15 de abril de 2011

A MALDIÇÃO DO AUTOMÓVEL DE PASSEIO

foto:copa2014.org.br


As dificuldades que enfrentamos todos os dias, a todos os instantes em que nos deslocamos com nossos carros, são algo de profundidade filosófica.

Não é possível que o cidadão que possui ou apenas utiliza um carro deva ter tantas dificuldades. Não há motivo para tanta maldade.

Deve ser uma maldição que provém do termo "automóvel de passeio". Algo tão absurdo como chamar um participante do Big Brother de "herói".

Sabe-se lá quem foi o portador da mente fraca que inventou esse nome. Quem vai de carro para o trabalho em um carro está passeando? Onde já se viu tamanha estupidez em chamar um carro de "passeio" ?

Todos os custos e chateações de se possuir e andar de carro aumentam com o passar do tempo.

No passado recente, podia-se trafegar bastante dentro de uma cidade como São Paulo em um período pequeno. Hoje, andamos muito pouco em muito tempo.

Quando se chega ao destino, surge o problema de estacionar. Salvo ruas residenciais longe de corredores principais, parar o carro é um problema real.

Se tentarmos estacionar na rua, corre-se vários riscos. 

Carro danificado por vandalismo, por batidas de outros veículos, por galhos e árvores que podem cair em caso de vento ou chuva, furto de estepe ou até mesmo do carro.

Para evitar os furtos, algumas pessoas com problema nas ideias, aceitam dar dinheiro para os flanelinhas, apelido dessa atividade de "tomar conta" de carros.

Não me estenderei nos comentários sobre esse ato insano de dar dinheiro para uma pessoa desconhecida e que cobra por um serviço não regulamentar, que na maioria das vezes, nem é cumprido.

Mas temos que saber que existem pessoas a favor de regulamentar o flanelismo como profissão.

Desses não cidadãos, tenho profunda pena. Precisam entender o que significa cidadania, bem público, patriotismo, direito, dever e outras definições conhecidas e praticadas por gente de verdade.

O flanelinha está na mesma categoria do cambista, aquele ser que tenta vender um ingresso ou entrada de algum evento por preço maior do que o normal. Ou seja, um aproveitador sem vergonha alguma. Um explorador. Um espírito ruim.

Sobre a circulação dos veículos, nem se fala. A situação beira a ante-sala do inferno. Máquinas fotográficas às centenas, pegando carros acima da velocidade permitida. Velocidades essas, que estão diminuindo aqui em São Paulo. Todo mês é mais alguma avenida ou avenidas que têm o limite diminuído, sob o falso pretexto de aumentar a segurança. Balela.

O objetivo é um só: arrecadar mais. As multas são parte do orçamento da cidade, e as multas provenientes de câmeras tem parte do seu valor pago às empresas que são donas e operam as câmeras.

Por incrível que pareça, essas empresas tem até uma entidade, com um nome pomposo de "Associação Brasileira de Monitoramento e Controle Eletrônico de Trânsito ".

Imaginem se eles não visam lucro.... afinal, são empresas, dentro de um sistema capitalista. Logo, para sobreviver precisam de dinheiro. E dinheiro, como todos sabem, nunca é demais.

Soube, de ouvir falar, que apenas uma dessas empresas lucra mais de um milhão de reais por mês em São Paulo, só com a porcentagem do valor das multas. Vejam bem, isso é lucro, não faturamento. E são mais de vinte empresas associadas.

Que conclusão "difícil" a minha, descobrir que as multas estão aí para dar lucro a uma porção de pessoas!

E ainda há gente que defende esses aparelhos sem restrições.

Meu ponto de vista é o seguinte: é necessário ensinar as pessoas a dirigir, coisa que não se faz.

Se o cidadão compra um carro, tem que ser capaz de arcar com os custos de operação.

Se o prefeito, o governador ou o presidente querem multar quem não paga suas obrigações, seus impostos, seu licenciamento, correto. Estou de acordo. Quem tem carro sabe antes de comprar que vai ter que pagar. E tem que pagar.

Mas limitar velocidades de forma burra, e travar o trânsito da cidade, aí não. Isso é totalmente errado e estúpido.

Está tudo errado mesmo, e como sempre diz o Bob Sharp, só mesmo apagando tudo e reformatando a cabeça das pessoas.

