Google+

8 de novembro de 2011

NOVO PALIO CRESCEU E MELHOROU

 Fotos: Divulgação Fiat


O Palio sempre foi bem aceito desde o lançamento em 1996. Mesmo tendo vendido mais de 2.5 milhões de unidades em 15 anos, precisava mudar. Sua última evolução, em 2008, não produziu o resultado esperado e as vendas caíam cada vez mais, nas palavras da própria Fiat. O Palio que vende – e que continuará em produção junto com o novo – é o Fire, duas gerações atrás, o de 2004, o que teve os traços acertados por Giorgetto Giugiaro,

O novo, apresentado à imprensa nesta sexta-feira (4/11) mudou bem e ficou bem superior ao anterior tanto no rodar quanto em dimensões. Cresceu em todas as direções: 28 mm no comprimento, 31 mm na largura, 60 mm na altura e, muito importante, 47,3 mm no entreeixos. O resultado é mais espaço interno, embora o porta-malas tenha diminuído 10 litros, passando para 280 litros. O novo Palio só existe como quatro-portas.


Attractive 1,0 agrada. Rodas de alumínio são opcionais


O peso aumentou de 940 kg (Fire 4-portas) para 999 kg, dentro da lógica (ver demais pesos adiante). São três motorizações, 1,0, 1,4 e 1,6 litro e sai de cena o 1,8 Chevrolet usado no Sporting anterior. As versões são a Attractive 1,0 (R$ 30.990) e 1,4 (R$ 34.290), a Essence 1,6 com câmbio manual (R$ 37.990) ou Dualogic (R$ 40.990), e a Sporting, também manual (R$ 39.990) ou Dualogic (R$ 42.490). Para comparação, o Palio Fire Economy duas-portas custa R$ 25.590 e o quatro-portas, R$ 27.440.

As vendas começam em seguida e a fábrica espera vender entre 8.000 e 9.000 unidades por mês, junto com as 5.000~6.000 do Palio Fire. A partir de março começa a ser produzido na Argentina também, na fábrica de Córdoba, uma vez que Betim chegou ao máximo de capacidade, que é de  950.000 carros por ano. 

O novo Palio, vem com direção assistida hidráulica até mesmo na versão de entrada, mais computador de bordo, alerta de velocidade e de revisão programada, comando interno da abertura do porta-malas, duplo porta-luvas (quando não tiver bolsas infláveis) e outros detalhes. Fora, claro, o sabor da novidade. As linhas estão definitivamente mais modernas e agradáveis e o “bigode” ladeando o emblema da Marca na extremidade dianteira, à Fiat Cinquecento, deixou o novo Palio simpático. Os faróis voltaram aos dois refletores, abandonados em favor de dois na última reestilização, o que na época foi mal-recebido. 


O coeficiente de arrasto aerodinâmico é bom para o porte do novo Fiat, 0,33. A área frontal não foi divulgada, mas não é das maiores, algo em torno de 2,3 m².

Freios ABS e bolsas infláveis e cintos com pré-tensionador são opcionais em todas as versões, o que tem o aplauso deste AE. Direito de escolha deve ser respeitado enquanto esse itens não forem obrigatórios a partir de 2014. Bolsas infláveis laterais são disponíveis opcionalmente para o Essence e o Sporting.

A Fiat decidiu aplicar discos não ventilados nos dois Attractive, uma decisão que merece ser revista. Freios a disco são potentes e geram calor. Fading não é benquisto em carro nenhum.

Controlador automático de velocidade é disponível como opção somente para o Sporting com câmbio Dualogic – como se não fosse possível um carro ter o útil equipamento com caixa manual. Não dá para entender.

rn
Espaço interno está, de fato maior

Faltaram as repetidoras das luzes direcionais e luz traseira de neblina – faróis de neblina são de série menos no Attractive 1,0, em que é opcional – dois itens que o novo Palio não poderia deixar de ter. Mas são dois itens fáceis de adicionar futuramente. Em compensação, os espelhos externos são duas “televisões” convexas, proporcionando retrovisão ideal. Outro destaque é os limpadores de pára-brisa terem ficado praticamente escondidos, sanando um incômodo até então, como se os limpadores tivessem sido “esquecidos” e aplicados no último instante.

Em compensação, o conjunto de suspensão e direção ficou excelente. Até os novos coxins hidráulicos do motor influenciam a sensação de conforto, ao não deixar passar para a cabine as oscilações verticais deste. Até as barras estabilizadoras são diferenciadas segundo o motor: diâmetro de 20 mm no 1,0, 21 mm no 1,6 Essence e 22 mm no 1,6 Sporting.

A versão esportivada conta também com direção mais rápida, 14,6:1, 2,6 voltas entre batentes, enquanto nos demais é 15,6:1, 2,77 voltas. Nas três versões o diâmetro mínimo de curva é 9,9 metros. Fora essa importante diferença, o Sporting tem acelerador (elétrico, com controle eletrônico, como em todos) de abertura mais rápida e calibração de suspensão diferente, mais para o firme, inclusive com altura de rodagem 10 mm menor.

Interior está bem cuidado, volante de 370 mm Ø.A foto é do Sporting

O Attractive nada quase nada deve ao topo de linha, a não ser a falta do apoio de pé esquerdo

A plataforma física é nova e o desenho da carroceria coube ao centro de Estilo Fiat de Turim, na Itália, com participação da equipe de Betim. O novo  monobloco foi tornado  cerca de 30% mais rígido que o anterior, com mais emprego de aço de alta resistência, o que permitiu conter o peso.

Foi cuidado também o ruído interno, com melhoria do índice de articulação em relação do Palio anterior, notando-se apreciável melhora nesse ponto. Conversa-se facilmente mesmo em velocidades de viagem

Como anda

Ficou mesmo mais agradável. Está tudo mais preciso, a carroceria é sensivelmente mais firme. As três motorizações estão adequadas, com ênfase para o E.torQ 1,6 16-válvulas de 117 cv a 5.500 rpm (álcool) do Essence e do Sporting, com o bom torque de 16,8 m·kgf a 4.500 rpm – rotação alta em termos absolutos, sim, mas em baixo giro, ao redor de 2.000 rpm, já está quase nisso. Portanto, bem elástico. Os motores EVO 1,0 e o 1,4 também vão bem.

O motor EVO 1,0 desenvolve 73/75 cv (G/A) a 6.250 rpm, com torque de 9,5/9,9 m·kgf a 3.850 rpm. Já o EVO 1,4 produz 85/88 cv (G/A) a 5.750 rpm, e gera torque de 12,4/12,5 m·kgf a 3.500 rpm.

Só é estranho o Attractive não ter o excelente apoio para o pé esquerdo do Essence e do Sporting. Esse apoio corrige uma falha do Palio anterior, que já comentei no caso da Palio Weekend.

As medidas tomadas para o acerto do Sporting foram corretas, ficou mesmo bom de dirigir, especialmente andando um  pouco mais rápido.  Os pneus “verdes”, ou pneus de baixo atrito de rolamento, não impõem dificuldades à resposta de direção.

Os números de desempenho declarados pela fábrica são.

