21 de fevereiro de 2013

PELÍCULAS ESCURECEDORAS: FAZER BEM-FEITO É POSSÍVEL

Fotos: General Motors do Brasil



Como muitos leitores conhecem a minha cruzada e de outros jornalistas atentos à questão da segurança do trânsito, chegou-me a informação de que a GM oferece películas escurecedoras de duas transparências no seu site, na seção Monte o Seu. Acessei o site da fábrica www.chevrolet.com.br e lá estão as películas na lista de opcionais. Há a película anti-vandalismo transparente, idem com transmissão luminosa 35% ou 50%, e as de controle solar, com as mesmas porcentagens.

Conhecendo bem a fabricante por já ter trabalhado lá por quase quatro anos como um dos dois gerentes de relações com a imprensa, me abstive de sair criticando-a logo e fui atrás do assunto através dessa mesma área e diretamente ao vice-presidente responsável por ela, Marcos Munhoz, que prontamente – menos de 48 horas – respondeu esclarecendo toda a questão.

Na resposta, Marcos Munhoz reproduziu a informação que lhe foi passada pelo pessoal de Acessórios da fábrica e que transcrevo:

"As películas que disponibilizamos são aplicáveis apenas aos vidros traseiros, que é o que a legislação permite. O material de divulgação anexo ilustra o que descrevo. Para garantir que não sejam instaladas nos vidros dianteiros, o material já é distribuído no formato específico do vidro de cada carro, e não em rolo, como o mercado está acostumado. No site, pela estética da foto, todos os vidros estão escurecidos (inclusive o pára-brisa), mas a aplicação dos Acessórios segue a legislação vigente."

Especificação da legislação brasileira quanto a películas escurecedoras

O material fotográfico que me foi enviado e está publicado não deixa nenhuma dúvida de que a General Motors fez a coisa certa e por isso é merecedora de todo o aplauso do AUTOentusiastas

Que o exemplo seja seguido por todas as marcas que eventualmente façam ou venham a fazer o mesmo, oferecer películas, e, igualmente importante, pelas concessionárias de qualquer marca que aplicam películas a título de "cortesia" para agradar ao cliente ou, pior, por aqueles proprietários que ainda acham que carro é esconderijo e mandam instalá-las por iniciativa própria.

Sobre este assunto, tenho notado muitos carros novos sem películas, fato que tem microscópica participação deste AE, motivo de imensa satisfação, e também de parte da imprensa especializada, que deve ser cumprimentada. E naqueles carros de "visual europeu" que começam a ser vistos, obra, ainda que microscópica também, mas torcendo para que não esmoreça e cresça bastante, da General Motors do Brasil.

Visual "europeu" para o qual a GM do Brasil contribui: visbilidade garantida para o motorista (foto: autor)

Pode ser o começo da reversão que leve os motoristas brasileiros a voltarem a enxergar bem o tráfego à frente e à volta e também atrás, nesse caso pelo espelhos externos.

Aliás, o poder executivo dos estados bem poderia incluir nas blitze associadas à lei seca a fiscalização de vidros em situação irregular, não poderia? Matariam dois coelhos com uma só cajadada, ou seja, sem custo operacional adicional. Fica a dica.

BS

158 comentários:

  1. Uma pergunta:

    Essa película anti-vandalismo transparente, que não conheço, pode ser aplicada em todos os vidros sem perda da visibilidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual parte de "transparente" você não entendeu????

      Excluir
  2. Essa questão das películas é válida nas regiões centrais do país, mas no Nordeste é complicado. Quando morava no DF nunca senti falta delas, mas no Ceará e no Piauí, onde tenho residência e trabalho, respectivamente, elas são indispensáveis como o ar-condicionado e os óculos escuros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uso películas claras somente nos vidros laterais e traseiro. Jamais no pára-brisa.

      Excluir
    2. Lorenzo Frigerio21/02/13 23:55

      A turma aí provavelmente está fazendo errado, pois proteção contra raios infravermelhos não tem a ver com a escuridão da película, partindo do princípio que a maioria das películas disponíveis no mercado é shing-ling.
      Um insulfilm autêntico anti-infravermelho não é tão escuro quanto as películas que as pessoas põem aqui em SP, em geral por razões de "privacidade", coisa de paulista xucro.

      Excluir
    3. Diego M. de Sousa, concordo plenamente com você, moro em Picos e aqui sem película não dá mesmo.

      Excluir
    4. Mauro e Diego
      Exagero puro de vocês. Já andei em Teresina e interior no pico do verão com o Omega australiano, na época da validação, e não tem problema nenhum. Nada, absolutamente nada, justifica perder visbilidade. Para isso existe norma do Contran.

      Excluir
  3. Ricardo - Vitória ES21/02/13 12:31

    Prezado Bob, ainda que seja uma sinalização favorável esta, nas situações alheias ao próprio veículo ainda a película continua sendo potencialmente danosa. Lembre-se que numa transversal diante de uma via de tráfego intenso, se tivermos pareados com outro carro adesivado como na foto da wagon, ela torna-se uma barreira para a visibilidade, continuamos reféns de situação perigosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ônibus e caminhões não são transparentes e frequentemente se encontram nessa situação.

      Eduardo Trevisan

      Excluir
    2. Não precisamos aumentar o número de obstáculos à visibilidade. Principalmente em estacionamentos.

      Excluir
  4. Bob, há muito tempo sou usuário de películas, mas nunca as mais escuras. Sempre utilizo a 70% e somente nos vidros laterais e traseiro, no para-brisa nunca. Considero que dessa forma tenho sempre boa visibilidade lateral mesmo a noite. Mesmo assim há seis meses comprei um novo carro e resolvi tentar andar sem película. É um Focus Hatch e até agora está sem, mas nos dias mais ensolarados não rem sido fácil usá-lo, pois dirijo com frequência entre o fim da manhã e o começo da tarde, quando o sol está a toda e sendo assim, não tem jeito, quando saio com meu outro carro que ainda tem películas o conforto é outro. Até o ar condicionada fica mais eficiente. Conclusão: vou por películas no Focus, mas dentro do critério que já expliquei, ou seja, claras dentro da lei, mas da mesma transparência tanto nos vidros laterais dianteiros como traseiros, pois o que quero não é a escuridão, mas sim a proteção UV que é importantíssima. Gostaria de perguntar: assim como você sempre lamento a falta de faixa degradê nos para-brisas, é permitido fazer uma faixa com película na parte de cima do para-brisa?
    Desde já agradeço.
    Cláudio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudio, a questão é que ninguém coloca "clara dentro da lei" nos vidros laterais dianteiros. A lei não permite. http://www.denatran.gov.br/download/Resolucoes/RESOLUCAO_CONTRAN_254.pdf
      A lei atual é: nada nos vidros laterais dianteiros, ou nada no carro inteiro.

      Me pergunto se um dia, quando vier a fiscalização intensa, vão alterar pra que permitam G50 ou G35 nos vidros laterais. Os dois lados vão chiar muito.

      Excluir
    2. Felisberto21/02/13 13:47

      Você mencionou a sua preocupação com a proteção UV.Tenho um FIT 2013. A Honda, em seu site, declara que o carro vem equipado com "vidros verdes com filtro UV". Talvez seja o caso do Focus também.

      Excluir
    3. Anônimo, você tem razão. Pensei que fosse possível o uso legal das películas claras nos laterais dianteiros, mesmo assim tenho opinião específica sobre o tema. Acho que a lei foi severa demais em não liberar a película com transmissão luminosa nominal de70% para os lateris dianterios, ainda que somada a transparência original do vidro fique um pouco abaixo disso. Falo por experiência, tenho 25 anos de CNH e coloco película 70% Insulfim original em todos os meus carros desde 2001. Desde então o primeiro que não coloco é este Focus. Digo com segurança que essa película a que me refiro é clara, com boa visibilidade a noite e, se houvesse bom senso na elaboração da lei, certamente poderia a ser liberada para os laterais dianteiros. O que importa pra mim é, além da proteção UV, a Reflexão de Calor que ao longo desse anos pude confirmar, uma película de qualidade cumpre bem com esses objetivos. Minha esposa, por exemplo, tem pele clara e sardas. É uma forte candidata a ter câncer de pele. Obviamente que ela usa protetor solar todos os dias, mas sabemos, sua eficácia ao longo do dia se reduz drasticamente. No entanto a película de boa qualidade tem proteção UV de 100%. Em referencia ao que disse o Felisberto, por serem verdes os vidros do meu Focus tem algum nível de proteção UV assim como qualquer outro verde, apenas um pouco maior do que o incolor, mas não uma proteção especifica como talvez tenha do Fit. De qualquer forma não sei se o nível de proteção dos vidros do Honda chega ao mesmo nível de uma boa película e o fato é que o outro carro que eu mencionei, um Peugeot 206, mesmo com interior preto a película 70% faz com que seja mais confortável sob o sol forte do que o Focus com interior cinza e sem película. Mas por que a lei foi tão severa? Pelo mesmo motivo que o limite de alcoolemia foi reduzido pela lei seca e também as velocidades máximas estão sendo reduzidas de forma exagerada. Para aumentar a possibilidade de enquadrar mais cidadão em infrações e, consequentemente, a arrecadação com multas. Deu a louca geral. Assim como é possível dirigir a 70 km/h na 23 de Maio com segurança, é possível tomar uma taça de vinho e voltar pra casa dirigindo e usar película de 70% com visibilidade perfeitamente segura. Mas de olho no bolso tudo isso virou transgressão igualável a quem corre demais, bebe demais e dirige e anda com película escura. De olho em nosso bolso o poder público resolver abrir temporada de caça ao cidadão de bem, nivelando-o com os irresponsáveis.
      Cláudio

      Excluir
    4. Alguem pode me dizer se todo vidro verde tem proteção uv? desde já agradeço.