Consertar parece não dar mais jeito.

JJ

59 comentários:

  1. Pegou na veia, Juvenal!

    ResponderExcluir
  2. excesso de carros? será?

    ResponderExcluir
  3. Daniel San15/04/11 16:52

    Na nossa sociedade,há falsa idéia de que o possuidor de um automóvel é um privilegiado,e,portanto,tem de ser tosquiado até o couro. Quanto aos flanelinhas,nem é bom falar desses seres. Eu ponho meu carro no estacionamento mais caro,mas não dou meu dinheiro a essas criaturas. Infelizmente,vejo como é verdadeira a crônica de Paulo Mendes Campos,"Automóvel:Sociedade Anônima". E olha que ele não conheceu a indústria de multas que tomou conta do país.

    ResponderExcluir
  4. outro dia tomei uma pulsta multa de 100kmh numa área de 60kmh.

    ok, estava sinalizado pra 60kmh, mas era uma reta, que não tinha civilização num raio de 300m² sem nenhum carro por perto movimento muito baixo, só mato ao redor, porque diabos 60kmh?

    e mais, porque daibos tinha um PM escondido no meio do mato com um radar móvel na mão? e nenhuma fiscalização uns 3km a frente logo antes de um ponto o qual rolava a folia com várias pessoas, muitas delas embriagadas circulando pela rodovia? (era carnaval, segunda feira de carnaval.) porque o radar estava regulado pra pegar os carros a mais de 150m~200m antes? (freei forte assim que vi o carro da polícia escondido na lateral da pista, reduzindo bem a velocidade pra abaixo do limite, justamente pois pensei que teria algum perigo na pista, ou acidente.)

    agora digo uma coisa, essa multa vai mudar em algo na minha cabeça? NÃO! apenas vai criar raiva desses cabeças de vento, porque e
    simplesmente porque fui multado em um local totalmente seguro (a rodovia a qual eu circulava tem dois pontos críticos, duas curvas perigosas com índices de acidente e velocidade limitada a 60kmh, se eu tivesse sido multado perto da curva, eu entenderia perfeitamente).
    O jeito agora é pagar a multa e cumprir o castigo caso seja necessário, tenho, afinal minhas obrigações, e as cumpro, ao contrário das autoridades de trânsito aqui da ilha de vera cruz.

    ResponderExcluir
  5. Profª Maria Nilza15/04/11 17:38

    Parabéns pela crítica, voce tem razão, São Paulo está o caos, mas aqui na Baixada Santista, que é bem menor que Sampa o transito também está infernal, já estamos pensando em rodízio...
    Flanelinha, ah! os flanelinhas, mas tem gente que deixa até a chave do carro com o referido, pode uma coisa desta?
    A idustria da multa é o fim, voce tem toda razão e é preocupante com o futuro do nosso trânsito.
    Ah! que saudades das curvas da estrada de Santos, sem caminhões tombando rsrsrsr.
    Até logo!!!

    ResponderExcluir
  6. Quem dá dinheiro pra flanelinha agora tem problemas mentais... só faltava essa. Eu prefiro pagar 2 reais a ter o carro arrombado, arranhado, painel destruido, etc. Fico menos revoltado 2 reais mais pobre do que em alguma das situações acima. Só não dou nada quando o flanelinha aparece no final. Outro dia um desses ficou no meio da rua pra pedir o trocadinho dele, coitado... Fora isso, concordo com tudo.

    ResponderExcluir
  7. Não sei porque amigos Entusiastas.. mas ao ler este texto, logo me veio a memória, aquela declaração polêmica aos olhos da crítica jornalista brasileira feita por Luiz Carlos Prates. No que se refere ao automóvel, um bem material acessível a todos aqueles que possuem condições econômicas para fazer uso deste, independente do seu grau de conhecimento e relacionamento social, intelecutal e econômico. Claro, aqui o assunto é diferente, ( Quando tocamos o assunto das autoridades que estão no comando, tendo fazer a ordem ao caos do trânsito brasileiro ) mas parce que no fim das contas, as idéias se encontram na afirmativa de que '' é necessário ensinar as pessoas a dirigir, coisa que não se faz...''. Afinal, para dirigir, é preciso ter um nível intelectual aceitável e em constante evolução, para um aprendizado eficaz, que trará retorno positivo a vida social e coletiva no trânsito atual.

