13 de maio de 2009

SINA BRASILEIRA


O Juvenal Jorge citou em seu último post a sina dos carros molestados, ridicularizados e ao meu ver, estragados. É realmente triste ver a que ponto chega a ignorância. Principalmente aqui no Brasil.

O jornalista Jon Mikelonis escreveu um artigo sobre os Fords brasileiros para a revista Ford Muscle, citando o controverso estilo de vida do brasileiro, que descarta tudo o que é velho, dando grande importância só ao que é novo.

Infelizmente essa é a mentalidade do brasileiro: carros com alguns anos de uso logo são chamados de "pau velho" e literalmente descartados. O que importa para o brasileiro é ter carro novo, com plástico nos bancos, para fazer inveja ao vizinho. Ou o que é mais comum, fazer inveja ao cunhado: para alguns, não há nada melhor do que exibir o carro novo naquele almoço familiar dominical.


O coitado do carro antigo, que foi dado como pagamento de entrada do novo, foi tratado apenas como um "pau velho". Em muitos casos o "pau velho" era um carro melhor em tudo, mas tinha que ir embora, pois carro velho não faz mais inveja a ninguém.

Um dos "pau velho" mais legais do mercado é o Chevrolet Omega nacional, fabricado de 1992 a 1998. Para quem não procura alto desempenho as versões de 4 cilindros (com motores de 2 e 2,2 litros) atendem bem as necessidades de quem procura um carro grande e espaçoso, o bastante para 5 adultos e toda sua bagagem.


Quem fizer questão de desempenho ficará feliz com as versões de seis cilindros (3 e 4,1 litros) com torque e potência na medida certa para aproveitar o que o carro tem de melhor: aerodinâmica e suspensão.

Trata-se de um carro concebido para andar nas autobahnen alemãs, sem limite de velocidade. O baixo coeficiente aerodinâmico permite que o Omega sustente altas velocidades com grande facilidade, mas se você for do tipo que anda devagar essa aerodinâmica resulta em ótimo consumo, por trabalhar em conjunto com uma transmissão bem escalonada.

A suspensão combina o sistema McPherson na dianteira com braços semi-arrastados na traseira, resultando em ótimo funcionamento mesmo para os padrões atuais: ainda que o Omega tenha sido projetado para estradas perfeitas, é nas piores estradas que ele se destaca, permitindo trafegar em altas velocidades onde carros comuns normalmente transmitiriam insegurança.


É aqui que eu volto a falar da sina brasileira: por ter se tornado um "pau velho" bem barato, o Omega acaba caindo nas mãos de pessoas sem um mínimo de cultura automobilística, que não sabem sequer a maravilha de automóvel que possuem.

Muitos deles caem na mão da "molecada" (que ainda era pirralha na década de 90) que sem dó nem piedade molestam este grandioso automóvel alemão, começando o estrago justamente pelo que ele tem de melhor: a suspensão.

E tome "suspensão a ar", "suspensão de rosca", "suspensão rebaixada" e outras sandices do tipo, tudo para deixar o carro "mais estiloso". Estes pobres coitados nem fazem idéia da enorme bobagem que fizeram em um excelente carro.


Praticamente 100% dos Omegas molestados (estragados) estão "socados", maneira como a molecada se refere a essa barbaridade. Também existem aqueles que estragam outro grande atributo do Omega, a aerodinâmica, instalando calhas de chuva e "body kits" tão populares nos carros "tunados".

O Omega "A" deixou a linha de produção da General Motors em 1998, ou seja, já são 11 anos sem o Omega nacional. Nesses 11 anos eu pensei que já havia visto tudo em matéria de Omegas molestados, até a tarde desta terça-feira.

O que vocês estão para ver é o cúmulo da ignorância automobilística: um Omega equipado com um motor Toyota 2JZ GTE, original do Toyota Supra.

Realmente não dá pra entender como alguém se orgulha disso. Nem mesmo o desempenho justifica, uma vez que um Chevrolet V8 small block teria um rendimento superior em tudo (e o melhor de tudo, caberia embaixo do capô, deixando a aerodinâmica do carro intacta).

É a sina brasileira, estragar os carros bons que viram "pau velho". Não acontece só com o Omega, acontece com vários outros carros, mas me toca o coração especialmente quando fazem isso com o grande carro da GM, que na minha singela opinião ainda é o melhor carro que já foi fabricado no Brasil.

