Google+

21 de novembro de 2012

GOL DUAS-PORTAS, A BOA PEDIDA

Fotos: autor



Não sei por que, mas eu tinha curiosidade de andar no novo Gol de duas portas. Claro, é um carro conhecido, não faz muito tempo (julho) havia andado nos de ano-modelo 2013, houve post a respeito. Àquela altura especulava-se que o duas-portas viria junto, seria acrescido à linha, mas não veio. Então só poderia ficar para o Salão do Automóvel, o que de fato aconteceu.

Foi lançado custando exatamente menos R$ 1.300,00 do que todos os quatro-portas versão por versão, começando pelo 1,0 TEC de R$ 26.690,00 e chegando a R$ 46.216,00, caso do carro avaliado, um Gol I-Trend 1,6 I-Motion de preço inicial R$ 35.590,00, mas que chega àquele preço com os diversos opcionais, entre eles o ar-condicionado (R$ 2.585,00). A cor, sólida, vermelho Flash, não acresce o preço, mas se fosse alguma metálica seriam R$ 896,00 mais. Todos os itens de série e opcionais estão no post citado acima.

Um quê de harmônico nas linhas do Gol 2-portas

O peso, com duas portas menos, baixou de 971 para 943 kg, obviamente melhorando a aceleração, embora pouco, mas sem alterar velocidade máxima (188/190 km/h, gasolina e álcool). O 0-100 km/h caiu de 10,7/10,4 segundos para 10,5/10,3 segundos (G/A); a 0-1.000 m, de 32,6/32,3 s para 32,4/32,2 s. Na retomada 80-120 km/h em 5ª não houve alteração, permanecendo 13,2/13,1 s. Não houve mudança também na aerodinâmica, que continua Cx 0,34 e área frontal 2,03 m².

Sempre tive predileção por carros de quatro portas, exclusivamente pelo aspecto de praticidade e também por oferecer comodidade a quem eventualmente ande comigo no banco traseiro, pela facilidade de entrar e sair. Mas esse Gol duas portas me agradou muito, inclusive e especialmente pelo estilo. Ficou equilibrado e simpático. Há muito que eu não dirigia um duas-portas fabricado no Brasil (só os importados BMW Coupé 650i e Citroën DS3, ambos bem recentes) e me veio a percepção de o monobloco ser ainda mais rígido, mais armado, pelo fato de não haver duas grandes partes móveis para trás da coluna central.

Bom acesso ao banco traseiro

Bom puxador de soltar o encosto
As portas são mais compridas – são as da picape Saveiro – como em todo duas-portas de quatro/cinco lugares para que seja possível o acesso ao banco traseiro. O resultado neste Gol ficou muito bom, pois o espaço entre o assento do banco dianteiro e a coluna central permite fácil passagem, dispensando esforço e contorcionismo, mesmo que o banco não tenha sistema de avanço conjugado com o rebatimento do encosto como é comum haver.

O espaço atrás, logicamente, é igual ao do quatro-portas, todas as dimensões externas e internas são as mesmas,.só a largura é 7 mm menor por não haver mais as maçanetas externas das portas traseiras, o ponto mais largo do quatro-portas. A área frontal, inclusive, não mudou e a largura com espelhos é a mesma. Talvez pudesse haver abertura das janelas traseiras por sistema basculante, daria mais conforto térmico para quem se senta atrás.

Espaço traseiro é igual ao do quatro-portas; janelas traseiras podiam ser basculantes

Do ponto de vista da ocupação dos bancos dianteiros, o projeto é mesmo bem-feito. A porta não é mais difícil de puxar para fechar do que no quatro-portas e o cinto é facilmente alcançável com a mão direita do motorista, normalmente difícil nos sedãs de duas portas e nos cupês.


É tão fácil puxar a porta para fechá-la quanto no quatro-portas

Para quem aprecia carros de duas portas e o modelo da Volkswagen que já ultrapassou a marca de 7 milhões de unidades produzidas, este Gol veio em boa hora. Ou então quem não precisa de um carro de quatro portas poder economizar 1.300 reais optando por esta nova versão do Gol.
Detalhe inteligente: práticos porta-copos nas extremidades dos assentos traseiros

Curiosamente, o Gol nasceu com duas portas em 1980, passou à segunda geração em 1994 ainda com duas portas, levaria quatro anos para surgir a quatro-portas, o de quinta geração, de 2008, só existia quatro-portas e outros quatro anos passariam para que esta geração viesse com duas portas.

Visualização da área à retaguarda ao dar ré no mostrador do rádio

Em todo o resto, o andar e as características, o Gol continua a satisfazer plenamente. Passa a sensação de bem construído e tem bom desempenho com seu motor 1,6-litro, que se não é dos mais potentes – apenas 104 cv a 5.250 rpm com álcool – tem o bom torque de 15,6 m·kgf a apenas 2.500 rpm, que faz desse motor EA111 um bom exemplo atual de elasticidade. E acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 11 segundos não deixará ninguém embaraçado no trânsito – em sentido figurado e literal.

Apesar de desenvolver apenas 104 cv, o elástico motor 1,6-L movimenta bem o Gol

É ágil, bom de curva e de freios, tem um rodar confortável para o porte de carro. Os pneus opcionais 195/50R16V (Pirelli P7) fazem-no pregar bem no chão. O estepe é com roda de aço montada com Pirelli Cinturato P4 175/70R14T  e tem instrução de uso temporáro, com velocidade máxima de 80 km/h.

Aviso no estepe de que é temporário e não ultrapassar 80 km/h quando utilizado

Apresenta bom consumo e embora a fábrica insista em não divulgar os números oficiais, obtive, pelo computador de bordo,8,3 a 8,5 km/l na cidade e 11,5 a 11,8 km/l na estrada, com álcool.

O câmbio robotizado funciona bem e numa guiada mais rápida as trocas de marchas feitas manualmente pela alavanca (como prefiro) ou pelas borboletas proporciona grande prazer, especialmente a exata aceleração interina automática nas reduções, coisa de duende bem treinado. No uso em automático ainda se sente a famosa interrupção de aceleração, que merece ser corrigida pela fábrica. Afinal, no câmbio de mesmo tipo dos Fiat, o Dualogic II, o efeito  desapareceu e o gerenciamento do sistema é Magneti Marelli nas duas marcas e também no Easytronic 2 do Agile, introduzido recentemente. Tudo questão de software apenas.

Câmbio robotizado fácil de usar, mas pode melhorar; sobe marcha para frente, minha preferência

Mas o que a Volkswagen precisa realmente providenciar no seu robotizado é o avanço lento (creeping), que seus concorrentes já têm, o que facilita em muito as manobras em baixa velocidade. E aproveitar e colocar a salvaguarda de, estando uma porta aberta, o câmbio voltar para neutro ou ser impedido de engatar D ou R para maior segurança, a exemplo do ocorre nos Fiat. E, por que não, acrescentar o pára-brisa com faixa degradê e as repetidoras dos indicadores de direção.

Mas este Gol duas portas, que pode vir com câmbio manual, é mesmo uma boa pedida.


BS

(Atualizado 21/11/12 às 19h47, inclusão de foto dos porta-copos traseiros e em 22/11/12, retificação do nome da versão avaliada e explicação do porquê da largura menor)


FICHA TÉCNICA NOVO GOL 2 PORTAS 1,6 I-MOTION

MOTOR

Instalação
Dianteiro, transversal
Material do bloco/cabeçote
Ferro fundido / alumínio
Configuração / N° de cilindros / n° de mancais
Em linha / 4 / 5
Diâmetro x curso (mm)
76,5 x 86,9
Cilindrada (cm³)
1.598
Aspiração
Atmosférica
Taxa de compressão
12,1:1
Potência máxima (NBR ISO 1585) cv/rpm
G 101/5.250 / A 104/5.250:
Torque máximo (NBR ISO 1585) m·kgf/rpm
15,4/2.500 (G)/ 15,6/2.500 (A)
N° de válvulas por cilindro
Duas
N° de comando de válvulas /localização/acionamento
1 / cabeçote /correia dentada
Formação de mistura
Injeção eletrônica multiponto no duto
Gerenciamento do motor
Magneti Marelli 4GV
ALIMENTAÇÃO
Combustível
Gasolina E22 e/ou álcool
TRANSMISSÃO
Câmbio / rodas motrizes
Robotizado ASG / dianteiras
N° de marchas
5 à frente e uma à ré
Relações de transmissão
1ª. 3,455:1; 2ª. 2,250:1; 3ª. 1,517:1; 4ª.1,026:1; 5ª. 0,740:1; ré 3,182:1
Relação do diferencial
4,188:1
FREIOS
De serviço
Hidráulico, duplo circuito em diagonal, servoassistido (ABS opcional)
Dianteiros
Disco ventilado 239 mm Ø
Traseiros
Tambor Ø 200 mm
SUSPENSÃO
Dianteira
Independente, McPherson com subchassi, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora de 19 mm Ø
Traseira
Eixo de torção, mola helicoidal e amortecedor pressurizado
DIREÇÃO
Tipo
Pinhão e cremalheira: assistência hidráulica opcional
Diâmetro mínimo de curva (m)
10,8
Relação de direção
20,4:1 ou 14,9:1 com direção assistida
N° de voltas entre batentes
4 ou 3 com direção assistida
RODAS E PNEUS
Rodas e pneus
Aço 5Jx14, 175/70R14T; versão I-Trend aço 6Jx15, 195/55R15H
Rodas e pneus, opcionais
Alumínio 6Jx14, 185/60R14H; alumínio 6Jx15, 195/55R15H; alumínio 6Jx16, 195/50R16V
PESOS (kg)
Em ordem de marcha (kg)
943
Carga máxima (kg)
440
Carga máxima rebocável sem freio (kg)
400
DIMENSÕES EXTERNAS (mm)
Comprimento
3.895
Largura com / sem espelhos
1.649/1.893
Altura
1.464
Distância entre eixos
2.465
Bitola dianteira/traseira
1.429 / 1.417
Distância mínima do solo vazio/carregado
163/120
AERODINÂMICA
Coeficiente de arrasto (Cx)
0,34
Área frontal (m²)
2,03
Cx x A (m²)
0,69
CAPACIDADES (L)
Porta-malas conforme ISO 3832 (V210)
285
Tanque de combustível
55
DESEMPENHO
Velocidade máxima (km/h)
188 (G) / 190 (A)
Aceleração 0-100 km/h (s)
10,5 (G) / 10,3 (A)
Aceleração 0-1.000 m (s)
32,4 (G) / 32,2 (A)
Retomada 80-120 km/h, 5ª (s)
13,2 (G) / 13,1 (A)
GARANTIA
1 ano integral, 3 anos para motor e transmissão, 5 anos para perfuração de chapa
MANUTENÇÃO
Revisões (km)
10.000
Troca de óleo do motor (km/tempo
10.000 / 6 meses