      Excluir
    5. Cláudio
      Vc usa óculos escuros? Muita gente que conheço e que fica atrás de películas escuras demais não usa.

      Excluir
    6. Guilherme J., eu uso óculos escuros para dirigir em dias de sol. Inclusive tenho um pouco de fotofobia e, pelo histórico familiar, tenho tendência a ter catarata no futuro. Mas como você deve ter lido acima, eu nunca uso películas no para-brisa, apenas nos vidros laterais e traseiros e mesmo nestes (importante!) não uso películas escuras. Em todos os carros que instalei usei a 70% da Isulfim original.

      Excluir
    7. Claudio: bom senso na lei Brasileira não existe para quase nada referente a carros! Aliás, ter carro aqui parece ser um desaforo que merece ser punido de todo lado e de todas as formas e maneiras que puderem encontrar. E encontraram e estão punindo para valer! salve-se quem puder. Estou com vontade de me mudar para o Sul e quando quizer andar de carro descer para a Argentina. Abs. MAC.

      Excluir
    8. Acho que ninguém leu a resolução CONTRAN 254, nem mesmo a pessoa que a postou, visto que todos concordaram que ela não permite películas nos vidros laterais dianteiros e para-brisas. A resolução é clara no seu Artigo 3º: “A transmissão luminosa não poderá ser inferior a 75% para os vidros incolores dos para-brisas e 70% para os para-brisas coloridos e demais vidros indispensáveis à dirigibilidade do veículo”. Ainda na mesma resolução, os vidros indispensáveis à dirigibilidade do veículo são definidos como os vidros laterais dianteiros e para-brisas, inclusive com ilustrações para facilitar o entendimento. Seria bom que as pessoas ao menos lessem as resoluções antes de tentar explicar o que elas normatizam...

      Muitas pessoas, inclusive quem fiscaliza o trânsito, na maioria das vezes desconhece as normas vigentes e dizem que não é permitida a utilização de películas no para-brisa. Alguns dizem que os vidros verdes já vêm com a transparência máxima, não permitindo uma película adicional. Neste caso, devo lembrá-los que transparência e transmissão luminosa são coisas distintas. Os vidros verdes já vem com determinada transparência (assim como os vidros brancos) e o que é limitado pela resolução é a transmissão luminosa. Este link traz informações esclarecedoras a cerca desse assunto: http://www.viniciuscavalcante.adv.br/2010/05/legalidade-das-peliculas-nos-para.html

      Eu SEMPRE utilizei películas escurecidas em TODOS os vidros dos carros que tive, todos dentro dos limites definidos pela lei, que julgo serem o suficiente para garantir a dirigibilidade e a visibilidade pelos fiscais de trânsito. Já fui multado por conta da utilização de película no para-brisa, mas recorri observando exatamente as resoluções 253 e 254 e ganhei, pois tudo estava dentro do permitido.

      Se não fosse permitido escurecer os vidros, também não seria permitido dirigir de óculos escuros, que na maioria das vezes, é muito mais escuro que as películas permitidas. A grande questão é que os óculos podem ser retirados à noite (mas se alguém estiver dirigindo a noite de óculos escuros não será multado), mas a película não. Exatamente por isso existem os limites de transmissão luminosa, garantindo a visibilidade à noite. Como cada pessoa tem uma sensibilidade diferente à luz, uma alternativa seriam as películas fotocromáticas, em que o escurecimento é proporcional a luminosidade incidente, onde ficariam completamente “brancas” à noite.

      Resumindo, pode-se colocar películas em TODOS os vidros do carro, mas sempre observando os limites impostos nas resoluções para garantir a visibilidade necessária.

      Excluir
  5. Tenho muito respeito e consideração pela opinião de pessoas abalisadas e experientes, tanto que venho constantemente reavaliando esta questão.

    Estou no meu terceiro carro com película, desde 1997, usei G35, depois G20, depois voltei ao G35 por achar o G20 (padrão aqui no RJ) escuro demais. Sem nunca usar no parabrisa. Cheguei a usar carro emprestado e alugado ambos sem película em alguns períodos. Pra mim, G20 nunca mais! Comprando carro usado até pago pra mandar tirar (e é baratinho). Esse "visual europeu" é esquisito e suponho que não vingará tanto. Infelizmente imagino que essa cultura de vidros escurecidos está ficando arraigada, e só mudaria por lei e fiscalização intensa.
    Bob, pode ser que no próximo experimente vidros limpos novamente. Agradeço pelo alerta.
    Mazza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois que voltei aos vidros "limpos", não quero mais saber de películas nos vidros. A visão dos retrovisores fica MUITO melhor.

      Excluir
  6. Muito bom!

    Ao mesmo tempo que noto menos carros novos com película escurecedora, noto que há mais carros importados e de luxo com tais coisas. Há pouco tempo, era impossível ver Mini Cooper com vidros escuros.

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto das películas com transparência de 75% (para os vidros permitidos), acho essas de 50% muito escuras, tanto para os ocupantes quanto em termos de estética (muita diferença entre os vidros dianteiros e os traseiros).

    ResponderExcluir
  8. Corsário Viajante21/02/13 12:51

    Calma Bob!
    Quando as multas da Lei Seca caírem e faltar dinheiro, daí sim a moda vai ser pegar o "filme".
    Mas daí, como na lei seca, QUALQUER filme em qualquer lugar vai dar PRISÂO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz, aí podiam também fiscalizar os "xunneiros" que botam xenon no carro, e ficam cegando a visão de todos os outros motoristas.

      Faróis de xenon são bem legais... quando são originais de fábrica!

      Excluir
    2. Corsário Viajante21/02/13 17:18

      Calma, calma...
      Primeiro vão esgotar o lucro da Lei Seca. Depois vão botar na prisão por homicídio culposo todo mundo que dirigir com qualquer película em qualquer vidro.
      Aí sim podemos prender quem usa farol de xenão. Mas, cá entre nós, todo farol pode vir a ofuscar, então em nome da segurança terão que multar em R$10.000,00 e prender por homicídio todo mundo que ligar o farol.

      Excluir
    3. Se bobear Corsário, melhor não dar idéia mesmo...

      Teve uma vez, há uns anos atrás, que um vereador(a) aqui de São Paulo fez um projeto de lei para proibir o uso de faróis baixos ligados na cidade durante o dia, pois isso contribuiria para a poluição visual da cidade!!!!!!!!

      Graças a Deus que não foi aprovada essa aberração. Aliás, muitas aberrações viram leis pois os políticos do legislativo tem como "meta" apresentar ao menos 1 (um) projeto de lei durante o mandato, e para cumprir a cota, ficam inventando moda...


      Aliás deveria haver alguma lei para obrigar os fabricantes de automóveis a instalarem em todos os modelos itens como repetidores laterais de setas de direção (pisca), desembaçadores (+ limpadores no caso de hatches)do vidro traseiro, cintos retrateis para o banco de trás (alguns modelos básicos tem os cintos fixos) assim como fizeram com a 3ª luz de freio/brake-light que as fábricas vendiam como opcional nos modelos mais pé-de-boi...

      São itens bem mais baratos que ABS e AB2 e que também contribuem para aumentar a segurança do transito no dia a dia.

      Excluir
    4. Lorenzo Frigerio22/02/13 00:04

      Carros feitos nos EUA têm "daylight running lights". Ligou o motor, a luz acende.
      Já em relação ao xenon, o problema maior são as lâmpadas "shing-ling". Não só elas, mas as "shing-ling" super white também. Se este país não fosse campeão em barreiras contra importação, kits originais de fábrica ou de fabricantes de 1a. linha, como Philips e Osram, poderiam ser vendidos aqui; sem ignorar a necessidade de regular os faróis, é claro.

