Google+

14 de junho de 2011

UMA BOA IDEIA DA GOODYEAR

Fotos: Goodyear



A Goodyear tem um programa que merece todo aplauso: da sociedade em geral e do AE em particular: cuidar da saúde dos motoristas de caminhão Brasil afora. Trata-se do ptograma "Caminhoneiro Nota 10" e  que há pouco terminou uma etapa, que abrange a região Nordeste. Para se ter uma ideia da importância da iniciativa, entre os motoristas avaliados 8% nunca passaram por consulta médica, 25% apresentam distúrbios visuais e 11% alegam a utilização de medicação para não dormir, o conhecido “rebite”.

A operação se deu entre 3 e 27 de maio e os caminhoneiros que passaram pela região puderam ser submetidos a consultas médicas e avaliações oftalmológicas. Para isso foi utilizada uma carreta convertida em consultório médico, com instalações e equipe médica que oferece gratuitamente serviços como atendimento clínico com serviços de enfermagem, verificação de pressão arterial, exames de glicemia e cálculo de Índice de Massa Corporal (IMC). 

Uma verificação médica básica é imprescindivel para a segurança do próprio motorista e de todos


Durante as cinco primeiras etapas do programa foram avaliados aproximadamente 600 motoristas de caminhão, sendo que 48 realizaram sua primeira consulta da vida no consultório móvel e 198 nunca haviam passado por um check-up.

Além dos serviços oferecidos, o "Caminhoneiro Nota 10" levantou dados relevantes sobre o estado clínico desses profissionais do volante. Dos participantes do programa, 12% apresentaram hipertensão, 14% glicemia elevada, 25% índice de massa corporal elevado (excesso de peso) e distúrbios visuais, problemas que comprometem a segurança do próprio caminhoneiro e do trânsito como um todo. 

A importante avaliação oftalmológica

Outro problema identificado pelo programa está relacionado à jornada de trabalho, que tem se tornado cada vez mais longa. Para poder aguentar o percurso afastando o sono, 11% dos motoristas atendidos afirmam utilizar substâncias à base de anfetamina (“rebite”). Entre os efeitos colaterais apresentados por estas substâncias destacam-se o aumento da pressão arterial, visão turva e movimentos descontrolados. O que poucos sabem, porém, é que o efeito do medicamento acaba subitamente e o sono literalmente derruba o caminhoneiro.

O "Caminhoneiro Nota 10" iniciou no dia primeiro de junho o atendimentos aos caminhoneiros da região Sudeste, onde permanecerá até o dia 25 de julho, com parada para atendimento em oito cidades. Durante este período a carreta do programa percorrerá 1.391 km. 
 
O projeto Caminhoneiro Nota 10 é uma parceria entre a Goodyear e a revista Caminhoneiro e foi iniciado em 2003. A carreta-consultório médico fica estacionada durante três dias em um posto de abastecimento, Centro de Caminhões ou dentro das instalações de um frotista, estendendo atendimento gratuito aos funcionários das frotas da região.

A carreta permanece três dias estacionada e vira consulório médico nesse período
 Desde sua primeira edição, o programa já realizou mais de 40.000 consultas em aproximadamente 80 municípios e este ano passará por cidades do Ceará, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. 

De parabéns a Goodyear pela iniciativa!
BS

16 comentários:

  1. Caramba!!!
    Em meio a uma enchurrada de reclamações e màs notícias, heis que surge uma iniciativa de se tirar o chapéu!!
    Excelente.
    parabéns à Goodyear!

    ResponderExcluir
  2. Sensacional!!!

    Parabéns à Goodyear pela iniciativa... Isto só fortalece mais e mais a marca que, além de produzir pneus, mostra preocupação com seus clientes.

    Ao menos a iniciativa privada se preocupa de certa forma com o bem estar dos cidadãos que movem a economia brasileira sobre rodas.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Antônio Martins14/06/11 16:46

    Como é uma coisa que ninguém sai falando, pode por bem mais do que 11% de rebitados ao volante.

    Curioso que a moda aqui sempre foi pegar os embriagados, mas o pessoal que dirige por efeitos de substâncias (lícitas ou não) passa batido.

    ResponderExcluir
  4. Diagnosticar o problema é meio caminho andado...
    Mas como resolver os problemas encontrados?... Eis a questão!

