9 de agosto de 2011

COMO FACA QUENTE NA MANTEIGA

Fotos: HotCampinas.com
Em um dos meus posts, citei o 5º Festival Brasileiro de Recordes, organizado pelo Auto Union DKW Club do Brasil e realizado em outubro de 2006, no Aeroporto de São José dos Campos. Fiz a cobertura do evento para a revista Oficina Mecânica, editada desde 1986 pela família Silveira (o "tio" Josias e seu filho Guilherme, o "Badu").

Chegando lá, havia um grande número de esportivos, de todas as escolas e nacionalidades: Ford Mustang, Audi RS2, De Tomaso Pantera, Mitsubishi 3000 GT, Porsche 993, Subaru Impreza WRX, BMW M3, Toyota Supra, BMW M5, Jaguar XJS Lister Le Mans, Nissan 300 ZX, entre outros. Mas o que mais me chamou a atenção foi um Opel Calibra vermelho.


O carro parecia ser extremamente bem montado, coisa que se percebe nos detalhes: rodas de grande diâmetro para acondicionar enormes discos de freio (e não apenas pela estética) e pneus de índice W, capazes de alcançar 270 km/h em total segurança. O capô foi levantado uma vez, mas poucos perceberam a linha de pressurização do turbo.

Umas continhas rápidas de cabeça e já dava para ter uma idéia do que viria pela frente: original de fábrica o Calibra chegava aos 215 km/h, combinação brilhante do motor Opel C20XE de 2 litros e 16 válvulas (referência em desempenho em sua época) ao a um dos menores coeficientes de arrasto aerodinâmico já vistos em um automóvel de grande produção: Cx de apenas 0,26.

Mas poucos presentes davam importância ao Calibra: a maioria estava interessada apenas nos supercarros exclusivos, quase ninguém queria saber de um velho cupê alemão de tração dianteira. Até a publicação do resultado final:

Média de 251,27 km/h no quilômetro lançado, mais veloz que muito supercarro que apareceu no evento. Aerodinâmica espetacular, para cortar o ar como faca quente na manteiga.

FB


42 comentários:

  1. Chupa Mustang!

    ResponderExcluir
  2. Bitu
    Opel rules...

    ResponderExcluir
  3. O Calibra em questão foi fabricado mesmo em 2005, como pode? hehe.

    Adoro esse carro, pena que é praticamente impossível encontrar um em boas condições.

    ResponderExcluir
  4. Jesus, o Calibra chegou aos 220 Km/h c/ mecânica original nos testes da Autoesporte da época.

    Tenho a revista aki.

    Vc soube kem fez esse carro em especial?

    Outra coisa...p/ chegar aos 260 reais, será q algo foi alterado na relação de marchas?

    ResponderExcluir
  5. Só p/ ser chato...chegou aos 221 Km/h...rss

    ResponderExcluir
  6. Só pra ser mais chato ainda, o carro não é um Opel (ao menos no documento): como era importado oficialmente pela Chevrolet, ele recebia o logo da gravatinha (aplicado na grade do Vauxhall Calibra).

    ResponderExcluir
  7. Franklin
    Sendo assim, corrijo o que eu disse antes:
    Chevrolet rules... hehehe

    ResponderExcluir
  8. Milton Rubinho09/08/11 17:29

    Nem sempre "No replacement for displacement" funciona..Olhem o De Tomaso 7 litros tomando do Calibra...

    ResponderExcluir
  9. Felipe Bitu,

    Eu que não estou enxergando os retrovisores do Calibra na foto acima ou estes foram removidos para melhorar o corte da faca na manteiga?

    ResponderExcluir
  10. Felipe Bitu,

    Não sei se irá lembrar-se mas reparei também que o Jaguar (3º colocado) consegiu na Ida 237 km/h x 312 km/h da Volta. Isso é aerodinâmica ruim somente, ou condições adversas da prova (ex: muito vento contra x muito vento a favor), ou a somatória dos fatos?