      Excluir
    5. Acho boa ideia multar a película junto com a lei seca. Alias podiam lançar de uma vez a multa por dirigir neste país, pois temos muito poucas multas, não somos extorquidos e temos a polícia mais eficiente do mundo. Multa por dirigir seria bom. Paravam a gente e pronto!
      -Tá multado!
      -Mas porque seu guarda?
      -Por ter o desaforo de dirigir neste país.
      -Ah...tá certo.
      Pelo menos o motivo seria mais justo e explicaria o inexplicável. Abs a todos e viva a multa no Brasil! Vamos pedir mais que as que tem são poucas!MAC.

      Excluir
  9. Eu penso que os fabricantes podiam disponibilizar, pelo menos como opcional, vidros escurecidos nas transparências permitidas. As películas são acessórios que com o tempo se desgastam, enrugam, desbotam, enfim... uma droga! Fora quando ficam "pegando" nas canaletas das portas forçando o motorzinho do vidro elétrico. A troca nem sempre fica boa, pois é difícil tirar toda a cola, e no vidro traseiro é pior ainda, pois as chances de perder a função do desembaçador são grandes.

    Qual a dificuldade de produzir vidros escurecidos de fábrica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu e que nao sei te informar sobre essa dificuldade em produzir vidros já escurecidos!
      Mão esquente com isso....

      Excluir
    2. Legal essa ideia Carros do Portuga.

      Ou então vidros com algo que pudesse mexer na iluminação, tipo o 787 da Boeing.

      No painel vc poderia regular, tem sol, deixa com a proteção dos raios, ta noite da para reduzir eletronicamente, para poder ver melhor...

      Excluir
    3. Antônimo do anônimo.21/02/13 15:53

      A fiat fazia isso em alguns carros de sua linha... se bem me lembro em punto e idea... ficava muito bonito, por sinal... mas pelo visto "não vingou"...
      Uma pena que foi a única a oferecer... e nem sei mais se ainda oferece...

      Excluir
    4. Corsário Viajante21/02/13 17:20

      É o tipo de opcional que as concessionárias matam por dois motivos:
      1) desconhecimento e / ou desinteresse por novidades
      2) má-fé, pois lucram muito oferecendo estes itens por fora.
      Bom exemplo disso é o vidro dianteiro com desembaçador do Uno, uma idéia muito legal mas que morreu no berço.

      Excluir
    5. Lorenzo Frigerio22/02/13 00:15

      Creio que vidros "fotocromáticos eletrônicos" não apresentem dificuldade alguma além do preço; na Europa, onde é frio no inverno e quente no verão, essa tecnologia é usada em alguns prédios.
      Quanto ao parabrisa com desembaçador elétrico do Uno, para mim foi vacilo da fábrica, que não fez publicidade suficiente da coisa. Eu colocaria um vidro desses em todos os meu carros, pois aqui onde moro, os vidros embaçam por fora devido à umidade, e as palhetas terminam por esfregar tudo e deixar ainda pior. Você não vai ligar o desembaçador dianteiro com ar quente, porque senão, ferve dentro do carro. É inacreditável que com tantas décadas de tecnologia nos automóveis, a indústria não tenha colocado desembaçador elétrico no parabrisa por padrão em todos os carros.

      Excluir
  10. Bob;

    Realmente também tenho visto muitos carros novos rodando sem as peliculas escurecidas. E é muito bom ver isso!
    ________________________________________________

    Em tempo: Segunda e terça feira estive de posse de um Fiat (Uno) Mille de uma empresa que estou prestando um serviço e o Fiat, apesar dos seus 4 mil km rodados já ganhou peliculas....Que coisa horrorosa! Manobrar um carro que não é da gente já é ruim, com peliculas protetoras para alguém que não está acostumado, piora ainda mais!

    A noite, a sensação é de estar dirigindo um furgão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E isso aí !

      Excluir
    2. Daniel
      Foge à minha compreensão com pode alguém dirigir um carro com películas. Agora há pouco havia um Audi A3 estacionado em frente ao meu prédio com autênticos sacos de lixo em TODOS os vidros. Em compensação havia um Fit novo à frente dele sem nenhuma película.

      Excluir
  11. Bob, eu uso a película no meu carro exatamente como manda o padrão europeu e americano.
    Como comprei meu carro usado, ele veio com a película mais escura em todos os vidros, exceto no para brisa. Decidi retirar.
    Na verdade, prefiro simplesmente não usar película nenhuma. Tenho 2 carros, e o outro está sem filme nos vidros.
    E deixei a aplicação da película na parte traseira por 2 motivos: para proteger meu filho um pouco mais do sol, e porque a retirada da película no vidro traseiro poderia danificar os filetes do desembaçador. Preferi não arriscar.
    Sabe qual é a piada que ouço com freqüência? "Não teve dinheiro para colocar 'Insulfilm' nos vidros da frente!!". Depois dessa, desisti de convencer as pessoas a adotarem a mesma prática.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabio Vicente
      Eu também prefiro sem película nenhuma, é claro.

      Excluir
  12. Será que as películas não são um modismo, como era ter carros pretos? Os carros da moda atuais são brancos, quem sabe vira moda usar carro sem película. Lembrem que moda é algo que parte do exclusivo: todos usam película, então eu não vou usar...

    ResponderExcluir
  13. Se não dá para reconhecer o rosto do motorista dentro do carro é porque está errado.

    Mas eu ainda me lembro do tempo que era permitido as películas espelhadas, aquilo sim era um absurdo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas eram as boas pois eu costumava me pentear diante do vidro e liberava o banheiro mais cedo para a patroa!

      Excluir
  14. Bob,

    Eu acho feio esse "visual europeu". Sem películas é muito mais bonito.

    um abraço!

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde Bob
    Que bom que você está mais maleável em relação as películas, pois lembro que você escreveu um artigo sobre elas no Bestcars condenando QUALQUER transparência em qualquer vidro, mesmo as regulamentadas pelo Contran não escaparam da sua "lista negra", lembro que até escrevi para você tentando defender as transparências regulamentadas e você foi TOTALMENTE irredutível.
    Fico feliz de verdade que hoje sua opinião está mais coerente com o que sempre li de você por mais de 15 anos.
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Reiter
      Há engano no seu comentário. Sempre defendi manter a transparência mínima regulamentar nos vidros de condução e continuio defendendo, ao ponto de elogiar a GM por agir corretamente não vendendo película para esses vidros. Como essa transparência mínima corresponde ao vidro mais película, qualquer uma aplicada já deixa o carro irregular, não interessando o que diga o selo engana-trouxa aplicado na pelicula. A rigor nem precisaria medidor de transmitência para autuar e mandar remover as películas no ato, mas o CTB exige comprovação de não atendimento ao mínimo por equipamento, daí o Contran ter regularizado a questão com o medidor Translux II.

      Excluir
    2. Teria que ver certinho se a GM está usando vidros "não verdes", nesses carros, pois lembro que na época você comentou que pelo fato de todos os carros saírem de fábrica com vidros verde e transparência mínima já no limite "qualquer" película estaria forma das normas do contran.

      Excluir
    3. Reiter
      Os vidros de praticamente todos os carros hoje são esverdeados. Além do procedimento da GM de só aplicar a película nos vidros que não são de condução, aqueles da coluna central para trás, a pior hipótese, a película de 35%, deixa os vidros com transparência de 26.25%, ainda dentro da tolerância autorizada pelo Denatran de 3%, uma vez que o limite legal nos vidros não de condução é 28%. Quando digo que qualque película deixa o carro irregular, refiro-me ao pára-brisa e vidros laterais dianteiros.

      Excluir
    4. Entendi, obrigado pelos esclarecimentos.

      PS: Desconsiderar os erros grotescos de português do meu post anterior.

      Abraços!

      Excluir
  16. FERNANDO PEREZ21/02/13 13:47

    Moro na Espanha e tenho un ford Fusion (ecosport aí no brasil) com as tais peliculas estilo europeu...Eu nem sei qual é o grau de transparencia porque aqui só existe um tipo, e é o único que voce pode ter no seu carro.

    O curioso é que eu nunca vi uma loja de colocar películas por aqui, os carros já saem de fabrica assim...e o curioso é que nao é pelicula é um vidro mais escuro que os demais. Aqui ou voce compra o carro assim desde zero ou nao terá a possibilidade de colocar.... Tambem a maioria dos carros saem com cortinas embutidas nas portas traseiras para esta finalidade.

    E a finalidade dos vidros escuros por aqui?! Reduzir a incidencia de raios solares no bebes.

