7 de janeiro de 2013

TORNEIO INTERLAGOS DE REGULARIDADE, ÚLTIMO DO ANO

Fotos: Equipe Original Motors (originalmotors@gmail.com)
facebook.com/originalmotorsbr

Jan Balder no 911 leva os competidores até a largada da Clássicos Individuais. Na primeira fila, Rodrigo Daprá e seu belo Alfa Romeo Ti4 (por fora), que seria o vencedor, e ao seu lado o veterano piloto Luiz Evandro "Águia" Campos no Monza

A História e o sucesso se repetem. Assim como Wilson Fittipaldi e Eloy Gogliano vislumbraram em 1956 adaptar uma tradicional prova de estrada, a Mille Miglia, a um autódromo, nascendo a Mil Milhas Brasileiras, o piloto Jan Balder fez o mesmo há poucos anos, organizando um rali de regularidade em circuito, tipo de prova essencialmente de estrada. Ambas as iniciativas deram certo e hoje autoentusiastas têm como saborear a pilotagem num autódromo a um custo mínimo. É o que o Torneio Interlagos de Regularidade promete e cumpre.

A foto acima dá uma boa idéia do que foi o sábado (22/12), dia do rali de regularidade reservado aos Clássicos, com as duas baterias, Individual e Duplas, realizadas com pista molhada. Mais do que o risco natural, a diversão foi assegurada. Já no domingo não choveu, permitindo aos Modernos andarem um pouco mais forte.

No sábado, às 13h30, houve um desfile de homenagem ao querido Fabio Steinbruch, tragicamente desaparecido no dia 2 de dezembro em conseqüência de ferimentos sofridos num acidente de motocicleta. Após o desfile foi entregue ao Oswaldo Barros, o dedicado técnico chefe da equipe de Steinbruch que mantém em ordem os carros da enorme coleção, um troféu oferecido pela Associação Brasileira de Proprietários de Automóveis Puma (ABPAP).

Antônio Hernandes, presidente da Associação Brasileira de Proprietários de Automóveis Puma, profere algumas palavras em homenagem a Fabio Steinbruch antes de entregar o troféu a Oswaldo Barros (à direita). Entre os dois, Jan Balder

O amigo Lincoln Gomes de Oliveira Neto, presidente do Chrysler Clube do Brasil, nos mandou um e-mail falando da homenagem ao Fabio e um link para dois vídeos  alusivos à homenagem produzidos pelo Lian, sócio do clube e também editor do blog V8 n Fun (v8nfun.blogspot.com.br). O Lincoln mandou fotos também, como esta, abaixo, mostrando os carros que participaram do desfile de homenagem ao Fabio.

O desfile foi com a pista fechada e o carros puderam dar duas voltas naquele que foi o palco de tantas corridas do Fabio, onde ele, com total certeza, teve grandes momentos.

Os carros antes do fesfile em homenagem a Fabio Steinbruch (foto: Lincoln G. Oliveira Neto)

Os torneios de regularidade em Interlagos que o amigo Jan Balder organiza são, acima de tudo, verdadeiros encontros de autoentusiastas, numa ambiente agradável e descontraído

 Lá estavam, por exemplo, o Fábio Pinho, que conheço desde os tempos do Best Cars e seu Focus; o Fulvio Oriola com seu Fiat Stilo; o Caio Cavalcante e sua namorada Maria Clara, com Volkswagen Jetta, que vieram do Rio de Janeiro e voltaram no mesmo dia; os irmãos Mateus e Rodrigo Griebeler com seu feroz Voyage a injeção; o Luís Octávio, "freguês" do Nordschleiffe de Nürburgring e seu BMW Série 5, o Alexandre Generoso, o "ADG High Torque", de Belo Horizonte, que finalmente tive o prazer de conhecer em pessoa, com seu belo e impecável Alfa Romeo 156 Twin Spark ano 2000; e  muitos outros.

Autoentusiastas no "box" do torneio. Da esq. para a dir.: Rodrigo Griebeler, Mateus Griebeler, eu, o "ADG High Torque" e o Fábio Pinho. No pára-brisa do feroz Voyage, um cartaz com o logo do AUTOentusiasas!

Resultados

Essa última etapa, de 2012, do Torneio Interlagos de Regularidade foi, mais uma vez, um grande sucesso, estando o Jan Balder e os participantes de parabéns. Nada menos que 89 carros participaram do rali no fim de semana 22/23 de dezembro.

Nos Clássicos Duplas, a vitória ficou com Cláudio Augusto e Luciana, enquanto na Clássicos Individuais Rodrigo Daprá levou a taça. Os carros clássicos são aqueles fabricados até 1987.