62 comentários:

  1. Caro Felipe.

    Muito boa sua coluna, concordo com grande parte do que foi escrito, porém falar que a "molecada" rebaixa os carros sem critério e soca o carro, é tudo relativo pois sou um "muleque" de 23 anos (ou seja, era pirralhonos anos 90), apaixonado por automoveis em geral, acho o Omega o melhor carro já produzido no Brasil até hoje e jamais "socaria" um carro desses, mas se for feito um estudo de suspensão do veiculo, afim de melhorar a performance e nao a estetica creio que o carro fica perfeito.

    Abraço

    Rodrigo (dono de um "pau veio" - GM Caravan 76 com 80mil km original)

    ResponderExcluir
  2. Bitu,
    Há alguns dias vi um Palio com enormes e largas rodas...na traseira! Inacreditável a que ponto chega a alienação.

    ResponderExcluir
  3. Ótima coluna! Também gosto do Omega apesar de ter tido um contato apenas bem rápido com um modelo 4.1. Seguramente ele rivaliza com o Landau em qualidade de construção (relativo ao seu tempo é claro) e é ainda hoje o sedan que mais trouxe inovações de conforto e segurança no Brasil. Engenharia alemã de elevadíssima qualidade; essa molecada não tem nem idéia do pacote técnico que eles teimam em maltratar. Eu particularmente gostaria de um Diamond 3.0 para as viagens de fim de semana, não conheço o seu manejo, mas acredito que o seis alemão seja "faca passando no veludo" em termos de suavidade e linearidade...O modelo powertech 4.1 achei um tanto moroso em rotações mais altas, se movimenta bem a carroceria pesada nas médias, acho que mereceria algo "menos americano" nas faixas mais altas do conta giros, até em função da apurada tecnologia aplicada no corpo do carro.

    ResponderExcluir
  4. omega seis cilindros é o 3.0. o 4.1 de opala recauchutado nunca andou como o saudoso motor alemão.

    ResponderExcluir
  5. E tem propaganda que ainda diz que brasileiro é apaixonado por carro...

    ResponderExcluir
  6. tah bem, eu concordo que bodykits, rebaixamento e equipamentos que não são originais, são muito feios, mas vocês não acham que fica bonito, rodas de liga-leve 1 ou 2 polegadas maiores que as originais?

    ResponderExcluir
  7. Anderson, bonito fica, se feito com critério.

    O problema é que em muitos casos os designers fazer o carro conceito com rodas grandes, porque fica mais bonito, mas não é aplicável na produção por conta de custo, e ai as caixas de roda ficam "vazias" com rodas menores.

    A questão é trocar as rodas corretamente, respeitando a geometria de suspensão ou fugindo o mínimo possível.

    abs

    ResponderExcluir
  8. Belo texto. As modificações chegam a corroer a alma de quem aprecia e curte um bom automóvel. Me estranha é a cor azul desse Omega com motor de Supra. Nunca vi Omega dessa cor, à menos que o medo em questão tenha servido de taxi. Existe taxi azul? Onde?

    ResponderExcluir
  9. Essa cor me lembra um pouco do Palio na cor azul BIC, alguem se lembra dessa belezura ?
    heheheheheh

    ResponderExcluir
  10. Ótima coluna, sou um ex-proprietário de um Omega, dito como absoluto.
    Melhor carro já produzido no Brasil, sem duvida, contudo sobre os comentários de fazer estudos para melhorar a suspensão, acho que não passa de conversa, visto que o automóvel foi concebido para usar aquela suspensão, um conjunto, e um cara, a menos que seja brilhante não conseguiria superar o trabalho de uma equipe de engenheiros especializados, mas tenho que concordar que gosto do resultado estético, mas no meu Absoluto nunca fiz.

    ResponderExcluir
  11. Milton Belli,

    sim, disso eu sei, inclusive é lei, manter a circunferência do conjunto pneu/roda original, e respeitar o offset, mas tudo sempre feito com o "mínimo" de critério.

    um abraço

    ResponderExcluir
  12. Ah, Bitu...vai caçar uma trouxa de roupa pra lavar kkkkk! Até nos States tem Ford rodando com small-block de gravatinha. Recentemente saiu um Camaro com motor de Supra...na HOT ROD! Imagine a reação dos caras. Acredite, muitos elogiaram. Mas o restante...

