28 de junho de 2009

YAMAHA OX99-11 - SUPERCARRO ESQUECIDO

A Yamaha competiu na Fórmula 1 a partir de 1989, através da equipe alemã Zakspeed, muito fraca. Em 1990 não conseguiram nenhuma equipe onde colocar seus motores e ficaram fora do campeonato, retornando em 1990 com a Brabham, marcando alguns poucos pontos.




Em 1992, forneceram motores para a Jordan, 1993 a 1995 para a Tyrrell, que conseguiu, com Mark Blundell, um terceiro lugar na Espanha. No total, foram apenas 22 pontos em sete anos de participação.Mas o carro que é objeto desse nosso texto, já havia sido pensado no início do programa da Yamaha na Fórmula 1.
Desde o início, havia a intenção de se construir um supercarro de rua, visando alardear a marca não apenas como construtora de motos. A divisão esportiva da empresa, que fabrica barcos, motores náuticos e equipamentos para esportes diversos, foi a responsável pela coordenação. Quase todo o trabalho foi feito na Inglaterra, por uma empresa de engenharia chamada IAD, e por uma subsidiária da Yamaha, a Ypsilon Technology.

Um protótipo inicial foi apresentado em 1992, e sem carenagem, se assemelha demais a um carro fórmula. Havia apenas dois lugares, em tandem (um atrás do outro). O motor utilizado era designado OX99, de 3,5 litros, doze cilindros em "V', daí o nome do carro, OX99-11.No carro de rua, o motor foi alterado para gerar menos potência, aumentando a durabilidade, debitando 400 cv a 10.000 rpm.
A construção do chassis seguiu o mesmo princípio dos Fórmula 1 da época, até hoje muito semelhante: monocoque de fibra de carbono, com motor fixado diretamente a ele e sustentando a suspensão traseira.

Para cobrir essa estrutura com uma forma mais aerodinâmica, painéis de alumínio.


O primeiro protótipo não tinha pintura, e mais dois foram feitos, um vermelho e outro preto.

Robin Herd, um dos fundadores da outrora poderosa equipe March, foi contratado para supervisionar o projeto, e manter a diretriz de se fazer um carro de Fórmula 1 para a rua. Na apresentação a imprensa, o carro foi dirigido por Paul Frère, um renomado jornalista belga, falecido em 2008, que teve até mesmo uma vitória em Le Mans em sua carreira. Ele disse que o carro era muito bom, mas que precisava de melhorias para poder competir nesse super-exigente mercado. Lamentavelmente, após problemas de orçamento entre a Yamaha, a Ypsilon e a IAD, agravados por crise financeira no Japão, o projeto foi cancelado em 1994, com a promessa de retomar em cerca de um ano.

Nesse meio tempo, a McLaren lançou o F1, e as esperanças de lucrar um bom dinheiro de entusiastas capazes de comprar um carro tão extremo, foram minadas. Esse é o legítimo supercarro esquecido.

JJ

10 comentários:

  1. Eu lembro desse bichão, coisa do início dos anos 90.

    FB

    ResponderExcluir
  2. Saiu até em Poster da 4 Rodas.

    ResponderExcluir
  3. Esquecido nada!

    Nos lembramos!

    ResponderExcluir
  4. Jonas Torres28/06/09 18:20

    A Yamaha fabricando carros do dia a dia seria interessante atualmente.

    ResponderExcluir
  5. Difícil um carro como o OX99-11 ser esquecido por um autoentusiasta...

    As lembranças podem até ficar lá no fundo do baú, mas cair no esquecimento, jamais!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Me lembro deste carro por causa da revista Quatro Rodas, como o Joel Gayeskyi comentou a pouco. Só lembrando que a Ferrari F50 usava o mesmo conceito de construção do chassi, com o motor fazendo vezes de estrutura pra suspensão traseira, e sua dirigibilidade em estradas irregulares era considerada sofrível. Fora isso, belíssimo carro.

    ResponderExcluir
  8. Carlos Galto29/06/09 15:36

    Esse carro era sensacional, com o conceito estilístico mais belo que já vi!! Uma nave espacial terrestre!!

    ResponderExcluir
  9. Mister Fórmula Finesse29/06/09 16:10

    Eu sempre achei esse carro fabuloso, nessa versão vermelha então... uma verdadeira obra de arte muito mais graciosa que seus pares na década de 90 (Diablo por exemplo!).

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...