Nos Modernos (carro fabricados de 1988 em diante), que a dupla que levou a melhor foi a formada por Franco Papini e Luís Rocha, com Porsche 911 Carrera. Rodrigo Daprá, agora com Opala, foi o melhor Moderno Individual.

Atenção: o próximo Torneio Interlagos de Regularidade já tem data: 19 de janeiro. As inscrições podem ser feitas no site www.torneiointerlagos.com.br .

Veja abaixo as planilhas com todos os resultados. Após as planilhas, mais fotos do evento.

BS

(Atualizado em 7/01/13 às 18h45, alteração na data do próximo Torneio)



RESULTADO CLÁSSICOS INDIVIDUAL

Classif.
Nome
Veículo
Ideal
Pts. perd.






100
Rodrigo Daprá
Alfa Romeo Ti4
03:27
3.171
10
Luiz Roberto Martinez
Cobra GT
03:27
8.657
1
Carlos Rodrigues
Opala
03:27
9.468
5
Sérgio Daffré
Alfa Giulia
03:27
12.597
92
Ricardo Magnussen
DKW-Vemag
03:12
15.761
15
Antônio Hernandes
Puma
03:42
21.353
56
Antônio Carlos de Oliveira
Mustang
03:42
23.339
72
Luiz Evandro "Águia" Campos
Monza
03:27
23.635
16
Francisco Neto
Puma
03:42
24.165
10º
82
Rogério Moreno

03:12
24.967
11º
73
Jorge Wallace Simonsen

03:12
27.343
12º
33
Carlos Alberto Calá

03:12
30.361
13º
38
Cláudio Pereira

03:27
31.016
14º
419
Sérgio Tescarollo

03:12
38.031
15º
4
José Paulo Moutinho

03:42
39.498
16º
18
Paulo Ferraz

03:27
39.591
17º
53
Carlos Neves

03:12
45.928
18º
81
Armando Marques

03:27
49.070
19º
29
Nélson Granja

03:12
51.604
20º
39
Vicente Russo

03:42
55.201
21º
23
Luiz Gustava Natali

03:42
58.897
22º
41
José Octávio Fonseca

03:27
64.340
23º
6
Sinval Daffré

03:42
65.707
24º
58
Petrus

02:57
65.926
25º
24
Wanderley Natali

03:42
69.753
26º
66
José Carlos Ermoso

03:27
69.801
27º
62
Cássio Castardelli

03:42
75.227
28º
13
Acrísio Motta
Fusca
03:42
88.202
29º
45
Glícia Losada

03:27
176.047
30º
63
Sandro Augusto Rosa

03:27
180.235
31º
54
José Henrique

03:12
246.237
32º
46
Marcelo Conte

03:42
251.597
33º
61
Adilso Castardelli

03:12
256.642
34º
70
Wilson Pinto Ferreira

03:12
265.013
35º
43
Emílio Losada

03:42
621.921
36º
64
Gustavo Leme

03:12
700.943
37º
91
Glodovaldo Ferraz

03:42
1.533.106
38º
52
Cláudio Pompeo

03:12
2.310.111



RESULTADO CLÁSSICOS DUPLA

Classif.
Nome
Ideal
Pts. perd.





85
Cláudio Augusto/Luciana
03:12
11.564
28
Ricardo e Celise Biasoli
03:42
12.857
83
Marcus Protik/Eric Darwich
03:12
17.521
17
Gilberto e Iago Garcia
03:42
19.734
75
Oscar Vila/Cecília Satom
03:12
22.715
27
Adriano Sanchez/Renan Buzzetto
03:42
30.094
26
Carlos Rodrigues
03:12
37.816
  

RESULTADO MODERNOS INDIVIDUAL

Classif.
Nome
Veículo
Ideal
Pts. perd.






100
Rodrigo Daprá
Opala
02:52
5.259
67
Rogério Cardinali
BMW
02:52
5.259
35
Fábio Farias
Toyota
02:40
12.491
32
Tiago Ribeiro
Focus
02:28
21.676
11
Fulvio Oriola
Fiat Stilo
02:28
23.709
77
Denny Imamur
Subaru
02:28
26.186
44
Gustavo Strincagnolo
Audi 80
02:40
27.820
97
André da Silva
VW Gol
02:40
27.860
80
Fábio Pinho
Ford Focus
02:40
32.589
10º
42
Alexandre Generoso
Alfa Romeo 156
02:40
45.260
11º
3
Luís Octávio
BMW Série 5
02:28
47.682
12º
14
Pedro Bulgarelli
Fiat Cinquecento
02:40
50.123
13º
52
Cláudio P. P. Pessoa
Peugeot 206
02:52
62.852
14º
21
Daniel Alfonso
Toyota
02:28
80.175
15º
98
Virgolino Oliveira
Honda Civic
02:28
110.722
16º
2
Carlos Rodrigues
VW sedã
02:40
247.896
17º
75
Oscar Vil

03:12
801.366
18º
71
José Hernandes
Porsche 911 GT3
03:12
1.224.060
19º
89
Marcílio Fernandes

03:12
1.788.258
 
RESULTADO MODERNOS DUPLA

Classif.
Nome
Veículo
Ideal
Pts. perd.






