6 de janeiro de 2012

EXTRA: VÍDEO MOSTRA O IDEA AVANÇANDO O SINAL

Imagem: YouTube

A Polícia Civil divulgou hoje a gravação de imagens do acidente objeto de post de anteontem em que fica claro que o motorista do Fiat Idea, Landerson Correa Rodrigues, marido de Lilian Maris dos Santos, que faleceu ao ser atirada do carro, avançou o sinal. Note o funcionamento do semáforo bem no lado esquerdo da imagem, um pouco acima do meio.

Coisas muito estranhas no processo policial. Um, o motorista do Idea possivelmente vir a ser indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar). Outro, Carlos Alberto de Souza Dias Fiore, que dirigia o Peugeot, ser indiciado por homicídio doloso (com intenção) por suspeita de estar embriagado, embora até agora não haja informação sobre sua alcoolemia para que se saiba o quanto estava embriagado, detalhe importante nessa investigação.

Hoje à tarde o Tribunal de Justiça de São Paulo, consubstanciado no fato de que a causa do acidente foi o outro veículo ter avançado o sinal, concedeu liberdade provisória a Carlos Alberto.

No post anterior descrevi a cena imaginando que o Idea tivesse cruzado a av. Abraão de Morais vindo de outra rua, a Tristão Mariano. Vendo o vídeo, a manobra foi uma conversão à esquerda, permitida, com controle semafórico. Mas no fim o resultado prático é o mesmo, o Idea adentrou uma avenida movimentada com o sinal fechado.

No vídeo se nota que o Peugeot vinha com faróis ligados e também que vinha mais rápido que os outros carros, mas não se pode dizer, a priori, que ele viesse acima do limite, os outros carros poderiam estar abaixo dele. De qualquer maneira, a perícia tem condições de estabelecer a velocidade analisando o vídeo.

É importante notar que a colisão foi mais branda do que se imagina, uma vez que os dois carros pararam no extremo esquerdo da faixa de uma rua (a av. do Bosque) que é até estreita, o Idea sobre um um pequeno canteiro divisor. E a pista estava molhada, o que faria os dois carros deslizarem para mais longe. Numa batida mais forte os dois carros estariam mais longe. Também, os danos na dianteira do Peugeot não foram tão extensos, considerando que hoje as extremidades dos carros são deformáveis para absorver a energia dos impactos..




Veja o vídeo:




De tudo isso, continua valendo o título do post anterior sobre o assunto, Mortes Evitáveis: não se avança sinal, não se passa por sinal verde achando que ninguém vai avançar e não se deve reduzir a visibilidade de condução (pára-brisa e vidros laterais dianteiros) sob nenhum pretexto, de segurança pessoal a tornar o carro "lindão".

BS

90 comentários:

  1. É evidente que o motorista do Idea cometeu uma infração grave ao atravessar o sinal vermelho. Mas também pode-se perceber que o motorista do Peugeot não reduziu a velocidade e nem sequer tentou desviar do obstáculo à sua frente. Na minha opinião, o importante nesse caso será entender os motivos dessa aparente falta de reação.

    ResponderExcluir
  2. Vários erros: a gestante não estava usando cinto de segurança.
    O motorista do Idea invadiu o sinal e o babaca estava bêbado.
    Três erros graves, tinha que dá merda.
    P.S.; desculpa o palavrão, mas são mortes evitáveis que revoltam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe mas o correto é: tinham que dar...

      Excluir
  3. Marcelo Junji06/01/12 23:23

    A mulher estava com o cinto de segurança atado?

    ResponderExcluir
  4. E agora hein? Mostraram a cena da batida onde mostra CLARAMENTE q o motorista-traficante do Idea FUROU o sinal vermelho.

    Lembre-se q no 1º depoimento do motorista do Idea ele disse q kem dirigia o carro era a esposa!

    Sabe pq? Pq ele estava BÊBADO tbm!!!

    História IDÊNTICA ao do Porsche!!!

    ResponderExcluir
  5. Bom, está claro agora. Se não for comprovado que o cara do Peugeot estava bêbado, pode cada um pegar suas coisas e voltar pra casa, cada um com seu prejuízo e fim de papo.

    Senão responde por dirigir alcoolizado. Sobre a velocidade é difícil afirmar, mas passo por ali todo dia. Era uma via de 70km/h que foi reduzida para 60km/h e há um monte de gente que se arrasta a 40/45km/h... então se o cara estivesse a 60 ou 70 ia dar uma diferença boa em relação aos demais.

    Mas isso não causou este acidente, tampouco importa, até porque o orelhudo do Idea foi "fucinhando" o semáforo e quase encheu o caso de um carro que vinha na faixa da esquerda.

    Agora é perícia e ponto.

