Google+

14 de setembro de 2011

HENNESSEY VENOM GT, O MÁXIMO NO MÍNIMO




Já que a relação peso-potência manda muito no desempenho de um carro, principalmente na aceleração, o preparador americano John Hennessey, já meio cansado de inventar motores cada vez mais potentes para carros que cada vez saíam mais pesados das fábricas, resolveu construir ele mesmo um GT para estourar a boca do balão.

Viper, Corvette, Camaro, tudo ficou pesado para o gosto dele. Além do mais, a configuração de motor dianteiro com tração traseira tem limitações para tracionar. Não adianta aumentar a potência, pois não dá para jogá-la no chão.

Seguiu o que manda a lógica: carro leve, motor central-traseiro, tração traseira, e assim nasceu o Venom GT, um monstro de 1.200 cv pesando só 1.215 kg, ou seja, 1 kg/cv. Distribuição de peso, com piloto: 40 % na dianteira e 60% na traseira. 



Canhonaço que despacha Bugatti Veyron sem nem dar bola, e sem precisar da complicação e do peso extra da tração nas quatro.

“Make it simple” é sua regra. Motor de 6,2 litros do Corvette (bloco de alumínio), só que com dois turbos, e isso ele sabe fazer melhor que ninguém, e o faz no estilo “bulletproof”, ou seja, à prova de bala, trocando algumas peças por outras ainda mais resistentes. O câmbio é um transeixo Ricardo, manual, 6 marchas, o mesmo usado no Ford GT. Freios da Brembo. Controle de tração, sim, ele tem, mas que pode ser desligado.

E para ir atrás da leveza foi direto aos seus mestres: foi à Lotus. O cockpit é basicamente um Exige, interior praticamente igual ao dele, assim ele economizaria peso e dinheiro, já que essa parte cara do carro não precisaria de projeto nem nada, pois é tudo Lotus Exige, inclusive o pára-brisa e painel. Grande parte da carroceria é de compósito de  fibra de carbono.

Em suma, ele meteu um V-8 biturbo americano de 1.200 cv num inglesinho Exige. Claro que as suspensões são diferentes, chassi também etc., mas ele é o mais próximo possível de um Exige.

Já guiei um Exige e achei o máximo. Ele tinha 240 cv e pesava pouco menos de 900 kg, o que dá uma relação peso-potência de 3,75 kg/cv, e isso me faz imaginar o animalzinho com essa relação em 1:1... Doideira das boas.

Ah! O torque máximo é de 160 mkgf a 4.200 rpm: uma barbaridade. Dêem só uma olhada:

Aceleração 0-100 km/h em 2,5 segundos.
Aceleração 0-322 km/h em 15,9 segundos (Bugatti Veyron faz em 24,2 segundos).
Velocidade máxima: 442 km/h.

Vale a pena dar uma olhada no site da Henessey e ver as filmagens. O link é http://www.hennesseyperformance.com/
 
Achei genial. Esse cara foi objetivo, bem americano mesmo: “make it simple”. Sabe o que está fazendo, e pra quem está fazendo. Não é carro pra playboy. É carro pra bigboy, como disse o repórter do Top Gear que o guiou.

Tirou o sono de muita gente, dos que fabricam esportivos complicados e dos que passaram a sonhar com o Venom GT, eu incluído.

AK

28 comentários:

  1. Um sonho !!!

    Mas uma pergunta básica e a triunfal: Com essa distribuição ruim e essa potencia só nas rodas traseira, isso faz curva como deve para o nível que tem que ter ?

    Pois carro americano até de 2000cv roda nas ruas, mas fazerem curva forte é um problema que ainda ronda na maioria dos carros americanos.

    ResponderExcluir
  2. Mister Formula Finesse14/09/11 16:17

    "Tirou o sono de muita gente, dos que fabricam esportivos complicados e dos que passaram a sonhar com o Venom GT, eu incluído"

    É bem por ali, os esportivos complicados como o Veyron Grand Sport de 1200cvs, são feitos para que o motorista não passe por complicações ao volante, e esse descomplicado Venom, é exatamente para complicar e comprometer até a medula a concentração do seu motorista.