48
Franco Papini/Luís Rocha
Porsche
02:40
19.753
95
Rogério Moreno
BMW
02:28
20.430
99
Giuliano e Antônio Sciuli
VW New Beetle
02:28
21.453
8
Rodrigo Assis/Wladimir Lima
Ford Focus
02:28
21.904
96
João Schmitt/Rafael Novaes
Fiat Uno
02:40
24.460
93
Ricardo Bacarelli/Eduardo Xavier
Corvette
02:40
24.786
26
Frederico  e Filipe Souza
Passat
02:28
28.006
51
Oscar e Cecília Vila
BMW Z3
02:40
28.345
84
Rogério e Cecília Martinati
R. Rover Evoque
02:40
30.355
10º
85
Alípio Ramalho/Aldemir Nogueira
Subaru
02:52
50.276
11º
90
Marcelo Miotto/Diogo Areco
Voyage
02:28
63.498
12º
30
Leandro Souza/Marcus Vinicius
Mustang
02:40
72.898
13º
9
Aloísio Oliveira/Rodrigo Griebeler
VW Jetta
02:28
87.584
14º
40
Caio Cavalcante/Maria Clara
VW Jetta
02:28
106.514
15º
50
Cláudio Sampaio/Carlos Donizetti
Fiat Linea
02:40
160.364
16º
83
Thiago e Diogo Mazon
Mercedes AMG
02:28
161.596
17º
22
Marcello Bastian/Rafael Hamilton
Voyage
02:28
195.298
18º
86
Felipe e Fernando Salomão
VW Jetta
02:40
244.585
19º
65
Carlos Pagiaro/Bruno Mazon
Omega
03:12
630.073
20º
60
Luís Felipe/João Victor
Fiat Tempra
03:12
722.989
21º
19
João Toledo/João Pedro
Mustang
03:27
890.913
22º
49
Sílvio Roblese/Hamilton Oliveira
Mitsub. Lancer
03:12
914.680
23º
68
Ibraim e Valdir Netto
BMW
03:12
972.628
24º
88
Helvécio Ostini/Aretusa Arruda
Mini-Cooper
02:40
1.234.219
25º
59
Daniel Casoy/Allan Goldberg
Audi A3
03:12
2.772.226


Fotos:

Jan Balder faz a preleção
Carlos Rodrigues, 3º nos Clássícos Individua, entra com seu Opala no "S" do Senna
Luiz Evandro "Águia" Campos antes da largada da Clássicos Individual (8º)
Início da volta de apresentação da Clássicos Individual
Rodrigo Daprá e seu Alfa Romeo Ti4, vencedores da Clássicos Individual, negociando o "S" do Senna
Luiz Martinez, com Cobra GT, 2º na Clássicos Individual, no "S' do Senna
O Opala de Carlos Rodrigues seguido do Cobra GT de Luiz Martinez
"S" do Senna congestionado, o Fusca de Acrísio Motta puxa o trem


O DKW-Vemag de Ricardo Magnussen, 5º na Clássicos Individual
Um belo Karmann-Ghia no miolo
Novamente Luiz Martinez e o vistoso Cobra GT
Pódio da Clássicos Individual: da esq. para a dir., Luiz Martinez (2º), Rodrigo Daprá (1º) e Carlos Rodrigues (3º

Abaixo, fotos de Paulo Keller da Modernos, no domingo:




Dois retrôs! O Fiat Cinquecento de Pedro Bulgarelli (Individual, 12º) e o Mini-Cooper de Helvécio Orsini/Aretusa Arruda (Dupla, 24º)


BMW Z3 de Oscar e Cecília Vila (8º) e Ranger Rover Evoque de Rogério e Cecília Martinati (8º)

José Hernandes e seu fulgurante Porsche 911 GT3 (18º)

Dois Fiats! O Uno é de João Shitt/Rafael Novaes (5º)

Pedro Bulgarelli acelera o Cinquecento!

