Google+

21 de maio de 2011

JETTA COMFORTLINE MANUAL

Fotos: VW

Depois de andar no novo Jetta por ocasião do seu lançamento no final de março e falar a respeito no AE em 3 de abril, faltava andar mais com a versão "de entrada", a Comfortline de câmbio manual de cinco marchas, o que ocorreu nos últimos dias. 

O que eu disse então sobre o motor 2-litros de apenas 120 cv não poder fazer milagre quando tem que movimentar um carro de 1.311 kg permanece – mas nem por isso o Jetta menos potente decepciona, pelo contrário. Com o câmbio manual o motor fica bem mais acordado, mostra qualidades que até surpreendem e proporciona o prazer de dirigir que caracteriza os carros da marca nos últimos anos.

Parece ter mais potência que os 120 cv a 5.000 rpm e mais torque que os 18,4 mkgf a 4.000 rpm. Responde ao acelerarador em qualquer rotação e ponteiro do conta-giros (no lado esquerdo) sempre sobe rápido.

Não é nenhum expoente em desempenho mas também não é lento, como mostram os números divulgados pela fábrica: 0 a 100 km/h em 10 segundos e velocidade máxima de 202 km/h, isso abastecido com etanol. É desempenho para ninguém ficar envergonhado ou se sentir inferiorizado. Nada disso.

É a certeza de estar num automóvel de linhas elegantes e atuais, com espaço interno para atender com dignidade as necessidades de cinco adultos - com cinto de três pontos e apoio de cabeça para todo mundo -  e, sobretudo, ótimo de dirigir. O comando de câmbio é referência pela precisão, leveza e curso curto de engate, conjugado com uma quinta marcha de 38,4 km/h por 1.000 rpm, que resulta em 3.125 rpm a 120 km/h e, mesmo assim, permite atingir velocidade final nessa marcha. - a rotação de potência máxima  é até ultrapassada em 200 rpm. Perfeito. O corte de rotação é a 6.000 rpm.

Interior espaçoso, visão desobstruída

A carga do pedal de embreagem é bem baixa, a ponto de não cansar no tráfego anda e para. E mantendo a tradição da marca, o pedal do acelerador tem batente definido, metálico, seco, indicação inequívoca de fim de curso.

A rodagem, como dito no post anterior, é agradável, mostrando acerto - mais uma vez - da Volkswagen na calibração de suspensão. Nem macio, nem duro demais. A direção tem resposta perfeita e curvas são feitas rapidamente e com atitude correta, como subesterço mínimo. 

O fato de ter eixo de torção atrás e não a suspensão multibraço da versão superior Highline, na prática nada atrapalha. A medida de pneus básica é 205/55-16, uma escolha acertada. O motor de partida é interbloqueaado com o pedal de embreagem, boa medida de segurança.

Suas dimensões são para lá de adequadas: comprimento de 4.644 milímetros, entre-eixos de 2.651 milímetros, largura de 1.778 milímetros excluindo espelhos (percebe-se a boa largura dentro do carro) e altura de 1.473 milímetros.

Quem estiver procurando um verdadeiro sedã alemão (embora de produção é mexicana) com porta-malas de 510 litros VDA, que faça parte do "Clube dos 200" (velocidade acima de 200 km/h) e que custe apenas 65.755 reais, está com 9/10 da escolha feita.

Principalmente quando vem recheado de sére com freio a disco nas quatro rodas com ABS, rodas de alumínio, controle de tração, bloqueio do diferencial pelo freio, bolsas infláveis frontais e laterais, sensor de estacionamento traseiro,  faróis com refletores duplos, faróis de neblina, volante de 370 milimetros de diâmetro revestido em couro e rádio/toca-CD RCD 310 com leitor de MP3, Bluetooth e entradas auxiliar e USB no porta-luvas, que possui fechedura a chave.

Quem se dispuser a gastar mais, pode pedir o Comfortline com retrovisor interno fotocrômico, sensor de chuva, ar-condicionado digital, volante de direção multifuncional, controle automático de velocidade, rodas de liga leve de 17 pol (pneus 225/45-17), bancos de couro, teto solar elétrico e um excelente rádio RCD 510 com tela sensível ao toque.

Alguma dúvida de que gostei muito do Jetta Comfortline manual?
BS


68 comentários:

  1. Pareces ter gostado mesmo do Jetta Comfortline manual.
    Como ele se compararia com o Golf 2.0 nacional em relação ao conforto?

    ResponderExcluir
  2. O Jetta me parece ser um carrão, mas o que eu queria mesmo é este motor 2.0 na Saveiro ou no Fox...

