Google+

9 de dezembro de 2011

UM MONSTRO ASSUSTADOR


Fotos: Nissan

Que o Nissan GT-R, atualmente órfão do nome Skyline é chamado de Godzilla, todos sabem.

Um carro de desempenho fortíssimo, um monstro japonês, o mundialmente apelidado Godzilla, pronunciado "Godzira", lá na terra de origem.

Se alguém não conhece a história, vale a pena. Originada do medo da radiação nuclear, algo que infelizmente os japoneses conhecem muito bem, é  um lagartão que se tornou gigante por ser exposto a esse tipo de contaminação, e invade as cidades destruindo tudo que vê pela frente.

Mais que uma ficção científica, é uma reflexão do por que as guerras são sempre fruto da imbecilidade humana.

Mas o GT-R nem é feio como o monstro que lhe empresta o nome, pelo menos para algumas pessoas ele é absolutamente lindo, e então a Nissan,  uma empresa que apenas pela linhagem Skyline já fez valer sua presença no mundo, resolve lançar o Juke, uma dos carros teoricamente mais feios já nascidos sobre quatro rodas.


Dá para imaginar uma conversa de dois funcionários entusiastas em algum canto dentro da fábrica de Sunderland, na Inglaterra, ou em Opama, no Japão, onde o Juke é produzido:

— Esse Juke é horrível!
É mesmo, muito estranho, todo torto, cheio de calombos, parecem tumores.
Isso assusta criança fácil.
É mesmo, é um monstro, mais feio que o Godzilla.
Godzilla? Mas não é o GT-R o Godzilla?
É sim, mas esse é mais feio.
Hmmmm......já imaginou a mecânica do Godzilla aqui no Juke? Ficaria mais assustador ainda!
Caramba! Mas que idéia desmilingüida essa sua!   
Vamos falar com o chefe?

E o chefe, uma pessoa abençoada, ouviu os dois malucos, e sendo ele mesmo não muito normal, achou que era uma boa idéia.

Num momento de total torção da linha temporal, pareceu voltarem aos tempos em que os custos eram menos controlados, e o pessoal das engenharias experimentais deitava e rolava com peças de prateleira, misturando componentes de carros diversos, criando pequenos monstrinhos altamente desejáveis.

Os dois entusiastas começaram a trabalhar, e o chefe, feliz, ainda pediu mais gente para ajudar.

Viram os engenheiros da RML, empresa de engenharia britânica que tem uma equipe especializada em desenvolvimento de versões de corrida para carros de rua. Trabalham para várias fábricas, e atuam principalmente no BTCC e WTCC, os campeonatos britânico e mundial de carros de turismo, além da LMS, a LeMans Series.  Eles fizeram os Chevrolet Cruze que lá correm  e o Mercedes McLaren SLR 722GT mais recentemente. Um dos trabalhos fora das corridas foi o Saleen S7, para a empresa americana de Steve Saleen.

Transformar um carro totalmente esquisito e que não tem nenhum apelo esportivo de pista em um carro para elas é um daqueles momentos sem preço da indústria automolística do século 21.



O resultado é termos diante de nossos olhos uma das coisas mais assustadoras jamais vistas nos últimos tempos. O Juke-R.

Nada de kitzinho de aparência sem essência. O carro foi todo modificado para acomodar o V-6 de 3,8 litros com 485 cv e a transmissão do GT-R para as quatro rodas. Apêndices aerodinâmicos para auxiliar na estabilidade foram projetados e estão no carro. Aerofólio dividido em duas partes, extratores na traseira, saias laterais e tomadas extras de ar na dianteira, bem como defletor inferior, estão todos lá bem aplicados.

Há poucos dias a Nissan divulgou o primeiro filme da coisa em movimento. Andaram em Silverstone com jornalistas de vários órgãos, e, no momento que escrevo aqui, já começam a ser divulgados alguns desses textos em sites grandes de notícias, como o Autoblog,  relatando o que sentiram.


Imagino que seja bom, muito bom. Além de motor, os freios são os mesmos, e um completo roll cage, a gaiola interna, foi adicionado, fazendo um monobloco moderno ser ainda mais rígido.

São projetos realizados por pessoas que gostam de automóveis. Sem preocupação com a imagem rebelde que irão passar com um carro totalmente estranho, fora da "caixinha".

Nossos parabéns à Nissan, tanto pela versão R como pelo Juke normal. Que entre logo em produção. Mesmo tendo sido divulgado que a alta direção lá na terra do Godzilla parece não ter gostado muito do trabalho na Inglaterra, julgando-o muito fora dos padrões.

Não acho isso não. Está no padrão sim, o melhor dos padrões, o padrão entusiasta!!!

É bom não ser normal de vez em quando.

video

Atualizado em 12 de dezembro:
Para a história dos Skyline, veja aqui o post do Marco Antônio Oliveira.
JJ














39 comentários:

  1. O prazer de dirigir pode ser fantástico, mas analisando do ponto de vista puramente estético, este Juke não é "teoricamente" um dos carros mais feios já nascidos. Ele é SEGURAMENTE um dos carros mais feios já nascidos.