O Corvette de Ricardo Bacarelli/Eduardo Xavier, 6º

Ao fundo, o Honda Civic de Virgolino Oliveira (15º)

Carlos Rodrigues e seu bravo Fusca (16º)

O belo Mustang de João Toledo/João Pedro (21º)

Tráfego!


O GT3 caça o Carrera de Franco Papini/Luís Rocha (1º) ou é ao contrário, o Carrera deixa o GT3 para trás?




52 comentários:

  1. Andar com regularidade deve ser absurdamente mais difícil do que bater um determinado tempo numa "flying lap". Bob, qual seria a melhor estratégia para ter essa regularidade? E em carros que tem relógio no painel, como faz?

    Lucas Franco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas
      Manter uma determinada média horária é mesmo difícil. Há que se ter controle da distância pelo hodômetro do carro e o tempo para percorrê-la. Se o carro tiver computador de bordo a função velocidade média por ser usada. Se, por exemplo, for escolhido o tempo de volta de 3min12s, a média horária é 3600 / 192 s = 18,75 km/h x 4,309 km (distancia da volta) = 80,793 km/h. Ou então achar quantos metros o carro precisa andar por minuto nessa média horária, 80.793 m x 60 / 3600 = 1.346,55 metros por minuto. Ou, ainda, 60 x 1.000 / 1.346,55 = 44,558 segundos por km. Mas o Jan, muito experiente em rali de regularidade, pode lhe orientar melhor do que eu. Contate-o pelo endereço do site que publiquei no post.

      Excluir
  2. Bob, se voce puder, na próxima vez que tiver uma etapa do torneio, avise com alguma antecedencia aqui no AE, como funciona, quais os custos, como o carro deve ser preparado. Garanto que muita gente ficará interessada em participar. Eu mesmo sou um dos interessados. A não ser que seja, como o Flavio Gomes diz, um campeonato secreto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bragatto
      Você não deve ter visto o post que publicamos no dia 26/11, pena.
      http://autoentusiastas.blogspot.com.br/2012/11/sera-realizado-nos-dias-22-e-23-de.html. Em torno de 30 dias antes sempre divulgamos o Torneio.

      Excluir
  3. Rodrigo Dapra já loteou o Templo. Fatura tudo nos torneios de regularidade. Comparsa dos bons.

    ResponderExcluir
  4. Muito legal!! Tenho vontade de acelerar numa pista assim algum dia. Quem sabe um dia em Cascavel ou Toledo, mais próximos para mim.
    O Bob foi só assistir ou acelerou tbm?? Como funcionam esses eventos? tem aquele negócio de não poder ultrapassar em curvas?? Quais as regras de segurança de um evento desses?? tenho curiosidade.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 07/01/13 13:34
      Só estive lá para ver os amigos e apreciar um pouco daquele ambiente cordial.
      Pode-se passar em curvas e a única regra de segurança é usar capacete e atar cinto. Quem andar rápido demais, bem fora da média, pode eventualmente ser excluído da prova. Para mais informações sobre esse evento, faça contato com o Jan Balder via o link que consta do post.

      Excluir
  5. Interessante...
    Uma Alfa 2300 venceu carros bem mais potentes e esportivos. Meu avo costumava dizer que quem tem Alfa geralmente dirige muito bem...
    Nao sei se o que o velho falava era verdade, ou era historia para impressionar moleque!
    Mas o que noto é que esses carros sempre estao na frente, nas mais diversas corridas mundo afora.
    Eu adorei a Alfa que leva a bandeira quadriculada.
    Jorjao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antigamente o Alfa Romeo era conhecido aqui no Brasil por JK
      Ele era muito mais rápido e moderno que os carros aqui fabricados.
      Talvez dai que veio essa história do seu vo.
      O JK foi substituído pelo Alfa 2300 que tbm era bem rápido pois usava carburação quádrupla q era equivalente ao 4drijet nos v8s

      Excluir
  6. Jorjão
    Realmente o Alfa 2300 venceu, mas é preciso levar em conta que velocidade não é o fator determinante de vitória, mas rodar dentro do tempo de volta escolhido fugindo o menos possível dele (portanto dentro da média horária) ao longo do circuito. Sem dúvida que um bom carro ajuda o piloto a ficar dentro da média.

    ResponderExcluir
  7. Samuca PUMA GTI07/01/13 14:17

    O Rodrigo Daprá e o Rogério Cardinale honram a equipe Comparsas do Blog ! Parabéns !!!! Já competi várias vezes , de Clássico ( Puma GTI 80 ) e de Modernos, e o ambiente é muito bom. A competição é contra você mesmo : tem que manter a média que você mesmo pré estabelece nas 3 primeiras voltas. Aí, a cada segundo atrasado ou adiantado você perde pontos. Existem vários postos secretos de aferição espalhados pelo circuito e a regularidade é fundamental. Os Comparsas Eric Darwich e Luiz Salomão "Saloma" já ganharam vários Campeonatos com VW Sedan 1200 ! Não há necessidade de preparação especial, só os equipamentos de segurança em dia, pneus bons. O capacete é necessário e a pressão dos pneus deve ser aumentada em 05 a 10 libras. E aí é só diversão !!!