Desempenho



Aceleração 0-100 km/h (s)

G
A
Attractive 1,0

15,8
15,0
Attractive 1,4

12,8
12,2
Essence 1,6

9,9
9,8
Essence 1,6 dualogic

9,9
9,8
Sporting 1,6

9,9
9,8
Sporting 1,6 Dualogic

9,9
9,8

Velocidade máxima (km/h)



Attractive 1,0

156
157
Attractive 1,4

171
173
Essence 1,6

190
192
Essence 1,6 Dualogic

190
192
Sporting 1,6

191
193
Sporting 1,6 Dualogic

191
193

A 120 km/h o 1,0 está 4.000 rpm, o 1,4 a 3.750 rpm, o Essence a 3.300 rpm e Sporting, a 3.500 rpm. O câmbio Dualogic foi reprogramado e atingiu o ponto ideal. As trocas automáticas  ocorrem sem a conhecida hesitação e as manuais empolgam.

Os consumos normatizados (NBR 7024) informados pela fábrica são:


Consumo (km/l)
Cidade (G)
Cidade (A)
Estrada (G)
Estrada (A)
Attractive 1,0
13,6
9,3
18,1
12,5
Attractive 1,4
13,1
9,0
18,1
12,1
Essence 1,6
12,1
8,5
16,8
11,5
Essence 1,6 Dualogic
11,9
8,3
16,6
11,3
Sporting 1,6
11,7
8,1
16,4
11,1
Sporting 1,6 Dualogic
11,7
8,1
16,4
11,1

Os pesos em ordem de marcha são Attractive 1,0, 999 kg; Attractive 1,4, 1.007 kg; Essence 1,6, 1.062/1.069 (manual/Dualogic); e  Sporting, 1.090/1097 (manual/Dualogic)

O novo Palio deverá mesmo agradar os fãs da marca e atrair os de outras. Ficou com linhas agradáveis e continua um carro prático. A solução do encosto do encosto do banco traseiro ajustável em duas inclinações, do Uno, voltou, e continua o ajuste dos faróis por trás da parábola com acesso pelo compartimento do motor para compensar condição de veículo carregado. Coisas boas devem ser mantidas.

BS


Equipamentos de série e opcionais do novo Fiat Palio














ATTRACTIVE 1.0
ATTRACTIVE 1.4
ESSENCE 1.6 MANUAL
ESSENCE 1.6 DUALOGIC
SPORTING 1.6 MANUAL
SPORTING 1.6 DUALOGIC
ABS
O
O
O
O
O
O
Bolsa inflávei motorista + passageiro (inclui cintos de seg. diant. com pré-tensionador)
O
O
O
O
O
O
Alerta de velocidade e manutenção programada
S
S
S
S
S
S
Apóia-braço banco motorista
O
O
O
O
O
O
Apóia-cabeça traseiro (3) rebaixados e com regulagem de altura
O
S
S
S
S
S
Ar-condicionado
O
O
S
S
S
S
Banco do motorista com regulagem de altura
O
O
S
S
S
S
Banco traseiro rebatível com 2 posições para o encosto
S
S
S
S
S
S
Bolsas infláveis laterais
-
-
O
O
O
O
Chave-canivete com telecomando
O
S
S
S
S
S
Comando do câmbio tipo borboleta
-
-
-
O
-
O
Comando interno de abertura do porta-malas
S
-
-
-
-
-
Comando interno de abertura do tanque de combustível
S
S
S
S
S
S
Computador de bordo A e B
S
S
S
S
S
S
Conta-giros
S
S
S
S
S
S
Controlador automático de velocidade
-
-
-
S
-
S
Desembaçador com ar quente
O
O
-
-
-
-
Desembaçador do vidro traseiro temporizado
S
S
S
S
S
S
Direção assistida hidráulica
S
S
S
S
S
S
Duplo porta-luvas
S
S
S
S
S
S
Espelho para sol lados motorista e passageiro
S
S
S
S
S
S
Espelho retrovisor interno eletrocrômico
O
O
O
O
O
O
Faixa horizontal no painel
S
S
S
S
S
S
Faróis de neblina
O
S
S
S
S
S
Fechadura do porta-malas no emblema
O
S
S
S
S
S
Fechamento automático das portas a 20 km/h
S
S
S
S
S
S
Fiat Code
S
S
S
S
S
S
Follow me home 
S
S
S
S
S
S
Hodômetro total e parcial digitais
S
S
S
S
S
S
Iluminação do porta-malas
S
S
S
S
S
S
Kit de parafusos antifurto nas rodas
-
-
O
O
O
O
Limpador e lavador do vidro traseiro com intermitência
S
S
S
S
S
S
Luzes de leitura dianteiras (com spot)
O
O
S
S
S
S
Maçanetas, retrovisores externos e para-choque cor do veículo
S
S
S
S
S
S
Minissaias esportivas pretas
-
-
-
-
S
S
Pára-brisa degradê
S
S
S
S
S
S
Pára-brisa térmico
O
O
-
-
-
-
Para-choques pintados na cor da carroceria
S
S
S
S
S
S
Pneus "verdes"
S
S
S
S
S
S
Ponteiras de escapamento dupla cromada
-
-
-
-
S
S
Porta-óculos
O
S
S
S
S
S
Rádio / CD / MP3 / viva voz Bluetooth / entrada USB
O
O
O
O
O
O
Retrovisores externos com regulagem elétrica
O
O
O
O
O
O
Rodas em liga leve 14 pol.
O
-
-
-
-
-
Rodas em liga leve 15 pol.
-
O
O
O
-
-
Rodas em liga leve 16 pol.
-
-
-
-
S
S
Sensor crepuscular
O
O
O
O
O
O
Sensor de chuva
O
O
O
O
O
O
Spoiler traseiro
O
O
O
O
S
S
Terceira luz de freio
S
S
S
S
S
S
Travas elétricas + trava automática das portas a 20 km/h
O
S
S
S
S
S
Vidros climatizados verdes e pára-brisa degradê
S
S
S
S
S
S
Vidros elétricos dianteiros um-toque e antiesmagamento
O
S
S
S
S
S
Vidros traseiros acionamento elétrico
O
O
O
O
O
O
Volante com regulagem de altura
O
S
S
S
S
S
Volante em couro
-
-
-
-
S
S
Volante em couro com comandos de rádio no volante
O
O
O
O
O
O




114 comentários:

  1. Acho-o caro. Pois um 1.0 pelado custar mais de R$ 30.000,00 é exploração. Que venha a concorrência.

    ResponderExcluir
  2. Osmar Fipi08/11/11 12:19

    "...– é o Fire, duas gerações atrás, o de 2004..."

    Bob,
    Esse Palio agora é o de segunda geração. Os anteriores foram apenas reestilizações.

    - Osmar Fipi

    ResponderExcluir
  3. O estilo desse novo foi jogado numa vala comum - igual à um JAC J3 - sendo apenas mais um.

    Falta sal, falta um pouquinho só que seja de personalidade. A traseira parece deformada pelo sol.

    Há tempos que o design italiano não é mais o mesmo. Uma pena.

    ResponderExcluir
  4. Augusto Filho08/11/11 12:58

    O tanto que eu acho o Fire bonito (até mais belo que a reestilização seguinte), eu acho esse novo Palio sem graça. Essa traseira à Jac J3, Sandeiro... Não me contagiou não.

    E cá entre nós... A concorrência interna na Fiat gerou uma distorção nos preços. Esse aí ficou alto, e tenho quase certeza que eles não vão vender essas 8 mil unidades/ mês que estimam.

    ResponderExcluir
  5. Sandoval Quaresma08/11/11 12:59

    ficou mesmo cruzamento do novo uno com o punto.

    ResponderExcluir
  6. SergioCJr.08/11/11 13:00

    Acho que está faltando é inspiração...

    Se pegarmos as traseiras do J3, do Sandero e deste Palio, são praticamente o mesmo desenho...