    Desculpem caso tenha exercido uma filosofia um tanto quanto confusa..

    Henrique

    ResponderExcluir
  8. Não é mais fácil se mudar de São Paulo? A vida aí parece tão infernal que não vejo um motivo sequer para morar nessa cidade. Tudo é problema, tudo é aborrecimento, tudo é demorado, longe e sufocante. Tudo. Fiquei aí por duas semanas e não aguentava mais. E olha que fui visitar amigos... se tivesse que trabalhar todo dia, correria risco de perder a lucidez. Parabéns aos moradores da Capital, porque vocês conseguem viver diariamente o que pra mim é a morte.

    ResponderExcluir
  9. Já há alguns anos, no tradicional Domingo Aéreo no Campo de Marte, flanelinhas lucram uma dezena de reais por carro, e com pagamento adiantado "pra ficar seguro durante todo o dia".
    No final da tarde, o Sol se pondo, e cadê os flanelinhas?

    ResponderExcluir
  10. Na boa....que saco!

    Vcs acham q TODAS as cidades do país são iguais a SP?

    Pelo amor de Deus.

    Façam um Blog somente p/ paulistanos e vão chorar suas lamúrias juntos!

    Aki em Goiânia existem mais carros por habitante doq SP e o trânsito é infinitamente melhor.

    Já ta ficando chato essa choradeira de vcs a cada 2 posts.

    Votem melhor ou aceitem viver nisso aí q vcs chamam de cidade.

    Ninguém aguenta mais esse chororô paulista, tenham dó.

    ResponderExcluir
  11. Pisca,

    Isso é pra você ver que nós, paulistanos, estamos todos amalucados com tanta besteira que vemos ao sair com o carro de casa.
    Tá difícil mesmo, cara.
    É um modo de protestar e uma esperança de mudar. Alguém deve defender os motorizados paulistanos.
    Não sei mesmo se devemos parar com isso. Sei que ler talvez chateie. Vou conversar com os outros a respeito. Mas, por enquanto, lhe resta a opção de pular e não ler. Mas valeu sua franca opinião.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  12. Juvenal,

    carro de passeio vem de longa data.
    Um Chevrolet cupê 51, janelas baixadas, ruas desertas pela tarde fresca, vento circulando livre, terceira marcha engatada na alavanca da coluna de direção, banco inteiriço na frente com a gata colada do nosso lado, perna com perna, e o radio tocando Sinatra.
    Se isso não é passeio, o que é?

    ResponderExcluir
  13. E não é só aí em São Paulo Juvenal, pois aqui na região de São Carlos, temos os mesmos problemas para estacionar no centro em das comerciais (centro de São Carlos, Descalvado e Araraquara) principalmente! Sobre vandalismo e roubo, a situação por aqui é mais branda, porém um problema que vocês devem ter mas não em tanta intensidade: Lombadas! Cada rua nova que é criada, uma lombada a cada 500 metros (ou até menos, acredite!) nos bairros, e em ruas que ganham recapeamento, é a mesma história.... Aumentando assim consumo de combustível, desgaste de freios e embreagem e FODENDO com a arte e a diversão de dirigir. São bem o que o Bob Sharp diz: DE-JE-TOS! E PARA MIN, RESTA DIGERIR, QUANDO PODIA APENAS DIRIGIR.

    Renan Veronezzi

    ResponderExcluir
  14. Ao Pisca e quem mais interessar possa, aqui na minha cidade (pequena do interior de SP) o trânsito também é uma verdadeira bosta (mesmo que tenha problemas de natureza diferente da cidade de São Paulo).

    Quanto ao problema dos flanelinhas em particular, aqui ele existe também, sendo um problema social que afeta praticamente todo o Brasil. Em Goiânia não há por que ser muito diferente.

    ResponderExcluir
  15. Arthur Jacon15/04/11 19:56

    O trânsito de Goiânia é horrível, confuso, praticamente não há sinalização vertical e viadutos. Os sinaleiros não são sincronizados. Não há metrô e os ônibus entopem as ruas e avenidas. O número de carros por habitante é californiano. Mas, de fato, por incrível que pareça, o trânsito de São Paulo consegue ser infinitamente pior. Estranho...

