Google+

19 de julho de 2011

NISSAN TIIDA SEDÃ

Fotos: autor


Os motores Nissan são tão bons que, por incrível que pareça, o 2-litros do Sentra foi escolhido pela recém-lançada categoria Copa Petrobrás de Marcas para equipar todos os carros. Então, Honda Civic, Ford Focus, GM Astra e Toyota Corolla, todos os quatro, correm com motor Nissan preparado pela competente firma argentina de Oreste Berta.

O 4-cilindros de 1,8 litro do Tiida sedã é também o que há de melhor. Muito silencioso, suave, com marcha-lenta imperceptível. Tem boa potência desde baixa rotação, já que a 2.400 rpm já dispõe de 90% do seu torque máximo. Então, com câmbio manual de 6 marchas não há necessidade de muitas trocas de marcha, já que ele acelera rápido sem forçar o motor. Podemos dobrar esquinas devagar e deixar em 3ª marcha que ele acelera fácil, pois o carro parece leve para o motor.

Ele rende 126 cv a 5.200 rpm e tem torque máximo de 17,5 m·kgf a 4.800 rpm. Tem comando CVVTCS, que é um sistema  de controle dos tempos da abertura das válvulas continuamente variável (signifcado, em português, da longa sigla), o que, resumindo, não é só um comando que varia entre duas opções extremas – que pula do comando bom para baixa para um comando bom para alta, como o VTEC da Honda, por exemplo, em que a gente percebe nitidamente essa mudança (apesar de nesse caso ocorrer mudança no levantamento de válvulas também). Este do Tiida é um sistema que gradativamente vai  mudando a posição dos comandos em relação ao virabrequim, uma tendência atual. Tanto que o motor 1.4 EVO do novo Uno conta com sistema semelhante.

O carro, segundo a fábrica, atinge 197 km/h e faz o 0 a 100 km/h em 9,7 segundos, veloz e rápido, portanto. Faz curva muito bem, sempre equilibrado, sem vícios, sem surpresas.


Poderia ser mais macio de suspensão, já que é um sedã. Creio que os fabricantes para o mercado brasileiro atualmente estão endurecendo um pouco além da conta seus carros. Acho que alguns da nossa imprensa assim o pedem, acho que alguns potenciais compradores pesquisados também assim o pedem e os fabricantes assim o fazem. E eu acho que todos eles estão errados.

O hatch até que poderia ser mais durinho, já que, teoricamente, se destina a um público mais jovem, mas um sedã é um sedã e dele se espera maior conforto e maciez.

Rola pouco, ou seja, pouco inclina lateralmente nas curvas. Mas prefiro que os modelos sedã rolem mais, porque essa inclinada lateral serve de aviso ao motorista que, supostamente, é um motorista comum, então ele deve ser avisado com maior antecedência que está exagerando na velocidade em curva..

Peço que o leitor me entenda. Não se pode avaliar corretamente um carro segundo o nosso gosto, mas sim de acordo com o perfil do potencial comprador. Então, para o uso a que se destina, creio que o Tiida sedã poderia ser mais macio. O mesmo ocorre com o Honda Civic, duro, o Ford Focus, que endureceu em relação ao modelo anterior, e ao Toyota Corolla, que não guiei, mas que, segundo o Bob Sharp, também endureceu além da conta (e eu acredito no que ele diz).

O incrivelmente bom no Tiida sedã é o banco traseiro. Muito espaço para cabeça e pernas e excelente estofamento, que nos envolve e proporciona viagem muito agradável a quem vai atrás. Vale a pena sentar num para verificar o que digo, caso o leitor tenha a oportunidade. O carro da família deve agradar a todos – é assim que analiso carros familiares – e este provavelmente seria o escolhido por quem se destina a ir atrás. O porta-malas é bom, 467 litros.

O motor é flex e pode usar gasolina pura sem etanol, ou seja, pode ir para os países vizinhos e também usar a gasolina boa deles lá. Isso tem um preço: não queima o etanol puro a contento. Pelo consumo com os diferentes combustíveis se vê que só compensa usar álcool se o litro deste estiver custando menos que 60% do preço da gasolina.


Gasolina: cidade, 11,7 km/l; estrada, 16 km/l
Etanol: cidade, 7,0 km/l; estrada: 9,6 km/l.

Isso é consequência do motor ter taxa de compressão muito baixa (9,9:1) para um motor previsto para funconar com etanol.

Não vejo nada de errado nisso, já que ele é muito econômico quando se usa a nossa gasolina. Acho até bom, pois ele mantém seu projeto original.

Uma coisa que me incomodou é a demora excessiva do motor para baixar o giro quando tiramos o pé do acelerador. Isso faz com que demos tranquinhos nas trocas de marcha, pois ao soltarmos a embreagem após termos engatado a marcha superior, o giro ainda não caiu o bastante para que esteja na exata rotação para aquela velocidade naquela marcha.

Isso me lembra um Rolls-Royce 1927 que guiei há anos. Claro que era câmbio seco, não sincronizado. O volante do motor era tão pesado que para não arranhar marchas eu tinha que dar um enorme tempão antes de engatar a marcha superior. Demoraaaaava pra cair o giro, muito mais do que o leitor pensa, caso ainda não tenha guiado um.

Então, no Tiida eu tive que me reeducar e trocar marchas num tempo maior que o usual, o que é um desperdício de trambulador, que é rápido e delicioso, com engates curtos, macios e precisos... bem diferente do trambulador do Rolls, que era uma alavanca pesada e lenta demais.

Isso chateia um pouco também nas reduzidas com o Tiida, já que o freio-motor demora a agir. Creio que isso se deve a terem "mudulado" esse acelerador eletrônico para o modelo com câmbio automático, e nesse caso esse modo vai bem, e desprezaram fazer outro acerto para o modelo manual; só pode ser.

Se a Nissan acertasse esse detalhe eu ficaria realmente empolgado com o carro.
A ergonomia para o motorista é muito boa. As costas estão bem amparadas, o volante na distância correta (só sobe e desce, mas tudo bem), os pedais nos lugares corretos e de bom peso, nada nervosinhos. Gostei também dos comandos. Nada de montes de botões que só conseguimos mexer se olharmos para eles. Logo tomamos ciência de onde estão e passamos a mexer neles sem que seja necessário tirar os olhos do exterior, o que é muito bom e mais seguro.