241 comentários:

  1. O carro é mesmo bacana, o duro é o preço da versão mais completa, simplesmente inviável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No lançamento esse era o preço do 4 portas completo com airbag e abs

      Excluir
  2. Oi Bob,

    Esse Gol 2 portas testado na verdade é o Trend I-Motion, ao contrário do que está no texto:

    "... chegando a R$ 46.216,00, caso do carro avaliado, um Gol Power 1,6 I-Motion de preço inicial R$ 35.590,00, mas que chega àquele preço com os diversos opcionais..."

    A VW, infelizmente, só comercializa o Gol Power com 4 portas.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O modelo do teste é o 1,6 I-trend e I-Motion, com mais os opcionais acesso completo, luz de neblina dianteira e traseira e as rodas de liga de 16 polegadas.

      Realmente Power duas portas não existe. Não sei se vai durar muito a versão 1,6, comprei um mas por onde fui procurar todos os vendedores estranharam a minha escolha do 1,6 e duas portas e queriam vender o de quatro. Não sei se devido ainda terem poucos nas lojas do 1,0 duas portas e nenhum 1,6 ainda. Sem previsão para entrega.

      Infelizmente é a cabeça da maioria, o 1,0 2 portas lançado para ser barato e para enfrentar Uno em preço e vendas, futuramente para acabar com a "geração IV".

      Seria ótimo termos o power com duas portas e ainda melhor um GTI ou GT.

      Excluir
    2. josé casanova21/11/12 14:14

      O ar condicionado também é opcional e o sensor de distância vinculado ao I-trend também é.

      Excluir
    3. Vendedor de VW típico é tapado mesmo, se o cara pede um negócio um pouquinho diferente do que todos os outros milhares de compradores da versão que sai mais na cor prata o cabra se confunde, não entende, pensa que deve ser algum engano e tenta empurrar o que ele está acostumado talvez para que não tenha que usar nenhum neurônio e fazer um pedido com uma linha diferente

      Não é surpresa que a VW já não consegue vender nada mais caro que um Fox, desde a fábrica até a venda não sabem fazer nada além do básico do básico

      Excluir
    4. Confunde mesmo ainda mais esse "completão" do teste que na prática quase não existe. Fica bem parecido com o power (este com air bag e abs de série). O testado tem? Tem, mas é opcional, na VW tudo é opcional...

      Excluir
    5. Anônimo das 14:25, boa!!

      Excluir
    6. Rafael, essa versão do 2 portas tá com cara daquelas versões de lançamento mesmo, que depois somem e resta só o 1.0 prata ou preto com os opcionais levando 6 meses pra chegar

      Excluir
    7. realmente, tem relatos de dois meses de espera quando o cidadão dá uma recheada no bolo!

      Excluir
  3. Tudo bem que não devemos comprar carro por metro quadrado, mas o preço pedido por essas versões completas dos compactos tá absurdo.

    ResponderExcluir
  4. Na época da linha BX a VW era mais ousada, o Gol tinha vários modelos e séries especiais com opções mecânicas bem diversificadas.

    Agora é como se ela tivesse 4 tartarugas (Gol, Fox, Polo e Golf) e ela simplesmente não consegue cuidar direito de nenhuma delas.

    Eu dirigi um Gol e gostei, mas eu achei o carro simplório demais.

    ResponderExcluir
  5. Esteticamente, acho a versão 2 portas muito bonito. Se for um branco, muito show.

    ResponderExcluir
  6. "Mas o que a Volkswagen precisa realmente providenciar no seu robotizado...”.

    Sabem cobrar uma pequena fortuna, mas são incapazes de entregar um carro legal, que dispensasse esse parágrafo.

    Infelizmente é a bestialidade das fábricas de automóveis instaladas na querida terra brasileira.



    ResponderExcluir
  7. Interessante que até "ontem" as pessoas detestavam a cor branca em carros, mas de uma hora para a outra passaram a achar a cor mais linda do universo.

    Quando comprei meu carro branco, obtive um bom desconto por ser dessa cor e hoje tem fábricas cobrando a mais por ela.

    Ainda prefiro a cor branca em carros e na maioria das coisas, mas acho estranho essa preferência tão rápida.

    Vá entender nosso povo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pobre do meu pai, que sempre teve seus carros brancos, desde a Parati
      comprada na década de 80. Sempre criticado e motivo de piada, nunca pagou um centavo a mais pela cor que sempre gostou. Na verdade, piada mesmo é quem sempre criticou a cor, pagar hoje até R$8.000,00 a mais pelo branco, em seus Hyundai de "luxo".

      Excluir
    2. É moda, assim como andar de havaianas brancas, chapeuzinho escondendo as orelhas de burro, sempre andar em velocidade acima do permitido, não obedecer sinais de trânsito, fazer um "zero a cem" entre semáforos, não dar passagem para ninguém, ignorar coisinhas como faixa dupla, faixa branca, preferèncias, veículos oficiais, etc e tal. E ainda nem estou falando dos mautoqueiros...

      Excluir
  8. Nossa. que carro caro!!! Não vale isso de jeito nenhum!!!

    ResponderExcluir
  9. Até que enfim a VW lançou esse modelo 2 portas. Pena que foi nesse desenho novo, se existisse no modelo anterior teria ficado lindo.
    Pana também que não existe na versão Power. Não entendo essa burrice dos fabricantes em não oferecer os 2p nos modelos de topo, assim como não entendo o porque de ter simplesmente acabado com os vidros traseiros basculantes dos modelos 2 portas.

    ResponderExcluir
  10. "Takáro"; obviamente...ainda mais na versão com câmbio automatizado! Triste também é ver o console que abriga essa versão da caixa: existe uma disparidade visual/material gritante entre o berço da alavanca e o simplório porta copos à frente, bem como seu prolongamento atrás, isso fica bem evidente na foto.

    O "tecido" do bancos é aquela coisa; padrão "soft lixa" e os bancos são sempre um tanto rígidos, padrão que nos acostumamos chamar de germânico...

    Mas de resto; que carrinho hein? Não serei o único a dizer, a emular um mais do que esperado GTi sobre essa carroceria; visualmente ficou ótimo, lembra muito o Audi A1.

    Uma atualização da mítica Azul Monâco cairia muito bem nessa carroceria, com toda aquela aura que gravitava em torno do esportivo volks nacional mais laureado de todos os tempos...motor? não menos que uma versão 1400cm3 (Kombi, Fox exportação) massageado por um turbo, para manter os preços a patamares civis;

    Sonhar mais? Claro...o TSI 1.400 do Polo e Golf GT, com seus 170 cavalos ou o famoso dois litros "direto/pressurizado" amarrado em uma carroceria com todo periférico de suspensão, freios e reforços na carroceria substancialmente melhorados.

    E agora é hora de voltar à Terra e agradecer o Bob pela avaliação!

    MFF

    ResponderExcluir
  11. SergioCJr.21/11/12 13:34

    De perfil, lembra o A1.

    Quanto a cor branca, como citou o 'The Sun' no post acima, ocorre que tornou-se uma cor 'premium' de 'status', e como brasileiro adora tudo que dê alguns 'status' elegeu a cor branca à preferida do momento.

    Não sei como são os VW novos, mas o maior problema da família gol, parati, voyage e saveiro, em São Paulo, era o preço do seguro impraticável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem me dera esse Gol tivesse o trem de força do A1 Sport, seria a glória!

      Excluir
    2. A cor branca sempre pegou bem em carros grandes de luxo, com BMW, Mercedes... passa uma aura de requinte mesmo, ou em alguns SUV.

      Mas realmente aqui no Brasil o povo tinha um certo preconceito. Lógico que um branco geladeira num carrinho de entrada sem pintura de para-choque , por exemplo, não fica tão bem... Acho que por isso que as fábricas por aqui demoraram um pouco para apostar nessa cor para veículos mais caros...

      Excluir
  12. Se esqueceram da Parati, no lugar dela colocaram a insossa Spacefox.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perua é coisa do passado, a sensação agora é lançar uma versão "Sportback". Rsrsrs...

      Excluir
    2. Não só puseram a insossa Spacefox como também esqueceram na insossa Spacefox que batente de tampa de porta-malas de perua tem de estar no mesmo nível do assoalho, de maneira a facilitar o embarque de cargas e permitir que elas sejam desembarcadas simplesmente sendo arrastadas para fora do carro, em vez de erguidas, como ocorre na mesma Spacefox e seu batente de tampa traseira localizado ligeiramente acima do assoalho.