    ResponderExcluir
  13. Para ilustrar o que disse logo acima: http://www.hotrod.com/featuredvehicles/hrdp_0904_1967_toyota_powered_chevrolet_camaro/index.html

    ResponderExcluir
  14. Francisco disse...
    Belo texto. As modificações chegam a corroer a alma de quem aprecia e curte um bom automóvel. Me estranha é a cor azul desse Omega com motor de Supra. Nunca vi Omega dessa cor, à menos que o medo em questão tenha servido de taxi. Existe taxi azul? Onde?
    -
    -
    Francisco, no RJ tem os taxis do aeroporto internacional - usam essa cor.

    Thiago

    ResponderExcluir
  15. Francisco disse...
    Belo texto. As modificações chegam a corroer a alma de quem aprecia e curte um bom automóvel. Me estranha é a cor azul desse Omega com motor de Supra. Nunca vi Omega dessa cor, à menos que o medo em questão tenha servido de taxi. Existe taxi azul? Onde?
    -
    -
    Francisco, no RJ tem os taxis do aeroporto internacional - usam essa cor.

    Thiago

    ResponderExcluir
  16. Rodrigo

    Foram raros os casos de suspensão modificada que eu vi até hoje.

    Nunca vou me esquecer do dia em que EU VI um rapazinho com um Omega CD 3 litros 1993, praticamente imaculado, colocando o maçarico nas molas para rebaixar o carro.

    Deus me livre! É o cúmulo da ignorância.

    FB

    ResponderExcluir
  17. Diego

    A única modificação realmente boa que vi na suspensão do Omega foi a adoção de amortecedores Koni, mantendo a altura original do carro. E tudo foi feito numa conceituada casa de suspensões aqui de São Paulo (Suspentécnica).

    FB

    ResponderExcluir
  18. (André) Stein

    Omega + Lexus

    http://www.evo.co.uk/carreviews/evocarreviews/210264/vauxhall_omega.html

    Bons resultados, mas ainda assim eu faria questão do small block Chevrolet.

    FB

    ResponderExcluir
  19. Jonas Torres13/05/09 14:09

    Se eu tivesse tido a oportunidade de ter comprado um Omega 0km, pode ser que estaria com ele até hoje. Mas carro usado nem pensar.

    ResponderExcluir
  20. Felipe,

    Concordo com vc, são raros os casos de suspensão que ficam bons, mas como vc mesmo disse, um jogo de amortecedores Koni, molas Eibach, buchas de suspenção mais dura, vc irá diminuir em muito o rolling do Omega, tornamdo mais esportivo, como o Lotus Calton Ingles, mas essa alteração, não necessariamente iria ter que socar o carro, apenas voltaria altura que havia antes da tropicalização, e teria um veiculo que perderia um pouco em conforto mas ganharia muito em performance.

    Mas maçarico nas molas da vontade de matar um rapaz desse !! Ainda mais sendo um 3.0, creio que o rapaz não sabe o grande carro que tem nas mãos

    Abraço

    Rodrigo

    ResponderExcluir
  21. Mister Fórmula Finesse13/05/09 14:39

    Esses dias, pedalando pelas colônias da Serra Gaúcha, passei ao lado de uma casa onde no gramado, repousava um CD 3.0 prata miraculosamente limpo apesar das estradas cheias de pó. Um belo carro, imagino o cotidiano dele em meio aquelas estradas não muito acuradas...

    ah, como eu gostaria de um Diamond Bordô...Aliás, o Bob Sharp fez um belo comparativo entre o Diamond e o Tempra Turbo (vinho também, já tive) na época em que a Autoesporte era uma revista de verdade, não consigo encontrar mais essa ótima reportagem, o Bob deve ter algumas estórias interessantes sobre o teste desses dois carros que somavam 330 cavalos (chamada do teste)!!!!

    ResponderExcluir
  22. Um amigo me disse que no teste de longa da 4 rodas, ao abrirem o motor do ômega depois de 60mil km, notaram que ele já havia sido retificado. Pouco tempo depois, a GM doi Brasil trocou o motor para o 4.1 e a suspeita é que comprávamos os motores alemães retificados. Isso é verdade? Alguém lembra dessa historia?