    ResponderExcluir
  11. Convém notar que o Calibra é o mais novo de todos. Novas tecnologias blá blá. Será que era tudo isso mesmo?

    ResponderExcluir
  12. Da a impressão que os mais potentes dependem menos de aerodinâmica e sim mais de "braço" e tração pois na volta os pneus devem estar mais aquecidos.

    ResponderExcluir
  13. Almeida, o Calibra não é o mais novo não... tá errado na tabela, pois ele foi fabricado de 1989 até 1997 e os exemplares do Brasil são de 94/95 como a maioria dos esportivos que vieram pra cá.

    ResponderExcluir
  14. Calibra Drag coefficient = 0.290

    ResponderExcluir
  15. Bonito mesmo é a imagem do Boeing 727

    ResponderExcluir
  16. Meu amigo,
    Sinto, mas o seu post não se justifica. Praticamente todos os carros da lista tem o Cx de 0,29.
    Se for correr atrás de um realmente milagroso, procure um Tatra 1935, que ainda detém o record de 0,21.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  17. Esse Calibra preparado é justamente o tipo de carro que me atrai: discreto e com "poder de fogo" acima de qualquer suspeita!

    Carros assim sempre pegam os incautos no contra-pé, pois quem os preparam sabem do que o veículo é capaz, não é preciso fazer propaganda com megatransformações de estilo...

    ResponderExcluir
  18. Hehehe eu conheço um Calibra impacavel a venda ! O meu :) http://classisport.wordpress.com/tag/calibra/

    Esse da prova é de um amigo meu: David "West".

    O carro foi muito bem montado no Herrera, nao é tao forte, mas muito bem afindo.

    Para a prova realmente ficou sem os espelhos e (nao dá para ver na foto) todas as frestas foram tampadas com fita adesiva vermelha.... Muitos competidores ficaram tao vermelho quando essa maquina que freia, acelera e faz curva como gente grande !

    Abraços,

    Fabrice.

    ResponderExcluir
  19. Franklin

    Opel, Vauxhall, Chevrolet... Não tira o mérito do carro.

    FB

    ResponderExcluir
  20. HM

    Sim, os retrovisores foram removidos.

    Esse XJS Lister é um monstro: motor V12 de 7 litros de 546 hp, sempre foi um carro capaz de alcançar as 200 mph (320 Km/h), mas de fato ele não foi bem na primeira medição (de ida).

    Segue um vídeo que eu gravei da largada dele:

    http://www.youtube.com/watch?v=jUwEj2TqQJ8

    O que eu posso afirmar a respeito: muita gente arrancou mal, teve piloto errando marcha...

    O próprio Alejandro que ficou em primeiro lugar, quase larga em marcha a ré na primeira medição (todos viram a luz da marcha a ré acesa e começaram a gritar para chamar a atenção). A ré do 993 fica bem ao lado da primeira marcha.

    FB

    ResponderExcluir
  21. Almeida

    Quem mais turbinava Calibra naquela época era o Herrera e quase todos com pressão limite de 1 atmosfera.

    Num cálculo grosseiro, potência final em torno de 290 hp, mais do que suficiente para alcançar altas velocidades com o coeficiente de arrasto tão baixo.

    FB

    ResponderExcluir
  22. Danilo

    Não procede a informação de pneus mais quentes: houve um grande intervalo de tempo entre a primeira e a segunda medição.

    FB

    ResponderExcluir
  23. Sem dúvida o Calibra é um tremendo carro pelo que custa, e um Vectra 97/98 também não fica muito atrás, se fizer uma boa preparação.
    Mas queria fazer menção honrosa ao Supra, pois 300 km/h não é pra qualquer um, e ao Mustang, que chegou aos 250 numa passagem, era turbo?

    McQueen

    ResponderExcluir
  24. Obrigado pela informação e pelo vídeo Felipe Bitu, não conhecia este Jaguar nem de nome nem de vista, pelo que vi é raridade mesmo. Agora, além do Calibra, outro de "motor pequeno" (relativamente falando), é o Supra (3,0 litros turbo acredito), procurei alguma matéria no blog e não encontrei, será que o bloguista MAO pode vasculhar o baú para mais um post? Gostei da série Japão 1985, este Supra é de 1995 mas quem sabe tem algo por lá?