      Excluir
  13. Bob,

    O que falta para termos de volta o GTI? Imagina só, um Gol 2 portas com 150 cv, bancos recaro, rodas inspiradas na BBS, pinças de freio vermelhas com a inscrição GTI, volante com base achatada do Scirocco, saída do escapamento dupla, teto-solar opcional, alavanca do câmbio no estilo bola de golf... Seria um golaço de placa da VW, as pessoas esqueceriam que existe Punto T-JET.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael,

      Preço do Gol GTI R$ 90.000 + R$ 5.000 de ágio = R$ 100.000.

      Quem duvida é louco, hehehe...

      Excluir
    2. A VW já aprendeu que esportivo no Brasil é só pra fazer imagem, infelizmente. Pior ainda é que já aprendeu que hoje vale mais lançar uma versão eco qualquer coisa ou uma versão rodão com acessórios que o efeito é maior ainda, custando menos e lucrando mais. Por isso que já não temos GTI há tanto tempo e parece que nem mesmo essa nova geração vai ter

      Infelizmente é mais um caso de fabricante que só quer lucrar e consumidores burros. Na frente dos colegas pra fazer um bonito o cara fala de GTI e outras coisas, mas na verdade se interessa mesmo é numa versão pão com ovo com uns acessórios e rodões (que ele mesmo pode colocar hoje em dia). Nada contra, mas o problema é que o cara confunde uma versão realmente clássica com isso e esportividade com rodas grandes e no fim desvaloriza os esportivos de verdade

      Excluir
    3. Rafael
      Nada impede, basta querer fazer. Talvez devessem seguir os conselhos de Soichiro Honda, que disse "quem faz o mercado é o industrial, faça um produto e ele terá mercado".

      Excluir
  14. O tecido utilizado nos bancos da atual linha Gol é um negócio de dar medo. Nem preciso voltar pro Omega pra sentir a diferença, o meu Chevette DL dá um banho nesse quesito, com seus bancos de veludo macio. Para tapear o cliente, dizem que é ecológico, pois tem em sua composição plástico de garrafas PET.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dado a dureza do tecido, acho que utilizam as tampinhas das garrafas para a confecção do material!

      MFF

      Excluir
    2. Parte do problema dos tecidos-lixa está na besta mania do brasileiro de querer tirar a forração original do carro para esticar um boi inteiro sobre a espuma, esquecendo-se de que a pele do animal de gênero Bos taurus (ou indicus ou um híbrido desses dois) torna-se extremamente quente no verão, extremamente fria no inverno e colabora para que as pessoas deslizem em curvas, fora a necessidade de manutenção maior, uma vez que precisa ser hidratado e essa hidratação não pode ser excessiva, de forma a não comprometer as costuras.
      Havendo essa mania besta, os fabricantes não se sentem compelidos a dotar seus carros de veludo (à exceção de alguns poucos casos, como os bons bancos do Agile, em que pese o problema de você ter de levar um carro horrível e visivelmente terceiro-mundista junto com tais forrações agradáveis). Logo, tome tecido-lixa no gado bípede deste país até o dia em que aprenderem que carros como Santana GLS caixote, Omega GLS, Monza Classic e Opala Diplomata antes de 1991 jamais precisaram aproveitar aquilo que ficaria melhor na forma de sapato ou no máximo envolvendo aros de volante e manoplas de câmbio.

      Excluir
    3. Boa anônimo

      O pior é que ainda por cima acontecem verdadeiras bizarrices, como colocar couro "ecológico" baratinho que com o tempo fica encardido sem ter como arrumar ou então aquele da promoção que tem um preço onde é impossível que seja couro de verdade ou algo de qualidade mínima. Quando tem alguma coisa de couro, craquela em menos de um ano, fica todo torto o banco e também fica encardido, o que piora mais ainda porque o cidadão que põe um couro desses pensa que pode deixar cair refrigerante e que não precisa hidratar

      Ainda mais bizarro é o cara que coloca couro em carro sem ar condicionado e em carro pelado, além de péssimo de usar dá uma impressão muito ruim. E aí acontecem situações como nos Corollas e Civics onde se usa um tecido muito ruim em algumas versões, especialmente se levar em conta o preço do carro, porque a maioria vai acabar comprando o kit de couro "ecológico" baratinho como acessório

      Excluir
    4. Um belo veludo por sinal.

      Excluir
  15. Prezado Bob, discordo deste trecho:

    "Curiosamente, o Gol nasceu com duas portas em 1980, passou à segunda geração em 1994 ainda com duas portas, levaria quatro anos para surgir a quatro-portas, o de quinta geração, de 2008, só existia quatro-portas e outros quatro anos passariam para que esta geração viesse com duas portas."

    O Gol G IV nada mais é (da mesma forma que agora) foi um face-lift...

    Então este é de fato G III...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para a Volkswagen, independente dos modelos que tratamos como "face-lift", este Gol é denominado Gol G VI.

      Excluir
    2. Concordo com a colocação do ChAndré, e muito me impressiona (negativamente) ver um jornalista conceituado como Bob Sharp citar a tal "5ª geração" do Gol... Na verdade existe a primeira geração de 1980, a segunda de 1994 e a terceira de 2008. Nessa tocada, a tal 6ª geração que dizem q foi lançada agora só existirá, de fato, em 2050...

      Excluir
    3. Discordo de quem discorda. Acho mais fácil dizer geração 4 do que falar "aquele gol geração 2, só que depois de dois 'face-lift', lançado em 1999".

      Concordo que o termo geração é exagerado, mas acho o mais prático e não luto contra ele.

      Excluir
    4. ChAndré
      Acho essa uma discussão estéril, tipo determiar qual o sexo dos anjos Se a Volkswagen quis assim descrever as gerações,direito dela. Afinal, isso afeta a vida de alguém, prejudica? Claro que não.

      Excluir
    5. Bob, a convenção de gerações sem tabajarices presume que o sucessor não use um estampo estrutural sequer, mesmo que tenha a mesma plataforma. A própria VW alemã faz isso quando usa algarismos romanos para denominar seus veículos, no máximo com alfanuméricos para identificar mudanças maiores dentro da mesma geração, vide Passat III, em que o B3 é o sem grade e o B4 é o reestilizado com grade convencional. Pode ser que a folha de porta de um B4 seja diferente da usada em um B3, mas a estrutura da porta é a mesma e daria sem problema para montar a porta de um B4 em um B3 (ficaria feio pacas, mas seria suficiente para demonstrar que são variações de uma mesma geração). Tente-se montar a de um Passat IV em um III e veremos que simplesmente não encaixa, denotando aí passagem de geração e mudança total de estampos (isso para não falar de plataforma).
      A VWB querer alegar que um Gol NF reestilizado é uma nova geração é uma sutil tentativa de propaganda enganosa, que pode ser desmontada com o transplante de portas para os NFs mais antigos (ou, no caso do modelo 2p, para uma Saveiro NF). Ela faz isso por saber que seus produtos estão defasados e muitas vezes serem ajambrações para que pareçam mais atuais (vide Golf 4,5, que a mesma não vende e jamais vendeu como nova geração).

      Mais honesta é a convenção europeia da Ford, em que um Mk(número) pode significar tanto uma passagem de geração, vide Focus Mk1, Mk2 e Mk3, quanto alterações extensas dentro de uma mesma geração, vide a passagem de Fiesta Mk1 para Mk2, que envolveu alterações extensas na geração lançada em 1976, e os Mk3 e Mk4, em que o de numeração mais alta tinha mesmos para-brisa e vidros laterais dianteiros (e também traseiros na versão de quatro portas) do Mk3, mas número de alterações tão extenso que era quase uma passagem de geração. O Mk4 começou com aquela frente aqui chamada de "tristonha", mas mudou para a aqui chamada de "gatinho" com o passar dos anos. A frente nova no Mk4, se quisessem enganar o público, poderia ser vendida como "nova geração", mas não o foi. Para algo na Ford europeia ser considerado "marco", tem de ir além de um simples estampo modificado.
      O Best Cars, para o qual você colaborou, não compra o recibo que os fabricantes querem passar. Tanto que ele sempre se referiu aos Gols de plataforma AB9 como "segunda geração" e as reestilizações erradamente chamadas de "Geração 3" e "Geração 4" nunca foram tratadas pelo Fabrício Samahá como tal, mas como reestilizações. É extremamente válido para denunciar o passa-moleque que fabricantes que insistem em sangrar uma base até não poder mais insistem em continuar aplicando.

      Não é sexo dos anjos, mas respeito ao que os olhos claramente veem. A porta de um Gol "Bola" serve perfeitamente em um "Geração 4", pois é exatamente a mesma peça. A mesma VWB, quando o Gol era feito na base BX, jamais se referiu às mudanças extensas que sofreu na carreira (como a passagem do motor refrigerado a ar para o 827) como "gerações", justamente por respeito ao consumidor, mesmo que ele porventura fosse mais desinformado que o atual. Se ela perdeu tal respeito e passa a chamar reestilização de "geração", lamentarei muito e começarei a suspeitar que o rigor e honestidade alemães de outrora viraram a mais pura e típica esculhambação brasileira em um espaço de no máximo três décadas.

      Da mesma maneira que endossamos sua luta para que fabricantes de carros não sejam chamados de "montadoras", justamente pelo termo comumente usado rebaixar o fato de que o trabalho aqui feito para se fazer um carro nem de longe é o de desencaixotar peças vindas de fora e juntá-las, bem como consideramos que não é sexo dos anjos lutar para que fabricante seja chamado de fabricante, é coerente que não se chame reestilização de carro de passagem de geração, justamente pelo mesmo bem da precisão de termo.

      Excluir
    6. Muito bem dito, Anônimo 22/11/12 05:24
      "Afinal, isso afeta a vida de alguém, prejudica?" Claro que sim. É propaganda enganosa e falta de respeito com o consumidor.
      Chamar fabricante de montadora é que não afeta a vida de ninguém, já que até em entrevistas já ví o presidente da Anfavea falar montadoras.ç.

