12 de outubro de 2012

KOMBI: UMA FESTA AMBULANTE

Fotos: MAO e VW



Desde que o meu amigo Bill Egan se mudou para São José dos Campos, a uns 100 km da capital paulista pela via Dutra, regularmente vamos para lá nos fins de semana. O Egan adora receber os amigos e, portanto, volta e meia fazemos um churrasco ou coisa parecida por lá.

Mas um bom tempo é perdido na estrada. É claro que isto, normalmente, não é um problema, pois adoro estrada. Mas neste caso, onde o objetivo é encontrar os amigos e papear, me dá uma sensação de tempo perdido. Também me dá uma sensação de ineficiência, porque só o Egan e a esposa estão lá em São José, o resto do povo todo tem que entrar no carro e rodar os cento e tantos km. Daí me veio uma idéia...

O que fiz foi alugar uma Kombi. Lembram dela? Ainda é fabricada em série, desde o final de 2005 com o motor EA111 1,4-litro refrigerado a água do Fox de exportação. Muita gente tem asco deste carro, e o acha um anacronismo injustificável. Mas não estou entre estas pessoas.

A Kombi é na realidade, até hoje, um exemplo de eficiência automobilística. Um monobloco rígido que carrega o que pesa. A forma mais econômica de se carregar uma tonelada, mesmo meio século – mais, 62 anos – depois de seu aparecimento. Nada consegue sobreviver tanto tempo sem qualidades excepcionais, não importa o que se diga por aí.

Mas fazia muito tempo que não andava numa, e nunca tinha dirigido uma com o quatro em linha lá atrás, então pensei que era uma boa chance de me atualizar a respeito deste carro que admiro sobremaneira e, last but not least, fazer a festa do Egan começar mais cedo e acabar mais tarde!

 

Peguei então a bicha na locadora de manhã. A primeira coisa que me incomodou foi algo recorrente para uma pessoa como eu, que passa um pouco da média de altura da população: o banco é muito alto. Minha cabeça fica praticamente toda acima do limite superior da janela lateral, e do pára-brisa, me obrigando a dirigir encrunhado, com as costas parecendo um "C". Pelo menos a posição do volante é boa para isso, servindo como um apoio para os braços. O volante, além de bem posicionado para esta posição de dirigir meio estranha, tem um desenho bem acertado para sua função também, simples mas bem pensado. A espessura do aro é boa, nem muito grosso, nem fino demais.

Os pedais e a comprida e fina alavanca de câmbio também não incomodam. O câmbio é meio vago nas trocas, mas se tratado com delicadeza e decisão, permite muito bom uso. Os engates são leves, mas como disse, meio vagos, então o jeito é segurar a alavanca com dedos, e não palma, imaginar onde a alavanca vai, e realizar a troca com decisão, com vontade mas não força. Feito assim, depois que se acostuma, é uma delícia.

O freio de mão clássico, debaixo do painel, é ruim em ergonomia, e pesado pacas. Ruim. Mas uma característica do carro que nunca mudou, e que por familiaridade é algo indelevelmente ligado a ela, não dá para separar.


Mas a surpresa mesmo veio no motor. Silêncio. Kombis refrigeradas a ar sempre foram extremamente barulhentas porque o motor está dentro do caixote que ela é, mas agora, o barulho sumiu! Como é silenciosa! Muito legal. E o motor é também bem mais potente e econômico que o velho motor de Fusca, um progresso incrivelmente grande aqui. A potência subiu de 58 para 78 cv com gasolina e de 67 para 80 cv com álcool, lembrando que o motor refrigerado a ar não era flex.

O caixote branco (você pode escolher a cor que quiser desde que seja branca) é também firme de suspensão, e tem uma estabilidade bem aceitável. Rodando na cidade e na estrada cheia de passageiros, carne e cerveja, é boa de conforto e controla bem os movimentos da carroceria. Não abusei da velocidade, lógico, andei bem tranqüilo na verdade, mas na estrada manteve 120 km/h sem problema algum de estabilidade. Não parece nada com um carro de 50 anos, fruto primeiro de seu avanço tecnológico ao lançamento, e depois de melhoras realizadas quando foram adotados pneus radiais.

Se eu não andei forte com ela (para quê?), o louco furioso do Egan o fez em seu “circuito de teste” perto de sua casa, comigo xingando-o veementemente do banco do passageiro. Eu gostaria, sinceramente, que os que pecham o carro de instável estivessem comigo ali, para deixar de falar bobagem. E para me ajudar a bater no Egan depois...

O carro não tem ventilação forçada para o habitáculo, mas a tomada de ar externo, se aberta, cria um furacão barulhento lá dentro, na estrada em velocidade de cruzeiro. Funciona mesmo! Mas acabamos deixando as entradas fechadas a maior parte do tempo, porque o barulho é insuportável. Sorte que o tempo estava meio chuvoso, mas agradável, nem frio nem quente. Ar-condicionado, algo que não vivo mais sem e não existe nem como opcional para a Kombi, felizmente não foi necessário naquele dia.

E o espaço interno é incrível. Nove pessoas e bagagem, e ninguém fica apertado. Minivan moderna nenhuma chega perto de tão boa ocupação de espaço. Um veículo que, com tanto espaço interno, e podendo carregar seu peso em carga, e que consegue desempenho satisfatório de um pequeno motor de 1,4 litro, ainda é um exemplo de eficiência, algo que nenhum carro moderno consegue superar. Sim, não sei como se comportaria em um acidente. Mas isso pouco me importa particularmente: sempre ajo como se fosse morrer certamente em qualquer acidente, e pensar assim me mantém alerta para evitá-los. E se acontecer ainda assim um acidente, paciência. Ninguém vive para sempre, e foi bom enquanto durou.

Mas o que é legal realmente nesse carro não mudou em 62 anos. Com o carro cheio de amigos e família, dentro daquele ambiente claro e arejado, sem encostos de cabeça para atrapalhar, aquilo imediatamente se torna uma festa ambulante. A festa começou e terminou em São Paulo, só parando por um tempo na casa do Egan. Na frente da casa dele, que em eventos assim costumava ficar lotada de carros, só tinha uma Kombi! Isso é que eu chamo de eficiência carbônica. Moderníssima essa tal de Kombi!


Como sempre digo para alguns amigos que só vêem prazer em andar rápido em pista, a Kombi, se usada de certo modo, é o carro mais divertido do mundo. Com amigos e família juntos conversando, naquela bagunça gostosa cheia de piadas chulas e mulheres falando e crianças rindo, é como a vida deveria sempre ser. Pode ser tão brega e cafona quanto levar frango e farofa para a praia, mas, sinceramente, não podia me importar menos com isso...

Eu sei que a perua do tio Marco irá mais vezes a São José dos Campos. Foi um dia memorável.

MAO

241 comentários:

  1. Victor Gomes12/10/12 12:13

    É a segunda vez que leio por aqui sobre a Kombi.
    E sabem de uma coisa? Fico muito arrependido de quando, aos meus 14 anos, meu avô comprou uma Kombi 1980 e me deu as chaves para que eu dirigisse. Eu, infelizmente, fiquei cheio de medo. Afinal, até aquela idade só tinha dirigido um Caravan 1990 e a folga do volante da Kombi me assustava... Aí eu acabei recusando.
    2 anos depois meu avô vendeu a Kombi. Sinto saudades dela até hoje, e ódio de mim por ter tido tanto medo naquela época. Era uma oportunidade única. Até hoje, nunca dirigi nem Kombi, nem nada com motor boxer refrigerado a ar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brave Heart12/10/12 20:35

      Tu é um tremendo b@b@ca medroso.

      Excluir
    2. Pois eu tive três Kombis em uma outra vida e posso atestar: é divertida e faz curva! Tenho até hoje meu diploma de Kombinauta... Tive duas 1600 e uma 1500,todas compradas zero. Dar saltos de Kombi no mais puro estilo motocross é do grande K! e descer a serra das araras na frente de um Charger é impagável... Fora as viagens do Rio a Interlagos para as 24 Horas de moto com 5 caras e 5 mocinhas nos anos 70....Muito bom!

      Excluir
    3. Tenho um fusca 69, mas toda vez que vejo uma kombi fico me coçando para guiá-la. Ainda quero comprar uma de época.

      Excluir
  2. E a dita cuja ainda é bela.