    Para quem estiver curioso em saber como é aqui vai un link com fotos do meu carro:

    https://plus.google.com/photos/104831794379414048916/albums/5123418226485346417?banner=pwa

    um abraco,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale lembrar que o Brasil já teve carros com vidros fumês na formulação (Gurgel Carajás VIP, Fiat Idea e Linea). O problema é que esses carros são vendidos a brasileiros e esse povo é em sua formulação burro e seguiu preferindo comprar carros com vidros lisos ou verdes e aplicar película a posteriori (preferencialmente ultraescura e com selinho de transparência fraudado).
      A tal formulação burra que este povo possui, salvo raríssimos indivíduos que preferiram por vontade própria adquirir conhecimento a cabular aula ou passar na aprovação automática, impede que essa mesma população constate o quão melhores são os vidros fumês em sua formulação quando comparados aos vidros que recebem película. Eles não reparam que a refração é de melhor qualidade, bem como não notam que o vidro fumê original permite tanto que a pessoa não seja vista pelo lado de fora quanto possa ver muito bem aquilo que acontece do lado de fora.

      Estranhamente, esse mesmo povo é aquele que adora fazer um bom box de chuveiro com vidros fumês originais e adora o fato de a privacidade ser mantida quando se olha o box do lado de fora, mas se consegue ver bem o que está do lado de foram a partir de dentro do tal box.

      Excluir
    2. FERNANDO PEREZ21/02/13 13:47 "Reduzir a incidencia de raios solares no bebes" Coloca o bebê no meio do banco de trás que resolve .

      Excluir
    3. Interessantíssimo Fernando, não conhecia este carro. É bem diferente do EcoSport brasileiro - e sinto dizer, bem menos atraente também - parecendo um Fiesta esticado.
      Dessa vez a Ford brasileira fez melhor. Muito melhor.

      Excluir
    4. FERNANDO PEREZ22/02/13 08:32

      Speedster

      De acordo com a legislacao españhola, nao se pode colocar a cadeirinha no espaco do meio por ser mais limitado em espaco que os demais laterais. As cadeirinhas de bebes, aqui, sao grandes e largas, justamente para abrigar o bebe de maneira totalmente segura e confortavel. Para voce ter uma ideia de como a legislacao aqui é clara e as pessoas tem consciencia da questao de seguranca automotiva. Se pode levar essas cadeirinhas no banco dianteiro do carona se é possivel desativar o airbag somente do carona. E outra criancas menores de 12 anos e que nao tenha uma certa altura estabelecida, nao lembro quanto é, nao pode ir sentada no banco dianteiro do carro. E AS PESSOAS CUMPREM PORQUE SABEM QUE ESTAO PONDO EM RISCO A VIDA DE SEUS OCUPANTES !!!!

      Excluir
    5. FERNANDO PEREZ22/02/13 09:13

      Anônimo,

      tambem acho o carro feio porem tem que entender o mercado europeu de carros para saber o porque disso. A ford sempre teve 3 categorias de carro familiar a venda. Temos Fiesta/Fusion - Focus/Cmax - Mondeo/Smax. Portanto quem compra um Ford Fusion como o meu é porque o seu poder de compra esta na categoria do Fiesta (o carro mais barato) mas precisa de espaco para a familia e nao pode permitir comprar um Cmax. Ou seja o Fusion nada mais é que um fiesta mais grande.

      Agora, quem quer um carro como a Gambiarra que a Ford fez com o nome de Ecosport...Aqui se compra o Ford Kuga.

      Excluir
  17. O "visual europeu" pode ser facilmente adaptado a nossas condições de clima, usando G35 nos vidros das portas dianteiras e G20 dali para trás. Fiz isso em meu carro atual e o resultado foi ótimo: visão adequada mesmo à noite e conforto térmico para os ocupantes de trás. Já manter os vidros dianteiros sem filme é pedir para sofrer. Aqui nos trópicos, nem pensar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FS
      Você está dirigindo às cegas, com 0,70 (vidro esverdeado original) x 0,35 (pelicula) = 0,245, além de seu carro estar irregular. Lamentável, sendo o formador de opinião que você é.

      Excluir
    2. Bob todos os meus carros estão atualmente sem películas. O Mini nunca teve e não sinto falta pois os vidros possuem um filtro poderoso incrivelmente não dá para queimar o braço no sol, um Maverick que que não há películas mas eu escolho quando vou andar com ele mas o toyota fielder esse não tem proteção nenhume e vidro é não é esverdeado. Agora pergunto é possível usar alguma película nos vidros das portas dianteiras ou a transparência ainda assim não é 100% ou próximo disso?

      Excluir
    3. Bob, o cálculo é esse mesmo? o valor que está no vidro x película???

      Excluir
    4. Anônimo 20:39, o calculo é esse mesmo.

      Excluir
  18. Uma vez eu tive que cruzar uma estrada, naquela hora do lusco-fusco, fim do dia, quase noite. Meu carro tinha película, e nem era das mais escuras. Parei, olhei para os lados e fui. Simplesmente não vi um caravan velha que vinha sem faróis e ainda estava "mimetizada" na paisagem. O cara só não me acertou em cheio porque não estava correndo e freiou forte. Podem dizer que eu devia ter aberto a janela, que não olhei direito, etc, mas o fato é que seu estivesse sem película com certeza teria enxergado. Depois desta, arranquei e nunca mais usei "saco de lixo" como dizem por ai, nos vidros. Calor ? Ligo o ar, o carro foi feito pra funcionar sem película, não ?

    ResponderExcluir
  19. Bob, a visibilidade de um vidro peliculado é horrível, justamente por se interpor um material com outro tipo de refração luminosa ao vidro. Quando o vidro é fumê na formulação, a qualidade da visibilidade de dentro para fora é praticamente igual à de um verde ou bronze (que, como sabemos bem, tem pouquíssima perda em relação a um liso justamente por causa da formulação que permite refração adequada). Ao mesmo tempo que se incentiva o fim das películas, daria para se fazer alguma campanha esclarecedora em relação à superioridade dos vidros fumês de raiz.

    ResponderExcluir
  20. Respeito a opinião de todos ,mas não usaria ,principalmente depois que tiver filhos sentados no banco de trás,acho feio ,não vejo real utilidade,abraço.

    ResponderExcluir
  21. Observando a maioria dos comentários aqui nota-se que impera o pronomes "eu" e "meu" mostrando como o individualismo prevalece ao direito dos demais neste país.

    O debate aqui do blog sempre foi direcionado ao fato de as películas comprometerem a visibilidade e a segurança dos demais veículos da via e não a de quem as usa.

    Existe coisa pior do que dirigir sem poder ver o que acontece mais adiante, além do veículo imediatamente a sua frente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neste caso caminhão, ônibus ou Van à frente é muito pior.

      Excluir
  22. Bob,

    Qual a diferença dessas películas?

    Proteção solar, e de ante-vandalismo que você cita no texto?

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pelo que sei a pelicola solar escurece um pouco e ajuda a protege do sol dentro do carro
      a pelicula entevandalismu é um plastico bem resistenti colado sob o vidro. se o vidro for atingido nao caira porque o plastico vai segura.

      Excluir
    2. Jivago
      Não tenho certeza, mas acredito que a anti-vandalismo seja mais espessa e resistente, corroborando o que o Anônimo aí em cima disse. Vou procurar saber.

      Excluir
    3. Guilherme Mattos21/02/13 18:09

      Bob
      Há alguns anos usamos em todos os carros da família película anti-vandalismo incolor ou verde muito clara. É uma película muito grossa, para ser aplicada o vidro tem que ser retirado e é totalmente recoberto por ela. Aqui no Rio é comum o carona de moto quebrar o vidro e roubar a bolsa ou qq pertence que esteja a vista. Com a película o viro vai quebrar mas só depois de muitas batidas, o que não é o objetivo do ladrão que conta com a distração e o elemento surpresa. Ainda bem que não tivemos oportunidade de testar a eficácia mas dirigimos mais tranquilos. Ah, e só aplicamos nos vidros laterais.

      Excluir
    4. Os vidros laterais com essa película perde o objetivo de ser uma saída de emergência, no caso de um acidente você não vai conseguir quebrar o vidro para sair do carro, principalmente em caso de pegar fogo.

      Excluir
  23. Ontem "sacos de lixo", hoje "películas escurecedoras". Um exemplo de como algumas pessoas mudam; umas para pior, outras para pior ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 21/02/13 15:19
      É mesmo, bobalhão? Você é mesmo esperto, hein! Só deixei publicar esse seu comentário idiota para os demais verem como tem gente torta nesse mundo. Nem adianta vir com réplica, será excluída no ato. Gente como você não entra mais aqui, entendeu bem?

      Excluir
    2. Por isso que digo Bob, os comentários deveriam ser identificados.