      Excluir
  16. Muitas vezes, creio que na maioria delas até, a versão duas portas de um carro é mais harmoniosa que a de quatro, mas a praticidade e comodidade oferecidas pelos quatro portas falam mais alto. O único duas portas que me faria abrir mão desta praticidade seria o Fiat 500, até mesmo por não haver escolha, no caso, he, he! Cores? Abaixo o branco/preto/prata! Pela volta do trânsito multi-colorido dos anos 70.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mr.Car e seu Chrysler!

      Excluir
    2. Mr.Car e seu Mopar 1.800!

      Excluir
    3. Volkswagem do Brazil S.A.21/11/12 14:35

      Mr. Carniça e suas bobagens!

      Excluir
    4. Chevrolata do Paraguay21/11/12 16:51

      Mr. car e suas viagens na maionese.

      Excluir
    5. Falando em coupes, voce ja viu a versao 2 portas do Honda Civic SI?
      Muito mais harmoniosa para um esportivo que a de 4 portas que tivemos por aqui.
      A Honda tem planos , bem lentos , de lançar essa versao no Brasil em 2014. O motor agora é o K24 , mas com contidos 200cvs!
      Vamos aguardar....

      Excluir
  17. Fiz um calculo rápido com base nas vendas dessa quinzena de novembro. Nesse período a Hyundai vendeu 32 HB20 por concessionária enquanto que a VW vendeu 21 Gol e a Toyota vendeu 5 Etios nesse período.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lá vem o Gonix, ops Onix.

      Excluir
    2. A Chevrolet vendeu aproximadamente 5 Onix por concessionária nesses 15 dias.

      Excluir
    3. Você tem uma perna a menos , mas na matemática tu dá uma rasteira na gente!

      Excluir
    4. Hyundai conseguindo colocar mais uma tranqueira no mercado com maestria. Viva ao marketing!

      Excluir
    5. Pq tranqueira anonimo 14:49???

      Excluir
    6. O número de vendas do Etios se deve graças a grande "polêmica" sobre o carro (mais precisamente, o painel dele). Não é preciso pesquisar muito para encontrar reviews negativos.

      Eu só espero que a Toyota não perca muito tempo para estudar melhores soluções para o tema. Afinal, isso acaba ofuscando as boas qualidades do carro.

      Excluir
    7. Em compensação a VW deve ter umas 8x mais concessionárias que coreanos...

      Enfim perneta, esse números são reais ou caoa...

      Excluir
    8. A questão do etios é:
      Pense como se você visse uma mulher cheia de qualidades. Cozinha bem, é boa de cama, é educada, independente, trabalha...
      Mas ela fede e tem bigode.
      E aí?

      Excluir
    9. Costumo tomar cuidado ao lidar com certos números e estatísticas. É sabido que algumas marcas possuem muitos mais pontos de vendas que outras, o que muda totalmente o resultado final.

      Excluir
    10. Problema do Etios mesmo é o mercado brasileiro que só se interessa pelo visual. Fui fazer um test-drive no Etios sedã. Também tinha uma opinião apenas visual, de achar um carro feio que dói e sem o menor interesse. Mas me surprendeu. O carro anda muito bem, é bem leve, engate muitíssimo preciso, bom espaço pras pernas e pra cabeça, suspensão muito boa que absorve as irregularidades muito bem e um baixíssimo nível de ruído. Uma delícia de dirigir esse carro. Se a Toyota mudar apenas o painel, terá um produto muito bom pra competir. O problema do Etios é esse painel bizarro.

      Excluir
    11. Corsário Viajante22/11/12 11:24

      O painel bizarro não é o "problema" dele, é o IMPEDITIVO DE COMPRA.
      Afinal, problemas como macaco jogado no chão, desenho mal-feito ou acabamento porco se convive.
      Mas com aquele painel, não tem diálogo. Não dá mesmo.

      Excluir
  18. Bob, o estepe é da medida básica do gol 1,0 e 1,6, não é tão "fino" como em outros casos. Pouca diferença no diâmetro total e largura. O aviso não é exagero, ou o fato de ser apenas um pneu assim montado quando rodando altera demais o comportamento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 21/11/12 14:21
      Concordo, à primeira vista parece excesso de zelo, mas a fábrica deve ter suas razões,certamente há alteração de comportamento numa condição-limite, e é preciso garantia jurídica nesse caso.

      Excluir
    2. Obrigado, é verdade.

      Será que o modelo quando equipado com rodas de 15 polegadas seja de liga ou não também tem o mesmo aviso no reserva?

      Excluir
  19. Vou repetir o que muitos disseram aqui: o desenho desse gol 2 portas realmente ficou muito bom, e tem uma pontinha de Audi A1 nele. (o que vai ter de vileiros usando envelopamento nas laterais do teto pra imitá-lo... de branco nesse vermelho por exemplo).

    Engraçado que até o Gol Bolinha, via-se muitos 2 portas por aí... já na chamada geração 3, parece que o face-lift caia melhor com as 4 portas.

    De fato, 4 portas facilitam bastante, mas o Brasil sobreviveu por décadas com carros 2 portas, mesmo com famílias numerosas, com cadeirinhas de bebês... não sei por que as opções agora ficaram tão restritas. Acho que o único incomodo do 2 portas é puxar o pino de trava, lá atrás, quando esse existe. Como é a trava de porta desse Gol?


    Realmente, só faltaram as janelas traseiras basculantes, que pra essa versão mais completa deveria ser uma obrigação. Aliás, me lembrei do acionamento das janelas basculantes do Monza Hatch, eram uma boa solução..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem pino de trava, não tem mais.

      É elétrica com comando na porta.

      Monza, não só o hatch, o sedan 2 portas também com as basculantes.

      Excluir
    2. Aliás veja que acabamento tosco, na foto mostra, no lugar do pino da trava e da manivela do vidro.

      Excluir
    3. Sim, o sedan também tinha, mas o Hatch tinha um mecanismo de girar uma roldana, muito interessante.

      Excluir
  20. Fui comprar um gol power, e sai com um Polo. É impossivel levar o gol completinho após entrar no Polo e comparar seus interiores e acabamentos internos e externos...embora esteticmente prefiro o Gol(ou será que as propagandas me fazem preferi-lo) enquanto o gol tem uma borracha de vedação na porta o Polo tem tres... Não teve jeito por 43mil levei o Polo velho de guerra e não me arrependo.

    Andre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boa compra, gol completo comprreto quase 50 dilmas.

      Excluir
    2. Corsário Viajante21/11/12 15:09

      Hehehe passei pela mesma coisa, só que em 2009 o problema era o ABS e AB.
      O preço de GOl e Fox com estes equipamentos na época ficava igual ao do Polo. Adivinha qual carro comprei... rs

      Excluir
    3. Daí já partiria para um punto ou new fiesta.

      Excluir
    4. Corsário Viajante21/11/12 15:21

      Sim, mas depende da necessidade... Quem precisa de um banco traseiro deve fugir do NF, que neste aspecto por exemplo é muito ruim.

      Excluir
    5. não achei tão ruin...

      Excluir
    6. Punto não gosto, o new Fiesta acho espetacular, mas depois do que passei com um focus 08 ghia e as CCS da Ford, NÃO OBRIGADO.
      Quero carro para confiar nele e não ficar dependendo de revendas despreparadas e peças mexicanas...

      André

      Excluir
    7. Andre
      Tenho um Polo e pretendo troca ló por um Focus
      Vc aconselha?
      Quais foram os problemas q vc teve com o seu e as CCS?
      Abs
      Cunha

      Excluir
    8. Todas as Ford do Grande Rio (RJ) tiveram o prazer da minha visita.
      Tudo começou com um simples borracha de vedação das portas, LE, que custavam a bagatela de R$923,00 em 1,90M de borracha. Depois um coxim do motor que me custou R$720,00... Logo aos isso precisei trocar a correia poly V e seus respectivos tensores + R$1600 (isso mesmo senhores isso mesmo)... mas até ai a manutenção era extremamente cara mas o carro sempre foi uma delicia de dirigir e o magnifico DURATEC me dá saudades até hoje (fora o consumo de 7km/L na gasolina). Porém o golpe final foi ao ter que trocar o cabo seletor de marchas (o carro não podia andar, pois não tinha como selecionar as mesmas)... Legal seriam mais R$1000,00 + mao de obra, MAS a dona FORD NÃO TINHA ESSA PEÇA EM LUGAR ALGUM DO BRASIL!!!! E eu fiquei 33 dias sem carro... se isso não for o suficiente para pegar raiva da marca o que mais será?
      Tenho um polo sedan 2008 e um outro 2013, o primeiro me conquistou pela CONFIABILIDADE em 2,5 anos de uso NUNCA ME DEIXOU NA MÃO. PONTO PARA A VW
      ANDRÉ

      Excluir
    9. O Polo é o carro perfeito para a classe média... nem tão escroto como os populares, nem tão caro de manter como um médio. Simplesmente no ponto certo. E ainda dá uma boa dose de prazer ao dirigir, se existisse uma relação prazer/custo ou custo/prazer sei lá a Poleta estaria nas primeiras posições....

      ISM

      PS: tb tenho dois só que dois sedans

      Excluir
    10. AAAA e já tive um focus duratec, mas vendi apenas pelo apetite voraz... o meu era AUTO e fazia menos de 7km/L na cidade

      ISM

      Excluir
    11. Legal ISM, bom saber que mais pessoas pensam como eu.
      Mas se fosse só o custo elevado ainda vá, mas o despreparo é muito grande, consultores e mecanicos das Fords Non ECXISTEM !!! é tanta coisa mal feita ou feita errada mesmo que MEU DEUS. Henry FORD deve ficar se revirando no tumulo ao ver quao ruim é a FORD Brasil e poderia ser a primeira ou segunda em vendas pois os produtos (ALGUNS) não tem concorrente a altura.