    ResponderExcluir
  7. Augusto Filho08/11/11 13:01

    Para mim, é o casamento de um interior muito bem resolvido com um exterior preguiçosamente sem graça.

    ResponderExcluir
  8. jackie chan08/11/11 13:15

    Parece que a relação da última marcha está bem razoável, ao menos para o motor 1.6. Menos mal...

    ResponderExcluir
  9. Gentalha,
    você disse que o design italiano não é mais o mesmo.
    Errado, é o mesmo sim, sempre o mesmo.
    KKKKKKKKKKKKKKK.
    Fiat sucks !!!!!

    ResponderExcluir
  10. Continuo sem dinheiro para um carro novo.
    Que roubalheira !!!!

    ResponderExcluir
  11. A versão mais bonita do Palio continua sendo a 3ª, do Palio Economy. Acho incrível a falta de competência dos centros de design dos fabricantes, com vários profissionais pensantes para produzirem um desenho no mínimo, comum. Não é atoa que studios como Italdesign ou Pininfarina nunca saem de cena.

    ResponderExcluir
  12. se quebrar uma lanterna traseira começa entrar água dentro do carro, olha o tamanho da lanterna.
    mais uma bolinha no mercado.

    ResponderExcluir
  13. Caríssimos,

    meu primeiro carro foi um Palio young 2001 e era um carro mto bom. Não dava manutenção, não tinha grilos, não batia portas. Só o alinhamento que era um porcaria, nunca ficava bom. E isso foi mantido inclusive no Punto que tive. Neste, o Eixo traseiro já veio bem torto de fábrica, aí depois que vc retira o carro e descobre, ao reclamar eles falam que vc cruzou em buracos, etc, e que isso a garantia não cobre pq vc não tem como provar que era um defeito de fábrica. Qto ao new Palio, já tinha achado sem sal mesmo e a versão 2004 realmente é bem mais atraente.

    ResponderExcluir
  14. Bonito carro. Com preços semelhantes ao do Gol, vai dar trabalho a este, pois vem mais equipado. (tudo no Gol é opcional, até o limpador intermitente. Vergonhoso!)

    ResponderExcluir
  15. até onde eu saiba não é que o desenho italiano do Palio parece com o chinês. A JAC é que contrata estúdios italianos para fazer suas carrocerias...
    Quanto ao Palio, sempre gostei, embora nunca tenha comprado um. Falta ver como ficará uma versão duas portas, assim como perua, sedã, picape simples, picape estendida, picape dupla, "aventureiros"... Nisso o Palio honra os italo-brasileiros: Tem uma família realmente enorme! Não é possível uma família desse tamanho sem ninguem com uma "bunda" bonita.

    ResponderExcluir
  16. "sai de cena o 1,8 Chevrolet usado no Sporting anterior."

    O motor GM já deixou de ser utilizado há mais de um ano, os e-torq já estavam em uso na geração anterior. E o palio nunca teve versão chada sporting, era chamada 1.8R.
    Precisão nas informações, por favor!

    ResponderExcluir
  17. "Os faróis voltaram aos dois refletores, abandonados em favor de dois na última reestilização, o que na época foi mal-recebido. "

    Quer dizer, eram dois e agora...são dois? Revisão de texto fail.

    ResponderExcluir
  18. Se eu "apitasse" lá dentro da Fiat a versao sporting sairia com o 1.8 16v ! o mesmo do Punto.

    ResponderExcluir
  19. Reparem na boa posiçao dos pedais (acelerador/freio) para prática do punta-taco.
    A lá Italiana !

    ResponderExcluir
  20. Realmente, Bob, há algumas informações no texto que não condizem com a realidade. O motor GM já não é utilizado na FIAT há bastante tempo.

    Sobre o Palio 2012, percebam que é praticamente o mesmo carro que o Novo Uno. Seria o Uno um Palio piorado ou seria o Palio um Uno melhorado?

    De qualquer maneira, vou andar no carro em algumas semanas e assim vou conseguir emitir uma opinião mais fundamentada. O estilo não surpreende como foi na primeira geração e as lanternas traseiras "encostadas" no vidro traseiro, já abandonadas no último face-lift.

    Tal qual o Uno, que poderia na nova geração ter mantido o limpador de parabrisas único, uma marca do modelo.

    Enfim, contenção de custo é mesmo o pilar da indústria atual, não há espaço para manutenção de características próprias dos modelos.

    No final, sem conhecer pessoalmente ou andar. Uno e Paliio se tornaram dois carros comuns, sem qualquer diferencial que façam deles automóveis marcantes de alguma maneira.

    ResponderExcluir
  21. Este novo palio veio para ser só mais um no segmento.
    Nada de muito novo, nada de muito inovador, seja em itens de série, seja em design, seja em dirigibilidade, seja em preço.
    Deu até sono.

    ResponderExcluir
  22. jackie chan08/11/11 16:05

    Vejo que não sou só eu que acho a versão de 2004 mais atraente que a atual. Agora pelo jeito o novo Palio faz parte da classe B em termos de porte, não?

    ResponderExcluir
  23. Bem disse quem acha que é apenas mais uma bolinha, estilo sem graça, etc.
    Os desenhistas de carros estão cada vez mais fazendo coisas sem aventura, sem inovação, principalmente nos segmentos de maiores números de produção.
    Muito sem graça esse Palio. O melhorzinho ainda é o 1997.

    ResponderExcluir
  24. Que lanterna horrenda! E o pior que o Focus também vem com algo do gênero para o ano quem vem... Assim, bem Hyundai!

    ResponderExcluir
  25. Essence 1,6 com câmbio manual por R$ 37.990 é muito dinheiro. E Sporting com câmbio dualogic é piada.
    Nunca tive carros da Fiat, mas na minha opinião, são os carros mais bonitos do mercado, só
    não os compro, porque parecem ser frágeis.

    ResponderExcluir
  26. Bem...ficou lindinho...

    CCN1410, desde 1994 só tenho carros da Fiat, e nunca me deixaram na mão...na verdade, nunca deram nenhum defeito, apenas as manutenções básicas, agora troquei meu Marea por um Focus, estou muito satisfeito, mas já deu uns probleminhas inesperados para um carro 0Km de 60 mil reais...

    Vai vender pra caramba, mesmo por este preço, antigamente a relação custo benefício da Fiat era imbatível, agora estão ficando caros, mas ainda não estão no patamar de preços dos carros da VW, caros demais para o q oferecem.

    Podem falar mal de Fiat, mas, na minha opinião é a fábrica q tem o melhor design, pecava nos motores nacionais, mas agora, com esta linha etorq, ficou no patamar das outras. E é a única fábrica que faz e entrega o q o povo quer. E é isto q o povo gosta.

    ResponderExcluir
  27. Bem...ficou lindinho...

    CCN1410, desde 1994 só tenho carros da Fiat, e nunca me deixaram na mão...na verdade, nunca deram nenhum defeito, apenas as manutenções básicas, agora troquei meu Marea por um Focus, estou muito satisfeito, mas já deu uns probleminhas inesperados para um carro 0Km de 60 mil reais...

    Vai vender pra caramba, mesmo por este preço, antigamente a relação custo benefício da Fiat era imbatível, agora estão ficando caros, mas ainda não estão no patamar de preços dos carros da VW, caros demais para o q oferecem.

    Podem falar mal de Fiat, mas, na minha opinião é a fábrica q tem o melhor design, pecava nos motores nacionais, mas agora, com esta linha etorq, ficou no patamar das outras. E é a única fábrica que faz e entrega o q o povo quer. E é isto q o povo gosta.

