20 de junho de 2011

PROBLEMA DE CARBURADOR

Carburador duplo de Passat TS

Na velha linha de um assunto puxar outro, todos que já mexeram ou mexem com carburador enfrentaram problemas, uns mais, outros menos graves. Mas o fato é que durante uma grande parte da história do automóvel ele imperou absoluto e aprendemos a conviver - bem - com ele.

Quando o Passat TS surgiu em 1976, com carburador duplo, impressionou pela fome de andar. Na época era empolgante acelerá-lo. Eu era concessionário Volkswagen e, como fizera no lançamento do Passat dois anos antes, coloquei um TS para ser experimentado pelo clientes.- mas nada de "Venha fazer um test-drive", bem entendido...

Com o carro vendendo bem no Brasil inteiro, não tardou a aparece problema de marcha-lenta irregular e consumo elevado. Ocorria com frequência alarmante. A causa, invariavelmente, era nível da cuba alto demais. Com filtro de ar removido via-se pingar gasolina pelo bico do injetor. Corrigir era fácil, aplicar mais uma ou duas juntas entre a válvula-esitlete e a tampa do carburador. Só que o problema voltava.

Não tardou para constatarmos que a causa da desregulagem do nível era boia pesada.  Mas, como, pesada? Seria erro da fábrica? Impossível. A resposta logo veio: a boia se encharcava de gasolina, seu peso aumentava e sua flutuabilidade diminuía. Em conseqüência, o nível da cuba subia e passava do limite. E o processo de encharcamento era contínuo, por isso ajustávamos o nível da cuba e o problema voltava.

Mas isso é fácil, basta trocar a boia, é o raciocínio lógido. Claro que é, mas cadê boia de reposição? O carburador era importado e a fábrica não tinha a boia para fornecer em quanidade suficiente para deter a "epidemia". Além disso, não resolveria o problema em definitivo, pois a nova boia também se encharcaria em pouco tempo.

A dedução do motivo do encharcamento era a boia, maciça, feita de poliuretano, não ter ido prevista para funcionar em meio a gasolina com álcool, que na época andava pelos 7 por cento. A camada de um plástico envolvendo o poliuretano não resistia ao ataque químico do álcool e deixava a boia encharcar-se.

Tive que dar um jeito, pois o cliente não podia ficar com o defeito, que era muito desagradável, além de elevar o consumo.

A solução até foi simples, usar a boia do carburador de corpo simples do Passat L/LS, que era feito no Brasil e que era oca, não furando nunca.

Um pequeno ajusta na hasta da boia e experiências de acerto do nível com a boia "enxertada", e foi encontrada a solução emergencial. Era o carro entrar na oficina e trocar a boia, enquanto o cliente tomava um café. A solução de emergência era definitiva, nunca mais o ocorria o problema, evidentemente.

Para ter certeza da medida corretiva, lembro-me de ter feitos testes em curvas longas para assegurar-me de que não haveria falta devido à força centrífuga.

Muito bem, problema técnico resolvido, mas como ficava a questão da garantia? Tinha o cliente que arcar com a despesa de peça e mão de obra? De modo algum. A Volkswagen, pelo escritório regional do Rio de Janeiro, autorizou  o serviço de troca da boia em garantia. E não só isso, passou a nos encaminhar os TS com esse problema. O representante de assistência técnica Ronaldo Berg, hoje gerente de competições da Peugeot, e o gerente regional Miguel Barone, demonstraram grande responsabilidade e respeito pelo cliente ao assumirem e autorzarem a medida corretiva de um concessionário.

Sou capaz de apostar que ainda deve ter TS com boia de LS por aí...

BS

36 comentários:

  1. luizborgmann20/06/11 10:48

    Essa artimanha eu não conheci, tive dois TS (78 e 80) e lembro de que a lenta era realmente um problema. Ainda tenho um desses Solex made in Germany 32/35 TDID guardado. Muitos deles foram retirados dos TS posteriormente, devido a falta de peças de reposição, e substituidos pelos miniprogressivos nacionais. Valeu pela matéria, muito boa.
    luiz borgmann

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo Laranjo20/06/11 11:12

    Eu tive um TS branco "quatro faróis redondos" com o famoso "carburador alemão". Realmente era um carro delicioso. Se eu soubesse...

    ResponderExcluir
  3. Pois é... meu pai acabou achando essa solução também na marra no TS 78 que tivemos em casa, depois de apanhar que nem gato morto....

    Hoje no meu L 75 4portas uso uma boia do solex simples (sim, uso o solex duplo) e não apanho mais desse problema.
    Inclusive tenho um catálogo que já tem como ítem essa bóia do simples como disponível para o duplo.