    ê de-lhe complicar!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Um projeto para a equipe do AUTOentusiastas:

    Para comemorar o terceiro ano desta casa, porque não fazer uma visita a sede da Hennessey! e de quebra, realizar um teste com este brinquedinho? Olha que é uma boa hein!?...rsrs

    Henrique.

    ResponderExcluir
  6. Qual seria o tempo de volta na Nordschleife? Lembrando que o Veyron não tem um tempo bom resgistrado lá.

    ResponderExcluir
  7. Antônio,

    A distribuição de peso é boa. A F1 é mais ou menos isso aí, 40% na frente e 60% atrás. Bom para frear e bom para tração nas saídas de curva. Perfeito. Ferrari 458, Modena, etc, são assim também.

    ResponderExcluir
  8. Henrique,

    que os céus te ouçam... É nóis!

    ResponderExcluir
  9. Venon GT ou Ariel Atom V8? hmmm...

    ResponderExcluir
  10. O futuro da Lotus é meio incerto, nem sem mais de quem é. Causa certo desamparo, mas aí vem um doido desses e faz o Colin Chapman dar risada lá na fazenda em Mato Grosso.

    Lotus com alma de Colin são sonho de consumo (Evora estaria fora pra mim pelos 1400kg - demais né?). Como falta-me e$paço na garagem, fico com os 820kg do meu Mille.

    João Schmitt

    ResponderExcluir
  11. Com o perdão da palavra, mas só deu para pensar em uma coisa ao ler a ficha técnica do Venom GT: PQP!!! Você nem terminou o palavrão e o bicho já passou de 100 km/h...

    0-322 km/h (!) em 15,9 segundos?!!! Babei...

    E como o MFF comentou, haja braço para domar a fera! Esse carro vai tirar o sono de muito marmanjo por aí. Cadê o raio do meu remédio?! kkkkkkk...

    ResponderExcluir
  12. Dá pra ouvir o controle de tração cortando o motor a quase 200mph.. monstrinho mesmo.

    ResponderExcluir
  13. Um carro destes exerce sobre o meu autoentusiasmo o mesmo efeito que uma anciã de 110 anos exerce sobre minha libido, ou seja: zero, nada, "niente". Já se o post fosse sobre qualquer uma daquelas fabulosas "barcas" norte-americanas dos anos 50, ou sobre algum dos sedanzões de luxo de hoje, meu autoentusiasmo se sentiria sob o efeito de uma caixa inteirinha de Viagra. E SIM: isto foi uma indireta, he, he, he! Gostaria de pedir à equipe do "Autoentusiastas" mais matérias sobre as "barcas" dos 50, e atuais. Quem não chora não mama, he, he!
    Abraço, Keller.

    ResponderExcluir
  14. Carro mais rápido que eu dirigi foi um Audi RS4 V6 bi-turbo com chip para 460cv e suspensão Koni e um monte de coisa boa que todo carro sério deveria ter, mas já achei o RS4 um animal ágil e colado com super bonder no chão, mesmo pesando uns mais de 1.5 ton de peso...Foi brutal o impacto sobre mim, imagine um desse como deve ser ! Deve ser algo como quase morte, só que com um nível de prazer único no mundo, mas que podemos ir e voltar deste "estado de espirito".

    ResponderExcluir
  15. OFF Topic: Um pouco da IAA pros meus amigos entusiastas:

    http://www.youtube.com/watch?v=Fy6UxAZixDQ

    Abracos

    ResponderExcluir
  16. acho que foi o shelby que comentou que não havia nada que substituisse uma alta potência... eu não concordo.. estou mais com o porsche e seus seis cilidrinhos antiguinhos peso pena, pelo que já li e ví por aí era algo de outro mundo como o peso fazia uma diferença incrível no modo de sentir o carro.

    ResponderExcluir
  17. Anônimo das 1:42,

    Carro leve é bicho. É menos inércia pra todo lado, todas as reações são mais rápidas, todas.