      André

      Excluir
    12. Corsário Viajante22/11/12 11:22

      Mais uma coisa legal no Polo (hatch): é muito versátil. É pequeno para o trânsito da cidade e para estacionar, mas oferece um espaço interno bom. O porta-malas não é grande mas tem vão de acesso amplo e livre, além de baixo. Os bancos rebatem e, embora não fique com assoalho plano, tornam ele um "furgãozinho" bem útil, já fiz umas três mudanças com meu Polo.
      Por essas e outras que não troco de carro, a VW naõ evoluiu o mesmo aqui no Brasil e na concorrência não vejo nenhuma vantagem tão grande a ponto de gastar muito dinheiro por um modelo novo.

      Excluir
  21. O VW lancem logo o Gol com o EA113 2.0 ... caramba!!!!

    RR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí sim, GOL GT.

      Excluir
    2. Esse seria GT mesmo, relembrando a versão mais que histórica e seguindo a lógica dos produtos da casa como Golf e Polo GT. GTI já teria que ser no mínimo um 1,4 turbo para merecer a nomenclatura na atualidade.

      Excluir
  22. Para que serve um GOL 2 porta?
    Apenas para custar mais barato.
    Adiantou alguma coisa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, por isso mesmo o 1,6 "periga" acabar.

      Excluir
    2. Além de mais barato é melhor pra quem quer um carro mais esportivo e não precisa das 4 portas

      Excluir
    3. Para ser mais bonito;
      Para não te confundirem com um táxi;
      Para ser mais leve;
      Para ter visibilidade ligeiramente melhor;
      Para ser menos visado para práticas criminosas (que bandido burro iria aceitar ficar no banco traseiro do carro esperando o amiguinho rebater o banco para só então ele sair e trocar tiros com a polícia?);
      Num hatch, a versão duas portas ainda pode servir para fazer pequenos transportes: Rebate-se o banco e consegue-se um microfurgão, com a vantagem de que, para um microempresárioque não esteja na cidade de São Paulo, o mesmo carro pode ser usado como furgão e para passeios, representando uma economia considerável com manuenção, impostos, etc. (é certo que uma peruinha seria ainda mais útil, mas aí acho que é pedir demais...).
      Para equipar com som "manolo", tudo depois do banco do motorista vira caixa acústica;
      Para campeonato de turismo (ainda existe? É uma competição legal, mas sem cobertura midiática nenhuma...), pois é mais fácil fazer o alívio de peso e o reforço estrutural;
      Para deixar estacionado ao sol, já que basta rebater o banco e ele cobre o painel;
      Para transportar crianças pequenas, embora seja mais difícil colocar a cadeirinha ou o assento elevatório, elimina-se o risco de esquecer de ligar a trava de crianças e elas abrirem a porta com o carro em movimento (tá, a criança precisaria estar em um certo estado mental para tanto, mas não podemos subestimar a criatividade da criança...);
      Principalmente, para a empresa mostrar um pouco de respeito ao cliente e oferecer uma opção a mais na hora em que ele for comprar um carro;
      etc.

      Excluir
    4. Um amigo meu foi assaltado 3 vezes em seu antigo BMW série 1 4P. Depois que trocou por um 2P há dois anos, nunca mais foi sequer incomodado na rua. Apesar de nunca ter sido assaltado (graças a Deus), eu troquei meu A3 4P por um Sport (2P) ano passado pensando nisso tb, seguindo dica de um amigo PM que trabalha no departamento de inteligência da polícia. Além disso, o seguro é mais barato tb.

      Sinceramente, não sinto falta das 4P e adoro o visual do meu carro. Esse Gol tb ficou bonito com 2P, mais esportivo e menos "carregado" nas linhas laterais. Tem carros minúsculos com 4P que são piores do que alguns 2P.

      Faltou dizer tb que dá menos barulho interno e torce menos, pq fica mais rígido. Aliás, o que tem de carro com teto panorâmico (lindo na Europa que tem menos sol e asfalto melhor) dando problema no quadro por causa da torção não é brincadeira. Nosso mercado é tão tapado que teto panorâmico é valorizado quando na verdade pode se tornar um problema.

      Excluir
    5. Convenhamos que, quem quer se destacar deve procurar algo mais que um simples city car, ou carro pequeno, ou carro compacto ou carro popular mesmo, e isto independe do motor e das maçanetas cromadas que ele apresente.

      Carro popular é condução.

      E quanto à segurança, sei de especialistas que indicam o veículo de 4 portas como mais seguro por sempre oferecer uma porta ao sequestrado.

      Excluir
    6. Uai fio, e se o cara só pode pagar pelo city car e quiser algo diferente? Não pode comprar? Tem que ter 4 portas mesmo que seja solteiro?

      Sobre a segurança nunca vi ninguém recomendar 4 portas em casos de sequestro, justamente porque evitam fazer sequestro em carros 2 portas (é muito arriscado pros bandidos entrarem)

      Excluir
    7. "Oferecer uma porta ao sequestrado" pra quê? Pra se jogar a 100km/h na Marginal ou 23 de Maio quando os bandidos vacilarem? Rsss...

      Acho que isso está aberto pra debate. Mas a mim parece meio óbvio que o acesso mais complicado dos 2P dificulta e retarda o entra-e-sai dos manos. Lógico que em caso de sequestro relâmpago isso pode complicar se colocarem o dono atrás (meu irmão sofreu um sequestro relâmpago no Gol GTI dele em 92 e quase morreu baleado por um "cowboy" com revólver cheio de balas velhas...). M

      Mas essas coisas tem que ser rápidas e discretas e qualquer coisa que atrapalhe isso pode desestimular os caras. Assalto é um "negócio": os bandidos usam critérios mais ou menos racionais e objetivos para avaliar RISCOS X BENEFÍCIOS da empreitada.

      Se só tem um 2P ali fácil eles pegam, claro. Mas se tem um 4P do lado de um 2P eu apostaria que eles vão no 4P tb. E pra realizar assaltos e fugas não tem dúvida, um 4P é muito mais interessante pros manos então o carro em si fica menos visado.

      Excluir
  23. Corsário Viajante21/11/12 15:07

    Vamos ser sinceros, nem precisava ser GTI, bastava ser um "GT" como o Polo era, ou seja: esse gol 2 portas com o 2,0 de 120cv na faixa dos R$45.000. Ia ficar um carro com comportamento muito legal e com mecânica "do mundo real".
    De resto, eu acho que carro pequeno costuma ficar mais bonito com duas portas e vice-versa, e esse caso não foi exceção, ficou bem mais bonito que o 4 portas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito, mas infelizmente certamente este modelo partiria da casa dos 50.000, e devido volume de vendas e outras coisas difícil de lançarem mesmo com a receita prontinha dentro de casa;

      Sou mais um voyage sport, e 2 portas nessa sua configuração.

      Sonho!

      Excluir
    2. Não! 2.0 de 120 cv, o ap não morre nunca?
      foi um puta dum motor o melhor já fabricado por aqui, mas deu né...

      Excluir
    3. Anônimo 21/11/12 17:23
      O motor de 120 cv do Jetta Comfortline não é AP 2000, mas o EA 113. O único furo do nosso AP 2000 foi terem mantido a biela de 144 mm, quando deveria ter sido a de 159 mm usada nos motores de fora.

      Excluir
    4. Aproveito o comentário....nunca entendi porque a VW não investiu um pouquinho nos EA827/AP e o utilizou como motor base de sua linha de veiculos (como a GM fez com os EcoTech).

      Garanto que ficaria tão bom quanto os atuais EA111 (que por sinal nasceram no VW Polo da decada de 70, apenas 5 anos depois do EA827), com a vantagem clara de robustez e todo um legado deixado por essa linha de motores.

      Já pensaram num EA827 1,6L com cabeçote roletado e todos os refinamentos feitos nos EA111? Garanto que bateria em potencia maxima e em curva de potencia disponivel os atuais EA111....

      Excluir
    5. Daniel, não aproveitaram porque reciclar coisa velha por muito tempo é pior e custa mais do que lançar algo novo logo de uma vez. A GM também fez o mesmo caminho quando viu que não ia poder depender mais só de fazer pequenas melhorias nos F1 e F2. Pra colocar cabeçote roletado, taxa alta, componentes mais leves e tudo mais é mais fácil se usar de um projeto novo que tenha tudo isso pronto

      A robustez de um EA111 não deve nada para um AP e a questão do legado e peças é questionável, dado que esses motores velhos atualizados não podem usar as mesmas peças dos motores antigos também (afinal foram modificadas). Não é de graça que no mundo civilizado os motores nascem, crescem e morrem. Só nos poços de lucros que eles nascem, melhoram só quando a lei exige e nunca morrem

      Excluir
    6. Corsário Viajante22/11/12 11:17

      Também acho que este motor já deu, mas estamos falando de VWB e sendo realistas... hehehehe

      Excluir
  24. A versão GTI do Gol não é desenvolvida pelo único e simples motivo de falta de público. Atualmente um Gol completo segundo site da VW custa R$ 50.697,00 e é muito raro vermos um na rua. Se nem este vende, o que dirá de uma versão mais cara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corsário Viajante21/11/12 15:23

      Mas aí tem uma coisa... Pouca gente compra a versão mais completa do gol simplesmente pq ela é um gol cheio de equipamentos. Uma versão especial como a GTI poderia ter alterações mecânicas e visuais que a tornariam mais interessante.

      Excluir
    2. Sim, os opcionais são o que justamente fazem do Gol de R$ 50.697,00 o único a poder ser chamado de completo. Todos os outros não são, embora os vendedores insistam que sejam e alguns abobalhados aceitem. Ainda não é crime chamar os abobalhados de abobalhados, né? Tomara que não.
      Uma versão GTI do Gol não atrairia público pelo preço que custaria (algo em torno de R$ 75.000,00).