    ResponderExcluir
  16. A ordem no Brasil todo parece ser azucrinar ao máximo a vida de quem tem prazer em dirigir. Arrocho total, quanto mais aporrinhação, melhor. Se, de quebra, puder faturar algum, equação perfeita, fechou!

    Essa dos flanelinhas é de lascar... Já chega o turbilhão de impostos que se paga, mais seguro e, ainda por cima, praticamente perdemos a liberdade de estacionar sem que apareça um espertalhão para morder um por fora?!

    Quanto a escrever sobre as mazelas do nosso trânsito, por mim podem continuar à vontade. Alguma coisa tem que ser feita, abrir os olhos da "plebe ignara" para ver se algo melhora. Do jeito que as coisas vão, não dá!

    ResponderExcluir
  17. Johnconnor15/04/11 20:10

    Flanelinha é uma pessoa que nos extorque usando nosso carro como refém.Afinal a gente só da dinheiro por medo de que aconteça algo com o carro.Se isso não for extorsão então não sei o que é...

    ResponderExcluir
  18. AK

    Não keria ofender vcs...até pq tenho dezenas de amigos em SP, tendo inclusive um irmão residindo aí atualmente.

    Oq eu não aguento mais é vcs reclamarem das mesmas coisas sempre.

    Poxa cara, aki em Goiânia os prefeitos fazem de td p/ trânsito ser melhor, sabe pq?

    Pq eles sabem q se fizerem merda no trãnsito não serão reeleitos!

    Simples assim meu caro!

    ResponderExcluir
  19. Arhtur

    Exatamente no dia de hj chegamos a incrível marca de 1 milhão de veículos.

    Numa cidade q tem 1,3 milhão de habitantes....a maior média carro/habitante do país.

    E aki o trânsito flui, por incrível q pareça!

    Lembrando q destes 1 milhão, 250 mil são camionetes ou SUVs. Oq teoricamente tornaria o trânsito ainda + caótico devido ao espaço q ocupam.

    E msm assim o trânsito flui...

    Ker um exemplo?

    Qnd morei em SP eu gastava 1:30 hora num trajeto de 12Km.

    Aki em Gyn eu gasto entre 30 a 45 minutos p/ percorrer a msm distância de 12 Km entre Casa/Trabalho.

    Isso numa cidade q tem + carros/habitantes doq SP.

    Vc não acha q tem algo MUITO estranho acontacendo em SP?

    PS: SP tem a maior frota de motos do Brasil.....vcs sabiam q Goiânia tem a SEGUNDA MAIOR frota?

    ResponderExcluir
  20. Uniblab

    Sabe como eu trato flanelinhas aki?

    Eu ameaço....simples assim.

    Digo q não precisa olhar...e se acontecer algo eu vou dar um tiro na cara dele.

    Coisas de interior onde td mundo anda armado....

    ResponderExcluir
  21. No interior todo mundo anda armando? Desde quando? Vou começar a reparar melhor, pois que eu saiba, ainda não estamos em uma guerra civil.

    Renan Veronezzi

    ResponderExcluir
  22. Quanto às diferenças entre São Paulo e Goiânia vou arricar 3 palpites:
    - São Paulo é um entroncamento de rodovias muito maior, muitos caminhões e carros precisam passar por Sampa.
    - São Paulo é mais verticalizada, concentrando muita gente num espaço menor de asfalto.
    - São Paulo não investe em melhorias viárias na velocidade que estas deveriam ser realizadas, a CET só phode o trânsito, o excesso de radares só faz aumentar a lerdeza do fluxo.

    ResponderExcluir
  23. Outro Paulistano Cansado de Tudo Isso15/04/11 21:00

    Sim, mudar resolveria grande parte dos problemas. Mas se vc quiser trabalhar em fabricantes de automóveis, é aqui ou Betim. Bancos ou corretoras, tem umas 2 no RJ e o resto aqui. Publicidade idem.

    Negócios, carreiras, dinheiro. E problemas e preços absurdos. Aqui, em NY, Londres, Tokyo e outras tantas.

    Escolhas pessoais, claro. Era bem melhor quando o RJ tinha Bolsa de Valores e empregos ótimos no mercado financeiro...