    Quanto ao ar condicionado,já existe para a Kombi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Unica coisa que eu acho que a Kombi peca por não ter: Direção hidraulica.

      Excluir
    2. Daniel
      Também acho. Com mais de meia-carga a direção se torna bem pesada em manobras.

      Excluir
    3. Bela como um Etios. Mas direção hidráulica? Acho que só cortando o carro e fazendo adaptação, mas por 50 mil nesse veículo tão "injustiçado" pra que direção?

      Excluir
  3. MAO, qual foi o consumo médio? Usou Alcool ou Gasolina? E por favor conte mais sobre este teste que o Egan fez, hehe

    ResponderExcluir
  4. Rafael Ribeiro12/10/12 12:32

    Só MAO mesmo, para fazer dois posts tão antagônicos e interessantes quanto Volvo P1800 e Kombi numa só semana.

    ResponderExcluir
  5. Kombi não é um automóvel. É a Kombi. Simples assim. Merece o respeito de todos pois ficar em produção por 55 anos não é pra qualquer produto.
    Uma das melhores coisas da Kombi é... passar um quebra molas! (que o Bob não leia isso..rsrsr) Nesse instante, percebo a maciez da suspensão dianteira e a sensção de ser quase ejetado do banco. Insuperável!
    Todo mundo tem uma história com uma. A minha marcante foi a viagem que fizemos para para o enterro do meu pai. Um amigo da família arrumou uma para para lavar meus irmãos, primos e uns amigos, todos adolescentes, enquanto os adultos iam em outros carros. De início, o clima pesado dentro do carro logo
    deu lugar a uma leveza, um sentimento de conforto e amizade entre todos que estavam naquela Kombi, que poucas vezes percebi na vida, que me ajudou muito a ver de outra maneira o sofrimento que viria dali pra frente.

    ResponderExcluir
  6. Eu acho engraçado como alguns metem o pau na Kombi dizendo que o carro é inseguro, "dada a idade do projeto". O carro não é inseguro pela idade, e sim por sua concepção de não ter carroceria para deformar. Ou alguém me explique como um Kia Bongo ou Hyundai HR pode ser mais seguro que uma Kombi. A idade não tem nada a ver! Nunca vão conseguir fazer algo como ela. Uma pena que a VW anunciou hoje (por ironia) seu fim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriano;

      Gostaria de assinar embaixo e contribuir dizendo aos HIPOCRITOAUTOENTUSASTAS de plantnão e me expliquem COMO a Kombi pode ser insegura, comparado aos Hyundais HR, Kia Bongo e Asia Towner (agora de volta ao Brasil).

      Excluir
  7. Não obrigado, não ando de moto porque não quero que minha cabeça seja o para-choque, aí vou andar de kombi onde essa função é delegada ás pernas? Isso em um veículo 0km em 2012! Foi mal MAO mas discordo de vc, o lugar de kombi pra mim é num museu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cassio K. S.12/10/12 13:28

      E o lugar de Anonimo que não assina é fora do Autoentusiastas

      Excluir
    2. Velho da Bengala de Osso12/10/12 13:37

      Anônimo sem nome,

      Se as suas pernas não forem finas como de um sabiá, até que dá para amortecer bem o choque!

      Já quanto ao resto do seu corpo...

      Excluir
    3. Mas têm uns lixos chineses e coreanos que são tão inseguros como a Kombi, como deixam entrar isso aqui no BR?

      Excluir
    4. Anônimo 12/10/12 13:54

      Entra pq tem ABS e air bag....

      Excluir
    5. Anonimo das 14:10

      Grande coisa ter ABS e Airbag nesses chineses tão ruins...

      Airbag é apenas para proteger o corpo do motorista/passageiro contra impactos e não para deixar o veiculo estruturalmente mais resistente.

      Excluir
    6. Outro dia o motorista de uma Lamborghini morreu queimado dentro de seu proprio carro depois que ele colidiu na mureta central da rodovia Marechal Rondon e não conseguiu sair de dentro do carro com o principio de incendio.

      Adiantou ter ABS, Airbag, e carroceria com deformação projetada? O resultado foi um só.

      Excluir
    7. ao Daniel,

      Explica isso para os deputados que fizeram a lei da obrigatoriedade do airbag e ABS.

      E aproveita para ver quais os airbags que vão calçar os carros brasileiros:
      http://www.jalopnik.com.br/e-assim-que-nao-funciona-um-airbag-chines-falsificado/

      Excluir
    8. calma pessoal, é dia das crianças.
      durmam de capacete, o sono pode ser perigoso.

      Excluir
    9. Daniel, é o trecho que anda zicado. A menos de 500 metros dalí uma idosa foi votar, tropeçou na sujeira da calçada e morreu...

      Excluir
    10. Pessoal, sou o das 14:01.

      É que já foi noticiado por aí, inclusive por aqui, nos comentários de hj tbm, que será encerrada a produção da Kombi por não ter como equipá-la com air-bag e ABS. Minha resposta ao das 13:54 foi por isso. Aquelas M... chinesas são tão inseguras quanto a Kombi, mas poderão seguir sendo vendidas normalmente pq terão ABS e air-bag.

      Excluir
    11. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    12. Anônimo das 15:32


      Já pensou sofrer um acidente estando dentro de uma chana???
      Será que até isto ficou perigoso, aonde este mundo irá parar?!

      Excluir
    13. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    14. Oh engraçadinho das 19:12, tu deve ser fruto de um acidente dentro de uma "chana"...
      Do tipo, na hora h eu tiro amorzinho, ops aconteceu um acidente, foi dentro...

      Excluir
    15. Resolução 220 e 221 do Contran.

      Excluir
  8. Samuca PUMA GTI12/10/12 13:04

    Quantas lembranças da Kombi do meu tio, anos 60, que tinha cortininhas nas janelas e nos levava ao litoral ( aí todo mundo se trocava dentro dela ).

    ResponderExcluir
  9. Samuca PUMA GTI12/10/12 13:13

    MAO, benvindo ao Vale do Paraíba ! Moro em São José dos Campos, bem perto do condomínio do seu amigo Bill Egan, quase vizinhos. A comunidade autoentusiasta de SJK e Vale do Paraíba é grande, seria um prazer conhecê-lo pessoalmente !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É grande? Aqui quase não vejo clubes de carros antigos ou encontros. Pessoal aqui parece que só gosta de avião.

      João Paulo

      Excluir
    2. Samuca PUMA GTI13/10/12 10:16

      João Paulo , o CAAT Clube de Autos Antigos de Taubaté recém realizou um encontro com mais de 100 antigos !

      Excluir
  10. Um dos primeiros carros que dirigi e o carro que quando tem alguma dando sopa, pego para dirigir!!!!

    Agora os melhores ruidos de Kombi ainda são os da Kombi refriferada a ar....Eita barulho nostalgico e gostoso!!!!

    ResponderExcluir
  11. kombosa, versatilidade nota 1000

    ResponderExcluir
  12. Legal demais o texto, e a "kombosa" kkkkk
    Tambem fiquei curioso com o veloz e furioso Egan e a Kombi kkkkk

    Guilherme Costa

    ResponderExcluir
  13. Um dos carros que eu mais dei risada enquanto dirigia. Um barato curtir uma Kombi!

    ResponderExcluir
  14. A Kombi é um carro inegavelmente versátil, MAS isso não justifica a falta de atualização do modelo no Brasil. Poderíamos ter aqui no mínimo a geração de 1980 (chamada no exterior de Wanagon), que preservou as formas básicas e virtudes do projeto original, mas que evoluiu muito em conforto e espaço. A Motor3, com José Luiz Vieira, fez uma memorável matéria com uma 4x4 na Alemanha em 1987.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  15. Para quem interessar, o modelo que poderíamos ter aqui, ao qual me referi no meu post anterior:

    http://en.wikipedia.org/wiki/Volkswagen_Type_2_%28T3%29

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, não conhecia essa outra geração da nossa Kombi por lá....

      Bem que a volks poderia mesmo ter atualizado.

      Excluir
    2. É o Vanagon!

      Esse modelo é especialmente interessante.

      Bracos arrastados na traseira e suspensão dianteira de bracos sobrepostos tudo com mola helicoidal.

