11 de novembro de 2012

ADEUS, MANUELLA

Foto: diariodovale.com.br



Adeus, Manuella Sueth Montilla. Só bem poucos chegaram a conhecer você, sua passagem por aqui foi muito curta, não deu tempo. Você só esteve entre nós durante dez meses. Seu pai esqueceu-a dentro do carro durante quatro horas numa tarde quente em Volta Redonda (RJ) e você não resistiu ao calor e asfixiou-se, perdendo a sua preciosa vida.

Você não deve culpar seu papai pelo esquecimento, pode acontecer com qualquer um, pelos mais variados motivos, nenhum ser humano é infalível. Todos temos problemas demais nesses tempos, é muita coisa na cabeça. A última coisa que seu papai queria era perder você, tenha absoluta certeza disso.

Certamente ele teria comprado um banco especial para você mesmo que não fosse obrigatório; muitos pais e mães fizeram isso vinte, trinta anos atrás, pensando na segurança de seus bens mais preciosos, os filhos.

Mas você pode, sim, culpar seu pai por aderir à idéia de que automóvel deve servir de esconderijo, mandando aplicar películas escurecedoras nos vidros e/ou para deixar o carro mais bonito, "lindão". Ou simplesmente para ficar in, na moda, acompanhar o rebanho.

Não sendo possível, de fora, ver-se o que está dentro do carro assim "equipado", suas chances de ser vista e retirada a tempo do inferno em que você se viu reduziram-se a zero Deve ter sido terrível para você, Manuella. Na inocência dos seus dez meses, você não deve ter entendido nada.

Ainda me lembro, com saudade, quando via minha mulher dirigindo o nosso Fiat 147 e, no banco de trás, a cabecinha da nossa filhiinha de 1 ano chupando o polegar esquerdo – canhota, como o pai. Era 1984. É a cena que logo me vem à cabeça ao tomar conhecimento de tragédias como a sua. Sim, Manuella, tragédias, no plural, pois isso tem acontecido com mais freqüência do que se imagina.

Se você tivesse vivido mais e lá pelos sete, oito anos começasse a usar computadores ou smartphones, bastaria você entrar no Google e ver a quantidade de casos iguais ao seu. Até no Exterior.

Assim como certos inventores devem estar no Céu, sentados à direita do Senhor, por exemplo, o espanhol Juan de La Cierva, que inventou o autogiro, e o russo Igor Sikorsky, que criou o helicóptero a partir do conceito de asa rotativa do espanhol, por sua contribuição para o salvamento de milhares de vidas, outros devem estar ou irão para o Inferno, caso de quem idealizou as películas escurecedoras para uso nos veículos. Lá arderá por toda  a eternidade – pouco, para o mal que fez e continua fazendo.

Você, menina Manuella, é apenas mais uma vítima desse mal que passou do século passado para o atual.

E não só vítimas de esquecimento, não, mas de tiros dados por policiais no cumprimento de sua missão, o que certamente não ocorreria se vissem quem estava dentro dos carros em que atiraram. No mês passado, no Rio, um Fiat Idea Adventure (ao lado) dirigido por Rafael Costa, de 17 anos, teve um pneu estourado e o estampido assustou policiais que estavam perto, confundindo-o com um tiro. Atiraram em defesa própriia e a ação resultou na morte do jovem motorista. O veículo tinha películas em todos os vidros.

Onde quer que você esteja, Manuella, tenha certeza de que há gente, como nós do AUTOentusiastas, lutando para que esse inexplicável, burro e perverso hábito seja erradicado do nosso mundo.

R.I.P, Manuella

BS

P.S. A triste notícia da Manuella, que gerou esta postagem, me foi passada pelo leitor André Stutz Soares.

209 comentários:

  1. É isso aí mesmo, Bob.
    Essas mortes causadas por falta de inteligencia (para não usar outra palavra) são as que mais me revoltam, mais me fazem pensar no que as pessoas estão fazendo consigo mesmas.

    Meu pai já me deixou dormir no carro várias vezes, mas nenhuma comigo fora do seu alcance visual e, é claro, eu já tinha alguns anos de idade, já sabia abrir o vidro e chamar ele caso precisasse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme,
      Claro, é completamente diferente. Esse e outros casos iguais são de revoltar mesmo.

      Excluir
  2. regi nnat rock
    Revoltante, não? Vou pressionar o Denatran acerca da fiscalização que ainda não existe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Postagem curta e grossa, mas real e necessária.

      Está na hora desse bando de zumbis agir como gente e mudar seus conceitos.

      Excluir
    2. Nem respondo pois fico enfurecido com essa molecada que faz filho e consegue "esquecer" como é que pode pÔ ?!?!?!?
      e não é o primeiro caso.
      Aí, aparece um bonzinho dizendo que ele já terá a pena mais cruel de todas com o sentimento da perda e culpa.. Árra... Tem que quebrar pedra o resto da vida isso sim.

      Excluir
    3. Fico me perguntando exatamente isso Regi...
      Como é que alguém pode esquecer o próprio filho?

      Excluir
    4. Não quero julgar ninguém pelo erro (não tenho direito para isso), mas tudo bem que problemas assolam nossas cabeças dia e noite. Porém, não cabe em meu entendimento esquecer um filho dentro do carro. Não tenho filhos, mas quando estou com minha sobrinha dentro do carro (que irá completar 5 anos dia 15), dirijo exatamente em função de uma criança a bordo.

      Excluir
    5. Tive um amigo que já esqueceu o filho bebê dentro do carro. Felizmente, ele lembrou-se a tempo (menos de 1 hora) e não aconteceu nada com a criança. Esse meu amigo é o maior papaizão, adora os filhos e é capaz de tudo por eles. Acho que essas coisas simplesmente acontecem. Somos falíveis.

      Excluir
  3. me lembro de um caso desse nos anos 70 na região da av Celso garcia ,ouviamos uma criança chorando em um lugar abafado e pensavamos que havia caído em um bueiro ,para não quebrarmos os vidros corremos até um chaveiro que abriu a porta da Brasilia e salvou a criança, a mãe estava fazendo compras e apareceu cerca de duas horas depois ameaçando chamar a policia porque seu carro fora arrombado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. toty
      Era o caso de chamar a polícia para autuá-la e indiciá-la em processo de maus tratos a criança. Que degraçada!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Eu fico com nojo de gente que acha que domina tudo simplesmente por 'ignorânça'. É o que a maioria dos que usam vidros escuros e dizem que enxergam tudo faz.

      Excluir
  4. E agora, onde será que os defensores da película vão enfiar o argumento de que ela diminui a insolação dentro do carro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mesmo com película escura, acaba por cozinhar quem está dentro mais cedo ou mais tarde.

      Excluir
    2. E se o carro não tivesse película, será que algém teria visto a tempo, já que o aquecimento seria mais rápido ainda? E algúém vendo será que esta pessoa teria se dado conta do risco, e ainda tomado a iniciativa de arrombar o carro ou procurar ajuda urgente?
      A malfadada película está muito longe de ser uma causas do acidente e pode ter sido, no máximo, um fator que contribuiu para o trágico desfecho.
      Sergio S.

      Excluir
    3. O vidro sem película não esquenta mais rápido, o que esquenta é o calor que fica retido dentro do carro pelo vidro escuro pela película. Todos sabemos que a cor preta retém calor. O vidro escuro é um mal para a sociedade, em vários aspectos

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Amigo, já ouviste falar em efeito estufa?
      É esse efeito que os filmes de controle solar atenuam. Eles filtram uma boa parte da radiação que atravessaria os vidros e aqueceria o interior do veículo. A radição infra vermelha (calor), que é gerada no interior do veículo, não consegue atravessar os vidros, estejam eles com ou sem a tal película.

      Sergio S.

      Excluir
  5. Arranquei o meu semana passada, pois era um carro que tinha comprado de um familiar. Meu outro carro, comprado novo, nunca teve, não uso películas desde 2008. Como é bom voltar a enxergar para fora do veículo a noite com chuva...

    ResponderExcluir
  6. Discordo do 2º e do penúltimo trabalho. Não há a menor desculpa pra quem esquece o filho dentro do carro, tendo este insulfim ou não.
    E no caso do garoto, 17 anos não é idade pra dirigir. É proibido e pronto! Aliás, como tanta lei e tanto radar por aí, me estranho ver tanto menor no volante.

    João Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ops: no lugar de "trabalho", "parágrafos"

      João Paulo

      Excluir
    2. Realmente, menor de idade não tem, que dirigir mesmo! Porém, tem muito "maior de idade", que compra habilitação (e mesmo os que passam no exame sem pagar) e ficam fazendo cagadas nas ruas.

      E outra, a idade do jovem não foi determinante para que a polícia atirasse.

      Excluir
    3. João Paulo
      É claro que não há desculpa para o que esse pai fez e nem menores ou inabilitados devem sair por aí dirigindo. O foco do post é o que não ter a película poderia ter evitado.

      Excluir
    4. A própria consciência do pai o condenará. Precisamos nos solidarizar com a família.

      Excluir
    5. João Paulo,

      Em cidades pequenas, é comum menor de idade ao volante.

      Quando políticos criam leis, eles esquecem que não tem quem as faça cumprir. Essas leis, de nada valem se não são fiscalizadas por aqueles que a criaram.

      Excluir
    6. "Por aqueles que as criaram"...

      Excluir
    7. "The sun". Eu me refiro mais a casos em cidade grande. E é fácil identificar esses caras. São os famosos manolos, sem camisa, de óculos e cheio de outros manolos dentro. Sem preconceito,mas é fato. Muito estranho isso acontecer com tanta frequência. Hoje mesmo tinha um desses andando a 40km/h na faixa da esquerda de uma importante avenida. Todo dia vejo
      tipos assim

      João Paulo

      Excluir
  7. Bob, esse caso trágico (não há outra palavra para defini-lo) ilustra bem os absurdos que são essas películas e a falta de fiscalização ao seu uso. Seu texto, tristíssimo e com a justa carga de indignação, toca no nervo dessas questões. Por favor, continue o bom combate contra essa praga que infelizmente se alastrou entre nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo Levi
      Como respondi ao regi nat rock mais acima, vou questionar o Denatran sobre por que ainda não se começou a fiscaalização desse mal para valer.