    ResponderExcluir
  4. Puxa, vida, Bob. Se os donos de concessionária ainda fossem - será que foram, um dia? - como você foi, o desespero que os donos têm ao deixar o carro na concessionária seria quase nulo. Ter o capricho, aliás, capricho não, responsabilidade, de testar o carro em curva longa para verificar se a solução era de fato solução; não consigo imaginar isso hoje em dia.

    Na última revisão do meu carro, um Corolla, revisão de 50.000 km, quase condenaram o carro, e ainda se propuseram a comprá-lo no final, para eu pegar um novo. Inventaram uma diversidade de defeitos em um carro que estava perfeito. Mas, esperar o que de uma concessionária em que tive que ligar desesperado, pois, ao conferir a ordem de serviço, havia visto que erraram a quantidade de óleo que vai no motor do meu carro? Isso sendo a Toyota, que de acordo com a pesquisa da Quatro Rodas, tem índice de aprovação de pós-venda altíssimo. Conversa fiada! Meu carro acabou de sair da garantia e, assim como fiz com todos os outros, passarei a levá-lo ao meu mecânico de confiança. Achei que com a Toyota seria diferente. Que ilusão.

    ResponderExcluir
  5. Acho que todos esses problemas que tínhamos antigamente por causa dos carburadores serviram de inspiração para as concessionárias empurrarem aos consumidores a famigerada "limpeza de bicos". Há mais de 10 anos trás fui consultor técnico de uma concessionária VW e era praticamente uma instituição que qualquer carro novo na sua primeira revisão tinha de passar por "limpeza de bicos". E coitado do cliente que resolvesse não concordar. Nunca concordei com essa prática.

    OFF TOPIC: Bob, você tem conhecimento de algum Fusca Última Edición mexicano aqui no Brasil? Eu vi 2 Fuscas "diferentes" numa garagem de um prédio no Campo Belo hoje pela manhã e fiquei surpreso ao ver pelo número do chassi no vidro que eram carros modelo 2004. Olhei de perto e vi vários detalhes diferentes e constatei serem desses modelos. A VW os trouxe oficialmente pra cá?

    ResponderExcluir
  6. Matuck, pensei o mesmo que vc. Hj em dia a maioria dos donos de concessionária sao homens riquissimos que nao se atrevem a se melar de graxa e nem conhece todas as versões dos carros que vendem. E muitas vezes nem andam nos próprios carros que vendem, mas sim de BMW, Mercedes, Porsche.

    ResponderExcluir
  7. Bob, por favor, monte uma concessionária Volkswagen aqui na minha cidade. Creio que aqui deva ser a pior do Brasil. Sei de cada notícia escabrosa a respeito da qualidade de serviços.
    Comprei um Gol Rallye em 2005 e nunca levei ele lá, nem na garantia. Meu manual está em branco e continuará assim.

    ResponderExcluir
  8. Meu pai teve um TS 77 na cor creme , 4 farois na frente...
    Era muito crianca, mas, esse carro me marcou e foi um dos carros que ele teve que mais gostei...
    Lembro que o painel era completo , cheio de reloginhos que me fascinavam e tinha um volante esportivo de grande diametro.
    As grossas faixas laterais com o logo TS pareciam feitas de fita isolante e se desprendiam com o tempo..
    Diziam que esse carro andava junto com os Dodges / Mavericks V8 e os saudosos Opalas/Caravans 250-S. E verdade Bob ?
    Adoraria ter um desses hoje em dia.. , porem acho que sao rarissimos de se achar e devem valer mito $$$$!

    ResponderExcluir
  9. André Mondino,
    Na época, julho de 2003, soube-se que a VW importaria 15 unidades do Última Edición. Conheço dois, de amigos meus.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo 20/6 14:26
    De fato, com potência líquida de 80 cv e Opala não S com 118 cv, Maverick V-8 com 135 cv e Dodge Charger R/T com 140, e considerando o peso bem menor do TS, os grandões penavam, especialmente se houvesse curvas pelo caminho.

    ResponderExcluir
  11. Andre,
    creio que existam cerca de meia dúzia desses fusca 'Ultima Edición' aqui no Brasil, inclusive já vi um a venda na internet.