      Excluir
    3. Filipe_GTS21/02/13 16:27

      Deve ser um piá de 16 anos que não tem nem CNH desses que fica na internet sarneando os outros ao invés de fazer as tarefas da escola. Não tem outra explicação.
      Lá no Jalopnik tem muitos, que ovacionam Opala como se fosse a máquina suprema do universo, vivem fazendo brincadeirinhas com "AP treskilimei" e nunca chegaram perto de um carro preparado com seriedade, pensam que gasolina é barato e mecânico de confiança tem em toda esquina, razão pela qual se pode comprar um Passat V6 com 10 anos de uso ao invés de um Gol zero sem problemas, adoram carros velhos japoneses e por aí vai...
      No NA então, chove dessas figuras, aqueles que preferem um Sentra ou um "semivelho" a qualquer carro VW-Fiat-Ford-GM zero km sem nem pensar nos prós e contras. E, também, que vivem se mordendo de inveja dos donos de Hyundai Veloster e Camaro, não sei por qual razão.
      Eu passei a ignorar esses comentários, dentre outros... caso contrário fico com raiva e já fecho a página que estou lendo.

      Excluir
    4. Filipe_GTS
      É por aí mesmo, descreveu bem o tipo. Mas só fiz questão de deixar passar esse para mostrar o grau de idiotice desses tipos e, por que não, lembrar como o nosso ambiente está saudável desde 12 de dezembro.

      Excluir
    5. Corsário Viajante21/02/13 17:25

      Hahaha essa é minha predileta... O sujeito fala que vai comprar um compacto de entrada pelado pq é duro e o cara fala "olha, com estes mesmos R$25.000,00 vc compra um obscuro carro v8 que foi importado por seis meses e não tem garantia"
      Isso que é ter percepção da realidade! Ainda bem que conselho é de graça.

      Excluir
  24. Filipe_GTS21/02/13 15:39

    Não uso películas há um bom tempo. Só usei nos meus dois primeiros carros, quando estava solteiro, hehehe. A visibilidade é outra sem os filmes.
    O carro também fica muito mais bonito. Penso que os carros com aqueles vidros pretos ficam com um visual muito "carregado", não fica legal.
    Não sinto a falta do acessório em quase nenhum momento, exceto quando algum imbecil vem atrás de mim na estrada com luz alta ou xenon. Dá vontade de mandar instalar um farol auxiliar redondinho no parachoque traseiro com um xenon 10.000K e ligar na cara do beócio. Ou um flash, daqueles de boate, que faz sentir o tempo em câmera lenta.
    No mais, principalmente com chuva e à noite, sem películas é indiscutivelmente melhor.
    Tem gente que reclama que não cumprimento, quando passam por mim de carro.
    Agora me digam, como que eu vou ver o tonto atrás dos vidros pretos inclusive no parabrisa?!
    Sou a favor de fiscalização rigorosa para as películas, INCLUINDO AS OFICINAS DE INSTALAÇÃO, QUE COLOCAM CARIMBOS FALSOS. Todo mundo sabe disso mas ninguém faz NADA.

    ResponderExcluir
  25. Estive em Belem do Para recentemente. Lá todos os taxis usam G5 inclusive no parabrisas. Um absurdo! Alem disso, os "motoristas" usam o cinto sentando por cima da parte abdominal e a parte toráxica só passam para a "fiscalização" não pegar... em um dos carros os cintos dos passageiros estava guardados por dentro do banco. Não tive dúvidas, puxei-os para fora. Nunca mais vou para Belém, tenho medo de morrer num taxi destes.

    ResponderExcluir
  26. É Bob, curto muito seu site, sou um dos leitores que diariamente dá o F5 às 12:01, gosto até (ou principalmente, sei lá) do seu mal humor. Mas, para mim, essa matéria vazia merece ser esquecida.

    Duvidei um pouquinho, mas só um pouquinho mesmo, e pela primeira vez, na sua isenção. E nem estou falando de dinheiro, não acho que tudo é "matéria paga", como pregam os cansativos trolls por aí. Estou falando mesmo de ceder um favor a um amigo ou contato ilustre por vaidade.

    Estou consciente de que posso estar muito errado. Sigo acompanhando o AE com o mesmo entusiasmo (apesar de ninguém nunca ter dado bola para meu carro aqui, e que adoro - o Lancer com cambio manual, rsrs).

    A liberação deste comentário é facultativo, claro, todos são, mas deste aqui não faço questão. E "assino" como anônimo porque a rede da empresa é restritiva e não consigo logar em qualquer conta que seja.

    Abraços.

    Eduardo Trevisan.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo
      Você não leu como começou essa história toda? Recebi uma informação de que a GM oferecia películas como acessório original e fui apurar a questão. Diante do fato de só as aplicarem nos vidros não usados para condução, considerei próprio parabenizá-los pelo cuidado com assunto que considero dos mais sérios, a visibilidade do motorista, visando sobretudo estimulá-los para que continuem com essa comercialização. Fiquei realmente chocado com a sua intepretação do motivo do post. Sobre o Lancer manual, já estou cuidando disso com a Mitsubishi.

      Excluir
  27. Duvido muito que boa parte dos motoristas enxerguem algo além do para-brisa. Em geral, o procedimento é começar a mirar a curva imediatamente antes de chegar nela, e isso se faz principalmente pelos vidros laterais. Curvas fechadas, olhar praticamente só pelo vidro lateral e ir centrando de volta ao para-brisa conforme acaba a curva.

    É inviável fazer isso com rapidez suficiente com vidros escurecidos demais à noite. Funciona como uma viseira.

    Talvez por isso muitos achem que não dá diferença alguma, e que é até pior andar de vidros verdes apenas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme J.
      Há também a questão de a pupila se adaptar à claridade ou escuridão e que é impossível essa adaptação imediata ao desviar o olhar de um vidro claro normal para um escuro, como pasar a visão do pára-brisa para o vidro lateral esquerdo. Esses dois vidros, e também o dianteiro direito, devem ser iguais para permitir que a varredura visual ocorra sem dificuldade. É essa a razão de o Contran ser bem preciso ao definir quais são os vidros de condução.

      Excluir
    2. Bob, no caso da diferença entre películas escuras e o para-brisa sem película eu concordo plenamente com você, mas quando o vidro lateral está com película clara 70% não há diferença relevante. Digo por que estou muito acostumado com essa situação. As películas escuras, sou contra, abomino! Mas as claras poderiam ser liberadas para os vidros laterais dianteiros, pois o benefício em proteção UV e reflexão de calor é perceptível. Estou com o Focus há 6 meses e juro que estou tentando resistir e não instalar película nele, mas quando ando com meu Peugeot 206 com película 70% (clara, portanto) sob esse sol de verão a diferença no conforto é sensível. Em minha opinião leis tem que ser cumpridas e só se pode considerar cidadão de fato quem o faz, mas as leis podem ser discutidas como alias você faz brilhantemente aqui com a lei seca e outras, por isso eu opino que uma película clara, visando o conforto térmico com reflexão do calor e a proteção UV, poderia ser liberada para os vidros laterais dianteiros. Acredito que vários fatores contribuem para a boa condução de um veiculo e sem dúvida nenhuma a visibilidade é um dos principais, mas o conforte térmico nesse nosso verão também te sua importância.

      Excluir
    3. Outro dia fui passageiro de um carro que logo de cara não parecia ter películas, mas devia ser a 70%. Não pareceu mal à noite.
      Dirigindo, as coisas devem ser um pouco piores. Mas ainda deve passar...

      Excluir
  28. Anônimo21/02/13 16:17 Então você achou outro fã ,principalmente do Lancer Evolution 2000 .

    ResponderExcluir
  29. Acho a maior sacanagem o cara colocar filme escurecedor no vidro traseiro. Atrapalha demais quem vem atrás e quer olhar através do veículo para antever as condições de trânsito.
    Deveria só ser permitido nos vidros laterais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, deveria também acho muito ruim. Deveria ser proibido. Isso e aquelas progagandas que a gente vê em taxis

      Excluir
    2. Concordo com vocês. Deveria ser proibido também aquelas cortinas que vem de fábrica em aguns carros de luxo, e também os furgões, vans, ônibus e caminhôes circulando entre os carros...
      É muita falta de sacanagem po!

      Excluir
  30. Alguem pode me dizer se todo vidro verde tem proteção uv ? desde já agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Speedster
      Sim, mais de 90%.

      Excluir
    2. Obrigado pela resposta Bob, inclusive meu carro tem .

      Excluir
  31. Assim que tive meu primeiro carro, um Celta 2004 básico do básico, coloquei film em todos os vidros menos o parabrisa. Eram duas camadas, G5 + G20 e foi a maior estupidez que já realizei. Para dirigir a noite era um tormento, na chuva um inferno, para mim hoje o film é uma coisa abominável, talvez passando somente nestes casos do estilo europeu. Hoje ando sem film no meu carro e no do meu pai pois é o melhor jeito de ter uma ótima visibilidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 21/02/13 16:57
      Impressiona-me como é difícil muitas, milhares de pessoas entenderam algo tão infantilmente simples.

