Google+

28 de julho de 2009

SLICK NA LAMA

A cada dia vemos mais carros com tração nas quatro rodas no trânsito das cidades asfaltadas. Quase sempre, são peixes fora d'água. Esses veículos nasceram e imploram por uma terra molhada, ou uma areia onde possam se divertir um pouco. Como tudo que é proveniente de produção em massa, procura-se atender ao uso mais frequente que o produto terá. Os pneus são um dos itens de mais fácil entendimento, quando falamos disso.
Veja nessa foto, o pneu totalmente inadequado ao barro, com os sulcos preenchidos, transformando-se em "slick", um pneu liso, como os melhores para andar em pista de corrida.
Um pneu desse tipo, aplicado a um carro com tração nas quatro rodas, pode colocar tudo a perder quando se torna necessário utilizar esse sistema, como em estradas de terra em dias de chuva, por exemplo.
Pense nisso quando for comprar pneus, avaliando o uso que será feito do veículo, tenha ele tração em apenas duas rodas ou mais.
Pneu é como sapato. Alguém já viu uma bailarina dançando de botas, ou um alpinista de sapato mocassim ?

JJ

9 comentários:

  1. Marcelo Augusto28/07/09 02:43

    Também não vejo utilidade em ter um SUV ou uma Weekend Adventure para rodar na cidade/estrada asfaltada, com pneus de uso misto, e o estepe externo!

    Até mesmo o termo utilitário esportivo é inadequado. É a mesma que usar um traje corrida-social, você não estará bem para nenhuma das duas atividades..

    ResponderExcluir
  2. Juvenal

    Há casos e casos: o desempenho do Goodyear Papaléguas 7.50-16 era excelente no meu Toyota Bandeirante em situações bem críticas. E nada mais era do que um pneuzinho vagabundo de Ford F4000, mais liso que a minha conta bancária.

    Há muitos anos atrás, no Jeep Clube São Bernardo me explicaram que para lama o melhor pneu é o se seção mais estreita, que "afunda" e vai procurar tração na parte mais firme do solo (daí o sucesso de pneus como o Maggion Militar, Pirelli Candango, Firestone AT, Fate Super Agarre "argentino", Michelin O/R XZL, nenhum deles mais largos do que os tradicionais 7.50-16).

    Pneus largos geralmente são abominados pelos jipeiros, por "flutuar" sobre a parte mole do terreno. São ótimos para rock crawling e terrenos arenosos, mas qualquer um deles com mais de 10 polegadas de largura já atrasa a vida em qualquer atoleiro.

    E sim, da mesma forma que um pneu largo de carro tem dificuldade em escoar água, os pneus largos off-road também tem dificuldade em limpar o barro e viram um biscoitão de lama.

    FB

    ResponderExcluir
  3. Rodrigo Laranjo28/07/09 13:30

    Nesse país onde o povo compra carro 1.0 de 4 portas e diz que é "esportivo", pneu slick em um 4x4 que nunca viu lama é o menor dos absurdos!

    Aqui o povo da favela (onde o asfalto é péssimo) rebaixa o carro e o povo dos bairros nobres (onde o asfalto é bom) anda de SUV.

    É o país da coerência!!!

    ResponderExcluir
  4. Marlos Dantas28/07/09 14:00

    O grande problema é o fato das pessoas acharem que pneu é algo sem importância, apenas uma “rosca de borracha” feita para sustentar o carro e se desgastar rodando por aí. Tem gente que não se importa com a medida dos pneus usados no carro, citando apenas o tamanho do aro em polegadas e ignorando a largura e altura (um pneu de cada medida), como vão se importar com a adequação do pneu pra cada piso?

    A escolha inadequada dos pneus, seja apenas por preço, aparência, marca ou apelo emocional, funciona como aquelas pessoas que vão à farmácia e escolhem o xampu não pelo o tipo de cabelo a qual se destina, mas pela fragrância empregada no produto...

    Será que essa turma não sabe da existência do WRC, onde as características do piso de cada prova dita qual pneu usar?

    ResponderExcluir
  5. Rodrigo Laranjo28/07/09 18:05

    Bem lembrado. O povo fala "meu carro tem um pneuzão aro 16". Largura??? Pra quê, a largura fica embaixo do carro, o vizinho não vê, logo não é importante.

    ResponderExcluir
  6. JJ,

    Bailarina de botas e alpinista de mocassim não tenho tanta certeza, mas é só olhar em volta na rua que é fácil de ver que em 95% dos casos em que se trocam as rodas originais os carros ficam iguais a velhas de mini-saia...[:-(

    []'s
    Jorge

    ResponderExcluir
  7. Em estrada de terra molhada, os pneus originais, do Fusca ( Pirelli5.60-15 eram até melhores que os lameiros.

    Bastava estarem com bons sulcos, o Fusca se encarregava do resto. Nas raras vezes que experimentávamos o desenho " lameiro", a única coisa que acontecia era ele segurar os parcos cavalos do motor em 99% das situações. Ou se emplastar com o barro.

    Desnecessários, os Lameiros em um Fusca.

    Estrada de terra enlameada é uma coisa, " trilha off Road", é outra.

    ResponderExcluir
  8. SUVS e picapes 4x4 na cidade são um contra-senso, um peso morto no veículo. E pelo tamanho, uma tranqueira.
    Aqui onde moro tem muita gente de Hilux e cia. atrapalhando o tránsito, muitas vezes com peneus enormes, quebra-matos... e limpinhas.

    ResponderExcluir
  9. Ponto nevrálgico do 4X4 de qualquer tipo: precisa andar fora de asfalto de vez em quando, em prol da educação automotiva do proprietário.
    Carro também foi feito para ensinar a dirigir das mais diversas formas.

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...