Google+

2 de outubro de 2011

DISPARADA TRÁGICA

Foto: Luiz Carlos Murauskas/Folhapress



As informações a seguir são do jornal Folha de S. Paulo, de autoria dos jornalistas Natália Cancian e André Caramante,

No dia 19 do mês passado publiquei o post "Se beber, dirija devagar", que gerou alguns comentários ácidos por entenderem alguns leitores que eu advogava beber e dirigir, quando não é nada disso. O que eu disse foi "se for beber, dirija devagar", o que é completamente diferente.

Eu gostaria muito que o jovem de 19 anos Felipe de Lorena Infanti Arenzon tivesse lido o post e entendido seu significado. Ele certamente não teria provocado o acidente na madrugada deste sábado que, muito mais que destruir seu patrimônio ou de sua família, e de terceiros, provavelmente venha a causar a morte de Edson Roberto Domingues, de 55 anos, que dirigia uma Asia Towner.

O carro de Felipe, depois de bater em outros cinco veículos, em ruas diferentes, acabou colidindo com o pequeno furgão de passageiros, que se incendiou, resultando em queimaduras em 90% do corpo de Edson Roberto, cujo estado é gravíssimo. Em queimaduras dessa extensão as chances de sobrevivências são mínimas. Felipe havia saído de uma balada.

Testemunhas relatam que o carro de Felipe, um Chevrolet Camaro, trafegava muito rápido, enfurecidamente. Consta depois da última batida o jovem fugiu a pé, mas foi logo encontrado pela policia, que o considerou embriagado. Preso em flagrante, foi encamihando ao IML para exame de dosagem alcoólica.

Poderá pagar fiança e responder o processo em liberdade, pois é primário, tem residência conhecida e trabalha. A Justiça determinou fiança de R$ 245.000. Mas certamente será julgado e condenado a longa pena caso vítima venha a falecer.

Fica o registro do que poderia ser evitado se Felipe tivesse dirigido bem devagar, como orientado no post de 19 de setembro. No máximo, haveria danos materiais e de pequena monta. Mas uma atitude impensada ou mesmo burra afetará para sempre sua vida.

Aos leitores que criticaram o post de 19 de setembro: compreenderam agora?

BS

112 comentários:

  1. Pedro Navalha02/10/11 16:16

    A placa desse Camaro destruído (0666) já era uma demonstração clara que esse mentecapto era um enviado da Besta...

    Poderia ter voltado para o lugar de onde veio!

    ResponderExcluir
  2. Bob, me explica:

    Na Europa e nos EUA, o pessoal bebe (talvez mais do que aqui), anda em carrões (de BMW para cima), e não se mata igual vemos no Brasil. E mais: as ruas na Europa são ainda mais estreitas que as nossas aqui. Como isso é possível?

    ResponderExcluir
  3. Rafael Tamburus Felgueiras02/10/11 16:53

    O problema é que agora a imprensa vai colocar a culpa no carro, como se o carro pudesse causar algum acidente!

    ResponderExcluir
  4. Residindo nos EUA, não digo que não é impossível acidentes assim ocorrerem, pelo contrário. Mas há uma grande desmotivação: os danos causados às vítimas, tanto a propriedade como a pessoa, são de responsabilidade do motorista embriagado. Depois, ele também está sujeiro a penas criminais.

    Ou seja, não é que os americanos sejam pessoas melhores que os brasileiros, mas apenas que eles tiveram mais tempo com automóveis para codificar em lei casos específicos.

    Mas ouvi esta semana que há lei semlhante em consideração no Brasil e já não é sem tempo.

    ResponderExcluir
  5. lamentavel, mais feliz foi o texto do Flávio Gomes,sobre esse assunto,porque conhece esse tipo de gente e sabe o que eles (não)tem na cabeça .
    http://colunistas.ig.com.br/flaviogomes/2011/09/30/ja-deu/

    ResponderExcluir
  6. Na boa, o Flávio Gomes tem um despeito com qualquer um que tenha dinheiro. Isso me cheira a inveja, isso sim.
    Citar o caso do Porsche lá, sendo que a mulher do Tucson que cruzou o sinal vermelho, é sacanagem. Além do que, se ele não estivesse num Porsche, estaria num Gol, ou num Astra, ou qualquer outro carro, e bateria do mesmo jeito. Ou é só Porsche que acelera?

    Sobre o pai dar um Camaro pro filho, o cara tem dinheiro pra caramba, vai fazer o que com esse dinheiro? Doar pro FG, né? Não devemos confundir irresponsabilidade do garoto que bateu o carro com as condições financeiras de poder ter um carro daquele.

    ResponderExcluir
  7. Que grande coincidência (ou seria transmissão de pensamento, he, he?), Bob! Ontem, quase coloquei um off-topic em seu "Novo VW Tiguan", para falar deste desastre. Não tenho absolutamente nada (ao contrário de uns manés que andam aporrinhando aqui no "Autoentusiastas", e que vão dizer besteiras do tipo "isso é obra de capitalistas selvagens assassinos com seus carros caríssimos") contra que pais que podem dar estes presentes aos filhos, o façam, contanto que: a coisa seja feita acompanhanda de uma cobrança firme de responsabilidade, tipo "estou te dando este carro, filho, mas existe uma condição: se houver uma simples multa, umazinha só, nem precisa ser um acidente, motivada por alguma imprudência, como alta velocidade, avanço de sinal, trafegar na contra-mão, etc, tomo o carro e vendo no dia seguinte, sem choro nem vela. Portanto, se policie. Muito. Só depende de você, continuar com o carro". Se eu, "Mr. Car", que também já tive meus 18, 19, 20 anos, fui capaz de dirigir com toda responsabilidade quando nesta faixa etária , não vejo a menor razão para que os jovens de hoje não possam fazê-lo. Por isto, inclusive, não tenho a menor condescendência ou mesmo pena, quando um moleque imbecil se estraçalha todo em um "pega" de rua, por exemplo. Morreu? Dane-se. Minha única preocupação ao saber de um caso destes (e eles acontecem dia sim, outro também), é: levou algum inocente com ele, seja pedestre ou condutor/passageiro de outro veículo envolvido no acidente provocado por sua imprudência? Não? Ótimo: foi "desta para melhor", sozinho. Se alguém tiver que chorar, que sejam os familiares dele, e não os do inocente. Simples e objetivo assim, embora muitos talvez digam que sou cruel, muito cruel.

    ResponderExcluir
  8. Bob, concordo plenamente com o que escreveu no outro post, se beber ao menos dirija devagar, com máximo de atenção.
    O problema é por mais que se leia, por mais que tenha uma opção ao beber, essa opção é ir devagar (o ideal todos sabem, não dirija), não adianta na maioria dos casos, ainda mais com alguém de 19 anos, depois que se bebe em excesso, é outro de consciência, todos conhecem, isso se não misturado com outras drogas, é loucura pura, a gente só aprende depois que acontece, pra alguns acontece o pior.
    A fiscalização é falha, a pena é branda, no geral as leis são brandas, mesmo em casos extremos.
    Como você já disse diversas vezes, se o sujeito tiver certeza que, se matar outro ser humano pagará uma pena duríssima, ele pensaria muitas vezes antes mesmo de se dopar, e mesmo assim aconteceriam esses casos só que em número muito menor.
    Esse rapaz de 19 anos teria feito o mesmo na condição em que estava seja com um camaro ou com um 1.0

    ResponderExcluir
  9. Amanhã o playboy estará cedo em alguma concessionária GM para pegar outro Camaro zero.

    ResponderExcluir
  10. Vitor Alves02/10/11 18:31

    Concordo com você e seu post anterior Bob. Não sei se os colegas irão concordar comigo, mas eu no lugar do pai desse moleque não só deixaria ele preso, como quebraria suas pernas pra ver se ele fica esperto. Uma coisa é você sofrer ou provocar um acidente por erro ou defeito, outra coisa é fazer isso por pura vagabundagem. Foda é que como foi um Camaro o "protagonista" do acidente vão falar disso por semanas, igual ao caso do Porsche.

