Google+

25 de março de 2010

SAAB DE VOLTA


fotos: GM Media.

Nesta segunda, 22 de março, a Saab retomou a produção, após sete semanas de recesso, tempo esse utilizado nos procedimentos necessários após a independência da GM.
É um ciclo que se encerra, iniciado em 1990 quando a marca americana, outrora a maior empresa do mundo, colocou seu capital para iniciar o controle da marca sueca.
O chefe da Spyker, nova proprietária da Saab, Victor Muller, está trabalhando de maneira séria para que o negócio não seja um furo n'água. Já declarou que a Saab precisa buscar novos mercados, e foi específico em dizer "Brasil", entre alguns outros países.
Muller participará com o presidente executivo sueco, Jan-Ake Jonsson, da Mille Miglia de 2010, de 5 a 7 de maio, com um modelo 93 (noventa e três) de 1957, um carro tornado clássico principalmente pelas atuações de Erik Carlsson no campeonato mundial de rali.
Muito entusiasmante saber que um executivo de topo consegue enxergar a importância que o cliente Saab dá à história da empresa, e essa participação é um eficiente símbolo desse conhecimento.
Nas fotos vemos o pessoal de produção da planta de Trollhattan, iniciando uma nova fase, como está bem marcado por escrito no carro e na placa. O modelo é o 9-5 (nove-cinco) novo, o carro grande da empresa, fundamental para trazer dinheiro para dentro de casa. A corrida-piloto do 9-5 havia sido iniciada em 2009, sendo interrompida no período dessas semanas da passagem de administração da GM para a Spyker.
Devemos ressaltar que esse carro foi desenvolvido a partir de componentes globais da GM, então, por muito tempo ainda as duas empresas estarão ligadas tecnicamente.
O anúncio da busca de novos mercados é animador, já que temos aqui no Brasil algumas marcas pouco tradicionais, e que vendem bem. Quem sabe uma parte do público com interesse em sair do lugar comum não resolva prestigiar a marca sueca?
Com marketing, rede de assistência técnica e propaganda eficiente e educativa, a Saab poderá aproveitar a boa fase brasileira, desde que seja rápida e séria.
Só esperamos que não venham com bordões irreais de propagandistas, como empregado por algumas que se dizem "melhores do mundo" e não passam de marcas na mais absoluta média do mercado.
Que seja uma real retomada da produção e vendas, com toda a equipe Saab trabalhando firme e evoluindo, em novos projetos que não mais dependerão da General Motors e suas "plataformas globais".
JJ

34 comentários:

  1. Desejo muito sucesso à nova SAAB.

    Espero que voltem ao costume de inovar bastante.

    Caramba, como esse 9-5 atual é bem desenhado, principalmente a parte da coluna C.

    ResponderExcluir
  2. JJ,

    Eu boto a maior fé!

    Acho que não vale a pressão com ref. aos coreanos... Eles são suecos!!!

    Não me diga que o Grupo CAOA está envolvido!?!?!

    PQP! A traseira tem linhas que lembram a do Azera! Não é possivel que os coreanos agora copiam carros antes do lançamento... rs*

    ResponderExcluir
  3. Lindo demais o carro! Vamos torcer pela Saab.

    ResponderExcluir
  4. Francisco Neto25/03/10 21:40

    Que tesão de carro!

    Imagino quanto seria um desses aqui na terra brasilis: uns 120k?

    Que bom ver uma compania tão entusiasta voltar a ativa!

    ResponderExcluir
  5. Seria bom mesmo termos esse saab aqui no Brasil. Vai ser no minimo curioso a plataforma moderna da GM chegando por outra empresa que nem faz mais parte da GM, pq se depender da GMB...

    ResponderExcluir
  6. Ótima notícia! Uma marca com base na aviação.Interessante que, em todos os SAAB atuais, existe a função "Night Panel", que mantém somente o velocímeto iluminado. Se necessário, é possível ligar novamente a iluminação dos demais instrumentos e o console está virado para o piloto, ops, motorista. O problema é que, justamente, marcas "low-cost" nos EUA e que aqui se vendem como das "melhores do mundo" tem prestígio inexplicável. Será que um fabricante REALMENTE premium encontraria seu lugar ao sol, ao lado de seus concorrentes alemães (BMW, Mercedes-Benz e Audi)? Sucesso para a SAAB nesta nova fase!

    ResponderExcluir
  7. Engraçado ver carro de verdade assim nas fotos e depois ter que se contentar com as coisas que podemos comprar por aqui.

    Força Saab que volte com orgulho!

    ResponderExcluir
  8. JJ,

    a cada nova declaração do Victor Muller eu fico mais empolgado com a nova Saab. só de saber que já está decidido que a próxima geração do 9-3 voltará a ter um hatch, tradição interrompida pela GM em 2002, já estou salivando pelo novo modelo.

    com o crescimento (para uns bem-vindo, para outros uma tragédia) da BMW em volume de produção e número de modelos, acredito que a "nova Saab" tenha tudo para ser a referência entre os entusiastas que preferem algo mais discreto e tão bem resolvido quanto.