Tanque de combustível de 52 litros.
Entre-eixos de 2.600 mm.
Peso: 1.176 kg
Suspensão dianteira McPherson e barra estabilizadora.
Suspensão traseira de eixo de torção e barra estabilizadora.
Preço público sugerido: R$ 44.500,00 (R$ 4.500,00 menos que o Tiida hatch).

Vai aqui um filminho com ele:



AK


78 comentários:

  1. Prezado Arnaldo, me chamou a atenção o consumo baixo de gasolina. Esse valor é o informado pela fábrica? Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. 2 comentários meus a respeito desse carro.

    1 - É um carro muito competente, mas feio de doer, a Nissan poderia ter caprichado mais no visual dele. Até o Blog Irmão do Décio já mostrou que se tivessem caprichado um pouco mais teriam tido um resultado bem melhor
    http://irmaododecio.blogspot.com/2010/08/analise-de-estilo-tiida-sedan.html
    Acho particularmente que tem muito "centro de design" que deveria ser despedido por completo e deixassem só esse cara no lugar

    2 - O carro está no fim da linha útil dele, além do facelift do hatch já ter sido lançado na China, essa versão sedan foi descontinuada nos EUA recentemente e substituída por uma versão sedan do Micra que também tem um visual muito mais apresentável. É um carro muito bom, mas como o povo se preocupa com valor de revenda com carro usado, ele pode se tornar um tremendo mico.

    ResponderExcluir
  3. Agora sim estou vendo progresso em motores novos!! Um motor 1.8 fazendo 11km/l na cidade. Tudo bem que o carro é levinho, mas não tiro o merito do motor.

    1.0 fazendo isso não faz mais do que a obrigação..

    Outro dia li o post do Fluence e fiquei decepcionado, 2.0 novo bebe igual um 2.0 de 10 anos atrás.

    ResponderExcluir
  4. Muito legal, Arnaldo!

    Esse vídeo demonstra bem o que vc quer dizer com os tranquinhos. Já encontrei problemas de resposta do acelerador também no Fox 1.0 2007.
    Tanto que minha mãe acabou acostumando com esse problema, e ela ainda dá uns trancos no C3, que desce o giro rápido.

    ResponderExcluir
  5. Arnaldo,
    é um típico carro que só compra quem faz test-drive, já que a primeira impressão (estilo externo) não ajuda. Com minha mulher aconteceu exatamente isto (no Tiida sedã). Foi dar uma volta e:
    - se encantou com o conforto e acabmento interno
    - se encantou com o conjunto motor/câmbio
    - depois de comprado, se encantou com o baixo consumo.

    É isso. Carro ruim de mercado, mas bom de andar.

    ResponderExcluir
  6. me parece confortável, funcional.
    nessa demora pra baixar o giro será que é só o acelerador eletrônico? o câmbio não contribui um pouco?
    pena que como a maioria dos lançamentos recentes é feio pra caramba, e a calotinha, calotinha mata

    ResponderExcluir
  7. Ops, errei, minha mulher comprou foi o Tiida hatch.

    ResponderExcluir
  8. No dia q vc dirigir um Sentra 6 marchas vc se apaixona.

    Anda demais, faz curva demais e ainda deixa no chinelo akele imbecil q pagou 15 mil a mais num Jetta APzão 2.0 de 120cv....hahahahah

    ResponderExcluir
  9. Octávio,

    são dados do fabricante, que considero mais confiáveis que qualquer outro, já que os testes são mais rigorosos.

    ResponderExcluir
  10. faivic

    nada a ver com o câmbio. Isso vem do que falei mesmo, do acelerador eletrônico modulado de um jeito que não é mais do jeito que quem guia direito gosta.

    ResponderExcluir
  11. AK, acho que você deu todos os louros ao motor ao invés de falar do conjunto (carroceria leve, câmbio de 6 marchas mais o motor).

    O Civic também tem um motor bom, mas o coitado tem que aguentar um câmbio de 5 marchas num carro mais pesado.

    Acho precipitado falar que um determinado motor é bom se ele está disponível em apenas um carro.

    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Vitor,

    O Fluence é um espetáculo para viajar. Testei e gostei muito. Não o achei muito gastão, não. Se gostou do carro, melhor conferir isso, porque o Fluence é dos melhores.

    ResponderExcluir
  13. Fui olhar o site ali depois de ler essa resenha. Gostei do que li, gostei do preço, mas broxei totalmente quando vi que só tem branco, prata ou preto...
    Pô Dna. Nissan! Aumenta essa paleta de cores aí!

    ResponderExcluir
  14. Perneta,

    OK. Não se pode avaliar um motor se ele está disponível em um só carro, segundo você. Então não se pode dizer que o motor do Ferrari 458 é bom ou não, já que ele só sai no 458.
    E 5 marchas dá e sobra para esses carros. Hoje, com esses motores elásticos como são, comando variável, acho besteira 6 marchas, nada acrescenta na prática.
    Inventa outra, que hoje vc tá errando o alvo.
    O BK fez observações pertinentes, que me escaparam, mas não comento sobre beleza de um carro, já que isso tá na foto e não preciso comentar. E sobre se vai ou não mudar a linha em breve, o que levantei não indica isso, então achei melhor não falar nada a respeito.

    ResponderExcluir
  15. Se o Tiida permanecer assim acho que é capaz que acabe por virar um novo Nissan Tsuru. Tenho a impressão que quando o Astra sair de linha ele vai começar a ter algum sucesso como Taxi em um futuro não muito distante.

    ResponderExcluir
  16. Eduardo Costa19/07/11 17:26

    AK,

    Tudo bem que um autoentusiasta vai avaliar primeiro num carro a qualidade do acabamento, comportamento dinâmico, tecnologia do powertrain e outras coisas mais tècnicas. Mas tbm somos gente, e design bonito não faz mal né.

    Quando dirigi o Sentra no seu lançamento me apaixonei de cara, mas não fui muito com o design. Anos depois a Renault me deu um pinguinho de esperança lançando o Fluence com a mecânica do Sentra.

    Quem sabe a Renault aposenta logo de vez o Symbol e lança um médio com a mecânica do Tiida, com design bonito e na faixa dos 45mil... Não custa sonhar né

    ResponderExcluir
  17. A beleza está no sentimento que nos desperta, não aos olhos.