    ResponderExcluir
  2. O som do motor no final do vídeo me pareceu melhor que o do GT-R (que por sinal é muito sem graça).

    ResponderExcluir
  3. A Nissan tem ótimos engenheiros e péssimos designers.

    Agenor Souza

    ResponderExcluir
  4. O Carro poderia se chamar Junk

    ResponderExcluir
  5. "... mundialmente apelidado Godzilla, pronunciado "Godzira", lá na terra de origem." Na verdade, eles pronunciam-no "godjira", que mais tarde foi americanizado para godzilla.

    ResponderExcluir
  6. Acho que acertaram nesse Juke, está sendo um sucesso de vendas, contrariando as expectativas, assim como foi com o Qashqai, talvez justamente por ser "fora da caixa".

    ResponderExcluir
  7. Muito legal o Juke-R, porém o departamento de design da Nissan realmente não existe.

    http://web.nissan.com.mx/autos/tsuru

    No entanto, fato que são ótimos carros, até mesmo o Tsuru acima tem a fama de ser muito resistente e durável.

    ResponderExcluir
  8. Que tal um Doblô com mecânica Chrysler 300c. Ficaria tão feio quanto o Juke e bem apetitoso para andar. Para os malucos de plantão, a idéia está dada.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Honestamente falando eu não achei essa "coisinha" feia, mas é esquisita como todos os carros da marca.

    ResponderExcluir
  11. Agenor
    Não confunda,por favor,designer com estilista.Existem carros capazes de provocar orgasmos estéticos com contrapartidas muito pobres em funcionalidade e outros que priorizam a função sobre a forma.(já viu um Steyr Haflinger? hehehe...)

    O designer é quem constrói a ponte entre o estilista(aquele q. vê) e o engenheiro (aquele q. faz)

    Agora... no caso do Juke(funcional paca) tem de admitir q. essa forma foi mesmo pensada para chocar!

    abraço

    ResponderExcluir
  12. Sobre o Juke, uma coisa que surpreende é que ele parece agradar as mulheres. Em meu ex-emprego, quando via uma notícia a respeito do veículo, uma colega de trabalho passou, olhou a foto e gostou do que viu. Já que a Nissan terá uma fábrica em Resende e o Juke é feito sobre a mesma plataforma V de Versa e March, pode ser uma opção boa contra Eco e Duster.
    Tecnicamente falando, temos de lembrar que ele tem como detalhe interessante a transmissão CVT com relação de diferencial que é quase uma reduzida de jipe (7,3:1). Isso, segundo a Nissan, permite que o motor economize mais combustível, por permitir que ele fique mais tempo em baixa rotação (se você se surpreende com os 2.100 rpm a 120 km/h de um Sentra, imagine o que dá para fazer com um diferencial ainda mais multiplicado).

    Sobre o pessoal da Nissan japonesa não ter gostado do que fizeram os subordinados da operação britânica, aqui vai acabar caindo naquelas coisas que os funcionários fazem mesmo de propósito e sem consultar os superiores, mas que no fim acabam agregando atenção ao fabricante. E quanta coisa interessante surgiu nessas quebras de protocolo, não? Claro que um Juke-R não vai ser feito em série, mas está mais do que na cara que dá uma bela publicidade para a marca como um todo.

    ResponderExcluir
  13. Carro digno de filme tipo "O Vingador". Aspecto ameaçador e muito lindo, acredito que muita gente compraria se fosse um edição limitada.

    ResponderExcluir
  14. O bacana desse carro, tanto o Juke normal quanto este conceito R, é ver que não se fica indiferente a ele. Todo mundo que vê diz alguma coisa.
    Esse é um dos objetivos máximos de um artista de estilo de carros, ou de qualquer outro objeto. Que seu trabalho não passe despercebido.
    Bonito ou feio depende de cada um que analisa, ou que pensa que analisa.
    Melhor chocante e feio para a maioria do que desprezível.

    ResponderExcluir
  15. Aléssio Marinho09/12/11 16:09

    O Juke ao vivo é muito mais bonito que por fotos. Se o normal já chama atenção, o R causa engarrafamento!

    ResponderExcluir
  16. Gabola, Obrigado pela explicação. Com certeza, o Designer não se restringe ao estilo...deve conciliar forma e função. Neste caso, porém a forma dá nauseas ao usuário, prejudicando a funcionalidade. Ele se junta em feiura ao Ssangyong Rodius, Pontiac Astek, AMC Gremlin, etc.

    Agenor Souza.

    ResponderExcluir
  17. Pega seu Classic e sai a milhão Juvenal... quer dizer, devagarinho.

    ResponderExcluir
  18. Isso é carro para entusiastas. Parece excelente, e tem estilo (lembra aqueles robôs-monstros de animes).