    ResponderExcluir
  23. O duro de comparar Omega com Tempra é que o italiano era um modelo básico alçado na condição de luxo (lembra do Galaxi/Landau?) enquanto o alemão já era executivo antes de vir aqui. Lembro de uma corrida de F1 em que os comissários foram vistoriar uma pista com um Omega e derraparam no óleo deixado por um carro quebrado. O carro saiu de lado e um leve contra-esterço já corrigiu tudo. Se não me engano o carro é neutro. O Tempra por ser dianteiro deve ser sobresterçante, isso quando a traseira não escapa...

    ResponderExcluir
  24. 1k2

    É nas condições adversas que o Omega se destaca e você vê o quanto o bicho é bom.

    Dá pra fazer um balanço perfeito entre os eixos em qualquer situação, dificilmente você perde o controle de um. É um carro que perdoa até motorista "braço duro".

    FB

    ResponderExcluir
  25. Mister Fórmula Finesse13/05/09 16:39

    1k2....o Tempra mexia um pouco a traseira nas curvas, nas tomadas principalmente, mas nada de radicalismos, no molhado e em curvas conhecidas, dava para forçar a frente do turbo para escorregar um pouco e de imediato tirar o pé para a traseira começar a deslizar suavemente, exigindo leve contra esterço e pressão no acelerador. Isso, em piso seco, demandaria velocidades bem mais altas, mas aplicando motor a saída de frente é esperada. Na verdade as versões mais caras do fiat poderiam vir com "calçados" um pouco maiores....nunca foi carro para competir com Omega conceitualmente, apesar de ser tão moderno quanto. O omega todos dizem que é neutro, pela sofisticação mecânica, acredito que sim.

    ResponderExcluir
  26. Caio

    Desconheço essa informação.

    O que eu sei é que em 1995 a Opel lançou o Omega B na Alemanha e descontinuou a produção do motor 3 litros.

    Por isso a GMB realizou modificações no velho Chevrolet seis cilindros para que tivesse um desempenho semelhante. Uns preferem o 4,1 litros, eu prefiro o 3 litros.

    FB

    ResponderExcluir
  27. Mister Fórmula Finesse13/05/09 17:00

    Já que o assunto é motores: em 1990 a linha Senator/Omega já contavam com o motor 3.0 com cabeçote de 24 válvulas e 204 cavalos - lembro de uma matéria da QR - a Opel alemã mantinha então dois motores em linha? pois o bloco é o mesmo e mudava o cabeçote e mais algumas coisas, a linha "pobre" digamos assim vinha para a América do Sul, mas esses motores de cabeçote simples continuavam a municiar outros modelos?

    ResponderExcluir
  28. Mister Fórmula Finesse13/05/09 18:05

    "Em 1993 o motor 3,0 de 12 válvulas era descontinuado, assim como a versão básica 2,6. Restavam apenas o CD 2,6 e o CD 3,0 24V, sendo este logo transformado em opção única, no fim de carreira deste Opel"....fonte best cars; talvez o caso da retífica do motor e esse fato de cima tenham alimentado a lenda urbana - só pode - que os motores viessem "baleados".

    ResponderExcluir
  29. Corta mola, encolher usando maçarico...
    Te que ser muito burro, não teria um omega, mas é um baita carro, normalmente as alterações só pioram a estetica e gambiarras mecânicas ficam no motor e alejamento de suspenções.
    Coisa de moleque.

    ResponderExcluir
  30. http://bizarricesautomotivas.blogspot.com/search/label/Chevrolet
    Procurem os omegas, postagens mais antigas, cada sacanagem.

    ResponderExcluir
  31. inclusive trocar as molas e amortecedores eu acho uma modificaçao boba, carro tem que ser o mais original possivel, salvo algumas pequenas modificações

    ResponderExcluir
  32. Luís Carlos13/05/09 23:30

    Felipe, olá.
    Discordo parcialmente.

    O Omega 3.0 foi talvez um dos carros que mais desejei ter. Meu pai teve uma perua CD 93, 3.0 automática, teto solar e som premium. O carro era impecável e muito bem tratado. Em 2001, aos 90 mil km, comprei o carro dele.

    Apesar de lindo e muito bem mantido, foi uma decisão "desastrosa". Só tive problemas, principalmente elétricos. O hidrovácuo furou e custava 4 mil reais. As máquinas de vidro (rebitadas) se soltavam das portas dianteiras, perdi uma delas devido ao fato de os braços term entortado. Eram caras!
    Fiquei parado por diversas vezes na rua. O acabamento era bom, mas discordo que a qualidade construtiva seja tão boa assim.