      Motor refrigerado a ar nas primeiras, com 2,0L e 70cv, com EGR, injeção Bosch LE-Jetronic e catalizador, mas com bloco diferente dos refrigerado a ar "tradicionais": Era um bloco maior e mais reforçado. Depois adaptaram e fizeram um motor refrigerado a agua a partir do mesmo bloco, os "Wasserboxer". Dizem que esses motores "a ar" são espetaculares em termos de resistencia apesar de um pouco beberroões mas os Wasseboxer...um verdadeiro desastre por conta dos inumeros vazamentos.

      Parafraseando o Bob sobre o VW 1302 alemão com suspensão Mc Pherson...essa é uma Kombi que poderiamos ter tido aqui no Brasil...

      A moda nos EUA é pegar as Vanagons como são chamadas e colocar, ou motor boxer Subaru ou EA827/AP2000 deitado

      Excluir
  16. Taí. talvez o carro que me deu mais alegrias que tristezas. Tive todas, inclusive a diesel cabine dupla. Mil e DUAS utilidades. Servia para tudo. Vez em quando, resmungo que está fazendo falta para um serviço qualquer. Deixaram saudades.

    ResponderExcluir
  17. Muito maneiro o post MAO! Sei de alguém que vai adorar... hehehe... Daqui a pouco ele comenta...

    Também fiquei curioso sobre o teste do Egan...

    Li o comentário do Adriano, fui procurar sobre uma nova Kombi e acabei me deparando com este comercial... (fora do assunto do post)

    http://www.youtube.com/watch?v=fmoZoYChM1k

    MFF, adorei o meu novo carro, mas ainda não peguei estrada com ele, vou inventar alguma no meio do feriadão. Agora, este comercial me fez pensar se eu vou "conseguir me segurar", tudo vai depender do preço.

    ResponderExcluir
  18. Ronco de Kombi, mesmo com esse motor mais moderno, é algo que admiro.

    ResponderExcluir
  19. Murilo Figueiredo12/10/12 14:15

    MAO, com certeza, todo carro de alguma maneira te da algum prazer, basta descobrir qual é, não adianta tu dirigir um Opala procurando um Bmw, tens que curtir o Opala.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque? Lembramos que o projeto é de 1960.

      Excluir
    2. css até podes ter razão, mas no brasil sil sil não era muito ruim comparado ao que tinha aqui nos anos 60/70 pelo menos até a chegada do passat e do monza.

      Excluir
    3. CSS,

      Porque um Opel Rekord com mecânica de Chevrolet Impala era ruim.

      PS: foi o primeiro automático de 4 marchas vendido em nosso país, antes mesmo dos Mercedes-Benz que vinham via "diplomacia".

      Excluir
    4. O cara escreve e depois não é homem pra assumir o que escreveu, porque apagar o comentário CSS?

      Excluir
    5. Eu não apaguei nada, apagaram para mim, mas continuo sustentando minha opinião. E um Dodge Dart era muito mais divertido.

      Excluir
    6. Porque apagaram? tinha nada de mais era apenas uma opinião contestável, mas uma opinião. Monte de ofensas e baboseiras ficam no ar, mas aquilo era nada de mais.

      Excluir
  20. Dirigir Kombi é uma delícia. É um dos carros que você deve dirigir antes de morrer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr. Aristodemus Lindolfo12/10/12 16:00

      Ou quando morrer...

      Excluir
  21. Tenho uma pergunta off-topic para fazer ao Bob Sharp (ou a quem souber responder também).

    Um certo site automobilistico está reclamando que "roubaram" as fotos de seu site antes de colocarem a marca d'agua e publicaram em outros sites sobre o segredo do Chevrolet Onix.

    Alegam que pagaram pelas fotos e pediram para os outros sites automobilisticos tirassem a publicação.

    Peraí, estou eu ficando maluco lendo uma coisas dessas? O site paga propina alguém para roubar um segredo industrial e depois reclama que alguém roubou as fotos?

    A atitude desse site não seria crime? Propina seguida de roubo industrial? Estou interpretando errado? O mundo virou do avesso e não sei?

    Gostariam que me esclarecessem isso...

    []'s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiz AG
      Não me cabe julgar ningúem, mas eu nunca faria o que fizeram. Vi lá o aviso relativo ao que você contou, mas já foi retirado. Como relação a segredos revelados, vale a pena dar uma olhada na página "Pagamos por flagras" na página principal.

      Excluir
    2. Eu já tirei e tenho a sorte de sempre encontrar algum segredo rodando pela estrada. O ultimo foi o HB-20. Mas sempre mandei para o BestCars e quando da S-10, para o blog do Sergio Hollanda apenas pedindo para darem credito a minhas fotos.

      O resto fiz e continuarei fazendo por ser puramente um entusiasta.

      Excluir
    3. Não é sobre isso que falo Daniel. Você passar na rua e ver um carro que vai ser lançado não é crime. Uso a marginal pinheiros com frequência e flagrei várias vezes o HB20 andando a noite na marginal com placas de fábrica de Piracicaba.
      O que questionei se é válido pagar alguém para entrar em um departamento restrito de uma fábrica para tirar fotos. Toda pessoa que acessa essas áreas é obrigado a assinar um documento mantendo sigilo sobre as informações dos produtos.

      Excluir
    4. LuizAG

      Caramba, será que os caras pagam para "se infiltrarem"????

      Se for isso, ai é crime na certa!

      Excluir
  22. MAO

    Verdade,pode-se gostar da algo por causa de (ou apesar de) um montão de coisas desde considerações técnicas e funcionais altamente fundamentadas,até impressões puramente sensoriais.

    No balanço de todas essas coisas q. me ocorrem, gosto da Kombi,sim. Ao longo de muitos anos convivi com todas as fases de sua evolução; desde a 'luxo' 1200 q. a minha turma fretava para fazer o 'circuito dos bailes de formatura' nas cidadezinhas da região,até a atual.Passando pela pickup diesel com quem fiz minha primeira mudança (sozinho!) e a intimidadora ex-diesel com um AP1800 a gasolina adaptado,entre outras. Nenhuma delas me desapontou; todas me surpreenderam de uma forma ou outra.Por que? Simplesmente, não esperando delas mais q. era preciso,ora essa...

    Ótimo post, obrigado

    ResponderExcluir
  23. Lembro até hoje a primeira vez que dirigi uma Kombi. Era do meu tio e ele teve que deixa-la na minha casa não me lembro porquê. Eu tinha uns 14 anos e meu amigo tinha uns 15, a gente pegou a chave escondido dos meus pais e saímos pela pequena cidade (5000 hab.)"pilotando" aquela caixona com motor boxer a álcool! Que delícia que foi! Ah, o melhor, ninguém descobriu!

    ResponderExcluir
  24. Como assim, "VW anuncia o fim da Kombi"? Que história é essa?
    E vão substituí-la pelo quê?
    A Kombi é o veículo mais atemporal de todos os tempos, em todos os aspectos. Não existe nada parecido. Aliás acho que é a única coisa que presta que a VW faz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conseguiram colocar Air bag na Kombi. Como é exigência para 2014, não pode ser vendido.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    4. Nada como regulamentação minimamente respeitosa para o consumidor pra retirar os restos de mercado de linha finalmente, antes que completem 100 anos de produção. A VW se quiser traz aqui a substituta da Kombi que tenho certeza que daqui uns anos vai ter textinhos saudosistas como os do MAO falando das suas incríveis qualidades e o quanto marcou de época e como era boa e bla bla bla

      Excluir
    5. Anônimo 12/10/12 19:16
      Que eu saiba, automóvel ou qualquer outro veículo automotor não é de aquisição obrigtória. Quem deve decidir que um carro saia de produção é seu fabricante ou o mercado. Regulamentação nunca pode retroagir. A partir de um determinado ponto é aceitável, mas jamais significar proibir de vender determinado produto, a menos que nocivo à saúde, o que a Kombi não é. E, outra, que mal há em ser saudosista? Se você não gosta de textos saudosistas, não os leia. Bem fácil, não acha?