    ResponderExcluir
  3. De novo a VW mostrando que sabe fazer carro. O problema é que a concorrência também não tá pra brincadeira e tem produtos mais fáceis de fazer propaganda (câmbio CVT, mais air bags, 150 cv de potência máxima).
    Prazer ao dirigir, infelizmente, não entra nos comerciais.

    ResponderExcluir
  4. Faltou o controle de estabilidade, pena que as "firulas" pesaram mais do que a segurança.

    ResponderExcluir
  5. Sandoval Quaresma21/05/11 11:13

    fiz um test-drive nessa mesma versão, manual.
    arrisco dizer que é mais lesto que o vectra também manual, com seus "superfaturados" 133/140cv. No VW 2.0 a resposta à pisada no acelerador é imediata e decidida, no GM, afundando o pé o empuxo demora mais a vir, parece um motor bem mais amarrado.

    ResponderExcluir
  6. jackie chan21/05/11 11:24

    Para nós tupiniquins é uma maravilha, mas a imprensa internacional não poupou críticas ao Jetta "americanizado". Muitos duvidam que ele dê combate aos principais do segmento no mercado norte-americano, especialmente os coreanos, que assim como o Jetta, têm no preço o apelo maior.

    ResponderExcluir
  7. Bob;

    Gostei da avaliação!


    A VW tem a habilidade de fazer uns veiculos agradáveis de se dirigir!

    Outro dia dirigi um bem conservado Santana 2,0L (acho que 2002). Longe de ser um carro bonito, o Santana é agradabilissimo de se dirigir e que parece ter mais que os 114cv declarados no manual do proprie†eario. Melhor que o Vectra 2,2L e 8 valvulas de mesmo ano de fabricação!

    Um abraço

    ResponderExcluir
  8. Falou um ponto que sempre coloco nas discussões sobre suspensão traseira: "O fato de ter eixo de torção atrás e não a suspensão multibraço na prática nada atrapalha".

    O pessoal colocou na cabeça que o eixo de torção é muito inferior à multibraço e não percebem que na tocada diária, que todos nós fazemos, o desempenho é o mesmo.

    ResponderExcluir
  9. O maior pecado da VW foi não ter lançado esse Jetta, digamos, "básico" com o antigo motor 2,5 - como, aliás, eles acabaram de fazer na Argentina.
    Diz o gerente de minha concessionária que a VW optou pelo 2,0 devido à menor carga tributária. De fato, carros com motores acima de dois litros pagam mais IPI. Mas não creio que esse fator, sozinho, tiraria a competitividade do novo Jetta.
    A meu ver, o verdadeiro motivo é outro: esse motor só foi usado porque a versão flex já estava pronta, debaixo do capô do Bora.

    ResponderExcluir
  10. Uma vez vi um desses a noite, e o aspecto dos faróis faz ele pareçer um carro do mal rsrs. Carrão mesmo, mas como disseram aí em cima, a concorrência não está de brincadeira mesmo. O Fluence é um carro à se pensar, mas não é um Sedã Alemão, e isso fala por si só.
    Os Japoneses já são muito carne-de-vaca, mas são excelentes apesar de tão comuns, não sei não, do jeito que admiro a Volks, escolheria o Jetta mesmo.
    Bob, em versão manual, ele usa a caixa MQ200 ou MQ250?

    Renan Veronezzi

    ResponderExcluir
  11. Bob,

    Como esse novo Jetta se comporta em comparação ao seu antecessor, o Bora 2.0 manual? Em que ele evoluiu e em que ele regrediu?

    ResponderExcluir
  12. Bob, apenas 65 paus? Apenas? Foi ironia? Num sedan mediano em tudo? Numa boa? Tô fora!

    Que tal entao pagar mais 3 mil e levar 270 cv, 6m, toda a sopa de letrinas, acabamento decente e um bocado de itens de conforto? Ah, esqueci: para muitos aqui, que sei que não é o seu caso, é melhor chamar o capeta do que falar o nome da marca.
    De qualquer maneira, aí vai o link:

    http://www.webmotors.com.br/webmotors/carro/novos/hyundai-azera-3.3-mpfi-gls-sedan-v6-24v-gasolina-4p-automatico/6510433/detalhe.wm

    Abraço

    Lucas CRF

    ResponderExcluir
  13. Alexei Silveira21/05/11 13:45

    Ótimo teste, a parte que explica o acelerador foi ótima e raro alguém falar disso!


    Duvido dos números oficiais de arrancada, um carro de 18 de torque e ditos 120 cv, num vira a 100 em 10 segundos. Mas nemmmmmm se ainda tivesse o bielão do 2.0 Golf até 98...........