    ResponderExcluir
  28. Considerando a concorrência e os preços a Fiat sai bem na foto. Pálio 1,8 16V até que seria interessante, mas o Punto de mesmo motor iria ser canibalizado, eu acho.

    ResponderExcluir
  29. Considerando a concorrência e os preços a Fiat sai bem na foto. Pálio 1,8 16V até que seria interessante, mas o Punto de mesmo motor iria ser canibalizado, eu acho.

    ResponderExcluir
  30. Tem um erro nesta parte: "Os faróis voltaram aos dois refletores, abandonados em favor de dois na última reestilização, o que na época foi mal-recebido. "

    ResponderExcluir
  31. Mister Fórmula Finesse08/11/11 17:46

    Virou atual referência no segmento...

    ResponderExcluir
  32. Olá Bob, tudo bem?
    Você percebeu que neste Palio a Fiat mudou o diferencial? Está BEM mais curto. Isto "forçou" a fábrica a criar novas engrenagens para a 4a e 5a ficarem tão ou mais longas que as anteriores. (acho que o 1.0 velho girava a 4300RPM em 5a). No meu Mille a 5a é 0,872:1, e no Palio 1.0 é 0,795:1. Daria 9,7% mais longa. Sai de ~30km/h para ~33Km/h em 5a para cada 1000RPM. Será que rola a troca ou vou matar a quinta marcha do meu Mille?

    ResponderExcluir
  33. Estava aguardando este carro, a briga na FIAT está grande, se ficar mais barato atrapalha o Uno, assim, pode incomodar em algumas versões o Punto, No meio da briga o 500 de entrada em termos de valor e conteúdo não tamanho ou praticidade.

    Bob, no site da FIAT tem umas fotos onde as pedaleiras são opcionais e aparentam estarem ainda mais próximas que nesta foto de divulgação, as fotos do site são apenas ilustrativas ou com este opcional se aproximaram mais?

    Bob, tenho uma dúvida na versão de meu interesse, como é o câmbio manual do 1.6? Pergunto isto, pois esperava uma velocidade final maior ainda mais se considerarmos a potência, o gol um pouco mais leve, de cx muitíssimo parecido e menos motor empata nestes números apresentados tanto de velocidade quanto de arrancada. A VW melhorou os números? A FIAT está sendo conservadora? O câmbio é curto? O que não parece pela rpm estimada a 120 Km/h. Este motor 1.6 16v da FIAT está mais "preparado" para situações reais como veículo carregado, subidas, agilidade em retomada, economia que apenas velocidade final?

    Quanto ao preço a versão 1.6 não está ruin não, apresenta mais conteúdo e motor que gol, sendo este último quando equipado de forma parecida bem mais caro.

    ResponderExcluir
  34. Alexei Silveira08/11/11 19:06

    Mais umas excelente avaliação ,Bob

    Duas : Sporting requer o motor maior da marca, o 1.8 16v. Se motor forte não importar mais na compra de um carro esporte, e o Uno Sporting está vendendo MUITO, é melhor enfiarmos a viola no saco e irmos cantar em outras paragens né...

    Punto T-Jet sem o ( disponibilíssimo se quisessem) botão OVB já passou de boa. Esse botãozinho deveria ser opcional em TODO carro atual com motor Turbo, quem dirá num esportivo. E calçado de Michelins, como o finado Si Honda... Desculpem o " gancho " aqui no Palio, mas é preciso.

    ResponderExcluir
  35. Oi Caio,

    Não pretendo responder no lugar do Bob mas se eu tivesse esta oportunidade na linha Corsa faria de imediato, já procurei um novo par para a 5a e não encontrei. Acho q vc vai ficar com um câmbio 4+E perfeito e sem gastar muito
    Já me disseram que na linha GM daria para trocar o par da 5a somente removendo a tampa traseira, alguém aqui no AE confirmaria esta informação?

    ResponderExcluir
  36. Anônimo das 19hs. Não quero defender a Fiat, mas a VW é bem otimista nos seus dados de desempenho . Para o Gol 1.0 eles colocam 12,2s no 0-100 o que é claramente um absurdo.
    Então olho com o pé atrás para estes dados da VW.

    ResponderExcluir
  37. HM, o Mille já tem um 4+E pois sua máxima é dada em 4a. Na verdade, ao se colocar a 5a, no plano, ganha-se no máximo 2 ou 3km/h a mais, a depender do vento.
    Portanto, é uma quinta "E", mas não tão "E" assim.
    To com receio desse par na quinta ser longo demais. 9% é coisa pra caramba. Por exemplo, hoje uso a 5a a 60km/h. Não sei se será possível com a mudança usar a 5a a 70 ou até mesmo se vou deixar o carro muito ruim.
    Tenho que ver o preço disso também. nem sempre compensa.

    PS: Acho que do seu Corsa, só alongando o diferencial.

    ResponderExcluir
  38. Item de segurança não devia ser opcional. Quem sabe com obrigatoriedade de abs e airbag, os preços não baixem e deixem de ser um diferencial?

    ResponderExcluir
  39. Ok, abs e airbag obrigatório, mas certamente teremos aumento, ou vai aumentar ou de outro lado vão tirar, vão colocar air bag/abs e tirar temporizador,,, calota,,, coisas do tipo...

    bom não tem muito pra tirar mesmo,

    o preço de abs e air bag pode até baixar com o volume, mas quanto?

    enfim.

    ResponderExcluir
  40. Disco ventilado é que deveria ser item obrigatório. Disco sólido é economia burra. Até num Mille de 800kg os discos ventilados fazem (muita) falta.

    ResponderExcluir
  41. não vai sair novo palio na cor verde? jogar no mato...

    ResponderExcluir
  42. Só não entendo é como um carro que ainda nem se vê nas ruas, que foi lançado na última sexta já é eleito o "carro do ano 2012" pela revista Auto Esporte... Não se fala de eleição, não se diz quem elegeu, nem quais os quesitos para isso. Acho as impressões que as pessoas têm que influenciam qual será o "carro do ano", e não o "carro do ano" que influencia a cabeça das pessoas.

    ResponderExcluir
  43. Sinceramente, eu gostei do exterior desse novo Palio.
    O que eu não gostei muito, foi aquele bigode na parte frontal do carro. No Fiat 500, ele caiu bem, mas não Palio eu particularmente achei que não deu certo.

    Contrariando a opnião de maioria, eu gostava do desenho no Palio reestilizado em 2007(Aka Palio G4).

    ResponderExcluir
  44. Bob

    Os pedais e a suspensao dos antigos modelos eram muito moles, sensiveis e muito assistidos. Pedais com pouca progressividade suspensao molenga mesmo nunca gostei dessas caracteristicas. E agora como estao?

    Grato

    ResponderExcluir
  45. Peraí, pneus "verdes" num carro "Sporting"? Acho que isso é o cúmulo da bobagem...

    Quanto aos limpadores, achei-os parecidos com os do Fiesta (nacional), assim como o desenho da moldura do farol de neblina, muito semelhante ao da última reestilização do Ford.

    Imagine um carro que não fede, não cheira, não agrada, nem desagrada: pronto, você imaginou o novo Palio.

    ResponderExcluir
  46. Gustavo Cristofolini09/11/11 09:11

    Eu teria um Essence 1.6 16v manual. 37k é preço de Jaca J3, com quase tudo que vem no Jaca sem ser uma jaca chinesa.

    3300 rpm @ 120km/h é muito bom, especialmente para viajar. Não teria o Sporting por ter o cambio mais curto.