      Excluir
    3. Gol GTI a 75 mil dilmas eu pegava um DS3 ou Fusca, fácil!

      Excluir
    4. Corsário Viajante21/11/12 16:29

      Bom, o preço só a VW pode saber, até pq ninguém sabe o que seria um Gol GTI ou GT.
      Mas que seria perfeitamente possível um duas portas com o 2,0 de 120cv e câmbio manual com apliques estéticos em torno dos R$50.000,00, isso seria. Se a VW faria algo assim, impossível saber.

      Excluir
    5. infelizmente a fusqueta já estão pedindo valores muito mas muito acima do preço sugerido, e tem "inteligentes" que pagam...

      Excluir
    6. Corsário Viajante22/11/12 11:12

      Hi vai ser que nem o Veloster, que vinha por um preço razoável mas o brasileiro fez tudo que podia para tornar ele mais caro, ops, digo, "excrusivo". E conseguiu!
      Enquanto o Fusca não custar uns R$150.000 brasileiro não sossega!

      Excluir
    7. Ontem vi numa CSS VW aqui de SP o Fusca por R$ 105.000. Nem era o completo, que segundo o vendedor acrescenta faróis de xenon e LED, som de grife a mais uns badulaques e sai "com muita, muita briga e choro" por R$ 110.000.

      Realmente, BEEEM acima dos "70 a 80 mil" que a VW divulgou na época do Salão (e teve trouxa que acreditou e se iludiu, tsk tsk...).

      Na boa, por esse preço eu pego um Jetta TSI ou mesmo um Audi A3. Ou melhor, pego uma perua Jetta top zero. Se não quiser zero-km, ali do lado dessa CSS mesmo tem uma da Audi (mesmo grupo) que tá vendendo A3 Sport por R$ 86 mil ou SPBK por 95, ambos 2010/11 com baixíssima KM e excelente estado.

      Excluir
    8. Corsário Viajante22/11/12 13:51

      Triste ouvir isso! MUitas vezes a fábrica lança um ótimo produto e coloca um ótimo preço, mas as concessionárias queimam o mesmo. Isso vale não só para este caso.
      Enfim, o negócio é não comprar, até porque, por este preço neste nicho, temos outras opções bem interessantes como DS3, Mini, etc etc...

      Excluir
  25. Carlos Rodrigues21/11/12 15:23

    Bob, estou com um e estou querendo trocar pneus mas sem trocar rodas, se partir para a medida 185/60 terei que trocar rodas por tala 6. Pretendo continuar com as de aço mesmo mas seus pneus tem perfil muito alto, 175/70. Há algo prejudicial se trocar para 175/65, havará algum ganho em curvas devido perfil pouco mais baixo?

    Em relação ao diâmetro não vejo problemas ficando dentro das diferenças existentes entre as medidas oferecidas pela Vw.

    Não entendo estas medidas, deve ser por economia devido grande volume de carros vendidos com estas medidas de série, a maioria das outras marcas já utilizam no mínimo perfil 65.

    Grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bobi Charpi21/11/12 16:38

      Carlos,

      É só usar o 185/65 14. Inclusive esse pneus são (ou eram não sei) usados nos 1.6.

      Excluir
    2. 1,6 estão com 175/70, sim 185/60 mas na roda de 6 polegadas de tala.

      O 185 sugerido tem 5,5 os pneus de tala e as rodas 5. Não ficam bons.

      Excluir
    3. Carlos Rodrigues
      Os perfis dos pneus foram baixando para permitir seções mais largas sem aumentar o diâmetro da roda completa, nada mais. Perfil não tem a ver com comportamento. Existe uma relação ideal entre seção do pneu e tala. O Anônimo das 16:46 aí em cima está certo.

      Excluir
    4. Pneu mais alto não tende a dobrar mais?

      Ou hoje os flancos são bem reforçados?

      Entendo que o perfil altera mais o conforto na buraqueira nossa de cada dia.

      Excluir
    5. Anônimo 22/11/12 01:00
      Observe o perfil de um carro de F-1, carros que estão gerando 2,5 g de aceleração lateral nas curvas.

      Excluir
  26. No fim das contas, prefiro um Gol do que o Etios.

    ResponderExcluir
  27. muito dinheiro para pouco automóvel...

    ResponderExcluir
  28. Bob, com câmbio manual o desempenho do 0-100 melhora?

    Nunca acreditei nas medidas da fábrica, as suas são mais coerentes.

    Achei que tinha a faixa degradê.

    Infelizmente repetidores de seta nas laterais apenas no Power e nos retrovisores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 21/11/12 15:45
      Sim, aceleração com manual melhora, no caso 0 a 100 km/h em 9,9 s (G) e 9,7 s (A). / A aceleração que informo nos posts são dados do fabricante, não meço por razão de ser necessário equipamento próprio para dar uma informação precisa. Estamos planejando comprar um VBox, aí sim, passarei a medir acelerações e retomadas. / Não, nada de faixa desgradê mesmo.

      Excluir
    2. Ia perguntar isso agora. Bem que a aceleração estava com cara de "dado de fábrica" mesmo, achei um tempo muito bom para um automatizado de uma embreagem só. Para aproveitar o comentário, esse peso que você colocou na matéria é do carro testado mesmo, automatizado completo? Se for parabéns à VW, carro bem leve. E você tem o peso das outras versões?

      Excluir
    3. Teremos boas e más surpresas com esse VBox...

      Ubiratã, no sítio da fábrica tem esses dados e o duas portas manual é mais leve na 1,6 e ainda mais na 1,0. Só não sei se os dados levam em conta os equipamentos como ar, direção ou se são os pesos nos modelos básicos dos respectivos motores e opção câmbio somente.

      O 1,6 duas portas manula pesa quase o mesmo do 1,0 quatro portas.

      Excluir
    4. manual

      Excluir
  29. Ficou um A1 de "pobre" mas ficou legal. O Gol tem um desenho bonito comparado a March, Clio, Etios e outros. O valor da versão top é meio exagerada. Neste valor tinha que ser um revival do GTi, com bancos esportivos, motor 2.0, etc.

    ResponderExcluir
  30. Bob;
    um a parte mas pertinente ao post: Você não acha muito confuso o conjunto de alavanca de troca de marcha dos automatizados nacionais? Não poderia ter a mesma sequencia dos cambios automáticos convencionais (P-R-N-D, com trocas sequenciais nas laterais) ao invés do quadro com esse monte de quadrantes, joga para um lado, para outro?
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel
      Câmbio robotizado não tem P. Parece que o câmbio roborizado que vai entrar no EcoSPort, o Powershift, é assim, com quadrante de epicicloidal, mas não tem troca manual seqüencial. Vou conhecer o carro e o câmbio no dia 3 de dezembro e, claro, contarei como é. Na verdade, a seleção dos modos no robotizado é bem menos complicado do que parece.

      Excluir
    2. Bob;

      Sem duvida que fica facil e é de rapido compreensão depois que acostumamos, mas confesso que fiquei com uma má impressão danada no primeiro contato que tive com os automatizados. Deu a impressão que foi desenvolvido de qualquer jeito, coisa de professor Pardal.

      O que vislumbro com uma posição "P" num quadrante de marchas de automatizados seria uma posição onde o sistema trava o veiculo em primeira marcha, para estacionamento. Uma forma intuitiva do motorista deixar o veiculo travado na marcha sem necessitar deixar a alavanca em posição "D" no sistema atual, pouco intuitivo.

      Excluir
  31. E por 39000 leva um Palio 1.6 Dualogic que estraçalha o HB20

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiats....

      Excluir
    2. tem o sporting mas só 4 portas, bem equipado, bem próximo deste valor.

      Excluir
  32. Coincidência. Estava olhando um carro exatamente igual a esse, Gol 1.6 I-Trend, porém manual, para comprar. Mas desisti da compra no momento que procurei a regulagem da coluna de direção para baixar o volante e não achei. Fui informado que apenas a caríssima versão Power oferece esse dispositivo. Lamentável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só na Power mesmo que não tem na versão duas portas.

      esse I do i trend é que é o problema, a notícia geral é o tal kit estar em falta demora muito mas muito para chegar um assim.

      Excluir
  33. O mercado nacional ainda tem preconceito com carros 2 portas. Isso está mudando rapidamente em várias faixas, mas principalmente nas médias e altas, pela chegada e aceitação de vários modelos 2P (Veloster, Mini, A3 Sport/A1, etc.). Eu estou com um A3 Sport (2P) e adoro o carro, não senti nenhuma falta das portas de trás. De vez em qdo alguém tem que fazer um contorcionismo pra entrar atrás mas é raro e azar dos caronas hehehe... :-p Uma vez acomodados, o espaço é até bom.

    Pra quem roda mais sozinho no dia-a-dia, um 2P serve mto bem e é mais seguro (segundo dica de um amigo meu que trabalha na inteligência da PM de SP). De fato, um amigo meu trocou um BMW série 1 4P depois de ter sido assaltado 3 vezes, e há dois anos com o 2P ele não sofreu mais com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 21/11/12 17:23
      Eu nunca havia pensado nessa questão de segurança pessoal. A dica do seu amigo parece boa.

      Excluir
    2. Pois é Bob, e segundo ele baseada em estatísticas da PM então a comprovação "na prática" por parte do meu amigo parece ter alguma base em fatos. Acho lamentável que as coisas chegem a esse ponto, mas é um fator a ser considerado hoje em dia: a dificuldade de acesso ao banco traseiro é um critério negativo para os bandidos em assaltos e sequestros relâmpago!

      De minha parte, sempre gostei de carros "esportivos" e os 2P tem esse apelo para mim, principalmente no caso do A3 Sport que apesar de não ser um esportivo "puro-sangue", tem ótimo desempenho para um "esportivo de passeio" rsss...

      Excluir
  34. Vale lembrar que nos anos 90 o Golf GTI era só de 2 portas.