    Pois pesa mais de 1300 kg. Peso é peso

    ..................................

    Por pouco mais, pegaria o Jetta com motor de verdade, TFSI, ou esperaria o hatch dele = Golf.

    ResponderExcluir
  14. Kevin de La Noya21/05/11 13:59

    VW, Peugeot e Renault tem que aproveitar agora para vender esses sedans recém lançados, porque depois que a Hyundai lançar o Elantra...

    Acho que nem o Focus escapa do massacre!

    ResponderExcluir
  15. Filipe, sobre eixo de torção, obviamente que ele tem suas qualidades (afinal, manter inalterado o alinhamento das rodas sem que o movimento de um lado reflita do outro é algo genial de tão simples). Porém, há a questão da qualidade de rodagem. Em curva forte, carros com eixo de torção, mesmo que bem acertados, sempre me parecem flutuar um pouco, enquanto as suspensões independentes sempre passam uma nítida sensação de traseira bem assentada (principalmente se for multilink).
    Esse é um dos motivos de por que multilink se tornou praticamente padrão em carros de médio-pequeno para cima (neste caso mérito do Focus Mk1, pioneiro em tal solução para o segmento). Mesmo que o carro seja bem macio e confortável, as pessoas não gostam de sentir a comunicação com o piso comprometida. E em matéria de comunicar bem o que ocorre, não conheço eixo de torção que seja capaz de fazer isso.

    Novamente, repito que dá sim para que um eixo de torção tenha bom acerto. A GM está aí para provar que isso é possível, tendo mantido tal solução em sua plataforma de carros médio-pequenos/compactos americanos, a Delta. Na especificação mais sofisticada (Cruze americano, Astra D/Buick Verano), adicionou-se inclusive um paralelogramo de Watt (sim, solução análoga à do Passat I, ainda que com o ineditismo de ser adotada em um eixo de torção com perfil em H). Com o paralelogramo, conseguiu-se manter as rodas mais assentadas no solo e permitiu-se o uso de molas e amortecedores mais macios.
    Ainda assim, é preciso lembrar que eixo de torção, por conta de sua natureza, é mesmo mais limitado do que uma suspensão multilink, até porque essa última permite maior controle do que acontece com a roda no curso. Obviamente que existem eixos de torção bem acertados e multilinks mal acertados, mas tudo depende da competência da equipe que lida com isso, mas temos de lembrar que um multilink bem acertado oferecerá qualidade de condução superior à de um eixo de torção bem acertado.

    ResponderExcluir
  16. 4 perguntinhas p/ Bob:

    Fez 10s até os 100? Vc cronometrou?

    Chegou aos 200? O GPS conferiu?

    ResponderExcluir
  17. Admiro muito Bob Sharp e seus posts, mas pôr motor AP-2000 enfeitado (EA-113) em carro de R$ 65 "pau" é relaxo demais e revelar-se-á um tiro no pé, ainda mais agora que o segmento de médios de luxo passa por uma renovação sem precedentes - e longe do fim, com Cruze, Civic e Elantra chegando, sem contar o Fluence quando finalmente chegar às mãos dos compradores...

    ResponderExcluir
  18. Bob, pegue um Jetta com esse motor e repita esses números da volks!

    Todo mundo já falou isso. Esses dados são totalmente mentirosos. É uma vergonha você confirmar isso. Se não quiser ser contra sem provar, apenas não cite a informação.

    ResponderExcluir
  19. Desculpe Bob, mas não engulo esses números de desempenho. Esse número de torque é baixo e em rotações dignas de motor 16V. No Corolla, sentia que faltava fôlego para ultrapassagens com ele carregado, coisa que não me preocupava no meu Vectra 2,2. Imagina nesse carro.

    ResponderExcluir
  20. Bob, vendo o vídeo do Mecânica Online, tive a impressão de que a travessa do eixo de torção do Comfortline é mais perto das rodas do que costumam ser as dos eixos de torção de outros veículos VW.
    Dependendo do ângulo que mostram o Jetta, vê-se nitidamente a travessa, quase como se estivéssemos vendo um eixo rígido. É sensação mais ou menos parecida com aquela que se tem vendo a traseira de um EcoSport de tração dianteira no trânsito, ainda que nesse caso um autoentusiasta deduza em dois tempos que é apenas o eixo de torção do Fiesta Mk5 em outra angulação para conseguir mais altura livre do solo.