    ResponderExcluir
  25. M

    Pesquisando por cima, sem entrar em maiores detalhes:

    Porsche 993: 0.34
    Toyota Supra: 0.32
    Jaguar XJS: 0.40
    Mitsubishi 3000 GT: 0.33
    De Tomaso Pantera: 0.29
    Ford Mustang: 0.36
    BMW M3: 0.33
    Audi RS2: 0.35

    Deve ter alguma diferença no valor do Jaguar Lister (que tem apêndices aerodinâmicos ausentes no XJS comum).

    O valor do BMW M3 se refere ao modelo E46 que estava presente no evento (e que jamais poderia ter sido produzido em 1995).

    Não havia nenhum Tatra inscrito, logo, nada posso falar a respeito.

    FB

    ResponderExcluir
  26. Mexido até 147 anda...

    ResponderExcluir
  27. McQueen

    O Mustang do Batista tinha som e comportamento de big block: destracionou em todas as marchas.

    Talvez o Arnaldo Keller saiba alguma coisa sobre o carro.

    Tenho três vídeos dele:

    http://www.youtube.com/watch?v=oiogn1-P5cE

    http://www.youtube.com/watch?v=XftdXjjTo28

    http://www.youtube.com/watch?v=W-ec07B2IGY

    FB

    ResponderExcluir
  28. Bitu:

    Uns bons anos antes, quando os De Tomaso e os carros da Dimep ainda dominavam essa prova junto com os Opala preparados ( uns 270 máximo), um Gol " quadrado " de cx desconhecido mas algo por 0,45, fez a ida a mais de 250 e só num foi segundo na prova porque na passagem de volta a mangueira da pressurização soltou.

    Aí proibiram os AP no evento... Num adiantou, apareceram anos depois de GM Calibra ahahahahaha

    Detalhe o Porsche vencedor é quase um carro de arrancada, feito pelo saudoso Tonhão do Powerplus, cerca do dobro da Potência original do 993 Turbo S que era mais 500 Cv reais, isso refrigerado a ar.

    Bonita mesmo a foto do avião hein

    ResponderExcluir
  29. Alexei, eu lembro dessa história, foi lá nos idos de 99 que eu lembre. Achavam que Gol não estava a altura da prova e seus carrões.

    ResponderExcluir
  30. Alexei e Fabio

    Sim, eu tenho conhecimento dessa história. Inclusive com depoimento de pessoas que estiveram lá e me deram o número exato: 254 Km/h, sem aerodinâmica alguma.

    Mas eu gostaria de ter em mãos informações oficiais. Talvez o Eduardo Pessoa de Mello saiba de algo a respeito.

    FB

    ResponderExcluir
  31. Desses, o meu preferido é o Supra. Esportivo simplesmente maravilhoso. A Toyota deveria voltar a produzir o Mark IV, esse vermelho da primeira foto. E para falar a verdade, nem precisaria mexer no visual dele. Eu compraria um sem pensar duas vezes.

    ResponderExcluir
  32. A coisa se inverteu, hoje em dia motor é pra quem não sabe aerodinamica.

    O 727 é outra máquina que, apesar da idade, deixa a grande maioria dos jatos modernos para trás.

    ResponderExcluir
  33. Muito interessante, O calibra "jogava" cerca de 8km/h reais de vantagem para o Vectra GSI com o mesmo motor, e este, já tinha certo apuro aerodinâmico.

    O Calibra na sua época - por causa do seu cx e relação certa de marchas - tinha mais máxima que Tempra Turbo (165cv) e Omega CD 3.01 (165cv), mesmo que por diferenças marginais...ele cortava o ar como poucos mesmo.

    Bons tempos de uma GM que lançava ou importava um carro (bom) a cada seis meses.