    ResponderExcluir
  12. Bob, mudando de assunto, queria tirar uma duvida com você, pois é um assunto polêmico e preciso de uma fonte confiavel. tenho um celta 1.0 ,2008 com 50.000km e uso oleo pra motor API 15w40 semi-sintetico, conforme recomendado pelo manual. Mas ja usei durante os 15.000km iniciais 5w30 sintetico, também contemplado no manual. recentemente comparando essas duas especificaçoes eu vi que a 40°C o 5w30 é bem menos viscoso que o 15w40. entao fiquei com a pulga atras da orelha.
    como gosto muito do meu carro e quero ficar com ele muito tempo gostaria que me desse uma ajuda.

    usando o 5w30 protejo mais o motor na hora em que ele mais precisa? ou seja na partida à frio.

    faria o motor durar mais, ou seria só jogar dinheiro fora?

    desde ja agradeço e parabens pelos posts, são viciantes.

    ResponderExcluir
  13. Bob, mudando de assunto, queria tirar uma duvida com você, pois é um assunto polêmico e preciso de uma fonte confiavel. tenho um celta 1.0 ,2008 com 50.000km e uso oleo pra motor API 15w40 semi-sintetico, conforme recomendado pelo manual. Mas ja usei durante os 15.000km iniciais 5w30 sintetico, também contemplado no manual. recentemente comparando essas duas especificaçoes eu vi que a 40°C o 5w30 é bem menos viscoso que o 15w40. entao fiquei com a pulga atras da orelha.
    como gosto muito do meu carro e quero ficar com ele muito tempo gostaria que me desse uma ajuda.

    usando o 5w30 protejo mais o motor na hora em que ele mais precisa? ou seja na partida à frio.

    faria o motor durar mais, ou seria só jogar dinheiro fora?

    desde ja agradeço e parabens pelos posts, são viciantes.

    ResponderExcluir
  14. Sr.Sharp
    V. e o MAO ´tão me provocando com esses papos de carburador.Sãp muitas lembranças,de experiências felizes e outras nem tsnto,mas de qq. modo,sempre instrutivas
    Ha muitos anos,voltava pra casa no meio da noite,por uma estradinha deserta perto de são-joão-do-deus-me-livre e o KG 1500 começou a falhar e engasgar.Bão, parei e abri o capô e,do meio da escuridão,veio o bafão de gasolina:o H-30 babava combustivel por cada fresta,só esperando para começar um incêndio.Pancadinha pra lá e pra cá e a goteira não parava;acabei tirando a tampa do carburador,removendo(com alicate!)a valvula de agulha (tava travada com cisco) e remontando tudo de volta- no escuro!Sem perder um parafusinho ou uma arruelinha q. fôsse! Segui viagem me achando "o cara"!
    A vaidade cobrou o seu preço anos drpois, quando achei num desmanche um carburador do Corcel GT.(penso q.era o mesmo Solex TDID 32/35 do Passat TS,só q. era francês)Era grandão,linda carcaça de aluminio, completinho com coletor e filtro de ar! Como eu estava com a cesta cheia, o sujeito do desmanche me DEU aquela maravilha!O miseravel SABIA de alguma coisa...
    Achei,perdido numa concessionaria Ford,o kit completo de reparo-custou uma grana preta-e investi quase duas semanas na limpeza e montagem do meu tesouro e na instalação na amada Belina amarela, q. era a destinataria do presente.
    Funcionou? Sim! funcionou bem? JAMAIS,nem na minha mão,nem na de quem realmente entendia do assunto
    Nada como essas coisas para nos reconduzir à humildade...
    Mas,tem muitos "causos"mais.Preciso alugar uma audiência...

    Abs pra todos

    ResponderExcluir
  15. Gabriel
    Não se preocupe, com qualquer dos óleos o motor do seu Celta vai durar bem. Lembre-se de que não temos temperaturas baixas no Brasil a ponto de um óleo pouco viscoso quando frio fazer diferença. Sério que o manual manda usar óleo semissintético? Não é por recomendação da classificação API SH,SJ,SL,SM etc? Atente para o fato de que a indústria está baixando a viscosidade dos óleos visando redução de atrito, baixar consumo, reduzir emissões de CO2, esse tipo de coisa. Se eu fosse você ficaria no 15W40, pelo nosso clima, e sem desconfiança de tenha havido algum dano, mínimo que seja, por ter usado o 5W30. Confirme depois a instrução do manual, por favor.

    ResponderExcluir
  16. Bob
    Perdoe-me, me expressei mal. No manual 01/2008 Celta consta assim:
    Óleo de especificação API-SJ ou superior e viscosidade
    SAE 5W30*, 10W30, 15W40, 20W40 ou 20W50
    * O veículo sai de fábrica abastecido com óleo de classificação API-SL e viscosidade SAE 5W30.

    O semissintético foi por minha conta rs e obrigado Bob, vou continuar usando o 15W40, tranquilo agora! lembranças aos seus Celtas!