      Excluir
  8. Aliás, por causa dessa moda de faróis azul na cara, estou pensando em colocar espelhos laterais anti-ofuscantes (azuis). Isso é proibido?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa moda que se alastrou de qualquer um botar xenon em farois não preparados para isso já cansou também!

      A minha vontade é de comprar uma lanterna superpotente ou uma caneta laser pra apontar nas fuças desses infelizes! Mas aí, estaria me igualando a eles...

      Tudo por culpa da falta de fiscalização, que existe hoje basicamente para multar nos semáforos, por velocidade e por desrespeito ao rodízio (em SP), com a ajuda dos radares, pq eles sozinhos não fazem nada...

      Excluir
    2. Pois é, ai esta outra... Outro dia vi um Idea que não só estava com "azulões" mas também estava terrivelmente desregulado, apontava para cima e para os lados, menos para o lado correto. É tudo para ficar "lindão", carro virou acessório tal como brincos ou colares...

      Excluir
    3. Um mês atrás eu comprei um carro 2010 que estava com 28 mil km e em ótimo estado de conservação. Mas o antigo dono tinha instalado o bendito do xenon! Pelo estado do carro preferi comprar mesmo assim.
      Meu pai já teve um civic que tinha xenon e era simplesmente maravilhoso. Digo isso não só pela luminosidade que proporciona, mas porque simplesmente ninguém nunca reclamou. Eu usava o carro de vez em quando e nunca recebi farol alto de outros motoristas, além do que viajamos uma vez em carros separados, meu pai atrás com o civic, e o xenon não atrapalhava em nada...e ele também foi instalado pelo antigo dono ( já que o civi não tinha xenon original de fábrica).
      Só que o atual carro não era assim. No primeiro dia que peguei uma estrada de noite com ele recebi tanto farol alto "na cara" que cheguei a ficar com vergonha!!!
      No outro dia de manhã levei o carro num mecânico de confiança e expliquei a situação pra ele...perguntei se tinha como regular e ele me falou na lata: "Xenon xing-ling é assim mesmo, regular não vai resolver. Xenon bom só de fábrica". Não pensei duas vezes, pedi pra ele voltar tudo pro original.
      Alguns amigos riram dizendo que eu tava fazendo loucura, e que levar farol alto era normal...respondi que podia ser "normal" pra quem não se preocupa com os outros, mas não pra mim.

      Excluir
    4. Lorenzo Frigerio11/11/12 18:01

      Se o carro não foi feito para usar xenon, você pode instalar relês auxiliares e lâmpadas "rally" (90/100W). É proibido usar essas lâmpadas na rua, mas pelo menos são lâmpadas normais que não jogam a luz para todos os cantos; com os faróis regulados, você não cegará ninguém - e hoje em dia, com tantos xenon por aí, nenhum guarda jamais se ligará que você tem essas lâmpadas.
      Certifique-se de ter um alternador bem potente, pois ficar preso no trânsito com farol ligado pode descarregar sua bateria.
      Meu Charger R/T tem essas lâmpadas, e não poderia ser diferente, pois seus faróis ficam atrás da grade, o que lhes rouba muita potência.

      Excluir
    5. Lorenzo, com os atuais faróis em policarbonato, tome cuidado também com a temperatura que essas lâmpadas chegam. Já vi alguns faróis se incendiarem por causa dessas lâmpadas de 100W.

      Excluir
    6. Bosley de La Noy12/11/12 11:01

      Deveria incendiar o cérebro de quem coloca uma porcaria de lâmpada dessa no farol...

      Excluir
    7. E ainda tem imbecil que idolatra uma merda de carro que conta com faróis atrás da grade.
      Rapaz, e tu achas mesmo que quem tem um Dodge tem cérebro?

      Excluir
    8. Anônimo 12/11/12 13:08

      Como fala merda hein? Se não tem nada a acrescentar, que fique calado.

      Excluir
    9. Anônimo das 13:08,

      Como ousas falar mal dessa solução genial que são os faróis atrás da grade???

      Graças a eles, os fabricantes foram obrigados a inventar lâmpadas mais fortes, que ajudam a cegar os outros motoristas e permitir que o dono dessas banheiras consiga enxergar o caminho de volta para casa...

      Excluir
  9. Luiz AG
    Não é proibido; mesmo se fosse, você acha que alguém iria fiscalizar, sem nem carros com "sacos de lixo" fiscalizam? Tenho-os num dos meus carros, é ótimo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pior Bob, é que não fiscalizam pq não tem aquele aparelho que mede a transmissão luminosa através dos vidros em quantidade suficiente para tal.

      Mas, na boa: dá pra identificar somente visualmente quando a transparência das películas está abaixo do limite determinado por lei. Não fazem porque não querem.

      Excluir
    2. Anônimo 11/11/12 13:08
      Sim, dá para fiscalizar mesmo sem o aparelho, mas legalmente não pode ser feito, infelizmente.

      Excluir
    3. O Detran-DF usa esse aparelho na vistoria, o que me obrigou a retirar as peliculas ao transferir um carro. Lembrei dos seus conselhos e resolvi testar como era andar sem elas (ha tempos nao fazia isso). Gostei e nao apliquei novas.

      Excluir
    4. Anônimo 11/11/12 17:08
      Pena que o Detran daí só use o aparelho na vistoria, deviam fazer blitze sempre. Dirigir sem as películas é como sair das trevas, não? Senti isso ao sair com o JAC J5 de depois de ter removido as películas.

      Excluir
  10. A vida será um sofrimento sem fim para esse pai. E isso ocorre de forma até freqüente. Muito triste.

    ResponderExcluir
  11. oskrmarinho11/11/12 13:15

    Apesar de não nos caber condenar o pai, pois para isso há a justiça dos homens e a de Deus, infalível e da qual nada se oculta, é inevitável a indignação com o ato irresponsável, com o desprezo pela vida, com o comportamento relapso, com o descuido imperdoável, com a falta de senso moral, com o abandono que ceifou uma vida de forma tão imbecil e inaceitável!Não acho que isso pode acontecer com qualquer pessoa; é necessário que haja comportamentos que conduzam a isso, entre eles, talvez, não dar a importância devida à fragilidade de uma vida indefesa submetida a uma estufa sem circulação de ar fresco, enquanto se fazia alguma coisa considerada de muita importância, ou não; são apenas conjecturas, mas há uma certeza, apenas, é absolutamente certo que o castigo psicológico que está sofrendo esse pai é algo que não se deve desejar para o pior do inimigos e que vai acompanhá-lo durante toda a sua vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oskrmarinho11/11/12 13:20

      "são conjecturas, mas......"

      Excluir
    2. E se fosse permitido transportar crianças em cadeirinhas no banco da frente, será que hoje essa criança não estaria viva?

      Mais perigoso que isso é transportar marmanjos metidos à besta, que não utilizam cinto de segurança.

      Excluir
  12. Falta consciência ao Brasileiro que carro é um meio de transporte e SÓ! Não é um item de status, não é um "pega mulher", não é item de moda muito menos brinquedo.
    Enquanto isso não entrar na cabeça da população o que veremos são mais e mais tragédias. O que nós leva ao fato de no Brasil se levar o termo "vítima" ao pé da letra, já que o afetado pelo acidente, NUNCA é o culpado.

    Ontem estava na Avenida Brasil na altura de São Cristóvão trefegando na velocidade máxima compatível com a via e condições(chuva), ou seja, 70km/h. Estava na faixa centra mantendo uma distância segura do carro à frente quando um caminhão passou da faixa da direita para a central e depois para a faixa da esquerda, quase que num só movimento e ultrapassou o carro a frente. Pela maneira como o caminhão se distanciou depois da ultrapassagem não é difícil calcular que estava a uns 90km/h. Quem conhece a região sabe como o asfalto naquele ponto é ruim(muito por conta dos remendos em vez de recapeamento). Depois um caminhão desse se acidente a mídia diz que a culpa foi INTEIRAMENTE do asfalto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Velocidade de caminhão deveria ser de no máximo 65 km/h.

      Sei de grandes empresas de transporte que utilizam esse expediente, com um número de acidentes inexpressivo.

      Excluir
    2. The Sun,

      O cálculo da velocidade máxima (que não é efetuado no Brasil) deve levar em consideração o veículo e as condições da pista. Em uma pista com 3 faixas de rolamento reta, plana e vazia, um caminhão pode andar a 120 km/h sem maiores problemas. Agora, se for uma rodovia de pista simples no centro de uma cidade pequena (há um monte de cidades pequenas são cortadas por rodovias movimentadas no nosso país) às 5 horas da tarde, mesmo 30 km/h é uma velocidade muito alta.

      Excluir
  13. Independentemente da pelicula (sou radicalmente contra também. meu carro não tem), não entendo como pode um pai "esquecer" o filho no carro. Para mim, a explicação de mudança de rotina não explica.

    Eu sempre dou uma olhadinha por dentro do carro antes de trancá-lo, a fim de não deixar algo que chame a atenção em cima dos bancos. Tem bandido que estoura vidro para furtar jaquetas.

    Como pode um pai esquecer que está com um nenê no carro? Se ele se esquece de coisas tão simples e óbvias, imagine como deve cuidar da criança...

    Sobre espelhos azuis, é bem legal mesmo. Mas gostaria de ter um refletor como de estádio de futebol e iluminar a cara do cidadão que utiliza esses farois azuis para ele ver o quanto é "bom".


    Marco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tenho essa providência. Meu pai é campeão em deixar objetos aparentes dentro do carro dele (que não tem películas): jaqueta, agenda, estojo de óculos, GPS... o carro dele estacionado na rua, é o sonho de qualquer usuário de crack que cruze o caminho. E não adianta, quando a pessoa não acostuma a tomar certos cuidados, será assim pelo resto da vida.

      Excluir
    2. Claro: quem tem vidros claros tem essa preocupação de tirar as coisas aparentes. Mas com o carro "lacrado" a preocupação acaba.

      Excluir
    3. Marco já pensei em fazer isso em meu carro, tenho instalado nele um rack de teto para transportar minhas bicicletas, pensei em colocar quatro faróis instalados nesse rack, dois na frente é dois atrás, regulados de forma que fiquem direcionados pra cara do infeliz que usa essa porcaria é acha que se ele usar e incomodar alguém tudo bem.
      Agora sobre a criança esquecida no carro, que tragédia, tenho um menininha de cinco anos, é olha não deve tá sendo fácil pra esse camarada ai não.