    ResponderExcluir
  18. Arnaldo, uma perguntinha Offtopic aqui, mas ainda ligada a preparadores insanos e carros ultra-violentos..rsrs

    Lembro muito bem de um relato que havia feito, quando esteve aos comandos do Mustang V8 Bi-turbo preparado belo Ricardo Malang! Poxa, se não for pedir muito, poderia reproduzir o texto aqui novamente? Há e aproveitando a deixa, o teste que havia realizado com uma Dodge Ram V10!

    E aí? vai testar o Hennessey? rsrs ( Estou fazendo rezando por aqui! )

    Atenciosamente

    Henrique!

    ResponderExcluir
  19. Bruno Moreno15/09/11 10:16

    Carro pesado fica muito bobo na pista. Parece que tem Delay na hora de fazer as curvas. Já andei em um omega 4.1 blindado, até que ele agarrava bem nas curvas, mas parece que você tinha que medir antes de efetua-la. Fazer zigue zague na reta então, nem pensar!

    Tenho um puma GTE mecânica Vw, o carro já foi pesado em balança de caminhão e acusou 770 Kg. É impressionantemente, mesmo com o pneu meia vida e com a suspensão ruim ele tem respostas muito rápidas na direção. Incrível!

    ResponderExcluir
  20. Henrique, sinceramente, é meio chato ficar reescrevendo matérias. Prefiro buscar novas. Mas vamos ver, se der na bola...

    ResponderExcluir
  21. Boa AK!

    finalmente um topico que nao reclame de algo de SP ou nao faça propaganda de coreano algum maldito!!!

    Obrigado!
    AC

    ResponderExcluir
  22. AC

    Maldita é a sua sugestão de que fazemos propaganda de coreanos.
    Passar bem, e longe daqui.

    ResponderExcluir
  23. AK, nesse mundo de DSGs, DCTs, PDKs, GT-Rs, Veyrons, é reconfortante ver alguém fazer um carro puro na essência, tal qual o McLaren F1.
    Em que pese o preço fora do alcance da grande maioria, só de saber que existe um carro assim, já me faz acreditar que nem tudo esta caminhando pra chatice.

    ResponderExcluir
  24. Para os ases do volante, deve ser realmente um sonho... Mas para a maioria dos mortais que são menos habilidosos e devem ser a maioria dos consumidores, receio que os turbos sejam uma armadilha perigosa!

    Qual seria a potência sem os turbos? 600, 700 cv? Uma versão aspirada ou com compresssor seria a minha opção caso pudesse escolher. Diversão garantida com reações mais previsíveis...

    Uma surpresa agradável é o design, volta e meia aparece um carro americano com um super motor e aparência com gosto duvidoso. Ao mesmo tempo que o construtor acertou não estaria ele infringindo os direitos autorais da marca inglesa?

    É complicado ver o resultado do seu trabalho suado sendo usado por terceiros graciosamente...

    Vc viu o novo A2 Concept? Pois bem... Vc já viu aquelas luzes percorrendo toda a lateral do carro em algum lugar...

    Abraços

    ResponderExcluir
  25. Toda vez que alguém da equipe "Autoentusiastas" escreve sobre algum destes super-hiper-mega-supra-ultra-baita esportivos, geralmente se babando todo, eu acho um saco. Já disse mais de uma vez: aqueles foguetes sobre rodas não me dizem nada.

    ResponderExcluir
  26. Para Box666: Cadê meus direitos autorais? He, he, he, he!

    ResponderExcluir
  27. BOX666: o adjetivo que você procurava para descrever o carro é "bólido". Assista mais TV e leia menos.

    ResponderExcluir
  28. Marcelo Ricardo Silva27/07/12 16:07

    O tal do Box666 deve ter um fusca ou um Uno Mille (daqueles que, se você pagasse um pouco mais, vinha "até" com retorvisor do lado direito e desembaçador traseiro...).
    Já li uma porrada de posts aqui e o cara só faz xingar e reclamar. Nada agrada, deve ser um frustrado, certamente.

    Alguém que diz que um Venon GT não lhe excita, é porque não tem paixão por carro e não sabe o que é um esportivo. Uma daquelas pessoas que vêem carros apenas como "meio de transporte". Estão no blog errado.



    Mais uma vez, parabéns pelo post.

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...