      Excluir
    6. Não há mal nenhum em ser saudosista Bob, eu gosto de textos assim inclusive. O problema é esse saudosismo que começa a inventar coisas, as memórias do passado começam a ultrapassar a verdade e saem pérolas como Kombi é estável e que não é ultrapassada pois está tanto tempo em produção

      Concordo que o mercado deva decidir até um certo ponto, o problema é que num mercado com poucas condições que nem o nosso se não houver regulamentações o mercado não exige nada melhor e as fabricantes passam a explorar isso sem também não melhorarem. Depois de tanto atraso dá pra considerar a Kombi nociva à saude sim, pois até pouco tempo mal passava nas normas de emissão e a segurança passiva e ativa dela devem ser a pior de todo o já atrasado mercado brasileiro e até é comum ver ela tombada por motoristas menos experientes ou habilidosos

      A regulamentação é até branda como você desejaria, pois bastaria adaptar airbag e abs para continuar vendendo. Mas o projeto é tão atrasado que não conseguem fazer e nem seria conveniente. Acho que além do airbag e abs deveriam obrigar test crashes mais severos, o que ia obrigar que no mínimo quem vendesse esses dinossauros modernizassem o que é de mais básico num veículo (ter dirigibilidade e segurança)

      Excluir
    7. Kombi é estavel sim, se vc souber o que está fazendo. Pra seu governo e conhecimento, quem sabe o que fazer, se diverte " de montão" pilotando uma. especialmente se tiver muita curva, pois é obvio que na reta perde pra qualquer mil da vida. Não fale do que vc não sabe ou ouviu dizer.

      Excluir
    8. A galera "das antigas" parece que não consegue admitir o óbvio e continua insistindo com argumentos de meia tigela. Na mão de quem sabe, sabendo tocar, se tiver conhecimento bla bla bla, ora, na mão de quem sabe o carro realmente não vai tombar nem passar por muito perigo, mas o motorista é uma coisa e o carro é outra. Diversão é algo que não vem ao caso, pode ser divertido encerar uma Kombi ou assistir TV, isso não muda nada sobre o carro. Nas curvas ela também vai perder pra qualquer mil da vida, acho estranho ter que recorrer a um "não fale do que vc não sabe" se é algo tão óbvio e tão consenso. Conheço donos de Kombi, já do modelo novo e a opinião é unanime sobre a estabilidade dela. Só os saudosistas abobados falam o contrário

      Excluir
    9. "...e até é comum ver ela tombada por motoristas menos experientes ou habilidosos" ISSO QUE É ARGUMENTO! MEU DEUS! CALA A BOCA MOLEQUE!

      Excluir
    10. Anônimo 13/10/12 00:45
      O grande problema em relação à Kombi são as lembranças do tempo em que a estabilidade era precária, o que viria a mudar totalmente a partir do ano-modelo 1975 com a mudança da suspensào traseira para braços semiarrastados e mais tarde – 12 anos, demorou – com os pneus radiais. Atualmente a Kombi não tem nenhum problema de estabilidade, exceto sensibilidade a ventos laterais, como em todo veículo de grande superfície lateral. Mas mesmo assim não é nada que preocupe ou a deixe insegura. Além disso, com a atual motorização seu desempenho é suficiente para acompanhar qualquer tráfego, com mostra a aceleração 0-100 km/h em 16 segundos só com o motorista e a velocidade máxima de 130 km/h. E para várias aplicações sua relação custo-benefício permanece imabatível. Por isso eu e muitos são contrários a essa aposentadoria à força, fruto de mera canetada de burocrata. Ainda outro dia estava vendo na rua um Uno furgão novo e pensei em quantos serão prejudicados por causa da legislação. Não sou contra exigências de segurança, mas acho que elas só devem valer para novos produtos. O resto quem deve decidir é o mercado.

      Excluir
    11. Anônimo 13/10/12 09:48
      Me desculpe, mas os tais donos de Kombi das novas não sabem o que estão dizendo. Acho que os "abobados" não são exatamente os saudosistas, mas esses tais donos. Precisam conhecer um pouco mais de automóvel.

      Excluir
    12. Quem quiser ver como a Kombi tem estabilidade é só vir a o Rio... verão a loucura que os motoristas de Kombão de lotada fazem nos subúrbios cariocas, com o veículo cheio ou vazio, em curvas apartadas... E ela não vira mesmo.

      Não estou defendendo esse tipo de condução, mas se a estabilidade fosse problema os Kombão de lotadas aqui, como são dirigidos, 'virariam' em cada curva... rs.

      Leo-RJ

      Excluir
  25. Qual carro é mais perigoso, a Kombi ou o Camaro?

    Tenho certeza que, se houvessem Camaros na mesma quantidade que há de Kombis, muito mais gente morreria de Camaro.

    Ainda compro uma pra mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. têm bastente kombi rodando por ai, dos anos 70,80,90,00 e tu vê muito menos acidentes de kombi do que de celta, gol, palio, talvez porque em sua maioria motoristas de kombi vivem de dirigir kombi pra ganhar o seu pão e sabem da limitação da Kombi, diferentemente de um motorista de fim de semana que acha o Steve Mcqueen dentro de um Uno...

      Excluir
    2. É a Kombi, isso é fato e fato não se discute. O Camaro só vai ser mais perigoso se o motorista quiser

      Excluir
    3. A kombi também vai ser perigosa se o motorista quiser, nas devidas proporções... Agora ser amontoado por uma jamanta de 80toneladas não faz diferença vc estar a 80Kmh numa Kombi, num Camaro ou até num saab ou volvo...

      Excluir
  26. Não sei porque, mas prefiro muito mais a VW Eurovan do meu pai.
    Já fizemos inúmeras viagens tão divertidas quanto e com "pouco" mais de conforto e segurança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qdo a Eurovan precisar de peças, procura na autopeça da esquina, ou mesmo num concessionário VW e vc vai aprender a diferença de ter uma Kombosa e esse ser alienígena aí.

      Excluir
    2. Nunca tivemos problemas com peças. E olha que já trocados muitas coisas, embreagem, volante, válvulas, anéis, grade, painel de instrumentos etc.
      Muitas outras tem na Vw ainda,porque várias são iguais ade outros modelos.
      Se um dia aparecer que algum Problema mais sério,tenho se certeza que já valeu a pena. Imagino como teria sido a nossa vida nesse último 7anos com uma Kombi.

      Excluir
  27. Engenheiros da Das Auto comentando:

    "Que Eurovan que nada... Prá brasileiro, Kombi tá de bom tamanho!!!"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mesma coida do fusca, nunca tivemos modernização, e mesmo o fusca itamar ainda era o antigo ao invés das ultimas versões que tinha lá na Alemanha nos anos 70 antes de sair de linha lá.

      Excluir
    2. Tá reclamando? A VW acabou de lançar um Fusca turbo com 200cv e injeção direta... AGORAAA!?!?! VC TEM AS DILMAS, MANÉ?

      Excluir
    3. Sr. Aristodemus Pinottis12/10/12 20:36

      Quem chama a moeda corrente do país de "Dilmas" são geralmente moleques recalcados, manolos e vileiros. Ô raça prá botar apelidos idiotas nas coisas...

      Excluir
    4. O Corolla também só é Corolla no nome...

      Excluir
    5. Assim como Focus, Astra, Golf, Passat, Jetta, etc etc etc.....

      Excluir
    6. olhae de novo o anônimo pé-rapado q tava reclamando do Fuqueta... Nao almoça pra poder jantar... ô dó!

      Excluir
  28. A Kombi ERA uma van muito legal. Mas hoje temos coisas muito melhores.

    A Kombi simplesmente é ruim de estabilidade, o que de fato limita sua velocidade nas rodovias. É mais vantagem um Kangoo (versão furgão do Clio).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 12/10/12 16:15
      A Kombi não é nada ruim de estabilidade desde que a suspensão traseira passou a braço arrastado no lugar dos semieixos oscilantes em 1975 e passou a vir com pneus radiais, em 1997. Se você dirigir uma atual vai constatar isso.

      Excluir
    2. Não tinha uma piada ou conto sobre um piloto de F1 estrangeiro lá no inicio dos anos 80 que num gp Brasil pegou carona numa Kombi numa rodovia em SP e depois disse que agora entendia porque o Brasil tinha tanto sucesso na F1 com o Fitipalpi e Piquet pois tinha se impressionando com o "desempenho" do motorista da Kombi na rodovia.

      Excluir
    3. Anônimo, o que limita a velocidade da Kombi nas rodovias é a aerodinâmica de tijolo, a potência do motor e o fato de o motorista ser um humano com algum grau de instinto de sobrevivência. Ela assusta muito antes de realmente ser perigosa (coisa que nenhum outro carro faz, mas todos deveriam fazer...).