      Excluir
  14. E me pergunto se algum dos envolvidos em ambas as tragédias tem plena consciência de como as películas foram um fator negativo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a própria Globo usa película G5 nos Tucsons, por que achariam que isso seria uma causa?

      Excluir
  15. Eu deixei de usar o "insulfilm" desde 2010. No meu caso foi para que os OUTROS motoristas pudessem enxergar ATRAVÉS do meu carro, por ter finalmente percebido como isso é importante para a segurança e bom fluxo do trânsito. Mesmo com a maioria dos meus amigos dando risada de mim, chega de atitudes mesquinhas e de cidadania de terceiro mundo! Quanto a Manuella, que esteja em paz, agora longe do imbecil de seu pai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, como é difícil explicar para os outros que isso ajuda a evitar engavetamentos...
      O cúmulo foi quando eu estacionei o carro numa daquelas famosas faixas com ciclovia à esquerda em Moema, e o desinfeliz que vinha atrás de mim não percebeu que não só eu havia estacionado, como também havia uma caçamba na minha frente, e ficou dando umas buzinadinhas até se dar conta... Para gente que não enxerga meio palmo à frente, não faz a menor diferença mesmo ter vidros escuros ou não.

      Excluir
  16. Essas películas são mesmo uma praga dos infernos, mas não se esquece uma criança dentro de um carro por quatro horas. Não mesmo. Nem é o caso de se acusar ou punir, pois há um dito atribuido ao pensador Seneca, que é o seguinte: "Não há homem mais severamente punido, que aquele entregue à tortura dos remorsos". E este, pode apostar, já está sendo terrivelmente castigado. Vamos ver se acabam com essa imbecilidade chamada película. Particularmente, duvido.

    ResponderExcluir
  17. Caros, o contexto do tópico que o Bob colocou, a meu ver, foi a tão famigerada prática do uso de sacos de lixo ( películas ) em nossos veículos. Agora, lendo os comentários até a postagem do meu, e por não ter visto nada a respeito, pergunto. Nunca ninguém fez o que este pai fez em nenhum momento da vida? Não estou defendendo ele, pois "esquecer" da criança por 4 horas é no mínimo classificado como sem explicação para o que ele estava fazendo neste período. Mais a consciência irá ser a pior das penas que ele possa receber. Mais o que gostaria de perguntar aos amigos é: Quem pode afirmar com todas as letras que nunca faz ou faria algo como o que ele fez? Eu tenho dois filhos, um menino que hoje tem 10 anos e uma menina de 04, e não tenho medo ou vergonha de admitir, já esqueci os dois dentro do carro. Aconteceu por causa da rotina alterada, foi um dia desses de feriado prolongado, aonde não trabalhei na Sexta ou na Segunda-feira e por algum motivo sai com eles, em momentos e épocas distintas. Como não estava habituado a fazer aquela tarefa cotidiana, acabou acontecendo, mais felizmente foi dentro da minha garagem, que na época era um prolongamento da varanda de casa. A primeira vez foi com o menino e ele devia ter uns 2 anos de idade, quando entrei em casa fui beber água e dar a ele também, quando me dei conta, e ele estava lá na cadeirinha sentado esperando ser retirado. A segunda foi com a menina e ela devia ter uns 06 ou 08 meses de idade. Quando entrei em casa a minha esposa perguntou pela bebê aí " caiu a ficha " e eu voltei para busca-la, sendo que ela estava no bebe-conforto dormindo. Volto a dizer que não estou defendendo ele, mais por mais criticado que possa se ser por esta minha opinião, reafirmo que pode acontecer a qualquer um. Que Deus possa reconfortar a esta família neste momento!
    Mauro XR3 2,0i

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse ponto até concordo com você, mas o motivo da crítica é o uso das películas, que sem elas, o acidente poderia ter sido evitado.

      Quanto a rotina, concordo com você.

      Excluir
    2. Repito,

      Se a cadeirinha estivesse no banco da frente, seu pai a teria visto e lembrado de tirá-la.

      Excluir
    3. Pergunto ao ilustre Anônimo ( que não assina por se esconder no manto obscuro do anonimato ) o porque da agressão gratuita? Aonde sou semi-alfabetizado? ou mesmo imbecil? Não entendi.........Não vou ficar polemizando uma situação aonde uma inocente se foi. Não esqueço de leva-los a escola não, pode ficar tranquilo.
      The Sun, eu sei que o foco é o uso de películas, mais achei que caberia mostrar como o fato em si ( o esquecimento ) e não o agravante ( películas ) pode acontecer a qualquer um!

      Mauro XR3 2,0i!

      Excluir
    4. Mauro XR3 2.0i
      Admirável a coragem de nos contar isso tudo. Parabéns!

      Excluir
    5. The Sun
      Concordo totalmente, o pai a teria visto. Eu havia pensado o mesmo.

      Excluir
    6. Cara, o sujeito colocou uma situação que ele viveu, e compartilhou aqui, por que xingar a ele? Vai me dizer que você é o exemplo de pai perfeito? Se é que teve a capacidade de fazer um ou mais filhos. E dizer que o cara que matou a filha não vá sofrer ou esta sofrendo e ainda compara-lo a um marginal que teve dolo em sua atitude, faça-me o favor. Olhe para você primeiro antes de julgar os outros.

      Excluir
    7. Caro Anônimo sem-teto, na boa, você sofre de problemas muito sérios. Com certeza. Não vale nem a pena responder a altura o seu comentário.
      Mauro XR3 2,0i!

      Excluir
    8. Parabéns pela coragem em admitir a falha, mas não aceito a desculpa de alteração de rotina. Tenho 4 filhos (41/39/30 e 18) e NUNCA deixei de manter atenção sobre todos eles, especialmente qdo exigiam a atenção mais direta . Super pai? longe disso, mas apenas um cara que sabe que o Dever de cuidar de uma criança, supera, de muito, um eventual esquecimento. Não dá pra esquecer pô! é o SEU filho completamente dependente!. Eu abria mão de meu prazer ou qualquer coisa pra ficar de olho no que os guris/as estavam fazendo. Não lamento o que não fiz.

      Excluir
    9. Postagens com argumentos coerentes e defendendo um ponto de vista são apagadas.

      Aqui, argumentações estruturadas não são bem vindas. Este blog caiu muito de nível, com indivíduos que não demonstram mínima capacidade de entendimento textual e já saem disparando palavras totalmente vazias, em postagens que não são apagadas.

      Como sempre dizem, ignorantemente, "não gostou, vá frequentar outro blog", realmente, há muitos fóruns de melhor qualidade por aí. Não somente automotivos, mas de diversas outras áreas em que há sujeitos capazes de discutir em algum nível decente. Aqui, cada vez mais sujeitos fechados em seu próprio mundo maravilhoso dos entusiastas, mas burros em seu conjunto.



      Excluir
    10. E só para esclarecer.

      Chamar alguém que trafega pelo acostamento de "idiota" pode, mas um pai que ESQUECE OS FILHOS dentro do carro não pode chamar de imbecil porque é ofensivo?

      Se alguém vier e afirmar "estava tudo parado, não quis esperar na fila como todo mundo, então andei pelo acostamento, cheguei meia hora mais rápido", ele também estará contando uma situação que viveu, mas não deixará de ser um idiota.

      Pode mandar essas duas postagens pro lixo, afinal, quem não segura uma argumentação, prefere fingir que ela não existe.

      Excluir
    11. Mauro, admiro a sua coragem de admitir isso, mas comigo nunca aconteceria. Isso não quer dizer que sou melhor ou pior que vc, ou que ame os meus filhos menos ou mais, apenas que no meu caso não há alteração de rotina que me faça desgrudar os olhos dos meus filhos dentro do carro. Quando estou dirigindo fico perguntando pra minha esposa volta e meia: e as crianças?

      Excluir
    12. Mauro, admiro a sua coragem de admitir isso, mas comigo nunca aconteceria. Isso não quer dizer que sou melhor ou pior que vc, ou que ame os meus filhos menos ou mais, apenas que no meu caso não há alteração de rotina que me faça desgrudar os olhos dos meus filhos dentro do carro. Quando estou dirigindo fico perguntando pra minha esposa volta e meia: e as crianças?

      Excluir
    13. Todo mundo admirando a coragem do cara contar o que aconteceu com ele. Não acho coragem, acho que ele quer é que passem a mão na cabeça dele. Aproveitou a oportunidade para ter a redenção de lhe falarem que tudo bem, isso pode acontecer com qualquer um. Todo ser humano precisa da aprovação de seus pares, mesmo quando do erro.

      Excluir
    14. Comigo não aconteceria isso. Esquecer um filho dentro do carro é demais, não é normal, assim como não é normal perder a criança no shopping ou praia....quem gosta cuida, cuida mesmo, de verdade....

      Excluir
    15. Realmente, admitir que esqueceu os filhos dentro do carro, publicamente, requer coragem. Mas concordo com alguns que comentaram, não me vejo esquecendo uma criança (um ser humano!), mesmo que não seja meu filho, dentro do carro ou em qualquer lugar que seja. Para mim, é impossível esquecer que uma criança está sob minha responsabilidade. Adaptando aquele velho ditado, "é um olho na via e outro na criança".

      Excluir
  18. Bob.
    Bom post. Assunto lamentável, mas que sirva (de novo) de alerta.
    Eu era fã dos vidros "verdes plus" que infelizmente não vêm mais em nenhum modelo. Maldita redução de custos.
    Seguidamente vejo cachorros fechados dentro de carros sob o sol. Não é um ser humano, mas a crueldade é a mesma.

    ResponderExcluir
  19. Bob, parabéns!

    Ajude a acabar com essa infestação de sacos de lixo nos vidros.

    Abraço,

    André Stutz

    ResponderExcluir
  20. CSS, concordo integralmente com você. Quem faz isso não merece o privilégio de ter um cachorro. E provavelmente faria o mesmo também com outro ser humano.

    ResponderExcluir
  21. Que a linda Manuella esteja em paz e perdoe seu pai de coração...
    Muito fácil para alguns julgarem atitudes alheias, mas acredito que
    todos deveriam rever as coisas estúpidas que já fizeram na vida (todos
    com certeza já fizeram muitas), antes de postar qualquer resposta,
    principalmente respostas agressivas e sem nexo...
    Vejo vocês no Templo no dia 23/12...
    Abraços...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente. É impressionante como as pessoas se deixam levar pela emoção e começam logo a radicalizar. Não seria de admirar se aparecesse algém aqui defendendo a pena de morte ou o linxamento.....
      Sergio S.