    PS.: todo dia, voltando do trabalho eu praticamente paro em 8 cruzamentos mesmo estando verde para mim. Motivo? Tá cheio de retardado na rua que vê vermelho mas se for em zona de baixo movimento passa e direto e dane-se. Se eu não frear no verde, morrerei cedo ou tarde, sem brincadeira.

    ResponderExcluir
  6. Fato, no Brasil quem morre é coitadinho...

    ResponderExcluir
  7. Hélio Corazza06/01/12 23:30

    "Fato, no Brasil quem morre é coitadinho..."

    [x2]

    Grávida comove...

    ResponderExcluir
  8. Fato, no Brasil quem morre é coitadinho...

    [x3]

    ResponderExcluir
  9. Paulo Levi
    Antes fosse só uma infração grave cometida. O cara provocou um acidente com morte!

    ResponderExcluir
  10. Pizarro
    O que você faz eu faço também e
    é o que eu aconselho a todo mundo.

    ResponderExcluir
  11. Marcelo Junji
    É evidente que mulher não estava com o cinto atado.

    ResponderExcluir
  12. http://noticias.r7.com/sao-paulo/noticias/delegado-nao-descarta-que-marido-de-gravida-morta-em-acidente-tambem-estivesse-embriagado-20120103.html

    " - Essa questão se torna relevante à medida que existe a suspeita de que o carro em que a vítima estava também cometeu alguma irregularidade, como a possibilidade de o marido também estar embriagado. Ainda não temos nenhum indício disso, mas não descartamos nenhuma hipótese."

    Fora que o "maridão" tá sendo processado p/ tráfico de drogas!!

    http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/motorista-envolvido-em-acidente-que-causou-morte-de-gravida-e-solto

    “O fato de o outro motorista ter ultrapassado o farol vermelho, aliado ao fato de não ter sido feito exame de embriaguez ou toxicológico nele, vai pesar muito na decisão”, afirma o advogado de Fiore. O defensor insiste no exame toxicológico pelo fato de Rodrigues ser réu em processo por tráfico de drogas. Ele foi condenado a 18 anos de prisão, mas aguarda julgamento de recurso em liberdade."

    ResponderExcluir
  13. Minhas observações: O motorista do "207" parece que esta mudando da penúltima faixa, para a ultima faixa. Ao ver o Idea ele tem que voltar o que esta fazendo, se vcs olharem com atenção o carro da uma guinada. Seria IMPOSSÍVEL ele desviar do Idea já que a velocidade ali é considerada...

    O cara esta sendo indiciado por estar supostamente dirigindo alcoolizado? O MP é a favor da prisão?? ISSO É UMA ABSURDO!

    O cara do Ideia mentiu quem estava dirigindo, isso não vai ser avaliado não? Muito bonito... obviamente ele tem algum motivo pra esconder que esta ao volante, meu chute, é que estava alcoolizado tmb, pq só isso explica meu próximo ponto.

    Avançar um sinal já é algo BEM idiota, quem colocaria a própria vida e a de terceiros em risco é um animal. Fazer isso com uma grávida no carro? Esse cara NÃO TEM A MENOR NOÇÃO!

    Totalmente evitável as duas mortes... um absurdo o que os sujeito do "207" tem que passar... Coisa para o acredite se quiser...

    ResponderExcluir
  14. No Japão quem dirige embriagado tem que pagar uma multa altíssima, e se tiver acidente com vítima além da multa vai preso imediatamente. E tem mais o carona que até deu entrevista na Folha dizendo que o motorista do Peugeot tava preso injustamente, se fosse lá no Japão teria parte das punições que foi dada ao motorista, multa e cadeia. Seria cumplice por deixar alguém embriagado dirigir.

    ResponderExcluir
  15. Anônimo 6/1 23:50
    Essa de cúmplice é inaceitável para mim. Esse povo veio mesmo de outra galáxia...

    ResponderExcluir
  16. Passou no vermelho. Period.

    Viu o outro carro longe e achou que dava. Só esqueceu que 4 faixas demoram a ser atravessadas e que era uma via rápida, o "carro longe" está perto num instante.

    Fora que o cara tinha saco preto no para-brisa. Só isso já indica o tipo de babaca que é.

    ResponderExcluir
  17. "Passou no vermelho. Period."

    [x2]

    ResponderExcluir
  18. Eduardo Vieira07/01/12 00:22

    Um grande problema desse país...
    Ter um orgulho cego, achar que pode fazer melhor que todos os outros, mesmo sem saber como fazem os outros...
    Não vejo problema algum em basear nosso curso de direção em outros países... No Japão, olha-se 3 vezes no retrovisor, em intervalos regulares, antes de se acessar a faixa mais rápida...
    Na Alemanha, os alunos são colocados nas estradas para andar em alta velocidade...
    Na Finlândia, são 3 anos de curso, incluso derrapagens e rodadas no molhado e em neve...
    Mas nós? Nós não! Nós somos phoda, nós tivemos os melhores pilotos e somos o país do automóvel, ninguém é tão apaixonado quanto nós... Nascemos com o DOM para a coisa, vem de berço! NUNCA que vamos "imitar" os outros nisso...