    ResponderExcluir
  11. Thales, concordo totalmente com sua opinião:

    Se o porsche estivesse a 320 km/h e o Tucson varasse o sinal eles iam bater e ela provavelmente morrer.

    Se o porsche estivesse a 160 km/h e o Tucson varasse o sinal eles iam bater e ela provavelmente morrer.

    Se o porsche estivesse a 80 km/h e o Tucson varasse o sinal eles iam bater e ela provavelmente morrer.

    Se o porsche estivesse a 60 km/h e o Tucson varasse o sinal eles iam bater e ela provavelmente morrer.

    Quer passar no sinal vermelho oferecendo usando a porta lateral e uma barra de 20 mm como escudo? Passe e aguente as consequências. Sem mais!

    Bob, você calou a boca de muita gente. Tomara que os que reclamaram do seu 'conselho' leiam e entendam o que você quis dizer.

    ResponderExcluir
  12. Vai aparecer algum advogado pra inocentar ele dizendo que baixou um Decepticon no Bumblebee dele.

    ResponderExcluir
  13. Pelo amor de Deus né. O Flávio Gomes com inveja desse mentecapto??? Ah, o pai dessa besta assassina (ele deve gostar, afinal a placa era 666) tem muito dinheiro sim, afinal, é vereador. Acho que é meio óbvio que o dinheiro que comprou esse carro não deve ser dinheiro ganho com o suor de trabalho...

    Ainda bem que no Brasil, ter dinheiro (mesmo que seja sujo) livra qualquer boçal desses da cadeia. Queria ver esses imbecis (o do Porsche inclusive), apodrecendo numa cela pelo resto da vida.

    ResponderExcluir
  14. "Se beber, dirija devagar",

    Infelizmente, nosso Zé Povinho tem dificuldade em interpretar textos e pensaram que você estava fazendo apologia ao álcool.

    E que esse acidente sirva de lição.

    ResponderExcluir
  15. Fato. Se ele estivesse trafegando a 60km/h que é o limite de velocidade de algumas áreas urbanas, não teria ocorrido o acidente.

    ResponderExcluir
  16. O texto anterior do Bob foi bem claro: Não dirija se não estiver em condições. Porém, se for cometer a irresponsabilidade de dirigir assim mesmo, que pelo menos vá bem devagar, o mais devagar possível, diminuindo as consequências de um acidente que venha a ocorrer. Se o motorista do Camaro tivesse seguido esse conselho, provavelmente teria apenas amassado um pouco o carro e não causado o desastre que se viu.

    ResponderExcluir
  17. Na boa, mas o Sr. continuou chovendo no molhado. Se o cara não tem controle de si mesmo, não vai dirigir a 60 km/h. É algo pessoal e não se trata de má interpretação.

    ResponderExcluir
  18. Thales, concordo 200% com tudo que o Flavio Gomes disse. Não tenho carrão e não faço questão de ter. É um desejo que simplesmente não tenho. Talvez para você seja estranho. Portanto, inveja passa longe de mim. Quanto a um pai dar uma máquina pro filhão, penso que amor não é medido pelo custo do presente. Eu mesmo daria um fusca (quando muito) pro meu.

    ResponderExcluir
  19. Anônimo 18:46, você sabe realmente o que ocorreu no acidente do Porsche, pra estar falando que queria que "o motorista apodreça na cela"?

    ResponderExcluir
  20. Complemento o comentário do Mr. Car e discordo dele em um ponto. Fico triste em constatar que esse estilo de vida "baladeiro", que envolve voltar para casa de carro sob efeito de sono e/ou cansaço e/ou álcool e/ou drogas e que para um número desproporcional de jovens (mais trintões e quarentões em patética "adolescência prolongada") ganha contornos de vício, está fadado a continuar a causar tragédias desse tipo.

    Creio ser insuspeito de viés petralha, já que vivo tratando-lhes como merecem aqui nos comentários, mas é óbvio que um pai presentear um filho de 19 anos com um Camaro é idiotice. Todos sabemos que começar dirigindo um carro moderno e potente é a pior coisa do ponto de vista do aprendizado, mais o agravante do pai saber que o rapaz em questão é fereqüentador de baladas, com os riscos inerentes acima.

    Como sempre nesses casos, é difícil obter informações detalhadas, mas alguém verificou se é anormal o fato do carrinho chinês ter sido o único a pegar fogo?

    ResponderExcluir
  21. Filho de político: precisa dizer mais alguma coisa?

    ResponderExcluir
  22. Esses retardados não lem nada Bob. Eles e seus amigos acham bonito ficar bebado e aprontar depois.

    Ele vai ser considerado o máximo perante sua galera.

    O que precisa é cadeira pesada pra essa turma e perda do direito de dirigir, e mesmo assim não resolve completamente, como acontece nos EUA. Mas que vai diminuir muito vai. Mesmo sendo dolo (eventual), a cana é pouca e não serve de lição para os colegas de sua turma, que vão continuar tentando ser idolatrados também.

    ResponderExcluir
  23. Henrique Garcez02/10/11 20:17

    Concordo em muitos aspectos da argumentação do Thales.

    Espero que esse molequinho mimado apodreça na cadeia, mas não podemos nos esquecer que imbecilidade não escolhe saldo bancário.

    Como o playboy babaquinha do Camaro, há muito pobretão fazendo m#rda por aí a bordo de Gol quadrado turbinado, Marea velho, Audi A3 2001 com pneu careca e motor fumando. E sem mencionar as motos!

    Sejamos realistas: se um duro tivesse aprontado tudo isso com um carro qualquer, o Flavio Gomes não teria escrito esse manifesto raivoso.

    Ocorre que o Flavio Gomes tem mesmo bronca de rico. Mais uma tremenda incoerência de um sujeito que ganha a vida escrevendo sobre o mais elitista dos esportes, coleciona carros (hobby de "burguês"), mas vive elogiando Che Guevara, Fidel Castro e a ditadura assassina que esses dois facínoras implantaram naquela pobre ilha. Digitem a palavra "Cuba" na busca do blog dele e comprovem.

    Há uns anos atrás, desnudei essa hipocrisia num comentário. Parece que o Flavio ficou bastante incomodado, pois fez questão de respondê-lo, de forma bem grosseira e debochada.

    Confiram:

    http://colunistas.ig.com.br/flaviogomes/2008/02/19/gira-mondo-gira-terca-34/

    ResponderExcluir
  24. Tá cheio de gente por ai se matando com Gol, Celta, Palio e outros carros por ai, depois de beberem iguais verdadeiros gambás, provocando mrotes e acidentes de madrugada, depois de sairem da noite, com a cabeça repleta de álcool, energetico etc.

    Uma amiga minha deu Perda total no carro da familia, epois de varar um sinal vermelho e se assustar com um onibus, sofrendo escoriações diversas. O carro? Um Corsa 1997 1.0 com mais de 100 mil km.

    Outro conhecido "assassinou" um poste da Eletropaulo com um superveloz Gol 1.6 refrigerado a ar. Motorista embriagado.

    Em todas a situações, o resultado é o mesmo. Não é o Camaro que fez a diferença. Foi o FDP que estava atrás do volante.

    ResponderExcluir
  25. molequinho mimado não vai apodrecer na cadeia, e a culpa não é dele nem do pai dele

    ResponderExcluir
  26. problema tá mais em cima

    ResponderExcluir
  27. Sério que o Flávio Gomes gosta do Fidel e companhia limitada? Tá explicado!

    ResponderExcluir
  28. na minha cabeça é bem simples, homicídio doloso = 50 anos em regime fechado, sem direito a recurso ou a nada que alivie a pena.
    não precisa de pena de morte ou prisão perpétua, 50 anos fechado é a morte.
    isso não acabaria com a situação de um vizinho meter uns pipocos no outro, ou do chapadão sair atropelando meia dúzia, mas iria reduzir muito.