      Excluir
  22. Caro Bob,

    Uma outra aplicação com a abolição do insulfilm é em relação aos sequestros relâmpagos.

    Por exemplo, se você fosse um bandido com intenção de realizar um sequestro relâmpago a quem você atacaria: a alguém num carro filmado que, depois da abordagem, estaria seguro atrás dos "sacos de lixo" colocados supostamente para proteger a vítima ou assaltaria a um carro se insulfilm, que de fora qualquer transeunte veria a dois elementos suspeitos e uma mulher assustada no banco de trás?

    Em qual dos dois casos eu, bandido, estaria mais sujeito a ser descoberto e me arriscando a topar com a polícia?

    Se você quer se defender da bandidagem, há de começar a pensar em como eles agiriam e, infelizmente, a maioria das pessoas enxergam apenas na frente, uma outra parcela consegue ver até 180 graus de visão (frente+lados) mas o certo é que há de se ver em 360 graus, usando os espelhos e o pescoço, e como ainda não inventaram o teletransporte tenha a certeza que bandido nenhum "surgiu do nada" como a maioria dos assaltados costumam afirmar; o bandido já estava lá e você não o viu.

    Bandido quer a coisa de forma fácil; porque se for difícil era melhor ir trabalhar (ou procurar outro que seja mais fácil, é claro...)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roberto
      Perfeito o seu raciocínio.

      Excluir
  23. Tenho 3 camadas de G5 ( no parabrisa só duas) e enxergo direitinho. Também não tenho criança pequena. Qual o problema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo 11/11/12 17:19
      Você pensa que enxerga direitnho. Lamentável. Mas isso pode acabar um dia.

      Excluir
    2. Anonimo 11/11/12 17:19

      Ah tá bom... agora conta a do papagaio...

      Excluir
    3. "Qual o problema?", você quer dizer, além de transitar ilegalmente usando película no párabrisa?

      Posso apostar que você não usa o limite máximo legal nos demais vidros.


      AndreK

      _____
      42

      Excluir
    4. Anônimo 11/11/12 17:19

      Se vc é albino ou tem fobia de público, perfeito! Mas fobia de público não se corrige escondendo-se.

      Excluir
    5. E alguém aí acredita no sarrista anônimo das 17:19h? Com três camadas de películas G5, mais a transparência do vidro original do carro, tem-se transmitância óptica de 0,009% (luz visível). Isso dá nível de visão de óculos de solda...

      Excluir
    6. Avá, não alimentem os trolls

      Excluir
  24. Aliás Bob, uma pergunta:

    Um amigo meu sempre afirmou que era contra insulfilm - e nunca fez uso deles - porque além de todos os aspectos negativos já comentados, ele entendia que por ser uma película escura/negra, o calor recebido do sol não seria refletido/dissipado e no final das contas, ao contrário do que muitos pensam, tornaria o interior do carro muito mais quente por conta desse calor retido nos vidros, sendo que se não houvesse o insulfilm, ainda que o interior ficasse mais quente, ele também dissiparia o calor com maior facilidade.

    Qual é a sua opinião sobre esse aspecto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roberto,
      Está mais do que provado, o vidro escuro retém o calor. Uma fabricante de vidros de automóveis e fornecedora da industria, a Saint-Gobain Sekurit, esclareceu isso faz algum tempo.

      Excluir
    2. Amigos, o calor ou mesmo a transparência tem a ver, principalmente, com a qualidade da película colocada.

      O que mais tem por aí são as porcarias, baratas, estilo saco de lixo mesmo. Porém, as boas empresas, como a Insulfilm verdadeira, produzem películas de excelente qualidade. Há películas que são moderadamente escuras e que refletem sim uma parte do calor.

      O calor dentro do carro tem muito mais a ver, na verdade, com a qualidade dos materiais usados internamente. Os plásticos duros dos carros simples retem muito mais calor, por exemplo.

      Não podemos generalizar e culpar a película por tudo. O problema aqui na gersonlândia é a falta de fiscalização da aplicação e a oferta estapafúrdia de sacos de lixo baratas e sem qualidade que o povo aplica.

      Excluir
    3. Lorenzo Frigerio11/11/12 18:07

      As instaladoras de filmes têm um filme "espelhado" para segurar o calor. É tão proibido quanto os sacos pretos.

      Excluir
    4. Sim, essas são tão ridículas quanto os sacos de lixo. Mas existem para aplicações especiais, mas os idiotas colocam nos carros de rua.

      De que adianta as empresas sérias gastarem com P&D e ainda desenvolverem laudos mostrando transmitância, absorbância, transparência e mais os referentes à radiação UV se a discussão aqui se nivela por baixo? Sendo a culpa sempre das películas. A culpa é dos sacos de lixo, não vamos colocar todo mundo na mesma toada.

      Excluir
  25. Como disse o eterno Nélson Rodrigues, "o grande acontecimento do século foi a ascensão espantosa e fulminante do idiota”.

    ResponderExcluir
  26. A questão é que ainda pensamos como se estivéssemos na década de 1980, quando muros altos em torno de casa e vidros escuros nos carros realmente nos deixavam mais seguros. Mas o mundo mudou, hoje as películas escuras ajudam os criminosos a rodar impunes enquanto o proprietário do veículo está no porta-malas, esperando para ser executado. Com os vidros claros, uma ação desse tipo fica bem mais difícil...

    Antes, se esconder te protegia. Hoje você se protege se exibindo, com casa de muro baixo e carro sem película.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim como portão fechado também não é segurança. Tem uma família aqui perto de casa que foi assaltada e torturada, e tinha portão sem vista da rua.

      Excluir
  27. Triste, e mais um bom argumento contra os vidros escurecidos, que até alguns carros de polícia têm.

    Num exemplo inverso, há tempos, a vítima de um sequestro-relâmpago contou que, graças ao fato de seu carro não ter vidro escuro, pôde sinalizar com os olhos para policiais que pararam ao lado em um sinal.

    ResponderExcluir
  28. Sinceramente, eu não imaginava que existissem tantos idiotas em nosso país.

    Desvirtuam o assunto como trocam de camisa e defendem suas babaquices como se fossem as pessoas mais espertas do mundo.

    É por isso que o Brasil está tão bem.



















    ResponderExcluir
  29. Bob,

    Quando comprei o carro do meu pai fiz questão de arrancar todas as películas! E como ficou belo o Galant com o volante "Nardi" de madeira à vista! Tolos os que acham belo esconder o interior do carro...

    ResponderExcluir
  30. Rafael
    Só imagino como o seu Galant cresceu em presença. E por falar em película, no estande da JAC no Salão não havia nenhum carro exposto "filmado". O Sérgio Habib aprendeu.

    ResponderExcluir
  31. Não sou favorável a películas em hipótese alguma.Mas nos casos citados ela não foi a causa.Sequer podemos afirmar quer foi agravante. Já que não há qualquer evidência que a sua falta evitaria os óbitos.No primeiro caso, esquecer alguma coisa por um período pode acontecer a qualquer pessoa.Mas é muito diferente esquecer um filho de menos de 12 ano dentro do carro por mais de 3 horas.Isto é um absurdo,como também os policiais confundirem estouro de pneu com tiro.Como se não fossem profissionais, fossem amadores que nunca ouviram tiros. Uma desculpa inaceitável.Se formos seguir nesta linha melhor proibir carregar crianças dentro de carro, já que a falta de película não vai evitar pais esquecidos e irresponsáveis, nem policiais incautos e despreparad0os,senão mentirosos.
    Lauro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em termos bem simples, as 2 questões colocadas pelo Bob foram:
      HIPÓTESE 1, no 1º caso, se não houvesse película, algum possível transeunte (não o pai) poderia ter percebido a criança a tempo e tomado alguma providência; e
      HIPÓTESE 2, no 2º caso, se não houvesse película, os policiais poderiam ter visto que não se tratava de bandidos.

      São hipóteses, nada garantido, mas vai que...


      AndreK

      _____
      42

      Excluir
  32. A que ponto chegamos, parte da população apoia o uso da pelicula por se achar mais protegida contra assaltos (alguns pontos desta crença tem mesmo fundamento, se justificam ou não é conversa "pra mais de metro").
    Outra mostra que sem ela até mesmo assaltos e outros acidentes lamentáveis poderiam ser evitados, vejam bem, poderiam.
    De certo mesmo fica a realidade que vivemos, insegurança, criminosos dispostos a tudo e uma policia tensa, pois são alvos de covardia extrema.
    De quem é a culpa por tudo isto (caso da Manuella a parte)?
    Da sociedade, não chegamos ao atual nível de civilização sendo bonzinhos e tolerantes com quem atenta contra os valores sociais, morais e legais da sociedade.
    Pensem nisto.
    Acosta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A culpa é "da sociedade", belo ponto. O problema é que a culpa ficou em uma coisa abstrata... Quem é a sociedade? Somos nós, EU thales, VOCÊ acosta, então cabe a cada um de nós fazer a nossa parte, correto?

      Excluir
  33. Aposto que quem é contra película não fica um dia todo de verão dentro do carro trabalhando. Não adianta ter ar condicionado e ficar exposto diretamente ao sol forte, a pele queima do mesmo jeito, ficar uma hora assim é facil, dificil é pra uma pessoa acostumada a andar mais de 5000 km por mes e ter que ficar em contato direto com o sol. A culpa do cara ter esquecido a filha no carro não foi da pelicula, e o fato de não ter ela não garante que alguem iria ver a criança dentro do carro. Quem usa pouco o carro ou gosta de ficar fritando no sol anda sem pelicula e pronto, mas não queiram obrigar os outros a fazerem o mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leonardo, vidros verdes (padrão nos carros de hoje em dia) já retém a maior parte dos raios UV e IV. Em estrada, o ar condicionado funciona bem. Então, se você tá torrando é porque tá com os vidros abertos... E nesse caso, película não vale de nada também.

      Excluir
    2. Que eu saiba, nos carros comuns, somente o para-brisa dianteiro é que filtra radiações UV.
      Eu não acredito que usar filmes de controle solar, regulamentares e de boa qualidade, possa causar algum tipo de problema. E fazem muita diferença sim, em relação à UV equivale a passar um bom protetor solar e em relação a IV a menos aquecimento.