    A única coisa que se adota no brasil (letra minúscula mesmo) em termos de segurança automobilística são as tecnologias, até com escaneamento da licença carro a carro, para fins de, sem meias, ARRECADAÇÂO.

    Parabéns para nós!
    Principalmente nós, AutoEntusiastas, que estamos observando como se a realidade não fosse nossa... (não estou brigando com ninguém, adoro ler o AE, leio TODOS os comentários, e vejo quanto tenho em comum com todos aqui, mas admito, eu não faço muito...)

    Gostaria da ajuda de todos os leitores para descobrir um meio de fazer com que essas nossas opiniões fossem pelo menos ouvidas, pois se dependermos do poder público, já sabem, né?

    ResponderExcluir
  19. Fabo Drummond Maldonado07/01/12 01:10

    Estou plenamente de acordo com o que disse, Paulo Vieira! Palavra por palavra!
    Fabio Drummond Maldonado.

    ResponderExcluir
  20. Marcelo Junji07/01/12 01:30

    Sr. Bob, achei que o cinto poderia ter rompido-se. Aí teríamos um terceiro culpado.

    ResponderExcluir
  21. 1º O Peugeot estava errada por possível embriaguez, e velocidade incompatível!

    2º O Idea atravessou o semáforo vermelho.

    Mas essas duas coisas não seriam discutidas, se e somente se a passageira que infelizmente veio a falecer estivesse com o cinto de segurança.

    Ou seja, muito provavelmente ela não teria vindo a falecer se a mesma estivesse com o cinto, e nada disso, essa discussão toda teria surgido.

    O que mais me aborrece é "Brasil Urgentes's da vida ficarem fazendo campanha para o motorista do Peugeot ser indiciado por crime doloso, sem ao menos saber sua alcoolemia, e defenderem que o motorista do Fiat é o menos culpado mesmo ele tendo atravessado no sinal vermelho e sua esposa estar sem cinto.

    ResponderExcluir
  22. Bob,

    Vi por diversas vezes o video e fiquei com a impressão de que aos 1:23 minutos o spray que sai das rodas traseiras do Peugeot diminui dando a intender que ele reduziu a velocidade.

    ResponderExcluir
  23. Vitor Alves07/01/12 02:04

    Incrível como tentam culpar o motorista do Peugeot a todo custo, já ta mais que provado que o Idea furou o sinal vermelho e foi responsável pelo acidente e esse mimimi ainda continua...

    ResponderExcluir
  24. Poxa, muito estranho a forma como o IDEA NAO consegue desenvolver velocidade.... será que era um Dualogic da vida? pois se o motorista tivesse realmente acelerado
    nada disso teria ocorrido. Embora estivesse ainda errado.

    ResponderExcluir
  25. Pedro de Albuquerque07/01/12 05:37

    G5 nos vidros dianteiros e chuva: saiam de perto!

    ResponderExcluir
  26. Foi realizado teste de alcoolemia no momento do acidente? Se não, como afirmar que o cara do Peugeot estava embriagado?

    Isso eu já soube que aconteceu: um motorista de ônibus, em horário de trabalho, dirigir como um bêbado, a polícia pará-lo, ele se enrolar todo nas respostas. Tudo indicava alcoolemia, até que um policial sensato levou-o a um hospital para fazer o teste (na falta de bafômetro) e lá eles constataram que o motorista sofreu um AVC (e nem percebeu, como é comum nesses casos).

    Não estou dizendo que o cara do Peugeot sofreu um derrame, mas que poderia estar nervoso, talvez...

    ResponderExcluir
  27. Arnaldo L.
    Realmente, dá para notar a redução do spray.

    ResponderExcluir
  28. Concordo com o Luís das 06/01/12 23:48.

    o motorista da Idea é um picareta safado que devia estar pra lá de chapado, pra tentar atravessar uma avenida larga como aquela, furando o sinal, chovendo e com a mulher grávida junto! mentiu que era a mulher no volante. vagabundo safado. ele é que tinha que ter morrido.

    ResponderExcluir
  29. A batida foi na lateral, portanto é muito provável que o cinto de segurança não tivesse efeito de minimizar o acidente, agora, que o motorista do Fiat tinha algo a esconder........não duvido, depois de morta foi fácil dizer que ela é quem estava ao volante. Outra coisa, muito provavelmente se ela estivesse ao volante talvez não teria falecido!