    ResponderExcluir
  29. Uniblab, em primeiro lugar: sei que você não é mais um destes malditos petralhas , he, he, he! Quanto ao assunto em si, o problema não está no carro, e sim no motorista. Um Mille ou Gol poderiam fazer o mesmo estrago, mesmo não sendo modernos e potentes como o Camaro. Aliás, em caso de abuso, um carro moderno oferece até mais condições para que se possa evitar um acidente, como freios melhores, estabilidade melhor, e até, eventualmente, auxiliares destes sistemas, como ABS, controle de estabilidade, de tração, etc...O problema estaria então, em o pai dar um carro (qualquer carro) ao filho que ele soubesse ser um irresponsável, sem exigir responsabilidade. Quanto ao carro que se incendiou, creio sim que o fato esteja diretamente ligado a ele ser o carro que é. Tive um lixo destes (no caso, uma Towner SDX), e te confesso que conseguia me sentir mais inseguro dentro dele, que dentro de um outro lixo chamado Kombi. Essas coisas não deviam nem poder circular em vias públicas, no máximo em pátios e galpões de grandes fábricas, onde ir de um setor a outro simplesmente caminhando, demandasse muita perda de tempo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  30. não esquecendo da maioridade com 14 anos, habilitação com 16

    ResponderExcluir
  31. "Quanto ao carro que se incendiou, creio sim que o fato esteja diretamente ligado a ele ser o carro que é. Tive um lixo destes (no caso, uma Towner SDX), e te confesso que conseguia me sentir mais inseguro dentro dele, que dentro de um outro lixo chamado Kombi. Essas coisas não deviam nem poder circular em vias públicas, no máximo em pátios e galpões de grandes fábricas, onde ir de um setor a outro simplesmente caminhando, demandasse muita perda de tempo."

    Década de 50-60 deveria ser um perigo! Culpa da Kombi, ainda bem que só tem Kombi no Brasil. Ufa!

    Fora outros carros inseguros da época, o mundo é um perigo!

    ResponderExcluir
  32. Blog do Flavio Gomes é idiotice...burguês metido a ter dor de cotovelo de gente rica...e colecionador de tranqueiras, aliás ele tem muitas velharias que a ex-esposa deve arrancar dele próximamente....não é flor que se cheire. Quanto ao pixote do Camaro uns 10 anos de boa reclusão o fariam pensar no assunto alcool.

    ResponderExcluir
  33. Gosto do blog do flávio gomes, apesar de as vezes discordar, independente disto, ficar comentando sobre a vida pessoal do outros é uma viadagem, como a viadagem do Anônimo 21:21, a solução pra acabar com a viadagem todos aqui sabem.
    Que merda esse comentário do Anônimo 21:21

    ResponderExcluir
  34. Anônimo 02/10/11 16:52

    A diferença é que lá fora tem praticamente um policial em cada esquina e qualquer cagadinha no trânsito que você faça eles vão ver e vão de puxar a orelha ou lhe aplicar uma multa.

    Fazendo uma bobagem deste nível, eles vão perceber, vão te parar, não vai ter essa babaquice de "não vou forrnecer provas contra mim mesmo" ou ainda o "você sabe com quem está falando" típicos do Brasil. Além disso, lá fora os policiais tem viaturas deentes e não Corsas 1.0.

    Mais um caso triste, vamos ver quanto isso será propagado pela "mídia", provavelmente será menos pois o Camaro é um carro que vende bem mais que Porsches, mas é ridículo ser assim sendo que desta vez existem agravantes muito maiores como o cara estar trêbado e ser o único responsável pelos acidentes.

    Queria é ver o cara linxado.

    ResponderExcluir
  35. Caro Mr. Car (companheiro no uso de raticida aos petralhas daqui...)

    Talvez eu não tenha feito-me entender direito, mas não quis dizer que a culpa foi do carro em si, que obviamente é mais seguro do que qualquer lata de sardinha brasileira, mas sim de que ele certamente pode ser um grande incentivo à irresponsabilidade para alguém tão jovem, especialmente nos dias de hoje em que carros não costumam ser tratados com a seriedade que merecem, sendo considerados símbolos de ostentação, "catá muié", etc.

    Moro em cidade pequena e sei muito bem que ter bosta na cabeça não é "privilégio" de classe social nenhuma, mas sei mais ainda de vários casos que comprovam que a combinação Juventude Imatura + Carro "da moda" + Varar a madrugada acordado feito zumbi e depois dirigir é a receita para desastre em potencial.

    Quanto à Kombi, Uno e demais clássicos dentro da rubrica "Bateu, Morreu", é melhor nem mexer mesmo - no caso da Kombi parece que é "Bateu, Ficou Preso Nas Ferragens"... :)

    Quanto ao post do tal Flávio Gomes, li só o começo dele e já achei ridículo o estilo pueril e tosco, depois lembrei que alguém já o tinha mencionado aqui como notório petralha aí fechei rapidinho.

    ResponderExcluir
  36. Ah, e se o mancebo criminoso fosse filho de algum figurão petralha os paladinos da justiça de plantão estariam engajados na operação-abafa...

    ResponderExcluir
  37. Mantenho a crítica ao slogan "se beber, dirija devagar" pois se o elemento não tivesse dirigido depois de beber, nada teria acontecido, nem ao Camaro, nem aos outros carros, nem à pele da vítima mais grave - o que de fato, é a única coisa que deveria importar neste triste história.

    Uma pessoa que sai para beber, no lugar de namorar - ainda mais aos 19 anos de idade - já está estragando a própria vida.

    Tanta coisa boa para se fazer com 19 anos: dançar, flertar, namorar, jogar bola, surfar, escalar, pedalar, ir ao cinema, e por aí vai... e o moleque vai para um bar para beber, e termina a balada sendo fotografado com uma toalha na cabeça e uma pança de sedentário.

    Que o julgamento seja justo e que este episódio sirva de exemplo para os pais que entregam as chaves de qualquer carro para um filho.

    ResponderExcluir
  38. ao faivic...

    Naquele tempo existia algo a escala mundial chamado RESPONSABILIDADE. É isso aí, fez cagada, danou-se, a culpa é sua. Hoje em dia procura-se jogar a culpa nos objetos. Por exemplo, se um cara mata o outro, a culpa é da arma. Se um cara bate o carro, a culpa é do carro. Se um cara fica com o nome sujo na praça. Se a Grécia não consegue pagar suas dívidas a culpa é da crise mundial. E por aí vai...

    ResponderExcluir
  39. "Ah, e se o mancebo criminoso fosse filho de algum figurão petralha os paladinos da justiça de plantão estariam engajados na operação-abafa... "

    Isso independe de preferência partidária, acorda para a realidade!

    ResponderExcluir
  40. Dimitrius Norbert02/10/11 23:55

    Bob,as pessoas nao entendem que nunca teremos ruas livres de pessoas que beberam e esão dirigindo,eu particularmente não vejo um grande problema nisso pois sempre bebi e nunca perdi o juizo,em casa sempre aprendi isso quanto mais alcool mais devagar e se for demais simplesmente nao pegue o carro ou o melhor nao beba até o seu limite,se esse pia estivesse a 40 km/h a historia seria outra ou se ele tivesse tido juizo e evitado beber tando isso nunca teria acontecido

    ResponderExcluir
  41. Sou de Itatiba, interior de SP. Venho acompanhando o blog há algum tempo e, particularmente, gosto muito destes posts que discutem conduta ou o trânsito em si. Acho interessante e muito conveniente para um blog deste tipo.

    Sou da geração deste rapaz da notícia. Tenho 21 anos e convivo com pessoas como ele na faculdade que estudo em Campinas. Pessoas que possuem tanto carros caros como populares.

    Eu acredito que o que falta nesta geração é educação, que como disse o vídeo do Inspetor Meireles, vem de casa. É impressionante o quanto as pessoas em geral não tem noção do que seus atos no transito possam causar. Não vêem problema em ultrapassar pela direita, entrar em contra-mão, dirigir em velocidade incompatível com o lugar ou o momento(tanto alta quanto baixa). Acreditam que são pilotos e que suas habilidades estão sendo testadas constantemente.
    Notem: Gosto de carros potentes e não sou "contra velocidade", aliás costumo dizer que velocidade não mata, o que mata é imprudência. Acredito que eu possa andar em alta velocidade, mas devo ser resposável o suficiente para saber se aquela velocidade é compatível com o momento. Não é assim nas famosas Autobahn?