    Talvez por ser perua, a carroceria torcia além da conta, causando muitos ruídos e inclusive um pequeno 'jogo' na coluna de direção. Coisa pouca, mas dava para sentir e era um pouco desconcertante.

    Tenho um Palio 16V 1997, com 150 mil km e, juro por deus, nunca tirei as forrações de porta, nunca tive problemas elétricos, não queima nem lâmpadas do painel.

    O Omega foi furtado em 2004e optei por não comprar outro.

    No lugar dele, coloquei um Volvo C70, ano 98.

    Admito que o Omega era mais preciso em dirigibilidade e o motor mais gostoso e prazeroso, embora mais fraco. Porém, a qualidade de construção do Volvo está anos luz à frente.

    Tenho ainda um Monza 1991, comigo desde 1994 (tem 300 mil km), e acho-o mais bem construído que o Omega. Ao menos, me dá muito menos problemas.

    Apesar de tudo, êta carro gostoso!

    Abraços, Luís Carlos

    ResponderExcluir
  33. Luis Carlos

    É verdade, o Omega tem fama de ser um carro meio "tinhoso" quando começa a dar problemas, mas eu acredito que muitos desses problemas podem ser evitados quando se pega um carro que foi sempre bem tratado.

    O meu tio era taxista no aeroporto Pinto Martins em Fortaleza e durante muitos anos só teve Opalas na praça (tinha 3, um ficava com ele e os outros dois com motoristas contratados). Depois que os Opala se foram ele partiu para o Santana e o Omega, sendo que este último ficou com ele por anos a fio, sem apresentar maiores problemas.

    Mas não adianta, carro com muito tempo de uso sempre prega uma peça ou outra, por mais que você mantenha a manutenção em dia. O meu carro de uso pessoal já tem 13 anos de estrada e continua em bom estado, mas pelo menos 1 vez a cada 2 anos apresenta um probleminha besta ou outro que me deixa na mão.

    FB

    ResponderExcluir
  34. Maverick V10...

    http://mmb.maverick.to/gallery/files/7/4/6/1/154_5473.jpg
    http://mmb.maverick.to/gallery/files/7/4/6/1/154_5482.jpg
    http://mmb.maverick.to/gallery/files/7/4/6/1/154_5481.jpg
    http://mmb.maverick.to/gallery/files/7/4/6/1/154_5487.jpg
    http://mmb.maverick.to/gallery/files/7/4/6/1/154_5478.jpg
    http://mmb.maverick.to/gallery/files/7/4/6/1/154_5476.jpg
    http://mmb.maverick.to/gallery/files/7/4/6/1/154_5480.jpg
    http://mmb.maverick.to/gallery/files/7/4/6/1/153_5358.jpg
    http://mmb.maverick.to/gallery/files/7/4/6/1/153_5311.jpg
    http://mmb.maverick.to/gallery/files/7/4/6/1/153_5372.jpg
    http://mmb.maverick.to/gallery/files/7/4/6/1/153_5316.jpg
    http://mmb.maverick.to/gallery/files/7/4/6/1/153_5314.jpg

    ResponderExcluir
  35. Dennis Lacerda14/05/09 11:37

    Simplesmente para demonstram algumas características que foram qualificadas pelo Felipe Bitu:

    http://www.youtube.com/watch?v=9GOzCCvEKrw

    Abraços.

    ResponderExcluir
  36. por que será que eu ja sabia qual éra o video antes de ver ele?

    ResponderExcluir
  37. esse video do omega ai é armação, tudo planejado

    ResponderExcluir
  38. Fazer o que? A maioria torce para o Flamengo, por aí você já vê o gosto do brasileiro...

    Tem herege que bota porta estilo "Lamborghini" em Maveco! Isso devia dar cadeia!

    http://porradobol.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  39. Ronaldo!
    e brilha muito no Corinthians!

    ResponderExcluir
  40. só faltou o adesivo da Puma, que coisa mais jeca jecagay

    ResponderExcluir
  41. Reinou aqui. Ele é bom mesmo.

    Enquanto dura.

    Começou a dar problemas, melhor desfazer porque as contas $$$ são altas e frequentes.

    Destaque para os SEIS graus de cáster na suspensão dianteira. E é verdade, quanto pior o piso, mais o Omega se destacava.

    ResponderExcluir
  42. Fala, mano! É o seguinte: Chevrolet Omega é mais uma coisa que us mano da quebrada gosta, tá ligado, véio?
    Então, não estraga este artigo não, porque vai dar em treta, manô!