    Gostaram dessa?

    ResponderExcluir
  18. O único problema do carro aqui no Brasil, além da estética discutível é que caparam Air bag e ABS, para ficar mais barato.

    ResponderExcluir
  19. Eduardo Costa,

    Design bom custa pouco e também gosto de carro bonito, mas evito comentar a estética, já que as fotos estão aí e seria me intrometer no gosto do leitor, além do que seria chato ficar falando que a lanterninha é assim ou assado, chato pra mim e pro leitor.

    ResponderExcluir
  20. Mais um bom carro que vende pouco. E se o fato de ser feio fosse desculpa, aquela coisa feia do agile não venderia como vende.

    Sobre o motor, ele também é usado na Livina.

    ResponderExcluir
  21. Por favor, parem de dizer que o motor da copa petrobras e´da Nissan. Esta informação esta errada. O motor usado é o Ford Duratec 2.0 16v preparado pela Berta. Como já mencionei em outro post.
    Abraços

    ResponderExcluir
  22. Jacson,

    Diga isso ao pessoal responsável da Honda, que, nos boxes, nos confirmou que é Nissan.
    É preparado pelo Berta, sim.

    ResponderExcluir
  23. Senti a mesma coisa ao guiar um Gol 1.0 dias atrás. Meu Deus, o giro do motor não cai nunca, que tristeza que é mudar de marcha naquilo, haja tranco. Quando se consegue uma mudança de marcha limpa, dá pra comemorar. Realmente muito chato, estraga a condução e irrita a gente.

    ResponderExcluir
  24. Arnaldo, concordo que a aparência de um automóvel é fundamentalmente uma questão de gosto, e que quem ama o feio, bonito lhe parece. Mas no caso da versão três volumes do Tiida, é uma pena que a Nissan tenha desperdiçado a oportunidade de dar ao carro um visual mais condizente com as suas (muitas) qualidades.

    Aliás, fico me perguntando se essa não é mais uma maiifestação de de uma síndrome que afeta principalmente as fabricantes francesas e suas controladas, como é o caso da Nissan. Como explicar a dificuldade que elas têm para fazer um três volumes a partir de um hatch sem criar mostrengos como as versões sedã do Renault Clio e dos Peugeots 207 e 307? Não é uma missão tão impossível assim, como demonstram as versões três volumes de modelos como o Focus, o Fiesta, o Palio e o Golf.

    ResponderExcluir
  25. Ótimo post!

    É, vi esses dias que iam melhorar mesmo o design, mas não li a nota.

    Sempre gostei do Tiida Hatch. É sóbrio, mas é lindo. O Sentra também me chama a atenção: é lindo ver um cor prata à noite, sob as luzes da cidade.

    ResponderExcluir
  26. Arnaldo, me da ai o telefones e contato do pessoal da Honda que digo isso para eles, e se eles quiserem provo para eles que o motor é sim Ford Duratec. Coitados deles, tão inocentes em acreditar que se trata de motor Nissan. A Berta é preparadora oficial Ford na Argentina, prepara os motores da TC 2000, que são unicos para todos os carros e são os mesmo usados aqui, apenas com coletor de admissão sem o logo TC 2000. Ainda fornecem os motoresda F3 sudan, tambem Duratec mas com 2.3 L e ainda os da Top Race, estes em versão V6, mas tambem da linha Ford Duratec. É so olhar o site da Berta, procurar por informações no site da TC 2000 etc. Vai por mim Arnaldo, A BErta troca a tampa de válvulas em material plastico e na cor preta por uma tampa em aluminio, modifica suporte dos perifericos, como alternador, bomba d agua, acresenta bomba de oleo externa , novos coletores de ADM e ESC. Assim externamente ele muda um pouco do Duratec original. Internamente mantem o mesmo diametro e curso, mas com peças especiais. O motor Duratec nasceu em conjunto com a Mazda, que inicialmente projetava um motor para representar bem a marca em competição, ou seja já nasceu para correr. Se tiver duvida da uma olhada no meu blog. Tem foto dos motores. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  27. Essa de comprar carro pelo valor de mercado é uma coisa que não entendo..

    Vamos deixar de ter um bom carro, com bom motor, suspensão, acabamento, preço baixo e etc só porque o mercado não gosta ?

    Aí entra a popularidade do Gol, com seu seguro e manutenção caros, acabamento nojento (G4) e péssima ergonomia (sem falar na segurança), ou então o astra, que bebe mais que pinguço em festa open bar, e vários outros carros bons são deixados de lado.

    Fiz test drive de vários carros e os da Nissan mostraram-se dispradamente como os melhores custo/benefício em suas categorias.

    Espero que o March ajude a promover a marca.

    ResponderExcluir
  28. Grande Arnaldo, ótimo texto!
    Eu tinha uma série de reclamações contra o Tiida sedã, todas relacionadas à estética. Até o dia em que entrei em um deles. Da meama maneira que não gosto de roupa apertada não gosto de carro apertado. Sentei no banco do motorista e rapidamente achei uma posição confortável para dirigir. Aí resolví ir para o banco traseiro, onde minha opinião sobre os carros sempre piora... com o banco do motorista regulado para a minha altura, faltaram 3 dedos de distância entre meu joelho e o encosto do banco! E 4 dedos da minha cabeça ao teto! Passei a ver o carro como algo muito interessante. Abrí o porta malas e de deparei com a bat-caverna. Adorei a maciez de engate do câmbio de 6 marchas. E passei a ver esse carro como uma ótioma opção para quando eu tiver de comprar um 0km. Quanto à estética duvidosa, desculpem, mas ele não consegue ser mais feio que os primeiros Voyage, que venderam que nem pão quente.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  29. Pelo visto eu sou o único autoentusiasta de verdade que percebeu a presença de um maravilhoso MUSTANG branco (modelo 2005 em diante) estacionado ao lado desse horroroso Tiida sedan!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  30. Aléssio Marinho19/07/11 23:19

    AK;

    Fiquei fã do Tiida Hatch quando o conheci. Fiquei admirado do espaço interno de Scenic num Astra hatch.
    Os japas fizeram um excelente trabalho.
    Quanto as qualidades dinamicas dele, são graças a plataforma B0 da Renault/Nissan, que equipa o Logan, Clio III, outros Renault e os Nissan Livina.
    O desenho a gente releva. O fusca nunca foi bonito...