    Estes dias um colega da faculdade bateu o carro. Saiu praticamente ileso, somente algumas dores por ter batido o peito no volante. O motivo foi que ele estava saindo do trabalho, em plena 6 horas da tarde, e repentinamente o transito parou. Segundo ele, ele estava rápido demais para parar e jogou no acostamento. Logo que foi para o acostamento, bateu num carro que estava quebrado. Ora, não era previsível que pelo horário e por todos estarem andando devagar, ele deveria se adequar à velocidade de todos e se preparar para parar a qualquer momento, mantendo distância dos carros a frente? Ora, não era previsível que poderia ter alguém parado no acostamento na hora em que ele fosse entrar nele? Este alguém poderia ser um pedestre, uma pessoa com bicicleta, enfim...

    Vejo pessoas, principalmente as da minha geração, dirigirem como loucos, acelerando forte, freiando forte, ultrapassando por locais proibidos, não dando preferência, não parando em locais obrigatórios ou parando em locais proibidos, atravessando cruzamentos acreditando na sorte, andando a 80km/h, 100km/h em ruas estreitas e de bairro.

    Recentemente também, um rapaz saiu da minha rua, que é sem saída, como muitos costumam fazer: De ré. Bateu em um carro que estava estacionado no começo da rua e levou aquilo como um infortúnio, prometendo pagar pelos prejuízos. Ora, não poderia ser uma criança atravessando, correndo atrás do carro? Eu já tive a assustadora experiência de ver uma criança atravessar correndo na frente do carro e ver o condutor tendo que "montar no freio" pra evitar o acidente. Imagine de ré que não dá pra ver (pelo menos eu não consigo, pode ser meu estrabismo).

    Outro caso para exemplificar: eu estava voltando de outra cidade com um amigo e discutimos quando, num lugar de pouca circulação eu resolvi pegar uma rotatória ao invés de entrar na contra-mão e seguir o caminho. Ele teimava em dizer que não tinha problema nenhum entrar na contra-mão, afinal ali havia pouco tráfego, em velocidade baixa.

    Talvez este seja o problema da minha geração. Educação. Noção do que as atitudes no trânsito podem causar. Não sei se por desconhecimento do código de trânsito ou por simplesmente ignorá-lo. Falta a consciência de que o trânsito é um sistema e que o que se faz nele afeta todos os outros. É como se dirigissem sem responsabilidade alguma, "careless and free, like animals". Alguém tem idéia de como efetivar esta educação?

    ResponderExcluir
  42. O post do Flávio Gomes é definitivo. Não mudaria uma vírgula.

    Quanto ao Mr Car e o Uniblab: divertidíssimo acompanhar o troca-troca... de elogios mútuos, risos! Aliás, só no Brasil um infeliz que anda de Towner vota com na direita!

    ResponderExcluir
  43. Henrique Garcez;

    Os "grandes" nomes que escreve sobre diversos temas jornalisticos (e infelizmente são formadores de opinião), com todo o respeito, são pessoas que representam a escória do jornalismo nacional.

    Miriam Leitão (jornalista do contra), Mino Carta (defensor aberto da teoria conspiratoria contra um governo acusado de pagar mesadas a deputados, com dinheiro público - mas a revista dele vive mesmo da ração da propaganda oficial), jonrais como folha de São paulo, cuja ideologia é ser contra tudo o que está ai, representa tudo de ruim que há na elite pseudo-intelectual no Brasil.

    O Brasil é um país maniqueista: Intelectual bom tem que ser de esquerda, gente rica é rica porque desviou dinheiro do governo, qualquer opinião que foge ao senso comum formado pela visão superficial da imprensa em geral é tida como errada, absurda, irracional, admirar a cultura americana é um crime imperdoável, passivel de excecração em praça publica, enfim, vivemos num pais ridiculo do ponto de vista educacional.

    Onde isso se encaixa no post do Flavio Gomes? Se encaixa na medida em que o retardado só faltou afirmar que a culpa do acidente acima foi do Chevrolet Camaro e não do retardado FDP que estava dirigindo.

    Esta ANTA (do Flavio Gomes) parece desconhecer que a outra ANTA 9motorista do Camaro) provocaria o acidente com um Camaro, um Celta ou um Toyota Corolla. Mas como um Camaro custa mais de 3 Corollas, então, a ditadura ideologica manda escrever as sandices que ele escreve.

    Em tempo: Um dso meus colegas mais atuantes do ponto de vista universitário, ganhou do pai ao completar 18 anos um Passat Importado zero km. Carro este trocado por um Volvo quando ele entrou (no mesmo tempo) na FGV e na USP/Direito.

    Outro colega desfilava com uma BMW M-3 e nunca soube de qualquer acidente envolvento sua BMW...Em compensação outros que dirigiam corsas, Gols e afins....viviam batendo o carro e dando perda total....

    ResponderExcluir
  44. Was passiert wirklich, wenn er verurteilt wird?

    ResponderExcluir
  45. Vamos invadir o blog do Flávio Gomes pra falar mal? A gente fica lá lendo coisas de que não gosta só pra perturbar... que tal?

    ResponderExcluir
  46. Cara, no bairro onde minha namorada mora em Macaé, as pessoas se divertem andando muito rápido, fazendo manobras, em motos desmontadas (sem farol, carenagem e tudo o que não for essencial) em uma rua que não passa dois carros juntos e com muita gente na calçada para se exibir. Eventualmente alguém cai e se lasca muito, mas como o retardado tá de Titan, não dá em nada, se ele tivesse de Ducati, iria ser notícia em todos os jornais como: "playboy exibicionista bebado cai de moto", que coisa ridícula! Tudo na vida é questão de amadurecimento. Alguém ai vai dizer pro Neymar que ele tem de comprar um Celta VHC.E como primeiro carro, para aprender a dirigir e só depois que ele compre um Porsche 911 GT3? Vai muito da responsabilidade de cada um...

    ResponderExcluir
  47. Horrível o texto do Flavio Gomes, cheio de besteirol e picaretagem intelectual. Até tem algumas coisas corretas no meio, mas tudo muito distorcido. Não me surpreende que aquele idiota admire Fidel Castro.

    Voltando ao tópico, conheço pelo menos umas três pessoas diferentes que causaram acidentes e destruíram completamente seus carros populares. E também conheço alguém que ganhou um carro muito potente dos pais quando entrou para a faculdade e nunca sequer amassou os para-choques do veículo.

    Aqui mesmo já houve uma matéria sobre um acidente similar ao do Felipe de Lorena Infanti Arenzon, só que causado por alguém dirigindo um Clio, popular barato e fraco:

    http://autoentusiastas.blogspot.com/2011/07/pastel-de-feira.html

    Por pura sorte não morreram várias pessoas ali mesmo na hora:

    "Não fosse o Gol e o caminhão, ele teria pego a barraca do pastel, provavelmente atropelando a pequena multidão que ali estava para saborear a gostosa fritura."

    Não importa se é um carro importado possante ou um nacional barato e anêmico, feito de papelão - se ao volante estiver alguém irresponsável e aloprado, os resultados podem ser igualmente catastróficos.

    ResponderExcluir
  48. Shimomoto, eu leio seus comentários aqui no blog e também leio o Flávio Gomes. Como você disse, ele, anta? Não seja modesto... Você supera o Flávio de longe...
    Mas o que me deixa realmente curioso é a razão que leva alguém a ser incapaz de fazer qualquer comentário no AE sem citar o Mino Carta. vocês tiveram alguma briga de trânsito?

    ResponderExcluir
  49. Divertidíssimo, isto sim, é ler o post de um adolescente espinhento (se não na idade real, ao menos na mental) como o anônimo do dia 03/10/11 01:29, que pensa estar lidando com outro adolescente infantilóide e inseguro como ele, e que se sentiria profundamente incomodado com quaisquer insinuações que fossem feitas com relação à sua sexualidade, he, he, he, he! Acorda, mané! Aqui é lugar para adultos, vai procurar teus amiguinhos no jardim da infância, he, he, he, he, he!