    ResponderExcluir
  47. Anônimo 9/11 9:28
    O conjunto de pedais é novo, fornecido pela Marelli, inclusive o de freio é de plástico estruturado e totalmente rígido.

    ResponderExcluir
  48. Eu também Gustavo, porém gostaria da suspensão mais baixa com barra estabilizadora mais grosssa. Talvez este não tenha o DNA molengão, mas ainda assim o cambio 5ª-120-3300 seria indispensável, do jeitinho que é meu Polo... Viajo direto 150~170 sem ter o motor gritando, além do consumo melhor é claaaro.

    ResponderExcluir
  49. Se a Fiat tem receio de canibalizar a linha, coloque um E.torq 1.6 turbo no Bravo e lance um Palio Turbo 1.4, neste caso acho que o Uno faria mais sucesso...
    O Bravo merecia algo parecido com o motor do 3008 para fazer diferença e chamar os entusiastas pra marca.
    Mas e o Punto... rsrsrs... Ahhh põe um botãozinho nele... rsrsrs

    ResponderExcluir
  50. Gustavo Cristofolini09/11/11 10:36

    Fabio, problema é ter 2 linhas com turbo. Isso encarece muito. Poderia existir um único motor, 1.6 sobrealimentado. Versões de 150cv e 200cv, assim como a Peugout ou Citroen tem. Esse mesmo motor, existiria sem o turbo e seria o E.TorQ 117cv. Ai, teria que matar 1.4 e 1.8 16v e passaria a existir um unico conjunto de bloco, pistao, vira, bielas, etc. Ganharia-se em escala de produção, mas, sabe né??

    ResponderExcluir
  51. A Fiat quando renova um modelo sempre deixa melhor que seu superior.

    Ficou melhor que o Punto. Ainda bem (ou não) que não tem teto e motor 1,8, senão poderia tirar o Punto de linha que não faria falta.

    Quando vier o Siena, adeus Linea...

    E, muito legal esse para-brisa térmico, pena ser incompatível com A/C.

    ResponderExcluir
  52. Bem pensado Gustavo, no caso a idéia seria matar o 1.4 turbo, mas acho que o 1.8 poderia ser mantido, ideal como versão de entrada do Bravo e poderia ser disponibilizado numa versão luxo do Palio, deixando o 1.6 turbo mais manso pro Punto.

    ResponderExcluir
  53. Grande Bob, vamos lá:
    a) O carro está na segunda geração, achei que um jornalista experiente como você não fosse cometer esse tipo de erro.
    b) Seria interessante o motor 1.8 16v na Sporting (apesar do desempenho não ser prioridade nesse modelo esportivado) ou uma versão T-Jet, vamos ver o que a Fiat irá nos preparar em breve.
    Demais:
    Na última restilização houve um ano-modelo com faróis de parábolas simples, que acabou migrando para o Siena "de pobre". Após a perplexidade da imprensa e o descontentamento dos consumidores, adotou-se os faróis bi-parábolas. O primeiro Pálio tinha faróis mono-parábolas também.

    ResponderExcluir
  54. Olá Caio Ferrari,

    Acho que quando o veículo é motor de 1,0L as mudanças precisam ser mais estudadas, inclusive levando a utilização do veículo e a sua forma de conduzir. Uma boa idéia é se valer de modelos similares, já tive um Corsa Wind (o primeiro ano/modelo) e adorava viajar pela Bandeirantes com o pé no porão e em 5a o tempo todo, era como se o carro tivesse um controle de velocidade e estava todo tempo entre 120km/h e 140km/h (velocímetro) com 2 ou 3 pessoas no carro, perdeu o embalo, era de 5a para 3a e pé embaixo de novo. A relação deste carro foi uma das mais longas disponíveis em carros 1,0L (Dif = 4,53:1 e 5a = 0,71:1) e o motor de 50CV que certamente era inferior ao do Mille, a imprensa criticava eu gostava! Talvez o Mille possa ter um cx inferior mas em compensação deve ser menos pesado colocando tudo na balança acho que ficaria legal, mas tem que gostar de trocar marcha na estrada! Ficaria muito econômico na estrada com certeza e hoje com todos estes limites baixíssimos nas cidades a 5a fica exclusiva para estrada.É exatamente o que gostara de fazer no meu carro mas não tenho opções no mercado.
    Da QR: "...o 1.0 EFI produzia 50 cv. No teste de QUATRO RODAS de março de 1994, o Wind acelerou de 0 a 100 km/h em 19,34 segundos. “Numa ultrapassagem, torna-se necessário reduzir as marchas e cravar o pé no acelerador, calculando bem o tempo para a manobra”, dizia o texto. Culpa do baixo torque de 7,7 mkgf e das longas relações do câmbio.
    Mas o consumo urbano compensava a falta de fôlego: 13,18 km/l, o melhor registrado pela revista até então. A 80 km/h, o Corsa atingia 20 km/l."

    ResponderExcluir
  55. O Palio é um carro honesto e ouso dizer que o melhor carro compacto desde seu lançamento no final de 1996. Macio e agradável de dirigir.
    Tive 2 até hoje: 1998 (EDX 1.0) e 2008 (ELX 1.4). O problema dele é não se destacar em praticamente nada. É bom de conjunto, mas não se destaca em nada.
    No meu caso, em ambas as ocasiões em que comprei Palio 0 km ele funcionou como um coringa. No primeiro, estava vendendo um excelente Del Rey Ghia que já tinha dado tudo o que tinha que dar (em prazer de dirigir e defeitos...), não tinha grana para voar mais alto e estava tentado a possuir meu primeiro carro 0 km. Ah, e cansei de passar sustos na estrada com o ridículo desempenho em ultrapassagens e subidas de serra. O segundo comprei porque não gostei de nenhum hatch médio da época para substituir o meu carro de então, um Brava ELX 1.6 que, a exemplo do Del Rey, já não era mais viável.
    O preço do Novo Palio segue o que vivi na compra do meu 2008: encosta nos hatches médios básico ou nos famigerados "compactos premium", inclusive no Punto (outro que, pra mim, não empolga). Basta colocar alguns opcionais a mais e dá vontade de partir para um carro superior, tamanha é a ganância da Fiat.
    Quanto ao consumo, nas minhas duas experiências foi uma decepção. O 1.0 consumia como 1.6 e o 1.4 consumia como 2.0. Engraçado é que rodei bem com os dois e o consumo só atingiu níveis "civilizados" depois dos 50-60 mil km rodados.

    ResponderExcluir
  56. Bob, palhaçada alguem que se diz autoentusiasta empurrar um lixo 1.0 de 30k como se fosse bom!!

    Fala serio!

    deixa d ser vendido!!!

    ResponderExcluir
  57. O Palio perdeu a personalidade. Mas o mundo hoje em dia está cheio de carros sem personalidade. Só muda a logomarca. Antigamente os carros eram muito diferentes entre si. No design, comportamento, etc. Também não sei se isto é bom ou ruim.

    ResponderExcluir
  58. Palio, personalidade, ããã? Sempre foi um mero meio de transporte.

    ResponderExcluir
  59. Mineirim,
    Agradável de dirigir?
    Com o câmbio que tem e aquela moleza de suspensão excessiva numa estrada?

    Menos, menos.
    Ele simplesmente caiu no gosto e nada mais. Bom de dirigir mesmo era o primeiro Fiesta nacional, em especial com motor rocam.

    ResponderExcluir
  60. só os fietêiros mais encarnados pra ficar empolgados com o Puntuno, ou Ununto.