    ResponderExcluir
  9. Talvez a SAAB devesse substituir o grifo existente em seu logotipo por outra criatura mitológica: a fênix, que sempre renascia mais bela das próprias cinzas.

    ResponderExcluir
  10. J
    Para quem não sabe, a Spyker foi formada em 1898 pelos irmãos Jacobus e Hendrik-Jan, que construíram um carro com motor Benz. Mas em 1903 lançaram o 60/80 HP, o primeiro de seis cilindros do mundo e que tinha tração integral e freio nas quatro rodas. Portanto, a Saab ficou em ótimas mãos. Leia mais no site da Spyker, uma das poucas fábricas centenárias, em www.spykercars.com .

    ResponderExcluir
  11. Francisco V.G.26/03/10 07:20

    Algum colega aí em cima falou na semelhança com o Azera. Pode até ser, mas é impossível não notar o traço típico dos modelos SAAB de outrora. Gostei muito e quero mais é que venham para o Brasil.

    ResponderExcluir
  12. Fla 3D se depende-se da GM esse carro viria pra cá quando já tivesse saindo de linha ou viria como tá acontecendo com o Malibu que já estão dando uma pincelada no visual do carro ou então do novo classic que estão trazendo pra cá,que e um carro que já saiu de linha na china!
    Hoje acredito que o mercado esta bom pra uma empresa que quer expandir a venda de seus produto principalmente em se tratando de carros e só ver o exemplo dos MINI, Hyundai,Fiat 500, Smart, alguns muito caros, outros com custo beneficio muito bom,outros com proposta diferenciada, quer dizer o mercado está bem diversificado e o consumidor parece ter gostado de tantas opções disponíveis e corresponde com a compra de tais variedades que a alguns anos não existiam aqui.
    O carro da SAAB tem tudo para fazer sucesso aqui, pois tem qualidade e tem o que o consumidor brasileiro adora: e vistoso,bonito e chama a atenção, apesar que a qualidade deve prevalecer.

    ResponderExcluir
  13. Arthur Jacon26/03/10 10:07

    Nossa! Lindão. Pena que são as rodas dianteiras que tracionam.

    ResponderExcluir
  14. Arthur Jacon26/03/10 10:11

    Pena nada! A tração dianteira é tradição da SAAB. Sorry fellowes!

    ResponderExcluir
  15. Ahhh sim FVG... com certeza a palavra "criação" está fora do vocabulário coreano.

    Erlan, duvido que o consumidor que procura algo para chamar a atenção vai comprar um SAAB, acredito que com o mesmo valor ele poderá chamar mais a atenção...

    Palandi, também salivo pelos hatchs, ainda mais com um pedigree deste!

    Vejamos qt vai sair a brincadeira!

    Até pouco tempo atrás, eu estava pensando num Subaru... mas ser refém do CAOA? No, tks a lot!

    ResponderExcluir
  16. Arthur,

    a tração dianteira é tradição da Saab, mas a marca desenvolveu com a Haldex um sistema de tração integral que já está sendo adotado no 9-3X e nas versões de topo do 9-5. segundo eles informam, é um sistema modular e pode ser usado em várias plataformas.

    ResponderExcluir
  17. Fabio,

    também cheguei a pensar em um Subaru, mas a combinação CAOA + plásticos de Fox pré-reestilização no interior do Impreza me fez desistir...

    quanto à Saab, quem seria um bom importador para ela? cheguei a pensar no Sérgio Habib, já que entre a Citroën (da qual ele tem várias concessionárias) e a Jaguar existe uma grande lacuna...

    ResponderExcluir
  18. Ele é lindo e a Chevrolet podia ter trazido o antigo 9-5 ao invés do Omega australiano, que era um excelente carro mas não traz as lembranças do ótimo Omega nacional.
    Acho que o 9-5 não é dianteiro não, se não me engano é integral...
    Agora, o problema do nicho do 9-5, e que matou o Omega australiano, é que eles entram em concorrência com os SUV de luxo de entrada. O brasileiro cismou que ESSES SIM são os carros executivos, é só contar quais os modelos novos de Volvo que mais vemos nas ruas.

    ResponderExcluir
  19. Essa nova Saab terá muito trabalho pela frente. Será necessário lançar novos modelos que recuperem pelo menos um pouco do DNA original da marca, porque esse 9-5 é tão insosso quanto qualquer modelo saído da forminha corporativa da GM. Talvez o Viktor Müller tenha uma visão iluminadora enquanto pilota o 92 na Mille Miglia...

    ResponderExcluir
  20. Palandi,

    Eu não vi como ficou o interior do Impreza... ficou broxante? apesar que o interior nunca foi o forte mesmo né...

    Eu não saberia indicar o importador, estou por fora... Qt. às CCs do Sr. Habib... o nível de atendimento das mesmas seria um bom sensor para avaliá-lo, não acha? Eu não tenho Citroen, não poderia opiniar. Vc é cliente destas CCs?

    abs

    ResponderExcluir
  21. Falando de importacão. Quantos Volvo S80 são vendidos no Brasil por ano?
    Quantos A6?
    e 530?
    Segindo os volumes do "ROW" ese novo 9-5 poderia vender uns 25% dos S80:s não é?
    Alguem poderia sobreviver só vendendo uns 20 9-5 por ano?
    Tudos armados?