      Sergio S.

      Excluir
    3. Thales, não tem lógica eu ligar o ar e ficar de vidros abertos, correto?

      Excluir
  34. Vidros escuros = burrice completa.

    ResponderExcluir
  35. Blá-blá-blás à parte, só para ajudar a esclarecer: O pai da criança trabalha como vendedor de carros e estava fechando um negócio no momento. O referido Civic estava à venda, com as tradicionais inscrições no vidro. Há uma possibilidade real de o carro não ser de uso do mesmo.
    Maiores detalhes nos jornais locais: Diário do Vale e Foco Regional, com sites na net.

    1 - Ninguém, que não seja pai/mãe, pode avaliar o tamanho da dor imposta aos familiares. Foi um quadro muito triste, até mesmo para os acostumados à atender tragédias (polícia/médicos, etc)

    2 - Podemos "debater" durante meses, sem chegar a nenhum lugar, sobre "sacos de lixo", habilidade em dirigir, uso de celular, etc.

    3 - O nível está cada vez mais baixo! AUTOentusiastas ou Incluídos digitalmente?

    4 - Emfim, lê quem quer, não é?

    MH

    ResponderExcluir
  36. Infelizmente o Autoentusiastas está se transformando em um reduto de seguidores dde Bob Sharp. Longe de mim falar mal do Bob, que tem muita experiência, e tem seu nome gravado na memória automobilística brasileira. Acompanho os textos dele desde a época do BestCars, mas se tem algo que faço é dizer que ele não é o dono da verdade absoluta. Entendo que aqui é o espaço dele, ele escreve sobre o que bem entender, e quem vem aqui pra ler não tem que reclamar. Mas realmente, a questão do filme nos vidros (me recuso a chamar de "saco de lixo") é polêmica. No meu caso, tenho películas dom 27% de transparência nos vidros laterais e nos traseiros, e o parabrisa é sem película. Meu carro não tem ar-condicionado, e realmente é complicado pegar trânsito com ele sem as películas. Elas não me atrapalham para dirigir à noite, ou com chuva, e nao contrário do que dizem, não ficam refletindo o painel do carro durante a noite. Pois bem: sofri um acidente (nada a ver com as películas, derrapei sozinho por estar correndo um pouco), e fiquei 15 dias com um Gol G5 da Localiza, como carro reserva. O referido Gol tinha ar-condicionado, e acredito que tivesse vidros verdes ou algo parecido, uma vez que realmente não dava aquela sensação de ardor na pele. Pois bem, o carro tinha ar-condicionado, então dava pra deixar os vidros fechados (ao custo de um consumo absurdo de combustível, vá lá). Mas e no caso do meu carro particular, que não tem ar-condicionado e muito menos vidros verdes? Quando o comprei, rodei uma semana sem o filme e, sério, era insuportável! Portanto, nesse caso eu sou contra a opinião do Bob.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo
      É totalmente normal que aconteça o que você diz, tenho meus seguidores como outros editores têm os deles. No caso da películas escurecedoras sou dono da verdade, sim, e faço questão de ser. Quanto mais aparado pelo que é determinado pelo Contran, em que praticamente todos os carros estão abaixo dos limites legais mínimos de transparência. Nada, absolutamente nada, justifica perder visibilidade ao se dirigir. No seu caso, o carro não ter vidros verdes, uma película de 20 ou 25% simula tê-los, sem problema. Mas é estranho você dizer que não tem, pois há muito tempo todos os carros saem com vidros verdes de fábrica. Qual o seu carro, pode dizer?

      Excluir
    2. Antônio Martins12/11/12 11:06

      A filtragem dos raios ultravioleta são de 82% nos vidros temperados, 99,5% nos laminados, essa de queimar pele é conversa fiada. E o calor no carro aumenta com a película.

      Os dados são da Fiat e Saint Gobain Sekurit.

      Excluir
    3. Aparentemente ninguém aqui possui capacidade de entender dados ou estudos científicos. Ler esses dados de modo crítico é mais importante do que os simplesmente os outputs provenientes deles, mas ora, pensar, para quê?

      Quando o Bob parte do princípio de ser o dono da verdade em algum assunto, bom, aí já não há espaço para discussões, só para puxa sacos ou cegos da mesma turma....

      Excluir
    4. Antigamente a moda era ter vidros Ray Ban, que são os vidros verdes de hoje em dia. Já ajudava maravilhas. Aí inventaram de escurecer os vidros ainda mais.

      O ponto é que carro sem ar condicionado está ferrado no calor com ou sem película, e até pior com ela.

      Muita gente acha que o sol queima usando só vidros verdes porque não tem o hábito de usar óculos escuros. Aí é óbvio que 'queima' os olhos e dá uma sensação de queimar o resto do corpo.

      Excluir
    5. O argumento do Paulo é furado. Justifica a película pelo fato de seu carro não possuir AC.

      Meu carro tem AC e não tem película. Em raríssimas oportunidades ando com o AC desligado. Não entendo essas pessoas que compram carro com AC e ficam preocupadas com diferença de consumo de aproximadamente 1km/l. No meu Focus a diferença é pouco mais de 0,5km/l. Paga mais R$ 2.000,00 no AC, mas "miguela" míseros centavos para ter um pouco mais de conforto.

      Bom. Tempos atrás, precisei por uns dias utilizar o carro do meu pai (fiesta clx 16v), que não tem AC, tem película (aquela refletiva, acho que 35%, que em tese absorve menos calor que as escuras) e tem interior cinza claro (bons tempos que o acabamento ford se diferenciava dos demais fabricantes).

      Tentei andar com os vidros fechados, com a ventilação forçada ligada para "ver no que ia dar". É impossivel ficar dentro do carro sem suar bicas. No fim, tinha que andar de vidro aberto.

      Duvido que o Paulo ande com os vidros fechados num dia de calor, como se a película ajudasse a reduzir a temperatura interna do veículo. No calorão, se não tiver AC, terá que abrir os vidros, independentemente de película. Logo, por esse argumento, inútil a película.


      Marco

      Excluir
    6. Bob

      Meu carro é um Celta Life, dos mais pelados... E eu não critico você por ser o dono da verdade no seu espaço, inclusive acho que vc está no seu direito. O que eu critico é que tem muita gente que vem aqui, concorda com vc, fala mal dos vidros com película, e logo em seguida vai dar uma volta em seus carros "filmados". Eu acho assim: eu não concordo com você em vários pontos, e não preciso explicitar isso, porque só vai gerar animosidade desnecessária. Na maioria dos casos eu concordo com vc, mas concordo de verdade. Você provavelmente vá me ver comentando a seu favor em um posto sobre os ridículos limites de velocidade, sobre a banalização da seta, que são coisas que eu concordo com o seu ponto de vista. Mas nunca vai me ver criticando as películas nos vidros ou a preparação do sistema de suspensão dos carros. Acredito que vc tenha entendido meu ponto de vista, que não foi crítico, foi apenas comentando algo que tenho visto com frequência aqui no AE...

      Excluir
    7. O perigo de usar películas escurecedoras muito escuras é acostumar-se com a falta de visibilidade. Embora a pessoa não se sinta desconfortável dirigindo nessa condição, é inegável que a visão fica sensivelmente prejudicada com baixa transmitância óptica. No meu caso, o simples fato das gotículas de água se acumularem nos vidros laterais em dia de chuva me incomoda, justamente por não permitir visão 100% livre.

      Um amigo meu é exemplo claro disso: usa películas G20 nos vidros, exceto no pára-brisa, e defende que enxerga bem. Porém, basta manobrar em locais de baixa luminosidade que ele abaixa os vidros laterias para ver melhor pelos retrovisores externos. O argumento dele é que assim vê mais nitidamente a imagem pelos espelhos, "só por precaução". Não entendi essa tal de perda zero em visibilidade...

      Excluir
  37. Querido Bob, concordo com tudo o que vc escreveu ai- pobre Pai..acabou a vida dele e a da filha..- mas ele jamais poderia deixar a filha trancada dentro do carro... - e essas peliculas ? quem as inventou,, ? elas tbm existem nos EE UU ? forte abraço do amigo de sempre, Aguia from Floripa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, há filmes nos EUA e na UE, mas isto não os torna OK. Filme até pode ser OK, mas referência a outros países não respondem a questão se são ou não.

      Excluir
    2. Nos EUA a legislação varia de estado para estado. Em Nova Iorque, por exemplo, só são permitidos vidros verdes para carros registrados lá. Em alguns outros estados pode escurecer um pouco, em outros só os vidros traseiros, e assim por diante.

      Excluir
  38. O Bob com as películas automotivas e eu com o uso de agrotóxico nas cidades.

    Será que um dia venceremos nossas batalhas?

    Sinceramente, eu acho muito difícil as pessoas admitirem seus erros.

    CCN 1410


    ResponderExcluir
  39. Mesmo que o carro não tivesse película, será que algém teria visto a tempo, ainda mais que o aquecimento do interior provavelmente seria até rápido? E se algém tivesse observado o fato, será que teria se dado conta do risco, e depois disso ainda tomado a iniciativa de arrombar o carro ou procurar ajuda urgente?
    Definitivamente a malfadada película está muito longe de ser uma das causas do acidente e pode ter sido, no máximo, um fator que contribuiu para o trágico desfecho.

    ABRAÇOS
    Sergio S.

    ResponderExcluir
  40. Marco Brito12/11/12 10:36

    Com relação ao triste acontecimento, o pai dessa menina nesse momento deve estar sofrendo muito e os motivos talvez ainda não tenham vindo à sua consciência. Mas é um fato que a utilização dessas "porcarias" deveria ser regulamentada. Muitas mensagens aqui, comentaram sobre o quesito segurança, quando se facilita a vida da bandidagem em casos de sequestro relampago, mas outro aspecto da segurança, esse mais importante ao meu ver, é para aqueles que gostam de dirigir olhando bem à frente, controlando o fluxo do transito e que acabam ficando sem visibilidade e sendo obrigados a manter maior distância do veículo da frente. Isso na estrada é péssimo porque sempre que temos a visibilidade (percebida através dos outros carros sem película) podemos nos aproximar do carro logo à frente, indicando que pretende realizar uma ultrapassagem(veja bem, não estou aqui dizendo que se deva "colar" no da frente, mas a aproximação mais rápida mostra sua intenção). Ao que me lembre, nos anos 70 esse acessório fora proibido; porque essa regressão? Não seria o caso de voltarem à essa condição?

