1 de março de 2009

O gênio da camisa florida

Gordon Murray. Não são precisas muitas explicações para demonstrar o grande engenheiro que é Gordon Murray. Nascido na África do Sul, um país não muito favorecido em grandes indústrias automotivas, seguiu os passos do pai, piloto de motor e preparador de carros de corrida.

Com seu visual que mais parece o investigador do seriado Magnum, Murray é uma referência em projetos automotivos. Ele foi o responsável por grandes automóveis, tanto de competição como de rua. Com esperanças de trabalhar na Lotus, Gordon mudou-se para a Inglaterra em 1969, mas foi contratado pela Brabham F-1 após conhecer o então projetista-chefe da equipe.

Na Brabham, foi o projetista-chefe de grandes carros com recursos inovadores, como o BT44 de José Carlos Pace, o genial BT46B "turbina", com um rotor atrás do carro sugando o ar sob o assoalho para criar pressão negativa e aumentar o downforce.

Brabham BT44, José Carlos Pace

Brabham BT46B

Criou também o BT49 de Nelson Piquet, carro com o qual ele foi campeão mundial em 1981, com efeito asa e suspensão hidropneumática que gerou muita controvérsia entre as outras equipes. Com o BT49, Murray dedicou boa parte do projeto em entender como era o comportamento da fibra de carbono em caso de acidente, para poder criar um carro inteiramente de compósito.

Brabham BT49
Seu mais conhecido projeto foi o McLaren F1, uma parceria com a BMW em que surgiu o carro mais rápido do mundo, título mantido por vários anos.

McLaren F1 - BMW

Não tão conhecido foi seu envolvimento no projeto Midas, um pequeno esportivo inglês inspirado no Mini Marcos. Murray sugeriu diversas modificações, principalmente na aerodinâmica do carro.

Midas Cars

Mais recentemente, Murray trabalhou no desenvolvimento do Caparo T1, a "experiência mais próxima de um carro de Fórmula-1", equipado com o V-8 da IndyCar com uma relação potência-peso duas vezes superior à do Bugatti Veyron, e do mini-carro a ser apresentado ainda, apenas conhecido como projeto T25, mas já anunciado como revolucionário.

Caparo T1

Poucos foram os projetistas tão bem sucedidos e inovadores como Gordon Murray, e menos ainda os que não abrem mão da camisa havaiana florida.

5 comentários:

  1. Foi mais ou menos assim :


    Murray(de pijama,claro) :Nélson,tenho duas notícias,uma boa e uma ruim,ok? ¨

    Piquet: Diz logo a boa e enfia a ruim na mala!

    Murray: Coloquei mais um radiador de óleo no BT 52 e você poderá fazer 3/4 da prova cravado, sem o BMW explodir.

    Piquet: Mas isso é mais que uma boa notícia, vou fuzilar o Lauda e o Arnoux agora.Até pode me dizer a ruim,vá..

    Murray: Okay,Nelsão.Sabia que você ia ficar motivado.Mas....hum.....ééé que as sapatilhas térmicas lá do USA/NASA só ficam prontas para a próxima prova, o radiador só coube no bico mas fica tranquilo que eu trouxe essas fitas de pó-de-vidro para tu enrolar canela abaixo antes de enfiar as suas sapatilhas.Claro que vai coçar um pouco mas certeza que duram 10 voltas sem teu pé azular feito o coletor do BT...

    Piquet : %$#$@!&*¨¨@, seu Sulafricano %#$@#!!&*

    ResponderExcluir
  2. Seu mentiroso! susauhasusahasuhasuhashsaush

    ResponderExcluir
  3. Belli,

    Esqueceste-se do superfantástico maravilhoso ROCKET!!!!

    MAO

    ResponderExcluir
  4. MAO

    Não esqueci não, é que vou preparar um texto sobre ele e outros similares. =)

    abs

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...