    ResponderExcluir
  30. Aprendi a dirigir escutando do meu pai: "não seja um idiota no volante, e cuidado, pq existe muito idiota por aí, eles podem fazer vc se tornar um assassino sem querer".

    ResponderExcluir
  31. Nem a mulher nem o bebe teriam morrido se ela estivesse usando o cinto de segurança, esse sim, na minha opinião, é o item mais importante do carro depois dos freios.

    ResponderExcluir
  32. A primeira infração foi cometida pelo Idea.
    Pra mim é muito claro, o acidente aconteceu por causa disso.

    ResponderExcluir
  33. O que mais me espanta mesmo é descobrir o que motorista do Peugeot AUTORIZOU a realização de teste de alcoolemia!!!

    Eu NUNCA faria um teste deste se tivesse passado perto de bebida alcoólica.

    Fico muito curioso em saber o que passou pela cabeça dele para autorizar esse tipo de exame.

    ResponderExcluir
  34. |Deveria ser simples.
    Avançou o sinal vermelho e matou gente? Homicídio doloso na hora.
    E não adianta cadeia, tem que fazer o cara prestar serviço em hospitais. Querem medida mais educativa que essa?

    ...

    Aí eu acordei e lembrei que estamos no lizarB.

    ResponderExcluir
  35. Deixem o menino do Peugeot em paz!

    Cobrem a multa, apreendam a habilitação por três meses pelo fato de ter ingerido bebida alcoólica ao dirigir, e só.

    Ah! E devolvam o valor da fiança.

    Condenar o menino, seria uma afronta a toda a sociedade brasileira.

    ResponderExcluir
  36. Sabem o que provavelmente irá acontecer?

    A Justiça irá descaracterizar o indiciamento do motorista do Peugeot por crime doloso, visto que em supostos crimes de trânsito é o entendimento adotado pelos Tribunais (e o mais sensato, diga-se de passagem). Aliás, o próprio delegado disse isso em entrevista, visto que reconheceu o erro do indiciamento, mas agora não pode fazer mais nada.

    Se provado que o motorista do Peugeot estava de fato alcoolizado (com provas, não suposições) ele será condenado por dirigir embriagado. Quanto à acusação de homicidio da mulher, muito dificilmente, visto que não foi a conduta dele que ocasionou a morte.

    Em relação ao "víúvo coitadinho - como retradado pela imprensa", muito provavelmente lhe será concedido o perdão judicial, visto que a morte da esposa grávida já lhe atingiu de forma grave.

    Pelas imagens, quem matou a grávida foi o motorista do IDEA, seja pelo fato de ter agido com negligência ao permitir que ela estivesse no carro sem cinto de segurança e por imprudência ao atravessar a pista com o semáforo vermelho.

    Diariamente, a qualquer hora do dia (mesmo as 8:00, indo para o trabalho), me deparo com MUITOS carros e onibus passando direto pelo semáforo vermelho, como se fosse a coisa mais normal e aceitável do mundo.

    Conclusões que podemos tirar:

    1. Nunca confiar inteiramente no fato de estar trafegando pela via preferencial e o semáforo estar verde para você, como disse o Bob. Por mais que você esteja certo, sempre tem um imbecil por aí pronto para fazer besteira;

    2. A polícia é um lixo. Como, num acidente ocorrido durante a madrugada de reveillon, que o que mais tem são bebados dirigindo por aí, "esquece" de considerar que o motorista do Idea poderia estar dirigindo o veículo e mais, que estivesse bebado ou drogado (essa eu duvido, pois traficante não é burro a ponto de usar a mercadoria que vende)?

    O que vale mesmo é "jogar para a platéia", indiciar por crime doloso uma pessoa sem ao menos verificar as imagens da CET (algo básico), mesmo sabendo estar fazendo uma burrada. Pelo menos, ficará "bonitão" perante os datenas da vida.

    Aliás, quanto à imputação de crime doloso a somente um dos motoristas, mostra-se insustentável pelo simples fato de que um deles trafegando supostamente embriagado, vem a colidir com um carro que atravessa o sinal vermelho. Ora, como dizer que o motorista do Peugeot assumiu o risco, mas o do Idea, ao fazer do semáforo uma roleta russa, não?

    3. Parte da imprensa é outra porcaria, que sai acusando e julgando sumariamente determinadas pessoas em busca de audiência. Depois reclamam de garantias processuais penais. Este caso prova o porquê de tais garantias serem muito importantes, não "chicanas" como muitos gostam de dizer por aí.

    Marco

    ResponderExcluir
  37. Bob, em absoluto quis diminuir a gravidade do delito cometido pelo motorista do Idea. Está mais do que claro que foi ele quem deu início a essa tragédia, sem falar na absurda alegação de que era a mulher que estava ao volante. Mas também acho que isso não exime o motorista do Peugeot de responsabilidade nesse caso. Só a perícia dirá.