    Porém, no Jetta, como já disse antes, a tal travessa do eixo de torção fica incrivelmente nítida no vídeo, coisa que não se nota em outros carros que tenham a mesma solução e não tenham opção de multilink atrás.
    Segue o referido vídeo:

    http://www.youtube.com/watch?v=v8jqEHrkB_U

    Fica-me a impressão de que quiseram usar um único assoalho traseiro e desenharam um eixo de torção que se encaixasse nos mesmos pontos de montagem do multilink (ainda mais pensando que a plataforma PQ35 é originalmente pensada para multilink). E nessa, fizeram um eixo de torção com travessa lá para perto das rodas, talvez para não causar problemas.
    Só para lembrar onde dá para ver nitidamente a tal travessa no vídeo, bastará pausar o vídeo em 4min09 (ângulo de câmera mais rente ao chão) e 6min02 (carro subindo e câmera mais erguida).

    ResponderExcluir
  21. Concordo com o anônimo das 20:05. O eixo de torção é muito visível.

    Lembra o dos Passat nacionais.Tive um 1981 e na época acho que a imprensa chamava aquilo de "eixo rígido". A estabilidade era excelente na estrada, mas o bicho sofria nas buraqueiras...

    ResponderExcluir
  22. Poderia até custar mais caro, já que é um carro invisível, de tão sem graça que é. A VW praticamente aposentou a criatividade do estilo com a linha atual, exceção feita ao Gol brasileiro e ao Corrado alemão.
    É bom que seja mesmo ótimo mecanicamente, porque nos quesitos de aparência estão entre os piores do planeta.

    ResponderExcluir
  23. Antonio Gomes21/05/11 22:16

    Bob, poderia me tirar uma dúvida:
    Como funciona o 'bloqueio do diferencial pelo freio' ?

    ResponderExcluir
  24. Anônimo 21/05/11 21:51

    Tudo bem que você não goste dele, é seu gosto afinal, mas qual carro então você acha bonito? Vá nos dizer que acha o corolla lindo?!

    ResponderExcluir
  25. O Bob deixou claro que é uma boa opção de sedã alemão, maas, por menos de 65 eu levaria um Cerato totalmente equipado ou um Sentra com câmbio CVT.

    Se o preço da revisão do meu gol 1.0 peladão é mais caro que o de um Focus, nem quero imaginar o do Jetta..

    ResponderExcluir
  26. Marcelo Augusto22/05/11 00:43

    Nem chinês oferece motor 2 litros com estes valores de cv e torque. Até o GM - simples também, 8v, sem variações - oferece mais.

    ResponderExcluir
  27. O Bob foi convencido pelo desenho do carro o qual ele pessoalmente gosta muito. Quando o desenho convence por si só a pessoa, todos os outros defeitos são minimizados.

    Com o passar do tempo é que se vai descobrindo as verdadeiras qualidades do carro.

    Depois os caras aqui ainda falam que o desenho não é tão importante quando a engenharia... pffff...

    ResponderExcluir
  28. Bob,
    E o acabamento do carro?
    Li muito por aí críticas sobre, especialmente a qualidade dos plásticos.

    O carro é bem desenhado embora monótono até para pessoas mais conservadoras, dentro e fora. Mecanicamente deve ser todo "justinho" como verdadeiros carros alemães (não como o Fox, que "não é" um vw).

    Mas o motor talvez merecesse algo mais evoluído, principalmente em termos de consumo.

    Já passou da hora de começarmos a fazer esses carrões superarem os 10km/l na prática na cidade, não?

    - Osmar Fipi

    ResponderExcluir
  29. Marcelo Junji22/05/11 20:54

    Também queria saber sobre o bloqueio de diferencial pelo freio, pois parece ser uma idéia genial.

    ResponderExcluir
  30. Marcelo Junji
    Esse bloqueio é chamado nas descrições técnicas de electronic differential lock (EDL), mas deveria se chamar electonic differential action lock, pois o que o EDL faz é interromper a acão do diferencial valendo-se do freio na roda que está querendo patinar. Para isso usa o ABS, que é quem detecta que uma das rodas motrizes está querendo girar mais rápido que a outra. É uma espécie de "quebra-galho", bem mais barato do que um verdadeiro diferencial autobloqueante ou de deslizamento limitado. Funciona bem, mas se ativado toda hora, como numa tocada muito rápida ou ao rodar em terreno escorregadio, acaba aquecendo o freio, o que é indesejável.