    ResponderExcluir
  61. kkkkk...

    Fiat Cinquecunto

    ResponderExcluir
  62. Vergonha total um carro pé duro 1.0 a 30k reais e já nasceu o "carro do ano" na categoria !!!!!

    Minha paixão por carros esta nos dois extremos sempre, ódio por essa pilantragem e falcatrua sem fim no Brasil e pelo outro lado a admiração pelo que é bom e, infelizmente pelo preço condizente lá fora.

    Lembre-se: Este carro safado esta saindo a + de U$17.100 !!! ou o preço preço de muitos carros normais como Corolla, Civic, Focus ou até outros V6 completíssimos, lá fora claro!

    Tomem vergonha povo brasileiro e deem valor ao seu difícil e suado dinheiro !!

    ResponderExcluir
  63. Faço coro ao Antônio! E digo, meu próximo carro 0 km será turbo e de injeção direta a preço no mínimo aceitável, até lá já terminei de pagar minha casa... rsrsrs

    ResponderExcluir
  64. Anônimo das 13h22

    Carros populares e generalistas sempre se copiaram e tiveram desenhos parecidos, com exceções como alguns carros franceses.
    No final dos anos 60 era a frente em formato de osso, o nosso Corcel I fase 2 ostentou uma.
    O Fiesta na década de 70 tinha frende idêntica ao Chevette e o Ford Taunus da mesma época era também idêntico ao Opel Record, nosso Opala.
    Nos anos 80 era a frente quadrada com faróis quadrados que depois ficaram trapezoidais com a chegada do Monza.
    Nos anos 90 começaram a chegar os japoneses e coreanos com design arredondado e os europeus de porta-malas alto (Tempra e Vectra I) e os anos 00 são dos compactos "carrapato" como um amigo luso-angolano apelidou os novos hatches arredondados...

    ResponderExcluir
  65. Gosto da Fiat porque ela oferece várias versões e cores, e o principal, oferece o Sporting com suspensão diferenciada. O Autoentusiastas está de parabéns por mostrar informações importantíssimas como por exemplo a espessura das barras estabilizadoras, coisas que os tais sites de noticias automobilísticas não informam, só faltou a espessura da barra estabilizadora do 1.4.

    ResponderExcluir
  66. ..com traseira de Hyundai I30...que sem graça!

    ResponderExcluir
  67. Belo carro, motor bom, acabamento honesto, preço bom. Gostei.

    ResponderExcluir
  68. Ao Anônimo de 09/11/11 13:59, justamente a maciez da suspensão é o maior diferencial do Palio em relação aos pés-duros (Gol, Celta etc.). A maioria das pessoas passam 90% do tempo nos buracos e lombadas, certo? Quanto ao câmbio, não tenho queixa.
    Parabéns ao 1k2: soube descrever bem as tendências automotivas nas últimas décadas. Realmente, a indústria automotiva segue modismos. Aliás, todos os ramos seguem.
    Bob, faltou falar do design do painel. Não gostei. Ele só fica bem no 500, carro retrô. No Novo Uno e no Novo Palio não combinam. Parece carro do Pateta e do Pato Donald. rsrs

    ResponderExcluir
  69. HM, pelo que vi aqui, a 5a no Mille ficaria mais longa que a do seu Corsa. Preocupante...

    ResponderExcluir
  70. Caio,

    Assim já começa a pedir um 1,4L debaixo do capô...não tinha o diferencial do seu Mille para comparar. Mas como sugeri, dar uma olhada nos veículos com característcas similares em potência, peso, é sempre uma boa referência. No seu caso serviu para confirmar que não daria muito certo!

    ResponderExcluir
  71. Bicho... guarda $$$ e faz um esforço pra trocar o Milozo... Haja entusiasmo pra manter o tesão em dirigir carro 1.0

    ResponderExcluir
  72. HM aqui é 4.067 no diferencial é 0.872 na 5a. Dá 3.546 de final.
    Com a quinta 0.779 dá 3.233.
    No seu corsa era 3.216

    Na verdade impate técnico. Suspeito que o carro ficaria "chato" de dirigir. Andar a 120km/h com o pé colado no assoalho não dá não.

    Anônimo acima. Não é tesão. É ter outras pioridades. Tirei meu Mille zero. Me recuso a comprar outro carro 0km com esses preços ridículos Made In Brazil.
    Também não trocarei o meu carro por um usado.

    Então vai ele mesmo, até desmontar ou alguém roubar.

    ResponderExcluir
  73. Tá certo Caio, não é hora de trocar mesmo (pra ninguém, os preços tem que cair!), mas pq ñ andar com o pé colado em 5ª? método carga... hehehe...

    ResponderExcluir
  74. Alguém sabe dizer alguma coisa sobre o resto da família Palio, especialmente a Strada?? É q estamos de olho numa picape cabine estendida.

    ResponderExcluir
  75. Acabei de fazer uma pesquisa comparativa rápida nos sites entre o Fox Prime (que eu possuo), Palio Sporting, Gol Power e Fiesta Rocam. O Palio Sporting completo com todos os opcionais, manual, custa módicos 47 mil. Pode-se falar o que for, mas não se compra nada tão completo por esse valor, nenhum carro médio começa com esse valor e se partir dele vem mal com as portas. Por esse valor se leva duplo air bag + side bags + ABS/EBD, rodas de 16", som com bluetooth, comando na direção, interior cheio de detalhes diferentes (e que foge do preto e cinza) entre outras coisas. Pena o Sporting vir com o cambio tão curto e não representar ganho geral de desempenho. O custo benefício ficou bom, principalmente quando a partir de 40 mil, o carros de segmento superior (!!) são pelados e desinteressantes, além de não serem tão maiores. Boa sacada da Fiat. A propósito, tive um gol power g5 e pode ter certeza que os dados de fábrica são muito próximos dos reais, pelo menos na máxima eu cheguei ao valor declarado (aferido com gps) e o 0-100 eu não medi, mas deve ser próximo.

    ResponderExcluir
  76. APzero com Orgulho!10/11/11 15:08

    O Golzim sapeca esse molenga de boa! Faaato!

    Vc acha mesmo que vale pagar 47 paus num Palhosco?

    Rapaziada! Não comprem carro 0km! Vamos fuder esse lobby maldito! Nem gol, nem palio, nem fiesta... nem pooorra nenhuma!

    Ahhh... E o teu carro pode ter um centro de gravidade de onibus double deck, mas o acabamento é referência de mercado, padrão alemão rulaz!

    AP pru ceis!

    ResponderExcluir
  77. Palio spt. Completo 47 mil?
    Gol 40 42 45 mil?
    Fox igualmente caro?
    Punto?
    Polo?
    Focus .6? Caro 2.0?
    C4 .6? Caro 2.0?
    Agile 40 mil?
    New fiesta 49 58 55 mil?

    R: BRAVO 52.000!

    Obs nao sou vendedor fiat.

    ResponderExcluir
  78. Que motor é esse Bravo de 52k?

    Se for 1.6, é manco de dar raiva... Coitado do último que quis retomar comigo, ficou com vontade de jogar o carro no poste.

    ResponderExcluir
  79. Será que os idosos do nosso mercado (Uno quadrado, Clio e Gol G4) não são melhores pedidas do que esses carros "novos", principalmente porque tem praticamente a mesma qualidade e preços muito menores?

    Se alguém puder me dar uma resposta coerente, ficarei grato.

    ResponderExcluir
  80. Acho que o Clio é a melhor opção, principalmente em relação à segurança e comportamento dinâmico.