    ResponderExcluir
  31. Uma pena esse ajuste maldito que andam fazendo nos aceleradores eletronicos. Tive uma montana 1.8 e é um baita desgosto tirar o pé numa toca de marcha e o giro continuar lá no alto.
    Apesar do estilo náo me agradar, teria um desse. Pode ser encontrado 0 km na faixa de 40 paus. E tem mais: sabe aqueles carrinhos que nos track days ninguem dá nada, e depois o bichinho assusta? Pois entáo...

    abraço

    Lucas crf

    ResponderExcluir
  32. e na compra vc ganha um lindo pokemon

    ResponderExcluir
  33. Charles Alexandre20/07/11 03:06

    esse é o carro ideal para quem tem um jovem de 18 anos que acabou de tirar a carta,que garoto vai querer sair com um carro feio desses!!!

    ResponderExcluir
  34. Pesquisei um pouco e li a sua avaliação sobre a Livina 1.8 Automatica. Mesmo com o câmbio automatico você também fez elogios ao motor. Muito bom!

    Agora mencionar uma Ferrari como exemplo já é tirar as coisas fora de contexto...

    ResponderExcluir
  35. Realmente os carros Nissan são muito bons! Carros com um funcionamento suave exemplar... porém, com assistência técnica sofrível! Realmente decepcionante o atendimento e pior ainda é o serviço prestado. Há de ressaltar ainda o problema crônico de folgas no sistema de direção dos carros da marca.
    Isto realmente tira todo o entusiasmo que eu tenho pelo carro.

    ResponderExcluir
  36. Tenho um Tiida hatch e não me furto a elogia-lo. Quando da compra fiz testdrive em vários hatches (Peugeot 307, novo Focus, Vectra GT, etc) e o Nissan me agradou. o comportamento do conjunto motor-câmbio é ótima e o consumo de combustivel digno de carros com motores menores. Todo o dito pelo Arnaldo é correto. Recomendo o carro, sem sombra de duvidas... inclusive pelo valor de seguro e qualidade do pós-venda.

    ResponderExcluir
  37. Arnaldo Keller,

    Até que enfim encontrei alguém que também se encantou com os motores Nissan tanto quanto eu.

    Impressiona o torque em baixa, a aceleração agradável e a suavidade do motor.

    A relação r/l destes motores deve ser a melhor de suas categorias.

    Depois que dirigi um Sentra manual, me dei conta de quanto é agradável e prazeroso dirigir um - e olha que prefiro automáticos aos manuais.

    Uma pena que a Nissan tenha optado por usar o motor K4M, de origem Renault, nas versões de entrada do Livina.

    Não que o motor Renault seja ruim, pelo contrário. Só não consegue ser tão bom quanto, especialmente em matéria de suavidade e disponibilidade de torque. Digo isso por experiência de convívio, pois meu carro é um Renault com este motor.

    No mais, o Tiida Sedan é um carro muito bem ajustado, uma opção interessante para quem procura um carro espaçoso para a família, não tem um orçamento tão grande e não quer acabar em um defasado e desconfortável Astra.

    Sem contar que o nível de acabamento é muito bom! Embora seja praticamente tudo na base do "plasticão", é bem montado e tudo muito bonito, revestido. As portas são quase todas em tecido e o porta-malas leva um revestimento bem feito de material sintético.

    Só não gosto da ausência de dispositivos de segurança, como os airbags e o freio ABS na versão sedan.

    ResponderExcluir
  38. No que diz respeito ao desenho, veja como as coisas são - o Tiida sedan para mim é apenas conservador. E ainda acho o desenho da tampa (sobressaída em relação às lanternas) bem interessante. A versão hatchback não tem erros, eu considero uma das mais bonitas de seu segmento. Não tem jeito, desenho é sempre subjetivo. O que é ruim para uns, é bom para outros.

    E faço uma consideração em relação ao comentário do Paulo Levi - dos exemplos citados (Focus, Fiesta, Palio e Golf), só o Focus tem desenho de sedan bem resolvido em relação ao hatchback. Siena, Fiesta (mk6 e mk7) e Jetta (mk5) tem balanço traseiro desproporcional e muito carregado, inclusive foi um dos pontos que foram resolvidos no Jetta mk6, que não é mais baseado no desenho do Golf. A desconexão da traseira do Fiesta mk6 foi compensada pelo desenho da frente menos redonda depois do facelift de 2007, enquanto o atual (mk7) tem linha de cintura exageradamente alta para um sedan. O Focus tem desenho mais neutro, acredito que a adoção da vigia lateral traseira continuando com o vidro das portas traseiras fez bem para manter o equilíbrio das formas. No final das contas, a conclusão que eu chego (e que os próprios departamentos de estilo das fábricas estão chegando, creio eu) é que adaptar sedan com base em um hatchback é muito complicado.

    Já que tudo tem um lado bom, o formato da carroceria desproporcional no Tiida sedan pelo menos manteve uma boa característica, o espaço para cabeça sem igual no segmento. O Sentra, que tem desenho original, não deriva de nenhum hatchback e ainda é maior, não tem um espaço para a cabeça tão bom quanto o do Tiida por conta da curva do teto.

    ResponderExcluir
  39. Este acelerador seria muito bom no caso de um fiesta 1.0 2009, sofri com este carro em uma viagem, ele é muito bom de curva sim, mas o câmbio não ajuda em nada, torque máximo 5.000 rpm e potencia máxima 6.000 rpm é muito muito alto, a condução não é nada tranquila e a impressão que dá aos passageiros é que o motor vai explodir, o pior é que depois de sofrer por exemplo em quarta marcha numa subida com o carro pesado ao passar a quinta estando pouco acima das 6.000 rotações, pelo curso da alavanca de mudanças ser muito longa muito mesmo o giro cai demasiadamente e se perde força e todo o trabalho que o motor já fez. Para andar com ele tem que ir ao limite sempre e só passar marcha neste caso em estrada sinuosa e carregado se logo a frente tivermos uma reta ou declive se não é tempo e combustível perdido. Um acelerador como deste Nissan naquele carro ajudaria muito o trabalho do câmbio nesta situação. Tive que manter o acelerador durante as trocas, ou dar uma acelerada entre as trocas mesmo para subir marcha. Não adianta tentar trocar rapidamente, mesmo muito rápido o giro cai é impossível, é impossível trocar rápido não sei acredito que o curso é longo mesmo, ou falta motor ou este realmente não é um carro para estrada e quatro pessoas com muita bagagem.