    ResponderExcluir
  31. Marcelo Junji22/05/11 22:58

    Sr. Bob, muito obrigado pela resposta.
    Hoje por coincidência não consegui subir uma ladeira de terra com o meu pseudo aventureiro(partner escapade), que é lógico usa os pneus de uso misto scorpion, que na minha opinião são melhores no asfalto(não comprei porque é aventureiro, e sim pela utilidade,pois é um veículo de passageiro que se transforma em furgão rebatendo os bancos, e só essa versão é completa). Voltando ao assunto; Se esse carro (tem abs), tivesse esse bloqueio pelo abs, eu teria com certeza superado essa ladeira.
    Bom seria se todos os carros com abs tivesse esse sistema, mas com um botão liga-desliga, para ser usado na situação que passei hoje.

    Ps: Me expliquei para não ser julgado pelos que não gostam de aventureiros.

    ResponderExcluir
  32. Marcelo, veja a que ponto chegamos: ter que se explicar por causa de uma escolha pessoal. Ninguém tem nada com isto e se não gosta que fique quieto.

    ResponderExcluir
  33. Marcelo Junji22/05/11 23:28

    Esqueci de falar que esse sistema EDL deve ter baixo custo. Imagino que basta adicionar algum sensor e reprogramar a unidade de contrôle do abs, se é que tem um. Abs é controlado por processadores?

    ResponderExcluir
  34. Particularmente. Achei o bichão lindo.

    O Fluence também saiu muito bonito, e o motor é bem mais chamativo. Mas o Jettão tem um jeitão alemão muito sóbrio, que me agrada muito.

    O meu seria branco, ou preto. Dependeria do meu humor no dia da compra. A cor que tivesse na CC e me fizesse a cabeça na hora, viria comigo pra casa!

    ResponderExcluir
  35. NÃO PASSA DE UM SANTANA ENFEITADO!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A idéia é essa! E isso é ótimo. Principalmente se não tiver rachaduras no monobloco...

      Excluir
  36. Ele joga no mesmo esquema do Golf; pouca potência e torque na ficha técnica, mas tem sempre um trunfinho que aparece quando se quer dirigir de modo mais entusiasta.

    Mas mesmo assim, ainda vou de Fluence (manual).

    Mister Fórmula Finesse

    ResponderExcluir
  37. Bob,

    Aguardamos pelas tomadas de tempo, o "tira-teima" automotivo... rsrs

    Bob, qual a diferença entre este motor e o do Polo GT?


    IMHO > A VWB está de brincadeira! Assim como outros fabricantes!
    O pós-venda é uma piada de extremo mal gosto, o valor das revisões subiram muito! Carros defasados etc., etc., etc. ...

    Sinceramente torço para que tomem um bolaço nas costas! Decidir a compra de um carro deixando o emocional falar mais alto nada mais é que bancar o otário!

    Osmar,
    Você citou que o Fox não é um "verdadeiro alemão", não sei talvez pelo centro de gravidade alto, mas ao menos é montado em São José dos Pinhais, digo porque a montagem da planta Anchieta está vexatória! Tenho um Polo, "um verdadeiro alemão", que só me deu dor de cabeça desde que compramos! Na segunda revisão (R$430), já fora da garantia, a CC teve coragem de me orçar por R$530 a troca de um batente que já apresenta folga no rolamento aos 15k km. Realmente uma maravilha de alemão!
    Já o Fox que temos (2005), que não entusiasma, segue firme, lógico que manutenções foram feitas, como a conhecida troca das buchas de suspensão, troca de coxins, etc.

    Sds

    ResponderExcluir
  38. Fabio,

    Me refiro ao projeto e qualidade construção. A durabilidade de peças eu ainda sonho que durem o mesmo que um VW alemão de verdade, como são os Passats..

    - Osmar Fipi

    ResponderExcluir
  39. Passat? Aí ficou mais distante ainda... Quem sabe num futuro "sei lá quando"...

    ResponderExcluir
  40. Fábio, é o mesmo motor do Polo GT, carro que aliás possuo.
    No Polo GT cai na medida, mas eu acho que já falta fôlego...
    Bob,
    Gosto de suas avaliações, mesmo as polêmicas (vide elogios ao Agile). Realmente ao vivo o carro é muito bonito e impressionante, mas é inegável que o acabamento é muito inferior ao da geração anterior. Quanto ao motor dessa versão, nunca dirigi mas fico surpreso, como disse no Polo GT já está no limite... E o consumo?

    ResponderExcluir
  41. Para mim a Volkswagen cometeu graves erros nesse carro, o controle de tração não pode ser desativado, o motor rende apenas 120 cv e no Brasil não tem disponível ele com motor turbo 200cv e câmbio manual.
    A Volkswagen deveria calibrar o motor para render mais potência a uma rotação superior mesmo que para isso tivesse que diminuir o torque em baixa rotação.