    Um país com oportunidades melhor distribuídas seria ótimo. E caminhamos pra isso, mas demora.

    A coisa aqui esté beirando o insuportável. Em dia de show do U2, então, é ridículo...

    ResponderExcluir
  24. Nos anos 60 e 70 os carros eram a salvação do mundo. Hoje são chamados de vilões.
    Sabem o que eu acho? Nenhuma coisa, nem outra. Ele é essencial mas é preciso saber usá-lo. O problema é que os governos dificultam ao máximo seu uso.

    Os governos...

    Hoje descobir, na internet, um Deputado que abre mão de alguns benefícios. Está aqui:
    http://noticias.uol.com.br/politica/2011/04/15/deputado-do-pdt-que-rejeitou-beneficios-cria-inimigos-na-camara.jhtm
    Também descobri outros que recebem auxílio-moradia, mesmo morando em casa própria.Está aqui: http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/deputados+ganham+auxiliomoradia+mesmo+tendo+imovel+em+sao+paulo/n1300074811108.html

    Desculpem meu desbafo, mas a gente precisa fazer alguma coisa. São esses caras que danam a nossa vida.

    João Paulo

    ResponderExcluir
  25. Mas o que é que esse pessoal de Goiânia que tem coisas contra esses posts pensa?
    Dá até impressão que todos os políticos de Goiânia são eleitos pelo povo.

    ResponderExcluir
  26. Velho, mas limpinho15/04/11 21:34

    Eu adoraria parar de ler este tipo de post, mas pelo motivo certo, que seria não haver mais motivos para reclamar da "coisa pública" que é privada ou privatizada.

    A minha parte eu faço, não voto em nenhum FDP, mas e os outros 11 milhões de paulistanos?

    ResponderExcluir
  27. Por causa dos combustíveis, o pessoal de Natal se mobilizou e começou a ferrar com os postos de combustíveis, colocando cinquenta centavos a um real em gasolina, causando transtornos e espantando o movimento dos postos... aqui em Porto Alegre os azuizinhos da EPTC já são bem adeptos a desespeitar as leis de trânsito, mas sabe de uma coisa? O povo tinha que dar um jeito de lesar o poder público em forma de protesto, mas de forma organizada para que as autoridades nos respeitem e saibam que a população está de saco cheio das mesmascoisas de sempre.
    Ah, mais um feriado chega, "tudo belezinha" e assim a vida segue.

    ResponderExcluir
  28. É isso ai e digo mais: Chega de carro de passeio !!! Queremos só esportivos e super esportivos !!! Já temos muitos carros de passeio atolando as ruas !!! Queremos somente V6 com mais de 300cv para cima !!!

    hehehe

    ResponderExcluir
  29. Pra os que acham chato os postadores reclamarem muito do trânsito de são paulo, saibam que um dia esses problemas também baterão na sua porta...
    Engarrafamentos enormes? Achei que era só coisa de são paulo... Depois passei a ver em salvador... Acabou por chegar a aracaju... E chegou até a Itabuna, cidade com 220 mil habitantes onde nasci.
    Radares aos montes? Tinha visto em sampa, curitiba, floripa... Depois chegou em salvador, um, dois, dez, cem.... Aracaju tinha alguns, agora tem uns 4 em cada avenida... Em itabuna, fizeram pior: colocaram um radar de 40 (sim, QUARENTA), numa rodovia. Pra que? Acho que todo mundo sabe pra que... Só serve pra atrapalhar o trânsito na região, pois ao invés do tráfego fluir bem a 80, 100, tem de baixar pra 40 formando uma fila enorme de carros.

    Então, o problema de hoje de sampa é o seu problema de amanhã... INFELIZMENTE.

    ResponderExcluir
  30. Moro no Rio de Janeiro e, se não é o mesmo inferno, está bem próximo disso. Daqui a pouco eu desisto de ter carro de vez, porque é muita dificuldade junta, sendo que o problema maior mesmo é o olho gordo dos ladrões, sejam eles os profissionais (Estado) ou os amadores, que levam seu carro no sinal.

    ResponderExcluir
  31. É uma verdadeira máfia essa fiscalização eletrônica!! Agora em Cabo Frio já tem mais um desses radares...