      Excluir
    4. Carros que te assustam muito antes dos seus limites = carros chatos e justamente políticamente corretos. Carro assim é uma bosta, mil perdões. Pneu radial a Kombi só ganhou em 97? Como um anonimo acabou de dizer, mostra o respeito da VW com o brasileiro e o quanto a Kombi está fora do seu tempo

      Excluir
    5. Outro Anonimo HipocritaAutoEntusiasta...

      Kombi é ruim de estabilidade sim, mas comparado a que? A um Chevrolet Vectra II com suspensão multilink na traseira? Se for a ele, concordo, mas ai você está comparando carros totalmente diferentes, em todos os sentidos.

      A Kombi tem uma estabilidade adequada para sua proposta e motorista algum passa susto na mão dela. Te garanto que é menos assustador os balanços da Kombi na estrada do que o de uma Hilix de R$140 mil...E falo isso com o conhecimento de causa de quem dirige SEMPRE Hilux.

      Excluir
    6. "mostra o respeito da VW com o brasileiro"
      Menos, meu camarada, menos. A Kombi tá saindo de linha pq não tem mais como cumprir uma legislação. Se pudesse, seguiria firme e forte guela abaixo do brasileiro.

      Excluir
    7. guela abaixo? compra quem quer...cadê a fiat, ford,gm com concorrentes?

      Excluir
    8. Daniel porque hipócrita? O que ter a ver falar o óbvio de quanto a Kombi é um carro completamente fora do tempo e que não respeita o consumidor brasileiro com ser hipócrita?

      A Kombi é ruim de estabilidade se comparada a qualquer carro, até um Uno. Duvido que chegue perto de uma Hilux em curva sem estar quase capotando como já vi donos relatarem

      Excluir
    9. 00:34 tu tá fora da casinha...propósito da kombi é carregar 1tonelada a 80kmh não fazer curva a 160hmh...

      Excluir
    10. Anônimo13/10/12 00:34
      Vc se superou! O Uno é um dos melhores carros pra fazer curva!
      Não entende nada de carro, heim?

      Excluir
    11. Fazer curva a 160? Onde falei isso? Isso seria um sonho (ou pesadelo) daqueles mais fora da realidade. A 60tinha dependendo da curva a bixa já está tombando, o que não acontece com NENHUM carro ou picape do Brasil. Uno ser um dos melhores pra curva também é sonho, o carro é estável e só como qualquer outro popular hoje em dia (sendo um pouco melhor que o Palio antigo por uma série de motivos). Um dos melhores pra fazer curva com certeza não é, já que dentro dos próprios populares o Gol era melhor mesmo na versão antiga e se for falar de Ka e Clio fica feio. Isso pra falar só dos populares, então Uno é um dos melhores onde? Em 80 podia ser, hoje não

      Excluir
    12. Anonimo das 09:43 que deve ser o mesmo das 00:34.

      Você é Anonimo. O erro ja começa ai. Já é ridiculo em sair postando e criticando os outros sem assinar o nome.

      Pela forma como você comenta, você nem carteira de motorista tem então vamos lá....

      Uno ser ruim de curva? Não gosto de Uno, acho uma casca de ovo ambulante mas reconheço. O Fiat tem muitas qualidades entre elas a estabilidade em curvas (acho que melhor que a do Gol até o G-IV até - o G-V eu não posso julgar).

      Kombi estável? Comparado a que? A um Jetta? Certamente não. Mas para SEU USO a Kombi tem um comportamento dinamico adequado sim e se quer saber a veradade, a Kombi "boxer" tem um comportamento melhor até que as refrigeradas a agua. Compare com qualquer utilitário de seu porte/tamanho proposta e depois conversamos.

      Portanto, antes de sair criticando os outros, anonimamente, experimente, dirija, vivencie. E acima de tudo tenha a coragem de assinar o nome como tantos aqui o fazem.

      Excluir
    13. Mas é um tapado, o cara que fazer curva a 120Kmh numa kombi carregada com 1 tonelada...
      Vai cuida da tua biz.

      Excluir
    14. Cadê o anônimo falastrão? SUMIU!

      Excluir
  29. Sao 90 km de dutra até SJC...
    O Bill mora no Esplanda do Sol... rsrsrs

    ResponderExcluir
  30. Lorenzo Frigerio12/10/12 17:26

    Sou mais minha velha Grand Caravan 1997... que provavelmente também é mais econômica, só para começar.
    A Kombi é sucesso aqui porque o brasileiro nivela tudo por baixo - "pelo menos tem peça", "a manutenção é barata", "tem pouca coisa pra quebrar", "pra peão não pode dar nada mais refinado, porque eles detonam tudo", "é VW, é fácil de vender" e por aí vai.
    A Kombi é uma prova material perfeita das razões pelas quais esse País não vai para frente. Trata-se de um País acostumado a pensar pequeno desde 1500.
    E para as "montadoras", isso é ótimo. É facílimo satisfazer esse tipo de consumidor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, não desprezo teu Opel Rekord Caravan, porque além de ser um belo carro, é muito bom de dirigir. Porém, também gosto da rispidez de um modelo como a Kombi. Eu, como purista, ainda prefiro o motor a ar.
      Ast.

      Excluir
    2. Frigério
      Caramba, voce nao precisava esculhambar conosco dessa maneira!
      Por onde anda seu patriotismo?

      Excluir
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    4. Não dá pra fazer entregas com uma Dodge Caravan. Além disso, existem muito mais importados dos anos 90 parado na rua por falta de peça do que a Kombi. Não dá pra comparar. Kombi é pra trabalho pesado.

      Excluir
    5. Pelo menos têm peça...Alias essa é a vantagem, além de ter "peça" raramente precisa delas...



      Excluir
    6. Se não for numa Kombi, como irei comprar pastel com caldo de cana na feira?
      Só se for na Viçosa!

      Excluir
  31. http://www.youtube.com/watch?v=zVQmR3ecpoU

    [de 4:15 até o final]

    Será o MAO dirigindo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulistano12/10/12 19:55

      Maneiro o video, mas o motorista paulistano não é tudo isso não! Cansei de pegar a direita da Bandeirantes, porque na esquerda eram só os "tranca-faixa".

      Excluir
    2. Anônimo 10/10/12 17:37
      Mas o nosso amigo-narrador é um esquerdinha daqules, hein?

      Excluir
    3. É, pra criticar os outros vc precisa dirigir bem. Além de esquerdinha, não respeita um PARE, e cada esquina uma ordenhada...

      Excluir
    4. perdi 5 mim...

      Excluir
    5. O blog desse cara é um saco! Ele mete o pau em todo mundo (as vezes com razão, é verdade) mas os erros dele ele nunca menciona. Lá ele é sempre perfeito e todo mundo tem que abrir caminho pra ele passar...... Na verdade ele faz quase tanta c@g@da quanto os outros motoristas que ele mostra.

      Excluir
    6. a intenção foi boa... vcs tb heim... poooorrr

      Excluir
  32. Caro MAO,

    Já postei aqui o quanto gosto da dupla Fusca e Kombi. Lá pelos meus 18/19 anos, início dos anos 90, o que dava para comprar com o meu trabalho era um Fusca, com o qual viajei à Salvador, ES e Floripa várias vezes.

    Trabalhava em loja de shopping (meio expediente), estudava de noite, surfava e tocava guitarra em um trio em bares do Rio. Assim, eu precisava de um carro barato, manutenção idem, e que não me deixasse na mão, e o Fusca prateado, ano 1985, encaixava-se à perfeição em "trabalho x faculdade x surfar x tocar na noite"

    Porém, por óbvio, foi ficando pequeno... Na verdade ele já era pequeno, é que com prancha, amplificador, guitarra, violão, pedais, fiação, prancha, mochila, kimono (acho que todo carioca faz Jiu-Jitsu), livros etc pouco espaço sobrava. Sorte que para sair com as meninas minha mãe liberava o Monza, com ar, em troca de pintar o muro, aparar a grama de casa etc.