    O Punto era um carro que ficaria muito bom nessa configuração também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Gol GTI tb era duas portas, carrinho porreta (foi meu primeiro carro em 89 hehehe...). parece que os 2 portas estão voltando, o que é bom para o consumidor pois nos dá mais opções.

      Excluir
    2. O punto abarth 2 portas é show, e o new fiesta mais ainda.

      Brasil...

      Excluir
  35. O Bob nao fotografou os porta-copos laterais traseiros... bem legais !!!

    ISM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 21/11/12 17:56
      Coisas que aó a mídia internet proporciona: fotografei agora e coloquei a foto lá. Bem-lembrado, obrigado.

      Excluir
    2. É UMA HONRA...De nada

      ISM

      Excluir
    3. Olhando a foto, parece bem bolado mesmo o porta copos e trecos, pq ele se estende pra trás.

      Excluir
    4. Sim, são interessantes, será que isto não explica a diferença da largura? Mas internamente.

      São bem bolados, mas parece mais uma maneira de economizar ao poder utilizar o mesmo banco do 4 portas, colocando o porta copos/objetos no espaço que sobrou, sem ter que fazer um banco traseiro diferente apenas para o duas portas.

      Excluir
    5. Mas e quem disse q é errado economizar?? Nesse caso até uma economia inteligente ao meu ver.

      Excluir
    6. Eu não falei.

      Excluir
  36. HB20 é um tremendo carro.... de moça.
    mais feminino que qualquer 206/207 ou C3.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheço gays que tem Gol, e não acho que por isso seja carro de gay...

      Excluir
    2. Quando começa esse papo de carro de moça, ainda mais em carro que não é feito especificamente pra mulher, vc já sabe que o cara é fanzaço do NA

      Excluir
  37. Não estou entendendo esse frisson por causa do Gol 2 portas...
    Caro, depenado como sempre e a vw nem sinaliza interesse em voltar a produzir uma série realmente esportiva, como já fez no passado...
    Lamentável.........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de ter melhorado o Brasil ainda é carente de opções, esse modelo para quem gosta de carros esportivos é um fio de esperança de uma futura versão esportiva, gt, gti e afins.

      Infelizmente gostar de verdade de carros no Brasil não é fácil, este modelo não é barato e não é um esportivo. Se tivesse uma versão realmente esportiva talvez fosse cara demais para a maioria.

      Se eu pudesse iria de c30 t5, A3 sport, S3 (aqui não tem 2 portas e nem manual do modelo atual), 370z, tt, o novo serie 1 só tem 4 portas, até o koup é interessante ah se fosse manual!!

      Acho que a maioria aqui tem saudade do GTI, GT, GTS - gol/passat, tigra, corsa gsi, calibra, mx-3, prelude, mr-2, celica, eclipse, 3.000gt e afins. Foi uma época boa de 200/240 sx, rx-7, 300zx eram muitas opções talvez por isto o gt 86 tem feito tanto sucesso, o mundo precisa de carros assim.

      golf vr6 2 portas, 200 cavalos 6 cilindros e 6 marchas à frente, é disto que temos saudade, não tem mais civic 2 portas hatch ou coupé, não tem sirocoo não tem golf 2 portas. Polo gti acabou.

      Carros legais e não sem sal algum como os de hoje.

      Está melhorando, que venham mais opções civic si coupé, infiniti G.

      DS3, fusca, eles existem e tem mercado, isto mostra que há muitos compadores que por falta de opção andam com seus bons sedans familiares e sem graça, mas isto tem mudado, que ótimo para os entusiastas.

      Excluir
  38. A VW ainda não acordou para uma (oxalá) nova realidade de mercado. Este carro, é um Polo 2002, com características de contrução mais simplificadas (por exemplo, nas soldas). Não deveria custar muito, mas a Deitada em Berço Esplêndido acha que faz "das auto" e pode cobrar o que quiser. Nunca torci tanto pelo HB20, Ônix (este, apesar do motor obsoleto)e até pela casa dos horrores Ethios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gonix.

      Excluir
    2. Quem disse que o gonix é bonito? Traseira vw, frente de minivam - monovolume quase e achatada com seu vidro inclinado quase a la civic, esse carros de hoje que tem que ser bom para tudo ao mesmo tempo fica complicado. Tem que ter 4 portas, espaço, andar bem ser econômico, bonito, cara de moderno, descolado, conectado, não dá.

      estão vendendo carros para uma geração de gente esquisita, vejam a página da VW e seu novo fusqueta, "um carro para você ouvir, navegar, assitir. E até dirigir." É brincadeira, para mim carro foi é e sempre será para dirigir, ponto. Onde isto vai parar? Os acidentes plenamente evitáveis estão aí diariamente para responder.

      Excluir
    3. Essa coisa de ser carro conectado está estranha mesmo e enchendo a sacola. Sou muito a favor da tecnologia, mesmo nos carros, mas rede social, internet e tablet num carro? Pro motorista? Como ponto principal? NUM ESPORTIVO? Ridículo mesmo, faço parte dessa geração mas acho que estamos muito perdidos, tudo tem que ser uma mistura de tudo e tem que ser eco-conectado-modernoide-politicamente correto (lembrando que o politicamente correto é sempre o que a moda das universidades e dos governantes diz que é). Daqui a pouco o carro terá que ser além de tudo isso também parecido com uma bicicleta, pois esse é o único meio de transporte que não se deve ter culpa de usar (mesmo que vc fure farol e não respeite pedestre)

      Excluir
  39. Na espera do post sobre o Fluence GT!

    ResponderExcluir
  40. Bacana, lembra de (bem) longe o perfil de um Audi A1.
    "...quem não precisa de um carro de quatro portas poder economizar 1.300 reais..." - os 1.300 economizados na hora da compra transformam-se, como que num passe de mágica, em 2.600 perdidos na hora da venda - isso sem contar a dificuldade.
    Interessante o desenho do rádio integrado ao painel, mas falta a VW acordar e abrir um buraco 2-DIN onde caiba uma central multimídia. Espaço para isso ele tem, assim como Palio, 207, Onix...

    ResponderExcluir
  41. Curti o carro. Carro 2 portas só é ruim pra abrir as mesmas nas cada vez mais apertadas vagas de estacionamento, já que as portas dos 4 portas são mais curtas.

    Brasileiro comprava até Caravan, que é uma puta duma banheirona com 2 portas, não entendo o porquê agora do preconceito...


    O que mata é o preço dessa versão completa. Ontem estavam criticando o preço do étios completo.... Não é o étios que é caro. Todos os carros são caros!

    Os carros partem de 28-29 mil, com motor 1.0 pelados... coloca um ar e direção e já passa do valor do 1.6... que com ar, direção, e mais uns mimos, ou então com abs e ab2 encosta no preço dos médios! O jeito é ter dinheiro nessa vida, aí já se compra um carro médio direto!

    ResponderExcluir
  42. A verdade é que a VW tem perdido mercado há muito no Brasil, pelo menos nos últimos 20 anos. A linha tem problemas mercadológicos, como modelos muito parecidos e que disputam entre si. Mas o maior problema é que hoje a VW não tem preço. Seus produtos estão muito caros e a relação custo benefício é bem ruim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conheço nada que tenha mais disputa interna como a linha fiat. Monte um uno completo e vá para um palio, palio para punto, punto para Bravo...

      Excluir
    2. É verdade, mas pelo menos a linha Fiat tem preços melhores.

      Excluir
  43. Sem comentários esse tipo de estepe fino e temporário que não pode "participar" do rodízio. Achei que fosse uma exclusividade do finado Vectra GT-X, que vinha com pneus aro 17" e estepe aro 14"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até hoje não entendi o gt/gtx, demoraram muito para lançar e quando fizeram estava na cara que não duraria muito. Quanto tempo este carro ficou em linha? Acho que é um dos mais curtos dos últimos tempos, parece fiat que adorava matar seus carros.

      Excluir
    2. Hoje quase todos os lançamentos são assim, com estepes REALMENTE temporários, do Picanto ao Fusion, cujos sobressalentes parecem pneu de carrinho de mão. Os que vinham importados da Europa já adotavam essa solução há um tempão, do Fiat Coupe ao Peugeot 206 cc... No Vectra (desde o sedan em 2005, que já adotava o estepe menor) ficou marcado porque o pessoal adorava malhar o carro, seja pelos defeitos que ele tinha, seja pelos que inventavam. Você pode não gostar disso (eu também não gosto), mas é o mercado hoje. Tenho um GT-X há 3,5 anos. O estepe dele é 195/60 R15.

      Cláudio

      Excluir
  44. Continua sendo um Gol.....passo!

    Logo logo estará nas mãos de manolos que insistirão em colocar rodas orbital (já vi jetta do modelo anterior com essas rodas. O cabra deveria ir preso), rebaixá-lo cortando as molas, lotar o porta-malas de cornetas e andar pendurado no volante e com o encosto do banco reclinado até encostar no assento traseiro.


    Marco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por sinal, prezados editor e colunistas do AE, sugiro um post sobre vícios posturais e de condução. Essa mania de dirigir deitado ou 'abraçando' o volante tem que ser combatida.

      Excluir
    2. Já tem. Tem até um vídeo do Bob explicando isso tudo abordo do agile q ele avaliou.

      Excluir
    3. Só achei o post "Caligrafia", mas o vídeo com o Bob não encontrei.