    ResponderExcluir
  38. O cara do Idea é o culpado, passou o farol vermelho, foi irresponsável, mentiu varias vezes dizendo que tomou o maior cuidado e passou no sinal verde, tava com uma mulher gravida (sem cinto de segurança) no carro e outras crianças e tinha bebido antes também (se tivesse sóbrio não faria essa burrice, e era ano novo, a maioria bebe no ano novo), o Fiat Idea dele tava com película acima da permitida por lei inclusive no pará-brisa.
    O outro do Peugeot 207 Escapade estava andando na via, o farol tava verde, o carro estava com os faróis ligados, não tinha películas, mas ele tem uma parcela de culpa, estava dirigindo sob efeito de álcool e também não cuidou (mas confessou que tinha bebido e usado drogas, não mentiu que nem o outro).
    A culpa da morte da mulher gravida é do motorista do Fiat (que passou no farol vermelho) e da própria falecida (que estava sem cinto).
    E pelas fotos não parece que o Peugeot estava numa velocidade muito alta.

    ResponderExcluir
  39. concordo com o Vitor:
    Incrível como tentam culpar o motorista do Peugeot a todo custo, já ta mais que provado que o Idea furou o sinal vermelho e foi responsável pelo acidente e esse mimimi ainda continua...

    No Brasil, quem bate eh o culpado e pronto!!!!

    Por isso tantos fazem tantas "kakas"... pois sabem q se alguem bater neles, eles serao "os coitadinhos" e quem bateu o culpado....

    E o G5... acham q nao atrapalhou nao?

    O spray foi a 1 coisa q fiquei olhando tb...rsrsrs

    ResponderExcluir
  40. Antônio.-RS07/01/12 14:29

    Pode ser que eu esteja errado, mas o traficante da Idea, pra mim estava sob efeito de alguma droga como cocaína... Enquanto psicólogo, creio que é impossível uma pessoa em seu estado normal sair enfiando o bico do carro na frente dos outros numa impaciência absurda pra cruzar uma avenida de 4 faixas, em um carro com baixíssima visibilidade pelas janelas por conta dos sacos de lixo, em um dia chuvoso, A NOITE! Isso é tentativa de suicídio, ou de assassinar a esposa, com certeza. Fora que ele mentiu em juízo, acusando a finada esposa (!!!!) de estar dirigindo pra se livrar da "encrenca". Se fosse um país sério, era gama HGT nele pra ver que tipo de substância ele usou e ponto final.
    Quanto ao motorista da peugeot, está claro no vídeo pra qualquer um que não seja cego e não queira fazer sensacionalismo ver: Estava mudando de faixa, teve que desfazer a manobra e frear ao mesmo tempo, no piso molhado. É clara a redução de velocidade, olhem o tamanho do spray em diferentes momentos. O provável foi inabilidade ao volante, provavelmente freou tudo e virou o volante em um carro sem ABS (o qual não sou fã, mas infelizmente maioria dos motoristas não consgue modular o freio em situações de emergência.) E esse não me parece o comportamento de alguém embriagado...
    No mais, já passou da hora de usarem câmeras de maior resolução pra monitoramento de tráfego, assim co maior qualidade de imagem e maior número de quadros por segundo, poderiam ser melhor analisadas situações como essas.

    Antônio - RS.

    ResponderExcluir
  41. Anônimo das 03:40

    "Poxa, muito estranho a forma como o IDEA NAO consegue desenvolver velocidade.... será que era um Dualogic da vida?"

    Asfalto molhado + pneu vagabundo (provavelmente) + braço duro.

    Deve ter acelerado o talo e soltado a embreagem de uma vez. O pneu ficou girando em falso e o carro não acelerou como deveria.

    ResponderExcluir
  42. A todos: repararam que nesse post não apareceu nenhum defensor dos sacos de lixo G5 nos vidros?

    Contra fatos não há argumentos: só um idiota usa óculos de sol durante a noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. G5 é escuro demais. Mas o povo fala como se só existisse G5.
      As outras películas são ótimas. Uso 20 nos laterais e 50 no dianteiro, é praticamente imperceptível de dentro. E o quanto isso ajuda a diminuir o calor do sol escaldante da minha cidade é incrível. Quando vou pra faculdade pego sol bem no lado esquerdo do rosto, é só fechar o vidro que ele não torra.

      Meu RayBan é muito mais escuro que a película. Se não for em horário de sol a pino, eu não consigo ver direito os mostradores no painel. Dá 17 horas e eu não consigo mais usar meu óculos.

      Excluir
  43. Bitu

    E é incrível como a grande imprensa passa batida nessa questão, assim como no mau uso (ou não uso) dos faróis e lanternas dos carros.