    ResponderExcluir
  17. Bob, excelente post, seus relatos desse tipo de solução simples e eficaz são fantásticos.

    Me desculpe pela intromissão mas como professor de física e admirador intenso de seu trabalho e desse blog não posso deixar que maltratemos Sir Isaac Newton e suas leis, força centrífuga não existe. O combustível se acumula em um dos lados da cuba do carburador durante uma curva pois, por inércia, o líquido, assim como tudo aquilo que tem massa, tende a permanecer em movimento retilíneo e uniforme segundo o Princípio Fundamental da Inércia, a primeira lei de Newton . Tenho certeza de que você sabe disso.

    Outra coisa, venho mais uma vez pedir encarecidamente para você nos brindar com histórias da época dos rallies. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  18. Já comentei por aqui do "atendimento" da Ford, referente a uma lampada encantada (a da injeção) no painel do Fiesta da minha mulher, e que ninguém conseguia resolver, até o cúmulo da recomendação para trocar todo o painel, que acarretou, inclusive a reprovação na Controlar.
    Pois bem, numa birosca aqui na av JOão de Lucca (sampa) encostei o carro meio desanimado, expliquei o problema, o carinha pegou o comp, plugou, chamou seus (dele) saravás e em 5 minutos deu o veredito : trocar o censor de velocidade.
    BATATA !!! resolveu o problema, 2 dias depois fui na Controlar e fui aprovado. O carro está com 23.000km e só troquei as velas a uns 3.000 km atrás, e mais nada.
    Detalhe adicional: no manual NÃO TEM nenhum carimbo de autorizada.
    E vai ficar assim, tal qual o amigo aí de cima.
    No meu carro só mexe gente em quem eu confio.

    ResponderExcluir
  19. e, apesar de tudo, prefiro um carbura que, ao menos me dá a possibilidade de um " remendÃo" emergencial que toda essa eletronica que, se der tilt, pode chamar o guincho...

    ResponderExcluir
  20. Sr. Sharp
    Administrávamos preventivamente o famoso "caso da bóia q. encharca"com a imersão da bóia(quando nova), em duas demãos de verniz epóxy curado em estufa,o mesmo q. se usa para revestir o interior de tambores ou de carros-tanque.Não era,de fato,a solução definitiva,pois os tanques,p.ex., têm, ao menos por norma, q. renovar o revestimento a cada quatro ou cinco anos.
    Não sei se V. acompanhou o assunto ao longo dos anos,mas a Brosol-DVG,a Weber-Marelli e a DFV,fornecedoras de praticamente 100% da produção nacional, adotaram,no correr do tempo,as bóias "espumadas"quase universalmente,multiplicando assim o problema.Era peça nacional,menos mal
    -mas,não era de graça...
    Vale dizer tbem q.as bóias "envernizadas"tinham de ter o nivel recalibrado na instalação(era um saco!),pois,dependendo do tamanho, ficavam até 1,5 gramas mais pesadas depois de revestidas.Mas,no fim das contas,funcionava,SIM


    Abs...

    ResponderExcluir
  21. Gabriel
    A partir do ano/modelo 2009 o óleo 5W30 é a única especificação recomendada pela GMB. Óleo mineral.

    ResponderExcluir
  22. Daniel San21/06/11 08:59

    Minha Brasília tem 2 carburadores Solex 32 PDSIT. Sempre foi complicado regular os dois,e creio que nunca ficaram regulados 100%,mas dão um torque fenomenal ao carro. A eletrônica é mais confiável,sei disso,mas dá um gosto especial regular você mesmo um carburador.

    ResponderExcluir
  23. luizborgmann21/06/11 09:23

    Seu carro carburado tá falhando? É entrada de ar falso, diz o mecânico da esquina. Errou, é entrada de ar verdadeiro.
    luiz borgmann

    ResponderExcluir
  24. Daniel San
    Parece q. V.gosta mesmo...
    A tarefa fica bem mais facil e efetiva se V.tiver um equalizador.Se não tiver,é relativamente facil fazer um em casa mesmo.
    Aproveita bem a brazuca.A tal da "tequinologia",com tudo de bom q. trouxe,levou embora um montão de pequenos e simples prazeres
    "Seje felis!" hehehe

    ResponderExcluir
  25. Meu pai teve um TS 78, quatro faois redondos e me lembro bem de quando era criança as várias vezes que o carburador deu problema na estrada. hehehe

    ResponderExcluir
  26. Daniel San21/06/11 13:42

    Gaboola;

    Valeu a dica,só que a dupla carburação é complicada de manter regulada,mesmo,vício herdado da antiga TL,que não parava regulada. Já me sugeriram trocar para carburador simples,mas me recuso a cometer essa atrocidade. Pra mim um motor boxer tem de ter um carburador de cada lado. Bem regulado um boxer com dupla carburação deixa pra trás na arrancada muito carro 1.0 de hoje. Por tudo isso a boa e velha Brasa tá muito bem cuidada aqui aqui na garagem,curtindo o repouso do guerreiro.Tenho um carro novo,é legal e por aí vai,mas não dá(nem permite) o prazer de pôr a mão na massa...