    ResponderExcluir
  41. Acho que pouquíssimos leitores aqui conseguiram realmente entender a finalidade do texto do Bob. Pelo menos ao meu ver, além de se solidarizar com o pai que deve sofrer eternamente pelo ocorrido, é um ponto muito simples que está em questão: "a película mais atrapalha do que ajuda, ou mais ajuda do que atrapalha?"
    Simples assim, não tem muito lero-lero não.
    Faça um balanço dos prós e contras e qualquer pessoa sensata irá perceber que não tem motivos para defender o uso de tal acessório.
    Por "UM" ponto positivo que lhe convém não justifica usar algo que lhe traga "DOIS ou TRÊS" pontos negativos.
    NÃO se enxerga da mesma forma com película e sem película. IMPOSSÍVEL FISICAMENTE, ok? Isso nem dá pra discutir.
    Outra coisa, se voce estivesse passando pela calçada e visse a Manuella em sua cadeirinha suando horrores dentro do carro fechado sem ninguém por perto, voce acharia normal? Creio que não.
    Portanto, considerando o que traz de benefício e o que traz de malefício, sou CONTRA INSULFILM.
    Abraços, e parabéns pelo post Bob.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito relativo:
      Num dia ensolarado de verão (O BRASIL É UM PAÍS TROPICAL) você viaja pela estrada. Será que é melhor esta com um filme de controle solar nos vidros do carro, para atenuar um pouco as radiações,acabar ficando com a vista om fadigada devido ä claridade exessiva ou usar um óculos de sol? Se você responder óculos de sol tomara que não seja de camelô, mas mesmo que não for não vai interferir menos na visibilidade do qua as películas.
      Eu uso a mais de 14 anos, nunca tive problema algum de visibilidade e não acredito que o uso de películas regulamentares e de boa qualidade possam causem qualquer problema.
      Sergio S.

      Excluir
  42. Rafael Bruno Pinto12/11/12 11:40

    Ótimo texto , Bob!
    As barbeiragens que vejo no trânsito 'graças' ao saco de lixo, não está escrito..é uma pior que a outra.
    Pior que isso só as lâmpadas brancas de estádio que agora estão usando..pelo amor de deus...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pessoal gosta de se esconder atrás dos vidros escuros. Outro dia fiquei com nojo de conversar com uma 'patricinha' que disse que nem quando estava de passageira se sentia confortável em carro com vidros em transparência regular, tinha sensação de estar sendo observada.

      Excluir
  43. Não sei oque faz você Bob, ser dono da verdade. O simples fato de entender de carro não lhe coloca acima dos demais. Se alguns aqui viram testes que dizem que com a película fica mais quente dentro do carro, eu vi testes que dizem que ela reduz até 2ºC, e ai? Parece que o pessoal que fala mau ta usando saco de lixo nos vidros, literalmente. Chuva, neblina, etc. também prejudica a visão, nem por isso é proibido rodar nessas condições, mas é aconselhado reduzir a velocidade e redobrar a atenção.

    Se tem gente que usa vidro escuro acima do permitido, ou coloca sei la quantas camadas de G5, é por falta de bom-senso, que diga-se de passagem, não é só referente à película. Quem nunca se irritou com o motorista do carro da frente que anda com ele raspando no chão só pra ficar "style"? Isso não me faz odiar carros rebaixados e nem deixar de admirar um acerto bem feito na suspensão de nossas carroças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não adianta, o Bob quer ter um blog, mas não quer dar a cara pra bater....não entende que são dois lados da mesma moeda, você ser responsável pelas suas opiniões e decisões, para o bem e para o mal.

      E esse pessoal só deve conhecer mesmo os sacos de lixo, porque cada um julga o mundo a partir de sua própria experiência e ignorância.

      Excluir
    2. Anônimo12/11/12 14:08 É fácil montar um blog ,monte um pra você ,ignorância é a de quem não aceita a opinião dos outros.

      Excluir
    3. Esse é o ponto onde eu queria chegar, Leonardo. Justamente aí.

      Excluir
    4. Pois é, muitos aqui não aceitam opiniões divergentes à do Bob, inclusive ele mesmo ao dizer que é o dono da verdade. Quem é o ignorante?

      Excluir
    5. Anônimo12/11/12 16:38 - Montar um blog é facil sim, o dificil é fazer ele crescer como esse blog, gosto de ler alguns posts daqui. Porém de uns tempos pra ca venho lendo os comentários, até do próprio bob e sinceramente, leia o nivel de postagem da maioria dos frequentadores! Um pouco de humildade e educação não faz mau a ninguém, parece um monte de criança mimada que não sabe ser contrariada, o comentário do próprio bob dizendo que ele é dono da verdade chegou a ser comico, gostaria de saber com base em que ele diz isso.

      Excluir
    6. Leonardo12/11/12 22:52 Quando ele(Bob) disse que é o dono da verdade ele se refere no amparo da lei com base no contran .

      Excluir
  44. Meu Caro Sharp,
    Seu nome sempre avisa aos mais alertas a certeira pontaria dos seus argumentos.
    Desde sempre admiro seu trabalho norteador para todos que pensam sobre autos !
    Como posso fazer para assinar seus posts ?

    De passagem o vi de longe no salão do automóvel, mas confesso que não tinha tempo para lhe incomodar tanto quanto gostaria, deixei para um momento mais apropriado !

    Ali no momento já fiquei satisfeito de lhe ver com saúde e disposição !

    Um abração
    Luiz Fonseca

    ResponderExcluir
  45. Pois é! Difícil comentar este post, principalmente envolvendo a tragédia de um bebê e um adolescente. Vou tentar fazer meu comentário do modo mais imparcial possível, pois acredito que opiniões comentadas,podem sim, sempre auxiliar uma das partes ( A mim, inclusive! ) Assunto película: Tenho carro com e sem película, os "com " tem isto com a transparência legal permitida, o que pode ser facilmente identificada pela possibilidade de enxergar para dentro do carro. E mesmo assim, em dias de chuva ou á noite em manobras dentro de garagem dificultam ( mas não impedem !) que se dirija ou se manobre até com segurança, desde que o indivíduo ao volante saiba e se preocupe com isto. ( Aí já um grande problema!) Quando utilizo carros sem películas, a diferença na facilidade de ver é gritante, mas, o desconforto provocado pelos raios solares na minha pele também, são carros que prefiro usar á noite ou dias nublados , pois tenho já algums problemas pela herança genética de minha pele ser clara e frágil á incidência intensa da luz solar, fenõmeno pelo qual o povo aqui do sul padece e muito! Tenho aí portanto, os males e as benesses da famosa "película" e realmente fica difícil condenar o uso ou não da mesma, neste caso acho que o velho bom senso seria o mediador adequado.
    Quanto as tragédias, fica difícil não se emocionar...Colocar-se no lugar do(s) pais já é pesado o suficiente...Mas mesmo assim mantenho minha opinião: A banalidade e a permissividade está em tudo hoje em dia. A paternidade parece ter se transformado em um "status" social, amplificado pela mídia como sinônimo de "estar" e "pertencer" a um grupo de acordo com o modelo divulgado pelo marketing de consumo. Os progenitores (acho que deveríamos chamar assim!) parecem ter perdido totalmente a noção do que significa ser pai, são tantos os sinais de que estão totalmente despreparados para isto que não saberia enumerá-los. Os bebês, usados como troféus de conquista ou posse, aonde a grife da cadeirinha utilizada para o pobre indefeso "enfeitar" o "novo" carro do "pai gatão" faz côro com a permissividade do "corôa legal" que permite que um menor de idade, perante nossa legislação, dirija pelas ruas de uma cidade como o Rio de Janeiro colocando em risco a ordem das coisas, já tão mal amparadas pelo despreparo daquêles constituídos para mantê-las, no caso o policial militar que atira para todos os lados com mêdo de ser morto... É tragédia anunciada!

    ResponderExcluir
  46. A película protetora para vidros de automóveis é a invenção mais idiota dos ultimos tempos! Estou com vc Bob Sharp !

    ResponderExcluir
  47. Pela lógica do Bob e de todos os outros que dizem que a película não faz diferença na transmissão do sol e da claridade, então a faixa degradê no pára sol não serve para nada. É inútil e ainda atrapalha a visão, mas o Bob sempre sente falta....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente o que eu penso!
      Aí é capaz de alguém falar: "Mas na Europa e nos EUA não existe o costume de usar película"! É claro que não, lá não tem o sol que nós temos aqui o ano todo...e por mais que o verão europeu seja quente, a incidência solar é muito menor do que aqui e por muito menos tempo!

      Excluir
    2. Muito boa!
      Falou e disse.

      Excluir
  48. Quem coloca película no carro e se sente seguro, não deve ter inteligencia ,o bandido sabe a forma de atuar quando o carro tem estas porcarias nos vidros ,ao mesmo tempo acho estranho as fabricantes de veiculo não terem inventado nada no sentido de avisar o motorista sobre a presença de criança no carro .Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Speedster12/11/12 14:19 Corrigindo: "veículos"

      Excluir
    2. Inventaram faz tempo, chama-se espelho retrovisor..... Para esquecer a criança no carro, o sujeito deve dirigir sem olhar o retrovisor interno, só pode

      Excluir
    3. Anônimo12/11/12 15:42 As pessoas tem hábitos cotidianos ,se ela se esquecer de olhar no espelho retrovisor ,então a criança ficará no carro do mesmo jeito ,não adianta tentar justificar película é coisa de manolo .

      Excluir
    4. não estou defendendo a película, estou dizendo que o sujeito é um provavelmente um boçal no volante, desses que todo mundo aqui ataca e que é incapaz de utilizar o espelho retrovisor

      Excluir
    5. Anônimo12/11/12 18:04 Ok!,abraço.

      Excluir
  49. Post difícil mesmo de comentar. Acredito q o pai da Manuella não tinha razão na situação. Sempre, independente de qq situação devemos dar toda a importancia a qq carga "viva" q levamos.

    Sobre a película, já não a uso faz muito tempo. Ficou muito melhor para dirigir, as habilidades de visão são bem mais nítidas e curiosamente o carro ficou menos quente sem elas.

    Descanse em paz Manuella, que Deus a tenha.