    ResponderExcluir
  19. A grande vantagem do Juke é que ninguém fica indiferente a ele, muito menos nessa versão monstruosa. Ele foge do padrão botinha ortopédica hehehe

    ResponderExcluir
  20. A grande vantagem do Juke é que ninguém fica indiferente a ele, muito menos nessa versão monstruosa. Ele foge do padrão botinha ortopédica hehehe

    ResponderExcluir
  21. A grande vantagem do Juke é que ninguém fica indiferente a ele, muito menos nessa versão monstruosa. Ele foge do padrão botinha ortopédica hehehe

    ResponderExcluir
  22. Muito cuidado com esse tipo de julgamento !! Questao até de credibilidade.... E de cultura.

    Gosto é muito pessoal. Depende de muitos fatores.

    "Feio" é um dos quesitos mais subjetivos que existem.....

    Polémico ? Talvez. Diferente ? Seguramente.

    Não é meu sonho de consumo... mas eu gostei.

    Corro "bonito" tem que ser igual a Civic/Corola/BMW 3/Audi A4/etc....

    Cuidado com esse tipo de opiniao formada......

    ResponderExcluir
  23. Tudo bem que a idéia era fazer um carro não convencional, fora do lugar comum, mas precisava sair algo tão esquisito?!

    Porém, é inegável que o Nissan Juke tem carronalidade forte, fortíssima aliás. A versão R assusta até por foto, imagine então vê-lo se aproximando rapidamente pelo seu retrovisor...

    Esse monstrinho deve ser uma delícia de pilotar, mas eu teria que entrar e sair do dito cujo de olhos fechados, senão não rola...

    ResponderExcluir
  24. Alexandre - BH -10/12/11 16:37

    "É bom não ser normal de vez em quando."

    Juvenal,

    Agora me animei a comprar um Agile. É só mandar prepará-lo na Inglaterra! Como eu não pensei nisso antes? Rsrsrs!

    ResponderExcluir
  25. Alexandre - BH -10/12/11 16:37

    "É bom não ser normal de vez em quando."

    Juvenal,

    Agora me animei a comprar um Agile. É só mandar prepará-lo na Inglaterra! Como eu não pensei nisso antes? Rsrsrs!

    ResponderExcluir
  26. Gostei. Deve ser o cão, olha a patinha dianteira levantando na curva.

    ResponderExcluir
  27. Ha! fizeram um GTR leve! Os engenheiros da Nissan não se aguentaram... Bota em nurburgring que eu quero ver o resultado.

    ResponderExcluir
  28. Esse carro não é fotogênico, como praticamente todos da linha Nissan. Nas fotos parecem feios, aberrações, mas ao vivo o impacto é outro. Vi vários Jukes e Qashqai quando fui para Portugal, é fácil encontrar alguns deles por lá.

    Como disseram acima, o conceito de feio/bonito é muito subjetivo. Mas ficar analisando por fotos e fazendo declarações não é legal, bom é ver ao vivo, pois os ângulos das fotos podem não colaborar com o carro.

    ResponderExcluir
  29. Eu sou um dos que mais falam: esse carro é feio, esse é bonito.
    Mas sendo um verdadeiro esportivo, essa frescura acaba, e o carro fica lindo.

    ResponderExcluir
  30. É isso o que dá juntar duas notórias fazedoras de carros feios, Nissan e Renault...

    ResponderExcluir
  31. Mais feio que encochar a mãe no tanque.

    ResponderExcluir
  32. Fiofó Clube,
    veja que eu não deixei claro no texto se acho bonito ou feio, já que essa opinião pouco importa a qualquer pessoa exceto nós mesmos.
    Eu prefiro um carro feio e que não seja indiferente no estilo, como os que você cita como exemplo de bonito entre aspas. Esses eu muitas vezes nem percebo que estão po perto, tamanho o sono que me causam.
    Mas o mais engraçado ocorreu semana passada, quando descobri um VW Polo abandonado numa rua perto de casa, onde passo todo dia. O carro está lá a meses pela quantidade de sujeira em cima dele e pelos pneus murchos, mas eu só o notei há uns 8 ou 9 dias atrás. Isso é o que chamo de design desprezível.
    Bastante criativo seu nome de usuário.

    ResponderExcluir
  33. Road Runner,
    eu já prefiro entrar de olhos fechados em outros carros. Aqueles de design desprezível.

    ResponderExcluir
  34. Alexandre - BH,
    idéia interessante a sua. Pena que eu acredito que não dê para fazer. O Agile tem mais chances de ser tunado para alguma exposição por aqui mesmo, e o resultado ninguém sabe.

    ResponderExcluir
  35. Beleza, é claro é um padrão médio estabelecido pelo mercado.

    Mas convenhamos, o máximo que podemos falar do Juke (assim como falamos de mulher feia) é que ele é Gente Boa.

    ResponderExcluir
  36. Me lembra os finados carros do grupo B.

    ResponderExcluir
  37. esse carro na minha opinião é simplesmente fantástico..

    ResponderExcluir
  38. Marco R. A.24/04/13 03:54

    Como assim? GT-R feio? Que blasfêmia!

    ResponderExcluir
  39. Sou só eu que não dá a mínima para o design?

    Carro de engenheiro tem a forma pela função. Que assim seja!

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...