    ResponderExcluir
  27. Por causa de um Gol BX com motor 1600 a ar e carburação dupla, minha tia é a única mulher que conheço que sabe regular carburadores com maestria. Ela se obrigou a aprender depois de passar muita raiva com esse carro, que tinha o agravante de ser álcool.

    ResponderExcluir
  28. Certa vez fiz a limpeza de um carburador de um fusca do meu amigo e ai depois da limpeza o carro falhava ao se pisar rapido no acelerador, dava um tranco e depois ia bem, me matei e acabei tendo que reduzir o injetor de aceleração,naquel tepo eu tinha minha caixinha com varios giclês , injetores e outras tralha, mas fiquei cabrero do por que do defeito.
    Muito tempo depois tive um pepino semelhante com um Corcel meu e acabei descobrindo que a causa eram as valvulas que estavam com uma folga enorme, ou seja, o motor é um conjunto que deve estar em harmonia, um elo mais fraco estraga os outros...

    ResponderExcluir
  29. luizborgmann22/06/11 08:48

    Ei, embora tardiamente, ainda faço um comentário olhando a foto do carburador neste post: ele tem dois injetores rápidos de aceleração (as chamadas bengalinhas). Agora fiquei curioso, vou examinar o meu Solex para confirmar.
    luiz borgmann

    ResponderExcluir
  30. luizborgmann
    Trata-se do sobrealimentador de potência no segundo corpo.

    ResponderExcluir
  31. Daniel San, minha Variant I tinha estes mesmos carburadores e usava o equalizador para deixar eles bem parelhos. Nunca tive maiorres problemas...gostava muito de eu mesmo fazer o serviço: abria, limpava, montava, regulava...tudo com calma, com gosto.

    ResponderExcluir
  32. Boa noite, tb tive um
    TS 1977, com esse carburador, e a única maneira foi trocar pelo miniprogressivo Webber,adpatado com as aberturas simultaneas, ficou melhor, acelerava sem falhar e mais economico, uma beleza.
    Mas gastava um litro deóleo a cada 500kms!!!!!

    ResponderExcluir
  33. Ainda hoje o "mini-progressivo" tem uma legião de fãs, até para competições e uso severo como em jipes e gaiolas de trilha, mas esse carburador importado quase caiu no esquecimento. Faz mais de uns 2 anos que eu não vejo nenhum Passat TS com o carburador original...

    ResponderExcluir
  34. tenho um voyage 83 com carburador mini progressivo, e é bom demais, economico e anda que nem o cão.

    ResponderExcluir
  35. Tenho um Opala 4400 com 3 x 446 álcool. (Está na revista SuperSpeed 82), Foi acertado como é costume no exagero, queria obter a receita próxima para iniciar o ajuste para uso na rua. O acerto que tá faz 900 m por litro de álcool. Foi medido no dina é tem 337 hp. Na época tive vários 250s com 446 e consegui melhor resultado que com weber 40, tanto no consumo como no rendimento. Não estou conseguindo manual do 446 com detalhes de todos os componentes originais para ter como referência.
    Miguel e-mail bianchi.miguel@gmail.com

    ResponderExcluir
  36. OLA AMIGOS TENHO UM CARBURADOR WEBER 460 TROQUEI TODOS OS ESGUICHOS E REPAROS POSSIVEIS COMPREI O KIT DE REPAROS TROQUEI AS MANGUEIRAS E FILTROS DESDO TANQUE ATE O CARBURADOR NO PRIMEIRO ESTAGIO NA LENTA TA BOM PARA LIGAR O CARRO ELE JÁ PESA PARECE Q NAO INJETA MAS DEPOIS Q PEGA FICA BOM NA LENTA MAS JÁ A ANDAR DE 1 PARA 2 ELE DA UM ENGASGADA E ASSIM EM DIANTE DEMORA PARA ABRIR O SEGUNDO ESTAGIO ????? POR FAVOR SE ALGUEM SOUBER OQ CAUSA ISTO POR FAVOR ME RETORNE OBRIGADO

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...