    ResponderExcluir
  44. impressionante como até aqui tem "peritos" que conseguem indicar a velocidade um carro só olhando...

    ResponderExcluir
  45. Não existe pneu "vagabundo" hoje no mercado.

    Isso é coisa dos filósofos de pneus

    ResponderExcluir
  46. Que os dois sejam culpados e pronto!
    E que nunca mais nesse país, se dirija bêbado! Até quando continuaremos ser caipiras e macacos?

    João Paulo

    ResponderExcluir
  47. minha opinião é que o maior culpado foi o motorista do idea, o pingaiada também teve sua parcela, e a causa da morte foi a falta do cinto de segurança.
    e o air-bag enfia no... painel do carro, só bastava o cinto.

    ResponderExcluir
  48. só pra lembrar, o 207 escapade vem com abs de série.

    ResponderExcluir
  49. Corrigindo meu comentário de ontem , 07/01, à 1 e 10 : quis dizer Eduardo Vieira, e não Paulo Vieira.

    ResponderExcluir
  50. e vc Bitu, já arrancou os sacos de lixo da tua quantum?
    ou és mais um que segue a filosofia do "faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço"?

    ResponderExcluir
  51. Johnconnor08/01/12 10:46

    Bob,vc se lembra do meu comentário em seu post "Se beber dirija devagar"? Era o seguinte"...vamos supor que o cara tomou duas ou três latinhas mas está totalmente consciente do q esta fazendo.Volta pra casa devagar,sinalizando tudo corretamente,parando aonde se deve e tal.Chegando em um sinal vermelho ele que já estava devagar para corretamente e fica esperando o sinal abrir.Daí vem algum doido saido sabe Deus de onde e bate com tudo na traseira do cara.Por conhecidencia logo do lado tem uma viatura da policia que já se presta a fazer a ocorrencia(lei de Murphy) eles querem saber o que aconteceu o idiota q bateu atrás percebe que o motorista q estava parado está falando meio estranho e se aproveita da situação dizendo q ele está bebado e que brecou seco na frente dele,q não teve como evitar a batida.Os policiais vão vazer o bafometro e bingo.quem vcs acham q vai sair como errado da estória???Vai adiantar alguma coisa o cara tentar argumentar q estava devagar,fazendo tudo certinho???Durma com um barulho desses Bob."Pois bem vc não acha q esse caso se encaixa direitinho no q eu falei? Não importa se o motorista do Peugeot bebeu muito ou pouco, se não fosse a camera ele estaria ferrado. Se existissem policiais como o Juiz Dredd (presonagem de John Wagner e Carlos Ezquerra) o motorista do Peugeot tinha sido executado ali na pista mesmo.Por isso eu insisto, se beber não dirija, ponto.

    ResponderExcluir
  52. Bitu,
    Pela minha segurança por favor: cite 12 pneus bons, muito bons mesmo e compráveis.

    Agradecemos.

    ResponderExcluir
  53. Mr. Michelin08/01/12 12:39

    Qualquer pneu que não seja Remold ou pneus semi-novos vendidos em borracharias é pneu "bom".

    ResponderExcluir
  54. Pneu careca também é ruim

    ResponderExcluir
  55. Os dois são culpados!
    O "motorista" do Peugeot um pouco menos que o do "Idea", mas culpado também.

    Tem que ir tudo para a cadeia! A sociedade agradece.

    ResponderExcluir
  56. Certamente então o Idea 2011/2012 do acidente já devia ter pneus remold né Bitu?

    Quanta besteira de pseudo-especialistas... quase um Datena automotivo tentando adivinhar tudo.

    ResponderExcluir
  57. Absalão Bussamra08/01/12 15:24

    Imprensa noticiou que o motorista do Peugeot confessou ter usado cocaína. Se é verdade, no mínimo irônico que um traficante condenado a 18 anos de cana tenha se acidentado justamente com um consumidor de sua "mercadoria".

    ResponderExcluir
  58. E do delegado, ninguém fala nada?

    - achou uma lata de cerveja no Peugeot? "Teje preso em fragrante", por DUPLO homicídio DOLOSO.

    - apesar de os parentes da mulher dizendo o contrário, o delegado "acreditou" que uma grávida de OITO meses conseguisse dirigir, dispensando o marido do exame de alcoolemia e de entorpecentes (não nos esqueçamos de que, na delegacia, o sistema da Polícia Civil - por óbvio - informava que o marido tinha acusação de tráfico de drogas).

    - quando surgiram as primeiras evidências de que o marido é quem dirigia o Idea, o BO foi RETIFICADO nesse ponto.

    - quando surgiram as primeiras evidências de que o marido é quem "furou" o sinal vermelho (nota que ninguém mencionou nos comentários: quando o elemento fez a conversão à esquerda na Abraão de Moraes, antes de furar o sinal ele desviou de outro carro - parado - que aguardava sua vez), o BO foi RETIFICADO para constar a autoria de homicídio CULPOSO.