    ResponderExcluir
  50. Os problemas são vários, o primeiro deles é falta de educação caseira, pais e mães de verdade. Dá trabalho criar e educar, então, a maioria larga na mão da babá ou empregada, ou avós que paparicam até onde dá.
    O outro problema é não saber ler e entender.
    Outro é não acreditar na experiência de pessoas mais velhas.
    Outro é não respeitar pessoas que não se convive ou conhece.
    Outro é não saber que bebida alcóolica só tem uma função: encher de dinheiro o rabo do dono do bar e do destilador.

    Concluo: bebam mesmo, bebam bastante, peguem o carro e saiam dirigindo. Mas na hora de bater, mirem num poste e morram sozinhos, já que um imbecil desse naipe não deveria nem ter nascido.

    ResponderExcluir
  51. Não adianta tentar impedir um bêbado de dirigir e não adianta tentar impedir um cabeça de vento de dirigir bêbado, em qualquer um dos casos eles vão dirigir de qualquer forma, então que pelo menos dirijam devagar.

    Concordo que independente do carro, se o cara quiser fazer merda... ele vai fazer merda! Proporcionalmente falando, existem mais pessoas fazendo barbeiragens a bordo de um 1.0 do que gente a bordo de uma Ferrari, normalmente quem tem um carro desses costuma tomar conta de seu patrimônio.

    Mas não podemos negar que um Camaro nas mãos de um infeliz desse só potencializa a merda, é um carro que desenvolve muito mais velocidade com menos espaço e tempo, talvez se ele estivesse em um 1.0 a merda não teria sido tão grande já que ele teria mais dificuldade para alcançar uma velocidade alta e talvez com um 1.0 ele tivesse parado logo na primeira batida... Mas claro que a culpa não é do carro mas sim do motorista, independente do carro esse infeliz teria feito a mesma merda.

    ResponderExcluir
  52. Cadeia nesse imbecíl, a culpa definitivamente não é do carro, pode até ser do pai, que sabe a "merda" que tem em casa é dá um carro de quase 500cv pro assassino. Mas de qualquer forma este lixo tem que pagar pelo que fez, devia ter pena de morte num caso desse!

    ResponderExcluir
  53. Dos meus tempos de cursinho, tive um professor de física que dizia que o nosso problema não era saber física. O nosso problema era não entender português. O nosso problema era de não saber o que a questão pedia.
    É o que acontece com alguns. Sabem até ler, mas não entendem o lido e aí criticam.

    ResponderExcluir
  54. É ridículo e infelizmente comprovado, a quantidade de cabeças de esterco que existem aos montes por aí, e aqui tem vários, porque ainda tentam justificar aqui, nas entrelinhas, que o "acidente" não merece o destaque que está tendo, "só porque era com um camaro"... ah vão a merda. O texto do Flávio Gomes pra mim não tem nenhum exagero, estes dois irresponsáveis (o vereador que dá um carro de + de 300 cavalos para um adolescente, porque playboy com 19 anos é adolescente, não é adulto) deveriam ser presos sem direito a fiança. Mas como esse é um país onde a lei só funciona pra quem é pobre, preto e fudido, é capaz de daqui a 15 anos quando sair a sentença após milhares de recursos que os advogados do vereador (que irão encher o bolso de dinheiro) irão fazer questão de usar, o dono da towner que está ardendo com 90% do corpo queimado e já já vai morrer ao ter sido atropelado por um carro de corrida para as ruas no dia do aniversário da mulher, ser culpado pelo acidente e os filhos dele terem que pagar as custas do processo, não duvido nada.

    ResponderExcluir
  55. Thales Sobral, faço de suas palavras as minhas!!!Pura inveja com certeza...Não venhamos a este caso, entrar em conflitos para solucionar e questionar como o garoto conquistou este carro, porém uma coisa eu garanto..."mano", ladrão ele não é...e talvez esse seja o despeito de algumas das pessoas...Iriam adorar se o carro fosse roubado....Tem pessoas tão "idiotas" que me perdoem os doidos, a ponto de dizer que o menino fez pacto com o diabo só por causa da placa dele....rsrsrs(AFFF).... Lamentável em alguns momentos tenho vergonha por essas pessoas...Sem mais.

    ResponderExcluir
  56. Olha, senhores, eu sou dessa geração do "baladeiro" e o ponto mais grave disso tudo não é o carro nem a velocidade, mas sim o estilo de vida dessa geração da qual faço parte.

    O culto ao álcool. O vício em álcool afeta 15% da população, afeta a economia, famílias e é cada vez mais glamourizado.

    A propaganda na TV diz que festa nao é festa sem álcool. Influencia o imaginário coletivo dizendo que festa boa tem mulherão, musicão e cervejão. O senso comum diz que uns goró na cabeça faz a diversão, que não vai ter mulher feita, que comemorar é beber.

    Obviamente nao sou um carola hipócrita e bebo muito quando me dá vontade, o mesmo tipo de vontade que me faz comer macarronada ou um pastel de queijo.

    Mas a bebida na balada virou algo tão automático quanto pipoca no cinema. Dá pra parar de beber lá pelas 2h da manhã
    ir tomando água, coca-cola ou tônica (que tem bastante açucar) pra sair de lá com um mínimo de consciência.

    Essa gente não precisa de Camaro pra fazer isso. O Flávio Gomes vive uma ilusão típica de comunista da classe média, que nunca entrou num bailão de peão risca-faca, daqueles que sai cadeirada na cabeça no fim da noite. Ali também tem gente bêbada andando a 100, 120, 130 com Chevettes, Monzas, Gols e carros populares em ruas residenciais.

    Tem que acabar essa inveja de classes do Brasil. Como se ignorância dependesse da grana.

    ResponderExcluir
  57. O mais engraçado é ler, alguns dos comentários como o playboy...o pai eu o carro...
    Vamos ao que realmente importa... o Felipe não é e nunca foi um PLAYBOY filinho de papai, nem com o pai dele ele morava...o pai dele nunca deu "nada" pro Felipe, na verdade sempre deixou bem claro o que ele quisesse teria que conquistar...e foi isso que ele fez, realmente ele tem mais condições do que muitos, porém sempre correu atrás das coisas dele, aqui em Embú ele nunca se mostrou melhor que ninguém ao contrario super simples, super tranquilo, um menino bom, nunca eu vi ele bebado, nunca ouvi ninguém falar mau dele...acho que tudo isso conta. Infelizmente foi uma fatalidade o ocorrido, o que eu posso fazer é orar e pedir que Deus ajude...uma fatalidade todos que conhecemos o Felipe estamos muito tristes com tudo..talvez tenha sido para aprender mesmo, pois ele está em estado de choque não diz uma palavra só chora, nunca teve o amor da família e sempre teve que correr atras da vida dele sozinho...Então definitivamente não é só porque as condições, classe social é melhor do que a maioria quer dizer que seja um PLAYBOY mimado...
    Ass: 030490

    ResponderExcluir
  58. Boa LEONARDO!!...Ótimo "discurso".

    Ass: 030490

    ResponderExcluir
  59. Senhores, julgam sem ao menos saber da historia, engraçado que além das "pessoas" falarem com muito ódio dele como se ele fosse um marginal como nosso amigo disse acima eu também sou da geração "baladeira" e acho engraçado porque muitos dos "sangues sugas" estiveram com ele, gastando o dinheiro do "papai" (como os babacas dizem) ...Resumo na hora de consumir o dinheiro dele, beber o "goro" dele...e pegar a mulherada de carrão os "BABACAS POBRES" adoram... e agora que de "MERDA" todo mundo quer atirar a primeira pedra...
    Ass; 030490

    ResponderExcluir
  60. Ao anônimo das 14:20,
    O tal Felipe é um criminoso e deve ser punido !!! Cadeia nele !!!

    ResponderExcluir
  61. "Desculpe ai, mais eu não atiro a primeira pedra...meu teto também é de vidro..."
    E eu imagino que o seu também...então povo vamos olhar para os nossos umbigos!! =)

    ResponderExcluir
  62. Se esse imbecíl irresponsável, tivese feito tua mãe arder no fogo e estar à beira da morte agora eu queria ver você entender o lado dele, é criminoso sim, o culpado é ele que assumiu o risco de dirigir embriagado em alta velocidade, bateu ainda queria fugir, um lixo desse devia morrer na cadeia!!