      Excluir
    4. http://www.youtube.com/watch?v=n86nFDFXSIA

      Excluir
  45. Carro 2 portas tem suas vantagens, como já enumeraram aqui, e mais outras:

    - São 2 vidros e travas elétricas a menos para dar pau;
    - Duas portas a menos para fechar (caso já tenha dado pau nas travas elétricas;
    - Melhora o embarque/desembarque do motorista, caso tenha a estatura acima da média (principalmente em carros pequenos, onde a versão 4 portas tenderá a ter as portas dianteiras menores ainda);
    - Evita aquela turbulência que surge atrás da sua cabeça, quando a pessoa que está sentada atrás resolve abrir o vido parcialmente (no caso de 4 portas), já que não há vidro para abrir;
    - Os encostos dos bancos dianteiros rebatem (parece que os dos celtas 4 p tbém, pois utilizam os mesmos bancos dos 2p por redução de custos);


    Agora, só pra ficar na mesma marca, a VW fazia também o Fox de 2 portas, que agora só está disponível para as versões 1.0. Apesar de que neste caso, as portas dos Fox 2p são verdadeiras porteiras, pesadas, e já ouvi relatos de que muitos tiveram problemas com as máquinas de subida dos vidros, que são enormes e mais pesados tbém...

    Também gostava do Astra hatch de 2 portas... mas foi tirado de linha antes que os seus outros irmãos.Quem tem/tinha um Astra 2 portas e é defensor das 2 portas é o Prof. Pasquale, que inclusive fala sobre o assunto numa entrevista ao Bestcars:

    http://bestcars.uol.com.br/colunas/a153a-3.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela reportagem, uma daquelas relíquias do BCWS, nem sabia que o Pasquale tinha dado entrevista sobre carros. Sabe de quando é essa entrevista?

      Excluir
    2. Infelizmente não sei, mas chuto algo entre 2003-2006...

      Na verdade encontrei esta ao procurar uma outra entrevista que ele deu em outro veículo, dizendo que tinha um astra 2 portas completo, e não sabia o que faria quando tivesse que trocá-lo, pois o 2 portas estava saindo de linha, e ele adora os 2 portas pelos motivos citados nessa entrevista do bestcars.

      Excluir
    3. Pô, compra um carro de boi logo, que não tem quase nada para "dar pau".
      Deixar de ter algo pq "pode dar pau" atesta como o brasileiro não só aceita como adora ser feito de bobo. Explica tbm pq nossos carros são tão pobres de equipamentos: o Gérson se acha esperto pq não vai gastar dinheiro "quando" e "se" o equipamento quebrar.

      Excluir
    4. Se a pessoa não pode ficar trocando de carro a cada 2 anos, uma hora pode dar pau... não tem jeito. Muitos gostam de manter o mesmo carro por muitos anos, seja por questões econômicas ou racionais, como já foi dito extensamente aqui em outros posts...

      Uma vez, almoçando com colegas de trabalho, pegamos carona em um corolla com poucos anos de uso, e a trava de uma das portas traseiras não estava acionando. A toda hora a pessoa tinha que lembrar para quem estava entrando por essa porta que deveria travá-la manualmente, pois o alarme não iria trancá-la. Se a pessoa esquecesse, ia ficar aberta facilitando a vida dos amigos do alheio... é uma exceção, mas por que não colocá-la na lista?

      Vc que está levando pro extremo. Lógico que se for pensar em tudo elétrico ou eletrônico que poderia dar pau, melhor ficar com um fusca, que não tem injeção, módulos eletronicos, painel com CI's, etc... se pegar um alagamento, lavou, tá novo...

      Excluir
  46. Bonito mas continua caro.

    ResponderExcluir
  47. Comprei um Power fabricado antes do face lift, deu trabalho pra encontrar, pois o que eu pedi foi vermelho e, com rodas de liga e com I-Trend, e a fábrica só estava ceitando pedido desse com face lift.


    Não gostei do face lift, pois acho o primeiro original e esse agora um remendo. Sou tido como um bobo pelos "Gersons" e "entendidos" por não ter comprado o "G6".

    Com-arei os 2 e achei o G5 mais harmonioso e bonito.

    Além do mais, depois desse face lift (assim como em todos em várias marcas) houve um depeno e empobrecimento do carro em geral, vide estepe mais fino, botões do ar condicionado, tecidos nos bancos.

    Aprecio muito (e prefiro) os carros de 2 portas, acho-os mais bonitos e esportivos. Lógico que em se tratando de hatches e coupés, pois ninguém merece um sedã médio ou grande de 2 portas como já houvera por aqui em priscas eras.

    Uma pena não ter 2 portas na versão power, pois esta conta com párabrisa degradé, ajuste na coluna de direção e repetidoras nos retrovisores.

    Em que pese preferir os duas portas, atualmente me atende melhor um de 4 portas, pois tenho filho pequeno e uso a cadeirinha.

    Diogo da SIlva Lima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fez muito bem, ainda por cima deve ter conseguido um bom desconto. O original era mesmo mais bem feito e bonito, mudaram só por mudar (justo o Gol que era averso a mudanças)

      Excluir
    2. Achei um assim vermelho apple. Power, rodas, i-trend bonito, mas desconto? Nada. Quase nada. Daí ficou complicado com o novo dentro da loja.

      Excluir
  48. Lembrou-me meu primeiro carro 0Km de verdade (antes, apenas modelos usados): um Gol Cli 1.6 ano 1997 (no Rio chamado de "Gol Bolinha").

    Era um bom carrinho, duas portas, motorzinho bom (andava bem e não bebia tanto), no pacto de opcionais que incluia ar condicionado sem direção hidráulica, que assim era dura à beça. A cor era prata (como quase todos os Gols deste ano... rs).

    Leo-RJ

    ResponderExcluir
  49. Eu queria ver um golzinho desses com o 1.4 da Kombi deveria ser no ponto para o usuario comum. Pq a VW não usa esse motor em seus carros de passeio no Brasil?

    ISM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ISM
      Nesse ponto concordo com a Volkswagen. Como no regime fiscal (IPI) não há diferença de alíquota entra 1.001 e 2.000 cm³, aplique-se logo um 1,6-litro, um motor melhor que 1,4.

      Excluir
    2. Mas se o 1.4 entrasse no lugar do 1.0 seria bem melhor. Sem contar que poderiam ter Fox só até 1.4, por exemplo, deixando o 1.6 só para o Polo e Gol. Assim a linha VW ficaria menos canibalizada

      Excluir
  50. Carro bonito,mas, CARO!

    Pena as grandes montadoras pararem com os modelos duas portas nos modelos TOP. Eu sempre achei os Sedãns de luxo, no modelo "Two Doors" algo lindo, imagine um Azera duas portas ou um Cadenza, Fluence,Cruze.
    Saudades da época dos Monzas e Santanas(tive um 93 duas portas, fica com uma cara mais esportiva).


    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mercedes cl, E coupé, C coupé, clk...

      saudoso serie 8, serie 6, serie 3 coupe, serie 3 coupe conversível...

      Excluir
    2. Aí fica melhor os modelos coupé, já que os sedans 2 portas além de não combinarem nada com o uso do carro às vezes são bem feios. Os coupés sim que fazem falta

      Excluir
  51. http://www.compreauto.com.br/comprar/563631/carros-caminhonetes/chevrolet-corsa-sedan-2002-preto-gasolina-sao-jose-do-rio-preto

    ResponderExcluir
  52. tendo em vista tudo que é eliminado com 2 portas a menos, o desconto deveria ser maior que os 1.300,

    ResponderExcluir
  53. No 1.0 colocaram bobinas independentes para cada vela. As vezes parece que a VW dá mais atenção ao 1.0 do que ao 1.6.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Descobriu o óbvio, o negócio da VWB é vender carro de entrada, quanto mais de entrada melhor, vide a atenção que dá para GOl e Fox e como o resto de sua linha recebe pouca atenção.

      Excluir
    2. Provavelmente fizeram isso com as bobinas para diminuir batidas de pino no fréquis.

      Excluir
  54. estava considerando em comprar esse carro pra ir trabalhar...
    mas pelo visto o preço é algo bem fora....

    quanto está custando o 1.6 2 portas com ar, abs e air bag??

    site da VW não tem configurador dos 2 portas??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emeaia
      Ainda não tem configurador para o 2-portas. Vou pedir à fábrica a lista de preços completa e informo.

      Excluir
    2. Monte o 4 portas e desconte 1.300,00. Mas não do power, monte um 1,6 manual ou i-motion.

      Em torno de R$37.000,00

      Vai depender dos opcionais já que é possível ter um como você está querendo mas sem friso, com farol de parábola simples, sem maçanetas e retrovisores da cor do carro...

      Sem alarme, controle.

      Compensa o kit trend se quer direção hidráulica, já vem com vários detalhes de acabamento.

      São muitas possibilidades.

      Excluir
    3. Só na VWB podemos ter um carro 1,6 com ar, abs, air bag mas sem direção hidráulca, isso em 2012!

      Excluir
  55. GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS,GTI,GTS...!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GTI, GTS, GT, TSI, E ADAÍ?

      Excluir
  56. Pelo configurador...
    Novo Gol 1.6 101 cv (G) / 104 cv (A) Manual Total flex 4 portas R$ 31.890,00
    Opcionais
    AR-CONDICIONADO R$ 2.585,00
    DIREÇÃO HIDRÁULICA R$ 1.200,00
    AIRBAG DUPLO + ABS R$ 1.550,00
    Preço total R$ 37.225,00
    -R$1.300,00
    Preço duas portas - R$35.925,00

    Encontrasse Ka por +- R$28.000,00
    porém vai morrer em 2014....

    mas R$9.000,00 de diferença...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ka com Ar, Direção, Airbag, Abs

      Excluir
    2. isso é a velha e conhecida política de preços da VW.

      Na loja é possível conseguir um descontinho em relação ao configurador, não sei se isso é por ter uma margem nestes valores, pelo ipi, por pagar menos em um eventual usado entrando no negócio ou por ganhar no financiamento mesmo se for o caso.

      Excluir
    3. Neste caso não entendo quem compra o 1,0 completo. È possível ter um 1,6 mais simples mas ainda com ar e direção pelo mesmo preço.

      Excluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...