    - Quanto???
    Prorietário de um Omega olhando mais uma vez para a conta na Oficina
    - PUM!
    Proprietário feliz de um Omega desmaiando depois de ver a conta na oficina

    Era 1 0mega 95 azul...Tô de rolê na quebrada.
    Música de RaP sobre Omega

    É uma banheira sedã de luxo de grande porte, produzido pela General Motors (Cuja Sigla é GM Gambiarras Motorizadas). O nome é inspirado na última letra do alfabeto grego (dizem que foi mais ,vai se saber...).

    Um carrro que não se serve nem pra revender e acredite Todas as versões são derivadas da GLS (série CLODÔ) pelo simples fato que depois de 5 anos eles acabam tirando aquela pose de Machão soltando a franga e correndo pro mecânico "dar uma Abridinha no Capô"

    A Suprema ainda conquistou o público funerário,onde agradou em cheio devido a seu porte e a seu grande espaço. Os defuntos ficam muito bem acomodados dentro da Suprema.

    ResponderExcluir
  43. ISSO NÃO É NADA: VOCÊS VÃO VER O QUE ELES VÃO FAZER, NO FUTURO, COM OS CHRYSLER 300!!!

    ResponderExcluir
  44. Fala, mano! É o seguinte: Chevrolet Omega é mais uma coisa que us mano da quebrada gosta, tá ligado, véio?
    Então, não estraga este artigo não, porque vai dar em treta, manô!

    - Quanto???
    Prorietário de um Omega olhando mais uma vez para a conta na Oficina
    - PUM!
    Proprietário feliz de um Omega desmaiando depois de ver a conta na oficina

    Era 1 0mega 95 azul...Tô de rolê na quebrada.
    Música de RaP sobre Omega

    É uma banheira sedã de luxo de grande porte, produzido pela General Motors (Cuja Sigla é GM Gambiarras Motorizadas). O nome é inspirado na última letra do alfabeto grego (dizem que foi mais ,vai se saber...).

    Um carrro que não se serve nem pra revender e acredite Todas as versões são derivadas da GLS (série CLODÔ) pelo simples fato que depois de 5 anos eles acabam tirando aquela pose de Machão soltando a franga e correndo pro mecânico "dar uma Abridinha no Capô"

    A Suprema ainda conquistou o público funerário,onde agradou em cheio devido a seu porte e a seu grande espaço. Os defuntos ficam muito bem acomodados dentro da Suprema.

    ResponderExcluir
  45. Concordo que é possivel fazer um trabalho bom de suspensão para melhorar o carro, mas seria hipocrisia dizer que isso é a realidade brasileira.Acho muito difícil alguem desenvolveralgum projeto decente para esse carro. Como te disse Bitu, sou um admirador de carros mais leves e mais ariscos, mas como um carro de passeio. O ômega realmente é como um bom uísque envelhecido. É um pacote completo.

    ResponderExcluir
  46. Omega Fasti Furiouz Cinco.

    Ponto de criatividade por não ser AP.

    ResponderExcluir
  47. Querem ver o que é desempenho de um autêntico Omega Lotus europeu?

    http://www.youtube.com/watch?v=tmzFzI77eCE&feature=related

    Sem querer incentivar "pegas", mas esse literalmente despachou o carro da polícia sueca, que deve ser um Volvo turbo, pela velocidade que atinge (canto inferior direito da tela). Detalhe: o cara do Omega Lotus ainda "espera" a polícia no começo, rs.

    ResponderExcluir
  48. puta que pariu! o q tem de motor esse omega lotus?

    ResponderExcluir
  49. gerson de minas tenho um omega 1993 a 10 anos sou o 2 dono dele ja andei em varios carros vectra golf santana e por ultimo os carrinhos de brinquedo da faixa dos motores 1000 credo nao tem comparacao . omega vai ser sempre o rei .viagei 1200 km quando cheguei queria mais .nao cansa e onde chego todos olham e muito original preto sempre polido .da gosto.valeu....

    ResponderExcluir
  50. O esquema é esse mesmo!! socar o carro com um kit de susp. bom, colocar coletor, chipar ele e estorar pneu!!

    ResponderExcluir
  51. Acho o motor 2jz sensacional e eu compro muito mais barato esse motor do que o dono do carro , minha irmã esta no Nihon e consigo fácil fácil , acho legal o cara fazer algo diferente e gostaria de ver o resultado...