    ResponderExcluir
  63. Vou comprar um gato para cada um de vocês...!! :D
    Anonimo 14:28
    Me fez pensar...

    ResponderExcluir
  64. E aos que defendem o infeliz dizendo que era "trabalhador", "não fazia mal a ninguém", "bom menino" e o escambau, qual de vocês defensores do ilustre criminoso justifica o fato do pai dele não saber que ele estava com o carro????? ah vão a merda de novo, se pegou o carro escondido e fez a merda que fez, o pai se fosse uma pessoa decente, o mínimo que iria se esperar dele como exemplo que é (se é que algum político pode ser usado como exemplo no Brasil), deveria recusar a fiança e fazer questão de que o filho fosse julgado. PEGOU SEM PEDIR? BEBEU QUANDO ESTAVA DIRIGINDO? FEZ MERDA? VAI PAGAR. Mas não, estão passando a mão na cabeça e agora fazendo propaganda de bom mocinho. Tem mais é que se lascar mesmo, não estou com um pingo de dó.

    ResponderExcluir
  65. Cada doido... merda, esterco, credo! Vai ler outro blog.

    ResponderExcluir
  66. Muito Bom!!!!

    Nossa o menino é um santo!!! é um imbecil, isso sim!!!!

    Ele nunca fez nada, não?????? E o rapaz que está na UTI com o corpo queimado???? Ou você, seu idiota de merda, vai falar que ele foi o culpado????

    Esse cretino que dirigia esse camaro, é um babaca que fez uma sequência de merdas!!!! E qualquer um que faça uma sequência de merdas dessa, deve ser punido!!!

    Seu lixo, só em um mundo de imbecis, vão falar que o moleque é coitado!!! ahhhhh vai a merda!

    ResponderExcluir
  67. Esdras Carvalho03/10/11 17:19

    Bob, engraçado lí o seu post sobre bebida e volante poucos dias atrás, quando ví o ocorrido na tv imediatamente associei ao que tinha lido!

    Sou jovem, tenho 23, e apreciei bastante a linha do texto, não passou nem perto do meu entendimento acreditar que você defendia dirigir embriagado.

    Gosto do seu estilo realista de entender e escrever o mundo!

    ResponderExcluir
  68. Conheço o pai do garoto, concordo com muito do que foi dito, mas não foi o pai que deu o carro. O pai possui um carro que custa menos da metade do valor do Camaro e ainda não pago. O carro foi comprado escondido do pai, o qual descobriu apenas com o acidente noticiado. Estão condenando a pessoa errada!

    ResponderExcluir
  69. Pera aí... Como é!! Comprou escondido?! Xiii! Isso tá ficando cada vêz mais enrolado...

    ResponderExcluir
  70. Poxa vida, tá mais que óbvio que este sujeito não fez tudo isso apenas por estar embriagado, lógico que não foi um acidente involuntário, portanto não vejo relação nenhuma com o outro post.
    Isso para mim é um playboy brincando de "um dia de fúria", ainda por cima sem um bom motivo para fazê-lo.
    Cadeia é pouco para esta criatura abominável.

    ResponderExcluir
  71. Disse e repito: Se beber, NÃO dirija, simples! Utopia? Nada disso! Melhor não nivelar por baixo!
    Ah, e é no mínimo antiético os administradores do site permitirem descer o pau em gente de outros blogs. Pra quem chia até com flagra de carro, é no mínimo hipocrisia...

    ResponderExcluir
  72. Acabou de pagar a fiança de R$ 245 mil fácil, fácil. Ser condenado? Aqui não!

    ResponderExcluir
  73. Como é possível pedir a alguém "se beber dirija devagar"?
    se o bebum não tem noção nem do que fala, vai ter noção da velocidade que anda?
    Bob Sharp, alguns artigos seus são um belo dessserviços à nossa sociedade.
    E é muita presunção de sua parte acreditar que o motorista de 19 anos que dirigia o Camaro iria beber e dirigir devagar apenas porque leu seu texto...

    ResponderExcluir
  74. Bob,
    Se ainda vale a pena alterar o texto, o carro incendiado foi uma Asia Towner, diferenciável de Chanas e afins pelo formato dos faróis e os para-choques mais destacados.

    ResponderExcluir
  75. Ah nunca vi tanta besteira reunida em um só canto. O Flávio Gomes é um recalcado de esquerda e ainda tem tipos piores comentando no blog dele. Teve um que abortou que deveria ter limite de velocidade de 60km/h em regime urbano e de 100 em estradas. Nem os Teletubies conseguiriam dirigir assim, pô!

    O Bob rasgou a hipocrisia no belo texto dele. Se o cdadão vai fazer a merda, que a faça divagar, para amenizar os possíveis sinistros. Isso é simples e óbvio.

    Esse camarada do camaro pode ser trabalhador, esforçado, bóia-fria, o escambau. Fez a besteira, agora arque com as consequencias disso! Enquanto a gente nao parar de passar a mão na cabeça de quem á errado esse país nao vai sair da emergência social. É assim no trânsito e na justiça: o culpado não é punido,existem centenas de recursos e brechas; é assim na educação: o aluno nao tem capacidade de passar de ano mas "ah o bichinho, tadinho dele",nao tem capacidade de entrar na universidade mas tem bolsa isso e aquilo na particular e ele entra; e tá ficando assim em todos os setores desse Brasil!

    Onde nós queremos chegar como país agindo dessa forma?

    Augusto Filho

    ResponderExcluir
  76. Tem uma galerinha aqui que A-D-O-R-A gozar usando a genitália alheia e está sempre pronta a defender os boçais em possantes carros esportivos que saem matando os outros e semeando um rastro de destruição. Ai de quem atirar pedra nesses filhinhos-de-papai irresponsáveis; é logo taxado de invejoso, petralha ou de esquerdista. Um dos defensores desses mauricinhoas andava de Towner SDX!
    Coisa triste, além se ser mané, ser pobre...

    ResponderExcluir
  77. Como todos puderam observar, o moleque NÃO foi procurar os amiguinhos no jardim da infância, e insiste em meter o bedelho no papo dos adultos, he, he! Deve ter sido criado por uns relapsos, daqueles que acham que não se deve dizer "não" às crianças, não se deve impor limites, para não "traumatizar" o petiz.

    ResponderExcluir
  78. O indivíduo é petralha ou esquerdista se distorcer um fato desses pra tentar jogar a culpa na riqueza, no capitalismo, no sucesso alheio, pois sabe-se que a maioria dos acidentes graves não é causada por gente rica dirigindo carrões caros e possantes, esses são exceções. Todos os dias acontecem centenas de acidentes com carros populares, alguns até mais graves do que esse do Camaro. Mas Flavio Gomes e companhia não aparecem pra criticar, é claro. Fora isso, a maioria aqui concordou que o motorista do Camaro merece punição severa, portanto sua crítica não procede.

    ResponderExcluir
  79. Realmente, nesse caso, não importava o veículo que esse imbecil estava dirigindo.

    O que falta é punição!!! Tive amigos em uma merda de Mille que quase se mataram, machucaram MUITO a pessoa no outro carro, e simplesmente não aconteceu nada.

    Fez uma merda desse tamanho? Vai prestar serviço comunitário seu merdinha. Vai tirar corpo de acidentado, vai retirar lixo dos rios e bueiros!!! Não colocar o merdinha para pagar uns trocados com cesta básica, e pronto!

    ResponderExcluir
  80. BS, sempre acompanhei o blog autoentusiastas, porém nunca comentei, mas diante de uma situação delicada como essa, não tive como me abster de opinar. Tenho opinião similar a sua e esse fato ocorrido retrata bem o que vou expressar aqui, a relação bebida x álcool na minha opinião vai muito além da irresponsabilidade, entendi perfeitamente o termo usado naquele post Se beber, dirija devagar. O que acontece com os jovens vai mais além, é de berço, questão de educação, são na maioria dos casos falta de acompanhamento familiar, falta de limites dados pelos pais, falta de cobrança... enfim, é questão de educação não somente no trânsito, mas na vida como um todo. Digo isso porque ganhei meu carro aos 20 anos e meu pai ao me dar o carro me deu outras responsabilidades, Se eu bebesse e me envolvesse em qualquer tipo de situação, teria que arcar com todas as consequências, por isso, bebia na noite e dirigia sim, mas nunca me envolvi em rachas, correr a altas velocidades na madrugada, furar sinal entre outras coisas porque sempre soube que dentro da minha casa não teria apoio para coisas erradas.