    ResponderExcluir
  8. Olá Bob, saudações!! Perdi essa - e olha que o "Green Hell" ficou buzinando p/ eu ir, mas teve compensação de feriado na Toyota, tive que trabalhar. Agora dias 19 e 20 já vou programar! Não sei se de Opala (1985, 6 álcool, 4m, esperando placa preta daqui 2 anos)no sábado, ou com o 3L no domingo. O problema do 3L é que a bomba de óleo tá fraquinha (0,7 BAR quando esquenta, sendo normal de 1 a 1,2). Fui ver uma bomba nova aqui no Brasil, NÃO EXISTE! Usadinha custa 700,00. No site rockauto.com achei por US$ 130,00, nova! Não sei se dá tempo de trocar. Gde abç!

    ResponderExcluir
  9. Eu gosto daquele Dodge Charger '67... para mim ele é mais bonito que o próprio modelo '69.

    Asterix

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. apenas corrigindo: charger 66.. as diferenças são sutis mas existem...

      Excluir
  10. Àqueles que tem dúvidas a respeito do torneio, conforme alguns comentários anteriores, podem consultar o site. Contudo, como tenho alguma experiência nesse torneio, posso adicionar o seguinte às dúvidas citadas:

    1) Estratégia: A estratégia varia muito de piloto para piloto: o participante deve sempre manter em mente que não vale o tempo de volta, mas a regularidade como um todo, pois o carro é cronometrado por telemetria e os PC's são virtuais, ou seja, não há ninguém esperando o carro passar para fechar o cronômetro. Lembre-se que o seu ponto de referência para fechar uma volta pode não ser o mesmo do pessoal da organização. Além disso, sempre há 3 ou 4 PC ao longo da pista, fazendo com que você complete umas 3 ou 4 voltas a cada volta. (Será que consegui ser claro?).
    Outro ponto é escolher um tempo mais lento por volta p/ se concentrar melhor e se preocupar mais com a regularidade ou um tempo mais rápido que permita fazer duas ou três voltas a mais na pista? Isso depende de cada piloto, mas deve-se ter em mente que é mais fácil ser ultrapassado do que ultrapassar para não se "atrasar".
    O momento para entrar no box e escolher o seu tempo junto à organização também faz parte da estratégia, pois há momentos em que se forma um "congestionamento", quando muito carros param ao mesmo tempo para informar o tempo que irão perseguir.

    2)Ultrapassagens: Não há no regulamento nada que proíba a ultrapassagem em curva, mas é dito a cada briefing que os pilotos evitem essa situação, pois nem todos que estão na pista são pilotos de verdade (federados) e ninguém é testado quanto à sua habilidade antes de entrar na pista. Em alguns momentos, o que é comum nas ruas não é exatamente igual nas pistas sobre que postura adotar diante de uma situação (manter traçado, manter-se à direita, etc, etc...). Na prática, os participantes acabam fazendo exatamente isso: evitam, mas não deixam de fazê-las, pois os participantes sempre são muito cavalheiros e facilitam aquele que vem vindo nitidamnte mais forte. E isso é um dos pontos altos do torneio desde a sua criação: não há "moleques" no sentido pejorativo da palavra (e não na idade). Todos "moleques" que por lá já apareceram naturalmente não voltaram porque se sentiram como "peixes fora d'água".
    Demais regras seguem o que é comum na maior parte das competições automobilísticas, como bandeiras de sinalização e procedimentos de pista.

    3) Veículo: São admitidos todo tipo de veículo que tenha condições de rodar nas ruas, ou seja, devem estar com luzes funcionando, extintor, pneus em bom estado, cintos de segurança, etc. Como é permitido o uso de cronômetros (e somente eles), não há impedimento para carros que o tenham como equipamentos de fábrica, tampouco relógios em seu painel. Até porque o relógio de um automóvel não ajudará muito, pois a competição é cronometrada nos milésimos.
    Os participantes devem utilizar capacetes (que não precisam ser homologados pela CBA ou FIA), podendo ser de motocicleta mesmo (até mesmo abertos). No site há a indicação de como cada veículo se enquadra nas categorias (Moderno ou Clássico).