    HJ

    ResponderExcluir
  22. Ok. concordo com os argumentos contra os coreanos. Porém eles sacudiram a poeira do mercado, e está sendo muito saudável ver as 4 grandes se agitando para recuperar o mercado perdido de seus modelos defasados, pouco equipados e caros. Tomara que venham mais "coreanos" e os suecos também e chineses e indianos e quem mais quiser oferecer novos produtos ao mercado, quem sabe aparece algo diferente e com preço um pouco mais justo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  23. Arthur Jacon26/03/10 14:59

    Realmente, o interior do impreza é de uma desanimadora pobreza. A gente perde a vontade de ter o carro.

    ResponderExcluir
  24. Infelizmente acho que esses carros não vêem pro Brasil, até mesmo porque se vierem, duvido que vendam muito. Brasileiro gosta de marca que dá status, não se importa com o conteúdo.

    ResponderExcluir
  25. Fabio,

    A GM acabou com a SAAB, mas aprendeu muito com ela.

    Quer um exemplo fácil? O Agile tem um modo "night" no cluster, como os SAAB...

    MAO

    ResponderExcluir
  26. Concordo R.K.

    Assim a "tchurma" compra Hyundai... e nós compramos carros com preços mais justos.

    Arthur,

    Fale por vc... eu não perco nem que seja uma gaiola symmetrical AWD... hehehe... nem tanto...

    ResponderExcluir
  27. MAO,

    no meu carro eu diminuo a intensidade no reostato mesmo... tá jóia...
    Agile? Valeu! não obrigado... hehehe... eu sei... eu sei...
    I'm kidding man... I'm kidding

    ResponderExcluir
  28. Hans,

    se a Saab vier ao Brasil, o foco dela terá de ser, sem dúvida alguma, os veículos menores que o 9-5:

    - colocar o 9-3 numa faixa de preços perto do Fusion V6 e do Accord básico;
    - trazer o 9-4x, a ser lançado no ano que vem para brigar com Volvo XC60, Freelander 2, Chevrolet Captiva e Hyundai Santa Fe;
    - caso o futuro 9-2 saia, importá-lo também, a um preço parecido com o do Mini, quem sabe um pouco menor.

    concordo que o 9-5 não é carro para passar de 30 unidades por ano, mas há mercado para a Saab vender por ano algo entre 1500 e 2000 unidades no Brasil - é o que vende a Volvo. a grande questão é saber se posicionar e vender seus produtos...

    ResponderExcluir
  29. Fabio,

    Só achei interessante o Agile ter isso. Um fato interessante e só.

    MAO

    ResponderExcluir
  30. MAO... como eu previ e falei no comentário anterior...
    "eu sei, eu sei... I'm kidding"
    relax... eu sei que ninguém aqui vê nada no nosso saco de pancada horrendo que a GM está tentando enfiar guela abaixo do brasileiro.

    ResponderExcluir
  31. Fabio,

    o interior do atual Impreza é o ponto fraco do carro. os plásticos dos painéis das portas são do nível do Celta e do primeiro Fox, os difusores centrais do ar-condicionado, a exemplo do Palio, são muito baixos, e os bancos, apesar de terem ótimo apoio lombar, vêm num tecido bem sem vergonha.

    isso pra não falar que o desenho do painel é feio e que o interior como um todo é muito escuro, mas objetivamente é como disse acima. podiam ter se inspirado no interior do Legacy anterior (2003-09), que bate muito alemão "premium" por aí...

    ResponderExcluir
  32. Palandi,

    Vi as fotos no site e em nada pude discordar do que vc retratou.

    Vou passar na CC da Ibirapuera pra ver ao vivo... lamentável

    Sds

    ResponderExcluir
  33. Pô MAO, podiam ter aproveitado tanta coisa boa da Saab no Agile, em especial o design pq pra mim é o carro mais feio que existe atualmente, foram justamente pegar esse detalhe do painel... parece aquele controle de ar que parece digital mas não é.

    ResponderExcluir
  34. Taí uma boa marca de volume para o Natalino Bertin importar e finalmente ganhar algum dinheiro no ramo. Até agora, a Platinuss foi capricho caro de menino rico.

    ResponderExcluir

Olá AUTOentusiasta, seu comentário é sempre bem-vindo! De preferência, identifique-se ao comentar.
Atenção: comentários contendo ofensas pessoais, a marcas, a fabricantes isoladamente e/ou em conjunto, a nacionalidade de veículos, bem como questionando práticas comerciais lícitas e margens de lucro aceitáveis nas quais este blog não interfere, bem como o uso de palavras de baixo calão e a exposição de outros leitores ao ridículo, não serão publicados. O AUTOentusiastas se reserva o direito de editar os comentários sem declinar motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...