    Com isso, não tive a menor dúvida em trocar o Fusquito por uma... Kombi. Isso mesmo, uma Kombi (ou "Kombão", como chamamos no Rio). Era um modelo pick-up cabine dupla (eu nunca tinha visto um Kombi cabine dupla), com as laterais da caçamba em ferro que se abriam para baixo, azul com teto branco, volante branco e o câmbio também tinha uma bola branca (hoje diriam que era 'vintage'). Era mais velha que o Fusca e em pior estado. Mas troquei. Não sei porque me apaixonei por ela (o que a fala de grana não faz). Dei um "tapa" para levantá-la, reformei estofamento e painel, troquei os vidros por verdes, nova pintura azul com teto branco e acabamento em madeira no fundo da caçamba. Rodões, faróis de milha (bons em viagens), som, e troquei todo sistema de suspensão, freio e direção. Motor e câmbio estavam ok.

    Isso levou um ano e meio para ficar pronto, pois fazia conforme o dinheiro entrava. Mas agora, sim. Carro para ir trabalhar e à faculdade, para pegar onda nos finais de semana, bem como viagens para Região dos Lagos, Floripa e outros atrás de ondas com os amigos, pranchas e tralhas; e também para colocar as coisas do trio na caçamba e ir tocar em bares: bateria, três amplificadores, instrumentos, cabos etc. E todo mundo dentro... onde cabiam quatro com conforto atrás e três na frente.

    Bons tempos... A Kombi azul já era conhecida nos points de surf do Rio, como Arpoador, canto do Leblon, Costão da Rocinha, Quebra-Mar, Praia da Reserva, Macumba e Prainha.

    E, próximo a alguns bares, se vissem a Kombi azul cabine dupla, era certeza de rolar cover do Led, Pink Floyd, Yardbirds etc.

    A "playboyzada" sacaneava, tirava onda com as então novas S10, e a "galera da humilde" se amarrava.

    Bons tempos que só foram possível porque era uma... Kombi!

    Hoje, depois de tanto tempo, a Kombi foi tomada pela ferrugem, sofreu dois arrombamentos quando roubaram uma guitarra e um baixo, e falta de tempo para viver como um garotão que trabalhava meio expediente, fazia Direito, tocava na noite, pegava onda e viajava por aí também decretou o abandono do carrinho...

    Foi vendido para o "seu Joca", um feirante, que estranhou tantos alto-falantes pela cabine e ferrugem... Mas o carro, reformado por ele, ainda roda, da mesma cor, dando-me a sensação de dever cumprido.

    E isso só foi possível porque era uma Kombi. Qualquer outro carro não teria feito tão bem o que Ela fez. E nem estaria rodando até hoje.

    Abraços!

    Leo-RJ (na época, era o "Léo Clapton", mais pelo desejo do que pela habilidade real com a guitarra).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bacana seu depoimento!

      Excluir
    2. Muito bacana mesmo, "Léo Clapton"! hehehehe... Sds

      Excluir
    3. Brave Heart13/10/12 03:29

      Todo carioca faz Jiu-Jitsu? De onde tirou essa idéia?? Que absurdo...

      Excluir
    4. ta bom... 96%!

      Excluir
    5. Daniel S. de Araújo,

      Valeu, amigo. Foram bons tempos mesmo... Sentiu a minha saudade, tanto do Kombão cabine dupla quando daqueles tempos menos responsáveis.. rs... mas eu sonhava era com uma F1000 igual a da sua foto... :) Abração!


      Fabio Toledo,

      Pois é... rsrs... "Léo Clapton"... eu me achava e não tocava nem 10% do que o Eric Clapton tocava. Rsrsrs... Abração!



      Brave Heart,

      Foi só uma brincadeira no tom humorado do texto, apesar de, pelo menos na Zona Sul, este esporte ser bastante difundido há mais de 20 anos, tendo, quase toda rapaziada pelo menos feito por um tempo. Mas foi apenas uma brincadeira demonstranto que, dentre tanta tralha, ainda cabia o kimono (que ficava com um cheio um pouco... desagradável... rs). Abração!


      Anônimo,

      Rsrsrs... Pode ser por aí mesmo... rs. Abração.

      Leo-RJ

      Excluir
  33. MAO,

    Certamente o Egan tentou é dar PT na Kombi no seu circuito de testes para que tu nunca mais voltasse lá em uma : ver os amigos chegando numa Kombosa deve ter sido um choque para o pobre!! Mas verificada a impossibilidade de desmanchar o Pão-de-Forma branco sem provocar avarias também nos ocupantes, ele optou por devolvê-la inteira a você, mas com os pneus visivelmente lixados, freio fervido etc etc .

    Um sábio esse Egan!!!

    ResponderExcluir
  34. Uma das sensaçoes mais estranhas do mundo, e que te dão a certeza de que você vai morrer dirigindo uma Kombi, é o fato de que, por estar lá na frente, toda vez que se pisa (com uma certa força, já que o pedal não é muito leve) no freio, a frente abaixa e você vai junto, numa sensação de gravidade zero, justamente quando o que mais queria era fazer o pé ficar mais pesado.
    Aquela finíssima lâmina de aço, que amassa até quanto você atropela besouro e que está lá como única proteção para as pernas também é um motivo de fortes emoções. Mas a visibilidade, para todos os lados, e principalmente para a frente, é algo muito bom e que foi perdido nos projetos mais novos...

    ResponderExcluir
  35. Eu tenho uma furgão 2010 que no qual trabalho com ela todos os dias! E acho sensacional! Claro que tem diversas deficiencias, é um carro antigo, mas como disseram, não inventaram nada melhor a 60 anos que dure até hoje, como dura a Kombi. Eu a utilizo para trabalho e como carro de passeio, viajo com ela para todos os lugares e adoro! Estabilidade é boa, o cambio se levar a marcha até seu devido lugar não atrapalha, a direção se manter sempre apertado o parafuso da caixa a folga não encomoda em nada se não tiver ventando, o motor da nova é muuuuuito bom, anda legal e é economico para um carro do tamanho dela. Se quiserem ver, digitem no Youtube Classic X Kombi, e verão a minha numa arrancada em Artur Nogueira. E uma coisa que pouquissimos carros terão como a Kombi tem: CARISMA! Não há ninguem que não tenha historia, vontade de dirigir, que não de um sorriso quando entram numa Kombi. Trabalho agregado numa transportadora, que no qual existem os mais variados carros, de HR a Sprinter, Ducato, etc, e o mais legal é todos virem falar comigo contando historias de quando tinham Kombi e o quanto gostavam dela. Sempre gostei de Kombi, desde pequeno, quando meu pai trabalhava com Kombi da empresa e sempre tive o sonho de ter uma. Quando tive a idéia de trabalhar com transporte de cargas, o carro já estava escolhido: Sem dúvidas, uma Kombi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outro carro que tem um carisma é a Rural, falae?
      http://ruralwillys.tripod.com/modelos/rural67luxocolonese.jpg

      Excluir
    2. Nossa com certeza o peão que compra a Kombi pro trabalho quer um carro com carisma e sonha com ela o dia inteiro

      Excluir
  36. Uma coisa é certa, ainda não inventaram nada melhor para nós tupiniquins... projeto excepcional (ultrapassado também), que carrega o seu próprio peso.. o que faz isso nos dias de hoje?
    Ah, e dirigí - la é tudo de bom, muito engraçado, adoro quando sobra uma da frota para eu sair

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gonzales a gente só não fala que acha que vc trabalha pra VW porque sabe que vc trabalha lá. Realmente não inventaram nada melhor pros "tupiniquins" desrespeitados, já pros brasileiros a VW tá devendo coisa melhor faz tempo

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  37. Gostei do texto, mas discordo em um ponto. 120 km/h é uma velocidade alta se considerarmos o código nacional de trânsito. veículos utilitários, pelo que que saiba, só pode andar no máximo a 90 km/h. Mas a minha maior surpresa, é que Kombi consegue andar a 120 km/h sem maiores problemas. Onde poderia alugar uma Kombi? Precisa de carteira D?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 12/10/12 18:52
      A Kombi não se enquadra na categoria caminhão (mais de 3.500 kg de carga útil) e nem tem mais 9 lugares incluindo o motorista, portanto é considerada automóvel e pode rodar em qualquer rodovia no limite estabelecido, como nas de 120 km/h. Sua velocidade máxima declarada pela fábrica é 130 km/h. A carteira é B. Procure no Google entrando com aluguel kombi e você encontrará várias locadoras de Kombi.

      Excluir
    2. Mas se a declarada pela fabricante for de 130 km/h, a 120 km/h já não estaria forçando o motor?


      Leandro

      Excluir
    3. Forçando nada, mesmo que esteja no limite de giros. Motores pequenos tem menor velocidade média de pistões, suportam com folga.