    ResponderExcluir
  5. Acho tão válida essa iniciativa do fabricante de pneus quanto, a iniciativa de um fabricante de amortecedores que mantém uma( ou algumas) máquina de teste intinerante , faz muita falta no interior, deve ser cara e oficinas cariocas de 1990 já tinham.

    Uma pena é que liga no fone da mesma e não sabem dizer onde as máquinas estão.

    Bob e todos, tem em estudo uma lei proibindo a venda de anorexígenos ( medicamentos que tiram a fome) de origem anfetamínica( os tais rebites) em todo o território nacional.

    Assim, a venda de anfetamina , que já era exclusivamente por receita especial( Notificação Azul,, bastante controlada, poucos profissionais a tem, geralmente quem precisa obtém em pronto socorros/hospitais) seria ilegal e aí sim haveria como coibir o uso, pois claro que ninguém pode impedir um motorista-mesmo profissional-que tenha receita e " motivo " ( uma barriguinha saliente basta...) de usar a anfetamina.

    Antes da lei zero álcool ninguém podia alegar com certeza que um profissional do volante estava " Bêbado" e os patrões não tinham como mandá-los( os maus profissionais) embora por justa causa, se é que isso existe na prática no Brasil de hoje. Agora melhorou, o motorista perde a carta e sem carta ele não é motorista profissional.

    Mas essa lei não deve sair não. Se acontecer, Anfetamina no país seria droga ilegal e.... fim de papo !!

    ResponderExcluir
  6. É a primeira vez que vejo a Goodyear fazer algo que preste.GPS2 é o pior pneu que já tive, até o BSColway foi melhor

    ResponderExcluir
  7. Hmmmm.... Ok, o AE precisa pagar as contas...

    ResponderExcluir
  8. Anônimo 15/06 05:56
    Comentário mais idiota. Deixe de ser venal. Só porque foi dada uma notícia de algo que uma empresa realizou você intui que recebemos por isso? Tem razão quem diz que o mal da Central do Brasil é passageiro...Ô, povo estranho, esse nosso.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo 15/06 05:56

    Você não se cansa de ler más notícias?

    Tem gente que está tão acostumada com o que não presta que desconfia de tudo que é bom. Mente suja...

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Muito legal isso !

    Como seria bom que as estradas fossem boas e seguras ! Como seria bom que essa classe de trabalhadores como os motoristas de caminhão ganhasse bem melhor e trabalhasse com mais saúde e dignidade ! Como o Brasil iria evoluir e crescer !!

    ResponderExcluir
  12. Bob, que baita iniciativa essa da Goodyear heim! Nós como consumidores, temos que levar isso em consideração no momento da compra.

    Anônimo, praticamente todas as marcas oferecem bons e "não tão bons" produtos, varia muito de acordo com o modelo escolhido.
    Tenho um carro que veio com Goodyear Excellence, este pneu é excelente! No caso das medidas atendidas pelo GPS2 (modelo antigo, focado em quem procura preço baixo) você poderia optar pelo Energy XM1 da Michelin, mas tem que estar disposto a pagar um pouco mais, sabendo que este investimento sem dúvida vale a pena.

    Sds

    ResponderExcluir
  13. É, o mal do povo é ser povo. Tudo vem da educação. Sempre falo para minhas filhas, quando viajo, que a cada 150km, cansado ou não, vou parar, andar, ir ao banheiro, tomar um café e seguir viagem. Criar o hábito, educar, ensinar. Tudo isso é melhor que punir ou, nestes casos, negar a própria natureza e partir para o rebite, fazer racha, cavalo de pau na rua, etc.

    ResponderExcluir
  14. Renato Filho15/06/11 20:42

    Bom saber que uma grande empresa como a Godyear se preocupa com a saude de seus clientes diretos. Como cirurgiao-dentista ja participei de programas assim e a gente detecta muita coisa nessa moçada que passa batido no corre-corre dos fretes . Só uma pequena correçao Bob, na segunda foto trata-se de uma avaliacao odontológica e nao médica.
    Abs

    ResponderExcluir
  15. Bob,

    A divisão de caminhões da Ford organizava ação semelhante há uns anos atrás. Foi um

    No consultório odontológicos, atenderam um caminhoneiro que não tinha mais esmalte nos dentes. O dentista ficou intrigado com a situação. Ocorre que o homem fazia a higiene bucal com palha de aço!

    ResponderExcluir
  16. Corrigindo o erro de digitação acima: foi um sucesso.

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...