      Excluir
    2. Ricardo - Vitória ES21/02/13 21:42

      Esta é simples de responder Bob: É uma combinação de vaidade com espírito de rebanho, desejo inconsciente de "fazer parte" do estabelecido pelo modismo.

      Excluir
    3. É sempre assim: é 8 ou 80...

      Excluir
  32. Bob, e outros. Já tiveram algum familiar assaltado ek pleno trânsito a golpes de paralelepípedo no vidro lateral? Diariamente centenas de pessoas são assaltadas assim em engarrafamentos, sinaleiras, esquinas, embaixo de viadutos... Não acho película bonita. Sou fã de carro "aquário". Porém a própria polícia, tenho amigos políciais militares e de outras esferas, que dizem q o marginal age quando tem certeza q pode atacar. Se uma mulher ou um jovem recém habilitado com cara de inocência está em um carro assim, virá alvo fácil. Nossos carros em casa tem película instalada dentto dá legislação, vistoriados no Detran e portanto dentro dá lei. Me sinto muito mais tranquilo sabemdo q meus pais, com mais de 60 anos, prováveis vítimas, tb usam película de segurança. Já segurou inclusive uma pedrada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Speed boy
      Desde que existe a película anti-vandalismo é injustifícável partir para a pelicula escurecedora para essa finalidade. E não existe película escurecedora dentro das legislação se o carro sai de fábrica com vidros esverdeados, como todos hoje. Colocou, está irregular. Nesse caso de vidros esverdeados só cabe película incolor.

      Excluir
    2. Lorenzo Frigerio22/02/13 00:33

      A película anti-vandalismo tem uma grande utilidade em parabrisas temperados, aqueles que são claros ou rayban sem degradê.
      Um amigo meu, dirigindo seu Cougar pela Imigrantes no começo dos anos 80, levou uma pedrada jogada de uma daquelas passarelas, com finalidade de assalto, tipo de crime comum à época, e ficou ferido, fora o susto. Os vidros só temperados estilhaçam de forma espetacular na sua cara, e eu não gostaria de passar por isso.

      Excluir
  33. É Bob, infelizmente somos a minoria! Eu não coloco película em carro nunca mais, já tive dois com película, pois os comprei assim e decidi não remover. Hoje meus dois carros andam sem película. Quando meu pai comprou um carro novo tentei convencê-lo a não colocar película, não adiantou, ele se sente mais seguro(?) assim. E como um carro sem película fica bonito, fica limpo, mesmo quando sujo! O mais cômico é que todo mundo pergunta se eu não vou colocar a tal da película, como se ela fosse igual ao combustível, o carro não anda sem. O argumento: Fica lindão! É lamentável.
    Aos defensores da proteção UV, todos os vidros dos carros modernos possuem tal proteção. Eu utilizo óculos “transitions”, que são ativados pela incidência de raios UV, e falo com propriedade, dentro do carro eles não escurecem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael
      Que interessante, seus óculos "transitions" não escurecerem a bordo! Não sabia disso.

      Excluir
    2. Bob, sobre as lentes Transitions, realmente, elas ficam minimamente escuras dentro do carro de vidros fechados e sem películas, minha mãe usa essas lentes. Isso prova que não é preciso películas nos vidros para proteger-se dos UV, pois essas lentes só escurecem em presença de UV. Você deve saber: os laminados filtram 99,5%, e os temperados 82%. Esses dados, a Fiat junto com a Saint Gobain Sekurit divulgavam na época em que os Fiat vinham com vidros laminados também nas laterais, assim como escurecidos em 50% nos traseiros.

      Acho uma pena a Fiat ter acabado com os laminados laterais, lembro que achei o isolamento acústico muito melhor com esses vidros.

      Excluir
    3. Rafael,
      o vidro comum já deveria ser suficiente para barrar o uv (o que nem sempre ocorre), mas não o infravermelho. O uv envelhece a pele, ok, mas o infravermelho é o que aquece. São ambas de comprimento de luz não visível. E há películas que aumentam a proteção uv (apesar de acho que só os vitros bastam) e adicionam o bloqueio do infravermelho. E os comprimentos de onda visíveis não são prejudicados. Acho que são protetores ideais para os vidros laterais frontais. Tenho este tipo de película no meu escritório, da 3M, mas é específico para janelas. É sensível a diferença na temperatura. Tudo quanto é loja que possui grande fachada de vidro faz uso deste tipo de proteção. O problema é achar a mesma para o carro. Não conheci ainda nenhuma loja de películas que pareça ser confiável. O que já conheci me pareceu sempre muito amador: só conhecem película pelo tom, pouco, médio ou muito escura... se alguém conhecer uma loja para películas veiculares competente aqui em Curitiba, por favor me indique. Não procurei muito, mas também não achei. Eu queira por este tipo de película (proteger contra o calor e contra danos aos vidros, mas sem cor).
      VPJ

      Excluir
    4. Os vidros do Azera (obviamente se você não meter película neles) escurecem um pouco com a incidência solar.

      Excluir
    5. Eu também fiz meus óculos “transitions” com o intuito de dirigir. Qual não foi minha decepção na primeira vez que dirigi com os óculos? Quando estava a caminho da loja para reclamação, lembrei que os vidros bloqueiam a maioria dos raios UV, necessários pra que os óculos escureçam. Na próxima farei uns óculos de sol.

      Excluir
  34. Quando comprei meu carro encomendei película protetora transparente, quando cheguei para retirar o carro na CC ele estava com película escurecida. O gerente pediu mil desculpas, disse que eu poderia trocar na segunda-feira sem custo (claro) mas que tinha certeza de que eu acabaria ficando com o carro assim mesmo por causa do estilo.

    Troquei na segunda-feira mesmo. Muito melhor. Mas minha namorada não gostou. Em uma viagem que fizemos para o MS, até minha mãe reclamou porque no meu carro anterior tinha e nesse o sol esquentava muito.

    Resisti e mantenho até hoje o carro sem o filme. Mas às vezes é uma batalha inglória. Hoje me resumo a responder que "gosto assim" para os que se admiram com o carro transparente. Alguns acham que é para eu poder me exibir. Tristes tempos de cambio automático e vidros escuros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tristes tempos de violência, corrupção e falta de educação, isso sim!
      Ninguém é obrigado a comprar a ter carro AT ou a instalar películas nos vidros!

      Excluir
    2. Você estava indo bem até falar do câmbio AT. Numa cidade infernal como SP, isso pra mim é questão de saúde e não apenas luxo e conforto. Fico 2 horas no trânsito e não vejo graça, nem esportividade em dirigir utilizando apenas 2 marchas na maior parte do tempo. Em pleno 2013 esse preconceito tacanho em relação ao câmbio AT é realmente incrível de acreditar.

      Excluir
    3. É o típico caso de maria-vai-com-as-outras, ou efeito zelig essa dos carros de dois pedais. Até porque 99% das pessoas que falam o porquê gostam de manual falam que é pra trocar marchas, quando na verdade o câmbio é apenas um meio para se curtir o motor; não pasando mrcha no corte ao de pé no fundo, boa. Só existe Ferrari assim.

      Excluir
  35. Rafael Pinto21/02/13 18:10

    Muito bom o que a GM fez, realmente!
    Ultimamente tenho visto mais carros no "padrão europeu" de insul-filme aqui em SP.
    Como casei recentemente, estou apenas com o carro da minha esposa. Um Fit filmado. Ô coisa ruim de dirigir a noite e principalmente na garagem!

    Ouvi uma vez dessa película anti-vandalismo que ela aguenta algumas "pedradas" no caso de furto.

    ResponderExcluir
  36. Película nos vidros dianteiros e Pino Bola são coisas de proprietários de países emergentes, que desprezam a segurança, em nomde de um suposto embelezamento (cafona) de seus carros. Proibição já !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EUA é país emergente?

      Excluir
    2. Nos EUA só se usa vidros escuros dos traseiros para trás. E engate apeans quando se faz transporte.

      Excluir
  37. Boa iniciativa da GMB, mas creio que em muitas concessionárias isso vá ser desvirtuado. Sobretudo naquelas em que o setor de acessórios for terceirizado. Pois o acessório paralelo sempre é mais barato que o original.

    Por falar nisso, já me ofereceram em concessionária o filme G20! (o cara falava: "é ilegal, mas se quiser a gente coloca...").