    - o BO, porém, não foi retificado para acusar o marido de lesão corporal aos ocupantes do Peugeot, que se feriram no acidente.

    - o BO, porém, "não podia" ser retificado para retirar a acusação de homicídio ao motorista do Peugeot...

    Cadê a Corregedoria da Polícia Civil, cadê o Secretário de Segurança, cadê o Governador???

    ResponderExcluir
  59. Esse cara tem que responder por dolo eventual, pois assumiu o risco de matar ao avançar uma via de 4 faixas.

    ResponderExcluir
  60. Gente, quem acha que pneu é tudo igual vai adorar isso aqui: http://migre.me/7shJN

    ResponderExcluir
  61. Mais um filósofo de pneus...

    ResponderExcluir
  62. Johnconnor
    Acho que você também não entendeu o "Se beber, dirija devagar". De novo, não preconizo em ponto algum do post que se beba a dirija. Apenas que, caso o motorista beba, que dirija devagar e com isso evitar uma tragédia. E de novo, com até 0,6 g de álcool por litro de sangue ninguém está bêbado. Apenas "ficou bêbado" devido a essa "lei seca" idiota que limitou em 0,2 g por litro de sangue. E no caso da batida por trás parado num sinal, se o cara falar de modo estranho é porque está com muito mais álcool no organismo do que 0,6 g. Está bêbado.

    ResponderExcluir
  63. Anderson
    Explique, por favor, a culpa do motorista do Peugeot.

    ResponderExcluir
  64. Antonio Carlos09/01/12 03:04

    Fizeram aqueles testes que passa no Cops no motorista do Peugeot e o bixo não passou. Tudo bem que o outro motorista errou feio, mas o fato do motorista do Peugeot não estar sóbrio agravou o acidente, mal reduziu a velocidade, quase não nota o outro veículo, e vinha rápido demais pra quem não esta com todos os sentidos perfeitos (o tal beba e dirija devagar do Bob).

    ResponderExcluir
  65. Antônio Carlos,

    Isso não agrava a situação do motorista do Peugeot.

    Se eu estiver sóbrio e for maluco o suficiente para ver um carro avançando o sinal e manter a aceleração do carro isso não acarreta consequencia alguma.

    Ninguém é obrigado, por força de lei, a atenuar ou evitar acidente quando o erro ocorreu por culpa alheia.

    ResponderExcluir
  66. Matheus Ferreira
    Não vêm mais. Até os freios traseiros voltaram a usar o velhor tambor de guerra.

    ResponderExcluir
  67. Bitu
    Voltei de féria hoje e peguei a coisa por aqui. Se for uma Ideia 1.4 a coisa é por aí mesmo: não anda bolhufas, perde para qualquer 1.0 da vida de saída. Quanto ao pneu, acho que ela vêm (ou vinha) com Pirelli P7, portanto, longe de ser vagabundo.

    ResponderExcluir
  68. Já vi um acidente entre um caminhão Mercedes e uma Hilux SW4..

    Eram 3:30 da manha e tinha acabado de aconter, a Hilux estava tombada com o lado do passageiro no chão e o Mercedes em cima dela..

    os bombeiros estavam tirando o corpo de motorista da Hilux quando começaram a chegar os parentes da "vítima" procurando pelo motorista do caminhão e xingando o mesmo de todos os nomes possíveis..eles queriam pegar o "assassino", segundo as palavras dos mesmos.

    Junto com os parentes, chegaram tbm várias pessoas que estavam numa boate próximo ao local do acidente, dizendo que a motorista tinha acabo de sair dela "torta" de tudo..

    Enfim, isso aconteceu num cruzamento e embaixo de um semáforo que segundo quem estava no local, encontrava-se fechado p/ a Hilux.

    Conclusão, quem morre é sempre coitadinho e gente boa...

    ResponderExcluir
  69. ...ainda mais se estiver grávida.

    ResponderExcluir
  70. E ainda vai a rede globo fazer uma entrevista com esse cara se fazendo de coitado.

    ResponderExcluir
  71. http://www.agora.uol.com.br/saopaulo/ult10103u1031668.shtml

    Agora o cara vira mártir da insegurança pública.

    Ê imprensa podre !

    ResponderExcluir
  72. Rafael Bruno09/01/12 10:57

    Brincadeira...pior é o marido antes querer colocar culpa na esposa morta.

    ResponderExcluir
  73. Bob, o motorista do Peugeot admitiu que estava alcolizado e que usou cocaína.

    Quem sabe se ele estivesse sóbrio teria reflexo e raciocinio suficiente para frear a tempo ou desviar.