    ResponderExcluir
  81. MEU PAI DIZIA : REVÓLVER NA MÃO DE MACACO E NAVALHA NA MÃO DE CRIANÇA SÃO COISAS COM ENORMES PROBABILIDADES DE DAR MERDA..

    MOLEQUE , BRAÇO DURO, IRRESPONSÁVEL , CRIADO PELA AVÓ E COM (MUITA) GRANA ,DÁ NISSO . .

    LAZARENTO É O PAI QUE FEZ O QUE JÁ ESTAMOS CANSADOS DE VER :

    PAGOU OS 245 PAUS E COLOCOU O MENININHO NA POSIÇÃO DE "COITADO" ..

    SE ESSE MOLEQUE MALDITO FOI MACHO PRA JUNTAR O DINHEIRO ,COMPRAR O CAMARO "ESCONDIDO" E BRINCAR DE NICOLAS CAGE EM "60 SEGUNDOS".. QUE SEJA MACHO AGORA PRA ASSUMIR SOZINHO A CAGADA ...

    JONES

    ResponderExcluir
  82. E mais: o mesmo bobalhão que nos acusa de defender "filhinhos de papai", ao final de mais uma mensagem, em tom de escárnio, me "acusa" de ser pobre por ter tido uma Towner SDX, he, he! Será que ele, que gosta tanto de acusar os autoentusiastas de mauriçolas, filhinhos de papai, burgueses, capitalistas selvagens ou coisa que o valha, tem mesmo todo este apreço que quer fazer parecer que tem, pelos menos favorecidos? tenho minhas (sérias) dúvidas, he, he, he! Pois é pessoal: um pateta destes, quanto mais fala, mais se enrola.

    ResponderExcluir
  83. Acho que o ibecíl que dirigia esse camaro tava brincando de GTA, só pode, já tá na rua o infeliz? Não vou me espantar se ver o nome dele no noticiário novamente, igual o outro maluco igualmente imbecíl que beteu um f430 pouco tempo depois bateu denovo em um camaro prata e foi encontrado de cuecas... esse povo que anda em balada(maioria usa drogas, bala, bola, doce, massa e o raio que o parta) e enche a cara e dirige matando pessoas merecia uma punição especial, deveria ter uma divisão dentro da polícia pra tratar esses criminosos como merecem, enquanto isso vamos ver mais motoristas GTA na televisão e rezar para não sermos vítimas deles..

    ResponderExcluir
  84. imagino o que uma sdx autoentusiastica com uma turbina picapau faz numa sinaleira. um carro muito levinho, eu brincava de levantar a frente com as maos.

    ResponderExcluir
  85. Rafael Bruno04/10/11 14:28

    O "engraçado" disso tudo é: se o cara morrer, o playboy vai preso.

    Se viver, fica livre.

    Ridículo.

    ResponderExcluir
  86. Rafael Bruno04/10/11 15:22

    http://www.fatoexpresso.com.br/wp-content/uploads/vitima_queimada_hc_fex.jpg

    Uma foto da vítima queimada no hospital.

    ResponderExcluir
  87. Não tem dessa de "se bebeu, dirija devagar" Se bebeu não dirija. Ponto.
    Se não tiver condiçoes de dirigir, entregue o carro para quem tenha ou deixe-o onde está e vá de taxi.
    Quem acha que consegue andar devagar depois de bêbado e que tem controle sobre a situação está se enganando ou é muito arrogante pra achar que consegue se sobrepor a aos efeitos do alcool no organismo. Ou seja, a chance grande é de dar merda.

    ResponderExcluir
  88. Nilton Lopes04/10/11 16:34

    Acho que a questão sobre carrões e grana que o gomes citou em seu blog é a ideia de impunidade dos que tem mais grana, e é fato, podem pagar melhores advogados, fiança, testemunhas e policiais. O cara do Porsche por exemplo, é sabido que a primeira pessoa a quem ele ligou foi para o seu advogado, antes mesmo de ligar para parentes ou para o resgate da menina da Tucson. Com grana ou sem grana, com carrão ou sem carrão acidentes acontecem em todas as classes, mas os mais favorecidos parecem viver num mundo onde os termos não pode, não dá é pouco ouvido infância. Concorda quem quer. Agora ele também fala da responsabilidade e habilidade de se dirigir um carro extremamente potente, e acredito que os responsáveis deste blog são os mais indicados para opinar pois conhecem bem a coisa. Afinal, dá para mal sair da auto escola, como esse garoto de 19 anos, ou passar anos guiando em carros "comuns" e achar que se domina fácil um Porsche, um Camaro? Seria conveniente exigir algum curso, sei lá estipular que acima de determinada potência só maiores de alguma idade. em alguns paises isso existe para motocicletas, AEs, qual vossa opinião?

    ResponderExcluir
  89. Acho que é perfeitamente possível dirigir um carrão sem se ter experiência. Havendo bom senso, acho que a maioria percebe até onde pode ir. Por exemplo, eu nunca havia dirigido um super carro antes e um dia tive a oportunidade de testar um esportivo muito famoso, preparado, tinha por volta de 600 cavalos, creio eu. Pelo menos foi o que o dono disse. Estranhei mais a embreagem muito pesada (como eu disse, era um carro preparado) do que a potência do motor em si. Não foi difícil conduzir o carro tranquilamente pelo bairro e o passeio terminou sem nada avariado ou destruído, nenhum morto ou ferido, nem sequer uma multa. Acho que vai da cabeça de cada um. Esse cara do Camaro, por exemplo, provavelmente não tinha responsabilidade nem pra dirigir um popular 1.0, provável que tivesse causado o mesmo acidente até se estivesse ao volante de um simples Mille.

    ResponderExcluir
  90. Luiz Dranger04/10/11 18:29

    Bob,
    Incrível como esse nosso mundo está cheio de reacionários. Parecem todos Juízes, julgando tudo, falando mal de todos, inclusive do nosso amigo Flavinho. OK, ele tem seus problemas, mas voce sabe que não é nada disso. Ninguém falou em educação ! Qualquer pai pode dar um Camaro, um Porsche, uma Ferrari para o filho e daí ?
    Quem tem inveja são esses babacas e não o Flávio que sabe o que quer e faz o marketing dele.
    Abração

    ResponderExcluir
  91. Miserê mode detected! Uma Towner SDX turbo é tão exclusiva que nem o Eike Batista tem uma. A grande vantagem de ser um Townwer's boy é que basta esticar o braço pra trás para puxar um hot dog quentinho!

    ResponderExcluir
  92. "A grande vantagem de ser um Townwer's boy é que basta esticar o braço pra trás para puxar um hot dog quentinho!"

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!!!!!
    Comecei bem o dia...

    ResponderExcluir
  93. Depois de 4 dias e meio agonizando no hospital, o motorista da Towner morreu:
    http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/motorista-ferido-em-acidente-com-camaro-morre-em-hospital-de-sao-paulo/n1597257589401.html

    RIP, Edson. Quanto ao Felipe, que pegue muitos anos de cana pra pensar na merda que fez.

    ResponderExcluir
  94. Eu também tenho um detector: detector de babacas, otários, manés, e afins, e que disparou forte com os anônimos de 04/10/11 23:28, e 05/10/11 07:53, he, he, he! E o "miserê detector tabajara" do primeiro dos anônimos cretinos, não lhe contou que a Towner não era meu único carro na época, nem sobre o resto do meu patrimônio, he, he, he, he! Palhaços, he, he, he!