    ResponderExcluir
  38. Quando li o post do Bob que falava sobre visibilidade e práticas adotadas por pilotos de avião eu entendi cientificamente o porque de serem proibidas as películas escurecedoras nos vidros laterais dianteiros! Sem dó nem piedade retirei as ótimas e belas películas do meu velho Galant, e descobri que é muito mais ver aquele interior bem acabado com couro e madeira totalmente iluminado, fora a segurança da visibilidade maior! Não entendo a questão da segurança pessoal, o ladrão te vê, tá, e daí? Que eu saiba também existem os sequestros e nesses casos a película só ajuda os marginais a ficarem com uma arma na sua cabeça enquanto você dirige e ninguém percebe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael Sumiya
      Toda essa sensação brilho interior e visibilidade tive a opotunidade de experimentar quando peguei o JAC J5 de teste "filmado", e depois mandei retirar as películas dos vidros laterais dianteiros (com autorização da JAC). Era outro carro. Parabéns por dar nova vida ao seu Galant!

      Excluir
    2. Bob,

      Tenho percebido que os donos de Jetta com interior em couro de tonalidade clara não costumam colocar películas escurecedoras! Seria exibicionismo? Talvez sim, mas acho que as coisas belas devem ser visíveis! Dá gosto ver um carro com interior caprichado! Lembro-me do Alfa Romeo 155 que meu pai teve, era muito bonito por dentro, tinha volante de madeira Momo e bancos cor creme com os logos da Alfa, além dos vidros azulados de fábrica!

      Excluir
    3. Rafael Sumiya
      Eu diria que é bom senso em vez de exibicionismo...

      Excluir
  39. Desculpe, Bob, mas com certeza nenhum cliente vai querer películas pela metade pagando o dobro do preço da colocação toda. Eu pelo menos nunca vi nenhum carro assim. Mesmo porque aqui nas duas concessionárias Chevrolet da cidade onde moro, a colocação do "acessório original" é terceirizada numa loja de acessórios que coloca películas comuns e os clientes muitas vezes nem ficam sabendo disso - aliás, em geral a colocação da película é dada em cortesia na compra do veículo novo.
    Vidros pretos só da metade para trás, eu só vejo no Grand Cherokee antigo (que aliás, nem película é, é o vidro que é fumê mesmo).
    Não tenho nada a favor das películas (meu carro não tem), mas nem tudo o que é usado lá fora agrada ao público brasileiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CSS
      Em geral, películas são oferecidas como cortesia, tão baratas que são. Tenho visto carros assim, "europeu", aqui em São Paulo. Isso de agadar ou não ao público brasileiro é muito relativo. Pode até ser que queiram tirar uma onda de carro importado, como ocorreu na década 1970 com suportes de placa alemães nos Fuscas, para dar pinta de carro importado. O suporte sobrava nos lados da placa...

      Excluir
    2. Pois é, Bob, já tive um Passat 74 com esses suportes (acho que a maioria dos Passat tinham - na verdade esse suporte foi "roubado" dos Mercedes da época).
      Sabe que por aqui tenho visto grande número de Fiat 500 e New Beetle com um suporte de placa traseira, com os "excessos" de um lado em azul com aquele símbolo da União Europeia, e do outro lado branco...

      Excluir
  40. Sempre dirigi e tive carros sem película. Achava que não enxergaria direito e que era coisa de "mano". Porém, há uns três anos comprei um omega que veio com películas das mais escuras, inclusive na frente. Ia mandar tirar, mas percebi que não atrapalhavam e, pelo contrário, até ajudavam. Pois seja quando jogam farol alto em cima ou por conta do sol, as películas dão uma quebrada no brilho intenso. Depois, comprei mais um carro, dessa vez uma L200, cujos vidros são transparentes. Não consegui rodar um mês assim, justo pelos motoristas mal educados quanto pela luminosidade intensa do sol, e mandei instalar as películas. Esclareço que com ambos os carro não ligo farol alto na cidade, nem nunca sequer arranhei os carros por causa disso. E em viagens noturnas, dificilmente acendo todos os faróis dos carros.
    Se for questão de visibilidade dos outros, sinto muito, pois mesmo sem película quem está atrás não enxergaria à frente de uma pick-up, menos ainda quem está na lateral, num cruzamento.
    Já o argumento de que carro filmado bate mais (já li isso por aqui) é pura balela, poi simplesmente a grande maioria dos carros é filmada, e logicamente haverá mais acidentes envolvendo carros filmados! E acidente de trânsito há desde que inventaram a primeira carroça.
    Richard de Paula

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Richard
      Só um pequeno favor: diga-nos quais as cores do seu Omega e da sua L200 para o caso de vermos carros iguais e ficarmos longe, pois você está dirigindo às cegas.

      Excluir
    2. Hoje em dia, até vaca usa farol. (possível argumento defendendo vidro escuro)

      Excluir
    3. "E em viagens noturnas, dificilmente acendo todos os faróis dos carros."

      Não entendi. Em viagens noturnas não bastaria usar os faróis baixos, usando os altos apenas quando não há tráfego à frente e na pista contrária? Será a maldita mania de usar os faróis de neblina (e às vezes, até de milha) fora do uso correto?

      Excluir
    4. Lorenzo Frigerio22/02/13 00:40

      Meu caro, você foi "seduzido pelo lado escuro da Força". Lamento.

      Excluir
    5. Richard de Paula,

      Concordo com você. Eu comecei a utilizar películas nos vidros dos meus carros há mais de doze anos, sinto-me seguro e confortável com elas e nâo deixarei de usa-las a menos que sejam realmente proibidas (coisa que acho bem improvável).
      Outra coisa: se for para colocar película na metade dos vidros então eu prefiro deixar todos sem.
      Não joguem pedras, é só minha opinião.

      Excluir
  41. O achismo parece se sobrepor aos fatos científicos!
    Pra sol existem óculos escuros, pra ofuscamento basta olhar para a faixa do acostamento e para a direção/vôo não cego basta não ter películas escurecedoras! Simples e indiscutível! Respeito a opinião do Sr. Richard de Paula, mas não concordo com nenhuma vírgula.

    ResponderExcluir
  42. Mas que fuleiragem, um vidro de cada cor... muito melhor sem película em todos, o visual "aquário" é muito mais agradável e mais eficiente em termos de visibilidade.

    ResponderExcluir
  43. Quando comprei meu último carro pedi para a concessionária não instalar filme no para-brisa e leve nos laterais/traseiros e foi um das melhores coisas que fiz! Não me sinto mais inseguro por isso mesmo no Rio de Janeiro - meu carro já não chama atenção e se quiserem me assaltar/roubar vão fazer de qualquer modo. Ainda estou tentando é convencer meu pai a fazer o mesmo no dele, mas tá difícil (no dele, não é exagero algum, eu tenho dificuldade para enxergar a noite - e olha que só 26 anos e vista ok, eu imagino ele!). Agora em questão de visibilidade, nada supera as iluminações 8 ou 80: ou a pessoa só está com lanterna, ou vêm aquele xenon xing-ling no baixo, neblina e alto ao mesmo tempo - usar farol baixo somente muitos devem desconhecer! E agora ainda têm as DRLs, que alguns acham que é farol e basta à noite.

    ResponderExcluir
  44. Hoje à noite peguei chuva vindo no Rodoanel e notei a incrível velocidade baixa além do normal para a condição. Carros se arrastando. Além da baixa visibilidade dianeira, nota-se a dificuldade em consultar os retrovisores. Fica evidente que estão trafegando feito Mr. Magoo.

    Com todo o respeito, mas é muita burrice sacrificar o principal sentido que se usa para dirigir. Películas expressam exatamente que brasileito não gosta de carro e muito menos dirigir. Para não dizer que isso é só aqui, também é visto até nos EUA carros rodando com vidros dianteiros escuros, mas são raros, e, ou os policiais mandam rancar ou dizem para guiar sempre de janelas abertas. Gente que não gosta de dirigir tem em todo lugar.

    ResponderExcluir
  45. Como é que a noite e com chuva você pode ver se os outros carros tem ou não películas nos vidros?
    Eu dirijo e piloto há mais de trinta anos e te digo: esta de "se arrastar" com chuva e/ou neblina é velha, do tempo que os vidros eram brancos e nem existiam as tais películas.
    Mas para compensar tem também uns que são "braço" e andam sob chuva torrencial como se a pista estivesse sseca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sergio S.
      A menos que o carro tenha películas, dá para ver se os outros as têm até numa noite chuvosa. O pessoal normalmente "se arrasta" mais quando chove, mas atualmente, pela falta de visibilidade devido às películas, está pior. Andar rápido na chuva requer habilidade e conhecimento e pode ser feito sem problema nenhum.

      Excluir
    2. A noite e com chuva o exército de lesmas tomam as ruas. Sempre que ultrapasso uma porcuro notar os vidros do infeliz... "filmados". Mesmo somente à noite já há umas lesmas que demoram a consultar espelhos, ou simplesmente os ignoram já que não veem quase nada mesmo, apelam para o famoso "mas eu dei seta".