      Excluir
    4. Leandro e Anônimo em seguida
      O motor não está sendo forçado. A 120 km/h está entregando 79% da potência máxima, está girando a 4.500 rpm e a velocidade média de pistão é baixa, 12,1 m/s à rotação de potência máxima, que é 4.800 rpm. O curso dos pistões é 75,6 mm (com o diâmetro dos cilindros 76,5 mm a cilindrada é 1.390 cm³). Se quiser poder cruzar o dia todo a 130 lm/h, sem problema.

      Excluir
    5. Sem contar que este propulsor está amarrado com limitador de giros, é só tirar o limitador que ela vai mais longe..

      Excluir
  38. Alexandre - BH -12/10/12 19:12

    Esse carro é equipado com o que há de mais simplório em termos de segurança passiva, que são os cintos de segurança sub-abdominais de regulagem manual. Com exceção do motorista e de um passageiro, que num eventual acidente contam com cintos retráteis de três pontos, os demais devem depositar suas esperanças de sobrevivência naquele simples cordão atado à cintura.Vale lembrar que existe Kombi escolar de 12 e até 15 lugares.

    ResponderExcluir
  39. Pergunta para o MAO: Como está a caixa de direção da Kombi? As antigas davam muita folga, nao sei o que ela usa hoje, mas prezumo que a VW tenha colocado uma caixa mais moderna.
    E um comentario que me chamou a atenção: "louco furioso do Egan" ... Esquadrão Classe A? Hoje é dia das crianças, tenho direito de lembrar da minha infancia :D

    ResponderExcluir
  40. Gostaria muito de ver kombi no museu. Aliás, só no museu.

    ResponderExcluir
  41. Acabei de "montar" uma kombi no site da Volks:

    R$ 48.150 pela standard (a furgão é um pouco mais barata), somente vendida na cor branca e sem nenhum opcional.

    Os itens de série:

    - 2 cintos de segurança automáticos de três pontos, 1 cinto de seg. abdominal

    - Brake-light

    - Câmbio manual de 4 marchas

    - Iluminação do compartimento do motor

    - Janela traseira em vidro transparente, aquecível

    - Revestimento do assoalho da cabine em borracha

    - Revestimento do assoalho em borracha no compartimento de passageiros/de carga

    - Revestimento do fundo do porta-malas em feltro liso

    - Temporizador do limpador do para-brisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr. Aristodemus Pinottis12/10/12 20:39

      E tem maluco que paga!!!!

      Excluir
    2. A molecada do NA dirigindo uma Kombi é uma desgraça anunciada.

      Excluir
    3. o que se compra mais barato pra carregar 1tonelada e de manutenção facil e barata?

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. E, de fato, se for considerar o uso que terá, ou o cara precisará de uma carteira de motorista C e mais dinheiro, ou sacrificar algum uso (transportar até uma tonelada ou nove passageiros mais bagagem) para substituí-la.
      Mas embora mais carismática, a Kombi está com o preço muito próximo da terrivelmente feia Spin com sete lugares ($50.990,00 sem opcionais, no site) ou do Dobló, que também é feio e também leva sete ($55.702,00, apenas com os bancos suplementares), que são projetos mais modernos, com zonas de deformação programadas, um acabamento algo superior, menor ruído e, embora o Doblo 1,4 seja frouxo, até um desempenho pouco melhor. (na verdade, nota-se que a Fiat também está indo com muita sede ao pote. O Doblo 1,4 não poderia custar mais que a Spin LTZ de jeito nenhum!).
      Só o fato de ser mais divertida e mais versátil não são motivos tão bons para um projeto tão mais antigo estar com o preço tão próximo das "concorrentes". O sujeito que tiver esse dinheiro e puder sacrificar um pouco da funcionalidade acha opções muito interessantes por preços muito próximos.

      12/10/12 23:06

      Excluir
  42. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  43. Gosto de Kombi, acho legal sua história e tal, mas encontrar ela numa estrada ou mesmo nas ruas da cidade é certeza de ficar preso.

    João Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha.. Sou da mesma opinião.

      Excluir
  44. Fiz uma viagem em julho com meus amigos numa Kombi 2012 com 636km no hodômetro. Tava zerada, cheirando a nova. Mas mesmo 0km ja tinha um câmbio um pouco impreciso, tinha de trocar bem suave, mas me acostumei em uns 10km, o volante tinha uma folga de uns 2 dedos e era bem pesado pra manobrar. Mas e dai? Foi disparado o carro mais divertido que ja andei na minha vida, nao teve momento ruim, nem quando atolamos ela na praia deixou de ser divertido, ríamos enquanto tentavamos tirar ela do atoleiro. Foi um dia irado, 5 pessoas, 5 pranchas e mais a bagagem, e ainda sobrava espaço. Realmente, ja dirigi carros muito bons, mas em matéria de diversão, a Kombi foi a melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc dirigiu que carros bons? Só surfista "irado meu" pra achar Kombi mais divertida que um carro bom, provavelmente seu dia teria sido divertido até apé já que estava surfando e com amigos, a Kombi foi só o meio de transporte

      Excluir
    2. Anônimo que nunca subiu numa prancha "detected"... Ahhh... É o "criadão" de novo... rsrsrs

      Excluir
  45. Se eu fosse verdureiro e tivesse uma quitanda, ia adorar. Fora isso, Kombi só como carro de coleção, daquelas antigas versões de luxo, com pintura "saia e blusa" e interior monocromático bege, valendo mais como objeto de coleção mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mr. car, mesmo assim, compensa pegar uma picapinha tipo Strada, Currier ou Monstrana. São mais baratas e mais fáceis de carregar/descarregar

      Excluir
    2. Mas a Kombi carrega muito mais "verduras" que uma Currier, e protegido do tempo. E ainda pode levar a barraca de feira sobre o bagageiro, hehe.. Quanto à facilidade de carregar/descarregar caixas, eu tive um pouco de experiência com Kombi e S-10, e nessa questão a Kombi era muito mais fácil! Plataforma baixa e formato quadradão ajudavam. Em questão de dirigir, a coisa se invertia, obviamente..

      Excluir
  46. Há gosto pra tudo, eu abomino dirigir tendo muitas pessoas conversando dentro do veículo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não é tão anômalo assim, eu também não gosto.

      Excluir
    2. eu nem radio uso

      Excluir
    3. Lorenzo Frigerio12/10/12 22:46

      E quando seu passageiro aproveita o momento para fazer todas aquelas ligações ao celular que não teve tempo de fazer antes de sentar no carro?

      Excluir
  47. Lorenzo Frigerio12/10/12 22:47

    Kombi é uma coisa tão brasileira (no mau sentido), que só deveria ter em preto e prata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Branco é o novo prata e preto, tudo junto.

      Excluir
  48. A "Das Auto" ia começar a fazer Kombi em preto e prata, mas agora que o branquinho voltou a estar na moda, ela manteve só essa cor no seu variado catálogo...

    ResponderExcluir
  49. Mario Henrique13/10/12 00:48

    Já se instala DH em Kombis com motor de Fox.
    E portas de correr automáticas, também.
    Sua estabilidade, na mão de quem sabe tocar, impressiona. Já estive atrás de algumas em situações incríveis.
    Estórias vividas, as mais fantásticas, para muitos "cinquentões " de hoje.
    Versatilidade à toda prova. Reza a lenda que um presidente da VW queria acabar com ela, mas teria desistido ao ver o CEASA.
    Uma CARAT vermelha seria meu sonho de consumo!
    Se adequadamente utilizado, um sucesso!

    PS>: Uma pena ler comentários tão ruins em um Blog tão bom! Frutos da tal "Inclusão digital", talvez....!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mário: Comentários ruins fazem parte. O mundo está mudando muito rápido. É assim mesmo. Peferível que censura grossa. É um mal menor.Abs.

      Excluir
    2. Comentário bom são aqueles que defendem a Kombi, ainda mais com argumentos do tipo na mão de quem sabe ela impressiona ou que tem DH e portas elétricas (completamente adaptadas). Ora, na mão de quem sabe até Uno faz bonito, isso não faz do carro estável

      Excluir
    3. Kombi, pombas, devia ter desaparecido no máximo nos anos 70.

      Excluir
    4. na mão do Anônimo 13/10/12 09:38 nem Audi é estável...