    ResponderExcluir
  50. Olá Bob, tudo bem?? Concordo 1000% com vc!! Por isso meu Omegão 3L continua clean....100% original, até o toca fitas/toca CD não tirei. E,não entrando na questão técnica do assunto (sou leigo, estou aprendendo..)realmente o carro esquenta bastante quando exposto ao sol; mas dissipa o calor de forma quase imediata, abrindo os vidros e ligando o ar condicionado por alguns breves instantes. Mais rápido que meu outro carro (Tucson) que tem película.
    PS.: Bob, a pizza tá no forno, o L.O. (Green Hell) trás o vinho, esperando sua visita pelas bandas de cá.. gde abç.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é isso mesmo dercílio, "dissipa o calor de forma quase imediata" !!!!

      Excluir
    2. Exatamente, pois da mesma maneira que a película retarda o inevitável aquecimento do interior do veículo, após o interior estar aquecido, o calor de dentro também será bloqueado pela película, retardando o resfriamento.

      Excluir
    3. Amigo,
      Os raios IV (infra vermelho), que são os que basicamente transportam o calor,não atravessam o vidro comum, tenha ele a transparência que tiver.
      Efeito estufa, já ouviu falar?

      Sergio S.

      Excluir
  51. Se dizem que as novelas modelam o estilo do brasileiro, por que raios as pessoas usam vidros escurecidos com películas? Na novela só carro de bandidão tem vidro escuro. O resto é tudo vidro verde!

    ResponderExcluir
  52. Terrível esse tipo de acontecimento, em todos os sentidos. Não consigo exprimir em palavras o sentimento que toma conta de mim ao ler notícias desse tipo, leva tempo para as idéias se acertarem na cachola. Só posso dizer que, neste momento, sinto uma mal estar tremendo.

    É mais um motivo para acabar com esse absurdo de carros lacrados, infelizmente cada dia mais comum de encontrarmos veículos com o pára-brisa escurecido burramente. Já inclusive sugeri à seguradora de meu carro em fiscalizar os veículos a serem segurados, negando-se a aceitar aqueles com vidros escurecidos fora do limite permitido por lei.

    ResponderExcluir
  53. Películas e pino bola. Coisas de emergentes ridículos e bregas.

    ResponderExcluir
  54. Alexandre - BH -12/11/12 21:47

    Bob,

    Trágica notícia. Que Deus conforte essa família.

    Uma irregularidade que as autoridades ainda não fiscalizam é a película do vidro traseiro encobrindo a terceira luz de freio, que agora é obrigatória. Os instaladores não tomam o cuidado de recortar em volta e o equipamento acaba perdendo luminosidade e, portanto, sua utilidade, que é de tornar a luz de frenagem visível para os motoristas de trás. Acho que o Denatran também merece ser pressionado por isso.

    ResponderExcluir
  55. Sou radicalmente contra as películas e gosto muito dos vidros verdes. Certa vez vindo de Teresópolis guiando um Santana com vidros "Saco de Lixo" Foi Péssimo Não dava pra enxergar nada, no dia seguinte retiramos aquelas maldidas películas,ficou evidente a diferença, obtivemos bem mais visibilidade e consequentemente mais segurança,Outra Coisa que Sinto Falta nos Carros novos pára-brisa com faixa Degradê é como o JJ Disse mais acima: Vidros Escuros = Burrice Completa...

    Bob, o que você acha sobre aqueles vidros tingidos? Um Amigo comprou uma Pajero Sport que tem os vidros tingidos e gostaria da Sua opinião sobre isso e sobre os "Pouco Conhecidos" Vidros "Rayban" Para Dodges e Opalas.

    Parabéns Pelo Excelente Texto !

    ResponderExcluir
  56. E no fim das contas não decidi se tiro ou não o filme do meu carro.
    Por um lado eu não sei se ele tem originalmente alguma proteção contra o sol, e não quero descobrir que não tem depois que eu já tiver tirado.
    Por outro lado já esbarrei 2 vezes manobrando em lugares sem iluminação em noites de chuva e sem visão NENHUMA do que tinha atrás, quebrei o olho de gato que fica no parachoque e rachei uma peça plástica do retrovisor na outra.

    Meu carro é um Corsa Hatch Joy 2007/2008 1.0 Vhc (sem AC). Se alguém aqui souber por favor me diga se ele já conta com proteção de fábrica nos vidros.
    Só acho que vai ficar meio esquisito as calhas escuras e o vidro claro, mas nem ligo.
    Ah, antes de alguém falar das calhas tente dirigir um carro sem AC em uma chuva demoníaca de Novembro em Brasília, ar quente simplesmente não desembaça, só da pra andar com o vidro ligeiramente aberto e mesmo assim é complicado

    ResponderExcluir
  57. Bob, off topic total: voce estava no stand da Porsche no Salão?

    abs

    ResponderExcluir
  58. Brave Heart13/11/12 00:45

    NEM SEMPRE É BOM SER VISTO O TEMPO TODO.

    SE ALGUÉM TIVER SEU SOM ROUBADO OU CARRO ARROMBADO DEVIDO A ESTAR SEM FILME NOS VIDROS,(LOGO QUALQUER UM PODE VER O QUE TEM LÁ DENTRO) MANDE A CONTA PARA O BOB.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, isso era na década de 1980...

      Hoje em dia eles quebram vidros pretos e depois que vão ver se tem som ou não...

      Excluir
  59. É lamentável tão situação, mas acho que desvirtuar o foco da total falta de responsabilidade e despreparo do progenitor em questão, e colocar a fatalidade como culpa de uma película não é o caminho certo, não entendo quando dizem que isto poderia acontecer com qualquer um, não estou julgando mas este "esquecimento" pode ser classificado como abandono de incapaz em vias de lei, não descordo do que foi dito por você Bob mas, dizer que é o dono da verdade soou no minimo arrogante, lhe respeito muito, mas acho que o foco aqui é a questão da responsabilidade, bom senso, etc...
    E condenar uma película por algo tão tragico e que nos deixa até meio desnortiados quando lêmos na minha humilde opnião é um pouco desnexo, se levarmos em consideração o que realmente faltou neste caso; responsabilidade, ai sim podemos falar da falta dela de quem usa o insulfilme fora dos limites da lei ou de quem anda acima do limite de velocidade ou quem insiste em fazer barbeiragens por ai, isso sim é assumir o risco de causar tragédias. Vi também alguns comentários referentes a algo que não cabe discução como por exemplo, para alguns não ter insufilme, ou vidros verdes não é tão prejudicial do que para outros, afinal isto é uma questão biológica, cada organismo responde de uma forma diferente a exposição seja esta solar, sonora, vibratória etc.
    Só acho que quem quer fazer uso de tal recurso (Pelicula) deve continuar a faze-lo, dentro dos padrões legais, e quem não quer não o faça. Agora o que é indispensável sempre é o respeito, opiniões exestem por haver sempre varios pontos de vista diferentes e argumentações saudaveis e respeitosas ajudam a expandir conhecimento não essas "perolas" vazias e sem sentido que acabamos lendo por ai!

    ResponderExcluir
  60. Infelizmente, os certos pagam pelos errados. Sempre tive película no carro, nos valores permitidos pela lei. Noss grandes centros urbanos espanta ladrão, pois ele sabe que tem gente dentro do carro, mas não sabe quem eh ao certo. Isso inibe a ação dos meliantes que agem apenas na covardia. Na minha família ja houve caso de assalto onde o ladrão simplesmente quebrou o vidro do carro em pleno engarrafamento e levou bolsa, celular... Não teria coragem de usar meu smartphone no engarrafamento como faço atualmente sem a películas de segurança instalada no carro. Basta seguir a lei que não terás problemas.

    ResponderExcluir
  61. Outra coisa, que mania tem os revoltados de plantão. Idiotisse, burrice, entre outras palavras mais ofensivas só demonstram falta de argumentação. Se vige está dentro da lei, está tão certo quanto qualquer um. Me chateio muito quando leio esse tipo de comentário que só baixa o nível desse excelente blog. Querem opinar com essa demonstração pelo desrespeito? Vaa para outro blog. Deixem esse para quem tem o mínimo de decência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As ofensas são em relação a "fantástica" ideia de se usar película no vidro não as pessoas que usam ,especialistas em segurança já falaram que a película não trás nenhuma proteção e normalmente quem usa são os piores motoristas .

      Excluir
    2. Rosalvo Neto
      Nenhuma pelicula está dentro da lei, a menos que fosse de 5% de transparência, o que certamente não é o seu caso. Todos os carros ja saem de fábrica com vidros esverdeados no limite. Quem quiser segurança contra estilhaçamento de vidro lateral e arrombamento pode mandar aplicar película totalmente transparente. Só que aí o carro não fica "lindão"...

      Excluir
  62. Para todos,

    "Você não deve culpar seu papai pelo esquecimento, pode acontecer com qualquer um, pelos mais variados motivos, nenhum ser humano é infalível. Todos temos problemas demais nesses tempos, é muita coisa na cabeça. A última coisa que seu papai queria era perder você, tenha absoluta certeza disso".

    Percebe-se que o único problema citado pelo autor, é o uso da película e eu concordo com ele.

    Felizmente, nunca esqueci um filho no carro, mas acredito que devido à correria dos dias atuais, tudo é possível, e para aqueles que se acham perfeitos, só tenho a dizer que a "língua é o chicote da b*nda".

    Portante, não esqueçam que aquele pai que hoje vocês recriminam pelo esquecimento da filha, pode acontecer com vocês no futuro.

    Já no caso da película, o melhor mesmo é tirá-la, porque se um dia vocês, homens perfeitos, deixarem alguma criança no carro, alguém a verá e a salvará.

    ResponderExcluir
  63. Ops,

    "Portanto, não esqueçam que o acidente que ocorreu com aquele pai e que hoje vocês ...".

    ResponderExcluir
  64. Exatamente The Sun, o foco é o uso da película.
    Mas parece que a maioria das pessoas não entendeu isso ainda.
    E "Sérgio S", (desculpe não responder lá em cima, mas aqui no serviço o Firewall causa uma série de problemas) o que quis dizer é que não se enxerga "da mesma forma" com e sem película.
    É óbvio que de óculos escuros voce tem o mesmo escurecimento que com o INSULFILM, mas e o que os de fora enxergam para dentro? Este é o ponto crucial. Caso contrário, como já foi dito acima, seria proibido dirigir com o tempo fechado e escuro.