      Excluir
  46. O problema não é só com as películas...

    Semana retrasada troquei os dois faróis de neblina do meu carro e ao querer usá-los, notei que estavam totalmente desregulados.

    No dia seguinte retornei a oficina para regulá-los e qual meu espanto ao saber que eles não tinham aparelhagem para isso e conforme foi me dito, nem em minha cidade e tampouco nas cidades vizinhas alguém possuía os devidos equipamentos.

    Estou desde aquela data sem usá-los.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CCN 1410
      Veja em http://autoentusiastas.blogspot.com.br/2010/12/apontando-para-onde-deve.html com fazer a regulagem dos faróis em casa, tanto os principais quanto os de neblina. É fácil.

      Excluir
    2. Bob Sharp,

      Valeu! Sábado vou seguir o esquema.

      Obrigado.

      Excluir
    3. É off-topic mas aproveitando o assunto farol de neblina. O que fazer com enorme quantidade de motoristas que ligam Farol de Neblina e Luz de Posição Traseira de Neblina em ocasiões que NÃO TEM neblina?

      Excluir
  47. Bob,
    as concessionárias da Chevrolet ainda instalam as películas NÃO originais?

    Renato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renato
      Não sei dizer, mas é provável que sim dada a disseminação desse hábito. Você me deu uma boa idéia, vou consultar a associação das concessionárias Chevrolet, a Abrac.

      Excluir
  48. Agora saquei por que tem tanta gente que gosta de teto solar, deve ser a única maneira de iluminar o porão que esse pessoal vive.

    ResponderExcluir
  49. A desgraça fica completa quando o xunneiro coloca mais de uma camada de pelicula, pra ficar bem escurão, e coloca também no para brisa, e aí descobre que não enxerga nada do lado de fora.

    Solução: colocar "xenão" nos farois de neblina e regular os danados apontando lá pro céu pra ficar tudo clarão na frente. Vai cegar todo mundo, mas o malaco que estiver dentro vai enxergar tudo, fora o carro que vai ficar "lindão"!!!!
    (até as revistas e sites especializados batem fotos com os farois de neblina ligados e os principais desligados, pq sai lindão na foto!!!)

    E aí o cara ainda argumenta: não gosto de ninguém me olhando, quero privacidade, me sinto mais seguro....

    Não gosta de ninguém te olhando: não saia de casa, ou não viva em sociedade;
    Quer privacidade: fica em casa, ou vá pra um motel;
    Não se sente seguro: leve um rottweiler no banco do passageiro, ué...


    ResponderExcluir
  50. Bob

    Louvável atitude do fabricante.

    Uma pena que os revendedores da marca não levem a sério tal recomendação.

    Carros novinhos em folha continuam a sair "lacrados" no G20 de lá.

    ResponderExcluir
  51. Bob! Sou muito grato a voce e ao AE pelos comentários pessoais e técnicos que li sobre o tema (em posts antigos). Além de nao utilizar em meu veículo, consegui, através do diálogo, com base em posts deste conceituado blog, convencer o meu pai a nao utilizar as tais películas. Obrigado por tudo.

    ResponderExcluir
  52. Guto
    E eu só posso parabenizá-lo e ao seu pai pela decisão.

    ResponderExcluir
  53. Bob, tenho uma parati gls 92/93 e uso o filme mais claro no quebra-vento e no vidro traseiro porque fica mais fácil manobrar o carro pela noite. Nos laterais eu uso o intermediário (G20?, já bastante desbotado pois foi instalado em 2001) e nada no para-brisa, que já é verde de fábrica. Moro em Vitória e assim fica muito bom nos dias de sol, sem o exagero que o pessoal comete de usar uma quase fita isolante nos vidros.

    ResponderExcluir
  54. V8
    Com G20 você está dirigindo praticaimente sem visão lateral à noite e a alternância normal (pára-brisa) e escuro (laterais), fora que está arriscado a tomar uma multa e ter de retirar a película no meio de uma viagem. Arranque tudo e volte à vida normal.

    ResponderExcluir
  55. Meu carro atual não tem, mas ja tive carro com g50 e outro com g35 em todos os vidros. O grande problema pra mim é aguentar os zé manés que usam xenon nos farois prinicpais, nos milhas, na iluminação da placa, porta luvas e mais onde der sem ter a menor condição pra isso.

    Fico extremamente incomodado com a falta de consideração do povo que mesmo durante o dia ficam com o farol alto ligado. o g35 em garagens escuras gera um tiquinho de dificuldade mas mesmo durante a noite nas ruas e com o g50 em todos os vidros não sinto a menor dificuldade, pelo contrário só o fato de não ter que ficar "espremendo" os olhos devido aos sem noção na mão contraria ja ajuda MUITO.

    Hoje eu recorro a um oculos "bono vox" rsrsrsr, ele tem uma lente usada para justamente filtrar a luz a ponto de não incomodar os meu olhos e parece até dar uma clareada em ambientes com pouca luz. Alguns usam até para uso prolongado de computadores.

    Como disse antes eu não fico muito incomodado com isufilm, logico que tem os g20/15 que parece que pintaram o vidro de preto, ai fica ruim mesmo, mas eu conheço muita gente que tem isufilm e não troca. Acho que agente não pode generalizar dizer que tem que banir as películas e tals, tem que acabar com os sem noção, impedir que eles usem qualquer coisa, seja g15, seja xenon sem a menor condição e coisas deste tipo. E melhorar também a qualificação dos motoristas ia muito bem.

    ResponderExcluir
  56. Bob, eu me enganei feio com os códigos dos filmes da Parati. Meu carro não usa G20, porque mesmo pela noite, é possível ver todo mundo dentro do carro. Durante o dia é possível ver tudo dentro do carro. Como não achei a nota da instalação, não sei precisar qual é o filme, mas acho que era G35 ou G50, porém, como já se passaram 10 anos da instalação, eles desbotaram bastante e estão claros quase como um G70. Ah, esqueci de comentar que sou seu leitor desde a época da antiga revista Of. Mec. Abraço!

    ResponderExcluir
  57. Boa noite,

    Boa iniciativa da GM, moro em S. Caetano, mas 100% dos carros tem películas e devem ser a G20 que "dizem" serem liberadas
    Estou esperando faturar meu carro, Civic LXR 2014 e na concessionária querem me convencer que a pelicula antivandalismo G20 é permitida
    Mandei instalar a transparente de 8 milésimos de polegada. Todos dizem 8 milímetros e mandei que vendedor imaginasse uma pelicula de quase 1 cm colada.
    São muito mal preparados

    Aba

    ResponderExcluir
  58. Olá

    Não me lembro onde li que todas películas devem ter carimbos, mesmo as mais claras. Procede? As antivandalismo transparentes também precisam de carimbo?

    Obrigado

    ResponderExcluir
  59. Anônimo 19/03/13 22:37
    O carimbo não é obrigatório, é uma artimanha dos vendedores/instaladores de películas que serve apenas para ludibriar a fiscalização, pois o limite mínimo de transparência compreende o vidro mais a película, não somente esta. As antivandalismo transparentes nunca serão alvo de fiscalização, portanto é indiferente terem ou não o carimbo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dirigir um carro sem películas escuras é fantástico, e essas antivandalismo valem a pena? Elas são totalmente transparentes?

      Excluir
  60. CCN 1410
    Sim, totalmente transparentes. Como comentário adicional, veja a que ponto chegamos, dirigir sem películas escuras, portanto o carro como sai de fábrica, ser fantástico. Para quem tinha películas e as retirou é como sair das Trevas e voltar à Luz – como eu, no JAC J5 de teste (rsrsrs).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, é fantástico mesmo, hehehe...

      Mas vejo uma luz no fim do túnel. A cada dia que passa, vejo mais carros sem películas escuras. Poucos é verdade, mas já é um início.

      Ah! Então irei colocar essas películas transparentes.

      Excluir
  61. Bob, depois do caso de bruta violência contra mulheres cariocas e estrangeiros, o prefeito da cidade do rio proibiu películas escuras nas vans de transporte. Essa questão pode dar uma boa matéria.
    Aqui em São Paulo vejo algumas vans escolares com películas muito escuras. Imagina vc pagando e sua filhinha é a última a ser entregue em casa por um tiozão em uma van toda lacrada? Infelizmente o pais e mães são muito acomodados e preferem terceirizar a segurança de seus filhos.
    Isso sem falar que muitas dessas vans escolares correm demais em determinadas ruas, param em qualquer lugar e ficam buzinando para descarregar as crianças.
    O pior de tudo é que o governo quer obrigar os pais a matricularem os filhos a partir dos 4 anos, mesmo que seja nessas escolas do crime que pagamos com impostos.

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...