    ResponderExcluir
  52. Gostei do tópico, e concordo com bastante coisa.. e foi bom usarem o Omega como exemplo, afinal, está entre os melhores carros já produzidos no Brasil. Mas felizmente, ainda há sim um cantinho para estes carros.. existem brasileiros que realmente gostam destes ícones, como o Monza, Opala, Omega, Vectra B, entre outras maravílhas.

    A única parte é que eu simplesmente não posso aceitar que falem mal de um 2JZ-GTE. É um dos motores mais cobiçados do mundo, e sem querer ofender, dá um PAU no Motor de Omega. São 6 Cilindros com 24v, e na sua forma mais "básica", joga meros 280hp nas rodas, coisa que Omega nem sonharia em fazer... e não é no Brasil. Aqui não tem deste motor, infelizmente.. e se tivesse custaria mais que um Porsche novinho... rs

    No mais, a matéria é show. Parabens!

    ResponderExcluir
  53. 2JZ owna ALL nao é um V8tinho de bosta q vai superar

    ResponderExcluir
  54. chupa essa V8teiro

    http://www.youtube.com/watch?v=0Ta6hXZkKIw

    ResponderExcluir
  55. excelente coluna, tenho um omega 94 2.0 a gasolina original, e nao troco por nada, melhor carro do brasil, nem os novos carros tem o potencial do omega, nao pela potencia, mas pela qualidade de vida que ele nos da, sem dores nas costas ao fazer viagens longas, freios a disco nas 4 rodas dando segurança, sem contar o excelente desempenho nas curvas, nao troco por carro novo.

    ResponderExcluir
  56. excelente coluna, tenho um omega 94 2.0 a gasolina original, e nao troco por nada, melhor carro do brasil, nem os novos carros tem o potencial do omega, nao pela potencia, mas pela qualidade de vida que ele nos da, sem dores nas costas ao fazer viagens longas, freios a disco nas 4 rodas dando segurança, sem contar o excelente desempenho nas curvas, nao troco por carro novo.

    ResponderExcluir
  57. A galera tá falando mal de quem coloca rodão e troca a suapensão do carro. Mais quando o ômega passa, no talento, com as rodas aro 20" cromadas, socado no chão e com o ronco igual o de um caminhão... hehe... todo mundo paga pau! Não tem erro, até os coroa ficam de cara.

    E tem mais, esse povo tá falando tanto em aerodinâmica e performance pra que? Pra sair correndo com o carro e se matar? Podem ter certeza que se andarem dentro dos limites de velocidade da pra mexer bastante no carro. Agora se querem correr, corram e se matem á vontade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PODE CRE, RODAO, SUSPENSAO LEGALIZADO 500MM!!!

      Excluir
  58. Axo ke tem ke deixar o carro bem estiloso mesmo, tenho um 4.1 e vou coloca aro20 e da um talento nas molas claro, a maquina tem td isso ai e muito mais agora me esplikem do que adianta td isso no Brasil se a cada ano ke passa as leis de transito ficam piores!! É a pura industria da multa , oke kero dizer eo sequinte vc tem uma maquina dessas na mao com uma enorme tequinologia alema e naum pode passar dos 120, so ta faltando colocar radar na rua da minha casa, em qualquer lugar de sao paulo vc toma multas ridiculas,absurdas ce vc fzr uma viagem da cidade de sao paulo ao interior vc paga pedagios um atras do outro, e ao fim de trinta dias vc recebe de brinde algumas multas por "ecesso de velocidade" por passar 5% do permetido que tem um 4.1 sabe oke estou falando a vontade de pisar e grande mas ja ke moramos no Brasil com um punhado de leis ridiculas, o negocio e desfilar de megao 4.1 de rodao 20 e suspensao no grauuu.

    ResponderExcluir
  59. Pra quem não percebeu, aqui é o AutoEntusiastas. Os que são manos, por favor voltem para o orkut, ou pelo menos tentem não destruir o português como destruíram os carros.

    ResponderExcluir
  60. Triste é ver gente fazer similar com as BMW série 3 dos anos 90. Quem "tuna" uma BMW ou Omega, deveria ir para a cadeia...

    ResponderExcluir
  61. Discordo da comparação simplista do motor 2jz com um V8 Small Block. Esse motor é um supra sumo em preparação.

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...