre,
    as informações de trânsito do Google não são muito precisas, na minha experiência (e muito escassas, só constam poucas avenidas). Acho que eles pegam os dados da CET-SP, nada confiáveis.
    O sistema da Maplink é bem melhor (me parece que estes sim usam dados dos navegadores em movimento).

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...