    ResponderExcluir
  81. Bravo 1.8 16v M/T
    132 cv
    é pesado 1.340Kg

    mas lindo e confortável. bom preço.

    ResponderExcluir
  82. Lindo, confortável e manco como um Stillo..

    ResponderExcluir
  83. manco não é, acho que depende mais do motorista,


    pra quem não gosta fique com gol, fiesta, palio, punto, focus 1.6, c4 1.6, caros e mais mancos, menos equipados, confortáveis menos bonitos.

    ResponderExcluir
  84. 52 dinheiros é uma boa pedida!

    ResponderExcluir
  85. concordo em quase tudo o que falou... Agora é certeza que todos estes carros (no caso do Focus deve ser briga feia entre mancos, feia de ver... rsrsrs) andam mais que o Puntão...

    ResponderExcluir
  86. briga feia destes medios focus 1.6, 307, 1.6 entre outros,,,

    new fiesta caro 1.6, deve ser menos sofrivel que focus,,

    quem ainda se destaca positivamente na turma é o tiida por preço e desempenho...

    mas o discutido bravo acima deveria vender mais sem dúvida.

    ResponderExcluir
  87. felizmente parece nao ter caído no gosto do brasileiro... que bom seria se carro nenhum mais caísse... até os preços caírem aos patamares interncionais

    ResponderExcluir
  88. O que eu falei sobre o preço do Palio é em relação aos opcionais, a itens de conforto e segurança que são incomuns em modelos médios básicos. O Focus GL não tem ABS de série, nem vidros elétricos traseiros. Sinceramente, prefiro uma embalagem menor, mas cheia de recursos do que um caixote enorme sem nada dentro, embora bonito por fora. Onde é que tem bravo por 52 mil? Um punto 1.8 16v essence bem recheado é possível de ser comprado com esse valor, mas o bravo n...

    ResponderExcluir
  89. prefiro um conjunto que faça curvas decentemente, acelere e freie bem... o resto é mimo, coisa para afeminados! kkkkkkk

    ResponderExcluir
  90. BRAVO, air bag, 1.8 o tal vidro elétrico nas 4, bom de curva, anda bem, abs, bonito, bons bancos, volante regulagem altura e distância, porta malas grande 400 litros, 4 vidros um toque antiesmagamento, abertura interna do tanque, rodas de liga 16, computador de bordo, controlador de velocidade, boa saída de ar atras, um monte de outras coisas, luz ativa nas curvas de baixa velocidade.... e por aí vai, limpador traseiro liga quando engatada ré e o dianteiro estiver ligado... mais alguns detalhes que a fiat oferece;

    defeitos? pode não ser um míssel, mas para nossas ruas e limites de velocidade...

    ser flex...

    ar digital se quiser mais 2.300,00

    ONDE? NO BRASIL INTEIRO, INCLUSIVE NO SITE DA FIAT EM OFERTAS...É POSSÍVEL COLOCAR OPCIONAIS AVULSOS, TIPO AR DIGITAL, VOLANTE COURO COM TECLAS DO SOM, TETO...

    VI NA CC UM SIMPLES BRANCO, AR ANALÓGICO CÂMBIO MANUAL, 53K COM SENSOR DE ESTACIONAMENTO, PELÍCULA ARGH, EMPLACAMENTO, 2011/12, É O MAIS SIMPLESMAS BEM "COMPLETO", CINCO CINTOS DE TRÊS PONTOS,,, ENFIM É UM BRAVA AO PREÇO DE NEW FIESTA O DA VERSÃO DO MEIO...

    NÃO PRECISO EXPLICAR MUITO, VOCÊS SÃO LETRADOS NISSO!!!

    SAIU 52.600 COM BÔNUS PARA ESCOLHER 1.000,00 EM OPCIONAIS OU DEIXAR COMO DESCONTO, ESCOLHI PLACA, SENSOR DE DISTÂNCIA, VOLANTE COURO COM TECLAS, PODERIAM SER OUTRAS COISAS, MAS OUTROS OPCIONAIS SÓ PODERIAM SER DE FÁBRICA ENTÃO ALÉM DO VALOR MAIOR TERIA QUE AGUARDAR PELO CARRO, EXEMPLO:

    ar digital, teto, retrovisóres com comando elétrico para rebatimento, acredito que o som mais forte com sub no porta malas também seria só de fábrica mas quanto a este não tenho certeza não perguntei...

    é isso, acredito que o metálico deve sair por no máximo 53.200,00 53.300,00 depende de negociar

    mas temos outras boas opções sim, tipo: march, palio 1.6 16v mas o básico que já vem bem equipado, sentra, tiida, é só pesquisar...

    ResponderExcluir
  91. "felizmente parece nao ter caído no gosto do brasileiro... que bom seria se carro nenhum mais caísse... até os preços caírem aos patamares interncionais" (2)

    ResponderExcluir
  92. OOooo vendedor da fiat... o Bravo é um bom carro ok! Manco, assim... como todos os outros hatchs médios 1.6... AHhhh é 1.8? Huuummm...

    Barato o ar digital heim... (ironic mode on)

    OPS! Você escreveu Brava no meio do comentário!?!?

    ResponderExcluir
  93. quanto ao brava já foi corrigido, abaixo;

    não sou vendedor não, só acredito que realmente é um preço e pacote razoável... barato não,,,mas perto de opções que vendem mais e de outros menores e mais caros..

    lei da oferta e procura, se estivesse vendendo não seria menos que 60k

    ar digital absurdo, mesmo sendo bi zona, isto já foi inclusive citado no post do bob sobre o carro e em outro também,

    manco? acho que neste nível de preço nada anda mais, a não ser carros menores e igualmente caros,ainda que bem equipados, como palio spt. ou o 1.6 16v, tiida pode ser mas não sei é chute, agora 307/c4/focus 1.6 certamente não,,,, talvez nem o focus 2.0 A/T e olhe o preço,

    a sim o astrassauro deve andar mais sim.

    vecta gt? gtx?
    ai ai ai

    ResponderExcluir
  94. punto 1.6 1.8 será que andam tão mais assim, e completos chegam perto da oferta do BRAVO,

    punto muda pouco ano que vem...

    ResponderExcluir
  95. Sendo assim, então, fico com o Astrassauro por 42 pilas sem airbag e ABS e interior túnel do tempo. O negócio é andar e não mostrar pro vizinho.

    ResponderExcluir
  96. ok, não sou cara que mostro as coisas pro vizinho, mas um carro bonito não vai mal;

    astra é bom mas pedais de curso longo, pouco sensíveis e pesados, (melhor que os muito leves sem dúvida), pedais longe para acelerações interinas, bom câmbio mas de curso longo entre as marchas e não só por isto não são de troca rápida.

    sim, torque de sobra e elástico.

    mas isto não é tudo;

    suspensão nada esportiva, é durinho sem ser um exemplo de curva em alta e deste chevrolet sei o que estou dizendo.

    que bom que ele te agrada!

    ResponderExcluir
  97. Astra? Jamais!

    Agora... não precisa achar não... o Tiida dá um nabo no Bravo... Talvez a diferença não seja tão grande, mas é notável...

    Mas pra comprar um Tiida, prefiro o Sentra... Bom aí já mudou o segmento.

    Se é pra comprar hatch médio, o melhor é esperar! Deixe lançarem o Cruze... O Golf (será que um dia isso vai acontecer?)

    O melhor é esperar acontecer no segmento hatch, o que está acontecendo no sedan... Olha o preço do Sentra, acho que é um dos poucos com custo x benefício aceitável no Brasil...

