11 de setembro de 2010

AZTEK, COMO DEVERIA SER



O Marco Antônio Oliveira falou ontem sobre minha sugestão para diminuir um pouco a quantidade de papéis na biblioteca, problema sempre importante para quem adora juntar fontes de referência, como eu, ele e muitos autoentusiastas.

Nessa atividade, encontrei esse folheto, que aparece aqui escaneado, mostrando o conceito de um dos carros mais inacreditáveis jamais criados, e que não deu certo quando foi desenvolvido para produção, o Pontiac Aztek.

Uma pena não ter sido oferecido para venda exatamente como aparece aqui, com seu desenho conceitual de 1999.
Lançado como modelo 2001, foi produzido até 2005 e considerado um dos carros mais feios de todos os tempos, e também uma das piores criações do desenho industrial.

Como esse tipo de "eleição" é de pouca importância, pois considera a opinião de pessoas que não sabemos quem são, esses títulos não dizem nada. Além disso, eleições e votações podem ter resultados que fogem da realidade, como bem sabemos.

Pessoalmente, há coisa muito mais feia rodando por aí, inclusive no Brasil, em quantidades muito maiores do que as 108.344 unidades do Aztek vendidas em 7 anos. Sim, 5 de produção mas 7 de vendas, pois os últimos 25 foram vendidos apenas em 2007, por preços que devem ter sido maravilhosos pelo conteúdo que o carro possui.

Acredito que se o modelo fosse mais similar ao conceito mostrado aqui, seria uma história bem diferente para o modelo e para a finada Pontiac, como já foi bem explicado pelo Paulo Keller quando da descontinuação da marca.

Além de notável pelo seu estilo controverso, foi um dos primeiros crossovers, carros com tamanho de utilitário esportivo, mas voltados quase exclusivamente para uso em asfalto.

Como tudo que é estranho ou feio para alguns pode ser idolatrado por outros, existe um clube do carro. Caso alguém tenha interesse, poderá visitar o site do clube do Aztek.

Apreciem aquele que deveria ter sido.

JJ

23 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. JJ,
    Esse caso me lembra o Renault Avantime na europa...

    O conceito de trazer essa linguagem de design de produto para cardesign funciona bem em carros pequenos (interior dos Mini, Smarts, Aygos, etc), mas em SUVs, crossovers ou modelos maiores ainda nenhum funcionou bem.

    ResponderExcluir
  3. Seria o atual Actyon Sports (ssangyong), um remake? (Ou Plagio) :-)

    O desenho da frente é bem parecido!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Acho que o Agile consegue ser ainda mais feio.

    Abraço

    Lucas crf

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Interessante, mesmo caso do agile, tinha o belo conceito gpix mas o final foi essa coisa feia e desproporcional.

    ResponderExcluir
  10. André Dantas11/09/10 15:31

    A frente dele ficou parecida com a do Agile, mas acho que o Agile é ainda mais horroroso...

    ResponderExcluir
  11. Essa frente é desproporcional, a grade e conjunto ótico estão muito espalhados.
    Mas o conjunto é melhor que a versão de produção.

    ResponderExcluir
  12. Engraçado sempre gostei do Aztek, não sei por que, mas tinha algo de interessante nele.
    Talvez o estilo controverso, diferente de tudo que tinha no mercado me atraiu.
    É o mesmíssimo caso do Avantime, atualmente vejo muitos rodando e acho um carro muito interessante, é bonito e se destaca. E deve ser bem espaçoso também.

    ResponderExcluir
  13. Muita gente fala que o mercado brasileiro é irracional, mas o mercado norte americano é sem dúvida o mais irracional de todos.

    ResponderExcluir
  14. Não sei, mas as duas versões são horrorosas, entretanto, como o JJ expôs, o carro tinha muitas qualidades para compensar a falta de beleza, coisa que o nosso cagÁgile não tem.

    Até numa improvável disputa para comparar carros feios, o brasileiro sai prejudicado!

    Ganha na feiúra e perde no conteúdo!

    Viva a GM e sua miopia mercadológica crônica.

    ResponderExcluir
  15. Continuo achando ele feio...

    ResponderExcluir
  16. Continua feio. Feio como protótipo e feio na versão final.

    ResponderExcluir
  17. O problema do Aztec é que ele não se tornou um Aztec.

    ResponderExcluir
  18. Nossa, olha aí o pai do Agile!

    Brincadeiras a parte, o Agile é quase uma versão encolhida disso aí, pelo que vi...

    ResponderExcluir
  19. Designers criam carros fantásticos, Engenheiros o reduzem à realidade, e a fabrica vende o bagaço.

    ResponderExcluir
  20. Eu vi esse carro "ao vivo"e ele é feio com força!!!

    ResponderExcluir
  21. me lembrou o ssangyong actyon fortemente...

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...