    ResponderExcluir
  32. Muito bem, JJ !
    Também estou cansado dessa história de autoridades e estudiosos crucificarem os automóveis e não fazerem nada pela fluidez do tráfego e pela ampliação do transporte público.

    Quando fico uns dias em Sampa somente consigo andar bem se for feriado prolongado. Fora isso, é amolação. Mês passado fui durante a semana e, quando não tinha congestionamento, tinha radar com velocidade ridícula.

    ResponderExcluir
  33. Renan

    Aki em Gyn é normal andar armado.

    E não tem nada de guerra civil não, é pq nós somos brutos e xucros msm. Vc é mto educado e civilizado p/ entender, porisso usou este rótulo.

    É porisso q aki não temos PCC tbm...bandido não se cria na minha terra.

    ResponderExcluir
  34. Falar o que? C tá mais q certo!

    ResponderExcluir
  35. Marcelo Augusto16/04/11 14:30

    É a conversa mais mole do mundo dizer que São paulo vai para porque mais carros chegam às ruas todos os dias.

    São Paulo capital cresce pouco mais de 1% em novos veículos de fato, o resto é troca. Ou seja, carros entrando na rua por quem nunca os teve, é pouco mais de 1%. Merreca.

    O Habib até comentou isso na apresentação da JAC.

    ResponderExcluir
  36. E para onde vão os carros usados?

    ResponderExcluir
  37. Caio Cavalcante16/04/11 15:12

    Segundo o site do IBGE, São Paulo tem uma relação de 656,10 veículos por km² enquanto o Rio de Janeiro tem 1379,75 carros por km². Ainda é importante dizer que São Paulo conta com um número maior de vias expressas e rodovias que o Rio, onde vários corredores viários possuem avenidas de no máximo 3 pistas. Para mim é claro o quanto prefeitura e governo do estado de SP atrapalham a vida dos paulistas, pois tudo indica que o Rio deveria ter um trânsito muito pior.

    ResponderExcluir
  38. Caio Cavalcante16/04/11 15:14

    Corrigindo: na estatística não estão contados apenas carros, mas caminhões e ônibus também.

    ResponderExcluir
  39. Para quem comparou SP e Goiânia, a diferença hiper ultra básica: SP simplesmente aconteceu, enquanto Goiânia foi planejada do zero. GYN teria que ser muito mal planejada pra ter trânsito pior que SP!

    Eu me mudaria tranquilamente de SP para qualquer capital do NE ou CO, com um sorriso no rosto, DESDE QUE me pagassem o mesmo que eu ganho aqui. Tenho dezenas de amigos na mesma situação: de acordo com o gosto do freguês, podem achar prostituição laboral de quem fica aqui ou miserê salarial de quem vai embora...

    Por fim, temos o Kassab, assim como em Goiás existe o Demóstenes... Votar mal não é uma exclusividade dos paulistanos!

    ResponderExcluir
  40. Quanta besteira...

    ResponderExcluir
  41. Ainda sonho com o dia em que teremos total prazer em dirigir. Utopia?

    E tem mais é que expressar as revoltas nos posts, pois todos sabemos o quanto isso está nos desgastando.

    ResponderExcluir
  42. Porque Goiânia é chamada de GYN?

    Quanto à maldição dos carros, o governo incentiva seu uso (incentiva??) porque significa dinheiro em caixa: mais impostos, mais multas, dá um ar de status e riqueza em relação às cidades vizinhas. Se investisse seriamente em transporte coletivo, não teria tanto $$ no cofre.

    João Paulo

    ResponderExcluir
  43. E ainda há incautos que dizem: "se existe industria da multa, é porque existe matéria prima". Quanta inocencia!

    ResponderExcluir
  44. Ze da Silva16/04/11 21:38

    Pisca
    "bandido não se cria na minha terra"
    o Delúbio ( aquele do mensalão )
    é o que ? um anjo goiâno ?

    ResponderExcluir
  45. Ze da Silva16/04/11 21:39

    Pisca
    "bandido não se cria na minha terra"
    o Delúbio ( aquele do mensalão )
    é o que ? um anjo goiâno ?

    ResponderExcluir
  46. Ze da Silva

    É pq akele puto ainda não atravessou meu caminho.

    Aki agente resolve as coisas na base da ignorância msm.