    ResponderExcluir
  42. Corsário,

    Há sim diferença no motor entre estes modelos, cheque o torque, no Jetta aumentou um pouco e o pico é atingido numa rotação mais alta.

    Bob, você lenvataria para nós qual foi a alteração?

    Ahhh... E este motor ainda não está no limite, "comando roletado" seria uma melhoria a ser feita. Aliás, há algo no "AP", que impeça este upgrade?

    Sds

    ResponderExcluir
  43. Caro Bob,

    Nao sei se alguem já cometou isto aí em cima, mas imagino o quão grande seria a sua satisfação e seu deleite voce ter uma caixa mecanica espetada na versao Turbo do Passat ou num Jetta com seus respectivos 200 e 170 burritos.
    Mas, como diz um primo meu, em termos de mercado Brasileiro, carro acima de 80 k reais com cambio mecanico vira mico na hora de vender.

    FERNANDO RD

    ResponderExcluir
  44. Fernando:

    A caixa DSG é tão boa, tão rápida e viva, que a versão manual do turbo - penso - não seria tão interessante.

    Só experimentando para ver como o bichim empolga legal, toquezinhos para a frente na alavanca e o turbo devora asfalto.

    Mister Fórmula Finesse

    ResponderExcluir
  45. Passei por um branco com o interior caramelo....lindo. Me decidi a ir fazer o test-drive.

    ResponderExcluir
  46. Fernando RD
    O câmbio robotizado, como já falei algumas vezes aqui, é manual na minha ótica, com a vantagem de não ter pedal de embreagem e se trocar marchas em movimentos longitudinais da alavanca apenas. Às vezes, quando se quer, dispõe-se de automatismo nas trocas.

    ResponderExcluir
  47. Mister Fórmula Finesse
    É isso aí.

    ResponderExcluir
  48. Hoje eu digo que a VW BR lançou dois carros: O novo Santana 2.0 e o Novo Jetta 2.0 T SFI...

    Bem que a VW poderia ter um 1.8 ou 2.0 de no minimo uns 140 a 160cv aspirados, um bom cambio de 6 marchas AT ou MT, ai sim seria a melhor compra, porem isso só fica de melhor com o motor TSFi, mas o preço esta demais.

    ResponderExcluir
  49. Bob e Mr. Formula Finesse,

    ....hummm, may be you're right...

    I mean, makes sense!

    Fernando RD

    ResponderExcluir
  50. Fica difícil de acreditar que o motor tenha só 120 cv se o carro com 1.311 kg faça de 0-100 em 10 segundos. Talvez com uma "curva" de torque extremamente plana... Mas ainda assim me parece que tem alguma coisa que não fecha ae.

    ResponderExcluir
  51. Bob, vi ao vivo um Jetta Comfortline hoje e realmente a travessa daquele eixo de torção é extremamente visível sob qualquer ângulo. Só mesmo a travessa do Passat I é mais visível do que a de um Jetta, pelo fato de ser ainda mais próxima das rodas.

    ResponderExcluir
  52. Bob,por favor me de a sua opiniao... A minha esposa tem carteira especial, e podemos comprar um carro automatico ate 70 mil reais nacional(nao pode ser feito no mexico, so entra mercosul), estamos em duvida entre o corolla xli, honda city ex ou o fluence dinamique cvt. Levamos em consideracao o valor de revenda e consumo. Vc acha que o corolla xli por nao ter varios acessorios (abs por exemplo) vai perder muito na revenda? Qual vc optaria? Se tiver outras opcoes por favor nos de a sua valiosa opiniao! Obrigado

    Alexandre e Simone

    ResponderExcluir
  53. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  54. As pessoas então sempre olhando para os numeros de potencia e torque máximo, o que geralmente não expressam a realidade, pois ela acontece em uma faixa - espectro - pequena.
    Um motor 2.0 oito válvulas nao vai oferecer uma potencia máxima muito alta, mas é um motor que respira melhor tendo quase sempre um torque disponível em rotações do dia a dia melhores que motores multi-valvulas.
    A potencia e torque real em um motor de menor potencia pode ser maior em baixas e medias rotacoes que motores que apresentam alta potencia e torque em rotaçoes elevadas.
    Lembram do vectra GSI 93,94 que tinha 150cv e muita gente reclamava da lentidão dele no dia a dia.
    Fica aqui uma sugestao para repensar e tomar cuidado com numeros brutos onde os fabricantes - vide hyundai - com frequencia se aproveita dos consumidores que não possuem contato com o tema.