    ResponderExcluir
  65. Easy Rider13/11/12 11:15

    Bob vive num mundo de fantasia, onde não existem ladrões nos engarrafamentos, sempre olhando tudo o que tem dentro dos carros, e prontos para atacar.

    Já não basta o Governo ter nos tirado o direito de portar ARMAS, agora até essa medida defensiva quer nos tirar? Absurdo.

    E achar que no caso de sequestro-relampago "a Polícia pode ver e nos socorrer" é outra ilusão. Muitas vezes ficamos HORAS sem cruzar com uma viatura sequer. E aí, não fará diferença nenhuma ter vidros filmados ou não. Prefiro não ter uma VITRINE p/ bandidos em meu veículo. E a polícia anda bem ocupada ultimamente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dois assaltantes conversam antes de roubar o carro segundo sua visão:
      - Não vamos roubar aquele carro filmado, poise deve ter 4 manos lá com metralhadora na mão.

      Depois é o Bob Sharp que vive no mundo da fantasia...

      Excluir
    2. Não, seu Luis babac@. O que se evita é ficar exposto a qualquer um na rua, vendo o que tem no carro, se tem coisas de valor, e decidindo atacar. Se o carro estiver filmado, dificulta essa exposição desnecessária. Aprenda a ler.

      Excluir
  66. "SÃO PAULO - Desde o início da madrugada, ataques mobilizam a polícia de Florianópolis. Dois ônibus de transporte coletivo, uma viatura da Polícia Civil e o automóvel de um policial militar foram incendiados. Além disso, uma base da Polícia Militar foi atingida por oito tiros. Segundo a PM, os tiros foram disparados por pessoas que estavam em um veículo escuro, com película".

    ResponderExcluir
  67. Christian Monteiro13/11/12 17:43


    Polêmicas Películas!

    Sei, acredito e entendo que, como quase tudo na vida, mesmo algo que entrega muitos benefícios também tem pontos negativos. E infelizmente no caso das películas de baixa qualidade esses pontos negativos se acentuam e estão diretamente ligados à segurança. Mas, enfim, a verdade é que a película ou o não uso dela tem, cada qual, vantagens e desvantagens. Não vou repetir quais são, basta ler os posts dos colegas acima. Enquanto permitidas, cabe a cada um medir.

    Bem. No meu último carro novo comprado em Janeiro passado, me decidi por uma experiência que ainda não tinha tido: instalei uma película que me foi oferecida por uma empresa séria e sólida cuja concessionária representa. A película (caríssima, diga-se de passagem, comparada às outras, pela tecnologia que argumentam ter) é INCOLOR, bem mais espessa, não pigmentada com coloração escura mas sim com partículas espelhadas QUE NÃO SE APRESENTAM assim a não ser para os que sabem da sua existência alí, com muita suavidade e em sol intenso. Não se nota a sua existência. Vantagens então? Vi algumas, e que tenho constatado ao longo do uso: Reduz SIM o índice de calor ao sol, é perceptível; Passam os vidros com ela a serem desde então pseudo-laminados, em caso de quebras e/ou acidentes, não se fragmentando por completo ferindo os passageiros; Não mudam a estética original do carro; Não requer sequer chancela na sua aplicação, portanto, longe dos problemas com a lei (ainda que hoje não mais existem); além de, claro, sem problemas com a redução de visibilidade.

    Bob, conhece essa película? Boa opção para o nosso país tropical.
    Recomendo.

    Quanto à pequena Manu, R.I.P. Que Deus conforte a família.


    CM

    _________________________________________________________

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Christian, a película de boa qualidade é um filtro solar. Pode passar a luz visível e filtrar ultravioleta e infra-vermelho (esta é a faixa de luz não visível que transmite calor). A película de boa precedência IMPEDE ou ATENUA a entrada destas bandas de luz. Logo, o ambiente interno ficará menos quente obviamente, pois as janelas são a porta de entrada do infra-vermelho que vem dos prédios, asfalto, além do próprio sol. É óbvio, que se vc deixar o carro parado no sol o carro como um todo se aquece... mas não adianta, este povo não entende. Agora película virou assassina de bebês. Brasil, terra de ignorantes funcionais.

      Excluir
  68. Quanta babaquice nesse post e nos comentarios. Culpar o filme pela morte da criança? Por acaso voce culparia o seu sofá por sua mulher ter te traído com outro cara em cima dele?
    Pelamor de deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. excelente comentário!!!

      Excluir
    2. na verdade a culpa vai ser da cortina que estava fechada

      Excluir
  69. Pqp!!! atribuir uma fatalidade dessas ao insulfilm???? não é por nada não, a idade tá pesando muti ao Bob!

    ResponderExcluir
  70. Santa ignorância viu...!!!
    O povo não lê tudo por pura preguiça e não entende nada por pura burrice.

    ResponderExcluir
  71. Bob, no lançamento da BMW Série 3 alguns modelos também estavam com películas, você se lembra?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo14/11/12 10:21 E dai ?

      Excluir
    2. E daí o que?

      Excluir
    3. Anônimo14/11/12 10:21
      Denovo o cara falando das peliculas nos bmw ,da até um filme "O INCANSAVEL".

      Excluir
    4. Anônimo 25/11/12 10:27
      Como esse cara é burro, é assustador. Não pode tomar um sorvete em casquinha, enfia-o na testa.

      Excluir

  72. Para quem é pai, notícias como esta são como uma facada no meio do peito. Minha nossa como dói ler isto.

    Algo tem que mudar mesmo.

    Fernando RD

    ResponderExcluir
  73. Rapaz nunca vi tanta besteira junta, fora a dor que sinto pela criança e pela família, o resto nada se aproveita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi? Errar é humano e a culpa é do INSULFILME? sorte a nossa que o senhor do BLOG não é JUIZ nesse país!!!!

      Excluir
    2. Manolos com carros filmados detected.

      Excluir
  74. O Bob posta o que ele quer e de acordo com as idéias dele, afinal isso é um blog, não um jornal.
    Cabe a quem lê analisar o que está escrito e tirar suas conclusões, eu não achei que o Bob culpou exclusivamente as películas.
    Eu vi nesse texto que as películas foram mencionadas como um agravante, elas não mataram o bebê mas TALVEZ se elas não existissem ali alguém poderia ter visto e resgatado ele.
    O caso é que esse blog se chama AutoEntusiastas e tem o foco nos automóveis, além disso o Bob sempre criticou as películas, então é óbvio que elas teriam destaque no texto, e com a opinião do Sharp.
    @off
    Bob, você tem ou anda em um fusquinha amarelo? Fazem poucas semanas que vi um velhinho passando em um na frente da minha casa na Vicente Pires, hehe. Não se ofenda com o velhinho, foi só de sacanagem.

    ResponderExcluir
  75. Leandro
    Já tive um Fuscão standard amarelo com opcional freio a disco, gostava muito do carro, mas isso foi quando eu ainda morava no Rio, por volta de 1976/1977. Quando ao velhinho, morri de rir, porque uma cena em que sempre me vi protagonizando, velho, cabelos brancos e mandando a bota, ao ponto de comentarem "olha lá aquele velho doido!"...

    ResponderExcluir
  76. Um caso de extrema peliculosidade...

    ResponderExcluir
  77. Você viu os jornais de hoje, Bob?
    Teve um caso de um padrasto que conduzia um carro rebaixado que enroscava nas lombadas e atrapalhou o carro de uns bandidos em fuga, os quais atiraram e mataram um menino de 1 ano e 8 meses.
    Mais uma vez uma tragédia causada por causa de uma babaquice...

    ResponderExcluir
  78. Bob, desculpe, mas sabe porque deixei a muito de ler o Auto-Entusiastas? Pelo fato da sua visão radical e um tantyo quanto ultrapassada de certas coisas que aparecem hoje em dia, tenho DUAS filhas em idades pequenas, uma de 3 anos e meio e uma de 1 ano, meu carro tem peliculas escuras (não muito) e nem por isso esqueci minhas filhas dentro do carro, NUNCA um PAI esqueceria seu bem mais valioso dentro de um carro. Quando você estaciona, nem sequer deixa sua carteira com dinheiro no carro, QUEM DIRA um filho, pelicula escura não é desculpa, pelicula escura é uma OPÇÃO de quem instala, se tem restrição visual (o que ocorre de INDIVIDUO A INDIVIDUO, não podendo comparar NINGUEM) NÃO INSTALA A PELICULA MAIS ESCURA e sim a MAIS CLARA (se ainda quiser a pelicula). A pelicula me salvou de um assalto e de tomar um tiro na cabeça no ano de 2000, estava com o ar condicionado ligado e sofri uma tentativa de assalto, sendo que o marginal chegou atirando, levei um tiro perto do cotovelo (o primeiro) e o segundo seria na cabeça, mas quando o tiro estilhaçou o vidro, foi a PELICULA que deixou o vidro no lugar e impediu que o marginal conseguisse mirar minha cabeça. Pelicula escura faz mal a noite? Ou abre o vidro ou manda retirar, SIMPLES, eu consigo enxergar os carros ao meu redor ainda com vidros fechados, no dia que minha visão começar a falhar, trato de tirar, SIMPLES. Bob, PARE DE COLOCAR SUAS DEFICIENCIAS na frente de seus comentarios, você é um cara MUITO bom, conhecedor do mundo automotivo como nenhum outro, mas esta se tornando um velho ranzinza que não sabe se adaptar as "modernidades" que aparecem.

    ResponderExcluir
  79. André
    Fazer do carro esconderijo não tem nada de moderno e tampouco tenho qualquer deficiência visual, pelo contrário. Para evitar estilhaço de vidro temperado pode-se aplicar película incolor, não é preciso usar a escura. A opção é realmente de quem instala película escura, como é também opção apertar o gatilho de uma arma de fogo e matar alguém: ambas são puníveis, uma pelo Contran, outra pelo Código Penal. E você mesmo disse que sofreu tentativa de assalto mesmo seu carro tendo película, o que signfica a película nào dá segurança pessoal. E nem você, nem ninguém, tem perfeita visibilidade num carro com vidros escurecidos, especialmente à noite, por isso diminui a segurança do tráfego como um todo. A quem voce está querendo enganar? Quanto a ter deixado de ler o blog, quem perde é você, não o blog. Sai um, entram 100. Não faz a menor diferença.

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...