    ResponderExcluir
  40. Jacson,

    Pelo seu jeito você tem absoluta certeza mesmo.
    Foi o Bob que conversou com o pessoal da Honda. Vou falar com ele para confirmar isso de algum jeito. Isso tem que ser esclarecido, já que, afinal,´segundo a propaganda, "é igual ao carro que usamos na rua!!!"
    Obrigado por insistir. Vamos rechecar.

    ResponderExcluir
  41. Jacson,

    Pelo seu jeito você tem absoluta certeza mesmo.
    Foi o Bob que conversou com o pessoal da Honda. Vou falar com ele para confirmar isso de algum jeito. Isso tem que ser esclarecido, já que, afinal,´segundo a propaganda, "é igual ao carro que usamos na rua!!!"
    Obrigado por insistir. Vamos rechecar.

    ResponderExcluir
  42. Arnaldo,

    Sem querer ser chatão, mas já sendo.

    O motor desse nissan tem variação apenas na fase de abertura das válvulas de admissão e escape, "valve timing".

    A traduçao foi feita erroneamente pela imprensa e até por alguns fabricantes. Variação no tempo de abertura de válvulas tem a Honda com o VTEC, onde tem um perfil de comando de válvulas que impõe um tempo de abertura pequeno e outro, tempo de abertura maior (a transição que você se referiu sente-se na hora da troca de perfil). No caso dos motores Honda mais modernos, como o do civic SI (código K20Z3), além do VTEC, tem-se também variação na fase do comando de admissão ("valve timing"). Outras empresas possuem sistemas similares, como o valvetronic (bmw) e mivec (mitsubishi).

    Tanto é que se fala em "camshaft timing" quando se quer comentar do ato de colocar o(s) comando(s) no ponto correto, em fase com o resto do motor.

    Mudando de assunto: e o segundo Speed Masters? Passou na TV? Ou infelizmente não saiu só do piloto?

    ResponderExcluir
  43. Carlos Eduardo,

    Sem essa de ser chatão. O nosso leitor tem mais é que saber das coisas direito. Agradeço o esclarecimento.
    O Speed Masters, por enquanto, está em fase de caça aos patrocinadores, mas já temos contatos alvissareiros. Tudo leva acrer que vai rolar. Obrigado.

    ResponderExcluir
  44. Arnaldo, com relação à calibragem dos aceleradores eletrônicos, acho que nos Mégane II (pelo menos nas versões 2 litros) eles fizeram um bom trabalho, já que o giro cai relativamente fácil (a calibração da injeção também deve ajudar, correto?). Por outro lado, achei o freio com assistência exagerada, difícil de modular. Teve a mesma impressão?

    Marcos

    ResponderExcluir
  45. Pedro Henrique, concordo com você que a adaptação do Focus para três volumes é a melhor dentre os quatro hatches que mencionei no meu comentário anterior (os outros três são o Fiesta, o Palio e o Golf). Mas mesmo ressalvando a subjetividade dessas questões de estética, sou da opinião de que a Nissan ficou muito aquém dos resultados obtidos por Ford, Fiat e VW com todos os seus "hatches sedanizados".

    Por falar nisso, cabe lembrar que o Fiat Tempra - grande sucesso de crítica e de público em sua época - era a versão três volumes do Tipo.

    ResponderExcluir
  46. Arnaldo,

    Dá uma lida nesse artigo da wikipedia que esclarece bastante:

    http://en.wikipedia.org/wiki/VTEC

    Outras fábricas que possuem sistemas similares (embora algumas com "coice" menor entre as transições que os Honda):

    - Porsche: VarioCam Plus (http://www.youtube.com/watch?v=17z_mv8g-qM)
    - BMW: Valvetronic (http://www.youtube.com/watch?v=RE5Tx47-b24)
    - Subaru: AVCS
    - Toyota: VVTL-i
    - Nissan: VVEL (http://www.youtube.com/watch?v=a8P2VwEe0FY)
    - Mitsubishi: MIVEC (http://www.youtube.com/watch?v=mgDdbrMh6bo)
    - Honda: VTEC

    ResponderExcluir
  47. para Bk

    Essa versão não foi descontinuada nos EUA, basta ver no site da Nissan EUA. O sedan é vendido junto com o Hatch. Iria comprar um New Fiesta, muito bonito e também excelente de dirigir, mas desisti após um test drive nesse Tiida e ainda economizar 5,500 reais. City, Cerato Focus 1.6 sem chance pelo preço que cobram.
    Recomendo dar uma voltinha antes de fechar num outro

    ResponderExcluir
  48. Comprei um Tiida sedan há 2 meses e posso dizer que estou muito satisfeito com o carro. A direção elétrica garante boa leveza nas manobras em baixa velocidade, e bom o diâmetro de giro faz esquecer que se está dirigindo um carro do porte do Tiida. O motor, como disse o AK, é elástico, suave e silencioso, além de garantir boa economia, me incomoda também o fato de a rotação se manter elevada nas trocas de marcha. Em saídas mais vigorosas a passagem da primeira para a segunda marcha sempre é acompanhada de um tranco. Tenho feito médias entre 10 e 10,5km/L em São Paulo. Fiz apenas duas viagens, abastecido com alcool, fiz média de 11km/L com velocidade média de 115km/h.
    O espaço interno é digno de nota. Tenho 1,85m e me encontrei com ótima posição para dirigir. Tanto no espaço e distância de braços e pernas, além do apoio lombar. O espaço no banco traseiro rende muitos elogios ao carro, com espaço de sobra para joelhos e cabeça.
    O desenho do carro pouco influiu na decisão da compra, diante dos atributos e relação custo/benefício. Mesmo porque pouco me importa impressionar o meu vizinho, não é ele que paga minhas contas, ou fica preso no trânsito por mim.