    4) Custos: Tirando os custos do veículo como combustível, desgaste e acidentes (sim, eles já aconteceram e carros saíram de guincho), paga-se a inscrição de R$ 360,00 (correndo sozinho) ou R$ 450,00 (correndo com navegador) que cobrem toda a estrutura do autódromo e dos organizadores.

    5)Dicas: Não subestimem carros "civis" no meio de alguns esportivos vistosos que por lá aparecem, pois há muita gente boa de "braço" pilotando no melhor sentido da palavra e já vi gente tentar segui-los e se dar mal por achar que o equipamento teoricamente superior seria suficiente para acompanhar o ritmo do outro que provavelemnte era mais experiente de pista.

    O Bob nunca participou, mas já deu o ar da graça descendo a bota em um Audi RS3 de imprensa debaixo de chuva torrencial. Acho que já tá na hora de se divertir também...

    ResponderExcluir
  11. Avatar
    Só andei com o RS3 porque era para descer a bota. Só uma correção: o RS3 não era carro de teste de imprensa, mas cedido especialmente pela Audi para aquela finalidade. Eu nunca faria aquilo com um carro de teste. Lembre-se, a vida toda fui piloto de velocidade, sendo-me inconcebível rodar a uma média pré-estabelecida. Mas dou todo o mérito do rali do Jan, especialmente por ser feito em circuito e não em estrada. É uma forma de automobilismo que diverte muito a um preço imbatível. Não se escapa da taxa de inscrição, mas ela é razoável e necessária para cobrir custos e remunerar o Jan, o que é totalmente compreensível. Me divertir? O que você acha que faço quando testo um carro? (rs).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bob,
      Não esperava resposta diferente de você... Essa é a melhor forma de identificar ou definir quem realmente gosta de dirigir: quem se diverte e quem o tem como tarefa...

      Realmente quem não tem condições $$ de explorar o mundo da velocidade dentro dos autódromos - como eu - encontra no torneio do Jan a opção mais acessível de tocar esse mundo fascinante. Por isso que esse ano voltarei a disputá-lo, já que ano passado deixei de competir por motivos extra-pista.

      Em tempo: ver o RS3 sumindo na reta oposta enquanto meu carro não conseguia ganhar velocidade tamanho o filme de água à frente do pneus não tem preço... E dá-lhe tração integral...

      Abraço e até uma próxima oportunidade. Que seja em breve.

      Excluir
    2. Eu cheguei tarde lá no domingo...
      Já estava acabando, mas parece ter sido muito bom.
      Fiquei até a hora que os carros subiram da pista.
      Dia 20 de janeiro estarei por lá e tentarei não me enrolar.
      Qual era o modelo da Mercedes preta que estava andando lá ?
      Achei maravilhosa mas vi rápido e não identifiquei.

      Grande abraço.

      Excluir
    3. Takeda
      Não vi qual Mercedes era exatamente, mas pela ficha de resultados era um AMG. Nos vemos no dia 20!

      Excluir
    4. Avatar
      O RS3 naquelas condições era algo que não dava para acreditar. Fiquei mesmo impressionado. Isso, participe de novo. Até breve.

      Excluir
    5. Eu acho que o Bob toma tempo de carro igual, mas só acho

      Excluir
    6. Anônimo 07/01/13 21:22
      É mesmo? Em que você se baseia para "achar" isso?

      Excluir
    7. Takeda,
      O Mercedes era um C63 AMG.
      Abraço!

      Excluir
    8. Obrigado pela informação Fábio "RR"
      E Bob, agora não mais dia 20 né, dia 19.
      kkkkk
      Vou ver se coloco o Prêmio pra rodar no Templo.
      Abraços.

      Excluir
  12. Rafael Pinto07/01/13 16:28

    Gostaria muito de participar um dia, principalmente para conhecer você, Bob!

    Bob, é possível participar apenas para "dar umas voltas" na pista? Digo isso pois acho que meu Opala 72 4 cilindros ficaria em último...hehehe!

    Belas imagens!

    ResponderExcluir
  13. Rafael Pinto
    Então, participe! Você não precisa rodar os 45 minutos, pode parar quando quiser. Se você escolher um tempo alto, teoricamente é até possivel vencer com o seu Opala.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael Pinto08/01/13 11:13

      Boa!
      Obrigado pelas dicas!

      Excluir
  14. Estive lá para acompanhar os 2 membros do nosso CLube que correm na TCMP (com Uno e 147), e já assisti a 2 etapas do regularidade. Inclusive, estacionei o carro perto da "concentração" dos pilotos ali no estacionamento, mas por não estar correndo, preferi não me "aprochegar".

    Estou terminando de montar meu 1.6R, então, este ano, podem contar com minha presença nas etapas futuras.