    ResponderExcluir
  74. Este "se beber, dirija devagar" me lembra o Maluf que falou certa (ou errada) vez: estupra, mas não mata.

    ResponderExcluir
  75. Gustavo Cristofolini09/01/12 11:21

    Exeplos de pneu(s) bons ou muito bom: Toyo, Yokohama, Firestone, Michelin, alguns Pirellis e Alguns Goodyears.

    Pneus ruins: Ling Long, alguns Pirellis, Alguns Goodyears, alguns pneus de procedencia Chinesa, ou 'feitos' para a neve e vendidos usados em borracharias para serem utilizados no frio brasileiro de 35 graus.

    Pneus incompraveis: Remoldados, rechauchutados, repacados, frisados de qualquer marca ou espécie.

    O Idea era 11/12?? Ok, o carro possivelmente já tem quase 1 ano entao. Daqui uns dias sai a linha 12/13. Carro com quase 1 ano não pode ser rodado?? Se fosse meu, certamente já teria passado por uma troca de pneus, antes de completar 1 ano.

    ResponderExcluir
  76. Mestre Bob, uma jurisprudência que vem ganhando espaço nos tribunais brazucas é a seguinte: que o simples fato de dirigir veículo logo após ter bebido configura o crime, daí o cara do 206 ter sido enquadrado em homicídio doloso. Traduzindo: beber e dirigir em seguida equivale a brincar de roleta russa, visto que, conscientemente o motorista está ACEITANDO o resultado (desastre, colisão, atropelamento etc.)

    ResponderExcluir
  77. agora a culpa é do pneu...
    se o pneu fosse bom o cara poderia furar o vermelho "em segurança".

    o papo aqui caminha para o absurdo...

    ResponderExcluir
  78. Acho que homicídio doloso é demais, afinal ele participou e não causou o acidente. Porem, um cara que ainda tem cana no sangue num exame feito 5 horas após o acidente mais uns graminhas de coca na cabeça e é reincidente por dirigir bebado sair livrinho para cheirar, beber e dirigir de novo seria um escarnio.

    ResponderExcluir
  79. Cocaína não é usada para acelerar a cabeça, e assim ter reações mais rápidas???

    Não são poucas as lendas de pilotos que cheiravam ou cheiram cocaína...

    ResponderExcluir
  80. Os filósofos do freio a disco na traseira também estão cheio nos foruns de "apaixonados por carros"...

    ResponderExcluir
  81. Januário Jamelão10/01/12 09:02

    O Cristofolini deve ser chofer de praça, pois moer um jogo de pneus em menos de um ano, não é pra qualquer um.

    ResponderExcluir
  82. Neguinho fala tanto em pneu..., "esse presta", "esse não presta"... Aposto que muitos aí, se forem guiar sem saber qual é o pneu que estão usando vão ter muitas surpresas.

    ResponderExcluir
  83. Pneu é teste cego igual cerveja de pobre.

    Duvido o cara perceber pequenas diferenças entre pneus.

    Inclusive o anônimo ali tem razão: vocês agora acham que se o cara tivesse pneu "bão" podia avançar o sinal em segurança?

    Esse Felipe Bitu viaja. Filósofo de garagem...

    ResponderExcluir
  84. Tem também os filósofos das pastilhas de freio: "nossa aquela Varga freia com 2 cm menos que a Fras-le... que nada, tem uma importada, feita pela NASA, que faz de 100 a 0 em 3 metros"

    ResponderExcluir
  85. Então... acho que a culpa não foi do Peugeot; mas o cara não devia estar dirigindo bêbado/drogado. Neste acidente ele não teve culpa, E NO PRÓXIMO?? Então, que tirem ele de circulação ANTES QUE ELE MATE ALGUÉM POR CULPA DELE. Concordo com quem falou: CADEIA PARA OS DOIS! Não queiram inocentar o cara do Peugeot, ou ele ainda vai matar muitos. Pegou dirigindo com muita cana no sangue, CADEIA.

    ResponderExcluir
  86. Velho da Virilha Depilada11/01/12 12:45

    Ufa que alívio!

    A culpa é de quem morreu!

    Como poderia ser diferente?

    ResponderExcluir
  87. Anderson,
    Sabidamente, a cocaína não tira reflexos, pelo contrário (não que eu advogue o uso, sou contra qualquer tipo de entorpecente). E o quanto o motorista tinha de álcool no organismo, não foi revelado. Se esivesse com até 0,6 g/litro de sangue estaria dentro do permitido pelo Código de Trânsito antes da "lei seca'. Se ultrapassou o limite atual de 0,2 g/L, não está tecnicamente bêbado, só legalmente, o que é facilmente derrubado num tribunal.

    ResponderExcluir
  88. PAU NO BITU FILÓSOFO!

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...