    ResponderExcluir
  49. Marcelo Poa RS20/07/11 23:57

    Testei o NovoFocus 1.6, não me agradou como esperava- possuía um excelente GL1.6 2005; testei o City só por curiosidade, pois não pagaria 54 mil e o achei apenas bom, testei New Fiesta, uma delícia de ser dirigido, silencioso, parece 1.8, mas 50 mil não pago e, por fim, no acaso, sem expectativa fui ver um Tiida sedam. Fiquei muito balançado pelo N Fiesta, mas depois de comparar muito os dois, optei pelo maior espaço, mais motor, mais conforto e ainda economizei. Só espero que a Nissan não cresça futuramente o olho como a Honda e cia, mas sabemos que o que manda no preço é velha lei da oferta e procura.

    ResponderExcluir
  50. OLÁ,
    REALMENTE NÃO SE SE É UMA BRIGA JUSTA, MAS ESTOU NA DÚVIDA ENTRE O SIENA 1.4 E O NISSAN TIIDA SEDAN, O QUAL ME AGRADA MUITO, NAO QUERO MUDAR O ASSUNTO MAS DECIDO ATÉ SEXTA QUE COMPRA FAZER, ALGUÉM PODE AJUDAR?
    OBRIGADO!

    RONALDO

    ResponderExcluir
  51. Marcelo Poa RS21/07/11 00:06

    Ronaldo, com todo respeito não dá para comparar um Tiida com um Siena (sei que o Siena é um bom carro), mas o Tiida é mil vezes melhor que um Siena. Na verdade, é a primeira vez que o brasileiro tem a oportunidade de adquirir um produto realmente bom a preço de voyage, siena. Faça um test drive e terminará todas suas dúvidas.

    ResponderExcluir
  52. Arnaldo,

    Outro excelente carro com motor Nissan, aliás o mesmo do Sentra é o Renault Fluence.

    Creio ser o melhor Renault no Brasil desde a Willys até hoje.

    Andei em um e aprovei(olha que sou fã de carros italianos e alemães). A tal maciez que você comentou e concordo que todo sedã deve ter (Bmw e Mercedes sabem equacionar de outra forma e bem...mas aí é prosa pra outro dia), está lá, aliás dos franceses a Renault parece não ter deixado algumas raízes de lado...ao contrário da Citroën...que faz curva mas entrega um certo Pallas muito áspero nesse quesito...cadê todo o know how hidropneumático? Tá todo na Mercedes?...já sei, custos...outra prosa pra outro dia...

    Voltando...o Fluence rola de maneira adequada, transfere/absorve as irregularidades de maneira adequada e ainda tem a altura do solo na medida certa para nossas necessidades e mais, sem fazer com que isso torne o visual da carroceria como se estivesse vestida com calça brejeira. Excelente, linhas fluidas, o motor é bom assim como relatado por você, sem expectativas esportvas mas que transmite uma boa sensação(inclusive de suavidade e vibração, talvez por sua r/l) aliado a um câmbio CVT que muito prestimosamente entrega boas escalonações em 6 posições pré-programadas.

    Faça um teste, e me conte, creio que gostará!

    Só não gostei do acabamento de pintura do carro, uma "casca de laranja" só...uma derrapada que pode ser corrigida.

    abraços
    André Franco

    ResponderExcluir
  53. Marcos,

    Fiquei atento quanto à sensibilidade do freio, pois dou muita importância a isso. Achei bom, nada do tipo rala-estanca. Acho que vale a pena vc experimentar de novo.

    ResponderExcluir
  54. Ronaldo,

    Opte pelo Tiida. O Siena é um bom carro, mas o Tiida está numa categoria acima. Dirija os dois para decidir e verá a diferença.

    ResponderExcluir
  55. André Franco,

    Avaliei um Fluence há pouco tempo.
    Veja como também gostei do carro. Só achei que o motor era bem empolgante e vc não achou, talvez porque o que peguei tivesse câmbio manual de 6 marchas.
    Veja aqui: http://autoentusiastas.blogspot.com/2011/05/renault-fluence-o-patas-de-veludo.html

    ResponderExcluir
  56. O comportamento de giro de motor deste veículo não está relacionado ao volante do motor, além do acerto do acelerador?

    ResponderExcluir
  57. Motor do brasileiro de "marcas" não é Nissan. É Mazda/Ford(posteriormente até Volvo). Este pessoal da "honda" que lhes passou a informação está errado, não caiam nessa. P.S.: nada de contra a Nissan e seus (bons) motores, apenas não repitam a besteira dita, senão ela se eterniza.

    ResponderExcluir
  58. esse poderia ser o melhor carro do mundo, mas a feiura o torna imcomprável.

    ResponderExcluir
  59. Só um adendo:

    entrada violenta do VTEC nos Civic VTi ou mesmo nos Si = Orgasmo

    ResponderExcluir
  60. AK,

    Sobre o acelerador, não sei se você já teve a oportunidade de dirigir um Scénic, este também tem o "lag" durante as trocas de marcha. Inclusive meu pai reclamou muito de trancos nas primeiras vezes que pegou o carro.

    Particularmente acredito que seja uma característica proposital e não fruto da programação ser feita para a transmissão automática. Até porque, se o Tiida tiver o mesmo lag do Renault, vale lembrar que este último foi desenvolvido para o mercado europeu e ainda por cima é originário da França, em que o uso de transmissão automática é muito incomum.

    Penso que para um motorista regular é mais fácil acertar a troca de marcha e o tempo de embreagem se este trabalho puder ser feito em um espaço de tempo maior. Depois que se acostuma, as trocas são feitas de maneira suave e acertar o tempo exato para a troca fica fácil. Mas, realmente, para um "beginner" ao volante, os trancos chegam a incomodar.

    Abs

    ResponderExcluir
  61. Eu possuo um New Civic 07/07 MT, que também demora pra caramba pra desacelerar, e confesso que até hoje ainda não me acostumei. Aliás, quando se tira repentiamente o pé do acelerador, ele aumenta ainda mais o giro do motor, para depois decrescer, ou seja, quando passo a marcha, o motor ainda está acelerando, muito esquisito.

    ResponderExcluir
  62. Essas trancas são as mesmas que o Fiesta 2010 Hatch 1.0 dá? Dirijo um e sempre que troco de marcha tenho que manter o motor um pouco acelerado pra não trancar..