    :)

    ResponderExcluir
  55. bom eu gostei do carro linhas sobrias porem esportivas ao mesmo tempo! um belo carro

    ResponderExcluir
  56. msm esse motor de 120 apresenta bom desempenho, incrivel que com so isso de cv ele consegue chegar proximo dos carros de 140

    ResponderExcluir
  57. Falam que o Motor do Jetta 2.0 é fraco, mas olhando a ficha do Jetta confortline encontramos 116cv e 18,4 Kgf.m / rpm de torque(força) comparando a ficha técnica dos três(Honda Civic ,Jetta e Corola), o motor que dizem que é fraco dar um show de eficiência. Apesar de falarem que é antigo, o 2.0 aspirado de apenas 116 não faz feio quando comparado com motor que dizem ter 144cv do Corola e 140cv do Honda Civic. Vamos aprofundar um pouco em dados técnicos contidos da ficha técnica de cada um desses carros. Estar lá é só ler. O Honda Civic tem 140cv e um torque de 17,5 Kgf.m / rpm. Acho que estes 140 Pangarés não tem o rendimento que o confiável Volks de 116 cv tem. Digo isto porque o motor de 140cv tem um torque menor do que o de 116cv do jetta Confortline. Vamos comparar agora com o Toyota corola que tem 144cv e torque de 18 Kgf.m / rpm. O Jetta tendo 18,4 Kgf.m / rpm Mostra uma eficiência maior de energia e tudo isso com menor consumo de combustível. O conceito de Torque é força e nisso o motorzinho que se diz ser fraco faz bonito. Você não acha que um motor de 144cv deveria ter um torque(força) superior? Dessa forma cai por terra o que dizem que este motor é fraquinho. Na realidade ele é antigo, mas apesar disso tem um rendimento energético bom e uma boa economia de combustível em relação aos modernos motores citado acima. Quem diz que este motor tem uma fraqueza extrema não entende de motor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desenterrou o texto do Bob pra falar merda vestida de roupa de grife em colegao. Vamos aprofundar um pouco nas várias merdas que vc disse

      Eficiência energética qualquer um dos motores que vc chamou de pangarés tem mais do que a velharia usada no Jetta, caso contrário não teriam mais cavalos e quase o mesmo torque com menos cilindrada, vc acabou de matar o conceito de eficiência. NINGUÉM da indústria automobilística duvida que esses motores que você disse tenham mesmo a cavalaria que anunciam, muita gente já passou esses motores em dinamometro e conseguiram esses números

      Outra temeridade que vc disse é que esses motores de maior potencia deveriam ter mais torque, como se sem isso os números de potencia seriam mentira. O sr. não sabe fazer conta ou então não sabe que a potencia depende do torque x rotação, enquanto o AP faz um número de torque maior ele não consegue manter isso em rotações maiores e assim a sua potencia é menor. Além disso, um Civic com a mesma cilindrada do 2.0 do Jetta teria 19,4 de torque e o Corolla teria mais de 20. Segundo seu pensamento o motor do Jetta seria então um pangaré, na verdade ele é simplesmente menos eficiente tanto em torque como em potencia, apenas ganha alguma coisa em torque comparado aos outros por ser de maior cilindrada. Um Corolla 2.0 tem 21 quilos de torque e mais de 150 cavalos por exemplo. Você não acha que a VW deveria tomar vergonha na cara?

      Tudo isso é conversa. Mostra um Jetta que consuma menos que Corolla e Civic ou que ande como eles. Se o que você disse fosse verdade, o Jetta iria andar mais e beber menos e é o contrário, cai por terra o monte de temeridade que vc disse, vc rasgou e cuspiu em cima das regras da física e dos motores. Não tem um cidadão sério que acredite que o Jetta com esse motor faça 10 segundos no 0-100 e seja mais rápido e economico que qualquer um de seus concorrentes, se bobear um Cerato 1.6 faz mais bonito

      Falar que esse motor velho faz bonito num carro com esse peso e com essa potencia não é só não entender de motor, é não entender de carro. Um Polo 1.6 dá banho nisso

      Como falaram aí deve ser vendedor da VW, daqueles que fala pro cliente que o carro que ele vende é melhor porque tem mais mala ou que mesmo pesando muito mais e sendo muito menos potente e tendo menos torque o carro que ele vende anda mais porque o formato da carroceria é melhor

      PS: Confiabilidade de Volks não é aquela que perdeu pra Toyota, Honda e até as coreanas? E que cobra mais caro em peças e revisões num Gol G5 que num Civic?