      Excluir
    5. Anônimo 13/10/12 12:23
      Dê um motivo para a Kombi dever ter desaparecido no máximo nos anos 1970. Mas motivo técnico, não mera opinião pessoal.

      Excluir
    6. Mario, a história do CEASA aconteceu mesmo, segundo a imprensa especializada da época.

      Excluir
    7. Um motivo técnico para a kombi ter saído de linha há muito tempo: nível de segurança zero. Comparar a segurança da kombi com a de outro carro contemporâneo é o mesmo que comparar o pau-de-arara com um ônibus moderno. Não é mais permitido que a kombi transporte escolares, por exemplo. Bancos individuais com cintos de três pontos, entre outros itens de segurança mínima.

      Excluir
  50. Olha aí, o brinquedinho. Vídeo de uma Kombi motor Porsche bi-turbo em Hockenheim.

    http://www.youtube.com/watch?v=EWLFGPl1Kdk

    ResponderExcluir
  51. Srs: Este carro ainda é INSUBSTITUÍVEL. Explico: Tenho 4 aqui na empresa e creio que posso dar meu testemmunho. Ela leva 9 pessôas. Admite 1000 kg de carga. Se vc colocar que na média o pessoal pesa 70 kg, são 630 kg de passageiros e mais 370 kg de carga. Colocamos bagageiro para carga de até 1000 kg no teto e levamos ali ferramentas, materiais, insumos de obra, tudo! Nenhum carro a venda no Brasil hoje faz isto e adimite tamanha flexibilidade. Ela tem o tamanho de um sedan e faz de tudo em meio a um trânsito caótico do Rio e com falta de vagas. A substituição por uma Van de proporções maiores e que carrega 18 pessôas é indesejável por vários motivos a saber: quando quebra ou vai para manutenção, deixa 18 sem transporte! Não é viavel em pequenas viajens com poucas pessoas e carga.Perde a flexibilidade de estacionamento, rapidez, etc. Quase todas as outras tem tração dianteira, que com carga total passa muito aperto nos morros incríveis que temos aqui. Além de tudo, tem baixa manutenção e são fáceis de arrumar. A kombi pode ser ultrapassada, insegura, antiga, ser feita pela Volkswagem mais vou te falar: é um projeto tão bom que NADA faz o serviço que ela faz ATÉ HOJE, a mais de 60 anos! Já estou pensando em trocar as 4 por outras 4 zero km (são ano 2010, mod 2011),e de quebra comprar mais umas duas e deixar de reserva.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é que nada faz o serviço dela até hoje, é que nosso país é tratado como e até certo ponto é uma periferia barrenta, pobre e burra. A VW tem substitutas da Kombi em 3 tamanhos diferentes, todas com a mesma mecanica e cada uma com uma função. Tem a para carga que é igual a Kombi daqui, com tamanho externo pequeno e boa capacidade de carga que também pode receber bancos e levar 7 pessoas. Tem versão só pra passageiros que é mais confortável e com mais espaço para os passageiros e menos para carga, com acabamento bem melhor. E tem versão compacta para os que precisam levar menos carga. Tudo com mecanica resistente e eficiente, desempenho e segurança.

      Outras marcas também tem produtos do mesmo tipo, só que não trazem para cá ou quando trazem tem outros problemas ou são rejeitadas. Kombi é falta de opção e não projeto bom (já foi boa)

      Excluir
    2. Anônimo 13/10/12 09:34
      Seu exemplo é perfeito. Contra fatos não há argumentos.

      Excluir
    3. Anônimo13/10/12 09:34. Vc tem razão. Temos vários brasis aqui. Aquele da periferia ou alto do morro do Rio pode ser classificado como "periferia barrenta, pobre e burra", perfeitamente e infelizmente. Mas só o que temos fora dessa periferia é enorme. A cidade de São Paulo tem dois pibs de Portugal... mas será que um dia o brasileiro vai abandonar algum dia a máxima do que para ser bom tem de ser barato ou "tradicional"? Bom, a kombi é cara, caríssima pelo que é, mas é "tradicional", as pessoas estão acostumadas. É a pobreza de tudo, só muitas décadas em educação de primeira que isso resolve.

      Excluir
  52. Essa história ai de não se poder colocar ABS e air bag é conversa pra boi dormir não é nao?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei do abs, mas acho que o air-bag seria de pouca utilidade na kombi.

      Excluir
    2. Ultilidade talvez não tenha mas será que é mesmo tecniamente inviável de instalar? Não sei não isso aí pra mim ta mais é pra preguiça...

      Excluir
    3. Ultilidade talvez não tenha mas será que é mesmo tecnicamente inviável de instalar? Não sei não isso aí pra mim ta mais é pra preguiça...

      Excluir
  53. Como saudosismo é interessante ler sobre a Kombi. Tê-la ainda em produção é uma piada de mau-gosto. É mais uma das esquisitices de nosso mercado, no qual pra custar "só" 50 mil um utilitário precisa estar defasado e amortizado há décadas. É como tentar defender que a Ford ainda produzisse a Rural ou coisa parecida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a ford produz rural ainda...ecosport...

      Excluir
    2. A Rural foi um tipo vovó do FordEco

      Excluir
    3. A Rural Willys, depois Ford, teve seu momento, era um belo uiilitário, mas nem de longe tinha a utilidade da Kombi.

      Excluir
  54. Assim como eu acho sinal de subdesenvolvimento existir na Índia um carro como o Ambassador, os turistas devem achar o mesmo da Kombi aqui no Brasil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Félix
      Em compensação temos um serviço bancário informatizado que é exemplo para o mundo. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Se o Ambassador atende às necessidades do mercado indiano, isso é motivo mais do que suficiente para mantê-lo em produção.

      Excluir
    2. Com a hiperinflação que existia aqui é natural que o sistema bancário teria que ter se tornado mais ágil. Em outras palavras, os bancos se modernizaram... muito mais rápido que os automóveis. Mas discutir sobre carros é pior que discutir política! Cada um puxa a sardinha para sua conveniência. Prazer de dirigir é para carros, não para um utilitário como a Kombi. Nesse caso prefiro a segurança de coisas modernas, principalmente quando vc é passageiro de um motorista que está se divertindo na direção de uma.

      Excluir
    3. Essa história de sistema bancário informatizado que é exemplo para o mundo é uma história mal-contada, ao meu ver. Por exemplo, até hoje não é possível sacar dinheiro da sua conta em um caixa eletrônico de outro banco (exceto visa electron e similares), ao passo que no Japão (por exemplo) isso já é comum há muito tempo, e a tarifa é bem pequena. O mesmo vale para o depósito em caixa eletrônico, que até hoje por aqui depende do funcionário abrir o envelope e lançar o valor na conta, enquanto que lá fora (em muitos países) já há muito tempo a máquina mesmo conta o dinheiro e efetua o crédito em tempo real. Pode ser que realmente o sistema bancário brasileiro seja exemplar, mas não para os clientes...

      Excluir
  55. Então VAI!

    http://letras.mus.br/raimundos/48258/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor esse http://www.youtube.com/watch?v=3LG238zczAo

      Excluir
    2. Eae Bob, curtiu a sonzera?

      Excluir
  56. Aproveitem enquanto há tempo:

    http://autossegredos.com.br/?p=33737

    HS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também li essa reportagem. E muito boa por sinal. Saudosismo tem hora e lugar, mas não deve fazer a gente parar no tempo.

      Excluir
  57. legal é a kombi com caçamba e motor 1.8

    ResponderExcluir
  58. Gostei do relato; parabéns! Queria ter dinheiro sobrando para ter uma e levar toda a família para alguns passeios. Acredito que muitos dos leitores não pegaram o espírito do post que é falar do prazer de fazer uma pequena viagem com a família, amigos e parentes sem precisar sair num comboio e, também o custo benefício do veículo.
    Por outro lado, dado o número expressivo de idiotas nesse Pais, fica muito difícil escrever sobre qualquer coisa sem receber uma enxurrada de ofensas de pessoas arrogantes e estupidas!

    Marcelo/RS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. desculpe os erros de acentuação em País e estúpidas.
      Marcelo/RS

      Excluir
  59. a kombi pode ser um ambiente familiar, como de ser um dos melhores motéis, eu gosto de kombi.
    motel -> família, faz sentido, alguém precisa nascer.

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...