    ResponderExcluir
  63. Realmente o motor 1.8 desse carro eh show de bola. Estou com uma livina 1.8 automatica e so faco elogios ao carro. Sem duvida, a melhor compra que fiz ate hoje.

    Com relacao ao carro, so acho que a Nissan pisou feio na bola em nao oferecer o carro com airbag e abs. Esses itens sao essenciais para seguranca e as pessoas teimam em achar que nao vale o preco.

    Muitos nao estao considerando o carro devido justamente a esse fator. Se tivesse esses itens, acredito que muitos optariam por comprar o veiculo. Uma lastima isso.

    Marcelo

    ResponderExcluir
  64. Comprei um Tiida Sedan a dois meses e sem dúvida é um excelente carro, potente, confortável e econômico.

    Realmente tenho lido sobre a descontinuidade da venda deste modelo aqui no Brasil e o lançamento do Sunny em seu lugar. Existem controvérsias nas matérias.

    Gostaria que a Nissan do Brasil se pronunciasse oficialmente sobre este assunto para tranquilizar os já proprietários e os novos também. O Tiida Sedan começou a ser vendido aqui no Brasil a pouco tempo, continua sendo vendido atualmente e creio que seria uma injustiça por parte da Nissan se este fato acorresse, pois seria
    uma injustiça muito grande com as pessoas que confiaram e se tonaram clientes da marca.

    ResponderExcluir
  65. João Carlos
    Quando a Volkswagen alemã comprou a Auto Union em 1965 e a VW daqui absorveu a Vemag em 1967, a pergunta que os mercados logo fizeram foi se o DKW continuaria em produção. Sairam anúncios lá e aqui com fotos dos dois carros e o texto "VW será DKW? DKW será VW? Não, VW continua VW e DKW continua DKW". Não aconteceu: na Alemanha, DKW acabou no lugar surgiu o Audi 60 e no Brasil, simplesmente deixou de ser produzido. Essa fato é só para mostrar que não costuma haver aviso prévio de descontinuação de produção ou venda de determinado modelo, salvo nos EUA. Por exemplo, o fim da producão do New Bettle no México no final de 2010 foi anunciado meses antes.

    ResponderExcluir
  66. Bob Sharp

    Obrigado pelo retorno. Concordo com você.

    Eu sei que em algum momento o modelo tende a ser descontinuado ou modificado. Tem que haver uma evolução.

    Exemplos de carros nacionais como o monza, santana, clio sedan (mais recente), etc, mas são veículos que ainda possuem mercado e manutenção fácil.

    No caso da Nissan, creio que existe um plano diretor a médio ou curto prazo. Tudo bem lá no México ou EUA pode ser normal uma substituição de modelo pois a fábrica é local e creio que por muitos anos o comércio de usados e peças continuará.

    No caso do Tiida Sedan que eu citei, tudo bem que seja descontinuada a venda lá na casa dele, mas aqui ele nem deveria ser importado, nem ser vendido atualmente para não se tornar um mico como dizem, e nós clientes sairmos lezados da história. A não ser que o fabricante pouco se importe com seus clientes.

    Eu acho que a Nissan deveria se pronunciar oficialmente e tranquilizar e garantir os seus clientes, inclusive se for o caso de descontinuidade do modelo, evitar que novos cliente sejam prejudicados, mesmo porque a Nissan é uma fabricante de sucesso mundial e no Brasil está se tornando conhecida e aumentando suas vendas graças a nós clientes. Tem que haver uma confiança mútua.

    Não sei se estou errado. Obrigado

    ResponderExcluir
  67. Tenho um Tiida Sedan desde fevereiro. Só tinha 40 paus pra comprar um carro. Com esse valor vi carros pequenos com motor 1.6. Após teste drive no Tiida, comprei-o quase que imediatamente. Melhor relação custo/benefício. Carro bom demais. Somos em 4 na família, com média de altura de 1,87m. O carro se encaixa perfeitamente. Daqui 3 anos irei vendê-lo e não me interessa o valor de revenda (não sou comerciante de carro). Apenas passarei 3 anos no conforto e satisfeito. Vendo ao vivo, o pessoal não acha o carro feio. Ele tem porte sim. Todos os comentários bons sobre motor, desempenho, arrancadas, câmbio, etc.., são verídicos. Li que a Nissan continuará a fabricar o carro para o México e demais países onde ele é exportado. Exceto para os USA. É meu primeiro Nissan. Muito bom.

    ResponderExcluir
  68. Anônimo das 21:16

    Você tinha um Logan antes? Também sou alto e tenho atualmente um Logan, e meu próximo carro será um Tiida Sedan. Quando entro na maioria dos outros carros me sinto numa gaiola. :)

    ResponderExcluir
  69. Fernando

    Caro Sergio. Antes eu tinha uma Scenic (boa demais). foi ficando rodada e dando problemas. Reformei a casa e o dinheiro que consegui por ela foi-se. Meu filho planeja comprar um carro esse ano (terá 18 anos). Guardou a mesada dele durante 10 anos (tadinho). Ele pretende um Sandero (linha do Logan) pois se "alojou" muito bem nele e é um carro bom. Voltando a temas anteriores, acho que o povo brasileiro não deveria enxergar um carro como um patrimônio adquirido, sofrendo meses para pagá-lo e exigindo valorização de revenda. Isso cria hábitos inaceitáveis. Se eu fosse fabricante embarcaria nessa onda e cobraria mais caro por um carro. Em outros países o carro é um bem descartável e, de certa forma, influenciando no prêço do carro zero (mais barato). Lógico que há outros fatores, mas acho que a conduta do povo influencia. É um pouco difícil levar em conta a relação custo benefício em detrimento a um detalhe bonitinho de um carro. Afinal no terceiro mundo carro ainda é o sinônimo máximo de status...........

    ResponderExcluir
  70. Bom dia! Não conhecia este blog, é a primeira vez que entro e pelo visto serei um novo frequentador assíduo. Possuo um Tiida Sedan há três meses, e é a primeira matéria realmente avaliativa que leio sobre o carro feita de forma imparcial, apontando qualidades e defeitos. Em 99% das outras matérias o autor (sem 20% do conhecimento do AK, Sharp, etc) preocupam-se com o fato do carro ser "feio" ou coisa parecida. Também li análises dos outros carros, e independente da marca, percebi que sempre realizam as avaliações da mesma maneira, ou seja, de forma imparcial, sem preocupações mercadológicas, sem paixões indisfarçáveis por marcas...me senti respeitado pela primeira vez em um site sobre carros. Parabéns e continuem assim!