    ResponderExcluir
  98. Concordo plenamente, mas acho que tiida e sentra estão assim por venderem menos e por estarem meio cansados já, fim de ciclo o que seja, mas são ótimos e bom preço;

    Como a VW é quando vier o Golf preparem seus 70 e poucos k ... mesmo com toda a tecnologia de motores câmbio que a versão nova deve ter se comparando com o que hoje é oferecido lá, certamente terá um preço a lá VWB.

    O cruze veremos quanto será o valor e se sua bunda realmente é tudo que parece, parece melhor que o sedan acho que merecia até uma frente melhor... sem achismos vamos aguardar!

    ResponderExcluir
  99. E tem... por exemplo não é monoparabola... critica que mais apareceu por aqui...

    ResponderExcluir
  100. anônimo 11/11/11 17:53

    O Astra é bonito, sim, pelo menos pra mim. Quanto aos pedais, não tenho do que reclamar, meu sapatão número 44 dá conta de tudo, hehehe!
    Suspensão é facinho e trabalhar caso o comportamento não seja essas coisas... e agora com esses pneuzões 205/55R16 acho que anda nos trilhos, não é mesmo?
    Sim ele me agrada assim como o Corsa 4300 e vou chorar de saudades desses dois Opel.

    ResponderExcluir
  101. O Sporting tem corte sujo ou limpo? prefiro o sujo pois é notado na hora pelo motorista e não limita o torque parcialmente, apenas desliga a injeção de gasolina e religa quando a rotação cai, ou é 0 ou é 100% de torque.

    ResponderExcluir
  102. Esse pedal do acelerador troncho é para facilitar o punta-taco?

    ResponderExcluir
  103. Respeito que não compartilha minha opinião, mas achei o desenho muito sem graça. Faltou tempero e personalidade. Aliás, para mim, o único Palio bonito foi o mais antigo.

    Ainda que tenha mais itens de série, o preço está longe de ser barato. Não compraria de jeito nenhum.

    Abraços

    Nogueira

    ResponderExcluir
  104. Palio bom era o 1.6 16V conhecido apenas por "16V". E só.

    ResponderExcluir
  105. Nogueira
    Compraria o que entao?
    Usado?
    Ou boicotava e nao compra nada ate que a a coisa toda mude?

    ResponderExcluir
  106. Caio e HM Tenho um Novo Uno 1.4 com este defeito da 5 marcha MUITO CURTA!Fiz teste com rodagem maior e o carro ficou bem melhor; não perdeu tanta força (aumen de 6%). Tem uma oficina que troca o diferencial ou apenas a 5 marcha. Trocar apenas a 5a marcha custa em torno de 250 reais e nem precisa desmontar cambio, basta tirar tampa 5a marcha. (vou fazer após o fim da garantia) Ele fez serviço para um primo meu com um Corsa 1.4 e ficou perfeito. Procure o Miro no 11-20378131. É uma oficina muito simples, mas ele é bom!

    ResponderExcluir
  107. Como assim rodagem maior? Vc trocou o diametro do conjunto roda + pneu?

    Então, estou em dúvida dessa 5a marcha... Acho que a relação da 5a do Palio novo deve ter mais coisa envolvida, pq a relação mudou muito. Fui ver o catalogo de peças da fiat no portal reparador e.... fazendo a conta om as engrenagens do catálogo dá 0,919:1! é a relação do Palio antigo!!!!
    Acho que não colocaram o certo lá...

    ResponderExcluir
  108. Caco
    Esse Corsa 1.4 do seu primo é desses novos? Se for não entendo o porquê de se alongar ainda mais o câmbio, sobretudo a quinta marcha que já é bem longa caso o motor seja original. Eu entendo que esse câmbio já está de bom tamanho para o conjunto. Não se esqueça: escalonamento correto não ajuda, errado, atrapalha.

    ResponderExcluir
  109. Antonio Osmar Olviedo Fº01/01/12 21:04

    "Novo Pálio"?, com platafvorma, conjunto motriz painel maquiado e enormidade ded peças do tudo isto do novo uno, apenas que com uma lataria que realmente parece de carro chinês, sem identuidade, ou melhor aquele bigodinho identifica o Hitler, que péssimo gosto. Bom se não se importa em pagar os olhos da cara por um "novo Pálio" e levar um novo uno, tudo bem. Se gosta da Fiat espera o novo Punto, embora virá com o bigodinho do Hitler também de muito mau gosto, mas ao menos é melhor. Eu sinceramente hohe da FIAT compraria ou um uno ou um Punto com a cara antiga que a nova do Punto será horrível.

    ResponderExcluir
  110. Não que eu tenha gostado do Palio, mas vc é vendedor de qual marca mesmo? bigode de Hitler... de onde vc tirou essa? hahahaha... Que piada!

    ResponderExcluir
  111. Bom, nesse caso, no minimo seria Mussolini rsssss

    ResponderExcluir
  112. Também acho que deveria ter o 1.8 etorq PELO MENOS no sporting. Eu pessoalmente não sou fã dos detalhes internos vermelho/bordô do sporting. Gosto mais da elegância do essence, por isso comprei o essence. Além do que o sporting deve até andar um pouco menos que o essence, porque tem o mesmo motor só que é mais pesado. Tudo bem que é só 30kg, mas faz uma diferença pequena, pois antes desse palio eu já tinha o 1.6 de 2011 também etorq, o mesmo motor, e ele pesava 1.032kg, e agora o novo pesa 1.069, e já foi suficiente pra eu sentir que não é mais a mesma coisa que antes. Sendo assim não vejo motivo pra alguém comprar o sporting se anda até um pouco menos. Cadê a esportividade nisso??? Se a pessoa gosta do visual esportivo, tudo bem, mas fora isso, não tem vantagem nenhuma no sporting também com motor 1.6. Eu, mesmo não gostando do visual vermelho do sporting, compraria ele ao invés do essence se tivesse motor 1.8. Que saudades do tempo que o palio pesava menos de 1.000kg. Nem precisaria do 1.8 se ainda fosse assim, mas infelizmente ele está engordando cada vez mais, e o motor tá ficando o mesmo 1.6. Não é à toa que a concorrência nova está passando ele para trás no 0 a 100km/h e nas retomadas. Ele está pedindo pelo 1.8 e não querem dar isso pra ele. Logo logo vai estar uma porcaria de carro pesado igual o punto, que tem motor 1.8 e não anda mais que o palio 1.6 coisa nenhuma. Eu tinha um palio 1.6 2011, passei para o punto 1.8 2012 achando que andaria mais que o palio e me decepcionei, então voltei para o palio 1.6 2013, que mesmo não tão requintado quanto o punto, eu pessoalmente gosto mais do palio. Na hora de encarar subidas, o palio 1.6 se dá bem melhor, por ser bem mais leve que o punto 1.8. Não adianta o punto ter 2,1 kgfm de torque à mais que o palio e ao mesmo tempo 150kg à mais. Muito menos 15 cavalinhos à mais só pra fazer propaganda de pônei, sendo que todos sabemos que o que manda mais é o torque. Ah, e também não gostei de terem aumentado a altura, só serviu para ele ficar pior nas curvas. Se tivesse continuado na altura anterior, o visual novo teria ficado mais bonito. Estou com a impressão de que a fiat quer transformar o palio num estilo altinho do Fox com o passar do tempo. O dia que isso acontecer , a fiat já perdeu um cliente aqui já, e olha que é um cliente que sempre gostou do palio. Nesse dia, eu prefiro até comprar o gol.

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...