      Excluir
  58. COME OOOOON! SHUTTHAFUCKUP! O APzão nem comando de válvulas sobre roletes tem! UMA VELHARIA! TOMA UM BAILE DE UM DURATEC, MAS É COISA DE DAR DÓ! Não esqueça que você está comparando motores 1.8 com 2.0... Óbvio que via de regra terá mais torque! E ainda vem falar de rendimento, pelo jeito você que não entende picas de motor! VENDEDOR VW DETECTED!

    ResponderExcluir
  59. Estes anônimos aí que falam bobagem, quero dizer que já tive Civic e Corolla e nenhum se compara ao Jetta. Pode colocar Duratec como este Fanboy Bombado falou. Lanço uma sugestão que façam um teste no Jetta para mudar o conceito do que é desempenho. O carro é uma verdadeira ignorância em desempenho!!!! E convido do dono do Duratec para um desafio. Quem anda mais o Jetta ou o Carinho que tem este Suratec ai? Os donos dos Japas também engrandecem estes carros mas esquecem que Corolla e Civic parecem Uno e Gol na rua. Tem demais?
    Eu convido para um desafio com meu Jetta TSI 200 cv, câmbio de dupla embreagem, e um conjunto de segurança bem superior. O desafio está lançado!!!

    ResponderExcluir
  60. Concordo com O companheiro. O jetta TSI dar um banho de eficiência nesses JAPAS Jaspion(colora e civic). Até o Jetta com motor AP aspirado dar sufoco nesses. Se verificar esta curva de torque observada aqui neste link observa que o torque do motor do Jetta aspirado abastecido com álcool tem uma curva de torque bem superior em em mais de 70% da dar curva.http://www.orkut.com/Main#CommMsgs?tid=5674476303544707331&cmm=2572583&hl=pt-BR O anônimo que falou acima sobre o motor do Jetta Confortline não falou besteira e nem violou a lei da física como o fanboy Bombado que deve ter um Civic disse. Ele não falou besteira, veja este link, ele não disse besteira é só verificar os dados técnico neste link.

    ResponderExcluir
  61. Manoel Manoel... Estamos falando do confortline não seja tão português ora pois!!!

    ResponderExcluir
  62. Bensabath O.13/07/13 21:42

    Todo mundo falando em motor, como se um automóvel fosse só motor. o motor do Jetta é suficiente para a cidade e estrada, mas vou comprar um Maverick V8 ou um opala 4100 (Já tive 03) para chegar aos 100km/h em 10,8 segundos, nas nossas cidades sem engarrafamentos e sem buracos. Aliás, se a questão é motor, acho que meu próximo veículo será uma motoniveladora Caterpillar. ME FAÇAM UMA GARAPA...NO CONJUNTO DA OBRA, O JETTA DÁ DE 10 A 0 NO CIVIC E COROLA. Obrigado.

    ResponderExcluir
  63. Bensabath O.13/07/13 23:17

    JETTA! COM LETRAS MAIÚSCULAS. Carrão, estou apaixonado e vendendo o meu (completo, da patroa) para comprar um 2014. Tenho 1,93m, dois filhos (de 1,84m e 1,89m) e uma patroa. Excelente espaço interno, ótimo acabamento interno,excelente ergometria e completa gama de equipamentos interno, com boa qualidade de material (ESTES ÍTENS ACABAM COM O COROLA E O CIVIC). Por fora, Linhas sóbrias (sem excessos de vincos e curvas cansativas COMO OS orientais) e porte de "Bacana", porte de bacana mesmo, onde passa chama a atenção. Potência? pra que? para andar na cidade a 20km/h, cheia de buracos? O que o JETTA dispõe é suficiente para a cidade e aceitável para a estrada. alem do mais, tenho 52 anos e meu tempo de potencia (DE CARRO) já passou (Tive opala 4100 e Maverick V8)e nem eu nem o JETTA precisa de potência, mas como nada nem niguem é 100%, o custo das revisões são altíssimos, mas dá para diminuir se vc escolher os itens que mantem a revisão. JETTA É UM AUTOMÓVEL. bensabath@bol.com.br

    ResponderExcluir
  64. Ví muito comentário e dúvida em cima do tempo de 0 a 100 km/h em 10S.

    Vejam o link abaixo:

    http://www.youtube.com/watch?v=7MUf9lMGGDM

    ResponderExcluir
  65. Comprei este carro mas as portas não se trancam automaticamente ao andar com o carro, e o meu por ser o mais basico nam tem o tal do i-sistem configuravel.
    Alguém pode me ajudar ?

    Rafael-Rj

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...