    ResponderExcluir
  71. Como muitos observaram, é um tipo de carro que não dá só pra julgar pelas fotos ou opiniões, tem de ir ver pessoalmente, andar no bicho, fazer um test drive completo, olhar o ESPAÇO ASSOMBROSO que os passageiros do banco traseiro desfrutam (coisa impensável até em carros com entre-eixos maior), no bom distanciamento do solo, motor potente e prazeroso de dirigir, sem contar no espetáculo da direção elétrica, a mais suave que já experimentei num carro. Aparência é coisa de tupiniquim mesmo, pois este carro é campeão de vendas em muitos países pelo mundo afora - ou vcs acham que golzinhos e celtas são bem aceitos por aí afora? Façam- me o favor... Essas carroças só vendem bem por aqui mesmo, terra de trouxas automotivos. Infelizmente o brasileiro vai continuar escravo da pressão das marcas "tradicionais" por puro comodismo, sem nunca poder alçar voos melhores porque já está condicionado pela mesmice de carros ruins e caros, 1.0 ou 1.6 medonhos, suspenção ruim, projetos antigos que não oferecem conforto nenhum nem ao motorista nem aos passageiros. Pro Tiida sedan melhorar de vez mesmo só mesmo incluindo ABS e airbags e consertando de vez essa questão da barra de direção, a maior mancada da Nissan até agora. No mais, vou de Tiida sedan até quando me permitirem...

    ResponderExcluir
  72. Com relação ao consumo, após 7 meses e 13 mil km rodados, posso adiantar o seguinte: na estrada, o rendimento com álcool realmente decepciona. Quando viajo, o tempo todo dirijo com ar ligado e carga completa, portanto não faço muita questão com relação ao consumo. Mesmo nessas condições, ele fez 13,5 km andando a 140, 150 por hora - que outro carro nessas condições faz isso? Aliviando o pé, mesmo com todo esse peso e o ar ligado, já fiz uma média de 14,5 k/l. Agora, um detalhe: ESSE CARRO É MUITO SENSÍVEL AO TIPO DE GASOLINA UTILIZADA. Já teve vezes em que o rendimento foi ruim após abastecer em determinado posto, outras hora o desempenho melhorou muito após abastecer em outro lugar. Portanto, recomendo que abasteçam apenas em locais que vcs achem ser de extrema confiança. Na cidade, com gasolina a média real vai de 9,5 a 10,5 km/l, dependendo do pé de cada um e do tipo de trânsito. Com álcool, o computador de bordo já registrou 7,2 a 7,4 km/l por litro na cidade, mas atualmente o meu registra 8,5 km/l - vai entender...
    Não sei se é só minha impressão, mas o marcador de combustíveis não registra a quantidade certa de combustíveis. Quando ele cai muito e vou abastecer, reparo que ele volta numa posição diferente a cada hora, enganando nossas medições. Talvez as oscilações do solo influenciam isso, mas vou tirar essa dúvida na próxima revisão. Pra finalizar, a surpresa: o manual recomenda óleo lubrificante 5W30, mas o pessoal da Nissan ignora isso e emprega o 15W50 - acreditem... Dizem que ele é melhor para nossas condições climáticas, o que não me convenceu. Quem entende de carros sabe que um óleo mais grosso afeta ligeiramente o consumo, que fica maior. Taí uma dica para vcs, proprietários, verificarem com as ccs...

    ResponderExcluir
  73. Um design conservador e um ótimo carro no restante, lamentando-se apenas aflat de air-bags. Ressalvo ainda apenas algumas pequenas economias, tais como luzes de cortesia e vidros sem comando de movimentação a partir do acionamento de alarme. Mas nada que seja significativo. Uma compra racional

    ResponderExcluir
  74. Após pesquisar bastante, adquiri o Tiida sedan e posso dizer que estou muito satisfeito. Tive dois Focus consecutivos, um GL 1.6 2004 e outro 1.6 2007, assim tinha um bom automóvel e não poderia retroceder. Primeiramente, iria comprar o novo focus 1.6, belo carro, mas apesar das boas características do motor sigma não empolgou, culpa do peso do carro, já o 2.0 ficava longe do meu orçamento. Percebi meio por acaso o Tiida, carro que nunca pensei que um dia compraria. Fui na concessionária e o examinei cuidadosamente, fiz o test drive e não tive dúvida em comprá-lo. Passado algum tempo com o carro, afirmo que a compra superou muito as minhas expectativas. Econômico, espaçoso sobra motor, tem porte, macio na medida exata para o meu gosto e o mais importante para mim o excelente nível de acabamento acústico. Agora entendo porque esse carro faz tanto sucesso no mercado americano.

    ResponderExcluir
  75. Arnaldo. tudo bem que o carro é bom mas.. o que tem a ver o Rolls 1927? achei muito non sense.

    ResponderExcluir
  76. Tenho um Tiida Sedan e o comprei por não achar nada parecido na mesma faixa de preço.

    Rodei por todas as concessionárias pesquisando e considerando o máximo de vantagens e desvantagens. Inicialmente a intenção era comprar um VW Fox (carrinho!), mas o Tiida tava mais barato, maior, 10x melhor e o melhor consumo... PQP! Faço 18,5 km/l na estrada que pego toda semana!

    É um carrão que comparo com um Corolla e Civic, mas com precinho de Fox. Extremamente silencioso.

    Quanto o design, também não acho lá essas coisas, mas os comentários que ouço sobre ele quanto a isso são muito positivos.

    Abraços

    ResponderExcluir
  77. Já andei em muitos carros populares e luxuosos... Tiida Sedan melhor custo benefício disparado!!! Motor, acabamento, conforto e estabilidade sem igual testada por pilotos profissionais em teste do Detran/DF... Agora com air bag duplo, rodas e ABS... Só quem entende de carros sabe o quão bom é este automóvel... Lamentavelmente estética não agradou a maioria... Eu não consigo achá-lo feio...

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...