    Admito que não me atrai muito a "regularidade" em si, mas o fato de estar com seu próprio carro dentro do "Templo", e sem pagar os absurdos que se tornaram as inscrições dos Track Days, me instigam.

    Mas sei que depois da primeira, vou viciar rs.

    Digo Garcia
    Administrador Clube do Uno Brasil
    www.clubedounobrasil.com.br

    ResponderExcluir
  15. Os ralis de regularidade em Interlagos organizados pelo Jan são muito bons, prato cheio para quem gosta de carros. Esta etapa foi especial para mim, pois finalmente consegui conhecer pessoalmente o Bob e minha noiva aceitou ir até lá! (talvez por isso a chuva no sábado... rsss!)

    Não consigo transmitir em palavras a emoção que é pilotar seu próprio carro em Interlagos. O bacana depois que comecei a participar dos ralis foi que descobri como é possível andar rápido, mas de forma suave, coisas que me pareciam impossíveis de conciliar. Prova disso é que o desgaste do carro é mínimo, praticamente só pneus, mesmo andando forte nas curvas.

    Algo que temos que ter em mente, como bem disse o grande Claudio Ceregatti (ele vai ficar doido quando descobrir eu tê-lo chamado de "grande"...), é sempre respeitar o Templo, senão fica facinho, facinho de fazer meleca ao termos excesso de confiança e abusarmos onde não se deve.

    Abraços a todos!

    Fábio "RR" Pinho

    ResponderExcluir
  16. Alguém saberia me dizer quem é o piloto com o Chevette branco, no canto superior esquerdo da primeira foto?

    ResponderExcluir
  17. Bob, muito legal o post!
    É uma diversão indescritível andar em interlagos com seu próprio carro. Além de uma grande oportunidade de conhecê-lo melhor em condições mais extremas.

    Andar de Audi S3, TTS, RS3 e RS5 é sensacional (fiz o curso "S" da AUDI no início de 2012 em Interlagos). Mas andar com meu carro, me dá uma sensação igualmente emocionante, porém de uma maneira diferente.

    Apenas para correção: o nome do piloto do Uno Branco é "João Schmitt" e não "Shitt" como está no texto!

    Um abraço e até a próxima!!

    Rafael Novaes

    ResponderExcluir
  18. Rafael Novaes
    O nome do João Schmitt foi corrigido, obrigado. Deve mesmo ser uma grande sensação dirigir o próprio carro na pista!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Bob, um favor: corrija meu sobrenome. Do jeito que está não soa bem. Um abraço!

    ResponderExcluir
  20. João Schmitt
    Desculpe o lamentável erro, embora tenha recebido assim da organização. Como você pode ver aí em cima, o leitor Rafael Novaes já havia me alertado, com imediata correção.

    ResponderExcluir
  21. O Matheus do Voyage vermelho, eu o conhecia, porém perdi o contato... ele era presidente do clube do Voyage, isso uns 10 anos atrás, ele tinha um Voyaginho CHT cinza e depois um GL 1.8T 4 portas... eu sempre participava dos encontros.

    ResponderExcluir
  22. Manter velocidade às vezes é tão interessante quanto descer a lenha. Qualquer dia levarei um Chevettinho 83 todo original. Mas seria uma glória apenas assistir ao evento. Abraços aos participantes!

    ResponderExcluir
  23. Participar do torneio dia 23 foi um baita presente de natal. Achei que me sentiria um peixe fora d'água por ser minha primeira participação e por não conhecer anteriormente Interlagos. Mas o clima de camaradagem contagia todos os participantes e organizadores, que estão de parabéns. E de quebra aconteceu um ótimo bate-papo após a bateria. Sempre que a agenda permitir, pretendo esticar até São Paulo e participar.

    ResponderExcluir
  24. Bob, gostaria mais uma vez agradecer pela incrível oportunidade de participar de um evento de tamanha emoção, muito obrigado mesmo, foi um prazer apertar sua mao assim como a dos colegas Autoentusiastas.

    ResponderExcluir
  25. Olá Gonzalez continuo por aqui.. e na Organização do Clube do Voyage até hoje heheh!! Qual era seu carro e porque sumiste ?? Entre no nosso fórum!

    BOB, é com emoção sincera que leio este post e vejo essas fotos... no dia não tive a total compreensão de estar conversando com uma lenda para qualquer antigo-mobilista e você simpático e interessado conversou por horas conosco chegando a acelerar meu carro, capo aberto, na mão ali nos box, não tenho palavras, muito obrigado, grande satisfação Abraço!