    ResponderExcluir
  95. Mr. Car
    Não me leve a mal, apenas achei engraçado o que o sujeito escreveu, sem fazer qualquer juízo de valor. Não sou da turma dele mas nem por isso vou deixar de achar graça em certas coisas. A vida já anda muito séria, não acha?
    ass.: anonimo das 7:53

    ResponderExcluir
  96. Mr. Car

    Não se iluda: os "anônimos" em questão resumem-se a um único esquizofrênico com personalidades múltiplas, que até "dialoga" consigo mesmo para disfarçar. Não o deixe ter seus 15 minutinhos de fama às suas custas.

    Se o Bob não se importa que essas "imundícias" aparelhem o blog, então que eles aparelhem o blog...

    ResponderExcluir
  97. O texto do Bob sobre beber e dirigie devagar esta correto e só ñ entendeu quem tem dificuldade de interpretar texto. O kra q fala q ñ dirige quando bebe, principalmente se é da época das CNH sem foto, esta mentindo ou ñ bebe nunca. Os d agora, em q é obrigatório a auto-escola, ñ sabem dirigir, salvo se já dirigia antes, se aprendeu na auto-escola ñ sabe nada. Já bebi e já dirigi bebado, mas devagar. Já dei muito pau de carro, fiz muitas curvas em alta velocidade em variados carros, já fiz de poa a laguna em pouco mais de duas hora e meia d porão o tempo todo, mas sóbrio ou uns pequenos goles q passaria no bafometro com certeza. Quanto ao Flavio Gomes, q o citaram, além de péssimo jornalista, a tempos atrás falou na tv a cabo q o Rubinho estava acabado e sem equipe e o cara diputou o titulo e só ñ levou por detalhes. Outra, ñ o leio mais, é perda de tempo, mas ele cansou de escrever q tomou várias cervejas com ñ sei quem, morte subita, etc, e vem dizer q ñ dirige dpois de beber. Até pode ser, mas o kra é metido a politicamente correto e além de ser braço duro, chegou a ter a audacia d escrever q é o q melhor escreve sobre F1 no Brasil, hahahaha. O melhor jornalista q escreve sobre F1 no Brasil atualmente, sob meu ponto de vista é o Lito Cavalcante, com comentários competente.

    Abraços

    Tazio Nuvolari

    ResponderExcluir
  98. Uniblab
    No que diz respeito a mim você está enganado.
    ass.: anonimo 7:53, 14:48

    ResponderExcluir
  99. Anônimo 15:13

    Mas por que usar a mesma identificação desses salafrários...?

    ResponderExcluir
  100. Uniblab
    Porque, por enquanto, é um direito que me é assegurado. Isto, até o Bob resolver mudar as coisas por aqui. E se mudar, beleza, como eu já te disse antes, em outro post, continuo a postar sempre que achar conveniente, mesmo que identificar-se seja requisito.

    ResponderExcluir
  101. Educação, berço.
    Pelo o que eu lí dos "donos da verdade" e "conhecidos" do rapaz, ele pouco se relacionava com o pai, não dependia dele pra nada (onde alguém, com 19 anos, arruma 200 mil pra comprar um Camaro???) e era quase um exemplo para a sua cidade. Se um moleque recém saída da adolescência não se relaciona com o pai, alguma coisa errada há aí!! Ou dele ou do pai!
    Ele é um trabalhador frenético que foi pra night, encheu a cara virando a noite (provavelmente 24hs virado), pegou o carro e saiu da boate, bateu em VÁRIOS carros até o tanque dele não andar mais...
    Uma das vítimas MORREU!
    EU mesmo já fiz parte disso! Trabalhei um dia todo, fui pra night, bebí e fui pra casa. E tô aqui pra contar história...
    O Camaro foi o culpado? Inocência achar que sim. Porém, se ele estivesse em um Mille, depois de duas ou três porradas o carro teria enguiçado. O Camaro é um tanque e só parou quando a frente CAIU!!
    Um Camaro é seguro e fácil de dirigir sim mas, assim como um Mille, por quem tem responsabilidade!! Numa boa, com 19 anos a questão é que a responsabilidade é muito mais tênue, se tem pouca experiência de sair de uma situação crítica no trânsito e, por mais que tentem contradizer, o Camaro é um carro de status sim, o cara vai querer se mostrar, ainda mais com 19 anos!!! Dito isso sou terminantemente contra um carro desses pra quem tem menos de 5 anos de CNH.
    Na minha opinião, cana pra ele e, já que é independente e tem grana pra comprar um Camaro, TODO O SEU DINHEIRO iria para as vítimas contabilizar os seus prejuízos. A maior parte para dar algum amparo para a família do falecido.
    Ao pai, que pelo jeito deu um pé na bunda do moleque, se tiver consciência, durma tranquilo com a educação que deu ao filho que aprendeu a se virar cedo, independente e escondeu dele que tinha comprado um Camaro que custava o dobro do preço do seu carro...

    Carlos Galto

    ResponderExcluir
  102. Para anônimo do dia 05/10/11 07:53:
    se não foi sua intenção, está ok, mas sendo anônimo, não dá nem para saber quem é quem.

    ResponderExcluir
  103. Mr. Car
    Sem problema, isso é compreensível.

    ResponderExcluir
  104. como é possivel a frase "se beber digija devagar" se quem bebe fica totalmente fora de se estado normal, se achando o "cara" !!! impossível ter esse dicernimento num momento desse, o correto é "SE BEBER NÃO DIRIJA" não tem 1/2 termo !!! e ainda os piores acidentes ocorrem qdo os motoristas bebem pouco achando que tem o controle da situação !!! um cara que foge depois do acidente não é um homem nem moleque e muito menos um animal é um cara egoísta que foge de seus problemas !!! e ainda o pai dizer que nem sabia que o filho tinha comprado o carro !! que absurdo !!! como se compra um carro desses sem saber ??? esse rapaz levou o dinheiro na mão para comprar ? aff esse menino aprendei direitinho com alguem né ???

    ResponderExcluir
  105. Edson Domingues, 55 anos, morreu ontem à noite vítima de complicações decorrentes de queimaduras em 90% de seu corpo causadas por acidente na última sexta. O causador do acidente, Felipe Arenzon, 19, filho de vereador de Embu das Artes, dirigia um Camaro na saída de uma balada. No caminho até matar Edson atropelou duas pessoas e bateu em outros carros.
    Foi solto depois de pagamento de fiança de 245 mil reais.

    Edson estava saindo para trabalhar quando foi atingido pelo Camaro na manhã de sexta na zona norte de SP. A família do assassino diz que não sabia que o rapaz tinha um Camaro. O carro vale 200 mil reais.

    ResponderExcluir
  106. César
    Certo, vou alterar e deixar Asia Towner. Obrigado pela identificação.

    ResponderExcluir
  107. Anônimo 4/10 11:11
    Fez bem em opinar e relatar sua experiência. É tão fácil passar os primeiros anos de juventude incólume, não? Você disse tudo.

    ResponderExcluir
  108. Todos
    Lamento muito a morte de Edson Roberto Domingues, que dirigia a Towner. As condolências do AE à sua família.

    ResponderExcluir
  109. Esdras Carvalho
    Agradeço seu comentário e parabenizo-o pela compreensão da minha mensagem que,tenho certeza, lhe foi útil.

    ResponderExcluir
  110. Ficam falando bobagem sem saber. Pra começo de conversa. Ninguém aqui se conhece. Desde quando andar de Towner SDX significa ser pobre? Faço até um palpite: o cara da SDX turbo não lida com hotdogs, mas sim com as 'legítimas pamonhas de Piracicaba, puro curau de milho verde'....

    ResponderExcluir
  111. Se eu compreendi agora? Não, continuo não compreendendo. Teria sido MUITÍSSIMO melhor se o garoto tivesse bebido e NÃO guiado o carro. Aliás, teria sido muitíssimo, mas muitíssimo melhor, se ele NÃO tivesse bebido e continuasse a desfilar seu carrão numa boa.
    Vejamos o timeline desse rapaz:

    ----- garoto rico com brinquedo lindo ---- bêbado chapado no bar ------- irresponsável dando a partida num carro ------ criminoso batendo e fugindo ----- assassino

    Compreendeu agora, Bob?

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...