    Mister Fórmula Finesse

    ResponderExcluir
  34. Parodiando Nelson Piquet, carro vermelho só se for Ferrari ou carro de bombeiro; o cara precisava fazer alguma coisa lá. Só ser feio não dava.

    ResponderExcluir
  35. Marcusthedriver10/08/11 11:00

    Bah eu tenho essa revista!!

    Bons tempos destes esportivos... agora o máximo que temos são os esportivos "modinha", não que sejam ruins, como camaro porsches aspirados e uma ou outra ferrari automática heheh

    ResponderExcluir
  36. FB
    Que legal esse post , me trouxe saudades..
    Participei dessa prova com um Subaru WRX totalmente original, sem nehuma pretensao por resultado, mas para ver o que meu carro podia fazer em materia de numeros...
    Presenciei ao vivo o que esses carros preparados andavam , me impressionou o Supra e um Subaru preparado que quebrou na primeira puxada..
    Qto ao Calibra realmente foi surpreenente. O dono queria fazer um carro bom de estrada (andar bem em alta). O resultado dessa preparacao (Bruno Herrera) foi fantastico , como os numeros comprovaram.
    Qto ao Jaguar Lister na segunda puxada houve um erro na cronometragem e os 312Km/h nao sao reais.. Com certeza o Calibra iria subir uma posicao a mais (ficando em 4#) no meio de um monte de superesportivos...
    Abracos

    ResponderExcluir
  37. Este Calibra é um velho conhecido. Acompanhei indiretamente a preparação dele nas vésperas do evento, na pedagiada da Castello Branco.

    Este carro realmente possui potencial para tais velocidades. Além de um motor bacana, houve o alongamento da relação de marchas, melhoras no sistema de frenagem, suspensão, etc. Existe até hoje e não raramente encontro com seu proprietário (e o carro) nos encontros semanais do Clube Calibra.

    Segundo o David o carro teve a junta de cabeçote "empurrada" no final da primeira puxada (provavelmente já pelo stress da sessão de acerto) e um defletor de ar debaixo do carro acabou também prejudicando a segunda puxada.

    Na época o carro possuía bem menos potência. Hoje possui alguns "ups" além daquilo que foi visto no evento e, obviamente, um pouco mais de potência.

    Com certesa foi e ainda é um carro bastante competitivo para este tipo de prova. Particularmente gostaria de ver um "brinquedo de criança" assustando muita "gente grande" novamente.

    Bem bacana. Bem legal.

    O único acontecimento chato para este carro neste evento foi o roubo das rodas/pneus que estavam no guincho pertecentes ao veículo.

    ResponderExcluir
  38. Muito legal a lembrança. A aerodinâmica é um diferencial para este carro até mesmo na economia de combustível em estradas, é realmente fantástico!

    Chuto que este Calibra tinha seus 330cv na época com essa configuração.

    Lembrando a todos que estes números de velocidade representam a velocidade MÉDIA no último km do percurso, e não a máxima!

    ResponderExcluir
  39. Nico

    Seu Subaru era verde? Se for, eu cheguei a entrevistá-lo.

    Abraço!

    FB

    ResponderExcluir
  40. Ricardo 37... Sim. Era aproximadamente esta potência mesmo. Pouca coisa a mais.

    ResponderExcluir
  41. Me lembrei de uma história engraçada. Aqui no Brasil a GM discutia qual seria a pronúncia correta de Calibra, a inglesa (Cálibra) ou a alemã (Calíbra).

    Enquanto rolava a discussão, um jornalista esportivo foi à sede da GM no Brasil e viu dois Calibras no estacionamento. Para fazer a publicidade do carro, ele falou:
    Olhe aqui, este é o Cálibra do diretor X (esqueci o nome) e este é o Calíbra do diretor Y...

    ResponderExcluir
  42. Sim meu Subaru era um verde escuro !
    Me lembro de ter falado com vc que na epoca fez a cobertura para uma revista !
    Parabens pelo seu trabalho no blog e de toda a equipe do autoentusiastas!
    Abracos

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...