    Ao meu irmão outro abraço e agradecimento pois nos últimos anos temos compartilhado muitos momentos emocionantes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Mateus, beleza? Cara, eu me lembro quando começamos a fazer os primeiros encontros, ali em uma travessa da Roberto Marinho, em frente ao Mc Donalds.... você tinha o CHT cinza com as BBS e pregado no chão, tinha o Júnior que tinha um Sport Prata e depois pegou um maravilhoso e impecável Sport Cinza (ele morava perto de casa e trabalhou com um amigo meu), tinha mais outro carinha que não me lembro o nome e tinha um GLS branco e eu tinha um CL 1.8 92 bege metálico que na época era originalzinho de tudo!
      Lembro - me do primeiro encontro de quadradinhos que fizemos no Pacaembú, foi um sucesso!
      E por ironia do destino, fui fazer pós na FEI em 2008 e encontrei na turma o Carlos Morassi, do Voyage GL 1.8T vinho... hoje trabalhamos juntos na VW... ele tem mais contato com você e com o Will Freitas, salvo engano.

      Eu faço parte do clube do Voyage / Carmaniacs, mas entro muito pouco... eu vou de vez em quando nos encontros no ginásio de SBC (antes era na FSA).
      Você têm Facebook? Se sim, me add, Luciano Gonzalez!
      Forte Abraço!

      Excluir
    2. Pregado no chão. Aí sim! A manolagem em peso no AUTOentusiastas.

      Excluir
    3. Anônimo 09/01/13 11:36: vai catar coquinho mala sem alça! Agora não posso falar uma giriasinha sequer então..... vai soltar pipa no ventilador, almofadinha!

      Excluir
    4. O problema não é a gíria e sim ser pregado no chão, carro assim não funciona, é manolagem

      Excluir
    5. Anônimo, agora eu concordo com você, não sou adepto de veículos rebaixados

      Excluir
    6. Claro Gonzalez me lembro de ti e do teu bege original de tudo.. então ainda tenho contato com o Junior (infelizmente vendeu aquela joia) e com o Thiago (ainda tem o GLS branco), estamos falando do ano de 2005, aqueles foram os primeiros encontros do CdV em SP, lembro-me tb do Ivo, André Moute e tantos outros colegas apaixonados pelos Vw antigos, o Morassi anda meio sumido tb mas é verdade ano passado ele apareceu em alguns encontros e reencontrou eu e o Will.

      Ao anônimo o carro era meu, andei baixo uma época, isso não muda meu carácter ou meu grau de instrução, passar bem!

      Excluir
  26. Ricardo Biasoli08/01/13 08:58

    Foi muito, MUITO bacana participar! Corri com a minha esposa, pela primeira vez, na Clássicos Duplas e ficamos, vejam só, em segundo! Já estava contente se não ficasse em último, mas até tinha a desculpa de ser a primeira vez, se ficasse... Pois os resultados foram sendo divulgados e qual a nossa surpresa, fomos para o pódio! Uma pena foi a chuva, mas com certeza, no próximo vai ser melhor... Vejo vocês, lá... Um abraço, Ricardo Biasoli (Gol GT 1.8 86, Vermelho)

    ResponderExcluir
  27. Prezado Bob e editores, eis uma curiosidade que tenho há muito: já houve alguma prova em Interlagos, mas no sentido contrário? Existe algum impedimento técnico para tal?

    ResponderExcluir
  28. Bob , eu e meu filho ( que vc levou pra dar uma volta no S3 em outro evento ) , apesar de terminarmos a etapa em quarto lugar , fomos campeões de duplas classicos com o passat 17 , e aproveitamos para parabeniza-lo pela cobertura e divulgação deste evento , o Jan é um profissional apaixonado pelo que faz e claro merece o apoio de todos para dar continuidade a esse evento , abraço

    ResponderExcluir
  29. Bob, faça uma correção ai por favor eu estava de Focus e não com a BM, Ribeiro, numero 32 individual modernos.
    Outra coisa eles não fizeram mais fotos, por exemplo do meu Focus Prata n. 32 para me enviar por favor. Estarei novamente neste sabado 19.

    Abs e até lá

    Ribeiro

    ResponderExcluir
  30. Ribeiro,
    Já foi feita a correção do seu carro. Por favor, informe-me seu e-mail para autoentusiastas@gmail.com, que vou ver se encontro, com os fotógrafos, fotos do seu Focus e enviá-las diretamente para você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ribeiro,
      Já tenho três fotos do seu Focus. Por favor, informe-me em autoentusiastas@gmail.com para onde devo mandá-las.

      Excluir
  31. ADG High Torque é o gordinho do c* que o Kleber Tiozão fala... kkkkkkk

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...