    ResponderExcluir
  47. João Paulo

    Nos Foruns da vida as cidades recebem os nomes advindos dos aeroportos.

    Sendo assim, Goiânia = Gyn
    Brasília = BSB
    Salvador = SSA

    e etc....

    ResponderExcluir
  48. É meus caros, isso tá ficando feio mesmo !!!

    A pouco tempo pude comprovar que o tráfego paulista já está virando "produto de exportação". Na minha cidade natal (Arapongas/PR) em certos trechos chega a ter quase 1 km de filas devido ao alto numero de carros que começam a "inchar" a malha viária da cidade, perdendo apenas para as motor e bicicletas (como a cidade é plana o uso da bicicleta é muito comum)

    Quanto aos radares, ai é uma putaria e das brabas, na "caruda" mesmo !!! No caso da minha cidade natal isso ainda não existe, mas se pensar pelo lado arrecadador ai seria a favor, pois ai sim teria dinheiro suficiente pata recuperar grande parte da malha viária da cidade. Ainda há trechos que ainda tem o asfalto antigo e nunca houve uma manutenção decente, e mesmo assim os "pé de chumbo" passam voando nesse trecho (uma reta de uns 800m +/- seguido de uma curva bem aberta)

    Abs
    Kiko Molinari - http://carrosrarosbr.blogspot.com

    ResponderExcluir
  49. Fernando,
    dois reais para um flanela ? onde ?
    Você já ouviu falar do que esses caras querem em áreas próximas a shows aqui em São Paulo ? Já ouvi falar em 100 reais ( CEM ).
    Você acha que alguém que dá um dinheiro desses é normal ?

    ResponderExcluir
  50. Guilherme,
    se ouvesse outra cidade com tudo que São Paulo oferece, eu me mudaria.
    Por enquanto, não apareceu.

    ResponderExcluir
  51. Pisca,
    eu escrevo com base no que vivencio, onde moro.
    Você pode fazer um blog sobre Goiânia, que irei ler de vez em quando.
    Nao é chororõ, é realidade, e lembre-se: o inferno paulistano de hoje é o inferno do Brasil amanhã.

    ResponderExcluir
  52. Arnaldo Keller,
    eu uso meu carro a trabalho, de segunda até sexta-feira. Ele só é de passeio no final de semana, e olhe lá.
    O termo está errado, eu afirmo.

    ResponderExcluir
  53. Velho, mas limpinho.
    Camarada, se ligue: não há político nem partido decente que mereça o voto de gente esclarecida. Não é um ou outro que resolve, é protesto da população, que pode ser feito de várias formas. A minha é escrever aqui.

    ResponderExcluir
  54. Será pq São Paulo é a maior cidade da América do Sul e uma das maiores do mundo???

    ResponderExcluir
  55. Carro de passeio significa que não é carro oficial ou de trabalho: ambulância, viatura da polícia, caminhão, carro dos bombeiros, guincho e etc.

    ResponderExcluir
  56. PeTista-LuLista24/04/11 03:29

    É tudo culpa do PSDB!!!!

    ResponderExcluir
  57. Só li hoje este post...

    JJ, vc está certo, temos que nos manifestar sobre estes caos...

    Mas tá um pé no saco, todo post aqui vira discussão política... O pessoal de fora fala um monte pros paulistanos, mas eles se esquecem que o PT já esteve por aqui tb, com Marta, com Erundina entre outras "maravilhas"!

    AK, pô manda um post daqueles pra entusiasmar geral e quebrar esta sequência chata no AE.

    Abs

    ResponderExcluir
  58. GOIÂNIA X SÃO PAULO

    NÃO DÁ PARA COMPARAR UMA DAS MAIORES METRÓPOLES DO MUNDO, FLUXO DE UM ESTADO, ENTRONCAMENTO DE LIGAÇÃO DA REGIÃO SUL, SUDESTE, NORTE, NORDESTE E CENTRO OESTE, VIA PARA O MAIOR PORTO DA AMERICA LATINA, MAIOR CENTRO INDUSTRIAL, COMERCIAL E DE SERVIÇOS DO PAÍS COM UMA CIDADEzinha NOS CAFUNDÓS QUE NÃO LIGA NADA A LUGAR NENHUM.

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...